Skip to main content

Full text of "Inventario dos livros de matricula dos Moradores da Casa Real"

See other formats


Digitized by the Internet Archive 

in 2011 with funding from 

University of Toronto 



http://www.archive.org/details/inventariodosli02arqu 









INVENTÁRIO 



DOS 



LIVROS DE MATRÍCULA 



DOS 



MORADORES DA CASA RIAL 



ARQUIVO NACIONAL- TORRE DO TOMBO 



INVENTÁRIO 



DOS 



LIVROS DE MATRICULA 



DOS 



MORADORES DA CASA RIAL 



[VOLUME II 

1640 A 1744 




LISBOA 
IMPRENSA NACIONAL 

1917 



^ LiB^ARY 
\ J"N 



MATRICULA 



nos 



. MORADORES DA CASA RIAL 



LIVRO III 

Alvará ao Padre Frei Manuel da Graça, religioso da Ordem dos Carmelitas Cal- ' 
çados, morador no convento desta cidade, aceitando-o por pregador, sem 
ordenado por emquanto; por seu talento, virtude, letras e mais predica- 
dos. — De 4 de Abril de 1667. 2 

Alvará ao Padre Frei Tomé Curado, religioso da Ordem da Santíssima Trin- 
dade, tomando-o para pregador, sem ordenado. — De i3 de Abril de 1667. 2 

Alvará a Frei João de Deus, religioso da Ordem de S. Francisco na província 
de Portugal, tomando-o para pregador sem ordenado; por seu talento e 
valor nas letras. — De 16 de Maio de 1667. 2 

Alvará ao Padre Mestre Frei Jerónimo de Abreu, religioso da Ordem Terceira 
de S. Francisco, aceitando-0 por pregador da Capela Rial, sem orde- 
nado. — De 12 de Julho de 1668. 2 v 

Alvará ao Padre Diogo Lobo, mestre na Sagrada Teologia e religioso da Com- 
panhia de Jesus, de pregador da Capela Rial, sem ordenado; por suas 
virtudes e valor nas letras. — De 26 de Junho de 1668. 3 

Alvará ao Padre Frei Baltasar dos Reis, religioso da Ordem de S. Francisco da 
província do Algarve, do lugar de pregador da Capela Rial, sem orde- 
nado; por seu procedimento e valor nas letras. — De 1 de Setembro de 
i(568. 3 

Alvará a Frei Álvaro Leitão, religioso da Ordem dos pregadores, tomando-o 
por pregador dos do número da Capela Rial, onde era supranumerário, 
pela vaga de D. Próspero dos Mártires, com ordenado; por certidão de 
Luís Correia da Silva. — De 7 de Janeiro de i<iy3. 3 

Alvará a D. Frei Cristóvão de Almeida, Bispo de Martíria, e do conselho, np- 
mean do-0 pregador da Capela Rial, do lugar que vagou por D. Prospero 
dos Mártires, com 5oc?ooo réis de ordenado; por seu valor nas letras e 
pela satisfação com que tem pregado na referida Capela. — De 7 de Ja- 
neiro de 1673. 3 v 

Alvará a D. Frei Cristóvão de Almeida, Bispo de Martíria e do conselho, do lu- 
gar que vagou de pregador da Capela Rial, por falecimento de Frei Fer- 
nando Soeiro, da Ordem dos Pregadores, com Sotfooo réis anuais de or- 
denado; por seu talento e por ter pregado na dita Capela Rial.- De 28 
de Fevereiro de 1675. 4 



LIVRO III 



Folha 



Alvará a Frei António dos Arcanjos, pregador supranumerário, e religioso no 
Convento de S. Francisco, na província do Algarve, do lugar de pre- 
dador da Capela Rial, que vagou por falecimento do Bispo de Martíria, 
com õoa&ooo réis de ordenado cada ano, pagos pelos rendimentos da 
mesma Capela; pela boa informação que tem de suas letras. — De i3 de 
Novembro de 1679. 4 >' 

* 
Alvará a Gil Barreto de Almeida, cavaleiro-fidalgo, de capelão, visto ser orde- 
nado, com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia.— 
De 19 de Maio de 1666. 4 " 

Alvará a Gaspar Borges de Sousa Veiga, môço-fidalgo, natural da cidade de Vi- 
seu, filho de Domingos Borges de Sousa e Veiga, outrossim môço-fidalgo, 
e neto de Gaspar Borges de Sousa, de fidalgo-capelão, visto ser orde- 
nado, com 25o réis mais em sua moradia, além dos 1^000 réis que tem 
de môço-fidalgo, e 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 de Junho de 
1007. D 

Alvará a António Raposo do Prado, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho 
de João Fernandes Raposo, que foi moço da câmara do Paço, passan- 
do-o do foro de capelão, visto ser ordenado, com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia, alem dos 1C000 réis de cava- 
leiro-fidalgo.— De 1 de Julho de 1667. õ 

Alvará ao Padre Lourenço Lino, brâmane, natural da índia, e vigário da Igreja 
de Nossa Senhora da Piedade da Ilha de Navaly e Golty, tomando-o por 
capelão da Capela Rial, por ser ordenado, com 400 réis de moradia por 
mês e 3 / 4 de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado 
nos postos das fortalezas de S. Tiago e S. Brás, assistindo na Ribeira 
das Naus de Goa a confessar e a sacramentar. — De 27 de Março de 
1669. 5 v 

Alvará a José Vaz Preto de Sousa, natural da cidade de Lamego, filho de Mar- 
tim Teixeira Preto, fidalgo e neto de Gonçalo Vaz Pinto, tomando-o por 
fidalgo-capelão, visto ser ordenado, com 1.7*200 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de Abril de 1669. 6 

Alvará a Francisco Correia, môço-fidalgo, mestre do Príncipe, do Conselho e 
Secretário de Estado, filho de Fernão Correia e neto de António Cor- 
reia, fidalgos, acrescentando-lhe o foro a fidalgo-capelão, visto ser orde- 
nada, com 4-2S0 reis de moradia por mês, nos quais entram os i.r-ooo. 
réis que tinha por môço-fidalgo. — De 25 de Setembro de 1669. 6 

Alvará a Francisco Correia de Lacerda, fidalgo-capelão, mestre do Príncipe, do 
Conselho e Secretário de Estado, para que o alqueire de cevada que tem 
por dia com a moradia, se lhe pague na Cevadaria Rial. — De 27 de Se- 
tembro de 1669. 6 v 

Alvará a Jerónimo Soares, fidalgo, filho de João Alvares Soares da Veiga, ou- 
trossim fidalgo, e neto de Jerónimo Soares de Lemos, do foro de tidalgo- 
-capelão, visto ser ordenado, com 2^400 réis de moradia por mes como 
fidalgo-capelão, e a mesma moradia que tinha de fidalgo e 1 alqueire de 
cevada por dia. De [8 de Outubro de 1669. 7 

Alvará a José Coelho, natural de Lisboa, filho de Luís Coelho, cavaleiro-fidalgo, 
do foro de capelão, visto ser ordenado, com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia.- De [g de Dezembro de 1669. 7 P 



MATRICULA DOS MORADORES HA CASA RIAL 



Alvará a Pedro Arrais de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, natural da cidade de 
Tânger, filho de Vasco Arrais de Mendonça, outrossim cavaleiro-fidalgo, 
do foro de capelão, visto ser ordenado, com 600 reis de moradia por mes 
e 1 alqueire de cevada por dia. De 14 de Janeiro de 1070. 7 ;• 

Alvará a Manuel Fernandes, natural de Buarcos, filho de António Fernandes 
Mendes, do fôfo de capelão, com icooo réis por mes e 1 alqueire de 
cevada por dia; por ir servir de notário da Inquisição de Goa. — De 22 
de Março de 1Ó70. 

Alvará a António Lopes, natural do lugar de Paião, termo de Montemor-o-Ve- 
lho, filho de António Lopes, do foro de capelão com icooo réis de mo- 
radia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; por ir servir de notário 
da Inquisição de Goa. — De 22 de Março de 1670. 

Alvará a Manuel Lobato de Castro, natural da vila de Odemira, rilho de Ro- 
drigo de Castro da Silveira, do íòro de capelão por ser ordenado, com 
400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia; por ter servido na 
província do Alentejo. — De 12 de Junho de 1G70. 8 v 

Alvará ao licenciado José do Rêgo de Negreiros, natural da cidade de Cochim, 
filho de Miguel do Rêgo de Negreiros, cavaleiro da Ordem de Cristo, 
do lugar de capelão da Capela Rial, com 400 réis de moradia e ? / 4 de 
cevada por dia; por ter servido alguns anos de prior na Igreja de Nossa 
Senhora do Rosário, colegiada da mesma cidade, e visitador geral da- 
quele bispado. De 6 de Fevereiro de 167 1. X v 

Alvará a João Guterres Leote, cavaleiro-fidalgo, natural da cidade de Tânger, 
rilho de António Tavares Leote. outrossim cavaleiro-fidalgo, de capelão, 
por ser ordenado, com 700 réis de moradia por mès e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 7 de Setembro de 1670. 

Alvará a Bartolomeu Correia, cavaleiro-fidalgo, do foro de capelão, visto ser or- 
denado, com roo réis de moradia por mès e 3 / 4 de cevada por dia. — 
De 20 de Setembro de 1760. 9 

Alvará a Gaspar Ribeiro de Alvarenga, rilho de Diogo Ribeiro de Alvarenga, 
cavaleiro-fidalgo, tomando-o por capelão, visto ser ordenado, com 4D0 
réis de moradia por mès e ? / 4 de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou em Tânger com armas e cavalo, servindo também como ca- 
pitão de Infantaria. — De 6 de Setembro de 1670. 9 v 

Alvará a Francisco da Gama, natural da cidade de Tânger, filho de Manuel Si- 
mões Salvado, tomando-o por capelão da Capela Rial, visto ser orde- 
nado, com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou em Tânger nas ocasiões de guerra. — De 2 de Se- 
tembro de 1670. 9 v 

Alvará a António Serrão de Carvalho, natural de Lisboa, filho de Miguel de 
Abreu, que foi moço da câmara, neto de Pedro Lopes, cavaleiro-fidalgo, 
tomando-o por capelão da Capela Rial, visto ser ordenado, com q5o réis 
de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De i3 de Abril de 1(171. 10 

Alvará a D. Vasco da Câmara, sumilher da cortina no Paço, natural de Lisboa. 
filho de Rodrigo da Câmara, fidalgo e Conde de Vila Franca, neto de 
D. Manuel da Câmara, tomando-o por fidalgo e capelão do Paço, visto 
ser ordenado, com 3©5oo réis de moradia por mês e 1 alqueire e meio 
de cevada por dia. — De 26 de Julho de 1671. 10 v 



LIVRO IH 



I jlh< 



Alvará a D. António Lobo, môço-fidalgo filho de D. Luís Lobo, fidalgo, e neto 
de Diogo de Lobo, do foro de fidalgo-capelão, visto ser ordenado, 
com 2a»333 réis e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 27 de Abril de 1670. 10 v 

Alvará a D. José de Meneses, deputado da Mesa da Consciência, sumilher da 
cortina, natural de Lisboa, filho de D. Afonso de Meneses, fidalgo, c 
neto de D. Fradique de Meneses, tomando-o por fidalgo-capelão, visto 
ser ordenado, com 3c5oo réis de moradia por mês e alqueire e meio de 
cevada por dia. — De 25 de Agosto de 1671. 11 

Alvará a Matias Ferreira, tomando-o por capelão da Capela Rial, lugar que va- 
gou por Manuel Dias, vencendo o ordenado que lhe pertencer pelo re- 
gimento; por ter servido de moço da estante da mesma Capela. — De 4 
de Janeiro de 1672. 1 1 

Alvará a António Ximenes de Aragão, natural de Lisboa, filho de Tomás Xi- 
menes de Aragão, fidalgo, e neto de André Ximenes, tomando-o por fi- 
dalgo-capelão, visto ser ordenado, com 1.528o réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 18 de JaneiroVie 1672. 1 1 V 

Alvará a João de Bos de Macedo, natural de Lisboa, filho de João de Bos, to- 
mando-o por capelão, visto ser ordenado, com 400 réis de moradia por 
mês e ? / 4 de cevada por dia. — De 20 de Julho de 1671. 12 

Alvará a Lourenço da Gama Gondim, moço da Câmara, dos 40 do número do 
serviço no Paço, filho de Lourenço Gomes Gondim, passando-o do dito 
fôro ao de capelão, com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; por ser ordenado. — De 24 de Janeiro de 1672. 12 

Alvará a João Soares Cavacos, natural da vila de Azambuja, filho de Fernão 
Rodrigues, tomando-o por capelão com 400 réis de moradia por mês 
e 3 / 4 de cevada por dia; por ser ordenado. — De 2 de Maio de 1672. 12 

Alvará a D. Pedro de Sousa, môço-fidalgo e sumilher da cortina, filho de D. Fran- 
cisco de Sousa, outrossim môço-fidalgo e Marquês das Minas, do Con- 
selho de Estado, e neto de D. António de Sousa, passando-o deste fôro 
ao de fidalgo-capelão, com 2C53oo réis mais em sua moradia; por ser or- 
denado. — De 3 de Outubro de 1672. 12 v 

Alvará a D. Frei Luís da Silva, do Conselho de Estado, bispo de Titiopolly e 
deão da Capela Rial, natural de Lisboa, filho bastardo de Francisco da 
Silva, fidalgo-capelão que foi neto de Luís da Silva, que foi do Con- 
selho de Estado e \edor da Fazenda, do fôro de fidalgo-capelão, com 
236276 réis e 4 ceitis de moradia por mês; por ser ordenado. — De 24 
de Julho de j < "> 7 3 . 



12 V 



Alvará a Manuel Jorge Leitão, natural de Lisboa, filho de Pedro Leitão, to- 
mando-o por capelão-fidalgo com i$ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; em virtude do que representou o Conselho 

Cerai do Santo Ofício, por ele passar á índia a exercer o cargo de pro- 
motor da Inquisição naquele Estado.— De 20 de Setembro de 1672. l3 

Alvará a António de Saldanha, môço-fidalgo e sumilher da cortina do Príncipe. 

filho de João de Saldanha, fidalgo que foi, e neto de Luís de Saldanha, 

leste fôro ao de fidalgo-capelão com ir5oo réis mais em sua 

r mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser ordenado. — 

De iN de Setembro de 1673. i3 v 



MATRÍCILA DOS MORADORKS DA CASA RIAL 



Alvará a João Carneiro de Morais, fidalgo, rllhw do Dr. João Carneiro de Mo- 
rais, outrossim fidalgo, e neto de João Vicente Carneiro, passando-o deste 
foro ao de fidalgo-capelão com i#6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; por ser ordenado. — De 12 de Abril de íb-j'i. i3 v 

Alvará a José do Rego de Negreiros, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, filho 
de Miguel do Rêgo, outrossim cavaleiro-fidalgo, passando-0 deste foro ao 
de capelao-fídalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; por ser ordenado. — De 12 de Março de 1674. 14 

Alvará a Cristóvão Cardoso Coutinho, natural de Lamego, filho de Simões Car- 
doso Coutinho, fidalgo, e neto de Silvestre Mourão, tomando-o por ti- 
dalgo-capelão com 1^280 réis de moradia por mes e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; por ser ordenado. — De 3o de Janeiro de 1674. 14 

Alvará a Cil da Silva e Melo, natural da vila de Sousel, filho de Roque da Cu- 
nha de Melo, fidalgo que foi, e neto de Alexandre da Cunha de Melo, 
de fidalgo-capelão com i-ryoo réis de moradia e 1 alqueire de cevada 
por dia; por ser ordenado. — De 4 de Julho de 167 2. 14 r 

Alvará a Inácio Pereira de Sousa, fidalgo e deputado da Mesa da Consciência e 
Ordens, filho do Dr. António Pereira de Sousa, que também foi fidalgo 
e conselheiro do Conselho da Fazenda, de fidalgo-capelão com i.róoo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser orde- 
nado. — De i3 de Julho de 1675. 14 v 

Alvará a Jorge Tavares Leote, natural da cidade de Lagos, filho de António 
Tavares Leote, cavaleiro-fidalgo, de capelão com 700 réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; por ser ordenado e ter servido 
na referida cidade, como soldado, nas várias guerras que ali se deram. — 
De 9 de Junho de 1676. \h 

Alvará a Manuel de Moura Manuel, do Conselho de Estado e do Geral do Santo 
Ofício, filho de Lopo Alvares de Moura, que foi fidalgo, e neto de João 
Alvares de Moura, tomando-o por fidalgo-capelão com 1.7600 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser urdenado. — De 
iS de Abril de 1676. i5 

Alvará a Bartolomeu Gonçalves, cavaleiro, filho de Manuel Martins, outrossim 
cavaleiro, do foro de capelão com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de 
cevada por dia; por ser ordenado. — De 14 de Fevereiro de 1672. 1? v 

Alvará a Ambrósio de Azambuja Ribeiro, filho do licenciado Martinho de Azam- 
buja Ribeiro, de capelão da Capela Rial com 400 réis de moradia por 
mês e 3 / 4 de cevada por dia; por ser ordenado. — De 26 de Novembro 
de 1676. 1? v 

Alvará a Lopo Alvares de Moura, filho de Luís Pereira de Sequeira, môço-fi- 
dalgo, e neto de Rui Fernandes de Sequeira, tomando-o por fidalgo-ca- 
pelão com i^25o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por ser ordenado e ir servir na índia. — De 20 de Março de 1077. [5 v 

Alvará a André Rodrigues Vinhais, natural de Tanger, filho de Domingos Álva- 
res, tomando-o por capelão com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de 
cevada por dia; por ser ordenado e ter servido como soldado na refe- 
rida cidade.- De 8 de Fevereiro de [672. iG 

Alvará a Pedro Paulo de Pinho, cavaleiro, natural de Mazagão, filho de Domin- 
gos Je Pinho, do foro de capelão com 400 réis de moradia por mês 
e ? '., de cevada por dia; por ser ordenado. — De 20 de Fevereiro de 
1677. i<; 



LIVRO III 



Filhas 

Alvará a Tomás de Vasconcelos de Bettencdbrt, fidalgo, natural da Vila da Praia, 
da ilha Terceira, filho de Baltasar .Mendes de Vasconcelos, de fidalgo- 
tpelão com 1C280 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por ser ordenado. — De 17 de Maio de 1675. 16 v 

Alvará a António de Vasconcelos e Sousa, fidalgo, filho de João Rodrigues de 
Vasconcelos, outrossim fidalgo, e Conde de Castelo Melhor, de fidalgo- 
-capelão com 3c4oo réis de moradia por mês e alqueire e meio de ce- 
vada por dia; por ser ordenado. — De 17 de Dezembro de 1677. 16 v 

Alvará a Lourenço Pires de Carvalho, fidalgo e deputado da Mesa da Consciên- 
cia e Ordens e da Junta dos Três Estados, filho de Lourenço Pires de 
Carvalho, outrossim fidalgo, de capelão-fidalgo com 2.^880 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser ordenado. — De 
i5 de Julho de 1678. 17 

Alvará a António Rodrigues Homem, prior da Igreja de Santa Engrácia, natu- 
ral de Xemexe (sic), bispado de Coimbra, filho de Simão Rodrigues, to- 
mando-o por capelão com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada 
p> ir dia; por ser ordenado. De 7 de Fevereiro de 1679. 17 

Alvará a Manuel Rebelo de Almeida, natural da cidade de Viseu, filho de Ma- 
nuel Rebelo, tomando-o por capelão da Capela Rial com 1 .3*000 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser ordenado e ir 
servir na índ:a o lugar de notário da Inquisição daquele Estado. — De 
2? de Março de 1679. 17 v 

Alvará a Luis de Cabedo de Vasconcelos, natural da vila de Setúbal, filho de 
Jorge de Cabedo de Vasconcelos, tomando-o por fidalgo-capelão com 
i -000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser 
ordenado. — De 16 de Novembro de 1679. 17 v 

Alvará a Pedro Rodrigues Teixeira, natural de Lisboa, filho de Gaspar Rodri- 
gues Teixeira, cavaleiro, tomando-o por capelão com 400 réis de mora- 
dia por mês e 3 / 4 de cevada por dia; por ser ordenado. — De 7 de Feve- 
reiro de 1680. 18 

Alvará a Manuel Gonçalves Guião, natural da freguesia de S. Vicente de Va- 
longo, termo da cidade de Évora, filho de Pedro Dias Guião, tomando-o 
por capelão-fidalgo com ic*ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; por ir servir na índia o cargo de promotor da Inquisi- 
ção daquele Estado. — De 29 de Março de 1678. 18 

Alvará a D. João Mascarenhas, fidalgo., filho de D. Vasco Mascarenhas, outros- 
sim fidalgo que foi, Conde de Óbidos, e do Conselho de Estado, e neto 
de D. Fernando Martins Mascarenhas, passando-o deste foro ao de fi- 
dalgo-capelão com 3.-?5oo réis de moradia por mês e alqueire e meio de 
cevada por dia; por ser ordenado. — De 5 de Agosto de 1680. 18 

Alvará a Rui de Moura Teles, môço-fidalgo, natural de Lisboa, filho de Nuno 
de Mendonça, Conde de Vai de Reis, do Conselho de Estado e presi- 
dente do Conselho Ultramarino, e neto de Lourenço de Mendonça, pás- 
sando-o do dito foro ao de fidalgo-capelão com izboo réis mais em sua 
moradia e alqueire e meio de cevada por dia; por ser ordenado. — De 7 
de Agosto de 1680. l8 V 

Alvará a João de Sousa, môço-fidalgo, natural de Lisboa, filho de Tomé de 
Si 'Usa, que foi môço-fidalgo, e neto de Fernão de Sousa, outrossim fidalgo 
e filho de Martim Afonso de Sousa, acrescentando-lhe o foro a fidalgo- 
-capelão com 1 #400 réis mais em sua moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; por ser ordenado.— De 9 de Setembro de 1680. 19 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 






Alvará a Gaspar Rodrigues Terres, cavaleiro-fidalgo, natural da praça de .Ma- 
zagáo, filho de António de Sousa Magalhães, passando-0 do dito I 
ao de capelão com 700 réis de moradia por mes e i alqueire de cevada 
por dia; por ser ordenado. — De 20 de Agosto de 1680. k. 



Alvará a Manu 
filho de 



el Gonçalves Teixeira, cavaleiro, natural da praça de Mazagão, 
Domingos Gonçalves, tomando-o por capelão com 400 reis de 
moradia por mês e : 7., de cevada por dia: por ser ordenado.— De 29 de 
Agosto de 1680. k, v 

Alvará a João Tibério, natural de Lisboa, filho de Manuel Tibério, cavaleiro-fi- 
dalgo, tomando-o por capelão com 45o réis de moradia por mês e ;( /.j de 
cevada, visto ter sido ordenado. — De 3 de Agosto de ib8o. iq v 

Alvará a António Vieira Leitão, filho de Manuel Vieira Leitão, cavaleiro-fidalgo, 
passando-o deste foro ao de capelão com 400 réis de moradia por mês 
e 3 / 4 de cevada por dia; por ser ordenado.— De i3 de Maio de 1681. ig 

Alvará ao Bispo D. Frei Manuel Pereira, do Conselho de Sua Alteza e Secre- 
tário de Estado, natural de Lisboa, filho de Rafael Pallaaciv, tomando-o 
por capelão-fidalgo com 4.^286 réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia. — De 20 de Março de 1681. 20 

Alvará ao Bispo D. Frei Manuel Pereira, para que o alqueire de cevada que 
tem por dia se lhe pague na Cevadaria com certidão do apontador, de 
que vence moradia com cevada, para lhe não ser paga em dinheiro. 
De 28 de Abril de 1681. 20 

Alvará a Estêvão de Brito Foios, natural de Lisboa, filho do Desembargador 
Estêvão de Foios, fidalgo que foi, e neto do Desembargador Mendo de 
Foios, tomando-o por fidalgo-capelão com i.T25o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser ordenado. — De 17 de Junho 
de 1681. 20 v 

Alvará a Rafael de Matos, aceitando-o por moço do serviço da Capela Rial, em 
lugar supranumerário, com 2 moios de trigo cada ano. — De 2? de Se- 
tembro de [668. 21 

Alvará a Crispim dos Santos, filho de António das Neves, natural de Lisboa, 
aceitando-o por moço do serviço da Capela Rial, no lugar dos do nú- 
mero que vagou por Ventura Pereira, vencendo o ordenado emquanto o 
servir; por ser moço supranumerário. — De 11 de Abril de 1609. 21 

Alvará a Manuel Cardoso, natural de Lisboa, filho de Pedro Jorge, tomando-o 
por moço dos do número do serviço da Capela Rial, no lugar que vagou 
por Cristóvão Raposo, vencendo o ordenado e a distribuição que lhe per- 
tencer emquanto servir o dito cargo. — De 4 de Julho de 1671. 21 /' 

Alvará a António Va/., natural do arcebispado de Braga, filho de Pedro Vaz, 
provendo-o no oficio de varredor da Capela Rial com 100 réis por dia 
de mantimento e 7JÍ0 réis por mês, que vagou por desistência de João 
Rodrigues. — De [3 de Maio de 1673. 21 v 

Alvará a António Marques Lesbio, aceitando-o por mestre dos músicos da Câ- 
mara do Paço, vago por Frei Filipe da Madre de Deus, que se ausentou 
deste Reino, com 45cooo réis de ordenado cada ano. — De 10 de Outu- 
bro de 1668. 22 



LIVRO III 



Fòlhis 



Alvará a Pascoal da Costa, aceitando-o por tiple da Capela Rial com 2o»ooo 
réis de ordenado anual, ricando obrigado a assistir no exercício dos mo- 
ços que aprendem musica na dita Capela. — De 5 de Janeiro de 1669. 22 v 

Alvará a João da Ressureição, tomando-o por músico da câmara do Paço, no 
lugar que vagou por falecimento de António Serrão, com 40C000 réis de 
ordenado cada ano. — De 1 de Setembro de 1660. 23 

Alvará a Fernando de Segres, natural de Lisboa, filho de Manuel Segres, to- 
mando-o por músico da camará do Paço com 3o®ooo réis de ordenado 
anual. — De 4 de Junho de 167 1. 23 

Alvará a Frei Estêvão de S. Jerónimo, natural das Caldas, filho de António 
Marques Nogueira, tomando-o por músico supranumerário da câmara 
do Paço com 40.^000 réis de ordenado anual. — De 27 de Setembro de 
1674. 23 v 

Alvará a Frei Andrade da Costa, tomando-o por tangedor de harpa no lugar 
que vagou por falecimento de António Gonçalves dos Mártires, com réis 
3oc3ooo de ordenado cada ano e 7c3oo réis para o moço que conduzir 
a harpa. — De 3o de Setembro de 1677. 24 

Alvará a Francisco Tovar Yelasco, residente na índia, natural de Chaul, filho 
natural de Sancho de Tovar, que foi môço-fidalgo, e neto de João de 
Tovar, tomando-o por môço-fidalgo com i.^ooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; por ter servido de soldado e capitão nas 
armadas e fronteiras da índia, indo socorrer Cochim. — De i5 de Março 
de 1673. 24 

Alvará a Gonçalo da Costa de Meneses, natural de Lisboa, filho de João Fo- 
gaça de Sá, tomando-o por môço-fidalgo com i.jfooo réis de moradia 
pur mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou nas 
fronteiras do Reino, servindo no exército do Alentejo com os postos de 
capitão e mestre de campo de auxiliares e pagos, e servindo de mestre 
de campo do 3.° da guarnição da cidade de Lisboa, o mesmo foro que 
teve D. Manuel Lobo, filho de António de Alcáçova Carneiro. — De 10 
de Junho de 1674. 24 

Alvará a João Pereira Pinto, natural de Ponte de Lima, filho bastardo de Fran- 
cisco Pereira Pinto, fidalgo-capelão, e neto de Francisco Pereira, toman- 
do-o por môço-fidalgo com 135000 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; por ter servido no Minho como soldado, alferes, ca- 
pitão, sargento-mor e mestre de campo, assistindo na praça de Monção 
emquanto esteve sitiada. — De 20 de Dezembro de 1674. 25 

Alvará a Francisco Correia de Benevides e Mendonça, filho natural de Martim 
Correia de Sa, fidalgo que foi e Visconde de Assêca, e neto de Salvador 
Correia de Sá e Benevides, do Conselho de Guerra e Ultramar, toman- 
do-o por môço-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia, com condição de ir servir na índia. — De 1 de Abril 
de 1Ò75. 20 

Alvará a Francisco Casco Melo, natural da cidade de Évora, filho de João Casco 
de Melo, que foi fidalgo, e neto de Manuel Casco de Melo, tomando-o 
por môço-fidalgo com 800 reis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
vada por dia; por ir servir para a índia. — De i3 de Março de 1677. 20 v 

Alvará a Pedro Alvares de Abreu, natural da vila de Tomar, filho natural de 
roão de Sousa de Abreu, môço-fidalgo, e neto de Pedro Álvares Abreu, 
tomando-o no foro de môço-fidalgo com ijrooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 22 de Março de 1677. a5 /• 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



Alvará a Cedro Alvares de Abreu, para que o alvará do foro de môço-fida 

com que foi despachado, se registe nos livros de matrícula dos mora- 
dores da Casa Rial. — De 10 de Março de 1677. 






2n V 



Alvará a Francisco Pereira de Castro, natural de Lisboa, Comendador da Or- 
dem de Cristo, filho bastardo e ligitimado do Dr. Luís Pereira de Cas- 
tro, que foi do Conselho e Desembargador do Paço, tomando-o por môço- 
-fidalgo com 1T000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por ter acompanhado seu pai nas ocasiões em que foi embaixador 
extraordinário a El-Rei Cristianíssimo e como embaixador ordinário a 
Roma e França. — De 26 de Agosto de 1078. 26 

Alvará a Francisco de Sousa de Távora, natural do lugar de Penteeiros, fregue- 
sia do Salvador de Kstorãos, termo de Ponte do Lima, filho natural de 
Gonçalo de Sousa de Meneses, môço-lidalgo, e neto de Damião de Sousa 
de Meneses, tomando-0 no foro de môço-fidalgo com icooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 14 de Março de 1079. 2b 

Alvará a Sebastião de Sousa Noronha, natural do lugar de S. Martinho de Sal- 
reu, comarca da vila de Esgueira, filho natural de GonçaU> de Sousa de 
Meneses, môço-fidalgo, e neto de Damião de Sousa de Meneses, toman- 
do-o no foro de môço-tidalgo com 1.7000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia, com condição de ir servir na índia. — De 14 
de Março de 11)79. 2i) '' 

Alvará a Manuel de Magalhães de Meneses, natural da vila da Barca, filho na- 
tural de Jerónimo da Silva Meneses, môço-fidalgo, e neto de Bento da 
Silva Barreto, tomando-o no foro de môço-fidalgo com 1C000 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com a condição de ir a 
índia. — De 16 de Março de 1679. 26 v 

Alvará a D. Fernando Martins Mascarenhas e Alencastre, rilho de D. Luís de 
Alencastre, fidalgo, neto de D. Fernando Martins Mascarenhas, e natu- 
ral de Lisboa, tomando-o por môço-fidalgo com 17000 réis de moradia 
por mês e alqueire e meio de cevada por dia, com a condição de ir á 
índia. — De 3 de Janeiro de 1681. 27 

Alvará a Manuel Leitão de Meireles, natural de Lisboa, rilho natural de Luís 
Leitão de Meireles, que foi môço-lidalgo, e neto de Estêvão Leitão de 
Meireles, que foi fidalgo, do Conselho, e Desembargador do Paço, to- 
mando-o por môço-lidalgo com 1*400 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia, com a condição de ir á índia para a mercê 
ter efeito. — De 18 de Fevereiro de 1681. -i~ 

Alvará a João Guedes, natural de S. Martinho de Salreu, comarca de Esguei- 
ra, filho natural de Gonçalo de Sousa de Meneses, môço-fidalgo, e neto 
de Damião de Sousa de Meneses, tomando-o no foro de môço-fidalgo 
com 1.7000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia.— 
De 3 de Março de 1681. 27 

Alvará a Manuel de Sousa de Meneses, tomando-o no foro de môço-fidalgo 
com 1.7000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 3 de Março de 1Õ81. 27 v 

Alvará a Luís de Azevedo Coutinho, natural de S. João de Rei, filho natural 
de Diogo de Azevedo Coutinho, e neto de Vasco de Azevedo, fidalgo 
que é filho de Diogo de Azevedo Coutinho, tomando-o por mÔço-fidalg 
com 17000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com 
condição de ir servir na índia.— De 1 1 de Março de 1681. 2G /' 

i 



, LIVRO III 



Alvará a Félix Machado de Azevedo, natural do concelho de Entre Homem e 
Cávado, comarca de Viana, rilho de João .Machado de Azevedo, e neto de 
Bernardim Machado de Azevedo, tomando-o por fidalgo-escudeiro, com 
1-200 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia, com a 
condição de ir servir na índia. — De 17 de Março de 1673. 



serviços que seu tio Lucas Leitão Coelho, prestou nas guerras do Bra- 
sil e forte de Gaião. — De 8 de Janeiro de 1667. 



Folhas 



27 V 



Alvará a António Bettencourt e Sá, natural da Ilha de S. Miguel, rilho de Agos- 
tinho Borges de Sousa, provedor que foi da Fazenda nas Ilhas dos Aço- 
res, tomando-o por fidalgo com 600 réis de moradia por mes e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que tem prestado em vários cargos 
públicos, nas vilas de Benavente e Salvaterra, e no Alentejo, Ponta Del- 
gada, Mazagão e Algarve. — De 28 de Janeiro de 1667. 28 

Alvará ao Desembargador Pedro de Almeida do Amaral, vereador do Senado 
da Câmara de Lisboa e secretário da Rainha, natural da vila de Pombal, 
rilho de Sebastião de Almeida do Amaral, tomando-o por ridalgo com 
1 -õoo réis de moradia por mês de ridalgo-cavaleiro, e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que tem prestado e especialmente pelos que 
fez na jornada de França e tratado do casamento de El-Rei. — De 29 de 
Janeiro de 1667. 28 V 

Alvará a Simão Lobo Machado, natural da vila de Guimarães, filho de Simão 
Lobo Vogado, tomando-o por fidalgo-cavaleiro com icfõoo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
como soldado na província do Minho, e por lhe pertencer a acção dos 



29 



Alvará a Manuel Garcez da Cunha, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de Manuel Garcez e neto de Gaspar Garcez, tomando-o por 
ridalgo com ic6oo réis de moradia por mês de ridalgo-cavaleiro, e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como tesoureiro- 
-mor dos Três Estados e no exercício do ofício de escrivão da Alfândega 
da Mesa Grande. — De 3o de Janeiro de 1667. 29 

Alvará a João de Figueiredo, natural de Santa Eufemia, termo da vila de Tran- 
coso, filho natural de António Carvalho de Vasconcelos, fidalgo, e neto 
de Jorge Rodrigues de Carvalho, tomando-o por fidalgo-escudeiro com 
irobb réis e 4 ceitis de moradia por mês; pelos serviços de seu pai pres- 
tados na índia. — De 21 de Abril de 1667. 29 V 

Alvará a Miguel de Abreu de Lima, natural da vila de Viana, filho natural de 
Rafael de Abreu de Lima, ridalgo, e neto de João Gome.-, de Abreu de 
Lima, tomando-o por fidalgo-escudeiro com ic333 réis e 2 ceitis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com obrigação de ir à ín- 
dia. — De 23 de Abril de 1667. 3o 

Alvará a Fernão de Abreu de Lima, tomando-o por fidalgo-escudeiro com réis 
j-333 e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com 
obrigação de ir a índia.— De 23 de Abril de 1Õ67. 3o 

Alvará a Gonçalo de Sousa Moniz, natural de Lisboa, filho de Diogo de Oli- 
veira Moniz, tomando-o por ridalgo com icróoo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado, 
capitão de infantaria e capitão de cavalos, servindo durante a guerra da 
independência e nas vilas de Sarça, Bordão, em Ciudad Rodrigo, Mara- 
leja, Beira, Alentejo, Badajoz, forte de S. Cristóvão, lugar Cachosilhas, 
Vai ver e Vila Manuel, e por ter também acompanhado o Conde de Vila 
Flor. — De 4 de Maio de 1ÕÕ7. 3i 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL u 

Alvará a Francisco Ferreira de Vasconcelos, cavaleiro da Ordem de Cristo, na- 
tural da vila de Águeda, filho de António de Morais, toinando-o por fi- 
dalgo com i.rooo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que tem prestado como soldado, 
alferes, ajudante e capitão vivo de infantaria e reformado, nas armadas 
da costa, no Brasil, nas fronteiras do Alentejo, e no reino de Angola, 
onde serviu como gargento-mor na restauração deste reino com o go- 
vernador Salvador Correia de Sa, no assalto as praças de Badajoz e Va- 
lença de Alcântara, e tomada do forte de Telena. De 3o de Abril de 
1667. 3l V 

Alvará a Diogo da Cunha de Castelo Branco, natural da vila de Manteigas, fi- 
Iho de Pedro da Cunha Barbas, tomando-0 por fidalgo com [$600 réis 
de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
por estar para casar com D. Margarida Banha, filha legítima de Fran- 
cisco Banha de Sequeira e sobrinha de D. João da Silva, Marquês de 
Gouveia e Conde de Portalegre. — De 23 de Maio de 1667. 3a 

Alvará a José de Sousa Cid, cavaleiro de Cristo, natural de Lisboa, filho natu- 
ral de Francisco de Sousa Cid, do foro de fidalgo com trõoo réis de 
moradia por mês de fidalgo-cavaleiro c 1 alqueire de cevada por dia, pe- 
los serviços que prestou como alferes e mestre de campo, sei vindo no 
Alentejo, Almada, Setúbal e Cascais e nas operações que se fizeram den- 
tro de terras de Castela, e como capitão de infantaria nas fronteiras, e 
por outros serviços militares. — De 7 de Maio de 16G7. 33 

Alvará a Manuel da Costa Soares, natural de Lamego, filho de Gonçalo Paiva 
Soares, e neto do Desembargador Gonçalo de Paiva, do foro de fidalgo 
com icHioo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelo?, serviços que prestou e pelos que seu pai fez nas 
fronteiras de Almeida, Penamacor, Castela e Coimbra. — De i5 de Ju- 
nho de 1667. 36 

Alvará a João de Araújo de Sousa e Castro, natural dos Arcos de Valdevez, 
filho de Matias de Sousa Lobato, do foro de fidalgo com irõoo réis de 
moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou de soldado, tenente e capitão-mor, comba- 
tendo contra os castelhanos, e pelos serviços do seu tio Pedro de Araújo 
e Sousa e Castro. — De 26 de Junho de 1667. 36 v 

Alvará a Roque Pires Picão, natural da cidade do Porto, filho de António Pi- 
res Picão, do foro de fidalgo com 130600 réis de moradia por mês de 
fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou no Minho como capitão duma companhia de auxiliares e por lhe per- 
tencerem os que seu pai prestou na mesma província. — De 1 de Julho 
de 1667. 37 v 

Alvará a Afonso Garcia Moniz, natural da vila de Fronteira, filho de Afonso 
Garcia Moniz, do foro de fidalgo com i.t<k>o réis de moradia por mês 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviço-, 
e de seu pai no cargo de capitão-mor da dita vila, achando-se em Elvas, 
Vilar de El-rei, Almansanete, Póvoa, Montijo, Campo Maior, etc. — De 
14 de Julho de 1667. 3s 

Alvará a Joiío Duarte de Resende, fidalgo, cavaleiro da Ordem de S. Bento de 
Aviz e guarda-mor da Torre do Tombo, acrescentando-lhe 400 réis mais 
em sua moradia para que tenha 2.^400 réis de moradia por mês com o 
foro de fidalgo-cavaleiro e I alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como soldado nas armadas da costa e fronteiras deste rei- 
no. — De i5 de Dezembro de 1Ô67. 38 V 



12 LIVRO III 



Fõlh;i5 

Alvará a João Cardoso Pissarra, natural da cidade de S. Salvador, Baía de To- 
dos os Santos, rilho de Paulo Cardoso de Vargas, do foro d? tídalgo-ca- 
valeiro com i.?f>oo réis de moradia por mês, e i alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na província de Trás-os-Montes e cidade 
de Miranda, de soldado, alferes de mestre de campo, capitão de infan- 
taria, tenente-generai de artilharia, capitão de cavalos ligeiros e coura- 
ças, e da guarda do Conde de S. João, e na de comissário geral da ca- 
valaria. — De ib de Dezembro de 1667. 3o, V 

Alvará a Luís Fialho, natural de Vila Verde, filho natural de João Fialho, fidalgo 
e da Ordem de Cristo, e neto de Francisco Fialho, do foro de fidalgo- 
-cavaleiro com 3oo réis mais em sua moradia, além do que tem como fi- 
dalgo, e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou nas 
fronteiras do Reino. — De 12 de Dezembro de 1667. 41 ;' 

Alvará a Sebastião Monteiro de Queiroz, natural da cidade de Leiria, filho de 
Tristão Monteiro de Queiroz, do foro de fidalgo com i.^ôoo réis de mo- 
radia por mês de fidalgo-cavaleiro e um alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou nas fronteiras do Reino. — De i5 de Dezembro 
de 1667. 42 

Alvará a João de Sousa Coutinho, natural de Londres, filho natural de Francisco 
de Sousa Coutinho, fidalgo, e neto de Gonçalo Vaz Coutinho, do foro de 
fidalgo-escudeiro com í.roGó réis e 4 ceitis de moradia por mês, que lhe 
pertence por seu pai, e de 226 réis e 4 ceitis mais com o foro de fidalgo- 
-cavaleiro com 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; com obrigação de ir à índia para ter efeito a mercê. — -De i5 de 
Março de 1668. 42 v 

Alvará a Miguel Pais do Amaral, natural da vila de Zurara, comarca de Viseu, 
filho natural de Miguel Pais do Amaral, ridalgo e cavaleiro do Hábito de 
S. Bento de Avis, e neto de Miguel Pais do Amaral, do foro de fidalgo- 
escudeiro com 853 réis e 2 ceitis de moradia por mês, que lhe pertence 
por seu pai, e do foro de fidalgo-cavaleiro com 3oo réis mais em sua mo- 
radia além do que tem por fidalgo-escudeiro com 2 ceitis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; com obrigação de ir á índia para 
ter efeito a mercê. — De 3 de Abril de 1668. q3 

Alvará a Bento de Melo de Sampaio, môço-fidalgo, natural de Lisboa, rilho de 
João de Melo Pereira, outrossim môço-fidalgo, e neto de João de Melo 
Pereira, acrescentando-lhe o foro a fidalgo-escudeiro com ôoo réis mais 
em sua moradia, além dos i-rrooo réis que tem de môço-fidalgo, e pas- 
sado deste foro ao de fidalgo-cavaleiro com 1 alqueire de cevada por dia 
e 400 réis mais em sua moradia; com obrigação de ir servir na índia 
para que a mercê tenha efeito. — De 26 de Março de 1668. 43 

Alvará a João de Campos Barreto, fidalgo, filho de Frutuoso de Campos Bar- 
reto, outrossim ridalgo, e neto de Julião de Campos Barreto, acrescen- 
tando-lhe ic?ooo réis em sua moradia para ao todo ter 3ir>ooo réis por 
mês com o foro de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; com 
obrigação de ir à índia para a mercê ter efeito. — De 26 de Março de 
u i68. 43 ;• 

Alvará a Diogo Furtado de Mendonça, môço-fidalgo, natural de Lisboa, rilho na- 
tural de Lopo Furtado, ridalgo, e neto de Jorge Furtado de Mendonça, 
acrescentado do dito foro ao de fidalgo-escudeiro com 386 réis e 4 cei- 
tis mais em sua moradia, além de icooo réis que tem de môço-fidalgo, 
e logo acrescentado a fidalgo-cavaleiro com 3qò réis e 4 ceitis mais em 
sua moradia para ter IC733 réis e 2 ceitis de moradia por mês de fi- 
dalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; com obrigação de ir ã 
índia para ter efeito a mercê. — De 7 de Abril de 16Õ8. 44 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



lôiiu. 



Alvará a Cristóvão Ferrão de Castelo Branco, natural de Lisboa, filho do mes- 
tre de campo Francisco de Barros de Almeida, fidalgo e cavaleiro da 
Ordem de Cristo, e neto de Sebastião Rodrigues de Barros, do foro de 
fidalgo com 1*600 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 9 de Maio de 1668. 4} ;> 

Alvará a Cristóvão Ferrão de Castelo Branco, natural de Lisboa, filho do mes- 
tre de campo Francisco de Barros de Almeida, fidalgo, acrescentando- 
-lhe 800 réis mais em sua moradia, para com os 1*600 réis que já tem, 
receber ao todo 2*400 réis de moradia por mês com o foro de fidalg 
-cavaleiro e~ 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
como soldado e capitão, de infantaria e cavalaria, e ainda comissário ge- 
ral, e por ir servir na índia. --De 21 de Outubro de 1670. 44 ;■ 

Alvará a Francisco Freire de Sousa, môço-ridalgo, filho de Gaspar Freire de 
Andrade Souto Maior, que foi môço-ridalgo, e neto de Manuel de Andra- 
de, acrescentando-o ao foro de fidalgo-esçudeiro com 920 réis mais em 
sua moradia, além dos 2*000 réis que tem de moço fidalgo, e logo acres- 
centado a fidalgo-cavaleiro com 480 réis mais em sua moradia para ao 
iodo ter 2*400 réis, e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou em Riba Coa, na Beira, ocupando vários postos e achando-se 
em vários postos de combate durante a guerra com Castela. — De 8 de 
Agosto de 1667. 4S 

Alvará a Miguel Ferreira de Morais, natural da vila de Chaves, filho natural de 
Duarte Ferreira de Morais, fidalgo que foi, neto de Jerónimo Ferreirra 
de Sá, do foro de fidalgo-escudeiro com 833 réis e 2 ceitis de moradia 
por mês, que lhe pertence por seu pai, e do de tidalgo-cavaleiro com 
3oo réis mais em sua moradia para ter i*i33 réis e 2 ceitis de moradia 
por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou como: cabo, furriel, alferes, tenente, capitão, ajudante 
de tenente, de mestre de campo, general e sargento-mor, servindo no Mi- 
nho. — De 20 de Agosto de 1668. 40 v 

Alvará a D. Gaspar de Sousa, natural da vila de Trancoso, comarca de Pinhel, 
filho de D. João de Sousa e irmão de D. Manuel de Sousa, do foro de 
fidalgo com 1*600 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 al- 
queire de cevada por dia; por vir a Lisboa como procurador de Cortes 
da dita vila de Trancoso e por lhe pertencerem os serviços que seu ir- 
mão prestou na índia nas armadas e fronteiras como soldado, capitão de 
mar e guerra e capitão-mor da armada do Estreito de Ormuz. — De 12 
de Dezembro de 1668. 48 v 

Alvará a Luís Correia Montenegro, residente na índia, natural de S. Martinho 
dos Mouros, filho de Jorge Correia Montenegro, do foro de fidalgo com 
1*000 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que tem prestado na índia, onde à data 
desta mercê se encontrava servindo, entrando em várias pelejas contra 
os holandeses. — De 2 de Março de 1669. 48 v 

Alvará a Simão Falcão Souto Maior, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, fi- 
lho de António Falcão, acrescentando-lhe o foro a fidalgo com i*Òoo 
réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por 
dia; por andar servindo na índia à data desta mercê. — De 24 de Março 
de 1O69. 49 v 

Alvará a Manuel Salgado, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, natural da vila 
de Certa, filho de Manuel Salgado, acrescentando-lhe o foro a fidalgo 
com 1*600 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de 
cevada por dia; por ser um dos 12 fidalgos nomeados pelo governador 
e capitão geral da índia para servirem naquele Estado, onde ocupou os 
postos de soldado, cabo e capitão-mor de socorros. — De 28 de Março 
de 1669. 5o v 



14 LIVRO III 



Alvará a André Coelho Vieira, residente na índia, filho de Inocêncio Vieira de 
Campos, do foro de fidalgo com ic?6oo réis de moradia por mês de fi- 
dalgo-cavaleiro e i alqueire de cevada por dia; por ser um dos que re- 
cebeu o foro de fidalgo dos 12 que tinha licença de conceder António de 
.Melo de Castro, Governador Geral da índia, prestando grandes serviços 
durante as guerras que se deram emquanto lá serviu. — De 28 de Março 
de 1669. 5i 

Alvará a Manuel Mendes Henriques, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, natu- 
ral da aldeia de Santo Aleixo, filho de Manuel Mendes Henriques, con- 
firmando-lhe o foro de fidalgo que nele nomeou o Governador Geral da 
índia, dos 12 que tinha para conceder a quem servisse naquele Estado 
com valor, o qual foro de fidalgo é com 1^600 réis de moradia por mês 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 de Março de 
1669. 53 

Alvará a Nuno Machado da Silveira, natural de Vila Viçosa, filho de Cristóvão 
Machado, do foro de fidalgo com icboo.réis de moradia por mês de fi- 
dalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia, com obrigação de servir 
2 anos na índia para a mercê ter efeito: pelos serviços que prestou nas 
guerras do Reino como soldado, cabo e capitão de infantaria, achando-se 
no socorro de Elvas e nas campanhas de Arronches, Jeromenha, Amei- 
xial, etc. — De 23 de Março de 1669. 04 ;• 

Alvará a João Baptista Achíólí, natural de Pernambuco, filho de Gaspar Achióli 
de Vasconcelos, do foro de fidalgo com i^Goo réis de moradia por mês 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou como soldado, alferes, capitão de infantaria e de cavalaria, achan- 
do-se na campanha da capitania de Pernambuco contra os holandeses. — 
De 23 de Março de 1669. 55 v 

Alvará a Tristão Guedes Queiroz, natural de Lisboa, filho do Desembarga- 
dor Bartolomeu Gonçalves de Castelo Branco e irmão de Ruí Gonçalves 
Castelo Branco, do foro de fidalgo com 1&600 réis de moradia por mês 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou no Alentejo como soldado e capitão de infantaria e de cavalaria, 
e por lhe pertencerem os que o pai fez nos cargos de letras e os do ir- 
mão, que serviu no Brasil.— De 4 de Abril de 1669. 56 v 

Alvará a Simão Cordes, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, filho 
de João Baptista de Cordes, do foro de fidalgo com iij&uoo réis de mo- 
radia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na Beira, Alentejo e Trás-os-Montes, servindo os 
postos de soldado, capitão de infantaria, de cavalaria, de arcabuzeiros e 
de couraças. — De 4 de Abril de 1669. 57 v 

Alvará a Pedro da Cunha Souto Maior, natural da cidade de Braga, filho de Je- 
rónimo da Cunha Souto Maior e sobrinho de Agostinho da Cunha Souto 
Maior, que foi môço-fidalgo, do foro de fidalgo com 1.^600 réis de mo- 
radia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqtieire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou no Minho como capitão de infantaria, combatendo 
contra os castelhanos, e pelos de seu tio. — De 24 de Abril de 1669 bij v 

Alvará a Manuel de Sousa de Castro, natural de Lisboa filho de Gonçalo Ser- 
rão da Costa e irmão de Fernão da Costa de Eça, do foro de fidalgo com 
i.-iMio réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou em praça de soldado, capitão 
e mestre de campo, e pelos que seu irmão fez no Algarve, onde serviu 
de capitão-mor em Silves e Portimão, e no ano de 1645 em Olivença, 
passando ao Alentejo em 1648 depois de andar embarcado na armada 
da costa. — De 12 de Junho de 1669. " bi v 



MATKlCtl.A [)()> M< >I< ADOKKS ])A CASA HIAI. 



lôlhas 

Alvará a Diogo de Caldas Barbosa, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Vila Nova de Cerveira, filho de Sebastião de Castro Caldas, do foro de 
fidalgo com i.rooo réis de moradia por mes de ridalgo-ca valeiro e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado, al- 
teies, capitão de infantaria, capitão de cavalos arcabuzeiros e de mestre 
de campo de um terço de infantaria, e ultimamente como sargento-mor 
da Batalha e governador da praça de Vila Nova da Cerveira.— De i3 
de Junho de 1669. 63 

Alvará a Tomás Ximenes de Aragão, filho de Rodrigo Ximenes de Aragão, na- 
tural de Lisboa, rilho de Duarte Ximenes. e neto de Tomas Ximenes, fi- 
dalgo que foi, filho de Duarte Ximenes, do foro de fidalgo com i**6oo 

reis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por 
dia — De i3 de Julho de 1666. 

Alvará a Manuel de Melo, natural de Lisboa, filho natural de Jorge de Melo, 
que foi fidalgo, do Conselho de Estado e de Guerra, e general das ga- 
lés, e neto de Manuel de Melo, do foro de fidalgo-escudeiro com 1 36653 
réis e 2 ceitis de moradia por mês que lhe pertence de seu pai, acres- 
centando-lhe este foro a fidalgo-cavaleiro com 41 3 réis e 2 ceitis mais em 
sua moradia, alem do que tem de fidalgo-cavaleiro, e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou em Angola, Brasil, Alentejo, 
Trás-os-Montes e no Minho, em praça de soldado, alferes e capitão.— 
De 20 de Agosto de 1669. 

Alvará a António da Silva Coelho, capitão-mor dos concelhos de Vila Chã e La- 
rim, filho de Francisco da Silva Coelho, que foi filho natural de Fran- 
cisco de Melo da Silva, filho de Aires Coelho, que foi mòço-ridalgo e fi- 
lho de Gonçalo Coelho, do foro de fidalgo-escudeiro e cavaleiro com réis 
1 361 33 e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada nor dia: sem 
embargo de não ter cumprido a condição. — De 10 de Outuoro de 16G9. 67 v 

Alvará a António Macedo Velasques, natural da cidade de Coimbra, filho de 
Marçal de Macedo, do foro de fidalgo com icôoo réis de moradia por 
mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou em vários cargos públicos. — De 27 de Setembro de 1670. 6g 

Alvará a Luis de Barros Gavião, .cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da ci- 
dade de Braga, rilho de Simão Barreto Cavião, do foro de fidalgo com 
1 36600 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou em Trás-os-Montes, Minho e 
Alentejo, em praça de soldado, alferes de cavalaria, capitão de infanta- 
ria, ajudante do tenente do mestre de campo general e sargento-mor de 
um terço pago. — De 23 de Setembro de 1669. 70 

Alvará a António das Póvoas de Brito, natural de Lisboa, filho do Desembar- 
gador António da Fonseca de Brito, do foro de fidaldo com 1 36000 réis 
•de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou no Minho em várias acções contra os caste- 
lhanos e pelos que seu pai prestou nos cargos de letras que desempe- 
nhou. — De 10 de Outubro de 16(19. 71 /' 

Alvará a Jerónimo Osório de Castro, natural da vila de Celorico, comarca da 
Guarda, rilho de António Osório da Gama, do foro de fidalgo com reis 
1 36000 de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada 
por dia; com a condição de servir em duas armadas; pelos serviços que 
seu pai prestou como capitão duma das companhias volantes de Celo- 
rico, e pelos de José Osório Cabral.-- De 25 de Setembro de 1669. 73 v 



lb - LIVRO III 



Folhai 



Alvará a Rui Osório da Silva, natural da vila de Celorico, comarca da Guarda, 
filho de António Osório da Gama, do foro de fidalgo com iíZ&ôoo réis de 
moradia por mês e i alqueire de cevada por dia de fidalgo-cavaleiro; pe- 
los serviços que seu pai prestou como capitão duma companhia volante 
de Celorico, e pelos de José Osório Cabral. — De 25 de Setembro de 
1669. 74 

Alvará a Manuel Pais de Pinho, cavaleíro-fidalgo, e da ordem de Cristo, resi- 
dente na índia, filho de Francisco Botelho, acrescentando-lhe o foro ao 
de fidalgo com, i®6oo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado, 
capitão e capitão-mor, nas armadas e fortalezas fronteiras da índia — 
De 20 de Março de 1670. 74 V 

Alvará a Rodrigo Soares Pantoja, filho de Manuel de Paiva Soares, cavaleiro 
da Ordem de Cristo, do foro de fidalgo com i#6oo réis de moradia por 
mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
de seu pai. — De 21 de Março de 1670. 75 v 

Alvará a Sebastião Correia de Faria, natural de Lisboa, filho de Matias Correia 
de Faria, do foro de fidalgo com i.©6oo réis de moradia por mês de fi- 
dalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou no exército do Alentejo como capitão de infantaria, achando-se na 
batalha dos Montes Claros, e por ter ido à índia. — De 20 de Maio de 
1675. 77 " 

Alvará a Manuel Leitão de Andrade, residente em Goa, filho de Luís Baracho 
de Sequeira e cunhado de D. Manuel Coutinho, do foro de fidalgo com 
135600 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia, com a obrigação de ir servir 4 anos na índia. — De 27 de 
Agosto de 1672. 78 v 

Alvará a Francisco Pereira Coutinho, natural de Vila Nova de Anços, filho de 
Álvaro da Silveira, do foro de fidalgo com i©6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia, com obrigação de ir servir 4 anos 
na índia; por ser neto, por via materna, de Francisco Pereira Coutinho 
que foi moço fidalgo. — De 22 de Março de 1670. 79 v 

Alvará a Nuno de Barros de Loureiro, natural de Viseu, filho de Luís de Lou- 
reiro de Albuquerque, do foro de fidalgo com iJ?6oo réis de moradia por 
mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou na Beira e no Alentejo como soldado de cavalaria, infante e 
mestre de um terço de auxiliares. — De 10 de Abril de 1670. 80 

Alvará a João Ferreira Sarmento Pimentel, natural de Bragança, filho de Bal- 
tasar Sarmento Ferreira, do foro de fidalgo com lOfuoo réis de moradia 
Eor mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia, sem em- 
argo de não ter cumprido a condição de servir nas três armadas; pe- 
los serviços que prestou no Minho e Trás-os-Montes, como soldado, ca- 
pitão de cavalaria e comissário geral da cavalaria. — De 27 de Novembro 
de 1680. 80 v 

Alvará a Duarte Teixeira Chaves, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da vila 
de Chaves, filho de Sebastião Pequeno Chaves, do foro de fidalgo com 
i.-tioo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na província de Trás-os-Montes 
como praça de capitão de cavalaria, tenente de mestre de campo general 
e mestre de campo, servindo mais tarde no Alentejo, achando-se na cam- 
panha de Valença de Alcântara, Montes Claros, socorro do Minho, etc. — 
De 20 de Agosto de 1670. 81 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



»7 



i 



Alvará a Bernardim de Sequeira, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural de 
Lisboa, filho de Diogo de Sequeira, do furo de fidalgo com [35600 réis de 
moradia por mês de íidalgo-cavaleiro e i alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou como soldado, capitão de infantaria, ajudante 
de tenente de mestre de campo general, sargento-mor e mestre de cam- 
po, na província do Alentejo, entrando em várias acções contra os cas- 
telhanos. — De 20 de Setembro de 1670. 82 v 

Alvará a Tomás Borges de Madureira, natural de Angola, filho de Gaspar Bor- 
ges de Madureira, do lòro de fidalgo-cavaleiro com [30600 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com condição de servir pri- 
meiro 3 anos no reino de Angola; pelos serviços que prestou no mesmo 
reino em praça de soldado, alferes, capitão de infantaria e de cavalaria, 
e tenente-general, combatendo contra os holandeses, e pelos de seu 
pai. — De 12 de Março de 1674. 83 v 

Alvará a Diogo Fróis de Sande, natural da cidade de Portalegre, filho de Nuno 
de Pina Pereira, do foro de fidalgo com 136600 reis de moradia por mês 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou no Alentejo em praça de soldado, alferes pago, capitão da or- 
denança, sargento-mor e mestre de campo de auxiliares. — De 3o de Ja- 
neiro de 1671. 85 v 

Alvará a Baltasar de Sousa Pereir.a, cavaleiro da Ordem de Cristo, filho de Ale- 
xandre de Sousa Pereira, natural da vila de Chaves, do foro de fidalgo 
com 1^600 réis de moradia por mês de fidalgo cavaleiro e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou nas fronteiras de Trás-os- 
-Montes e Alentejo, e nas armadas da costa. — De 26 de Maio de 1(371. 86 v 

Alvará a Luís de Araújo de Vargas, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de Francisco de Vargas, do foro de fidalgo com 136600 réis 
de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços de D. Águeda Cardoso, sua mulher, que foi ama da In- 
fanta. — De 2 de Junho de 167 1. 87 v 

Alvará a Luís de Bemsalinas, natural de Lisboa, filho de Luís de Bem, do foro 
de fidalgo com 130600 réis de moradia por mês de fidalgo cavaleiro e 1 
alqueire de cevada por dia; por estar casado com uma criada da Prin- 
cesa. — De 4 de Fevereiro de 1670. 88 

Alvará a D. Manuel Henriques de Almeida, môço-fidalgo, do Conselho de Es- 
tado e cavaleiro da Ordem de Cristo, filho natural de D. Dinis de Al- 
meida Souto Maior, fidalgo que foi, e neto de D. Diogo Souto Maior, acres- 
centando-o a fidalgo-escudeiro com 333 réis e 2 ceitis mais em sua mo- 
radia, além dos 136000 réis que tem como môço-fidalgo, que é o que lhe 
pertence de seu pai, e acrescentando a fidalgo-cavaleiro com 333 réis e 
2 ceitis mais em sua moradia, para ao todo ter [36666 réis. — De ti de 
Junho de 1671. 88 v 

Alvará a Fernão da Silva de Sousa, natural da vila de Fstremoz, filho de Luís 
da Silva de Sousa, do foro de fidalgo com 136600 réis de moradia por 
mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços 
que prestou como soldado, capitão de cavalara, capitão de infantaria, 
tenente, etc. — De i5 de Setembro de 1671. 90 

Alvará a Francisco Palhares Coelho, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da 
vila de Monção, filho de Fernão Taveira Palhares, para que se cumpra 
a mercê que lhe fez do foro de fidalgo; por ter servido 3 anos, que lhe 
estavam impostos, na província do Minho, e pelos que prestou de sol- 
dado, alferes e capitão. — De 16 de Abril de 1Õ74. 92 



,S LIVRO III 



Folhas 



Alvará a João Freire da Costa, natural de Oeiras, filho de Ambrósio Dias, do 
foro de fidalgo que nele nomeou o governador da índia, a qual confir- 
mação é feita por esta mercê em virtude da licença que o mesmo gover- 
nador tem para nomear 12 foros de fidalgo, com i~boo réis de moradia 
por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos servi- 
ços que prestou na índia. — De 10 de Junho de 1671. 94 

Alvará a José Vaz Freire, cavaleiro da Ordem de Cristo, residente na índia, 
natural de Cochim, filho de Diogo Vaz Freire, do foro de fidalgo com 
id&ôoo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na índia nas armadas e forta- 
lezas fronteiras, de soldado, capitão e escrivão da matrícula geral. — De 
10 de Julho de 167 1. 96 

Alvará a Francisco de Sá Coutinho, natural de Lionel, comarca de Lamego, fi- 
lho de Gonçalo de Sá, do foro de fidalgo com icõoo réis de moradia 
por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou na província da Beira como governador e mestre de 
campo de um terço de auxiliares, achando-se em algumas entradas de Cas- 
tela. — De 3o de Janeiro de 1071. 96 v 

Alvará a Manuel Bezerra Monteiro, natural da capitania de Pernambuco, filho 
de FrancisC" Monteiro Bezerra, do foro de fidalgo com i-r6oo réis de mo- 
radia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; por 
ter servido na dita capitania por ocasião da sua restauração, com os pos- 
tos de soldado e capitão de infantaria. — Oe 2 de Janeiro de 1672. 97 

Alvará a João Pessoa Bezerra, natural da capitania de Pernambuco, filho de 
Francisco Monteiro Bezerra, do foro de fidalgo com ic6oo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que tem 
prestado como soldado e capitão, combatendo contra os holandeses na 
dita capitania, e pelos de seu pai feitos na mesma. — De 2 de Fevereiro 
de 1672. 97 v 

Alvará a Francisco de Morais de Faria, residente na índia, natural da cidade 
de Bragança, filho de Bartolomeu de Faria, do foro de fidalgo com réis 
i-~óoo de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou em Trás-os-Montes e nà índia, em 
praça de soldado, alferes, capitão e sargento-mor, e pelos que seu pai 
prestou na mesma província de Trás-os-Montes. — De 12 de Janeiro de 
1672. 98 v 

Alvará a Agostinho de Barros Henriques, natural de Torres Vedras, filho de 
Cristóvão Pato Henriques e irmão de Bartolomeu Henriques Pato, do 
foro de fidalgo-cavaleiro com i-r6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos seus serviços e por lhe pertencerem os de seu 
irmão. — De 12 de Janeiro de 1672. 99? 

Alvará a Diogo Soares Pereira, natural da vila de Monção, filho de Gaspar Lo- 
bato de Lançóis, do foro de fidalgo com i-r6oo réis de moradia por mês 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou no Minho em praça de soldado, alferes, capitão, ajudante, te- 
nente, sargento-mor, mestre de campo e governador da praça de Mon- 
ção. — De 28 de Novembro de 167 1. 100 v 

Alvará a Paulo Freire de Noronha, cavaleiro da Ordem de Cristo, filho de Ma- 
nuel Freire de Noronha, do foro de fidalgo com [$600 réis de moradia 
por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos sen i- 
ços que prestou nas fronteiras do reino, Brasil e na armada. — De 25 
de Março de 1Õ72. 102 v 



MATRIC1 l \ DOS MORADORES DA CASA RIAL 



'9 



Folhas 

Alvará a João Correia da Silva, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da ci- 
dade de Lamego, filho de Bernardo Correia de Lacerda, du foro de fi- 
dalgo com i •— < 3< >< > réis de moradia por mès de fidalgo-cavaleiro e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como secretário da 
Universidade de Coimbra e outros. — De 2 de Janeiro de 1672. ioj 

Alvará a Simão Cardoso Coutinho, natural da cidade de Lamego, filho de Sil- 
vestre Mourão, do foro de fidalgo com i-rõoo réis de moradia por mès 
de fidalgo-cavaleiro e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na Beira em praça de soldado, e por lhe pertencerem os do De- 
sembargador Lourenço Mourão, feitos nos cargos de letras. — De 20 de 
Janeiro de 1672. ]o5 v 

Alvará a Julião de Campos Barreto, fidalgo, tilho de Frutuoso de Campos Bar- 
reto, outrossim fidalgo que foi, acrescentando-lhe 400 réis mais em sua 
moradia para ao todo ter 2^400 réis mais em sua moradia por mes com 
o foro de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou na província do Alentejo, de capitão de infantaria, de cava- 
laria e de arcabuzeiros, achando-se nas batalhas das linhas de Klvas, 
Ameixial, Montes Claros, etc. — De 20 de Jtneiro de 1672. 1061-» 

Alvará ao Desembargador Manuel Manso da Fonseca, cavaleiro da Ordem de 
Cristo, natural de Proença-a-Nova, filho de Diogo Manso, do foro de fi- 
dalgo com 2.^000 réis de moradia por mès de fidalgo cavaleiro e 1 al- 
queire de cevada por dia ; pelos serviços que prestou nos cargos de le- 
tras. — De 2D de Janeiro de 1672. 107 

Alvará a Manuel de Sequeira Perdigão, natural da vila de Santarém, filho de 
Afonso Perdigão, do foro de fidalgo com i~6oo réis de moradia por mès 
de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na província do Alentejo, em praça de sargento-mor e tenente 
de mestre de campo general. — De 20 de Janeiro de 1672. 108 

Alvará a Luís de Brito Caldeira, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lis- 
boa, filho do Desembargador João de Brito Caldeira, do foro de fidalgo 
com i--f>oo réis de moradia de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada 
por dia; por estar casado com Maria Clara Osório da Fonseca, filha de 
Clara Osório da Fonseca e do sargento-mor Lourenço da Costa Mimoso, 
já falecido. — De 20 de Janeiro de 1672. 108 í> 

Alvará a Pedro Lamego Palha, cavaleiro -fidalgo, residente na Índia, filho de 
Francisco de Almeida, acrescentando-o do dito foro ao de fidalgo com 
irboo réis de moradia por mès de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia ; pelos serviços que prestou na índia, nas armadas e forta- 
lezas fronteiras, de soldado e capitão. — De i5 de Fevereiro de 1672. ioq v 

Alvará a João Correia de Sá, mòço-íidalgo, filho de Salvador Correia de Sa e 
Benevides, fidalgo, e neto de Martim de Sa, acrescentando-lhe este foro 
ao de fidalgo-escudeiro com 1^400 réis de moradia e logo novamente 
acrescentado ao de fidalgo-cavaleiro com 600 réis mais em sua moradia, 
para, juntos todos os foros, receber Hcooo réis e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou no Brasil e no Reino. — De 8 de 
de Março de 1672. 112 

Alvará a Duarte de Paiva de Sousa, natural de Lisboa, filho natural de Fran- 
cisco de Paiva e Sousa, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, e neto 
do Desembargador Duarte de Paiva, do foro de fidalgo com 853 réis e 
2 ceitis de moradia por mès. que é o foro que lhe pertence de seu pai, 
e acrescentado a fidalgo-cavaleiro com 3oo réis mais em sua moradia, 
para ao todo receber i.-ib3 réis e 2 ceitis de moradia por mês do fidalgo* 
-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Abril de 11Í72. 1 1 r> 



20 - LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Manuel Leitão de Andrade, residente na índia, filho de Luís Baracho 
de Sequeira e cunhado de D. Manuel Coutinho, para que se cumpra a 
mercê que lhe fez do foro de fidalgo com ícõoo réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; por ter perdido o dito alvará e ter 
cumprido a obrigação que lhe foi imposta. — De 27 de Agosto de 1672. 11G 

Alvará a João Gomes de Melu, natural de Pernambuco, tilho de Manuel Gomes 
de Melo, para que tenha efeito a mercê que tem do foro de fidalgo com 
icóoo réis de moradia por mês de fidalgo cavaleiro e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; por ter cumprido a condição que lhe foi imposta e por ter 
servido de sargento-mor, comissário da cavalaria e provedor da Fazenda, 
na capitania de Pernambuco. — De iõ de Abril de 1674. 117 

Alvará a Gonçalo Pereira de Lacerda, fidalgo, filho natural de Gonçalo Correia 
de Lacerda, outrossim fidalgo, acrescentando-lhe 666 réis e 4 ceitis mais 
em sua moradia, além dos i-r333 réis e 2 ceitis, para ao todo receber réis 
2~ooo de moradia por mês com o foro de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire 
de cevada por dia ; pelos serviços que prestou na província do Alentejo, 
achando-se nas batalhas das linhas de Elvas, Ameixial e Montes Claros, 
e no socorro de Juromenha. — De i3 de Janeiro de 1672. 121 v 

Alvará a Manuel Sande de Castro, natural da vila de Estremoz, filho de Antó- 
nio Pais de Sande, fidalgo, e neto de Jerónimo da Gama de Sande, do 
foro de fidalgo com 2-rooo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro 
e 1 alqueire de cevada por dia, com a condição de ir servir na índia. - • 
De 16 de Janeiro de 1673. 121 v 

Alvará a Manuel de Figueiredo Mascarenhas, cavaleiro da Ordem de S. Bento 
de Avis, natural da cidade de Faro, filho de Diogo de Mascarenhas, do 
foro de fidalgo com i-rboo réis de moradia por mês do foro de fidalgo- 
-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; por estar casado com D. Ci- 
priana de Vasconcelos, moça da câmara da Princesa, que tinha o foro 
para a pessoa com quem casasse. — De 9 de Janeiro de 1673. 122 

Alvará a António Teixeira de Magalhães, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral de Vila Rial, filho de Luís Teixeira de Magalhães, do foro de fidalgo 
com icboo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou nas províncias do Minho, 
Trás-os-Montes, Beira e Alentejo, de soldado, alferes, tenente, capitão 
de cavalaria da ordenança, sargento-mor e governador de Vila Rial. — 
De 10 de Abril de 1673. 122 ;■ 

Alvará a D. António de Castro, môço-fidalgo, residente na índia, filho bastardo 
de D. Lioniz de Castro, fidalgo que foi, e neto de D. Manuel de Castro, 
acrescentando-lhe este foro ao de fidalgo-escudeiro com 1^209 réis e 2 
ceitis mais em sua moradia, além dos 2C000 réis que tem de môço-fi- 
dalgo (é o que lhe cabe de seu pai), e novamente acrescentado a fidalgo- 
-cavaleiro com 552 réis e 2 ceitis mais em moradia, para ao todo receber 
2C761 réis e 4 ceitis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e alqueire 
e meio de cevada por dia. — De i5 de Março de 1673. 124;' 

Alvará a D. Rodrigo de Castelo Branco, natural de Cidade Rodrigo, filho de 
Manuel Fernandes de Castelo Branco, do foro de fidalgo com 1.^600 réis 
de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
por ir servir nas minas da prata da Tabaiana, no Estado do Brasil. — 
De 14 de Julho de 1673. 125 v 

Alvará a D. Marcos de Castelo Branco, irmão de D. Rodrigo de Castelo Branco, 
fidalgo, natural de Sevilha, e filho de Manuel Fernandes de Castelo 
Branco, do foro de fidalgo com i-r6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelo serviço que seu irmão vai prestar no Bra- 
sil nas minas da prata da Tabaiana, tendo efeito o dito serviço. — De i5 
de Julho de 1673. 125 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 21 

Falhai 

Alvará a António do Couto Franco, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, na- 
tural cie Vila Viçosa, filho de Jorge Gonçalves, acrescentando-lhe o foro 
a fidalgo com [#600 réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Brasil, na res- 
tauração da cidade do Salvador. — De 27 de Junho de 1673 i2<i 

Alvará a Mateus Caldeira de Castelo Branco, natural da vila de Castelo de Vide, 
filho de Damião do ('rato da Silveira, do foro de fidalgo com i$6oo réis 
de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou no Alentejo nos postos de soldado, cabo, al- 
feres, capitão de infantaria, ajudante de mestre de campo general e de 
capitão de cavalaria. — De 28 de Julho de 1673. 120 ;• 

Alvará a Manuel Teixeira Franco, cavaleiro da Ordem de Cristo, residente na 
índia, natural de Peniche, lilho de Luís Teixeira Franco, do foro de fi- 
dalgo com i-rboo réis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na índia e pelos 
que prestaram o Dr. Francisco Delgado de Matos e Gabriel Teixeira 
Franco, servindo de soldado, capitão, sargento-mor, tenente-general e 
capitão-mor, e feitos na índia. —De 12 de Março de 1074. 127 v 

Alvará a Nuno Machado da Silva, residente na índia, natural de Vila Viçosa, 
filho de Cristóvão Machado, do foro de fidalgo com ic6oo réis de mo- 
radia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; por 
ter servido nas armadas e fronteiras da índia, como capitão de mar e 
guerra e de infantaria, o que lhe tinha sido imposto para ter efeito esta 
mercê. — De 26 de Fevereiro de 1674. 129 v 

Alvará a Diogo Cardoso Homem, residente na índia, lilho de Pedro Homem 
Ferreira, que foi cavaleiro-fidalgo, do foro de fidalgo com 1.^600 réis de 
moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou na índia, pelos de seu pai e pelos do Dr. Fran- 
cisco de Figueiredo Cardoso. — De 12 de Março de 1674. i3o 

Alvará ao Desembargador Francisco Cabral de Almada, natural de Lisboa, filho 
de Francisco Vaz Cabral, do foro de fidalgo com irôoo réis de moradia 
por mês de fidalgo cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; por estar 
servindo na índia o lugar de chanceler. — De 12 de Março de 1674. [32 v 

Alvará a Diogo Correia Coutinho, môço-fidalgo, residente na índia, filho de Pe- 
dro Cardoso Coutinho, que foi fidalgo, acrescentando lhe o foro a fidalgo- 
-escudeiro com 2-r5oo réis mais em sua moradia, e logo novamente 
acrescentado ao de fidalgo-cavaleiro com 400 réis mais em sua moradia, 
para ter ao todo 3$ç)oo réis, contados os i.rooo réis de moço fidalgo, e 
alqueire e meio de cevada por dia ; pelos serviços que prestou na ín- 
dia. — De 28 de Fevereiro de 1674. [33 

Alvará a Luís Francisco Coutinho, lilho de Pedro Cardoso Coutinho, que foi fi- 
dalgo, residente na índia, e môço-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a fi- 
dalgoescudeiro com 2$5oo reis mais em sua moradia, além dos icooo 
réis que tem de môço-fidalgo, e novamente acrescentado ao de fidalgo- 
-cavaleiro com 400 reis mais, para ao todo receber 3co,oo réis de mora- 
dia por mês de fidalgo-cavaleiro e alqueire e meio de cevada por dia. — 
De 28 de Fevereiro de 1674. [33 V 

Alvará a José Correia Souto Maior, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, lilho de Pedro Correia c: de D. Maria de Almeida, do foro de fi- 
dalgo com [$600 reis de moradia por mês de fidalgo-cavaleiro e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como moço da câ- 
mara do guarda roupa do Paço, e pelos de sua mãe como dama da 
câmara da Princesa. — De 12 de Março de 1674. 104 



22 LIVRO III 



Folha 



Alvará a Pedro de Almeida Betencourt, moço da câmara, natural de Vila Vi- 
çosa, filho de Francisco da Cunha, acrescentando lhe o foro ao de fi- 
dalgo-cavaleiro com í-róoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou como porteiro da câmara do 
Paço. — De id de Março de 1674. 134;' 

Alvará a Luís Nunes de Carvalho, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de António Nunes, do toro de fidalgo-cavaleiro com i-róoo 
réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços 
que prestou como soldado, alferes, ajudante, capitão, tenente de mestre 
de campo e governador de praças, servindo nas províncias do Alentejo 
e .Minho, e no Estado do Brasil. — De i3 de Março de 16-4. 1 35 

Alvará a Francisco da Cunha da Silva, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, 
natural de Monsão, filho de André Velho de Azevedo, acrescentando- 
-lhe 400 réis em sua moradia, além dos [#600 reis que tem, para ao 
todo ter 2C000 réis de moradia por mês com o foro de fidalgo-cavaleiro 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que tem prestado nas for- 
tificações do Reino. — De i5 de Março de 1674. i'ò6 v 

Alvará a Nicolau Ribeiro Picado, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Aveiro, filho de António Saraiva Picado, do foro de fidalgo cavaleiro 
com ic*6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou de soldado, alferes, tenente, capitão, tenente de 
mestre de campo general e mestre de campo, achando-se no Minho em 
vários combates. — De lo de Dezembro de 1Õ74. 137 

Alvará a João da Silva da Cunha, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, na- 
tural de Mazagão, filho de Nuno da Cunha da Costa, acrescentando-lhe 
o dito foro ao de fidalgo-cavaleiro com i.r6oo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita praça 
de Mazagão, e pelos que seu pai prestou na mesma praça. — De 29 de 
Dezembro de 1674. i3g ;> 

Alvará a João da Silva da Cunha, acrescentando-lhe Soo réis mais em sua mo- 
radia, além dos 1.-600 réis que já tem, para ao todo ter 2-rioo réis de 
moradia por mês com o foro de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos seus serviços em Mazagão e pelos de seu pai Nuno da 
Cunha da Costa, feitos na mesma praça. — De 24 de Novembro de [679. 141 V 

Alvará a Vicente da Cunha da Costa, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, 
natural da praça de Mazagão, filho de Nuno da Cunha da Costa, acres- 
centando-lhe o foro a fidalgo-cavaleiro com 1.-600 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
praça, como soldado, espingardeiro e acobertado, e como capitão de in- 
fantaria. — De 20 de Dezembro de 1674. 142 

Alvará a Manuel da Mota, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, residente na 
índia, natural de Enxara do Bispo, filho de Francisco da Mota, acres- 
centando-lhe o foro ao de fidalgo-cavaleiro com i-^ôoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na 
índia, o qual foro lhe foi nomeado pelo governador em conformidade 
com a licença que tinha para nomear doze foros de fidalgos. — De 3 de 
Abril de 1675. iq3 

Alvará a André Pinto da Fonseca, residente na índia, cavaleiro-fidalgo e da Or- 
dem de Cristo, filho de Francisco Pinto da Fonseca, acrescentando-lhe o 
foro a fidalgo-cavaleiro com i-r6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou nas armadas e fortalezas 
fronteiras da Índia, e pelos que Pedro de Mesquita Godinho prestou em 
Ceilão, servindo como soldado, alferes, ajudante e capitão, nas guerras 
que ali se deram. — De 3 de Abril de 167o. 145 j> 



\1 VI RIC1 I \ DOS MOR ADORES DA CASA KIAL 



23 



Alvará a Manuel de Melo, moço fidalgo, residente na índia, filho natural de 
Jorge de Melo, fidalgo que foi e general das galés, e neto de Manuel de 



a fidalgo-escudeiro com 653 réis e 2 cci- 



Melo, acrescentando-ine o 

tis mais em sua moradia, que lhe pertence de seu pai, e no\amente 

acrescentado a fidalgo-cavaleiro.— De 4 de Abril de 11 



F.Mhaj 



1 17 



Alvará a Pedro Ferreira, residente na índia, cavaleiro-fidalgo, natural de Couto 
de Landim, comarca de Viana, ti lho natural de Manuel Leitão, confir- 
mando lhe a mercê que tem, acrescentando lhe o fôro a fidalgo-cavaleiro 
com réis U&600 de moradia por mes e 1 alqueire de cevada pui dia, o 
qual fôro é o 7." dos 12 que o governador da Índia tinha para nomeai': 
pelos serviços que prestou na índia, de soldado, capitão e cabo em 6 ar- 
madas e no socorro de Ceilão. De i5 de Março cie 1Õ76. 



1 4< 1 



Alvará a João Pereira do Lago, natural da cidade de Braga, filho de João Pe- 
reira de Araújo, irmão de Francisco Pereira Barreto e de Pedro Lopes 
Leitão, do fôro de fidalgo cavaleiro com irboo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em praça de 
soldado e capitão de infantaria na província do Minho, e no socorro de 
Trás-os-Montes, e pelos de seus irmãos. — De 7 de Junho de [676. 



IDl 



Alvará a Baltasar Martins de Lordelo da Silva, cavaleiro-fidalgo e da Ordem 

de Cristo, residente na índia, filho de Luís Machado Pimentel, também 
cavaleiro-fidalgo. acrescentando-lhe o fôro ao de fidalgo-cavaleiro com 
i.-tjoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou em Tânger e pelos de seu pai feitos na mesma ci- 
dade. — De 3 de Abril de [67D. 



132 V 



Alvará a Sebastião Mendes Brandão, natural da vila de Mana, filho de Domin- 
gos Martins Mendes, do fôro de fidalgo-cavaleiro com i-tioo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou como soldado e capitão de auxiliares na província do Minho, e no 
Rio de Janeiro, de comissário geral da cavalaria. — De N de Junho de 
i(>75. 1 r>4 7' 

Alvará a António Nunes Preto, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lis- 
boa, filho de Manuel Fernandes Nunes, do fôro de fidalgo-cavaleiro com 
i-i)oo reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou como soldado, alferes, capitão, sargento-mor, te- 
nente de mestre de campo e mestre de campo, nas armadas do Reino, 
nas guerras do Brasil, e nas províncias de Lntre-Douro, Minho e Alen- 
tejo. — De 11 de Julho de 167b. i55 

Alvará a Luís Gomes de Bulhões, filho de Manuel da Costa da Câmara, natu- 
rais da Baía, e neto de Luís Gomes de Bulhões, natural da Ilha da Ma- 
deira, e bisneto de Luís Gomes, do toro de fidalgo-cavaleiro com [$600 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ter ser- 
vido os três anos de condição que lhe estavam impostos para ter efeito 
a mercê, e pelos de seu avô no Lstado do Brasil. — De 1? de Novembro 
de 1675. \b- 

Alvará a Manuel Valente, natural da Ilha da Madeira, filho de Francisco Va- 
lente, cavaleiro-fidalgo, do fôro de fidalgo-cavaleiro com icôoo reis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ter mandado a 
Angola uma companhia de o», homens, a sua custa. — De 4 de Abril 
de 1675. i5o. 

Alvará a José de Sousa Castelo Branco, natural da cidade de Leiria, filho de 
António Vaz de Castelo Branco, do fôro de fidalgo-cavaleiro com 23&1 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços 
que prestou nos cargos de letras. — De 11 de Julho de 167D. i5o. 



24 



LIVROU! 



, Folhas 

Alvará a Francisco Gorjáo Henriques, natural da vila de Óbidos, filho de Ber- 
nardo Gorjão, do foro de fidalgo-cavaleiro com ij&óoo réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; por estar casado com D. Ana 
.Maria Osório, filha mais velha do Desembargador Duarte Vaz de Orta, 
que foi fidalgo, e de D. Maria de Lacerda, viúva do dito Desembarga- 
dor. — De 28 de Setembro de 1675. i5o, v 

Alvará a Gonçalo Peixoto da Silva, natural de Guimarães, filho de Fernão Re- 
belo de Almeida e irmão de Gaspar Peixoto da Silva, do foro de fidalgo- 
-cavaleiro com i~6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou no Minho e pelos de seu irmão fei- 
tos na mesma guerra. — De 9 de Agosto de 1068. 160 v 

Alvará a Álvaro Freire de Sousa, natural de Abrantes, filho de Francisco Freire 
de Sousa, do foro de fidalgo-cavaleiro com icboo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por lhe pertencerem os despachos 
de sua avó D. Joana de Castro, mãe de sua mãe Isabel de Castro, e 
de D. Catarina de Castro, sua bisavó materna. — De i3 de Dezembro 
de 1674. 161 v 

Alvará a Manuel de Sousa de Carvalho, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, 
natural de Lisboa, filho de Manuel Martins Bentes, acrescentando-lhe o 
foro a fidalgo-cavaleiro com icôoo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; o qual foro é o que nele nomeou o Conde do La- 
vradio, governador da índia, dos 12 que tinha, pelos serviços que pres- 
tou no dito Fstado. — De 3 de de Abril de 1675. 162 

Alvará a João de Sá de Macedo, do foro de fidalgo-cavaleiro com iróoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com a condição de seu 
filho mais velho ir servir 4 anos numa das fronteiras do Reino; pelos ser- 
viços que prestou no Reino por ocasião da aclamação, e de sargento- 
-mor, e pelos que seu filho prestou no Alentejo. — De 2? de Agosto de 
i655. i63 ;' 

Alvará a João de Sá de Macedo, para que se lhe registasse o foro que tinha de 
fidalgo, com a condição que, para a dita mercê haver efeito, servirá seu 
filho mais velho 4. anos numa das fronteiras do Reino. — De 18 de Ou- 
tubro de 1670. 164 v 

Alvará a Rodrigo de Macedo de Sá, natural da cidade de Coimbra, filho de 
João de Sá de Macedo, do foro de fidalgo-cavaleiro com ictôoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por lhe pertencer os 
serviços que seu irmão mais velho, António de Sá Macedo, prestou na 
província da Beira como capitão de auxiliares. — De 20 de Março de 
1674. i65 

Alvará a Lázaro Nunes Figueira, residente na índia, natural da vila de Monte- 
mor, filho de Jerónimo Quadrado, do foro de fidalgo-cavaleiro com réis 
i.~6oo de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou na índia, de soldado, capitão, cabo de manchuas, au- 
ditor da armada, de alto bordo e de corregedor de Goa, e por lhe per- 
tencerem os de Diogo da Silveira, feitos no mesmo Estado. — De 3 de 
Abril de 1675. 16G 

Alvará a João de Sá de Meneses, residente na índia, filho de Francisco de 
Sousa, confirmando o foro de fidalgo-cavaleiro com i.r<>oo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, que nele nomeou o Conde 
do Lavradio, governador da índia, dos 12 que tinha, pelos serviços que 
prestou naquele Estado. — De 3 de Abril de KÍ7?. i<mi/ 



MATRÍC1 LA DOS MORADOR] S DA CASA RIAL 2 5 

Folhas 

Alvará a António de Castro de Sousa, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
da cidade do Porto, filho de Salvador Jorge de Castro, do foro de fi- 
dalgo-cavaleiro com iat)6oo réis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou como soldado, alferes e capi- 
tão, embarcando-se para Angola e servindo no Reino, achando-se na 
batalha de Montijo e noutras. — De 16 de Março de 1676. 171 v 

Alvará a Inácio Coelho da Silva, cavaleiro da ordem de Cristo, natural de Per- 
nambuco, filho de Manuel Rodrigues Coelho, do foro de fidalgo-cava- 
leiro com [$600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou como soldado infante e de cavalo, alfe- 
res, tenente de cavalaria, ajudante, capitão de cavalaria, arcabuzeiros e 
governador, achando-se no assalto da vila de Albuquerque, nos campos 
de Montijo, no recontro de Campo Maior, Arronches, Jorumenha, etc. — 
De 17 de Março de iiiyõ. 17D 

Alvará ao Dr. Lançarote Leitão de Noronha, natural de Fronteira, filho do De- 
sembargador António de Beja de Noronha, do foro de fidalgo-cavaleiro 
com 2eooo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia ; pe- 
los serviços que prestou nos cargos de letras. — De id de Março de 

1676. 177 v 

Alvará ao Desembargador Luís de Oliveira da Costa, cavaleiro da Ordem de 
Cristo, natural da vila de Castelo Branco, filho do Desembargador Si- 
mão de Oliveira da Costa, que foi Desembargador dos agravos da Casa 
da Suplicação, do foro de fidalgo-cavaleiro com i.-f>oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como 
corregedor de Lagos, auditor geral da gente de guerra, superintendente 
das décimas, etc, e pelos de seu pai. — De 6 de Outubro de 1676. 178 

Alvará a Simão de Abreu de Avilez, natural de Torres Novas, filho de Vicente 
de Abreu de Avilez, genro de Diogo da Silva e bisneto de Aleixo Fer- 
nandes Monteiro, do foro de fidalgo-cavaleiro com icôoo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que prestou 
no Alentejo e em Torres Novas como capitão-mór desta vila, e pelos que 
seu sogro, seu bisavô e seus irmãos Francisco da Silva e António da 
Silva Lima, prestaram. — De 6 de Outubro de 1676. 179 

Alvará a António de Beja de Melo, residente na índia, natural de Coimbra, fi- 
lho de Diogo Marmeleiro Cogominho, que foi fidalgo, e neto de João de 
Beja Marmeleiro, do foro de fidalgo-escudeiro com 853 réis e 2 ceitis de 
moradia por mês, que lhe pertence por seu pai, e logo acrescentado a 
fidalgo-cavaleiro com 3o3 réis e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou na índia. — De 12 de Março 
de 1677. 170 /' 

Alvará a Belchior de Sá Camelo, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, natural 
de Sambade, comarca da Torre de Moncorvo, filho de Caspar de Sá, 
acrescentando-lhe o foro a fidalgo-cavaleiro com i-r6oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia, o qual foro lhe foi dado pelo 
Conde de Lavradio, governador da índia, dos \i que tinha para no- 
mear; pelos serviços que prestou naquele Fstado. — De 12 de Março de 

1677. 180 1> 

Alvará a Gaspar de Sousa de Lacerda, residente na índia, cavaleiro-fidalgo, na- 
tural de Lisboa, filho de João de Sousa de Lacerda, confirmando o 
acrescentamento do foro a fidalgo cavaleiro com [$600 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia, que nele nomeou o Conde de 
Lavradio, Vice-Rei da índia, dos 12 que tinha para nomear em quem 

Ê restasse heróicos serviços; pelos serviços que prestou naquele Estado. — 
•e 12 de Março de 1677. 181/' 

1 



20 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Francisco de Azevedo, cavaleiro-lidalgo, residente na índia, natural de 
Coimbra, filho de João de Abreu, contirmando o acrescentamento do 
foro a fidalgo-cavaleiro com i-(5oo reis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia, que lhe nomeou o Conde de Lavradio, Yice-Rei da 
índia, dos 12 que tinha para quem prestasse heróicos serviços; pelos que 
prestou naquele Estado. — De 7 de Abril de 1 < '■ 7 7 . i83 

Alvará a Feliciano Dourado, Conselheiro do Conselho da índia, natural de Pa- 
raíba, Estado do Brasil, rilho de Gaspar Fernandes Dourado, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com 2irooo réis de moradia por més e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou nos cargos de letras. — De 
10 de Junho de 1677. i8í> v 

Alvará a Estêvão .Mendes da Silveira, natural de Vila Viçosa, filho de Diogo da 
Silveira Caldeira, do foro de fidalgo-cavaleiro com icrõoo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
no Alentejo, como capitão de cavalaria da ordenança e auxiliares, capi- 
tão de cavalaria arcabuzeiros, pago. e mestre de campo, achando-se no 
Degebre, Ameixial, Évora, etc. e pelos de seu pai no posto de capitão 
de infantaria. — De 3o de Setembro de 1177- 186 v 

Alvará a Bartolomeu de Azevedo Coutinho, fidalgo, cavaleiro da Ordem de 
Cristo, rilho de Jorge de Azevedo de Mesquita, acrescentando-lhe 400 
réis mais em sua moradia, para ao todo receber 2-rooo réis de moradia 
por mês com o foro de ridalgo-cavaleiro e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou como mestre de campo, servindo ua Beira. — ■ 
De 3o de Setembro de 1677. 188 

Alvará a Domingos de Matos, natural da Vila de Cascais, filho de Cipriano da 
Guarda, do foro de fidalgo-cavaleiro com 1-600 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como 
soldado, cabo, alferes, sargento, ajudante, capitão, sargento-mor, tenente 
de mestre de campo, general mestre de campo e governador, achando-se 
no assalto da vila de Valverde, no recontro de Elvas, na batalha de Mon- 
tijo, etc- — De 3o de Setembro de 1677. 189 

Alva.rá ao Dr. Gaspar de Abreu de Freitas, natural de Eisboa, filho de Luís de 
Abreu de Freitas, do foro de ridalgo-cavaleiro com 2í&ooo réis de mo- 
radia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou em vários cargos de letras, e por servir de conselheiro do Conselho 
da Fazenda Rial. — De 3o de Setembro de 1677. 191 

Alvará a Francisco Gil de Araújo, capitão e governador da Capitania do Espi- 
rito Santo, no Estado do Brasil, natural da cidade da Baia, rilho de Pe- 
dro Garcia, do foro de ridalgo-cavaleiro com 1 ctooo reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Bra- 
sil, de soldado, alferes, mestre de campo, capitão de infantaria e de mar 
e guerra, capitão de cavalaria e coronel dum terço de infantaria. — De 
17 de Março de 1678. 191 v 

Alvará a Manuel de Saldanha Tavares, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Lisboa, filho de Gaspar de Saldanha, do foro de fidalgo-cavaleiro 
com i.rboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou nas ocupações de moço das chaves d. 1 guarda- 
-roupa do Paço e escrivão da Fazenda do Estado, de Bragança. — De 1 7 
de Março de 1678. 194'' 

Alvará a Jacinto Teixeira de Magalhães, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral de Vila Rial, filho de Luís Teixeira de Magalhães, do foro de fklalgo- 
-cavaleiro com i.rrõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou nas províncias de Trás-os-Montes e 
Entre-Douro e Minho, servindo vários postos no exercito, e pelos de 
seu primo Fernão de Magalhães, feitos em Trás-os-Montes. — De 1 8 de 
Março de 1678. ig5 



\1 \ I RIC1 l \ DOS MOF VDOR] S l>\ CASA RIAL 



27 



Alvará 



a António Rodrigues de Almeida, moço da câmara do guarda-roupa, na- 
tural de Vila Viçosa, filho de Teodósio de Almeida Cabral, acrescentai! lo- 
-lhe o foro ao de fidalgo-cavaleiro com mtôoo réis de moradia por mès 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como tenente 
duma das companhias da guarda do Paço.— De 8 de Julho de 1678. 



Fúlhai 



[96 V 



Alvará ao Ur. Salvador Taborda Portugal, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral da vila de Penamacor, filho do Dr. Domingos Antunes Portugal, do 
foro de fidalgo-cavaleiro com 2-000 reis de moradia por mêse 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou nos cargos de Desemb 
gador da Relação do Porto, Casa da Suplicação e dos Agravos e Pro- 
curador de Corte da Vila de Penamacor, etc. — de 9 de Julho de 1678. 



'97 



Alvará a Manuel Raposo de Andrade, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Lisboa, filho de António Raposo do Prado, capelão dá (-apela Rial, 
do foro de fidalgo cavaleiro com 1^600 réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como moço da câ- 
mara do guarda-roupa do Paço. — De 27 de Dezembro de 1678. 



".'7 



Alvará a Manuel Nunes Leitão, natural de Pernambuco, filho de Manuel Nunes 
Leitão, que foi fidalgo, e neto de Manuel Nunes, do foro de fidalgo-es- 
cudeiro com 853 reis e 2 ceitis de moradia por mês, que é o foro que 
pertence de seu pai, c acrescentando-lhe este foro a fidalgo-cavaleiro 
com 3oo réis mais em sua vida, para ao todo ter in:3 reis e 2 ceitis 
de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na província de Entre-Douro e Minho, ocupando vários cargos 
militares. — De 26 de Dezembro de 1678. 



iq8 



Alvará a Bernardo de Paria de Fresnada, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral da Vila de Pemferrade, Reino de Lião, filho de Francisco de Fres- 
nada, do foro de fidalgo-cavaleiro com [$600 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como solda- 
do, alferes, tenente, capitão de cavalaria e comissário geral, embarcan- 
do se para o Brasil e servindo no Reino na província do Alentejo. — De 
17 de Março de (679. 



199 



Alvará ao Dr. Joã 



>aw Lampreia de Vargas, cavaleiro da Ordem de Cristo, do 
Conselho de Estado e Desembargador do Paço, natural de Serpa, filho 
de Manuel Lampreia de Vargas, do foro de fidalgo-cavaleiro com 2íff>ooo 
réis de moradia pos mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou nos lugares de letras. — De 17 de Março de 1679. 



202 



Alvará a António Guedes de Brito, natural da cidade da Baia. filho de António 
de Brito Correia, do foro de fidalgo-cavaleiro com [$600 réis de mora- 
dia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
no Brasil, de soldado, capitão da ordenança, sargento-mor e mestre de 
campo. — De 16 de Março de 1679. 



202 



Alvará a Marcai Nunes da Costa, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de Marcai Nunes da Costa, do fôro de fidalgo cavaleiro com 
1C600 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia, com a 
condição de servir 4 anos numa das fronteiras do Reino; por ter servido 
| anos na capitania do Gran-Pará. — De [0 de Janeiro de 1 080. 



20? r 



Alvará a Simão de Almeida de Brito, cavaleiro fidalgo, residente na índia, filho 
de Gregório de Almeida, acrescentando lhe o fôro ao de fidalgo-cavaleiro 
Com i.-tíoo reis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou na índia.- De 29 de Marco de 1680, 



28 



LIVRO III 



Alvará a Francisco de Avilez Ramires, cavaleiro da Ordem de Cristo, residente 
na índia, natural de Chaves, filho de Simão Dias Pereira, do fôro de fi- 
dalgo-cavaleiro com i-róoo réis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na índia nas armadas de alto 
bordo e remo, servindo nas fortalezas e fronteiras com os postos de sol- 
dado, alferes e capitão de infantaria. — De 29 de .Março de 1G80. 



Folhas 



>o8 



Alvará a Pedro Taveira Henriques, residente na índia, natural da Vila de Óbi- 
dos, filho de Bernardo Girão, do fôro de fidalgo-cavaleiro com i~6oo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, o qual fôro lhe 
nomeou o Conde de Lavradio, Vice-Rei da índia; pelos serviços que 
prestou naquele Estado. — De 29 de Março de ic<38o. 



209 



Alvará a Manuel da Cunha de Melo, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, natu- 
ral de Lisboa, filho de António da Cunha, acrescentando-lhe o fôro ao 
de fidalgo-cavaleiro com 3oo réis mais em sua moradia, para ao todo 
ter ií"6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na índia. — De 3o de Março de 1680. 



210 



Alvará a Francisco Amado Varela de Macedo, natural de Coimbra, filho de An- 
tónio Amado Varela, do fôro de fidalgo-cavaleiro com icróoo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou no socorro que a Universidade de Coimbra mandou á vila de Buar- 
cos e noutros, e por lhe pertencerem os serviços de seu pai (preso na 
batalha de Alcácer), de António Marques (preso na mesma batalha), de 
Duarte Boto, que serviu na armada, de António Gonçalves Leitão, seu 
cunhado, que serviu na índia, e de D. Miguel Pereira, tio de sua mu- 
lher, que serviu no mesmo Estado. — De 29 de Março de 1680. 



21 1 



Alvará a Francisco Lopes Tavares, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, fi- 
lho mais velho de Baltasar Lopes Tavares, que foi cavaleiro-fidalgo e 
da Ordem de Cristo, acrescentando-lhe o fôro ao de fidalgo-cava-leiro 
com irõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai prestou em Tânger e nas fronteiras do Reino, 
nos postos de soldado, tenente, capitão, tenente de mestre de campo e 
mestre de campo. — De 18 de Novembro de 1680. 



2 r» v 



Alvará a Lourenço Pereira Tavares, cavaleiro-fidalgo, da Ordem de Cristo, se- 
gundo filho de Baltasar Lopes Tavares, também cavaleiro-fidalgo e da 
Ordem de Cristo, acrescentando-lhe o fôro ao de fidalgo-cavaleiro com 
200 réis mais em sua moradia, para ao todo ter ic?6oo réis por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai. — De 18 de No- 
vembro de 1680. 



2 1 3 ;' 



Alvará a Pantalião Pais de Sousa e Lacerda, natural da cidade de Portalegre, 
filho de Henrique Correia de Lacerda e genro de António Velez de Cas- 
telo Branco, do fôro de fidalgo-cavaleiro com icGoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como 
Procurador das Cortes e no Alentejo no tempo das guerras, e pelos de 
seu sogro também ali feitos como capitão de aventureiros de Arron- 
ches. — De 7 de Novembro de 1G80. 



21G 



Alvará a Matias Velho da Fonseca, natural da vila de Viana, filho de Martim 
Velho da Fonseca e cunhado de Francisco Barbosa Machado, do fôro 
de fidalgo-cavaleiro com irboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou no Minho e pelos que seu 
cunhado e seu pai prestaram, e ainda também pelos que prestaram Gil 
Vasques da Cunha e Leonardo Borges de Azevedo. — De 8 de Novem- 
bro de 1680. 



217 



MATRICII.A DOS MORADORKS DA CASA kl AI. 



2 9 



Alvará a Alvar.) Pimenta de Avelar, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da 
vila de Abrantes, filho de Gonçalo Pimenta de Avelar e irmão do licen- 
ciado Pedro de Avelar, do foro de fidalgo-cavaleiro com i®6oo réis de 
moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou no Alentejo achando-se na batalha de Montijo, e em Elvas, 
Setúbal, Telcna, etc, e pelos que prestou em vários serviços públicos 
de que foi encarregado. — De 7 de Novembro de 1680. 220 

Alvará a Matias Correia, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Vila Nova 
de Portimão, filho de Manuel Correia e cunhado de Francisco da I 
cha, do foro de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Reino do 
Algarve e no Alentejo, em praça de alferes e capitão de infantaria, e 
pelos de seu pai, seu cunhado e seu sogro Belchior Fernandes Cane- 
las. — De 8 de Novembro de 1680. 221 v 

Alvará a João Vieira Mendes, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Oli- 
vença, filho de Lopo Vieira Mendes, do foro de fidalgo-cavaleiro com 
i-(ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou no Alentejo e na Beira, em praça de soldado, fur- 
riel, alferes, tenente e mestre de campo. — De 8 de Novembro de 1680. 2242' 

Alvará a João de Mesquita, natural de Palaios, termo de Alenquer, filho de 
Francisco de Mesquita, que foi fidalgo, e neto de Manuel de Mesquita 
Perestrelo, também fidalgo, do foro de fidalgo-escudeiro com la&o^õréis 
e 4 ceitis por més, e logo acrescentado a fidalgo-cavaleiro com 266 réis 
e 4 ceitis, para ao todo receber i$333 réis e 2 ceitis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou nas ar- 
madas da costa, indo ao Brasil e a França. — De 8 de Janeiro de 1681. 226 

Alvará a Diogo de Brito de Lacerda, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Évora, rilho de Bartolomeu de Brito, do foro de fidalgo-cavaleiro com 
1.-600 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou a El-Rei. — De 26 de Fevereiro de 1 (58 1 . 227 

Alvará a Carlos Malheiro Pereira, natural da vila de Monsão, filho de Duarte 
Cláudio Huet, que foi fidalgo, e neto de Vicente Huet, do foro de fi- 
dalgo-cavaleiro com 2*000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; por, serviços na praça do Minho, como soldado e alferes, 
e por ir servir na índia. — De 10 de Fevereiro de 1681. 227 

Alvará a António Machado Barbosa, natural da vila de Viana, filho de João Ma- 
chado Soares e irmão de José Pereira da Silva e de Fernão Machado 
Soares, do foro de fidalgo-cavaleiro com i#>6oo réis de moradia por més 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Minho em 
praça de soldado, capitão de infantaria, ajudante, tenente e mestre de 
campo de auxiliares da vila de Barcelos, e pelos de seu pai e seus ir- 
mãos. — De 3 de (sic) de [681. 227 r 

Alvará a Amaro Nogueira de Andrade, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
do lugar do Fundão, filho de Paulo Nogueira de Andrade, do foro de 
fidalgo-cavaleiro com [#600 réis de moradia por més e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na armada que correu a Costa 
no ano de 1^072, e pelos que seu pai prestou nas armadas e nas fron- 
teiras do Reino. — De 3 de Maio de [681. 228 v 

Alvará a Pedro Sanches Farinha, fidalgo, de |- 286 reis de moradia por mês de 
conselheiro, entrando os i-r6oo réis de fidalgo-cavaleiro. — De i5 de 
Março de 1676. 220 p 



3o LIVRO III 



Fúlhas 



Alvará ao Dr. João de Roxas de Azevedo, fidalgo, do Conselho de Estado, De- 
sembargador do Paço e secretario da assinatura, de j.$286 réis de mo- 
radia por mês de conselheiro, entrando 2-000 réis de fidalgo-cava- 
leiro. — De 29 de Outubro de 1677. 229 v 

Alvará a João Lopes Tavira, natural de Tavira, filho de João Lopes, do foro de 
escudeiro-fidalgo com 45o réis de moradia por mês e ;; , de cevada por 
dia; por serviços em Mazagão. — De 17 de Maio de 1668. 23o 

Alvará a Luís de Frias da Frota, natural da vila de Setúbal, filho de Estêvão 
de Frias da Frota, do foro de escudeiro-fidalgo com 700 réis de mora- 
dia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais 
em sua moradia, para receber ao todo i.~r 000 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; por lhe pertencer por seu pai. — De 24 
de Novembro de 1666. 23o 

Alvará a Mateus de Azevedo Pereira, filho de Cristóvão da Silva Machado, ca- 
valeiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, do foro de escudeiro-fidalgo com 
1-200 réis de moradia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo 
com 3oo réis mais em sua moradia por mês, para ao todo receber reis 
i--5oo e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger com armas e cavalo acobertado. — De 29 de Março de 
1667. 23o v 

Alvará a António de Morais da Silva, filho de Cristóvão da Silva Machado e ir- 
mão de Mateus de Azevedo, do foro de escudeiro-fidalgo com 1 #200 
réis de moradia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 
3oo réis mais, para ao todo receber icboo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger com armas e cavalo acobertado. O outro seu irmão tem idêntico 
toro. — De 3o de Março de 1667. 23 1 v 

Alvará a João da Silva Machado, filho de Cristóvão da Silva Machado e irmão 
de Mateus de Azevedo Pereira e de António de Morais da Silva, do 
foro de escudeiro-fidalgo, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 
i--?oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou em Tânger com armas e cavalo acobertado. 
Cada um dos seus irmãos tem idêntico foro. — De 3o de Março de 
1667. 23i ;' 

Alvará a Luís Coelho, moço da câmara do Paço, natural de Sacavém, filho de 
Domingos Coelho, que também foi moço da câmara, acrescentando-lhe 
o foro a escudeiro-fidalgo com 1.-I20 réis de moradia por mês, e logo 
acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 280 réis mais em sua moradia, para 
ao todo ter 1^400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 27 de Abril de 1667. 232 

Alvará a Luís Borges da Silva, natural de Santarém, filho de Manuel Colaço 
Borges, do foro de escudeiro-fidalgo, e logo acrescentado a cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou como alferes duma das companhias da 
ordenança de Santarém. — De 6 de Novembro de 1666. 232 

Alvará a Manuel Jorge, natural de Lisboa, filho de Simão Jorge, do foro de es- 
cudeiro-fidalgo com 4?o reis de moradia por mês, e logo acrescentado a 
cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais em sua moradia, para ter 7?o réis 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços que prestou como 
capitão e alferes duma das companhias da ordenança. — De 29 de Abril 
de 1667. 232 / 



MATRICU.A DOS MORADORES DA CASA RIAL 



01 



Alvará a Pedro Carvalho de Arroche, natural de Lisboa, filho de Jerónimo Car- 
valho, que foi cavaleiro da Ordem de S. Tiago, do fôro de escudeiro n 
dalgo, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com -jbo réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 4 de Abril de 16 



Folhas 



233 



Alvará a Gaspar da Costa Zuzarte, natural da vila de Mondim, comarca de La- 
mego, filho de Gaspar Zuzarte. do foro de escudeiro-tidalgo com 430 
réis de moradia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 
3oo réis mais em sua moradia, para ao todo ter 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Alen- 
tejo, ajudando a saquear e queimar a vila de Codiceira, e na tomada do 
forte de Telena. - De 12 de .Maio de [667. 



233 



Alvará a Manuel Teixeira de Carvalho, natural da vila de Pombal, rilho de An- 
tónio Carvalho Feio, do foro de escudeiro-tidalgo com 700 réis de mo- 
radia por més, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais 
em sua moradia, para ao todo ter i-rooo reis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; por ter embarcado para o Rio de Janeiro 
por alferes duma companhia de infantaria, sendo depois promovido a ca- 
pitão. — De 28 de Março de 1667. 



233 ;• 



Alvará a José Rolão Coelho, natural de Lisboa, filho de Inácio Rolão, cavaleiro- 
-lidalgo e da Ordem de Cristo, do foro de escudeiro-tidalgo com 1.5040 
réis de moradia por més, e logo acrescentado a cavaleiro fidalgo com 260 
réis mais em sua moradia, para ter ao todo ic3oo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia. — De g de Junho de 1007. 



2 3q 



Alvará a Pedro Rolão Couceiro, irmão de José Rolão Coelho, do foro de escu- 
deiro-tidalgo com [$040 réis de moradia por mês, e logo acrescentado 
a cavaleiro-fidalgo com 260 réis mais em sua moradia por mês, para ao 
todo ter ic3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 9 de Junho de 1667. 



204 v 



Alvará a Bartolomeu Soeiro, natural de Lisboa, filho de João Soeiro, cavaleiro- 
-fidalgo e da Ordem de Cristo, do fôro de escudeiro-fidalgo com 800 
réis de moradia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 
3oo réis mais em sua moradia, para ao todo ter 1.5-100 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de Julho de 1667. 



23q v 



Alvará a António Soeiro, irmão de Bartolomeu Soeiro, do fôro de escudeiro- 
-fidalgo com 800 reis de moradia por més, e logo acrescentado a cava- 
leiro-fidalgo com 3oo réis em sua moradia por més, para ao todo ter réis 
1-100 de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — -De 6 de 
Julho de 1667. 



2.5 D 



Alvará a Gaspar da C" sU1 i filho de Pedro da Costa, cavaleiro-fidalgo, do fôro 

de escudeiro-tidalgo com q?o réis de moradia por mês, e logo acrescen- 
tado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter 75o réis de 
moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou em Tânger. — De 8 de Agosto de [667. 



233 r 



Alvará a Sebastião de Faria Palermo, filho de Jerónimo Borges da Costa, ca- 
valeirotidalgo e da Ordem de Cristo, do foro de escudeiro-tidalgo com 
800 réis de moradia por més, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo 
com 3oo réis mais, para ao todo ter i~ioo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger. -De 4 de Agosto de 1667. 



•235 v 



3 2 LIVRO III 



Folhas 



Alvará a António Rodrigues de Figueiredo, filho de Francisco de Oliveira de 
Figueiredo, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, do foro de escu- 
deiro-fidalgo com 600 réis de moradia por mês, e logo acrescentado a 
cavaleiro-fidalgo com áoo réis mais, para ao todo ter 900 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
em Tânger. — De 4 de Agosto de 1667. 236 

Alvará a Afonso Correia, filho de António Correia, cavaleiro-fidalgo e da Or- 
dem de Cristo, do foro de escudeiro-tídalgo com 5oo réis de moradia 
por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais em 
sua moradia, para ter 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; por serviços em Tânger. — De 4 de Agosto de 16Õ7. 236 v 

Alvará a João Ramos, filho de Crispim de Figueiredo, cavaleiro-fidalgo e da Or- 
dem de Cristo, do foro de escudeiro-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para 
ao todo ter i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 4 de Agosto 
de 1667. . 237 

Alvará a António Vilela, filho de Brás de Vilela, cavaleiro-fidalgo e da Ordem 
de Cristo, do foro de escudeiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês, 
e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo 
ter icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 3 (sic) de 1667. 237 v 

Alvará a Francisco Baptista, filho de Domingos Gomes, cavaleiro-fidalgo e da 
Ordem de Cristo, do foro de escudeiro fidalgo com 4S0 réis de moradia 
por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para 
ao todo ter 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou em Tânger seu pai. — De 4 de Agosto de 
1667. 237 v 

Alvará a António Vaz Rosa, filho de Domingos Vaz Rosa, cavaleiro-fidalgo, do 
foro de escudeiro-fidalgo com 45o réis de moradia por mês, e logo acres- 
centado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai prestou em Tânger e nalgumas armadas. — De 1 1 de Agosto de 
1667. 238 

Alvará a Francisco Osório da Fonseca, natural de Sampaio, termo da Vila de 
Gouveia, filho de António da Fonseca Osório, que foi cavaleiro-fidalgo, 
do foro de escudeiro-fidalgo com 430 réis de moradia por mês, e logo 
acrescentado a cavaleiro fidalgo com 3oo réis mais, para ter ao todo —o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia — De 7 de Ju- 
nho de 1667. 238 v 

Alvará a Manuel da Costa, natural de Palmela, filho de Manuel Cabral, do foro 
de escudeiro-fidalgo com 4?o réis de moradia por mês, e logo acrescen- 
tado a cavaleiro-fidalgo com mais Soo réis, para ao todo ter 7Õ0 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços que pres- 
tou em Tânger nos postos de soldado, alferes, ajudante e capitão. — De 
27 de Setembro de 1667. 238 v 

Alvará a António Pereira da Costa, filho de Manuel Gomes Pereira, cavaleiro- 
-fidalgo e da Ordem de S. Bento de Aviz, natural de Lisboa, do foro de 
escudeiro-fidalgo com 1-040 réis de moradia por mês, e logo acrescen- 
centado a cavaleiro-fidalgo com 260 réis mais, para ao todo ter i~3oo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada p> >r dia; pelos serviços 
que prestou como capitão do forte da Pederneira. — De 24 de Novem- 
bro de 1667. 239 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 33 

Fóllus 

Alvará a José da Costa, cavaleiro, natural do lugar do Seixal, filho de Manuel 
da Costa, acrescentando-lhe o foro ao de cavaleiro om 5o réis 

mais era sua moradia, para ter ao todo 760 réis de moradia por mès c 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como porteiro 
da casa do assentamento da Fazenda Riaí. — De 26 de Agosto de [667. 

Alvará a Manuel da Silva, natural de Lisboa, ti lho de Francisco Lourenço, do 
foro de escudeiro-fidalgo com 450 réis de moradia por mês, e logo acres 
centado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais em sua moradia, para ao 
todo ter 7S0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou como escrivão dos Contos do Reino e Casa. — 
De 9 de Novembro de [667. 23o, v 

Alvará a Manuel Soares, natural da vila de Setúbal, filho de Manuel Comes, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com y5o réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 21 de Novembro de 1667. 240 

Alvará a António da Silva, natural da cidade de Coimbra, li lho de Domingos 
Conçalves, do foro de escudeiro-fidalgo com q3o réis de moradia, e logo 
acrescentado a cavaleiro-tídalgo com mais 3oo réis, para ao todo ter 7D0 
réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou em Tanger, no Alentejo e nas armadas da Companhia Ce- 
rai do Comércio do Brasil como alferes, e na Haia onde foi nomeado 
capitão. — De 8 de Setembro de [675, 240 

Alvará a António da Silva, natural da cidade de Coimbra, filho de Domingos 
Gonçalves, acrescentando-lhe 2?o réis mais em sua moradia, para ao 
todo ter i.rooo réis de moradia por mès com o foro de cavaleiro-fidalgo 
e 1 alqueire de cevada por dia; por ter embarcado como capitão de mar 
e guerra na armada da costa. — De 8 de Setembro de 167?. 240 v 

Alvará a João Rodrigues Carreira, natural de Lisboa, filho de Manuel Carreira, 
do foro de escudeiro-fidalgo com 460 réis de moradia por mês, e logo 
acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais. para ao todo ter ~bo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como escrivão dos Feitos da Coroa. — De 16 de Fevereiro 
de 1606. 241 

Alvará a Manuel Tavares, filho de Sebastião Lopes Tavares, cavaleiro-fidalgo, 
do foro de escudeiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mès, e logo 
acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter reis 
irooo de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servi- 
ços que seu pai prestou em Tânger. — De 8 de Fevereiro de 1668. 241 v 

Alvará a Diogo Correia, filho de Francisco Correia, cavaleiro fidalgo, do foro 
de escudeiro-fidalgo com 600 réis de moradia por mès, e logo acrescen- 
tado a cavaleiro fidalgo com Soo réis mais, para ao todo ter 900 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu 
pai em Tânger. —De 8 de Fevereiro de [668. 241 v 

Alvará a António Machado, filho de Lopo Vaz Machado, cavaleiro-fidalgo, do 
foro de escudeiro-fidalgo com 65o réis de moradia por mès, e logo acres 
centado a cavaleiro-fidalgo com Soo réis mais, para ao todo ter u?o reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai prestou em Tânger. — De 6 de Fevereiro de [668. 242 

Alvará a Manuel Fernandes Machado, filho de Lopo Vaz Machado, cavaleiro- 
-fidalgo, do foro de escudeiro-fidalgo com 65o réis de moradia por mès, 
e logo acrescentado a cavaleiro fidalgo com Soo reis mais, para ter ao 
todo 95o réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 6 de Fevereiro de 1668. 242 v 



34 LIVRO III 



Fòltiíis 

Alvará a Jerónimo Rodrigues de Espínola, moço da camará, natural de Lisboa, 
filho de João de Barros de Almeida, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 

foro a escudeiro-fidalgo com qoo réis de moradia pur mês, e logo 
acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter iraoo 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como alferes de mestre de campo de auxiliares de Cascais, 
achando-se na restauração de Évora. — De 28 de Maio de 1668. 242 v 

Alvará a António Fernandes Regalados, natural de Mazagáo, filho de Domin- 
gos Fernandes Regalados, do foro de escudeiro-fidalgo com 700 réis de 
moradia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis 
mais, para ao todo ter icrooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou de soldado mosqueteiro na 
praça de Mazagáo. — De 12 de Outubro de 16G8. 243 

Alvará a Francisco da Costa Azere, natural de Lisboa, filho de Gaspar de Fa- 
ria Azere, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; por o Conde de Figueiró, D. José Luís 
de Alencastre, o ter pedido. — De 12 de Novembro de 1668. 2q3 ;• 

Alvará a Luís Mendes de Vasconcelos, natural de Lisboa, filho de Manuel Pe- 
reira de Castro, do foro de escudeiro-fidalgo com 4^0 réis de moradia 
por mês, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com ! J oo réis mais, para 
que ao todo tenha 750 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou como soldado e alferes, fazendo 
parte da guarnição e entrando na batalha de Montes Claros. — De 12 de 
Dezembro de 1668. 243;' 

Alvará a Manuel Correia de Lacerda, morador na Ilha de S. Tiago de Cabo 
Verde, filho de Custódio Correia, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como capitão de infantaria na dita ilha. — De 10 de Dezem- 
bro de 1G68. 244 

Alvará a António Fernandes, filho de Domingos Fernandes, cavaleiro-fidalgo, 
do foro de escudeiro-fidalgo com 4D0 réis de moradia por mês, e logo 
acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou na cidade de Tânger. — -De 14 de Maio de 1668. 244 v 

Alvará a Domingos Fernandes, irmão de António Fernandes, do foro de escu- 
deiro e cavaleiro-fidalgo cum 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai Domingos Fernandes pres- 
tou em Tanger. — De 14 de Maio de 1668. 246 

Alvará a Lourenço Fernandes, irmão de Domingos Fernandes e de António 
Fernandes, todos filhos de Domingos Fernandes, do foro de escudeiro e 
cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tanger. — De 14 de 
Maio de lôõ*. 24? 

Alvará a Manuel Fernandes, filho de Domingos Fernandes, cavaleiro-fidalgo, do 
foro de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7?o ruis de moradia por mês e 

1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 

Tânger. — De 14 de Maio de 1668. 245 V 

Alvará a Francisco Pinto Pestana, natural da vila de Freixo de Espada-à-Cinta, 
filho de António Pinto Pestana, do foro de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com -?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
por serviços na praça de Mazagáo. — De 1 de Abril de [669. 24? v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 35 

Alvará a Francisco de Lis, natural de Lisboa, li lho de Manuel de Lis, do foro 
de escudeiro fidalgo com 1^040 réis de moradia por mês, e logo acres- 
centado a cavaleiro-fidalgo com 2G0 reis, para ao todo ter i-;i»i réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Junho de 
1669. 2 |ó 

Alvará a António da Fonseca Lameiro, naturrl do Cou marca de Viana, 

filho de Francisco Carneiro, cavaleiro-fidalgo que foi, do fôro de es 
deiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês, e logo acrescentado a 
cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter ií&ooo réis de mo- 
radia por niés e 1 alqueire de cevada por dia. —De 12 de Junho de 

1669. 24G 

Alvará a João Ribeiro, cavaleiro, filho de António de Freitas, acrescentando-lhe 

foro a cavaleiro-fidalgo com 25o réis mais além dos 700 que tem, para 
ao todo receber q5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por lhe pertencerem os serviços do sargento mòr Duarte de .Meu 
donça, que era casado com D. Joana de Mendonça, sua sobrinha, e pe- 
los que prestou em Tânger. — De 27 de Agosto de 1G67. 241"! ;• 

Alvará a Francisco de Barros de Araújo, cavaleiro do hábito de S. Tiago, na- 
tural da vila de Arcos de Valdevez, filho de Cristóvão da Fonseca de 
Araújo, do fôro de escudeiro fidalgo com 45o réis de moradia por mês 
e 3 /, de cevada por dia, e acrescentando-lhe este toro ao de cavaleiro- 
-fidalgo com 3oo réis mais em sua moradia, para ao todo ter 7^0 réis e 

1 alqueire de cevada por dia; por serviços que prestou na província de 
EntreDouro e Minho em praça de soldado. — De 2 de Setembro de 

1670. 2.4.7 

Alvará a Ambrósio Freire de Padilha, natural da cidade de Évora, filho de Ma- 
nuel Mendes Freire, cavaleiro-fidalgo, do foro de escudeiro-fidalgo com 
700 réis de moradia por mês, e logo acrescentado a cavaleiro fidalgo com 
3oo réis mais, para ao todo ter 1-000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 18 de Setembro de 1669. 247 /■ 

Alvará a Lázaro Pires de Almeida, natural de Mazagao, filho de Diogo Finto 
de Almeida, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, do fôro de escu- 
deiro-fidalgo çom 900 réis de moradia por mês, e logo acrescentado a 
cavaleiro-fidalgo com 3oo réis mais, para ao todo ter 1-200 reis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; é o foro que lhe pertence 
de seu pai. — De 20 de Março de t665. 247 v 

Alvará a Lázaro Pires de Almeida, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, 
acrescentando-lhe i?o réis mais em sua moradia, para ao todo ter [$350 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. ■- De 2? de Ju- 
lho de 1676. 248 

Alvará a Lazaro Pires de Almeida, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe mais i5o 
réis em sua moradia, para ter i-roo reis por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 16 de Agosto de 1678. 2 |.8 

Alvará a Matias Soares, moço da câmara, filho de Simão Machado, cavaleiro- 
•fidalgo, acrescentando-lhe o fôro a escudeiro-fidalgo com 800 réis de 
moradia por mes, e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo reis 
mais, para ao todo ter 1-100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; é o foro que lhe pertence de seu pai. — De iS de Ou- 
tubro de [669. 2 |& 

Alvará a Manuel de Aguiar, natural de Aldeia Galega d.i Merceana, filho de 

João Perdigão da Gama, do fôro de escu.leiro-tidalgo com 400 réis de 
moradia por mes. e logo acrescentado a cavaleiro-fidalgo com 3oo réis 
mais, para ter 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia.- De IO de Novembro de [669. Jp V 



36 LIVRO 111 



Folhas 

Alvará a Manuel Nogueira de Carvalho, natural de Coruche, filho de Tomas 
Nogueira de Carvalho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-tídalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia pelos serviços que prestou na capitania de Pernambuco nos pos- 
tos de soldado e alferes. — De 26 de Setembro de 1667. 248 V 

Alvará a Manuel Freire de Ovedo, morador na praça de Mazagão, ti lho de Ma- 
nuel Freire de Ovedo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 770 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; por serviços 
que prestou na mesma praça. — De 26 de Dezembro de 1068. 249 

Alvará a João Coelho Pereira, natural do lugar do Beco, termo da vila de To- 
mar, filho de Pedro Rodrigues Coelho, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; por ter embarcado para o Brasil, onde serviu como soldado e 
sargento, e também por servir em Setúbal e nas províncias do Alentejo 
e Algarve, achando se na campanha de Arronches. — De 2 de Outubro 
de 1069. 249 v 

Alvará a Simão Rebelo da Fonseca, natural da cidade de Tânger, filho de Ma- 
nuel Rebelo, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, do foro de escu- 
deiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês, e logo acrescentado a 
cavaleiro-fidalgo com mais 3oo réis, para ao todo ter 17000 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços em Tân- 
ger. — De 20 de Fevereiro de 1G69. 25o 

Alvará a Lopo Soares de Albergaria, filho de António Marreiros Soares, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1.7000 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai prestou em Tânger. — De 3 de Outubro de 1669. 25o 

Alvará a António Correia Lopes, filho de Gonçalves Correia, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 17000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger. — De 2 de Outubro de 1669. 25o v 

Alvará a António Velez, filho de António Velez, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 17000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na cidade 
de Tânger. — De 4 de Outubro de 1669. 25o v 

Alvará a António Correia, filho de Tomé Gonçalves Tavares, cavaleiro-fidalgo 
e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
i.-ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 3 de Outubro de 1669. 25 1 

Alvará a Diogo Lobo de Sampaio, filho de Jerónimo Borges da Costa, cavaleiro- 
-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 1.7100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 3 de Outubro de 
[669. 2b 1 v 

Alvará a Francisco de Faria Palermo, irmão de Diogo Lobo de Sampaio, filhos 
de Jerónimo Borges da Custa, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 17100 réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai prestou cm Tânger. — De 3 de Outubro de 
1669. 252 

Alvará a António Rebelo, filho de Manuel Rebelo Machado, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 17000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger. — De 2 de Outubro de 1669. 252 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 3 7 

Folhas 

Alvará a Pedro Alvares, filho de Pedro Fernandes de Figueiredo, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i~o5o réis de mo- 
radia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
prestou em Tânger. — De 2 de Outubro de li 09. 252 v 

Alvará a Pedro Dias Quartins, natural de Tânger, filho de António Dias Quar- 
tins, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por 
serviços que prestou em Tânger como soldado. — De 3 de Outubro de 
1669. 252 v 

Alvará a Manuel Coelho, natural de Lisboa, filho de Luis Coelho, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com [Jdooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de Dezembro de 
1669. 2 53 

Alvará a João Belo de Faria, natural da vila de Setúbal, filho de Pedro Belo de 
Proença, dos foros de escudeiro e cavaleiro-lidalgo com 750 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou em Mazagão. — De 3i de Março de 1670. 253 

Alvará a Manuel de Araújo de Eça, moço da câmara e cavaleiro da Ordem de 
Cristo, natural de Lisboa, filho de Anti min Esplandião, que foi cavaleiro- 
fidalgo, acrescentando- lhe os foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
i$ioo réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou como contador e provedor dos Contos do Reino. — 
De 8 de Abril de 1670. 253 v 

Alvará a Manuel de Araújo de Eça, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe Soo réis 
mais em sua moradia, para ao todo receber irqoo réis e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou como contador c procurador 
dos Contos do Reino. — De i5 de Março de 1674. 253 v 

Alvará a António da Silva Lourenço, tílho de António da Silva, cavaleiro fidal- 
go, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com [$200 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços que seu pai 
prestou na cidade de Tânger. — De 20 de Abril de 1668. 25q 

Alvará a Manuel Rebelo Peixoto, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural de 
Ota, termo de Alenquer, filho de Manuel Vàz Rebelo, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-lidalgo com 750 réis de moradia por mês c 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 14 de Junho de 1670. 2^4 r 

Alvará a Manuel Rodrigues, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, 
filho de Manuel Rodrigues, dos foros de escudeiro e cavaleiro-lidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 jdqueire de cevada por dia ; por 
serviços que prestou em Mazagão com armas e cavalos, e por lhe per- 
tencerem os que seu tio Matias Cardoso prestou na mesma praça. — De 
8 de Outubro de 1669. 2? \ v 

Alvará a Pedro da Cunha da Costa, filho de António Botelho Hiscado, cava- 
leiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
fidalgo com i--5oo réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou na praça de Ma/agão. — De i5 
de Junho de 1IÍ70. 255 

Alvará a João Cordeiro, cavaleiro, natural do Louriçal, termo de Montemor-o- 
-Velho, acrescentando-lhe o foro a cavaleiro-fidalgo com 5o réis mais, 
para ao todo ter 75o réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou nas campanhas do Alentejo. — De 
14 de Junho de 1070. 255 ;■ 



38 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Diogo Fernandes Couto, natural da cidade de Tânger, rilho de Manuel 
Vaz Soares, que foi cavaleiro da Ordem de Cristo, dos toros de escu- 
deiro e cavaleiro-fidalgo com goo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De 19 
de Junho de íiiyo. 256 

Alvará a Francisco Ximenes de Figueiredo, natural da cidade de Tânger, rilho 
de Manuel Vaz Soares, que foi cavaleiro da Ordem de Cristo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-tidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia: pelos serviços que prestou na dita cidade. — 
De 3o de Janeiro de \6< s . 206 

Alvará a Fernando Ramos, natural da cidade de Tânger, rilho de Domingos Lo- 
pes Ramos, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-tidalgo 
com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na dita cidade. — De 3 de Outubro de [669. 2?<>z' 

Alvará a Bento Alberto de Freitas, natural de Lisboa, filho de Mateus Caldeira 
de Abreu, dos toros de escudeiro e cavaleiro-tidalgo com ~?o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 de Julho de 
1670. 257 

Alvará a João da Silva de Mendonça, natural de Lisboa, filho de Francisco da 
Silva, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro e ca\aleiro-fidalgo com 
-5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de 
Setembro de 1669. —7 

Alvará a Aleixo de Guevara, filho de Manuel de Guevara, cavaleiro-tidalgo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-tidalgo com 1-200 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De 8 de Agosto de 1670. 257 v 

Alvará a Manuel de Loureiro, filho de Cristóvão Pessanha de Loureiro, cava- 
leiro-tidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
tidalgo com g5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 12 de Julho de 
1670. 257 v 

Alvará a António Teixeira, natural de Vila Viçosa, rilho de Francisco Tavares 
da Cunha, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-tidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
26 de Janeiro de i<>7o. 2 ^" 

Alvará 3 António Vieira Leitão, natural de Lisboa, filho de Manuel Meira Lei- 
tão, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, do? foros de escudeira e ca- 
valeiro-tidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 10 de Novembro de [669. 258 1* 

Alvará a Jerónimo Teles, moço da câmara e cavaleiro da Ordem de Cristo, na- 
tural da vila de Cezimbra, rilho de Roque Teles, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 20 de Setembro de 1670. 258 v 

Alvará a Simião de Andrade de Sequeira, natural de Lisboa, moço da câmara, 
rilho de Conto Danta e Sequeira, acrescentando lhe o foro a escudeiro 
e cavaleiro-tidalgo com í-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. -De i5 de Outubro de [670. 25g 

Alvará a Jerónimo Travassos, filho de Manuel Carvalho Vieira, cavaleiro-fidal- 
go, dos foros de escudeiro e cavaleiro fidalgo com jòo reis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou na cidade de Tânger. — De 12 de Setembro de [670. 25y 



MA I RÍCULA DOS M< »R \l">l ES DA CAS \ RIAL 

Alvará a João Dias Vila Lobos, cavaleiro-fidalgo, filho de Manuel de Guevara, 
também cavaleiro-fidalgo, acrescentando lhe 45o reis mais cm sua mo- 
radia, para ao todo ter [#200 reis e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
8 de Agosto de iti-o. 25g v 

Alvará a Inácio Correia de Almeida, natural de Lisboa, filho de Luís Correia 
de Andrade, cavaleiro-fidalgo, dos íoros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com líttooo reis de moradia por mes e i alqueire de cevada por dia. — 
De 25 de Outubro de 1670. 

Alvará a Estácio Gonçalves Botelho, natural de Lisboa, filho de Luís Correia 
de Andrade, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 

com i.~ooo reis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 25 de Outubro de [670. 

Alvará a Sebastião Pereira de Frias, natural de Pernes, filho de Diogo Vieira, 
cavaleiro-fidalgo, dos íoros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Setembro 
de 1670. ji"n v 

Alvará a Gabriel Lourenço Meira, natural de Pernes, filho de Diogo Meira, ca- 
valeiro-lidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com y5o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Setem- 
bro de 1670. 260 v 

Alvará a Luís Tavares, filho de António Rodrigues Tavares, cavaleiro-fidalgo c 
da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 900 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Se- 
tembro de 1(170. 260 r 

Alvará a Manuel Garção de Carvalho, escrivão das moradias, natural de Vila 
franca de Xira, filho de Luís Garção que foi moço da câmara do Paço, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com "5o reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Janeiro de 167 1. 261 

Alvará a Mateus Figueira Barreto, moço da câmara do Paço, filho de Manuel 
Figueira, que foi cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De i<i de Janeiro de [671. 210 ;• 

Alvará a Luís Lopes Pegado, filho de Domingos Ferreira, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na 
cidade de Tânger. — De 1? de Fevereiro de 11171. 261 r 

Alvará a Fernão Pegado de Serpa, irmão de Luis Lopes Pegado, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai, Domingos Ferrei- 
ra, prestou na cidade de Tânger. De 1 5 de Fevereiro de 1671. 261 ;• 

Alvará a Diogo Correia, filho de Ambrósio Pimentel, cavaleiro-fidalgo e da Or- 
dem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i~ioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou em Tânger. — De 10 de Setembro de 1670. 262 

Alvará a Francisco de Madureira Brandão, filho de António Correia de Andra- 
de, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro fidalgo com [36100 reis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger.— De 12 
de Setembro de 1670. 262 v 



4o 



LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Diogo Soares de Albergaria, filho de Belchior Ponte Banha, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
prestou no Algarve depois do regresso de Tânger. — De 10 de Setem- 
bro de 1670. 262 v 

Alvará a João Furtado de Mendonça, natural da cidade de Tânger, filho de João 
de Mendonça Furtado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com cpo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De 8 de Fevereiro 
de 1671. 2Õ3 

Alvará a Domingos Vilela, natural da cidade de Tânger, filho de João Furtado 
de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fi- 
dalgo com 1-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De 8 de Fevereiro de 
1671. 2Õ3 v 

Alvará a António de Vivaldo, filho de João Calado, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger. — De 10 de Setembro de 1Õ70. 263 v 

Alvará a Lopo Leote Tavares, natural da cidade de Tânger, filho de António 
Tavares Leote, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com i-rooo reis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como capitão de 
infantaria no Algarve. — De 10 de Setembro de 1670. • 264 

Alvará a Baltasar Lopes Tavares, filho de Francisco Lopes Tavares, cavaleiro- 
fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 1C400 réis de moradia por mês de e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 17 de Novembro de 
1670. 264 v 

Alvará a Cregório Rebelo da Fonseca, natural de Santo António do Tojal, filho 
de Miguel Rebelo da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 5 de Setembro de 1670. 2~4*> 

Alvará a Luís Mateus, filho de Domingos Guerreiro, cavaleiro-fidalgo. dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na ci- 
dade de Tânger. — De i3 de Setembro de 1670. 2Ó5 

Alvará a Francisco Martins da Costa, filho de Duarte Martins da Costa, cava- 
leiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-ridalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou na cidade de Tânger. — De 7 de 
Setembro de 1670. 2Ô5 

Alvará a Domingos Machado, natural da cidade de Tânger, fillm de António 
Machado e neto de Manuel Machado Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com cpo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita ci- 
dade. — De 10 de Setembro de 1670. 26? v 

Alvará a Domingos Ferreira, natural de Lisboa, filho de Luís Lopes, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na cidade de Tân- 
ger. — De i3 de Setembro de 1670. 2GÕ 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



I' 



Folhas 

Alvará a Luís Machado Ferreira, natural da cidade de Tânger, filho de J< 

Rodrigues Machado, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com Noo réis de moradia por mês e i 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tânger. 
De 20 de Agosto de 1670. 

Alvará a Manuel Gomes, natural da cidade de Tânger, filho de Domingos (: 
mes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7 
réis de moradia por mes c 1 alqueire de cevada por dia; por serviços 
em Tânger. — De 3 de Setembro de HÍ70. 266 V 

Alvará a António Gomes, natural da cidade de Tânger, filho de Domingos Go- 
mes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viço que prestou como soldado na dita cidade. — De 3 de Setembro de 
11Í70. 267 

Alvará a Lopo Fernandes Tavares, natural da cidade de Tânger, filho de Hei- 
tor de Leão e neto de Lopo Fernandes Tavares, que foi cavaleiro-fi- 
dalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 900 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
7 de Setembro de 1(170. 267 

Alvará a António Dias Tavares, filho de Sebastião Lopes Tavares, cavaleiro fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i~ooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou em Tânger. — De 2 de Fevereiro de 1671. 267 v 

Alvará a Luís Pegado da Silva, moço da câmara do Paço, li lho de Tomé da 
Silva, cavaleiro-fidalgo c da Ordem de Cristo, acrescentando-lhe o foro 
a escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1.^200 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado em 
Tânger. — De 3 de Fevereiro de 1671. 267 V 

Alvará a António Pinto Pacheco, filho de Francisco Pinto Pacheco, cavaleiro- 
fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou na cidade de Tânger, e pelos de António 
Lopes Jorge, feitos na mesma praça. — De 25 de Maio de 1671. 268 

Alvará a Bernardo de Castanheda Raposo, moço da câmara do Paço, natural 
da vila de Torres Novas, filho de Manuel Jorge Raposo, acrescentando- 
-lhe o foro a escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7.^0 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 18 de Setembro de 1669. 268 ;• 

Alvará a Gabriel de Sousa, natural de Lisboa, filho de Pedro Cardoso, que foi 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 reis 
de moradia por mês de e 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 de Ju- 
lho de 1Õ70. 268 v 

Alvará a Teotónio Mendes de Almeida, natural da cidade do Porto, filho de 
Pantaleão Mendes, dos foros de escudeiro e cavaleiro fidalgo com 7 5o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. De 20 de Maio 
de 1671. 269 

Alvará a Sebastião da Costa, natural da Ilha de S. Miguel, filho de Gaspar Ro- 
drigues Pereira, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou como soldado, sargento, alferes e capitão, embarcando nas ar- 
madas dos anos de i65i a [656, e passando ao Alentejo no ano se- 
guinte. — De 6 de Outubro de 1671. 269 

6 



42 



LIVRO III 



pòlbas 

Alvará a Baltasar Rodrigues Coelho, natural de Lisboa, filho de Luís Baltasar 
Rodrigues Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com ici oó réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia. — De 23 de Setembro de [671. 269 v 

Alvará a Baltasar Rodrigues Coelho, natural de Lisboa, filho de Luís Baltasar 
Rodrigues Coelho, cavaleiro-fidalgo, com salva para que tenha efeito 
com suas declarações; por se ter perdido o primeiro. — De 25 de No- 
vembro de 1676. 269 v 

Alvará a Filipe Machado da Fonseca, natural de Flandres, filho de Luís da Fon- 
seca Botelho, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 7 de Setembro de 167 1. 270 

Alvará a Manuel de Oliveira Ribeiro, cavaleiro do hábito de S. Tiago, natural 
da cidade de Coimbra, filho de Francisco de Oliveira, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou nas fronteiras do Reino e 
no Brasil. — De 18 de Agosto de 1671. 270 

Alvará a Baltasar Rebelo da Fonseca, moço da câmara do Paço e escrivão da 
cozinha, filho de t-rancisco Rebelo Teixeira, cavaleiro-fidalgo da Ordem 
de S. Tiago, do foro de escudeiro-fidalgo com 800 réis de moradia por 
mês, e elevado a cavaleiro-fidalgo com mais 3oo réis e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 12 de Novembro de 1671. 270 v 

Alvará a José da Costa, natural de Lisboa, filho de José da Costa, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7S0 réis de mo- 
radia por mês, e 1 alqueire de cevada por dia. — De 23 de Setembro de 
1671. 271 

Alvará a Estêvão da Costa, natural de Lisboa, irmão de José da Costa e filho 
deJosé da Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e um alqueire de cevada por dia. — De 23 de Se- 
tembro de 1671. 271 v 

Alvará a Vicente da Costa, natural de Lisboa, irmão de Estêvão da Costa e de 
José da Costa, e filho de José da Costa, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
pordia. — De 23 de Setembro de 167 1. 271 v 

Alvará a Manuel da Costa, natural de Lisboa, irmão de Vicente da Costa, de 
Estêvão da Costa e de José da Costa, e filho de José da Costa, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 740 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 23 de Setembro de 1671. 271 v 

Alvará a Manuel Soares Moreira, natural de Lisboa, filho de Rafael Soares Mo- 
reira, do foro de cavaleiro-fidalgo com irooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia, com a condição de ir à índia e pelos ser- 
viços que prestou na província do Minho como soldado. — De 12 de Ja- 
neiro de 1672. 272 

Alvará a Pascoal de Azevedo Freire, moço da câmara do Paço, natural de Lis- 
boa, filho de Marcos Borges Freire, acrescentando-lhe este foro a escu- 
deiro e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e e 1 alqueire 

de cevada por dia. — De 20 de Janeiro de 1672. 272 i> 



MATRICl l A DOS \muAI>0|<i;s DA CASA RIAL 



43 



Alvará a Diogo Pais Pacheco, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, acres- 
centando-lhe 2.3o réis mais em sua moradia, para ter ao todo i»ooo reis 
por mes e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços no Alentejo o 
soldado e alferes, achando-se na batalha das linhas de Elvas. — De im 
de Janeiro de 1672. 



I òlhaa 






Alvará a Afonso Cabral Botelho, natural de Lisboa, filho de Francisco Cabral 
Botelho, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de S. Bento de Avis, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1-200 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 23 de .Maio de 1671. 



2~'S 1' 



Alvará a Manuel de Sequeira Leitão, natural de Lisboa, filho de António de Se- 
queira, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com ~3o réis mais de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços que pres- 
tou como oficial da Secretaria de Estado. — De 24 de Fevereiro de [672. 



27.1 v 



Alvará a Cristóvão da Costa de Gamboa, natural da cidade de Lagos, filho de 
António da Costa de Gamboa e neto de Cristóvão da Costa de Gamboa, 
que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
i.-ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou no Algarve. — De 8 de Fevereiro de 1672. 



274 



Alvará a Simão de Carvalho Correia, filho de Manuel Carvalho Correia, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de 
moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que êle 
e seu pai prestaram em Tânger. — De 12 de Julho de 1672. 



274 r 



Alvará a Simão Lopes Banha, natural de Tânger, filho de Sebastião Banha de 
Sequeira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
iíffooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na dita cidade. — De 12 de Julho de 1672. 



2 7 5 



Alvará a António Tavares Lopes, filho de Francisco Lopes Tavares, cavaleiro- 
-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 1 cr 400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por 
serviços em Tânger. — De 8 de Fevereiro de 1672. 

Alvará a Manuel Correia da Silva, natural da Merceana, filho de Vicente Cor- 
reia, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com ;3o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Abril de [672. 



Alvará a Jerónimo Borges da Costa, cavaleiro-fidalgo, acrescentaudo-lhe 200 réis 
mais em sua moradia, para ter ao todo [$>3oo reis por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; por serviços em Tânger. — De 3 de Março de 1(172. 



27G 



Alvará a Custódio Godinho da Silva, natural de Lisboa, filho de Manuel Godi- 
nho da Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com ;3o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prés 
tou como escrivão do 



Abril de [672. 



Registo do Chancelaria-mór do Reino. — De 20 de 



vfi 



Alvará a Manuel da Silva, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural da vila do 
Barreiro, filho de Francisco da Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com y3o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou no Alentejo, pelos de seu tio Luís Co- 
mes de Carvalho, feitos no Brasil e nas fronteiras do Reino, e pelos de 
seu primo Manuel Rodrigues, também feitos no Brasil, De |. de Julho 
de 1672. 



276 v 



^ LIVRO III 



Folhas 

Alvará a José da Costa Correia, moço da câmara, rilho de José Correia, cava- 
leiro-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
75o reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 2 de 
Agosto de 1672. 277 

Alvará a Francisco de Sá da Silva, natural da cidade de Braga, filho de Fran- 
cisco Franco Pereira, dos foros de escudeiro e cavaleiro-rldalgo com 7D0 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Se- 
tembro de 1672. 277 

Alvará a .Manuel Pereira de Miranda, natural de Lisboa, filho de Sebastião Pe- 
reira de Miranda, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fldalgo com 833 reis e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou como soldado no Alentejo. — 
De 5 de Outubro de 1672. -77 

Alvará a Afonso de Sequeira Leitão, filho de Pedro Leitão Pegado, dos foros , 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai em Tânger. — De 
8 de Fevereiro de 1672. 278 

Alvará a Manuel de Andrade de Sequeira, filho de Simião de Andrade, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i.^ioo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 14 de Dezembro de 1673. 278 v 

Alvará a Vicente Soares de Sá, natural de Lisboa, filho de Pedro Soares, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com icooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 28 de Dezem- 
bro de i665. 278 v 

Alvará a Manuel Cordeiro Fialho, natural de Lisboa, filho de Luís Cordeiro Fia- 
lho, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 790 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como 
oficial do Correio-mór. — De i5 de Fevereiro de 1673. 2711 

Alvará a Estêvão Lagal de Andrade, moço da câmara, filho de Constantino 
Mendes de Couveia, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, acrescen- 
tando-lhe o foro a escudeiro-fidalgo com 800 réis de moradia por mês, e 
novamente acrescentado a cavaleiro-fidalgo com mais 3oo réis, para ao 
todo ter i-^ioo réis por mês e 1 alqueire de cevada por dia.: — De 17 de 
Janeiro de 1673. 279 

Alvará a Lourenço Cardoso Machado, natural da Ilha da Madeira, filho de Do- 
mingos Cardoso Machado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada 
por dia. — De iõ de Fevereiro de 107?. 270 V 

Alvará ao Dr. Fernão Sardinha do Couto, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral da cidade de Évora, filho de Bento Sardinha, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia ; pelos serviços que prestou como médico da câmara do 
Paço. — De 8 de Fevereiro de 1673. 279 ;• 

Alvará a António da Maia Dinis, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da vila 
Sardoal, filho de João da Maia, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
iidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou como soldado, alferes, ajudante e capi- 
I ío de infantaria, achando-se na restauração de Pernambuco, no Brasil, 
c no cerco de Badajoz. Elvas, Assumar, Arronches, Castelo Rodrigo, 
Mimes Claros, etc— De [5 de Marco de 1673. 280 



MATRICCI.A DOS MORADORES DA CASA RIAL 



Fòlbai 

Alvará a João do Couto de Magalhães, natural da vila de Alcanede, filho de Ma- 
nuel do Couto Moutinho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro-tidalgo com 800 râs de moradia por mês e 1 alqueire de cevad? 
por dia; pelos serviços que prestou no Rio de Janeiro e na restauração 
do Reino de Angola. — De i<i de Março de 1 ' > 7 15 . 2N1 

Alvará a Aires Monteiro, natural de Lisboa, filho de Sebastião Monteiro, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1-000 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como 
oficial da Secretaria de Estado. — De U> de Março de 1678. 281 v 

Alvará a André Ramos de Seixas, natural de Monchique, termo da cidade de 
Silves, filho de Pedro Ramos Seixas e sobrinho de Luís Fernandes Frei- 
re, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que èle e seu pai 
prestaram na praça de Mazagão. — De íii de Maio de íõ-H. 282 

Alvará a Pedro Franco, natural da vila de Peniche, filho de Jorge Franco, que 
foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com y?o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Fe- 
vereiro de 1673. 283 

Alvará a Manuel Correia Homem, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da ci- 
dade do Porto, filho de Belchior Correia Homem, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com icooo réis de moradia por mês c 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado, alferes, capi- 
tão, ajudante de tenente de mestre de campo e sargento-mór, servindo 
na Catalunha, Beira e Alentejo. — De 14 de Agosto de 1673. 283 

Alvará a José Seixas Henriques, natural de Lisboa, filho de Gaspar Henriques, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 800 reis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 7 de Junho de 
1673. 283 v 

Alvará a Manuel Pereira da Fonseca, moço da câmara e contador dos Contos 
do Reino, filho de João de Castro da Fonseca, acrescentando-lhe o foro 
a escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 4 de Dezembro de 1673. 284 

Alvará a Sebastião Vicente de Padilha, natural de Lisboa, filho de Manuel de 
Padilha de Miranda, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1.^100 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 6 de Dezembro de iú-3. 284 

Alvará a António Tavares de Araújo, natural da cidade de Tânger, filho de Ma- 
nuel Tavares de Araújo, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. De iõ de 
Maio de 1673. - N l " 

AlVará a Manuel Soares Saraiva, natural de Lisboa, rilho do licenciado Fran- 
cisco Lopes Henriques, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-ridalgo 
com 1.-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De, 6 de Fevereiro de p65g. 284 " 

Apostila para que se cumpra e registe o alvará passado a Manuel Soares de Sa- 
raiva, natural de Lisboa, filho do licenciado Francisco Lopes Henriques, 
sem embargo de ter terminado o prazo de tempo.. — De 8 de Agosto de 
[672. - s l '' 



40 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Bartolomeu Alvares Barbosa, cavaleiro-fidalgo, sobrinho de Lázaro Al- 
vares, acrescentando-lhe 25o réis mais em sua moradia mensal, para ao 
t<>do ter i~ooo réis e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
éle e seu tio prestaram na praça de Mazagão. — De 16 de Março de 
[672. 285 

Alvará a António Barbosa, cavaleiro-fidalgo, filho de Bartolomeu Alvares Bar- 
bosa, também cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 25o réis em sua mo- 
radia mensal, para ao todo ter i.rooo réis e mais 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 16 de Maio de i6y3. 286 

Alvará a Gonçalo Alvares, cavaleiro-fidalgo, bisneto de Gonçalo Alvares e neto 
de Joana Barbosa, que era filha do dito bisavô, acrescentando-lhe 25o 
réis mais em sua moradia, para ao todo ter iífooo réis por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu bisavô prestou na 
praça de Mazagão. — De i3 de Agosto de 1Ò70. 286 

Alvará a Diogo Cardoso de Barcena, natural de Lisboa, filho de Estêvão Bar- 
cena, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com -òo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 29 de Janeiro de 1674. 286 v 

Alvará a Manuel Vieira da Costa, natural da vila de Alenquer, filho de Pedro 
Rodrigues da Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. —De 28 de Ja- 
do 1674. 286 v 

Alvará a Pedro Amado Valera, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, acres- 
centando-lhe 200 réis mais em sua moradia, para ao todo ter i^3oo réis 
por mês com 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
como moço da câmara. — De 12 de Março de 1674. 287 

Alvará a António Monteiro, natural de Lisboa, filho de Belchior Alvares, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De i3 de Abril de 1Õ74. 287 

Alvará a Luís Pereira Cortês, natural de Cascais, filho de Luís Pereira Cortês 
e neto de António Cortês, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro-fidalgo com 1C200 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado e cabo. — 
De 5 de Dezembro de 1(173. 287 v 

Alvará a Francisco Pereira Cortês, natural de Cascais, irmão de Luís Pereira 
Cortês, filho de Luís Pereira Cortês, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
fidalgo com i.r20o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou como soldado e capitão, no Alentejo, 
achando-se no socorro de Elvas. — De 5 de Dezembro de 1673. 2** 

Alvará a Manuel Antunes de Sampaio, cavaleiro-fidalgo, natural da Golegã, fi- 
lho de Francisco de Sampaio, acrescentando-lhe 25o reis mais em sua 
moradia, para ao todo ter icooo réis mensais com 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou como oficial e escrivão da Receita 
da Chancelaria-mór do Reino. — De i5 de Março de 1664, , 288;' 

Alvará a Miguel de Sousa do Vale, moço da câmara, filho de Manuel de Sousa, 
cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
i3 de Abril de 1074. 289 



MATRICULA 1><» M< >K.\I>< >k ES DA CASA RIAL 



Alvará a Bartolomeu Franco Português, cavaleiro-fidalgo, filho de Francisco 
Afonso Português e neto de Bartolomeu Franco, acrescentando-lhe 20c 

réis mais em sua moradia, para ao todo ter 1-4110 réis por més e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que éle, seu pai e seu avô, pres- 
taram na praça de Mazagão. — De 18 de Novembro de 1674. 289 

Alvará a Manuel Moniz Coutinho, natural da vila do Rabaçal, filho de Pedro 
Borges Coutinho, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foro* de escudeiro e ca- 
valeiro-lidalgo com 1.^200 réis de moradia por més e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 14 de Abril de 1674. 290 

Alvará a Miguel de Barros, natural da vila de Viana, filho de Francisco Fer- 
nandes Monteiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis 
de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou, e pelos de Domingos de Araújo em Mazagão. — De 5 de De- 
zembro de 1G73. 290 

Alvará a Marcos Velho Condim, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da vila 
de Ponte de Lima, filho de Gaspar Fernandes Gondim, acrescentando- 
-lhe o foro de moço da câmara a escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como oficial da Secretaria do Conselho de Guerra.- -De 5 
de Junho de 1674. 291 

Alvará a Bartolomeu de Sousa, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 25o réis mais 
em sua moradia, para ter 1*000 réis por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou como escrivão dos Contos do Reino. — 
De iii de Dezembro de 1674. 291 v 

Alvará a Manuel de Azevedo e Silva, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de António de Azevedo, que foi moço da câmara, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por més e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado, 
alferes e capitão duma companhia de auxiliares, e também como sar- 
gento-mór da cidade de Faro. — De 12 de Setembro de 1(17?. 291 v 

Alvará a António Mendes da Fonseca, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Lisboa, filho de Francisco Mendes, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com 75o réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos seus serviços que prestou no Alentejo, em Arronches, Juromenha, 
Évora e Montes Claros. — De 11 de Janeiro de 1675. 2112 

Alvará a José Pacheco de Andrade, natural de Cabeceiras de Basto, filho de 
Gonçalo Afonso, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 720 réis 
de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
Francisco Lopes Borges prestou em 'Tânger. — De 1 1 de Janeiro de 1Ó75. 292 v 

Alvará a Manuel Correia de Almeida, moço da câmara e cavaleiro da Ordem 
de Cristo, filho de Luís Correia de Almeida, cavaleiro-fidalgo, acrescen- 
tando-lhe o foro a escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3 de Dezembro de 
1674. 293 

Alvará a Manuel da Silveira, natural de Pernes, filho de Luís Afonso, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por més e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como soldado e 
cabo na província do Alentejo. — De 16 de Janeiro de [675. 293 V 



+ S LIVRO III 



FiMhas 

Alvará a Francisco de Azevedo Freire, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Lisboa, filho de Pascoal de Azevedo Freire, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 14 de Novembro de 1672. 293 v 

Alvará a José Colares de Carvalho, natural de Arranhol, termo de Lisboa, filho 
de Pedro Colares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-ridalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por ter embarcado para o Brasil, servindo na Baía.- — De (sic) de 
167?. 294 

Alvará a Manuel Suares Barreto, moço da câmara, filho de Álvaro Taborda, 
que também foi moço da câmara, acrescentando-lhe o foro a escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 11 de Janeiro de 167D. 204 ;• 

Alvará a António de Azevedo Teixeira, cavaleiro da Ordem de S. Bento de 
Aviz, natural de Peniche, rilho de Luís Palhano, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou em Angola como soldado, al- 
feres e capitão de infantaria. — De 12 de Setembro de 1Õ74. 294 v 

Alvará a Jerónimo de Citem, natural da vila de Tomar, filho de João Citem, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De u de Janeiro de 1 G 7 5 . 295 

Alvará a Matias Martins, natural de Mazagão, filho de Matias Martins, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 3 de Dezembro de 1674. 293 

Alvará a Miguel Belo, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 100 réis mais em sua 
moradia, para ao todo ter 85o réis por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na praça de Mazagão. — De 5 de Outu- 
bro de 1664. 295 V 

Apostila para que se registe o alvará que se passou a Miguel Belo, do foro de 
cavaleiro-fidalgo, sem embargo de ter terminado o prazo de tempo no 
Livro da Matricula. — De 2 de Outubro de 1674. ■ 293 v 

Alvará a Jerónimo Gomes do Amaral, natural da vila de Almada, filho de João 
Gomes do Amaral e neto de Jerónimo Gomes do Amaral, que foi ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou como escrivão e contador dos Contos do Reino, e pelos de seu 
pai feitos na armada. — De 28 de Novembro de 167?. 296 

Alvará a Miguel Ramalho, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Ramalho, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que prestou como al- 
feres e capitão da ordenança na dita vila. — De 16 de Setembro de 167?. 296 v 

Alvará a João Velho Barreto, natural de Lisboa, filho João Velho Barreto, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro fidalgo com y5o reis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que prestou no Brasil, no 
Rio de Janeiro, como soldado, alferes e ajudante, e pelos que também 
prestou no Alentejo. — De 4 de Fevereiro de 1671"'. 297 

Alvará a João Velho Barreto, acrescentando-lhe 2 5o réis mais em sua moradia, 
para ao todo ter i-^ooo réis com o foro de cavaleiro-fidalgo e 1 alqueire ' 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou como ajudante dum dos 
terços da ordenança de Lisboa. — De i5 de Outubro de 1681. 297 v 



M \ fRICULA DOS MOR VDOR] S DA CASA RI \l 



49 



Fâlbaa 

Alvará a António Rodrigues da Costa, natural da vila de Torres Novas, filho de 
Luís Fernandes Correia, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
136200 reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na província do Alentejo. — De i3 de Março de 
1676. 297 v 

Alvará a Estêvão Pinto de Faria, natural da cidade da Baía, filho de Gaspar 
Pinto de Araújo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i~200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou no Brasil em praça de soldado, alferes e capitão. — De 3 de 
Março de 1676. 298 v 

Alvará a Jordão Álvares, natural da vila de Torres Novas, filho de Manuel An- 
tunes Jordão, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com "5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
4 de Fevereiro de 1676. 299 

Alvará a Manuel Dias Valente, filho de Amaro Ferreira da Costa, cavaleiro-fi- 
dalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 950 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços de seu pai em Tanger. — De iõ de Maio de 1 67 3 . 299^ 

Alvará a Diogo Moniz da Silva, natural de Lisboa, filho de Diogo Moniz da Sil- 
va, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2N de No- 
vembro de 1675. 3oo 

Alvará a Afonso da Mota Neto, natural do Louriçal, filho de Afonso da Mota 
Neto, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de João da 
Silva Valente e de António de Lemos, feitos na cidade de Tânger. — De 
4 de Fevereiro de 1676. 3oo v 

Alvará a António da Veiga de Lemos, natural de Lisbo, filho de Gonçalo Go- 
mes de Lemos, cavaleiro-fidalgo que foi, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com i;*ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 12 de Janeiro de 1Õ75. 3oi v 

Alvará a Francisco Freire de Andrade, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Lisboa, filho de João de Campos, cavaleiro-fidalgo que foi, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 14 de Abril de 167(1. 3oi v 

Alvará a António do Rêgo de Almeida, natural de Lisboa, filho de Luís Cor- 
reia Botelho, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados 
em Mazagão. — De i3 de Maio de 1(17''. 3o2 

Alvará a Domingos Freire, natural do lugar de Arneiro, termo de Aldeia Gale- 
ga, filho de Domingos Freire, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
8 de Junho de 1676. 3o2 v 

Alvará a Diogo Pinto de Almeida, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, acres- 
centando-lhe i5o réis mais em sua moradia, para ter i-3oo réis por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços que prestou em Mazagão, e 
pelos que lhe pertencem de João Gonçalves Gil e de Miguel Gonçalves 
da Costa. — De i(~> de Maio de 1678. 3o2 v 

7 



5o LIVRO III 



Folhas 

Alvará a António Gil Lobato, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 3oo réis mais 
em sua moradia, para ter i^o5o réis por mês e i alqueire de cevada por 
dia; por serviços na praça de Mazagão. — De 3o de Maio de '676. 304 

Alvará a João Alvares Veloso, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 200 réis mais 
em sua moradia, para ter o,3o réis por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por serviços na praça de Mazagão. — De 3o de Maio de 1676. 3o4 v 

Alvará a António Pimentel Machado, filho de Ambrósio Pimentel Machado, ca- 
valeiro-hdalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
fidalgo com 1 cri 00 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tanger. — De 9 de Junho de 
1676. 3o5 

Alvará a Belchior Ponce Banha, cavaleiro-fidalgo, sobrinho de Baltasar Fernan- 
des Banha, acrescentando-lhe 25o réis mais em sua moradia, para ter 
1.^000 réis por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de 
seu tio em Tânger. — De 8 de Junho de 1676. 3o5 v 

Alvará a António Tavares Leote, filho de Lopo Leote Tavares, cavaleiro-fidal- 
go, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i$ooo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
prestou como soldado c capitão duma companhia de auxiliares. — De 9 
Junho de 1676. 3o6 

Apostila para que nos livros das mercês e matrícula, no assento de escudeiro e 
cavaleiro-fidalgo, passado a João Tavares Leote, filho de Lopo Leote 
Tavares, se declare que se chama António Tavares Leote, e não João 
Tavares Leote. — De 12 de Fevereiro de 1677. 3o6 v 

Alvará a Pedro Martins de Lordelo, filho de António Martins de Lordelo, ca- 
valeiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com ií^doo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu pai prestou na cidade de Tânger. — De 
9 de Junho de 1676. 3o6 v 

Alvará a Domingos Ferreira, filho de Sebastião Barbosa Mexia, cavaleiro-fidalgo 
e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que seu pai prestou na cidade de Tânger. — 1 < de Junho de 
[676. 307 

Alvará a Simão da Fonseca Pita, filho de Duarte Lobo, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai na cidade de 
Tânger. — De 9 de Junho de 1676. 307 v 

Alvará a João Alvares Marreiros, natural do lugar de Tombar, filho de Afonso 
Alvares Marreiros, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que Francisco de Mesquita de Figueiredo prestou na cidade de Tân- 
ger. — De q de Junho de 1676. 3o8 

Alvará a António da Veiga da Fonseca, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
da vila de Ourém, filho de Cosme da Veiga, sobrinho de João de Arou- 
ca, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no 
Alentejo, na batalha de Montes Claros e no socorro de Vila Viçosa, e 
pelos que seu tio prestou na cidade de Tânger, e João da Fonseca no 
Alentejo. — De 14 de Abril de 1676. 3o8 i> 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAI. 3, 

Folha* 

Alvará a Salvador Duarte, natural da vila de Góis, filho de Domingos Duarte 
de Figueiredo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 75o réis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 10 de Junho 
de 1676. 

Alvará a Estêvão Dias Porto, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural da ci- 
dade da Baía, filho de Gaspar Dias de Araújo, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com jbo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou nas guerras do Brasil e no 
Reino. — De 23 de Junho de 1Õ76. 3og r 

Alvará a Luís da Costa Corte Kial, natural da vila de Alverca, filho de Ma- 
nuel da Costa Corte Rial, que foi cavaleiro-fidalgo, do mesmo foro de 
seu pai com [$>200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 19 de Janeiro de [G63. 3 10 v 

Apostila mandando que se registe no livro das mercês e matrícula, o alvará pas- 
sado a Luís da Costa Corte Rial, de cavaleiro-fidalgo, sem embargo de 
ter terminado o prazo.— De 14 de Outubro de 1Ò76. 'òiou 

Alvará a António Fernandes da Luz, filho de Fernandes da Luz, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com ~òo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
prestou na cidade de Tânger. — De 8 de Fevereiro de 1672. 3i 1 

Alvará a Lourenço Pereira Lopes, filho de Francisco Lopes Tavares, cavaleiro- 
-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 1^400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai prestou em Tanger. — De 4 de Novembro de 
1673. 3 1 1 

Alvará a Luís Rebelo de Morais, natural da cidade de Tanger, filho de Luís Pe- 
gado da Silva, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com ir25o réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — 
De 8 de Fevereiro de 1672. 3i 1 v 

Alvará a António da Silva Pegado, irmão de Luís Rebelo de Morais, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i.~25o réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tânger. —De 
8 de Fevereiro de 1672. 3i2 

Alvará a João Porcalho Pita, filho de Pedro de Oliveira Pita, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 1.^200 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger. — De 9 de Junho de 1676. 3i2 v 

Alvará a Pedro Leitão Pegado, filho de Luís Rebelo de Morais, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i.ri5o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger. —De 9 de Junho de 1676. 3i3 

Alvará a António de Freitas, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de S. Tiago, acres- 
centando-lhe 25o réis mais em sua moradia, para ao todo ter irooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada ror dia; pelos serviços que 
prestou como cirurgião do Paço. — De 6 de Outubro de 1G76. 3i3 



5 2 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Miguel Pereira, cavaleiro-tidalgo, acrescentando-lhe 25o réis mais em 
sua moradia, para ter icrooo réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou nas guerras do Brasil, no 
exército do Alentejo e nas armadas da costa. — De 6 de Outubro de 
iG-6. 3 i 3 v 

Alvará a Francisco Nunes da Cabaça, cavaleiro-hdalgo, acrescentando-lhe 25o 
réis mais em sua moradia, para ter icrooo réis de moradia por mês e i 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na armada e na 
província do Alentejo. — De i5 de Dezembro de 1674. 3 1 4. 

Alvará a Francisco Pais da Fonseca, rilho de Manuel Pais da Fonseca, cava- 
leiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com 1.^450 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou na cidade de Tânger. — De 29 
de Dezembro de 1676. 3i4*> 

Alvará a Domingos da Silva, residente na índia, natural da vila de Cela, termo 
de Alcobaça, rilho de Domingos Martins, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro-fidalgo com y5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou nas armadas, fortalezas e fronteiras 
daquele Estado. — De 10 de Fevereiro de 1677. 3i5 

Alvará a João do Rêgo, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Mazagão, fi- 
lho de Simão Freire, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 23 de Novembro de 167G. 3 1 5 v 

Alvará a Álvaro de Moura Coutinho, natural do concelho de Baião, termo da 
cidade do Porto, filho de Manuel de Moura Coutinho, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3 de Fevereiro de 1677. 3i5 v 

Alvará a Francisco Ferreira da Costa, rilho de Amaro Ferreira da Costa, cava- 
leiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com o,5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou na cidade de Tânger. — De 16 de Maio de 

IO7.1. 310 

Alvará a Manuel Dias Valente, filho de Amaro Ferreira da Costa, cavaleiro-fi- 
dalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com q5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou na cidade de Tânger. — De 16 de Maio de 
i6 7 3.' 3 16 

Alvará a Francisco Velez, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, acrescen- 
tando-lhe 100 réis mais em sua moradia, para ter ao todo 1.^100 réis por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados em Tân- 
ger. — De 5 de Fevereiro de 1677. 3iõí» 

Alvará a Manuel Delgado, natural da vila de Aveiras, filho de António Delgado, 
que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por servi- 
ços que prestou embarcado. — De 4 de Maio de 1677. 3 1 7 

Alvará a Pedro de Faria e Sousa, moço da câmara do Paço, natural do Pom- 
beiro, filho de Manuel de Faria e Sousa, cavaleiro-tidalgo e da Ordem 
de Cristo, acrescentando-lhe os foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
1-100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 
de Maio de 1677. 317 v 



MATRÍCULA DOS MORADORF.S DA CASA RIAL 53 

Folhas 

Alvará a João Lampreia Guerreiro, natural da vila de Mértola, lilho de Luis 
Alvares da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou como capitão da ordenança na dita vila. — 
De 5 de Maio de [677. 3i8 

Alvará a Filipe Rodrigues Perestrelo, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da 
cidade de Tânger, lilho de Rodrigo Afonso Perestrelo, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De 16 
de Maio de 1673. 3i8 

Apostila mandando que o alvará de escudeiro e cavaleiro-fidalgo passado a Fi- 
lipe Rodrigues Perestrelo, cavaleiro da Ordem de Cristo e filho de Ro- 
drigo Afonso Perestrelo, se registe no livro da matrícula, sem embargo 
de ter terminado o prazo. — De 17 de Maio de 1677. 3i8 

Alvará a João Monteiro, natural da vila da Castanheira, lilho de João Monteiro 
Portugal, dos foros de escudeiro e cavaleiro-tidalgo com 750 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou como escrivão dos Contos do Reino. — De 9 de Outubro de 1677. 3i8 v 

Alvará a José do Couto de Andrade, filho de Francisco do Couto, cavaleiro- 
-tídalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fi- 
dalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 18 de Março de 
1(177. 3ig 

Alvará a José da Costa Pinheiro, moço da câmara e cavaleiro da Ordem de 
Cristo, filho de Francisco da Costa Pinheiro, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia ; por serviços prestados em Mazagão. — De 3o de Julho de 
1677. Sicjí' 

Alvará a João das Neves de Figueiredo, natural da cidade de Tânger, filho de 
João das Neves de Figueiredo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com ioíooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; por serviços que prestou na dita cidade. — De 18 de No- 
vembro de 1677. 320 

Alvará a Manuel Fernandes Machado, natural da cidade de Tânger, lilho de 
Mateus Gonçalves Machado, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com 950 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De 17 
de Novembro de 1677. 3-20 v 

Alvará a Francisco Gonçalves Perestrelo, filho de António Rodrigues de Figuei- 
redo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavalciro-lidalgo com 
i.fooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 17 de Novembro de 1677. 321 

Alvará a Diogo de Oliveira Lopes, filho de João Lopes Jorge, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com -^o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai em Tân- 
ger. — De 18 de Novembro de 1677. 32 1 v 

Alvará a Gabriel Inácio de Miranda, natural da cidade da Baía, filho de Pedro 
Coelho, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com ^bo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na armada e no Alentejo. — De 5 de Dezembro de 1 S77. 322 



5 4 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Simão Pereira Tavares, filho de António Rodrigues Tavares, cavaleiro- 
tidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com qoo réis de mo- 
radia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai 
na cidade de Tânger. — De 17 de Novembro de 1677. 322 

Alvará a Manuel Ferreira Botelho, moço da câmara, filho de Aleixo Ferreira 
Botelho, que foi cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 21 de Janeiro de 1678. 322 v 

Alvará a Miguel Quinteiro Coelho, natural de Lisboa, rilho de Salvador Quin- 
teiro Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 16 de Agosto de 1667. - 323 

Apostila a Miguel Quinteiro Coelho, para que se registe nos livros das mercês e 
matrículas os foros que lhe foram dados, sem embargo de ter passado 
o tempo. — De 20 de Maio de 1675. 323 

Alvará a Gabriel Rodrigues Coelho, natural de Almada, filho de Salvador Quin- 
teiro Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 20 de Maio de 1G7D. 323 

Alvará a Manuel da Costa, filho de Pedro da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai em Tânger. — De 
i5 de Fevereiro de 1678. 323 v 

Alvará a Afonso Ramos, filho de Crispim de Figueiredo, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com icooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De i5 de Fevereiro de 1678. 324 

Alvará a Francisco de Sousa Osório, moço da câmara, natural da vila de Celo- 
rico, filho de Diogo de Sousa, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 5 de Maio de 1677. 324 v 

Alvará a Francisco Tavares de Almeida, natural de Tomar, filho de Filipe Ta- 
vares de Almeida, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 3o de Junho de 1677. 3>4 r 

Alvará a Pedro de Oliveira, escrivão da Aposentadoria-mór, natural de Lisboa, 
filho de Francisco Jorge de Oliveira, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 5 de Maio de 1678. 325 

Alvará a Francisco Ferreira de Góis, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, 
acrescentando-lhe 25o réis mais em sua moradia, para ao todo ter irooo 
réis por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
nos Contos do Reino.- - De 17 de Março de 1678. 325 

Alvará a Duarte Lobo, cavaleiro-fidalgo, filho de Manuel Ximenes, acrescen- 
tando-lhe 100 réis mais em sua moradia, para ter ao todo 85o réis e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que João Fernandes Nabo 
prestou na cidade de Tânger. — De 9 de Maio de 1678. 325 v 



MATRICULA DOS MORADORKS DA CASA RIAL 55 

Folhai 

Alvará a António Sarmento da Cunha, natural da cidade de Tânger, filho de 
Francisco Sarmento da Cunha, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 4 de Maio de 1677. 32<"> 

Alvará a Pedro de Figueiredo, filho de Francisco de Figueiredode Oliveira, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 900 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de 
seu pai em Tanger. — De 14 de Junho de 1678. 32("> v 

Alvará a Gaspar da Costa, filho de Agostinho Carvalho, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 720 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai em Tânger. — 
De 9 de Julho de i<>78. 327 

Alvará a Francisco de Pina, morador na praça de Mazagão, filho de João de 
Pina, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços na dita praça. — 
De 16 de Maio de 1659. 327 v 

Apostila a Francisco de Pina, para que se registe nos livros da matricula as mer- 
cês que lhe foram concedidas, sem embargo de ter terminado o tem- 
po. — De 5 de Maio de 1678. 327 v 

Alvará a Francisco de Oliveira de Figueiredo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
i.^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou em Tânger. — De 3 de Julho de 1678. 328 

Alvará a João de Campos de Andrade, natural de Lisboa, filho de João de Cam- 
pos de Andrade, cavaleiro-fidalgo e contador dos Contos do Reino, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Outubro de 1678. 328*/ 

Alvará a Manuel de Campos de Andrade, natural de Lisboa, irmão de João de 
Campos de Andrade, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 75o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Ou- 
tubro de 1678. 329 

Alvará a Francisco Botelho de Andrade, natural do lugar do Catejal, termo de 
Lisboa, filho de Manuel Correia Cardoso, dos foros de escudeiro c ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou como alferes da companhia de au- 
xiliares em Unhos. — De i5 de Outubro de (678. 329 v 

Alvará a António Cardoso da Silva, irmão de Francisco Botelho de Andrade, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por 
mês c 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como al- 
feres duma companhia de auxiliares no termo de Lisboa. — De i5 de Ou- 
tubro de 1678. 329 v 

Alvará a Agostinho Moniz Coutinho, natural de Lisboa, filho de Manuel Moniz 
Coutinho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com i$3oo réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 29 de Agosto de 1Ó79. 33o 

Alvará a Pedro Borges Coutinho, natural de Évora, filho de Manuel Moniz Cou- 
tinho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
HT^oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 29 
de Agosto de 1678. 33o 



56 LIVRO III 



Folha 



Alvará a Luís da Cunha de Moura, natural da vila de Estremoz, filho de Feli- 
ciano da Cunha de Moura, cavaleiro- fidalgo, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro-fidalgo com 85o réis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
vada por dia. — De 29 de Agosto de 1678. 33o v 

Alvará a João Freire Machado, natural de Lisboa, filho de Matias Freire da 
Fonseca, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-fidalgo com 780 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 7 de Dezembro de 1678. 33 1 

Alvará a Miguel Freire Machado, natural de Lisboa, filho de Matias Freire da 
Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 7 de 
Dezembro de 1678. 33 1 

Alvará a Francisco Coelho, natural da vila de Viana, rilho de Francisco Rodri- 
gues Coelho, dos foros de escudeiro e cavaleiro-ridalgo com 7?o réir de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 8 de Fevereiro de 
11.79. 



01 v 



Alvará a Francisco da Silva de Orta, natural da cidade da Baia, filho de An- 
tónio Rodrigues da Costa, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro-ridalgo com 1Ç200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 9 de Março de 1679. 332 

Alvará a António Rodrigues da Costa, natural da cidade da Baía, irmão de 
Francisco da Silva de Orta, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com iT2oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 9 de Março de 1679. 332 v 

Alvará a João Baptista da Costa, irmão de António Rodrigues da Costa e de 
Francisco da Silva de Orta, dos foros de escudeiro e cavaleiro-ridalgo 
com 1C200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 9 de Março de 1679. 332 v 

Alvará a Manuel Carvalho, rilho de Francisco Correia, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com í-noo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 6 de Fevereiro de 1679. 333 

Alvará a Bartolomeu Correia, irmão de Manuel de Carvalho, filho de Francisco 
Correia, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-ridalgo com 
1-100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços de seu pai em Tanger. — De 6 de Fevereiro de 1079. 333 v 

Alvará a Belchior Pereira da Costa, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Oeiras, filho de João da Costa do Rio, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-ridalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou como soldado, alferes, capitão e te- 
nente, achando-se no exército do Alentejo. — De 2 de Maio de 1679. 334 

Alvará a Bartolomeu Nobre, natural do lugar do Cercal, termo da vila do Ca- 
daval, filho de Simão Nobre, que foi cavaleiro-fidalgo, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 16 de Maio de 1679. 334 r 

Alvará a Manuel de Oliveira, filho de João Fernandes da Luz, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
na cidade de Tânger. — De 29 de Agosto de 1Õ79. 335 



MATRÍC1 LA DOS MORADOR] S DA CASA RIAL 57 

Alvará a Franciseo Rebelo, filho de Luís Machado Ferreira, cavaleiro-fidalgo, 
dos toros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 800 reis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
na cidade de Tânger. — De 29 de Agosto de 16711. 335 p 

Alvará a António Baptista da Silva, natural da vila de Porto de Mus, filho de 
António Rodrigues da Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. l)e 
26 de Agosto de 1679. %36p 

Alvará a Francisco Cabral Botelho, natural de Lisboa, filho de Francisco Cabral 
Botelho, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de S. Bento de Aviz, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro lidalgo com 1.-100 reis de moradia por més e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 4 de Agosto de 1679. 33< > V 

Alvará a Luís Valente Marreiros, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe t5o reis 
mais em sua moradia, para ao todo ter iro5o réis de moradia por més 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como alferes 
na praça de Mazagão. — De 28 de Setembro de 1674. 3-^7 

Alvará a Francisco da Silva, natural de Mazagão, filho de Francisco da Silva. 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com -bo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na mesma 
praça. — De 7 de Fevereiro de i665. 338 v 

Alvará a Pedro Pimenta, natural de Lisboa, filho de João Pimenta, cavaleiro- 
-lidalgo, dos foros de escudeiro c cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mo- 
radia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 14 de Fevereiro de 
1680. 33(j 

Alvará a José de Azevedo, natural da vila de Paredes, tilho de Tomé de Aze- 
vedo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-lidalgo com 
75o réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de 
Janeiro de [680. 33g v 

Alvará a António Lobo Ribeiro, natural da cidade de Évora, filho de Francisco 
Lobo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
i~ooo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 8 
de Janeiro de 1680. 3391' 

Alvará a Manuel da Fonseca Coutinho, natural de Bonavila, filho de João Ro- 
drigues da Fonseca, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia, com a condi- 
ção de ir servir em Angola; pelos serviços que prestou na praça de Ma- 
zagão, e pelos que Gaspar liras Cota fez na mesma praça. — De 1 de 
Abril de 1680. 3qo 

Alvará a Manuel Correia, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, filho 
de António Ximenes, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços 
em Mazagáo. — De 6 de Agosto de [680. 341 

Alvará a Francisco Barriga da Costa, natural de Mazagão, filho de Nicolau Bar- 
riga da Costa, cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos 
serviços que prestou na dita praça. — De 6 de Agosto de 1680. 3qi v 

Alvará a Luís Segurado, natural de Mazagáo, filho de Francisco do Amaral, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com ;?o réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
praça. — De ti de Agosto de 1680. ■"'P '' 



58 LIVRO III 



Fulhas 



Alvará a António Raposo, natural de Mazagao, filho de Pedro Ferreira, cava- 
leiro que foi da Casa Rial e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro-fidalgo com -òo réis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
\ ida por dia; pelos serviços que prestou na dita praça. —De 6 de Agosto 
de 1680. 342 

Alvará a -Manuel da Rua, cavaleiro, filho de Domingos Pires do Posco, acres- 
centando-lhe o foro a cavaleiro-fidalgo com -bo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços em Mazagao. — De 5 de 
Agosto de 1 6 342 v 

Alvará a Francisco Rodrigues de Castilho, natural de Mazagao, filho de Pedro 
Ferreira Pedroso, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro- 
-ridalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por serviços na dita praça. — De 12 de Agosto de [680. 340 

Alvará a Manuel Gonçalves Casis, natural de Mazagao, filho de António Go- 
mes Casis, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na dita praça. — De 6 de Agosto de 1680. • 343 v 

Alvará a João Pereira de Macedo, natural de Mazagao, filho de Domingos Cor- 
reia, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na dita praça. — De 6 de Agosto 
de 1680. 344 

Alvará a Roque da Silva, natural de Mazagao, filho de Sebastião da Costa, dos 
foros de escudeiro c cavaleiro-fidalgo com qoo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita praça, 
e pelos que nele renunciou sua tia D. Maria de Brito. —De 12 de Agosto 
de 1680. ?44 

Alvará a António Coelho de Almada, natural de Lisboa, filho de Luís Baltasar 
Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
1-100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 
de Agosto de 16*0. 345 

Alvará a Manuel de Guevara, rilho de João Dias Mia Lobos, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro-fidalgo com ic3oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; é o foro que lhe pertence de seu avô Manuel 
de Quevara. — De i5 de Novembro de 1679. 345 

Alvará a António Carvalho da Silva de Roboredo, natural da vila de Setúbal, 
filho de Paulo de Carvalho da Nóbrega, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu tio Manuel Borges de Gouveia prestou 
na cidade de Tanger. — De 2 de Fevereiro de 1 < "> 7 3 . 3 46 

Alvará a Francisco Valente da Costa, natural de Mazagao, filho de Pedro Va 
lente da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 85o réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na dita praça. — De 2 de Outubro de 1680. 3q6 ;' 

Alvará a Manuel Gonçalves Yidera, natural de Mazagao, rilho de Francisco Vi- 
dera, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
7 5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou na dita praça. — De 2 de Outubro de [I 347 



M \ l RIC1 l \ DOS MORADORES HA CASA RI \l. 



59 



Alvará a António de Almeida do Amaral, natural de Mazagão, filho de João de 
Almeida, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita pra- 
ça. — De 4 de Novembro de [680. 



Folhas 



3 47 



Alvará a António Moreira, natural de Mazagão, tilho de Manuel .Moreira, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e i alqueire de cevada por dia: pelos serviços que 
prestou na dita praça. — De 10 de Novembro de 1680. 347 v 

Alvará a Lazaro Albertoz Moreira, natural de Mazagão, filho de Manuel Mo- 
reira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou na dita praça.-- -De 10 de Novembro de 1680. 348 



Alvará a João de Medina, natural de Mazagão, filho de Manuel Moreira, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na dita praça. — De 10 de Novembro de [680. 



348 V 



Alvará a Pedro Veloso, natural de Mazagão, filho de Nicolau Barriga Pereira, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 900 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na dita praça. — De 6 de Agosto de 1Ò80. 



348 v 



Alvará a Rodrigo de Moura Coutinho, natural do concelho de Baião, filho de 
Manuel de Moura Coutinho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 24 de Janeiro de 1681. 349 

Alvará a José de Oliveira Moniz, natural da cidade de Coimbra, filho de José 
de Oliveira, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
primo Ambrósio Rodrigues prestou nas armadas. — De 20 de Dezembro 
de 1680. 349 v 

Alvará a Bartolomeu de Sousa, moço da câmara do Paço, natural de Lisboa, 
filho de Manuel de Sousa, acrescentando-lhe o foro a escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com irioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou no desempenho do seu lugar. — De 
2ti de Agosto de 1680. 35o 



Alvará a José Pinto Pacheco, natural de Lisboa, filho de Francisco Pinto Pa- 
checo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 
qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de 
Janeiro de iõSi. 



35o 



Alvará a André Pinto, irmão de José Pinto Pacheco, natural de Lisboa, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Janeiro de [681. 



35o v 



Alvará a Feliciano Pinto, irmão de José Pinto Pacheco e de André Pinto, na- 
tural de Lisboa, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 900 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Janeiro 
de [681. 



35o ;- 



Alvará a Cristóvão de Sá Rebelo, natural do lugar de Arcozelo, comarca de 
Lamego, filho de Álvaro Rebelo de Sã, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 3 de Dezembro de 1674. 



.TI 



6o I.IVRO III 



Folhas 

Alvará a Manuel Gonçalves da Costa, natural de Mazagão, rilho de Luís Fer- 
nandes Ribeiro, do foro de cavaleiro-fidalgo com icooo réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali pres- 
tou. — De i5 de Junho de 1681. 35 1 

Alvará a Manuel de Morais de Carvalho, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral de Lisboa, rilho de Lourenço de Morais de Carvalho, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como escrivão e 
contador dos Contos do Reino. — De 5 de Março de 1681. 352 

Alvará a Manuel de Sousa, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, 
filho de Manuel de Oliveira, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos 
serviços que prestou como oficial da Secretaria das Mercês. — De i3 de 
Maio de 1681. 352 v 

Alvará a Pedro Camelo Godinho, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de João Camelo, dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou no Brasil, Tânger e Algarve, nos postos de solda- 
do, ajudante de tenente e capitão. — De 3o de Junho de 1679. 352 v 

Alvará a Luís Valente Barreto, filho de Lázaro Albertos, natural de Mazagão, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que êle e seu pai 
ali prestaram. — De 10 de Novembro de 1680. 353 



Alvará a João Pereira da Costa, natural de Lisboa, filho de Bernardo Pereira, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro-fidalgo com i.noo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 16 de Junho de 1681. 353 ;■ 



Alvará a Pedro Semedo Estaco, natural de Castelo de Vide, filho de Francisco 
Estaco e neto de Pedro Semedo, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da 
câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 
3o de Dezembro de 1666. 354 

Alvará a José da Costa Calado, natural de Lisboa, filho de Rodrigo Vaz Cala- 
do, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 40o réis de mo- 
radia por mês e ;< / 4 de cevada por dia.- De 7 de Julho de 1667. 354;' 

Alvará a João Rodrigues, reposteiro do estrado, natural de Vila Viçosa, rilho de 
Amaro Fernandes, do foro de moço da câmara com 40G réis de mora- 
dia por mês c ;, / 4 de cevada por dia. — De 8 de Novembro de 1667. 355 

Alvará a Bernardo de Castanheda Raposo, natural da vila de Torres Novas, ri- 
lho de Manuel Jorge Raposo, do foro de moço da câmara com 406 réis 
de moradia por mês e ? / 4 de cevada por dia. — De 7 de Novembro de 

1667. 3b5 

Alvará a Diogo Carvalho de Mesquita, natural da Vila de Alcanede, rilho de 
Paulo de Carvalho, do foro de moço da câmara com 40b réis de mora- 
dia por mês e ; , de cevada por dia. — De 20 de Novembro de i663. 355 v 

Alvará a António de Campos de Miranda, natural de Lisboa, rilho de Aurélio 
de Miranda, cavaleiro-fidalgo, do foro de moco da câmara com 406 réis 
de moradia por mês e ; , de cevada por dia; com condição de ir ao Bra- 
sil como alferes da guarnição da capitania. — De 27 de Fevereiro de 

1668. 355 v 



MATRIC1 I \ DOS MORADORES DA CASA RIAL 61 

Folhas 

Alvará a Manuel de Araújo, natural de Lisboa, rilho de António Esplandiáo, 
cavaleiro fidalgo e contador dos Contos do Reino, do foro de moço da 
câmara com 40o réis de moradia por mês e : , de cevada por dia. — I)e 
1 de Dezembro de 1642. 35? v 

Alvará a António Rebelo da Fonseca, natural de Lisboa, rilho de Francisco Re- 
belo, cavaleiro-tidalgo, do foro de moço da câmara com [06 réis de mo- 
radia por mês e '/, de cevada por dia, na vaga de João Carneiro de 
Abreu. — De 25 de Maio de 1671. 356 

Alvará a Luís da Fonseca Coutinho, natural do Couto, comarca de Lamego, fi- 
lho de Simão Botelho Correia, do foro de moço da câmara com j.06 réis 
de moradia por mês e '/, de cevada por dia. — De 2 de Maio de 1672. 356 v 

Alvará a Francisco Trigueiros, natural de Torres Vedras, tilho de João Pereira 
Trigueiros, do lòro de moço da câmara com 40G réis de moradia por 
mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 2 de Maio de 1672. 356 v 

Alvará a Raimundo da Cama, natural de Alcobaça, filho de Jorge Guterres, do 
foro de moço da câmara do Paço com 406 réis de moradia por mês e 
7, de cevada por dia. — De 2 de Maio de 1672. 35y 

Alvará a Silvestre Corvinel da Gama, natural de Lisboa, filho do Dr. António 
Corvinel da Gama, do foro de moço da câmara do Paço com 406 réis 
de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 2 de Maio de 1672. 35y 

Alvará a António Tavares da Costa, natural de Lisboa, tilho de Francisco Ta- 
vares da Costa, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 7 de Janeiro de 1671. 357 v 

Alvará a José Tavares de Távora, natural de Lisboa, filho de Francisco Tava- 
res da Costa, do foro de moço da câmara com 40o réis de moradia por 
mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 6 de Janeiro de 1671. 357 '' 

Alvará a Jerónimo de Sousa, natural de Lisboa, filho de Bartolomeu de Sousa, 
moço da câmara e cavaleiro da Ordem de Cristo, do foro de moço da 
câmara com 401) réis de moradia por mês e 7 4 de cevada por dia. — De 
14 de Setembro de 1675. 358 

Alvará a António Manso de Aguiar, natural de Lisboa, filho de Martinho de 
Aguiar, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e -y, de cevada por dia. — De 1 4. de Setembro de 1Õ75. 358 v 

Alvará a Gregório de Barros, natural de Chaves, tilho de António Rodrigues, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e , de 
cevada por dia. — De 28 de Novembro de [675. 358 r 

Alvará a Bartolomeu Monteiro de Sequeira, cavaleiro do hábito de S. Tiago, 
natural da vila de Alvito, tilho de António Monteiro de Miranda, do foro 
de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês e : ', de cevada 
por dia. — De 17 de Outubro de [678. 35o 

Alvará a João Cardoso de Andrade, natural de Angeja, tilho de António de An- 
drade Pacheco, do foro de moço da câmara com (.06 reis de moradia 
por mês e ! , de cevada por dia. — De 3 de Fevereiro de 1Ó70. 35g 

Alvará a António Ferrão da Silva, natural de Lisboa, tilho de Eloi da Silva, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara do paço com p6 reis de 
moradia por mes e ; , de cevada por dia. De -i de Outubro de [668. 35o r 



62 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Gonçalo de Sousa de Seabra, natural de Lisboa, filho de João de Sousa 
de Seabra, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara do Paço com 
406 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 24 de Ou- 
tubro de 1680. ♦ 359 v 

Alvará a Sebastião Pereira Pimentel, natural de Lisboa, filho de João Pereira 
Pimentel, do foro de moço da câmara do Paço com 401") réis de mora- 
dia por mês e 3 / 4 de cevada por dia; lugar vago por falecimento de An- 
tónio da Cunha. — De 5 de Agosto de 1680. 36o 

Alvará a Francisco Veloso Pimentel, natural de Lisboa, filho de Manuel Veloso, 
cavaleiro-tídalgo, do fôro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 18 de Março de 1667. 36o v 

Alvará a João Carneiro de Brum, natural de Lisboa, filho de .Manuel Carneiro 
Murzelo, do foro de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês 
e 3 / 4 de cevada por dia. — De 23 de Agosto de 1680. 36o v 

Alvará a João Velasques de Sá, natural da cidade de Coimbra, filho de André 
Velasques de Macedo, do fôro de moço da câmara do Paço com 406 
réis de moradia por mês e V 4 de cevada por dia. — De 12 de Julho de 
1666. 3Gi 

Alvará a Francisco de Negreiros Matela, natural de Azeitão, filho de Pedro Ra- 
mos Portelho, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 4 de Maio de 1677. 36i /' 

Alvará a Simão Rebelo Leite, natural de Lisboa, filho de João Rebelo, cava- 
leiro-fidalgo, do furo de moço da câmara do Paço com 406 réis de mo- 
radia por mês e : '/ ( de cevada por dia, que vagou por falecimento de 
José Correia da Silva. — De 26 de Janeiro de 1681. 3Õ2 

Alvará a Fernando de Andrade do Vale, natural da vila de Barcelos, filho de 
Jerónimo de Andrade, do fôro de moço da câmara do Paço com 406 
réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou no Minho e na Galiza. — De 28 de Julho de 1681. 3b2 v 

Alvará a Domingos Rodrigues Pedra, natural do Seixal, filho de João Rodri- 
gues Pedra, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
como soldado na praça de Almeida, em Albergaria e Torre Velha. — De 
27 de Dezembro de 1066. 364 

Alvará a Manuel Rodrigues, filho de Francisco Rodrigues Mimoso, cavaleiro, 
natural de Tânger, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou na dita cidade. — De 12 de Dezembro de 1666. 364 

Alvará a Diogo Fernandes, filho de Domingos Fernandes, cavaleiro, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 
3 de Agosto de 1667. 36q v 

Alvará a Rodrigo Gomes, natural da cidade de Tânger, filho de Rodrigo Go- 
mes e neto de Pedro Fernandes, cavaleiro, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro com 700 réis de moradia por mês de e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 4 de Agosto de 1667. 3 04 p 

Alvará a Francisco Ribeiro, natural da cidade de Tânger, Slho de António Ri- 
beiro, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês c 1 alqueire de cevada por dia. — De 4 de Agosto de [667. 365 



M \ I RIC1 l A DOS MORADORES DA CASA R] \\ . 63 

Alvará a Manuel Tavares, filho de Manuel Tavares, cavaleiro, dos toros de es- 
cudeiro e cavaleiro com goo réis de moradia por mês e i alqueire de ce 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 8 de 
Agosto de 1667. 

Alvará a António Fernandes, tilho de João Fernandes, cavaleiro, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por més e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 8 
de Agosto de [667. 365 V 

Alvará a Francisco Pereira Rebelo, natural de Pernes, filho de Luís Rebelo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na praça de Ma/a- 
gão. — De 12 de Dezembro de [667. 365 v 

Alvará a Gaspar Soares, tilho de Jerónimo Soares, dos toros de escudeiro e 
cavaleiro com 700 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 18 de Feve- 
reiro de [668. 

Alvará a Pedro Vaz, filho de Jerónimo Soares, dos foros de escudeiro e cava- 
leiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 18 de Fevereiro de 
1668. 366 

Alvará a João Garcia, natural da cidade de Tânger, tilho de Amaro Garcia, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por més e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — 
De 18 de Fevereiro de 1668. 366 v 

Alvará a Francisco Martins de Viana, natural da cidade de Tânger, filho de 
Amaro Martins, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou na dita cidade. — De 8 de Fevereiro de 1068. 366 v 

Alvará a João Rodrigues Roxo, natural de Setúbal, filho de André Afonso, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na praça de Maza- 
gão e na armada. — De g de Maio de 1668. -^'7 

Alvará a André Ferreira, filho de Gaspar Fernandes, cavaleiro, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 1 1 de 
Julho de 1668. '•"''•: 

Alvará a Domingos Gonçalves, tilho de Sebastião Gonçalves, cavaleiro, dos to- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na cidade 
de Tânger. — De 1 de Outubro de [668. 367 ;• 

Alvará a Manuel Fialho, natural de Pedrógão Grande, filho de Manuel Martins, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. De to de Dezembro de [668. 368 

Alvará a António da Gosta, natural de Lisboa, filho de Manuel da Costa, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por més e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 12 de Dezembro de 1668, - ; "^ 



64 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Manuel de Sousa, filho de Afonso Lourenço, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e ; alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 3 de Outubro 
de 1669. 368 v 

Alvará a Vicente Dias, filho de Afonso Lourenço, natural de Tânger, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na dita cidade. — 
3 de Outubro de 1669. 368 v 

Alvará a Gil Anes, natural de Tânger, filho de Manuel Fernandes, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De i5 de 
Dezembro de 1669. 369 

Alvará a João Branco, natural de Tânger, filho de Francisco Fernandes, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — 
De 10 de Dezembro de [669. 369 

Alvará a Francisco Luís, natural de Tânger, filho de Álvaro Rodrigues, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na referida ci- 
dade. — De 20 de Agosto de 1669. 369 v 

Alvará a Gonçalo Ribeiro da Costa, natural de Celorico de Basto, filho de Gas- 
par Ribeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em 
Tânger. — De 2 de Outubro de 1669. 369 v 

Alvará a Francisco de Monsão, natural de Tânger, filho de Jorge Dias, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — 
De 3 de Outubro de 1669. 370 

Alvará a Gaspar Rodrigues Ribeiro, natural da cidade de Tânger, rilho de An- 
tónio Ribeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
na dita cidade. — De 8 de Outubro de 1669. 370 

Alvará a António Fernandes, filho de Gaspar Fernandes, dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 2 de 
Outubro de 1669. 370 v 

Alvará a Francisco do Couto, filho de Gaspar Fernandes, cavaleiro, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mes e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 
2 de Outubro de 1669. 370 ;• 

Alvará a Jorge Tavares, filho de Paulo Soares, cavaleiro, dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 2 de 
Outubro de 1669, 371 

Alvará a Domingos Rodrigues, natural da vila de Gouveia, filho de Manuel Ro- 
drigues, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 8 de Janeiro de 1670. 371 



MAI RIC1 LA DOS MOR \L k CASA RIAL 



Folhas 

Alvará a Vicente Fernandes, natural da cidade de Tânger, filho de Franci 

Fernandes, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mes; pelos serviços que prestou na dita cidade. — De 9 de Janeiro 
de 1670. 3 7 i ,. 

Alvará a Manuel de Sousa, natural da cidade de Tânger, filho de Manuel Fer- 
nandes, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 1 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
cidade. — De 2 de Outubro de 1669. 3ti ;■ 

Alvará a Romão Antunes, filho de António Correia das Caldas, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De [3 
de Fevereiro de n'169. 372 

Alvará a Jorge de Araújo, natural da cidade de Tânger, filho de Manuel de 
Araújo, dos foros de escudeiro e cavaleiro com ~òo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
cidade. — De 3 de Outubro de [669. 372 

Alvará a Luís de Matos, filho de João de Matos, cavaleiro dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro corri 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 2 de 
Outubro de [669. 372 v 

Alvará a Domingos de Andrade, natural de Tânger, filho de Luís Alvares Fran- 
ça, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Setembro de 
1670. 373 

Alvará a Sebastião Machado, natural da cidade de Tânger, filho de Bartolomeu 
Machado, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na 
referida cidade. — De 2 de Setembro de 11Í70. 373 

Alvará a António Mimoso Jorge, natural da cidade de Tânger, filho de António 
Jorge Mimoso, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com t5o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — -De i3 de Se- 
tembro de 1670. 373 

Alvará a Baltasar Gonçalves, filho de Baltasar Gonçalves Majato, cavaleiro, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger. — De 7 de setembro de 1070. 3-3 v 

Alvará a Manuel da Costa, filho de Domingos da Costa, cavaleiro, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De to 
de Setembro de [670. 3-3 v 

Alvará a Manuel Borges da Ilha, natural da cidade de Tânger, filho de Manuel 
Borges, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
cidade. — De [8 de Setembro de 1670. 374 

Alvará a Simão do Rêgo, natural da Moita, termo de Óbidos, tilho de Simão 
do Rêgo, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Maio de 1671. 374 



66 LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Manuel Soares, natural de Lisboa, dos foros de escudeiro e cavaleiro 
com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
26 de Janeiro de 1672. 374 v 

Alvará a .Manuel Ribeiro, rilho de Gonçalo Ribeiro da Costa, cavaleiro, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia ; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger.— De 'i de Fevereiro de 1672. 3- \ v 

Alvará a José Ribeiro, filho de Gonçalo Ribeiro da Costa, dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqeeire de ce- 
vada por dia. — De 9 de Fevereiro de 1672. ?7? 

Alvará a Manuel Rodrigues, natural de Máris, termo da vila de Barcelos, filho 
de João Rodrigues, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de Maio de 1673. 'ò~b 

Alvará a Francisco Antunes, natural do lugar de S. Bartolomeu da Esperança, 
filho de António Francisco, do foro de cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de Maio de 1673. 375 

Alvará a António Pereira, filho de Rafael Pereira, dos foros de escudeiro e ca- 
valeiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu pai prestou na cidade de Tânger. — De 5 de Ju- 
nho de 1674. 375 

t 

Alvará a José de Sousa, natural de Lisboa, filho de Pedro Gonçalves, do foro 
de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 2* de Novembro de 1675. 37b v 

Alvará a Francisco da Costa, natural da vila de Cheleiros, filho de António Ro- 
meu, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 23 de Agosto de 1676. 37S v 

Alvará a João Freire, filho de Pedro Fagundes e neto de Manuel Martins, ca- 
valeiro com 700 réis de moradia por mês.e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu avô prestou em Tânger. — De 6 de Outubro de 
1676. 376 

Alvará a João Baptista, natural da cidade de Tânger, filho de António Rodri- 
gues Baptista, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
na dita cidade. — De i3 de Fevereiro de 1672. 37G 

Alvará a Manuel Borges, filho de Manuel Borges da Ilha, cavaleiro, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 
20 de Maio de [I '-'?. 376 v 

Alvará a Duarte Rodrigues Lopes, natural da cidade de Tânger, filho de Pedro 
Rodrigues, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Fevereiro de [677. 376 v 

Alvará a Manuel Liai, filho de Luís Pires, cavaleiro, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro com 700 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou em Tânger. — De 12 de Fevereiro de 

1677- 3 77 



MATRÍC1 IA DOS MORADOR] - DA CASA RIAL 67 

I òlhua 

Alvará a Francisco de Matos do Couto, natural de Tânger, filho de Francisco 
de Matos, cavaleiro, dos focos de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços que 
prestou na dita cidade e no Algarve. — De 10 de Junho de de 1676. 377 

Alvará a Manuel de Matos Machado, filho de Francisco de Matos, cavalei 

dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por més e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai prestados na ar- 
mada sob o comando do general Pedro .laques de Magalhães.- — De (| 
de Junho de 1676. 377 V 

Alvará a Manuel Simões, natural de Mazagão, filho de Francis o Sim ies, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 7'». réis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia;pelos serviços que ali prestou. — De 6 de De- 
zembro de [674. 77 •' 

Alvará a João da Silva, natural de Loures, termo de Lisboa, filho de Jorge da 
Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tân- 
ger. — De 18 de Novembro de 1677. ^78 

Alvará a Matias Liai, natural da cidade de Tânger, filho de Luís Pires Jorge, 
cavaleiro, dos toros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na 
dita cidade. — De 17 de Novembro de 1677. 378 

Alvará a Francisco Monteiro, natural da cidade de Tânger, filho de Francisco 
Monteiro, dos Toros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia 
por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na 
dita cidade. — De 17 de Novembro de [677. "ò*]% V 

Alvará a António Ribeiro, natural da cidade de Tânger, filho de Francisco Ri- 
beiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tân- 
ger. — De [5 de Fevereiro de 16781 378 V 

Alvará a Manuel Zuzarte, natural de Lisboa, filho de António Zuzarte, do foro 
de cavaleiro com 700 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada 

por dia. — De ?(> de Agosto de 167N. 3-i 

Alvará a Nicolau Pereira do Prado, natural do concelho de Sinfães, comarca 
de Lamego, filho de João Pereira, do foro de cavaleiro com 700 reis de 
moradia por més c 1 alqueire de cevada por dia. — De 7 de Dezembro 

de 1Ó7S. 370 

Alvará a António da Costa, filho de João Gomes, do foro de cavaleiro com 700 
réis de moradia por més c 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 de Ja- 
neiro de 11170- 370 

Alvará a Sebastião Correia, natural de" Lisboa, filho de Francisco Fernandes, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por més e 
1 alqueire de cevada por dia. — -De 17 de Março de 1679. 

Alvará a António Lopes, natural da Chamusca, filho de Pedro Lopes, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 26 de Novembro de 1679. $79 v 

Alvará a Crispim Marques Viana, natural de Lisboa, filho de Pedro Fernandes 
Mana, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia poi 
més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de Agosto de ití -V.' r 



68 LIVRO III 



'»"■ 



x »^ 



1- rilhas 



Alvará a João Lourenço, filho de Francisco Rodrigues Travassos, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mès e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 5 
de Agosto de 1680. 38o 



Alvará a Francisco Marques, natural de Mazagão, rilho de Belchior de Medina, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 7011 réis de moradia por mès e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 12 de 
Agosto de 11 38o r 



Alvará a António Gomes, natural de Lisboa, rilho de Pedro Fernandes, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mes e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 2 de Outubro de 1680. 3711 v 

Alvará a António Velho, natural de Mazagão, rilho de Tomé Gonçalves, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 12 (sic) 
de 1680. 379 ;• 

Alvará a Martim Afonso, natural de Mazagão, rilho de Francisco Pires, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 12 de 
Agosto de 1680. 38o v 

Alvará a João Rodrigues Pimenta, filho de Gaspar Rodrigues Pimenta, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De 12 de Fevereiro de 1672. 38i 

Alvará a Francisco Machado, rilho de Sebastião Machado, cavaleiro, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mès e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 
9 de Fevereiro de 1672. 38i v 

Alvará a Bartolomeu Machado, rilho de Sebastião Machado, dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 9 de 
Fevereiro de 1672. 38 1 v 

Alvará a Domingos de Novais, natural de Montelongo, arcebispado de Braga, 
filho de António Domingues, do foro de reposteiro da câmara com 606 
réis de moradia por mês. — De 24 de Maio de 1667. 382 

Alvará a Francisco Delgado, do foro de reposteiro da câmara com faculdade de 
o poder passar à pessoa com quem sua rilha casar. — De 7 de Julho de 
1667. 

Alvará a Manuel Ribeiro Monteiro, natural de Viana, filho de João Ribeiro Mon- 
teiro, dn foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mès, 
na vaga de João de Oliveira. — De 3o de Abril de 1668. N 2 ;• 

Alvará a António de Barros, reposteiro da câmara, passando-o a reposteiro de 
cavalo, na vaga de Francisco Antunes com ' 4 de cevada por dia. — De 
23 de Setembro de 1ÕÕ9. 382 V 

Alvará a Mateus Gomes de Abreu, natural de Lisboa, filho de Pedro Rodrigues, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês. — 
De 2 de Setembro de 1670. 382 r 






MATR1CI LA DOS MOR VDORES DA CASA RIAL 6g 

Folhas 

Alvará a João Barreto de Aguiar, reposteiro da câmara, natural do lugar da 
Carvoeira, termo de Torres Vedras, filho de Matias Ferreira, passando o 
do dito foro a reposteiro de cavalo, na vaga de Pedro Gomes, com mo- 
radia e :< | de cevada por dia.- -De 29 de Abril de 1672. 383 

Alvará a André da Costa, natural da Azambuja, lilho de António da Gama, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 reis de moradia por mes, que va- 
gou por falecimento de Inácio do Couto. — De 21 de Maio de 1G72. 383 v 

Alvará a Manuel Ferreira, natural de Coimbra, lilho de José Fernandes, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês. — De 12 de 
Maio de [673. 383 v 

Alvará a Manuel Francisco, natural de Aveiro, filho de Domingos Francisco, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês. — De 
10 de Maio de [673. 38j. 

Alvará a António Pinto Pacheco, reposteiro da câmara de cavalo; de licença 
para poder nomear este foro na pessoa que casar com uma de suas fi- 
lhas. — De 9 de Jtneiro de 1675. 384 

Alvará a Manuel de Freitas Lamego, natural de Vila Franca de Xira, lilho de 
João Rodrigues Lamego, do foro de reposteiro da câmara de cavalo, 
por ter casado com Antónia Maria de Sequeira, filha de António Pinto 
Pacheco. — De 10 de Julho de 167?. 3*4;' 

Alvará a António João, natural de Alcainça, rilho de Francisco João, do foro de 
reposteiro de cavalo, na vaga de João de Sousa com 600 réis de mora- 
dia por mès e ; , de cevada por dia. — De 1 de Abril de 1675. 385 

Alvará a Manuel João, natural de Lisboa, filho de António João, do foro de re- 
posteiro de cavalo, vago por falecimento de seu pai, com 606 réis de mo- 
radia por mês e V, de cevada por dia. — De 17 de Março de 1678. 385 v 

Alvará a José Francisco, natural de Lisboa, filho de João Francisco, do foro de 
reposteiro da câmara de cavalo com 606 réis de moradia por mês e :< / 4 
de cevada por dia - , vago por falecimento de Manuel Borges. —De 21 de 
Maio de 1679. 386 

Alvará a Simão Gomes de Sousa, natural de Lisboa, filho de Manuel Gomes, 
do toro de reposteiro da câmara com Gob réis de moradia por mês; por 
ter casado com Luísa de Gouveia, filha de Maria de Gouveia, viúva de 
Luís Rodrigues, que foi reposteiro da câmara. — De 8 de Maio de 1671). 386 r 

Alvará a João da Silva, natural de Pitois, lilho de João da Silva, do foro de^ re- 
posteiro da câmara com 606 réis de moradia por mès, na vaga de Gre- 
gório de Campos. — De 3o de Junho de 1679. 387 

Alvará a Manuel da Silva, natural de Lisboa, lilho de Lourenço da Silva, do 
foro de reposteiro do Paço com 606 reis de moradia por mès; por estar 
casado com D. Isabel da' Conceição, filha de Domingos Jorge. De 20 
de Novembro de 1679. '87 V 



Alvará a Domingos Rodrigues, natural de Lisboa, filho de Domingos Rodri- 
gues, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por 
mès. — De 20 de Agosto de 1680; 






Alvará a Luís Álvares da Costa, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Alva- 
res, do foro de reposteiro da câmara com 606 reis de moradia por mês, 
na vaga de Francisco Alvares. — De 6 de Janeiro de 1681. - ;ss 



"D" 



LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Manuel Leitão, natural de Lisboa, filho de António Leitão, do foro de 
reposteiro da câmara com Go6 reis de moradia por mês; na vaga de Pe- 
dro de Amorim. — De 23 de Fevereiro de [681. 388 

Alvará a António Henriques, natural da Batalha, rilho de António Dias, do foro 
de reposteiro do estrado com õoô réis de moradia por mês. — De 10 de 
Maio de i6 7 3. 388» 

Alvará a Francisco de Oliveira, natural do concelho de Rossas, rilho de Do- 
mingos João, do foro de reposteiro do estrado com 606 réis de moradia 
por mês. — De 19 de Maio de 1673. 389 

Alvará a João de Azevedo, natural de Lisboa, filho de Cristóvão de Azevedo, 
que foi reposteiro da câmara, do foro de reposteiro do estrado com 606 
réis de moradia por mês. — De 20 de Agosto de 1680. 38g 

Alvará a Manuel de Faria, natural de Lisboa, filho de Pedro Rodrigues, que 
foi reposteiro do estrado, do mesmo foro com õoõ réis de moradia por 
mês. — De 1 de Junho de 1681. 889 r 

Alvará a Luis Cipriano do Vale, para que por seu falecimento possa legar à 
pessoa que casar com sua filha Feliciana de Avelar Toita. o lugar que 
tem no Paço de porteiro da câmara. — De 10 de Outubro de 1644. 38o v 

Alvará a 'João Leitão, natural de Rio Maior, filho de Filipe Leitão, do foro de 
porteiro de cavalo com Soo réis de moradia por mês e ? / 4 de cevada por 
dia; por estar casado com Leonor Tavares, rilha de Domingos de Oli- 
veira, e que vagou por falecimento de Jorge Cuedes. — De 3o de Dezem- 
bro de 1667. 390 

Alvará a Luis Soares, do foro de porteiro da câmara com 5oo réis de moradia 
por mês e 3 / 4 de cevada por dia; por estar casado com Feliciana de Ave- 
lar Toita, filha de Luís Cipriano do Vale. — De 20 de Dezembro de 1667. 3gi v 

Alvará a Manuel Carvalho, reposteiro da câmara, natural do lugar de Tagarro, 
rilho de Francisco Alvares, passando-o deste foro a porteiro da câmara 
de cavalo com 5oo réis de moradia e ., de cevada por dia. — De 6 de 
Maio de 1669. 392 

Alvará a Manuel Fernandes, reposteiro do estrado, natural da vila de Pedrógão 
Grande, filho de Domingos Fernandes, passando-o deste foro a porteiro 
da câmara de cavalo, na vaga de Manuel Mourato, com 5oo réis de mo- 
radia por mês e ? / + de cevada por dia. — De i3 de Janeiro de 167 1. 392 v 

Alvará a António da Fonseca, do foro de porteiro da câmara de cavalo, com 
faculdade de o poder legar em sua vida ã pessoa que casar com uma de 
suas filhas. — De 6 de Maio de [656. 3u3 

Alvará a Nicolau Coelho da Silva, natural de Lisboa, filho de Simão Gonçal- 
ves, do foro de porteiro da câmara de cavalo com doo réis de moradia 
por mês e 3 / 4 de cevada por dia; por estar casado com Leonor Tavares; 
vago por falecimento de João Leitão. — De 16 de Agosto de 1680. 'òg3 v 

Alvará a Matias Lopes da Silva, natural de Lisboa, filho de Sebastião Rodri- 
gues, do foro de moço da estribeira com 606 de moradia por mês. —De 
Julho (sic) de 1Õ66. 3941» 

Alvará a Salvador da Costa, natural de Lisboa, filho de Simão Ferreira, moço 
da estribeira, aposentando-o no dito lugar com a moradia e mais mer- 
cês pertencentes ao mesmo foro. — De 2 de Outubro de 1670. ? l M v 



M \ I RICULA Dos MORADOR] 5 DA CASA RIA1 



7' 



Alvará a António Rodrigues, natural de Vila Viçosa, tilho de Domingos Rodri- 
gues, do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês. — 
De | de Abril de 1672. 3o,5 

Alvará a António da Costa Roboredo, natural da vila de Estremoz, filho de 

Domingos Martins, do fôro de moço da estribeira, na vaga de João Gon- 
çalves, "com 606 réis de moradia por mês. — De 12 de Janeiro de 167D. 3p,5 

Alvará a António Fragoso, natural de Lisboa, filho de Jerónimo Fragoso, do 
fôro de moço da estribeira, que vagou por falecimento de Francisco Dias 
Pinto, com |o("> réis de moradia por mês. De 26 de Abril de 1677. 3g5 v 

Alvará a Duarte Barbosa de Carvalho, natural de Lisboa, filho de Francisco 
Barbosa de Carvalho, dos foros de escudeiro e monteiro de cavalo com 
565 réis de moradia por mes e ! , de cevada por dia, na vaga de Ma- 
nuel Cardoso Pinto. De 10 de Maio de iii(58. 396 

Alvará a JoãoTeixeira Pinto, natural da Granja, filho de Valentim Teixeira Pinto, 
dos foros de escudeiro e monteiro de cavalo com 565 reis de moradia por 
mês e Vi de cevada por dia, na vaga de António da Torre Curado. — 
De 10 de Maio de 1668. 396 

Alvará a António Botelho Riscado, natural de Mazagão, filho de Pedro da Cu- 
nha da Costa, dos foros de escudeiro e monteiro de cavalo do com 5o? 
réis de moradia por mês e V, de cevada por dia, na vaga de Pedro Tei- 
xeira Leitão. — De 1 de Novembro de 1670. 396;' 

Alvará a António Francrsco, natural da freguesia de Santa Maria, termo de Gui- 
marães, filho de Francisco Gonçalves, do fôro de moço do monte com 
406 réis de moradia por mês, na vaga de .Agostinho de Pina. — De 14 
de Maio de 1 667. 3(/> v 

Alvará a Manuel Pedroso, natural de Lisboa, filho de Domingos Antunes, do 
fôro de moço do monte com 406 réis de moradia por mes, na vaga de 
Jerónimo da Costa. — De 23 de Abril de 1Õ67. 3ij7 

Alvará a Manuel Martins, natural de Guimarães, filho de Pedro Martins, do 
fôro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês, na vaga de 
António Freire. — De 28 de Maio de 1668. 397 

Alvará a Manuel Rodrigues, natural da Pampulha, comarca de Coimbra, filho 
de Simão Rodrigues, do fôro de buscante com 406 réis de moradia por 
mês, na vaga de Lázaro de Melo. — De 28 de Maio de 1668. 397 v 

Alvará a Sebastião de Macedo, natural de Guimarães, tilho de Sebastião Re- 
belo, do foro de moço do monte com 40G réis de moradia por mes, na 
vaga de João Rebelo. — De 28 de Maio de 1668. ^97 r 

Alvará a Manuel Gomes, filho de Manuel Gomes, do fôro de moço do monte 
com 406 réis de moradia por mês, que vagou por falecimento de seu 
pai. — De 25 de Abril de 1(174. 3o; ;■ 

Alvará a João Gonçalves, natural de Lisboa, filho de Diogo Gonçalves, do fôro 
de moço do monte com 406 réis de moradia por mês, que vagou por fa- 
lecimento de seu pai. — De 18 de Novembro de 167 |. 3g8 

Alvará a António Curado, natural da vila de Avelar, comarca de Coimbra, ti- 
lho de Domingos Alves, do fôro de moço do monte com 406 reis de nio- 
radia por mês, na vaga de Amónio Francisco. — De 1 de Abril de 1O7?. 398 



LIVRO III 



Folhas 

Alvará a Manuel da Costa, natural de Lisboa, filho de João da Costa, do foro 
de moço do monte com 406 réis de moradia por mês, na vaga de Antó- 
nio Freire. — De 3o de Agosto de 1677. 3g8 ;■ 

Alvará a Manuel da Orta, natural de Lisboa, filho de João da Orta, do foro de 
moço do monte com 406 réis de moradia por mês, na vaga de Gaspar 
do Couto. — -De 12 de Dezembro de 1680. 3u8 v 

Alvará a Bartolomeu Nunes, natural de Aldeia Galega, filho de Domingos Fer- 
nandes, do foro de moço do monte com 106 réis de moradia por mês.— 
De 16 de Julho de 1681. 3o<i 

Alvará a António Malhão, natural do lugar de Camarate, filho de Vicente Ma- 
lhão de Brito, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por 
mês, que vagou por falecimento de Francisco Malhão. — De 28 de Julho 
de 1681. 399 

Alvará a Frutuoso Ferreira, natural da freguesia de S. Pedro de Escudeiro, ar- 
cebispado de Braga, filho de Pedro Ferreira, do foro de buscante com 
406 réis de moradia por mês, que vagou por falecimento de Manuel Ro- 
drigues. — De i5 de Julho de 1681. 399;; 

Alvará ao licenciado Manuel Alvares Sereno, cavaleiro da Ordem de Cristo, 
natural de Castelo de Vide, filho de Francisco Alvares Sereno, nomean- 
do-o para um dos lugares de médico da câmara, vagos pela aposentação 
de Francisco Morato Roma e falecimento de Brás Nunes Manhão. — De 
2 de Janeiro de 1674. 400 

Alvará ao licenciado Manuel Lopes Pinheiro, do foro de médico da câmara do 
Paço, na vaga de António da Mata com ioo.rooo réis de ordenado por 
ano. — De 18 de Agosto de 1688. 400;' 

Alvará ao Dr. Francisco Morato Roma, de aposentação de médico do Paço com 
loo.rooo réis por ano e respectiva moradia. — De 12 de Fevereiro de 
1G69. 4 o 1 

Alvará ao Dr. Crispim do Rêgo, médico da câmara, cavaleiro da Ordem de 
Cristo, de físico-mor do Paço com 2--5oo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 23 de Setembro de 1660. 401 v 

Alvará ao Dr. Crispim do Rêgo, médico da câmara, cavaleiro da Ordem de 
Cristo, concedendo-lhe todas as prerrogativas que lhe pertencem como 
físico-mor do Paço. — De 23 de Setembro de 1669. 402 

Alvará ao licenciado Diogo Mendes de Lião, natural de Lisboa, filho do licen- 
ciado André Mendes de Lião, do lugar de medico da câmara, que vagou 
por falecimento de Luís Peres. — De 7 de Janeiro de 1670. 4o3 v 

Alvará ao licenciado Diogo Pais, natural da vila de Portel, filho de Francisco 
Pais de Pina, do foro de médico da câmara do Paço, na vaga de Fran- 
cisco Morato Roma, com 2C000 reis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 7 de Fevereiro de 1670. qo3 v 

Alvará ao licenciado Francisco de Aguiar Pinto, natural de Vila Kial, filho de 
Pedro de Mesquita, do foro de médico do Paço, que vagou por faleci- 
mento de António Monteiro, com 2JPOO0 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 7 de Janeiro de 1670. qo3 v 



MATRICULA DOS MORADORI S l>\ CASA l>l \l 



73 



Alvará ao Dr. António de (lastro, fidalgo, médico da câmara, de aposentação 

de físico-mor do Paço com iooíí reis de vencimento por ano e mais 

prerogativas inerentes ao seu cargo. De '? de Agosto de 1671. 



Folhas 



\"\ 



Alvará ao licenciado Manuel de Pina Coutinho, cavaleiro da Ordem de Cristo, 
natural de Vila Longa, filho de Pedro Fernandes Coutinho, do foro de 
médico supranumerário da Casa Kial com 2 $000 réis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia. De if> de Janeiro de i(i-?. 



\"\ '■ 



Alvará a António Alvares Ribeiro, natural de Torres Novas, filho de Fernão 
Peres, do foro de médico do Paço, na vaga de Crispim do Rêgo, que 
passou a fisico-mor, com 2.-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 28 de Fevereiro de 167b. 



40D 



Alvará ao Dr. António Faber, natural de Languedoc, França, filho de António 
Faber, do foro de médico supranumerário do Paço, na vaga de Fran- 
cisco Silráo, com 2-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 9 de Janeiro de 1677. 



4°5 



Alvará ao licenciado .Manuel de Lima França, cavaleiro da ( )rdem de Cristo, 
natural da cidade de Faro, rilho de Martinho de Lima, do foro de mé- 
dico do Paço, na vaga de Francisco de Aguiar Pinto, com 2C000 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Outu- 
bro de 1679. 



jo5 /■ 



Alvará ao licenciado Manuel Antunes Prego, natural de Setúbal, filho de Fran- 
cisco Prego, do foro de médico do Paço, na vaga de Diogo Pais, com 
2.-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 
de Outubro de 1679. 



406 



Alvará a António do Prado, natural de Torres Novas, filho de Francisco do 
Prado, do foro de cirurgião supranumerário do Paço com too.rooo réis 
de moradia por ano. — De 3 de Abril de 1669. 



(íiIp 



Alvará ao Dr. António Ferreira, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, de ci- 
rurgião-mor do Paço com 232>3oo réis de moradia por mes e 1 alqueire 
de cevada por dia, na vaga do Dr. António da Mata Falcão. —De 17 
de Junho de 1660. 



401 1 1 



Alvará 



ará ao Dr. António Ferreira, para que a moradia e cevada que tem de mercê 
por exercer o cargo de cirurgião-mor do Paço, se lhe pague na cevada- 
da Casa Rial. — De 17 de Junho de 1669. 



P' 

ri; 



4"7 



Alvará ao Dr. António Ferreira, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, sobre 
a forma de pagamento e mais prerogativas pertencentes ao cargo que 
do Paço. — De 5 de Junho de 1660. 



tem de cirurgia* 



f"7 >' 



Alvará a João do Prado Ribeiro, natural de Torres Novas, filho de Francisco do 
Prado, do foro de cirurgião supranumerário com 2#ooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. De 16 de 



Junho de 1070. 



408 



Alvará a João do Prado Ribeiro, natural de Torres No\ as. lilho de Francisco do 
Prado, de cirurgião efectivo do Paço com toojpooo réis de ordenado por 
ano. — De 3 de Outubro de 1672. 



|mN v 



Alvará a Cláudio Vilher, natural da cidade de Monfrin (sic), França, lilho de 
Honori Vilher, do foro de cirurgião supranumerário com 100.-000 réis 
de ordenado por ano. — De 21 de Marco de 1G79. 



|oN ;• 



74 



LIVRO 1 1 1 



Tolhas 

Alvará a António de Freitas, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de S. Tiago, natural 
de Lisboa, filho de João de Freitas, do lugar de cirurgião supranume- 
rário, na vaga que ficou pela promoção de António do Prado a cirur- 
gião da câmara, que vagou por falecimento de António Ferreira, com 
ioocooo réis de moradia pur ano. — De 20 de Janeiro de 1680. 409 

Alvará a Miguel Carvalho da Silva, natural de Alvaiázere, rilho de Belchior 
.Mendes, do lugar de cirurgião do Paço. na vaga de Agostinho da Silva, 
o im 2C000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 24 de Janeiro de 1680. 400 ;• 

Alvará a João Rodrigues Maio, natural de Lisboa, filho de António Rodrigues 
Maio, do foro de cirurgião do Paço, na vaga de António Ferreira, com 
2-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2? 
de Janeiro de 1680. \"<j V 

Alvará a António Crasbech, natural de Lisboa, filho de Paulo Crasbech, de ofi- 
cial de impressor da Casa Rial, na vaga de Henrique Valente. — De íb 
de Novembro de iòóii. 410 

Alvará a Miguel Coelho, natural de Coimbra, filho de Manuel André, de oficial 
de picheleiro da Casa Rial, sem vencimento e sem moradia.— De 4 de 
Setembro de 1667. 410 

Alvará a António Carvalho, natural de Lisboa, filho de Nicolau João, de oficial 
de bainheiro da Casa Rial, na vaga de Salvador dos Reis, sem ordenado 
e moradia. — De 4 de Setembro de 16Ó7. 410 r 

Alvará a Francisco Coelho, cavaleiro natural de Lisboa, filho de António Coe- 
lho, mudando-o de passavante Tavira a passavante Santarém, na vaga 
que deixou António de Figueiredo, que passou a arauto Goa, com 1-000 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 21 de 
Agosto de 166b. 41 1 

Alvará a António da Cunha Pereira, cavaleiro-fidalgo,' do ofício de servidor de 
toalha, na vaga de Simão de Miranda, com Crooo réis anuais. — De iN 
de Novembro de 1667. \\\ v 

Alvará a Sebastião Correia, natural de Lisboa, filho de Francisco Fernandes, do 
lugar de mestre de armas dos mòços-tidalgos, vago pelo falecimento de 
Filipe Lemos. — De 29 de Maio de [669. 412 

Alvará a António Franco Melendes, natural de Lisboa, filho de Francisco Alva- 
res, do ofício de Oleiro da Casa Rial com 400 réis de ordenado por mês, 
na vaga de António Nunes. — De 26 de Junho de 1668. 4i3 

Alvará a Manuel Leitão, natural de Lisboa, filho de António Leitão, do lugar 
de barbeiro da Casa Rial com roo réis de moradia por mês e " A de ce- 
vada por dia, e mais 1-440 réis por ano. — De õ de Novembro de 1668. 41 3 

Alvará a Manuel Alvares, natural de Lisboa, filho de Adrião Alvares, do oficio 
de tirador de ouro e prata da Casa Rial, vago pelo falecimento de seu 
pai, sem moradia nem vencimento. — De d de Novembro de 1OÓ9. 41 3 v 

Alvará a Pedro de Moura, do oficio de sirgueiro da Casa Rial, na vaga que fi- 
cou pelo falecimento de Luis de Moura, seu pai, com 400 réis de mora- 
dia por mês e uma vestiaria ordinária cada ano. — De 16 de Junho de 
1669. 4>4 



MATRICULA DOS MORADOR] S DA CASA RIAL 



Alvará a Manuel da Silva, natural de Lisboa, filho de Amador da Silva, do ofí- 
cio de ensamblador da Casa Rial, na vaga que ficou pelo falecimento de 
Anti mio Vaz Castro, sem vencimento nem moradia. De -ib de Junho 



de 



1670. 



Folhai 



41 \r 



Alvará a Maria Simoa, do lugar de regueifeira da Casa Rial, na vaga que ficou 

por falecimento de Maria Domingues, com 35o reis de ordenado, i~44o 
réis de vestiaria c 25o reis por mes para uma moça. De 2 de Setem- 
bro de 1670. 



4 i5 



Alvará a Gregório de Campos, reposteiro da camará, natural do Espinhal, filho 

de António de Campos, do ofício de tapeceiro, na vaga que ficou por 
falecimento de Filipe de Campos, com 22.76000 réis, dos quais dará 
20-000 réis cada ano a Maria Vieira, viuva do dito Filipe de Cam- 
pos. — De 1 de Dezembro de 1670. 



413 



Alvará a António Rodrigues de Matos, natural de Lisboa, ourives de ouro e 
contraste da Corte, filho de Agostinho Rodrigues, que foi cavaleiro, do 
ofício de engastador da pedraria, na vaga que licou pelo falecimento de 
seu pai, com lorooo réis de ordenado cada ano. — De 27 de Setembro 
de 1D74. 



Alvará a António Rodrigues de Matos, passando o do oficio de engastador d 
pedraria na Casa Rial a ourives da gineta, no lugar que vagou pelo k 
lecimento de Pedro Valejo. — De 28 de Agosto de 1680. 



da 

a- 



Alvará a Matias Rodrigues, natural de Lisboa, filho de Francisco Rodrigues do 
lugar de correeiro da Casa Rial, na vaga que ficou pelo falecimento de 
Francisco .lorgc, com 38o réis de moradia por més. — De 20 de Maio 
de 1117.^. 



p'. 



416 



4161» 



Alvará a António da Costa, natural de Lisboa, filho de Valentim de Alpoim, do 
lugar de ourives da Casa Rial, na vaga que ficou pelo falecimento de 
seu pai, com [$200 réis de ordenado por ano e V, de cevada por dia.— 
De 5 de Fevereiro de 1671. 



M7 



Alvará a Silvestre Antunes Liai, natural de Lisboa, filho de Silvestre Antunes, 
do ofício de passamaneiro da Casa Rial, sem moradia nem ordenado. — 
De 18 de Outubro de 1678. 



|i 7 r 



Alvará a António de Campos, natural de Lisboa, tilho de Gregório de Campos, 
do ofício de tapeceiro da Casa Rial, no lugar que vagou pelo falecimento 
de seu pai, com 2226000 réis de ordenado, dos quais dará 20.-000 reis 
a sua irmã Bárbara de Campos, e terá mais 4836000 réis por ano para 
várias despesas. — De 27 de Fevereiro de 1677. 



418 



Alvará a Matias de Lemos, natural de Lisboa, filho de Domingos da Costa Le- 
mos, do oficio de violeiro da Casa Rial, sem moradia nem ordenado.— 
De 10 de Maio de 1678. tm 

Alvará a Domingos Jorge, natural de 'loires, filho de António Jorge, do oficio 
de sombreireiro da (".asa Rial, na vaga que licou pelo falecimento de Pe- 
dro Filipe, sem ordenado nem moradia. — De 22 de Outubro de 1678. 4K1 

Alvará a António da Silva, natural do lugar de Calhandriz, filho de Manuel 
Francisco, do oficio de lanceiro da Casa Rial. sem moradia nem orde- 
nado. De 3 de Novembro de i(>7<>- [IQ V 



7 t, LIVRO 111 



Folhas 



Alvará a Francisco Lopes, ourives, natural de Tomar, rilho de Francisco Lopes, 
do oficio de engastador de pedraria, na vaga que deixou António Rodri- 
gues de Matos, que foi promovido a ourives de gineta, com 10.-000 réis 
de ordenado cada ano. — De 28 de Agosto de 1680. 420 

Alvará a Joana Nunes, viúva de Lourenço da Costa, que foi charamela da Casa 
Rial, de licença para poder nomear o dito lugar de charamela na pessoa 
que casar com uma de suas filhas. — De 16 de Maio de 1667. 420;* 

Alvará a Manuel Antunes, natural de Lisboa, filho de Nicolau Antunes, chara- 
mela da Casa Rial, do lugar de sacabucha com .40 reis de mantimento 
por dia. — De 10 de Julho de 1668. _)2i 

Alvará a Francisco Frois, de charamela da Casa Rial, na vaga de José Domên- 

cio, com 40-000 reis de ordenado por ano. — De 3i de Maio de 1677. 421 

Alvará a Gregório de Palácios, de charamela-mor da Casa Rial, na vaga de Ma- 
nuel Pereira, com i8-rooo réis de ordenado por ano. — De 7 de Janeiro 
de 1673. 421 v 



Alvará a Gregório de Palácios, charamela-mor, acrescentando-lhe 10.-000 réis 
mais em seu ordenado, os quais vagaram por seu irmão João de Palá- 
cios. — De 3 de Agosto de 1076. 422 v 

Alvará a Rafael de Andrade, natural de Lisboa, filho de João Vicente, do lugar 
de charamela da Casa Rial, na vaga de Francisco Fróis, com 20.^000 
réis por ano de ordenado. — De 20 de Julho de 1676. 42 j 

Alvará a Manuel Antunes, filho de Nicolau Antunes, do lugar de moço de cha- 
ramela da Casa Rial, na vaga de Vicente Martins, com 32.^000 réis de 
ordenado por ano e mais 8cooo réis de moradia. — De 3o de Setembro 
de 1Ó67. 423 

Alvará a Francisco de Palácios, natural de Lisboa, filho de João de Palácios, do 
lugar de charamela da Casa Rial, na vaga que ficou pelo falecimento de 
seu pai, com 32-Tooo réis de ordenado cada ano e 8"*ooo réis de vestia- 
ria. — De 24 de Dezembro de 1678. 423 v 

Alvará a Timóteo de Palácios, natural de Lisboa, filho de João de Palácios, que 
foi charamela do Príncipe, do lugar de aprendiz de charamela, na vaga 
de seu irmão Francisco de Palácios, com 40 réis de mantimento diá- 
rio. — De 9 de Fevereiro de 1679. 424 

Alvará a Manuel da Costa, natural de Lisboa, filho de António da Costa, do 
lugar de aprendiz de charamela, na vaga pela promoção de Manuel An- 
tunes, com 40 réis de mantimento diário. — De 5 de Fevereiro de i(>8o. 4-4'' 

Alvará a Manuel da Costa, natural de Lisboa, filho de António da Costa, de 
charamela da Casa Rial com 32~ooo réis de ordenado, na vaga de Ma- 
nuel dos Reis, que passou ao lugar de Lourenço da Costa. — De 25 de 
Janeiro de 1681 . J.25 

Alvará a António Dias, natural de Lisboa, filho de Francisco Dias, do lugar de 
aprendiz de charamela, na vaga pela promoção de Manuel da Costa, com 
40 réis de mantimento diário. — De 28 de Abril de 1681. \ib v 

Alvará a Manuel da Costa, natural do Lumiar, termo de Lisboa, filho de Fran- 
cisco da Costa, do lugar de trombeta, vago pelo falecimento de seu pai, 
com i-rooo réis de moradia por mês e % de cevada por dia. — De 5 de 
Maio de 1Ó70. 426 



MATR1CDI \ DOS MOR VDOR1 S l> \ CASA RIAI 



77 



Alvará a .Manuel Francisco, natural do Lumiar, termo de Lisboa, filho de Ma 
lias Francisco, do lugar de trombeta, na vaga pelo falecimento de Am.. 
nio Si nines, com i •-<» », réis de moradia por mes e de cevada por dia. 
De 27 de Mai.. de 1672. 






,■•<; 



Alvará a Manuel da Costa, natural d.. Lumiar, filho de Domingos Carrasco, d.. 

lugar de trombeta, na vaga pelo falecimento de seu pai, cm 1- .reis 

por mes e ; ,, de cevada por dia. — De 7 de Maio de [672. 



ue moradia 



I 26 r 



Alvará a Francisco da Costa, natural do Lumiar, termo de Lisboa, filho de Ma 
nuel Rodrigues, do lugar de trombeta, vago pelo falecimento de Adão 
Domingues, seu avô, com 1- 1 reis de moradia por mes e : , de ce- 
vada por dia. — De 26 de Maio de [672. 



|jo /■ 



Alvará a Domingos Duarte, natural do Almargem do Bispo, filho de Domingos 
Duarte, d<> lugar de trombeta, na vaga pelo falecimento de João da Paz, 
com i-noo reis de moradia por mês e V, de cevada por dia. De 27 



de Maio de [672. 



4^7 



Alvará a Filipe da Costa, natural do Almargem do Bispo, filho de Domingos da 
Costa, do lugar de trombeta, na vaga pelo falecimento de Domingos da 
Costa, com laftooo réis de moradia por mes e : , de cevada por dia. 
De 26 de .Maio de 1672. 



427/' 



Alvará a Domingos Simões, natural de Lisboa, filho de Domingos Simões, do 
lugar de trombeta, na vaga de Luís Gonçalves da Costa, com [Jtooo 
réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De o de Janeiro de 
1G74. 



427 v 



Alvará a Silvestre da Costa, natural do Almargem do Bispo, filho de Filipe da 
Costa, do lugar de trombeta, vago pelo falecimento de seu pai, com 
1.-000 réis de moradia por mês e V, de cevada por dia. De \? de Ju- 
lho de 1Ô71). 



428 



Alvará a Domingos Alvares, natural da Ameixoeira, termo de Lisboa, tilho de 
João Alvares, do lugar de trombeta, vago pelo falecimento de seu pai. 
com 1.T000 réis de moradia pos mês c ;i ', de cevada por dia. — De 2b de 
Fevereiro de 168 1 . 



42 s 



Alvará a Manuel Ferreira, natural de Lisboa, filho de Francisco Ribeiro, do lu- 
gar de trombeta, na vaga de João Gomes, com 1-000 reis de moradia 
por mês e V, de cevada por dia. — De 3 de Marco de 1681. 



428 v 



Alvará a Francisco Moniz, cavaleiro, do ofício de atabaleiro da Casa Rial, na 
vaga pelo falecimento de Bartolomeu Pedroso, com roo réis de moradia 
por mes, 600 réis de mantimento e ; , de cevada por dia. -De 12 de 
Junho de [670. 



|2,, 



Alvará a Luís Girão, natural de Lisboa, filho de João Gomes, do lugar de ata- 
baleiro-mor da Casa Rial, vago pelo falecimento de João Pereira, por 
estar casado com Mariana da Silva, com 1-1 'eis de moradia por mês 



e | de cevada por dia. — De 



o de Outubro de [670. 



l-o 



Alvará a Isabel Pimenta, da propriedade do ofício de atabaleiro da Casa Rial, 
vago pelo falecimento de seu marido António Duarte, para a pessoa com 
quem casar. De 2 de Março de 1674. 



42.1 r 



7 N 



i.lVKO III 



Folhas 

Alvará a Miguel de Oliveira, natural de Lisbos, lilho de João de Barros, do ofí- 
cio de atabaleiro da Casa Rial, na vaga pek) falecimento de seu pai, com 
3oo réis de moradia por mês, (õoo reis de mantimento e 7, de cevada 
por dia. — De 10 de Dezembro de 11)76. 43o 

Alvará a Manuel Rodrigues, natural de Mariz, termo de Barcelos, filho de João 
Rodrigues, do oficio de atabaleiro da Casa Rial, na vaga pelo falecimento 
de Manuel Coelho, com 5oo réis de moradia por mês, 600 réis de man- 
timento c V, de cevada por dia. — De 1 de Março de 1678. 43o 

Alvará a Simão Gomes de Sousa, natural de Lisboa, filho de Manuel Gomes, 
do ofício de atabaleiro da Casa Rial com 5oo réis de moradia por mês 
e 7, de cevada por dia; por estar casado com Luísa de Gouveia, filha 
de Maria de Gouveia e de Luís Rodrigues, que foi atabaleiro. — De 8 de 
Maio de 1679. |3o v 

Alvará a Adrião Alvares, natural de Mengarinhos, freguesia de Loures, lilho de 
Luís Alvares, da propriedade do ofício da nobreza das armas de passa- 
vante Cochim com j.-ooo réis de moradia por mês e '/, alqueire de ce- 
vada por dia; por ter casado com Tomásia da Silva, rilha de João da 
Silva, que exerceu também o dito ofício. — De 27 de Junho de 1(170. 43 1 

Alvará a Francisco Coelho, passando-o de passavante Santarém a arauto Goa, 
na vaga de António de Figueiredo, que passou a arauto Ceuta, com 
1-000 réis de moradia por mês c '/ 2 alqueire de cevada por dia. — De 
•20 de Setembro de 1Õ70. -|32 

Alvará a Nicolau da Rocha, ourives da prata da Casa Rial, passando-o de rei 
de armas Índia a rei de armas Algarve, na vaga pelo falecimento de 
Francisco Luís, com 1.^400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cc 
vada por dia. — De 27 de Setembro de 1670. q32 v 

Alvará a Francisco Jorge, correeiro da Casa Rial, passando-o de arauto Lisboa 
a rei de armas índia, na vaga pelo falecimento de Manuel Jorge, com 
i-5oo réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 
de Fevereiro de 1671. 433 

Alvará a Adrião Álvares, natural de Mengarinhos, freguesia de Loures, lilho de 
Luís Álvares, passando o de passavante Cochim a passavante Tavira, 
na vaga de Álvaro Travassos, que passou a passavante Santarém, com 
i-ooo réis de moradia por mês e 'A. alqueire de cevada por dia. —De 
26 de Janeiro de 1671. 4^3 

Alvará a Francisco Coelho, passando-o de arauto Goa a arauto Ceuta, na vaga 
de António de Figueiredo, que passou a arauto Lisboa, com i.rooo reis 
de moradia por mês e '/,, alqueire de cevada por dia. — De 26 de Janeiro 
de 1671. q33 v 

Alvará a Adrião Alvares, natural de Mengarinhos, freguesia de Loures, lilho de 
Luís Alvares, passando-o de passavante Tavira a passavante Santarém, 
na vaga de Álvaro Travassos, com í.-ooo réis de moradia por mês e '/ 2 
alqueire de cevada por dia. — De 26 de Fevereiro de 1672. 434 

Alvará a Francisco Coelho, natural de Lisboa, filho de António Coelho, passan- 
do-o de arauto Ceuta a arauto Lisboa, na vaga pelo falecimento de An- 
tónio de Figueiredo, com 1-000 reis de moradia por mês e ' . alqueire 
de cevada por dia. De 8 de Janeiro de [673. q34 



MA I RÍCI I \ ln>^ MORADORI S h\ CASA RI \l 



7'.» 






Alvará a Adrião Alvares, natural da freguesia de Loures, filho de Luís Alvares, 
passando-o de passavante Santarém a arauto (loa, na vaga de Manuel 
Soares, que passou a arauto Ceuta, com i&ooo réis de moradia por mês 
e '/ 2 alqueire de cevada por dia. De 8 de Janeiro de 1Õ7X 1 M '' 

Alvará a Franeisco Coelho, natural de Lisboa, filho de António Coelho, passan- 
do-o de arauto Lisboa a rei de armas índia, na vaga pelo falecimento de 
Francisco Jorge, com 1-400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. De 1? de Maio de [676. pr 

Alvará a António de Aguiar, olicial de ourives, natural de Lisboa, filho de Ma- 
nuel de Aguiar, da propriedade do oficio da nobreza das armas de pas- 
savante de Tavira, que vagou por Domingos Pereira que passou a pas- 
savante Santarém, com 1-000 réis de moradia por mês e ' , alqueire de 
cevada por dia.— De 27 de Abril de 1 f >77- 435 v 

Alvará a André de Brito Ferreira, fidalgo, comendador da Ordem de Cristo, do 
ofício de mestre de dança do Paço, na vaga pelo falecimento de seu pai 
Manuel Ferreira, com 2 (..Jrooo reis cada ano e ' \ de cevada por dia, como 
tinha seu pai e como teve Luís Gonçalves Ferreira, seu avô. De X de 
Agosto de 1667. [3G 

Alvará a André de Brito Ferreira, fidalgo, comendador da Ordem de C.risio, do 
ofício de porteiro da câmara do Paço, na vaga pelo falecimento de seu 
pai Manuel Ferreira, com todos os foros e regalias que tinha seu pai e 
teve seu avô Luís Gonçalves Ferreira. De 18 de Agosto de 1667. ' [36 v 

Alvará a Domingos de Araújo, cavaleiro-tidalgo c da Ordem de Cristo, de 
5o--ooo réis de ordenado cada ano em sua vida, pagos nas folhas dos 
oliciais da Casa Rial; por ter exercido o oficio de escrivão de minhas 
compras, cozinha e despensa. De ig de Junho de 1(17:. p s 

Alvará a Manuel Leitão de Andrade, lidalgo e escrivão dos filhamentos, de li- 
cença para poder nomear, por sua morte, o dito oficio em seu filho Je- 
rónimo de Brito Caldeira. — De iN de Outubro de 1676. I>i 

Alvará a Manuel Leitão de Andrade, lidalgo e tesoureiro do besouro e Casa 
Rial, para que possa nomear o dito oficio, em sua vida ou por sua mor 
te, em seu filho Jerónimo de Brito Caldeira, fidalgo e cavaleiro da Or- 
dem de Cristo; pelos serviços que prestou e pelos que seu pai Melchior 
de Andrade também prestou no mesmo lugar. — De 18 de Outubro de 
11)67. II" 

Alvará a Diogo Carneiro Fontoura, fidalgo, da propriedade do ofício de porteiro 
da câmara do Paço, na vaga pelo falecimento de André de Brito Fer- 
reira.— De i5 de Fevereiro de 1^77. 441 

Alvará a João Freire, filho de Matias Freire da Fonseca, que foi cavaleiro-ti- 
dalgo e serviu o oficio de apontador das moradias da Capela Rial. da 
propriedade do dito ofício. De 12 de Outubro [675. H- ' 

Alvará a João Tavares de Atóis, cavaleiro-tidalgo, filho de SimãoTavares Aróis, 
que também foi cavaleiro-tidalgo, da propriedade do oficio de apontador 
das moradias dos cavaleiros-tidalgos e fidalgos-ca valeiros, na vaga pelo 
falecimento de seu pai. — De 1? de Maio de 1668. (|| v 

Alvará a Luís Gonçalves Ferreira, lidalgo, lilho de André de Brito Ferreira, que 
foi porteiro da câmara, de 120.-000 réis de ordenado cada ano em sua 
vida, mesmo vencimento que linha seu pai; por ter sido nomeado para 
o dito oficio, Diogo Carneiro Fontoura. — Dé l5 de Dezembro de 1677. ))" 



8o LIVRO III 



Fõllias 



Alvará a Luís Gonçalves Ferreira, fidalgo, filho de Andté de Brito Ferreira, que 
foi porteiro da câmara do Paço, para que o alqueire que tem de cevada 
por dia com o 1'òro, se lhe pague na Cevadaria da Casa Rial, com certi- 
dão do apontador como vence moradia com cevada. — De i5 de Dezem- 
brode 1077. 447 

Alvará a José Fogaça de Lami, cavaleiro-tídalgo e do hábito de S. Bento de 
Avis, da propriedade do ofício de servidor da toalha no Paço, por estar 
casado com Susana Cólon, que herdou o dito ofício por morte de Maria 
Cólon, sua irmã. — De 12 de Maio de 1678. 447 ;• 

Alvará a D. António da Costa, filho de D. Luís da Costa e de D. Maria de No- 
ronha, neto de Pedro da Costa e de D. Violante de Noronha, de arma- 
dor-mor do Paço, pelos serviços que seu avo prestou no referido car- 
go. — De 26 de Agosto de 1678. 4411 V 

Alvará a Manuel Garção de Carvalho, da propriedade do ofício de escrivão das 
moradias e moradores da Casa Rial com 2?.*ooo réis de ordenado, por 
estar casado com Ana de Macedo, filha de António Gouveia Rial, de 
quem ficou a vaga por falecimento. — De i3 de Janeiro de 1668. 45 1 v 

Alvará a António Vaz Ferreira, filho de D. Ana de Sequeira e de António Vaz 
Ferreira, da propriedade do ofício de cevadeiro-mor e mariscai da Casa 
Rial, que vagou por falecimento de seu pai. — De 7 de Maio de 1668. 453 

Alvará a Paulo da Serra de Morais, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, do 
ofício de servidor da toalha no Paço, na vaga de seu pai João da Serra 
de Morais, com 6-rooo réis por ano. — De 20 de Dezembro de 1668. 456 

Alvará a José de Pina, cavaleiro-fidalgo, da propriedade do ofício de servidor 
da toalha, na vaga pelo falecimento de António da Cunha Pereira, com 
ó.-ooo réis de vestiaria cada ano. — De 2Õ de Junho de de 1670. 457 

Alvará a Puís da Cunha da Fonseca, fidalgo, da propriedade do ofício de guar- 
da-reposte do Paço com 20*000 réis de ordenado, na vaga de Francisco 
da Rocha, seu sogro; por estar casado com D. Antónia Maria de Sousa, 
filha do dito Francisco da Rocha. — De 3i de Março de 1670. 458 

Alvará a João Correia Rebelo, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de S. Bento de 
Avis, contador dos Contos do Reino, da propriedade do ofício de escri- 
vão do tesoureiro da Casa Rial com i5$ooo réis de ordenado, como ti- 
nha do dito lugar António Costa. — De 9 de Setembro de 1(170. 460 

Alvará a Manuel de Sousa Cirne, natural de Santarém, filho de João Tavares 
de Sousa, da propriedade do ofício de escrivão do guarda-reposte do 
Paço, na vaga pelo falecimento de António de Gouveia Rial, seu sogro, 
que foi cavaleiro-fidalgo e escrivão das moradias dos moradores; por 
estar casado com Maria de Macedo, filha do dito António de Gouveia 
Rial. — De 18 de Dezembro de 1667. |'>i 

Alvará a António Cavide, fidalgo, comendador da Ordem de Cristo, e do Con- 
selho da Fazenda Rial, com 70^000 réis cada ano em sua vida, por ter 
exercido o ofício de manteeiro. — De 7 de Outubro de 1670. 4 ( >3 

Alvará a Luís de Sousa de Meneses, filho de Martim de Sousa de Meneses, que 
foi copeiro-mor do Paço, do oficio que seu pai exercia, com o mesmo 
ordenado, mantimento e vestiaria. — De 10 de Julho de HÍ71. 464» 



MATR1CI I \ DOS MORADORES DA CASA RIAL \, 

Fúlha» 

Alvará a Baltasar Rebelo da Fonseca, moço da câmara do Paço, do ofício de 
escrivão das compras, na vaga de Domingos de Araújo, que passou a 
escrivão da cozinha. — De 21 de Outubro de 167?. 

Alvará a Luís de Sousa de Meneses, fidalgo c copeiro-mor do Paço, de 323>i6o 
réis de ordenado cada ano, na vaga que ficou pelo falecimento de seu 
pai Martim de Sousa e Meneses. — De i5 de Setembro de 1671. 4Ó7 

Alvará a Jorge de Melo de Figueiredo, da propriedade do oficio de apontador 
das moradias dos moços fidalgos e moços da câmara com o ordenado 
declarado no regimento, por estar casado com Maria Xavier de Sequei- 
ra, filha de Maria de Sequeira e de João Mendes de Vasconcelos, que 
foi cavaleiro-tidalgo e que exerceu também o dito ofício. — De 24 de 
Maio de 1G7?. 468 

Alvará a Francisco Barreto Nobre, natural da vila de Alenquer, filho de Domin- 
gos Nobre, da propriedade do ofício de cereeiro, na vaga pelo faleci- 
mento de Bartolomeu Rodrigues, com f»oo réis de moradia por mês c 
alqueire de cevada por dia. — De 22 de Agosto de 1G75. 470 

Alvará a Gonçalo Toscano, manteeiro, para que haja cada ano 140 réis por não 
levar as iguarias da mesa rial, os quais serão pagos pela folha dos ofi- 
ciais da dita casa. — De 11 de Outubro de 1Õ72. 471 

Alvará a D. Isabel de Morais, viúva de Paulo Soares de Mariz, que foi fidalgo 
c proprietário do ofício de tesoureiro das moradias dos moradores, dos 
No-000 réis por ano com que estava aposentado seu marido. — De 3 de 
Novembro de 1Õ74. 472 

Alvará a António Vaz Ferreira, cavaleiro-tidalgo c da Ordem de Cristo, pro- 
prietário do ofício de cevadeiro-mor e mariscai da Casa Rial, de 8ocooo 
réis cada ano por não levar as presas da cevada da cavalariça da dita 
Casa. — De G de Dezembro de HÍ74. 17 ; 

Alvará a Manuel Cardoso, natural de Armamar, filho de João Domingues de 
Carvalho, do oficio de apontador dos moços da estribeira da Casa Rial, 
na vaga pelo falecimento de Sebastião Cabral, com 600 réis cada ano e 
N.-nnn réis para um vestido em cada dois anos, até ser dada a proprie- 
dade do dito lugar. — De 2 de Novembro de 107?. 17 \ 

Alvará a Manuel Cardoso, natural de Armamar, filho de João Domingues de 
Carvalho, da serventia do ofício de apresentador dos moços da estri- 
beira, na vaga pelo falecimento de Sebastião Cabral, emquanto não fòr 
dada a piopriedadc do dito oficio. — De 20 de Novembro de 1G7?. 473 

Alvará a D. João de Sousa, li lho do Marquês das Minas, D. Francisco de Sou- 
sa, que foi do Conselho de Estado e vedor da Casa Rial, do referido 
cargo com i2orooo réis de tença e 7>~ooo réis de ordinária. — De 9 de 
Agosto de 167&. 17'"' 

Alvará a António de Aguiar, oficial de ourives do ouro, natural de Lisboa, filho 
de Manuel de Aguiar e de Maria Ana Coelho, da propriedade do oficio 
da nobreza das armas, de passavante Tavira, na vaga de Domingos Pe- 
reira, que passou a passavante Santarém.- -De 27 de Abril de 1077. 477 

Alvará a D. António da Costa, fidalgo e armador-mor da Casa Rial, filho de 
D. Luis da Costa, para que o alqueire de cevada que tem por dia. se 
lhe pague na Cevadaria da Casa Rial. — De 9 de Novembro de 1G80. 17 , 



S-2 LIVRO III 



Fólhaã 



Alvará a Veríssimo Carvalho, fidalgo, filho de Jerónimo Carvalho, também fi- 
dalgo, acrescentando-lhe 400 réis aos irõoo réis, para ao todo ter 2C000 
réis de moradia por mês com o foro de fidalgo-cavaleiro e 1 alqueire de 
cevada por dia, com a condição de ir ã índia. --De 29 de Maio de 1680. 480 

Apostila a Veríssimo Carvalho, mandando levantar a condição que tinha, de ir à 
índia para haver efeito a mercê de acrescentamento da moradia, por- 
quanto já a satisfez. — De i5 de Março de 1694.. 480 

Alvará a D. João de Lacueva, natural de Santarém, filho de D. Fernando de 
Lacueva, que foi fidalgo, e neto de Martim Peres de Lacueva, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com 2.1*400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 19 de Dezembro de 1669. 4^0 

Alvará a Rodrigo Pacheco de Macedo, natural de Santarém, filho de Diogo 
Leite Pacheco, do foro de fidalgo da Casa Rial com 1^600 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — -De 25 de Fevereiro de 

1Ó81. 480 

Alvará a Francisco Figueira, natural de Mazagão, filho de Pedro Francisco e 
neto de Pedro da Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu avô prestou em Mazagão. — De 6 de Dezembro de 1674. 480 

Alvará a Cristóvão Moreira, reposteiro do estrado, passando-o deste foro ao de 
reposteiro da câmara rial com 60b réis de moradia por mês e a vestia- 
ria e mercês ordinárias anexas ao cargo. — De io de Maio de 1673. 480 p 

Apostila a Frei Estêvão de S. Jerónimo, do lugar de músico da câmara com 
4oc*ooo réis de ordenado, pagos pela folha dos oficiais da Casa Rial, na 
vaga de Manuel de Lima. — De 24 de Dezembro de 169?. 480 r 

Alvará a Dionísio Ravasco, natural de Lisboa, filho de Bartolomeu Dias Ravas- 
co, môço-fidalgo e guarda-mor dos Contos do Reino, e neto de Dionísio 
Ravasco, do foro de môço-fidalgo com icooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 24 de Fevereiro de 1672. 480^ 

Alvará a D. João de Lima, môço-fidalgo, natural da índia, filho de D. Francisco 
de Lima e neto de D. Pedro de Melo, acrescentando-lhe o foro a fidalgo- 
-escudeiro com 280 réis mais em sua moradia, além dos icooo réis de 
môço-fidalgo, e novamente acrescentado a fidalgo-cavaleiro com mais 32o 
réis, para ao todo ter icòoo réis com 1 alqueire de cevada por dia; com 
a condição de ir a índia, onde será armado cavaleiro. — De 27 de Março 
de 16G9. 481 

Alvará a Manuel Rebelo Machado, cavaleiro-fidalgo, acrescentando-lhe 100 réis 
mais em sua moradia, além dos icooo réis que já tem, para ao todo ter 
1^100 réis de moradia por mês do dito foro de cavaleiro-fidalgo e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tânger. — De 
29 de Janeiro de 107 1. 481 

Alvará a Manuel Rebelo Machado, cavaleiro-fidalgo c da Ordem de Cristo, 
acrescentando-lhe ioo réis mais em sua moradia, além dos 1*100 réis 
que tem, para ao todo ter i$2oo réis de moradia por mês com o dito 
toro de cavaleiro-fidalgo e 1 alqueire de cevada por dia. — De 8 de Fe- 
vereiro do 1Ô72. 4 N i 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA l I Al. 83 



Alvará a João Português, filho de Diogo Gil, cavaleiro-fidalgo c da Ordem de 
Cristo, e neto de Francisco Gonçalves Cassis, dos toros de escudeiro- 
-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com i-rooo reis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na praça 
de Mazagão. — De 4 de Dezembro de 1O74. ig| v 

Alvará a António Valente da Costa, cavaleiro-fidalgo, filho de Pedro Valente da 
Costa, acrescentando-lhc 200 réis mais em sua moradia, além dos irooo 
réis que tem, para que ao todo tenha 136200 réis de moradia por mês 
do foro de cavaleiro-fidalgo e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servi- 
ços que prestou na praça de Mazagão. — De 7 de Setembro de 1Õ77. 4S1 v 

Alvará a João da Costa de Ataíde, natural de Lisboa, filho de Gonçalo da Costa 
Coutinho e neto do Dr. Gaspar da Costa, que foi do Conselho de Es- 
tado, do foro de fidalgo-cavaleiro com 2$ooo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Janeiro de 1672. 48 1 v 

Alvará a D. Francisco José Xavier de Meneses, natural de Lisboa, filho de 
D. Luís de Meneses, vedor da Fazenda e Conde da Ericeira, neto de 
D. Henrique de Meneses e bisneto de D. Fernando de Meneses, do foro 
de mòço-tidalgo com íífooo réis de moradia por mês e alqueire e meio 
de cevada por dia. — De 5 de Agosto de 1Õ80. j.82 

Alvará a D. Francisco José Xavier de Meneses, natural de Lisboa, filho de 
D. Luís de Meneses e neto de D. Henrique de Meneses, acrescentando- 
-lhe o foro de mòço-fidalgo a fidalgo-escudeiro com 3~5oo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De ò de Agosto de 1Ó80. 482 

Alvará a D. Lopo de Almeida, natural de Lisboa, filho de D. Pedro de Almei- 
da, fidalgo e vedor da Casa Rial, e neto de João de Almeida, do foro 
de mòço-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e alqueire e meio 
de cevada por dia. — De 9 de Setembro de 11174. 482 

Alvará a Teotónio Soveral de Almeida, natural de Sernancelhe, comarca de Pi- 
nhel, filho de João Soveral de Almeida e neto de Teotónio do Soveral, 
do foro de fidalgo-cavaleiro com 2.rooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 3 de Dezembro de 1674. 482 v 

Alvará a D. António Luís de Sousa de Macedo, natural de Lisboa, filho de 
D. Luís Gonçalo de Sousa de Macedo, Barão da Ilha Grande, e neto de 
António de Sousa de Macedo, do toro de mòço-fidalgo com ieooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de Fevereiro 
de 1675. 48.: v 

Alvará a João Ramos, filho de Domingos Lopes Ramos, cavaleiro-fidalgo, e neto 
de Fernão Ramos, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que seu pai prestou em Tânger. — De íb de Maio de 1Õ73. 4N2 ;• 

Alvará a D. José da Gama, filho de D. Francisco da Gama, Conde da Vidi- 
gueira, neto de D. Vasco da Gama, Marquês de Niza e bisneto de 
D. Francisco da Gama, que foi também Cuide da Vidigueira, acrescen- 
tandolhe o foro de fidalgo-escudeiro a fidalgo-cavaleiro com 3#>goo réis 
de moradia por mês e alqueire e meio de cevada por dia. — De 23 de 
Setembro de 1G70. j s í ;• 

Alvará a Pedro Álvares Rebelo, natural de Mazagão, filho Je Pascoal Pires, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que ali prestou. — De 3 de Novembro de 1G76. (.83 



*4 



LIVRO 111 



Folhas 



Alvará a Francisco Sanches de Baena, môço-fidalgo, filho de Luis Sanches de 
Baena e neto de Francisco Sanches de Baena, acrescentando-lhe o foro 
a fidalgo-escudeiro com 2.-400 réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia. — De 23 de Abril de 16S1 . 4&3 

Alvará a Manuel de Cabedo de Vasconcelos, natural de Setúbal, filho de José 
de Cabedo de Vasconcelos, môço-fidalgo, e neto de Jorge de Cabedo de 
Vasconcelos, do foro de môço-fidalgo com i.rooo réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia. — De iõ de Novembro de 1679. 483 

Alvará a Gaspar Achioli de Vasconcelos, natural de Pernambuco, filho de João 
Baptista Achioli e neto de Gaspar Achioli de Vasconcelos, do foro de fi- 
dalgo-cavaleiro com i-tõoo réis de moradia por més e i alqueire de ce- 
vada por dia. — De 12 de Agosto de 1673. 4^3 v 

Alvará a André Ferrão de Castelo Branco, natural da vila de Surtelha, filho de 
António Ferreira Ferrão Castelo Branco e neto de And-é Ferrão Cas- 
telo Branco, do foro de tídalgo-cavaleiro com i-róoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de Setembro de 1670. 483 v 

Alvará a Manuel da Cunha, natural de Lisboa, filho de Tristão da Cunha, que 
foi môço-fidalgo, e neto de Luís da Cunha, do foro de môço-fidalgo com 
icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 1? 
de Março de 1674. 4 N -' ; ; ' 

Alvará a Pedro Vaz Soares Bacelar, natural da vila de Monção, filho de Duarte 
Cláudio Huet, que foi fidalgo, e neto de Vicente Huet, do foro de fi- 
dalgo-cavaleiro com icóoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia - , por ir a índia. — De 1 de Fevereiro de 1672. 4 X 3 /' 

Alvará a D. João de Sousa, natural de Lisboa, filho de D. Francisco de Sousa, 
môço-fidalgo, e neto de D. António de Sousa, do foro de môço-fidalgo 
coní icrooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 16 de Novembro de 1679. 4 N 4 

Alvará a António Gonçalves Caldeira, natural de Mazagão, filho de Francisco 
Caldeira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
ali prestou. — De 23 de Outubro de 167". 4 V 4 

Alvará a André de Azevedo de Vasconcelos, natural da cidade de Elvas, filho 
de Luís da Silva de Vasconcelos, môço-fidalgo, e neto de André de Aze- 
vedo de Vasconcelos, do foro de moço fidalgo com 800 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 de Julho de 1670. 4^4 

Alvará a Francisco Afonso, natural de Mazagão, rilho de Domingos Romeiro, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que ali prestou. — De 5 de Dezembro de 1674. 4^4'' 

Alvará a Francisco Afonso, cavaleiro-fidalgo, filho de Simão Rodrigues Preitos 
e neto de Domingos Romeiro, acrescentando-lhe 100 réis mais em sua 
moradia, para ao" todo ter 85o réis por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou na praça de Mazagão. — De 18 
de Dezembro de 1677. 4^4 v 

Alvará a António de Albuquerque Coelho, filho de António de Albuquerque 
Coelho, fidalgo, e neto de Francisco Coelho, do foro de fidalgo-cavaleiro 
com 1-1 33 réis e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De i5 de Fevereiro de 1678. |85 



MATRÍCl LA Dos MORADOR] - DA CASA RIAL 85 

Folhas 

Alvará a Jacinto Monteiro, natural de Mazagão, tilho de Francisco Gonçalves 
Monteiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevad? por 
dia. — De 21 de Março de 1667. 

Alvará a Manuel de Azevedo Coutinho, natural de Mazagão, filho de João da 
Silva da Cunha, fidalgo, e neto de Nuno da Cunha da Costa, do foro de 
fidalgo cavaleiro com 2.7900 réis de moradia por més e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 9 de Setembro de 1G80. 483 

Alvará a Manuel Álvares Romero, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, so- 
brinho de João Rodrigues, acrescentando-lhe 200 réis mais em sua mo- 
radia, além dos itfjoo réis que tem, para ao todo ter 135400 réis de mo- 
radia por més c 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu tio 
prestou em Mazagão e Azamor. — De 11 de Setembro de 1677. 1 N ? 

Alvará a D. José Coutinho de Lencastre, morador no lugar de Arcozelo, co- 
marca de Lamego, filho de D. Teodósio de Bragança, môço-fidalgo, e 
neto de D. Fernando Coutinho, do foro de môço-fidalgo com [$000 réis 
de moradia por mês e alqueire e meio de cevada por dia. — De G de Abril 
de 10G1. 485 v 

Apostila a Teotónio Soveral de Almeida, fidalgo, filho de João Soveral de Al- 
meida, segundo alvará que tem, para que se declare nos livros do re- 
gisto das mercês e matricula dos moradores, qua se chama Teotónio So- 
veral de Carvalho e Vasconcelos, filho de Teotónio Soveral de Carvalho 
e Vasconcelos, e não João Soveral de Almeida. — De 4 de Maio de 1701. 486 

Alvará a Martim Tavares Palha, do foro de môço-fidalgo com 800 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de Março de 1648. |8G 

Alvará com salva a Martim Tavares Palha, por ter perdido o primeiro que lhe 
concedia o foro de môço-fidalgo com Noo réis, renovando-lhe a mercê e 
declarando que se chama Martim Mendes de Vasconcelos e não Martim 
Tavares Palha. — De. 20 de Janeiro de 1GS0. 4 S <"' 

Alvará a Martim Mendes de Vasconcelos, natural de Elvas, filho de Luís Men- 
des de Vasconcelos e neto de André de Azevedo de Vasconcelos, dos 
foros de fidalgo-escudeiro e lidalgo-cavalciro com US&3oo réis de moradia 
por mês c 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 de Agosto de 1680. |8G 

Alvará a D. Álvaro Pereira, natural de Lisboa, filho de D. Miguel Pereira, fi- 
dalgo, e neto de D. Álvaro Pereira, do foro de môço-fidalgo com irooo 
réis de moradia por mês c alqueire c meio de cevada por dia. — De 10 
de Setembro de [668. 486 r 

Apostila no alvará passado a D. Álvaro Pereira, mandando que nos livros do re- 
gisto de mercês e matrícula dos moradores da Casa Rial. se laça decla- 
ração no assento de môço-fidalgo passado ao dito D. Álvaro Pereira, 
que se chama D. Álvaro Pereira de Forjaz Coutinho e não D. Álvaro 
Pereira. — De 10 de Setembro de 1701. 4NG v 

Alvará a D. Álvaro Pereira, môço-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a fidalgo 
escudeiro com 3.r5oo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 1 1 de Setembro de 1668. 486 v 

Apostila no alvará passado a D. Álvaro Pereira, no qual se faz acrescentamento 
do foro de môço-fidalgo a fidalgo-escudeiro, mandando que nos livros do 
registo de mercês e matrícula dos moradores da Casa Rial, se laça de- 
claração que se chama D. Álvaro Pereira de Forjaz Coutinho c não 
D. Álvaro Pereira. --De 10 de Setembro de 1701. 4^0 ;• 



80 LIVRO III 



Folhas 



Alvará a Estêvão da Gama de Azevedo, natural da cidade de Elvas, filho de 
Francisco da Silva de Moura e Azevedo, môço-fidalgo, e neto de Estê- 
vão da Gama de Azevedo, do foro de môço-fidalgo com 800 réis de mo- 
radia por mês c 1 alqueire de cevada por dia. — De 4 de Março de 167o. 487 

Alvará a Miguel Fernandes, natural de Mazagão, filho de Brás Fernandes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos servidos que ali prestou. — De 12 de 
Agosto de 1680. 487 

Alvará a Fernão de Barros de Vasconcelos, natural de Lisboa, filho de Filipe 
de Barros de Vasconcelos, môço-fidalgo, e neto de Jorge de Barros, do 
foro de môço-fidalgo com 1^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 3 de Maio de 1672. 487 r 

Alvará a D. João Velasques Sarmento, natural da vila de Penela, filho de 
D. Paulo Velasques, fidalgo, e neto do Capitão D. Tomás Velasques 
Sarmento, do foro de fidalgo-cavaleiro com icrboo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 21 de Dezembro de 1661. 487 v 

Alvará ao Dr. João da Silva e Sousa, natural da vila das Caldas, filho do Dr. An- 
tónio da Silva e Sousa, fidalgo e corregedor do crime da Corte e Casa 
Rial, e neto de Henrique da Silva e Sousa, do foro de fidalgo-cavaleiro 
com 2-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 27 de Setembro de 1668. 487 v 

Alvará a Domingos Cordeiro, morador na praça de Mazagão, filho de Luís Va- 
lente, cavalciro-fidalgo e da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita praça. — De i5 de 
Março de 16G7. 488 

Alvará a Manuel de Vasconcelos e Sousa, môço-fidalgo, filho de João Rodrigues 
de Vasconcelos, que foi môço-fidalgo e Conde de Castelo Melhor, e neto 
de Luís de Sousa e Vasconcelos, acrescentando-lhe o foro a fidalgo-cscu- 
deiro e fidalgo-cavaleiro com 3-rgoo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 17 de Setembro de i663. 488 

Alvará a Francisco Rebelo, natural de Lisboa, filho de Belchior Rebelo, que foi 
fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, c neto de Miguel Gomes, do 
foro de fidalgo-cavaleiro com irõoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De i5 de Maio de 1679. 488^ 

Alvará a Carlos Teixeira de Azevedo, natural de Vila Rial, filho de Paulo Tei- 
xeira de Azevedo, fidalgo, e neto de Ascenso Teixeira de Azevedo, dos 
foros de fidalgo-escudeiro e fidalgo-cavaleiro com i$i33 réis e 2 ceitis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Janeiro 
de 1670. 4 8s >' 

Aposlilj a António Toscano de Vasconcelos e seus irmãos Roberto Toscano de 
Vasconcelos, D. Maria de Quintana da Silva, D. Luísa de Vasconcelos 
e D. Francisca Inácia de Vasconcelos, autorizando-os a receber a quan- 
tia de ( ">44~ 7 ôt "> réis de ordenados em divida a seu pai Gonçalo Toscano, 
que foi manteeiro do Paço, e que o pagamento se faça na tesouraria da 
Casa Rial pelo escrivão da cozinha Domingos de Araújo ou pelo prove- 
dor do assentamento António Marques Mureira. — De 2? de Agosto de 

1703. 4'-^ v 

1 



MATRÍCULA DOS MORADOR] S DA CASA RIAL 



*7 



I òlbat 

Alvará a Diogo de Sousa Marinho, filho de Nicolau de Sousa, cavaleiro-fidalgo 
e da Ordem de Cristo, neto de Diogo Marinho, do foro de escudeiro- 
fidalgo com 5oo réis de moradia por mês, e logo acrescentado a cava- 
leiro-fidalgo com 3oo réis mais em sua moradia, para ao todo ter 800 
réis e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Fevereiro de 1672. $g 

.\posliLi passada a Diogo de Sousa Marinho, mandando que se registe no livro 
das mercês e matricula, o alvará que tem de mercê; sem embargo de 
ter terminado o prazo. — De 5 de Setembro de 1704. 

Alvará a Sebastião Rui de Barros, natural de Lisboa, filho do mestre de campo 
Francisco de Barros de Almeida, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, 
e neto de Sebastião Rui de Barros, do foro de fidalgo-cavaleiro com 
icõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De () 
de Maio de 1C68. |V , 

Alvará a Sebastião de Brito, natural de Évora, filho de Rui de Brito, môço-ri- 
dalgo, e neto de João de Brito, do foro de môço-fidalgo com ic?ooo réis 
de moradia por mês c 1 alqueire de cevada por dia.— De 14 de Junho 
de 1Ô78. 489 v 

Alvará a João de Sousa de Castelo Branco, natural de Lisboa, filho do Dr. José 
de Sousa Castelo Branco, fidalgo e conselheiro da Fazenda, e neto de 
António Vaz de Castelo Branco, do foro de fidalgo-cavaleiro com 2*000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 16 de Maio 
de 1678. 489 v 

Alvará a Belchior da Gama Lobo, natural da Vila de Olivença, filho de Lou- 
renço Lobo da Gama, fidalgo, e neto de Lopo da Gama Lobo, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com iróoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 10 de Julho de 16C7. 4S0, j> 

Apostila passada a Belchior da Gama Lobo, mandando que nos livros do registo 
das mercês e matrículas, se lance o alvará da mercê que lhe foi dada, 
sem embargo de ter terminado o prazo. — De 23 de Agosto de 170G. 489 v 

Alvará ao Padre José Cardoso, natural de Lisboa, rilho de Domingos Dias, do 
lugar de capelão-cantor tiple com 20í?ooo réis mais de ordenado, além 
dos 3o.rooo réis que tem por servir na Capela Rial, para ao todo ter 
So.^ooo réis. — De 3o de Dezembro de i665. 400 

Alvará a Padre José Cardoso, cantor da Capela Rial, acrescentando-lhe io-rooo 
réis mais cada ano, nos 5o5tooo réis que tem de ordenado, para ao todo 
ter óorooo réis. — De 24 de Setembro de 1667. 40,0 

Alvará ao Manuel de Andrade, filho de João Baptista de Andrade, natural de 
Lisboa, do lugar de cantor da Capela Rial, que vagou por falecimento 
de António Serrão, com o ordenado que determina o regimento, pago 
pelas rendas da mesma Capela. — De 6 de Janeiro de 1669. 

Alvará a António de Beja de Noronha, filho do Dr. Lançarote Leitão de Noro- 
nha, fidalgo e provedor da Fazenda, e neto do Desembargador António 
de Beja de Noronha, do foro de fidalgo-cavaleiro com -icooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Julho de iu-6. 41,1) ;• 

Apostila passada a António de Beja de Noronha, mandando que nos livros do re- 
gisto das mercês e matrícula, se faça declaração no termo do alvará que 
lhe foi concedido, que se chama António Luís de Beja de Noronha e não 
António de Beja de Noronha. — De 24 de Janeiro de 1707. 490 V 



88 LIVRO III 



['olha 



Alvará a Jorge de Cabedo de Vasconcelos, natural de Setúbal, filho de José de 
Cabedo de Vasconcelos, mòço-fidalgo, e neto de Jorge de Cabedo de 
Vasconcelos, do fôro de mòço-fidalgo com ijrooo réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia. — De 16 de Novembro de 1Ô79. 490 1 

Alvará a Cristóvão Francisco de Magalhães, natural de Lisboa, filho de Nuno 
Fernandes de Magalhães, que foi mòço-fidalgo, e neto de Cristóvão de 
Magalhães, do foro de mòço-fidalgo com i.rooo réis de meradia por mês 
e íalqueire de cevada por dia. — De i5 de Março de 1674. 491 

Alvará a Nicolau de Pina Lemos, natural de Matrena, termo da vila de Assei- 
ceira, filho de Veríssimo de Pina, que foi mòço-fidalgo, e neto de Má- 
ximo de Pina Marcos, do fôro de moço fidalgo com icooo réis de mo- 
radia por mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De 22 de Agosto de 
de 1I07. 49 1 

Alvará a D. Fernando de Faro, natural de Lisboa, filho de D. Diogo de Faro e 
Sousa, fidalgo, e neto de D. Sancho de Faro, do fôro de mòço-fidalgo 
com írooo réis de moradia por mês e alqueire e meio de cevada por 
dia. — De 18 de Junho de 1675. 49 ' 

Alvará a D. Fernando de Faro, mòço-fidalgo, acrescentando-lhe o dito fôro a 
fidalgo-escudeiro com 4$5oo réis mais cm sua moradia, além dos icíooo 
reis que tem de mòço-fidalgo, recebendo ao todo 5c5oo réis de moradia 
por mês e alqueire e meio de cevada por dia. — De 19 de Junho de 167?. 491 r 

Alvará a António Correia da Cunha, natural de Lisboa, filho de Estêvão Cor- 
reia da Cunha, mòço-fidalgo, e neto de Gaspar da Cunha de Mendonça, 
do foro de mòço-fidalgo com 1^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De íó de Setembro de iGG5. 49 l '' 

Alvará a D. Manuel Pereira Coutinho de Brito, natural de Lisboa, filho de Hei- 
tor Mendes de Brito, fidalgo, e neto de Francisco Dias Mendes de Brito, 
do foro de fidalgo-cavalciro com 2C000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 26 de Novembro de 1654. 492 

Alvará a Rui da Silva, natural de Lisboa, filho de Pedro da Silva, fidalgo, e 
neto de Rui da Silva, que foi do Conselho de Estado e vedor da Fazen- 
da, do fôro de mòço-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês c 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 20 de Setembro de 1670. 492 

Alvará a Rui da Silva, mòço-fidalgo, natural de Lisboa, filho de Pedro da Silva 
e neto de Rui da Silva, que foi do Conselho de Estado e vedor da Fa- 
zenda, acrescentando-lhe o fôro a fidalgo-escudeiro com 2-400 réis mais 
de moradia, para ao todo ter 3c?4oo réis por mês e alqueire c meio de 
cevada por dia — De 22 de Setembro de 1670. 492 '' 

Alvará a José de Faria Palha, natural da vila de Alverca, filho de Miguel Sa- 
lema, fidalgo, e neto de Diogo Fernandes Salema, do fôro de fidalgo- 
-eavaleiro com 22000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 16 de Setembro de 1673. 49- ; ' 

Apostila passada a José de Faria Palha, natural da vila de Alverca, filho de Miguel 
Salema, fidalgo, e neto de Diogo Fernandes Salema, mandando que nos 
livros do registo das mercês e matricula, se faça declaração no assento 
do alvará de" fidalgo, como se chama José Salema Cabral c Paiva, e não 
José de Faria Palha. —De 28 de Fevereiro de 1709. 492 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



89 



Folhas 

Alvará a D. António de Azevedo, lilho de I). Francisco de Azevedo, môço-fi- 
dalgo, e neto de D. Manuel de Ataíde, do foro de mòço-fidalgo com 
[$000 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 3 
de Fevereiro de 1Õ57. 4^2 p 

Alvará a Luís Coelho Torrezão, natural da vila de Tomar, lilho de Sebastião 
Coelho, que foi fidalgo, e neto de Nuno Coelho, do foro de fidalgo-cava- 
leiro com 2J&000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. —De i5 de Setembro de 1672. 41,3 

Alvará a António Matoso, natural de Mazagão, filho de João Pereira Matoso, 
cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-iidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por servi- 
ços que ali prestou. — De 18 de Maio de i6y3. 4çp 

Alvará a Francisco Dias, filho de António da Rocha, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com -bo réis de moradia por més 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na 
praça de Mazagão.— De 14 de Junho de [673. 40,3 v 

Alvará a André da Silveira Sarniche, natural de Mazagão, filho de João Bar- 
riga, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo 
com Ndo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por 
serviços ali prestados. — De 7 de Agosto de iiibio. 493 v 

Alvará a José Leite de Melo, natural da Ilha Terceira, filho de Jacome Leite de 
Vasconcelos, fidalgo, e neto de Diogo Leite de Vasconcelos, do foro de 
lidalgo-cavaleiro com 2-^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 21 de Janeiro de 1678. 493 v 

Alvará a Francisco Barreto de Figueiredo, natural da vila de Alcácer do Sal, 
filho de André Pegado de Figueiredo, que foi fidalgo, e neto de Fran- 
cisco de Figueiredo, do foro de môço-fidalgo com i.rooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 29 de Julho de 1Ô68. 4(14 

Alvará a Francisco Barreto de Figueiredo, môço-fidalgo, natural de Alcácer do 
Sal, filho de André Pegado de Figueiredo, que foi fidalgo, e neto de 
Francisco de Figueiredo, acrescentando-lhe o foro a tidalgo-escudeiro 
com mais 666 réis de moradia para ao todo ter 1 36666 réis por més e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 3o de Julho de 1668. 494 

Alvará a António Luís Pinto Coelho, natural de Moure, concelho de Felgueiras, 
filho de João Pinto Coelho, môço-fidalgo, e neto de António Pinto Coe- 
lho, do foro de môço-fidalgo com icooo réis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De b de Agosto de 1680. 404 

Alvará a Manuel Gonçalves Neves, natural de Mazagão, lilho de Baltasar Fer- 
nandes, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ii- 
dalgo com 750 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; 
por serviços que ali prestou. — De iô de Maio de 1Õ73. 4114 

Alvará a José Pereira, môço-fidalgo, natural de Aguas Belas, filho de Fernão 
Sodré Pereira, môço-fidalgo, neto de Duarte Sodré Pereira, também 
mòço-fidalgo, bisneto de Fernão Sodré Pereira e tresneto de Duarte So- 
dré, acrescentando-lhe o foro a fidalgo-escudeiro com 166 réis mais em 
sua moradia para ao todo ter [®ú66 reis por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 8 de Maio de [668. 494'' 



9° 



LIVRO III 



Folhas- 

Alvará a Duarte Sodré Pereira, natural da vila de Aguas Belas, filho de José 
Pereira, môço-tidalgo, e neto de Fernão Sodré Pereira, do foro de môço- 
fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 24 de Agosto de 1676. 4*14 v 

Alvará a Pedro de Vasconcelos e Sousa, môço-fidalgo, natural de Lisboa, filho 
de Simão de Vasconcelos e Sousa, fidalgo, e neto de João Rodrigues de 
Vasconcelos, que foi Conde de Castelo Melhor, acrescentando-lhe o dito 
foro a fidalgo-escudeiro com 2$ 5oo réis mais em sua moradia, para ao 
todo ter 3o5oo réis por mês e alqueire e meio de cevada por dia.— De 
20 de Abril de 1667. 40,5 

Alvará a António de Torres Manso, natural da vila de Oleiros, filho de Duarte 
de Almeida de Torres, môço-fidalgo, e neto de António de Torres Man- 
so, do foro de môço-fidalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia — De 12 de Dezembro de 1680. 49D 

Alvará a Luís Teixeira Botelho, natural de Lisboa, filho de Nicolau Soares da 
Cunha, fidalgo, e neto de João Soares, do foro de môço-fidalgo com 
icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 
de Fevereiro de 16711. 495 

Alvará a Manuel Alvares Veloso, natural de Mazagão, filho de António Veloso 
da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
ali prestou. — De 18 de Setembro de 1670. 495 v 

Alvará de licença a Alaria da Luz, viúva de Manuel da Costa, que foi trombeta 
do Paço, para que possa nomear para este lugar Domingos de Sousa, 
por estar casado com sua filha Doroteia Maria. — De 26 de Novembro 
de 167b. 495 v 

Alvará a D. Tomás Sarmento de Vasconcelos, natural do Espinhal, termo da 
vila de Penela, filho de D. Manuel Velasques Sarmento, fidalgo, e neto 
do capitão D. Tomás Velasques Sarmento, do foro de fidalgo-cavaleiro 
com icboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 22 de Agosto de 1664. 495 v 

Alvará a Luís da Cunha e Sá, morador no lugar de Maiorca, termo de Coim- 
bra, filho de João Vaz da Cunha, fidalgo, e neto de Sebastião de An- 
drade, do foro de fidalgo-cavaleiro com i.rõoo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 27 de Outubro de 1664. 496 

Alvará a Luís Peixoto da Silva, natural de Lisboa, filho de Filipe Peixoto da 
Silva, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, e neto de Estêvão Pei- 
xoto da Silva, do foro de fidalgo-cavaleiro com i^boo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3o de Setembro de 1667. 496 

Alvará a Diogo Leite de Albuquerque, natural de Guimarães, filho de Gaspar 
Leite de Azevedo, fidalgo, e neto de Diogo Leite de Azevedo, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com 2~ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 14 de Dezembro de 1672. 496 

Alvará a Rui Mendes de Vasconcelos de Melo, natural de Sinfães, filho de Ma- 
nuel de Vasconcelos de Melo, môço-fidalgo, e neto de Miguel de Vascon- 
celos de Melo, do foro de môço-fidalgo com i.rooo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 22 de Outubro de 1680. 496^ 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



9' 



Kólhas 

Alvará a Alexandre de Melo Coutinho, filho de Luís de Melo, fidalgo, e neto 
de Francisco Cotrim de Melo, do foro de tidalgo-escudeiro com 1C200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de De- 
zembro de 1664. 4g6 v 

Alvará a Jerónimo Lobo, natural de Vila Rial, filho de António Lobo, fidalgo, 
e neto de Jerónimo Lobo Barbosa, do foro de môço-fidalgo com 800 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Abril 

de 1:171. 

Alvará a D. Rodrigo de Lencastre, natural de Lisboa, filho de D. João de Len- 
castre, môço-fidalgo, e neto de D. Rodrigo de Lencastre, do foro de 
mòço-tidalgo com i.~ooo réis de moradia por mês e alqueire e meio de 
cevada por dia. — De 29 de Abril de 1 58 1 . 497 

Alvará a D. Rodrigo de Lencastre, môço-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a fi- 
dalgo-escudeiro com 4.^500 réis mais em sua moradia, além dos icooo 
reis de môço-fidalgo, para ao todo ter 5-r?oo réis por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 3 de Setembro de 1718. 497 

Alvará a Leonardo Lopes de Azevedo, morador no lugar de Azevedo, termo 
da vila do Prado, arcebispado de Braga, filho de Pedro Lopes de Aze- 
vedo, môço-fidalgo, e neto de Martim Lopes de Azevedo, do foro de 
môço-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De g de Dezembro de 1669. 497 

Alvará a Martim Afonso Mexia, natural de Campo Maior, filho de João Cen- 
teno Mexia, que foi fidalgo, e neto de Pedro Gonçalves Centeno, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com icõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 8 de Agosto de 1680. 407 

Alvará a José Gaspar Freire de Andrade, natural da vila de Óbidos, filho de 
Francisco Freire de Sousa, môço-fidalgo, e neto de Gaspar Freire de 
Andrade Souto Maior, do foro de môço-fidalgo com icooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Fevereiro de 
1678. 4' .7 v 

Alvará a Francisco de Barros, natural da cidade de Braga, filho de Lopo de 
Barros de Almeida, môço-fidalgo, e neto de António de Barros, do foro 
de môço-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 20 de Maio de 1671. 497 v 

Alvará a Estêvão Teixeira Pimentel, natural de Aveiro, filho de Pedro Tavares 
Pacheco, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 16 de Janeiro de 1679. 497 ;' 

Alvará a D. Miguel Pereira, môço-fidalgo, filho de D. Álvaro Pereira, que foi 
fidalgo, acrescentando-lhe o foro a fidalgo-escudeiro com 2.r5oo réis mais 
em sua moradia, além dos i-rooo réis que tem de môço-fidalgo, para ao 
todo ter 3~5oo réis por mês e alqueire e meio de cevada por dia. — De 
18 de Janeiro de 1660. 498 

Alvará a José Freire de Andrade, natural da vila de Leomil, filho de Agostinho 
de Andrade Freire, que foi fidalgo, e neto de Baltasar de Andrade Frei- 
re, do foro de fidalgo-cavaleiro com i.róoo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 26 de Setembro de 1679. 498 

Alvará a Francisco Varanda, filho de João António Varanda, do foro de môo 1 
da estribeira com 606 réis de moradia por mês. — De 4 de Dezembro 
de 1669. 498 



9 2 



LIVRO III 



tolhas 



Alvará a António de Azevedo Pimentel, natural de Castelo Branco, filho de To- 
más Fernando de Azevedo, môço-fidalgo, e neto de António de Azevedo 
Pimentel, do foro de môço-fidalgo com i~ooo réis de moradia por mês 
e i alqueire de cevada por dia. — De i3 de Julho de 1682. 498 v 

Alvará a Francisco de Sousa de Meneses, natural da cidade do Porto, filho de 
António de Sousa Cirne, fidalgo, e neto de Diogo Vaz Cirne de Sousa, 
do foro de fidalgo-cavaleiro com ua>6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 29 de Outubro de 1Ó68. 498^ 

. ípostila a Francisco de Sousa de Meneses, para que nos livros do registo das 
mercês e matrícula, se faça declaração no assento do foro de fidalgo- 
-cavaleiro de que tem mercê, que se chama Francisco Madureira Cirne 
de Sousa e Azevedo, e não Francisco de Sousa de Meneses. — De 9 de 
Junho de i;35. 498 v 

Alvará a António de Albuquerque Coelho, filho de António de Albuquerque 
Coelho e neto de Francisco Coelho de Carvalho, do foro de môço-fi- 
dalgo com 1 ~ 1 53 réis e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 6 de Maio de 1723. 499 

Alvará a Nuno de Sousa Pereira, môço-fidalgo, filho de Manuel de Sousa Mas- 
carenhas, fidalgo, e neto de Francisco de Sousa Pereira, acrescentando- 
-lhe o foro a fidalgo-escudeiro e a fidalgo-cavaleiro com 2-r5oo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Março de 1644. 499 

Alvará mandando riscar os assentos do foro de cavaleiro-fidalgo com ic?5oo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, com que nos livros 
do registo de mercês e matrícula estava João da Silva Machado, natural 
de Lisboa, filho de Cristóvão da Silva Machado, também cavaleiro-fi- 
dalgo; por ter mercê do foro de môço-fidalgo. — -De 27 de Junho de 1723. 499 v 

Alvará a Heitor do Carvalhal, natural de Tavira, filho de Nuno do Carvalhal, 
fidalgo, e neto de Martim Gonçalves do Carvalhal, do foro de fidalgo 
com 1SÍ340 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia de 
escudeiro. — De 5 de Agosto de i5io. 499^ 

Alvará a Fernão Figueira Montarroio, natural de Lisboa, filho de Manuel Fi- 
gueira de Azevedo, fidalgo, e neto de António Figueira de Azevedo, do 
foro de môço-fidalgo com i-^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De i3 de Março de 1673. 5oo 

Alvará a Fernão Figueira Montarroio, môço-fidalgo, acrescentando-lhe o foro a 
fidalgo-escudeiro com (100 réis mais em sua moradia, para ao todo ter 
í-õoo réis e 1 alqueire de cevada por dia. — De 16 de Março de 1673. 5oo 

Apostila a Fernão Figueira Montarroio, môço-fidalgo e fidalgo-escudeiro, para que 
nos livros do registo das mercês e matricula, nos assentos que neles tem, 
se faça declaração como se chama Fernão Figueira de Azevedo e não 
Fernão Figueira Montarroio. — De 14 de Junho de 1723. 5oo 

Alvará a D. Pedro da Cunha, natural de Lisboa, filho de D. António da Cu- 
nha, fidalgo, e neto de D. Lourenço da Cunha, do foro de môço-fidalgo 
com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 3 de Abril de 1669. 5 00 v 

Apostila a D. Pedro da Cunha, natural de Lisboa, filho de D. António da Cu- 
nha, fidalgo, e neto de D. Lourenço da Cunha, para que nos livros do 
registo das mercês e matrícula dos moradores, se faça declaração no as- 
sento que neles tem, como se chama D. Pedro Alves da Cunha e não 
D. Pedro da Cunha. — De 8 de Abril de 1724. 5oo v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL g3 

Alvará a .Manuel Carneiro da Silva, natural de Vila Boa de Quires, concelho de 
Porto Carreiro, comarca do Porto, filho de António de Sousa Alcofora- 
do, môço-fidalgo, c neto de Manuel de Sousa da Silva, do foro de môço- 
-tidalgo com ijíooo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia. — De 21» de Outubro de i65o. 5oo v 

Apostila a Manuel Carneiro da Silva, rilho de António de Sousa Alcoforado, môço- 
-fidalgo, e neto de Manuel de Sousa da Silva, para que nos livros das 
mercês e matricula de moradores, no assento do foro de môço-fidalgo 
que tem, se faça declaração como se chama Manuel de Sousa da Silva 
e não Manuel Carneiro da Silva. — De 2 de Abril de 1740. 5oo v 

Alvará a Rui de Sousa da Silva, natural de Cuimarães, rilho de Francisco de 
Sousa da Silva, môço-fidalgo, e neto de Rui de Sousa da Silva, do foro 
de mòço-fidalgo com 1^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 5 de Agosto de 1680. 5o 1 

Alvará a Manuel Cardoso, rilho de Bernabé Cardoso, cavaleiro-fidalgo, morador 
no concelho de Penalva, do foro de moço da câmara do Paço, com 400 
réis de moradia por mês e 7, de cevada por dia. — De 19 de Dezembro 
de 1673. 5oi 

Alvará a Gaspar Pessoa de Carvalho, natural da vila de Montemor-o-Velho, fi- 
lho de André Pessoa de Eça, fidalgo, e neto de Gaspar Pessoa de Car- 
valho, dos foros de fidalgo-escudeiro e fidalgo-cavaleiro com ij»i53 réis 
e 2 ceitis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a 
condição de ir à índia. — De 26 de Janeiro de 1674. 5oi v 

Apostila a Gaspar Pessoa de Carvalho, natural da vila de Montemor-o-Velho, fi- 
lho de André Pessoa de Eça, fidalgo, e neto de Gaspar Pessoa de Car- 
valho, para que nos livros do registo das mercês e matrícula dos mora- 
dores, no assento que tem de fidalgo-escudeiro e fidalgo-cavaleiro, se 
declare ter cumprido a condição com que lhe foi dada a mercê, para esta 
ter efeito. — De 26 de Fevereiro de 1738. 5oi v 

Alvará a Luís da Gama Lobo, natural de Olivença, filho de João Lobo da Gama, 
môço-fidalgo, e neto de Gomes Coelho Lobo, do foro de môço-fidalgo 
com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 7 de Março de 1679. 5o2 

Apostila a Luís da Gama Lobo, natural de Olivença, filho de João Lobo da Gama, 
môço-fidalgo, e neto de Gomes Coelho Lobo, para que nos livros do re- 
gisto das mercês e matrícula dos moradores, se registe o alvará da mercê 
que tem, sem embargo de ter passado o tempo. — De 17 de Março de 
1784. 502 

Alvará a Álvaro de Mancelos, filho de Paulo de Mancelos, môço-fidalgo, e neto 
de António de Mancelos, do foro de môço-fidalgo com i.rooo reis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de Fevereiro de 
[601 . 502 1> 

Alvará a Paulo de Mancelos, filho de Paulo de Mancelos, que foi môço-fidalgo, 
e neto de António de Mancelos, para que tenha efeito o foro que tem de 
môço-fidalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia, não obstante o não ter ido à Índia. — De 26 de Abril de [65i. 5o3 

Alvará a António da Fonseca de Mancelos, natural da Vila de Pombal, filho de 
Paulo de Mancelos, que foi môço-fidalgo, e neto de Paulo de Mancelos, 
do foro de môço-fidalgo com i--ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 1 de Setembro de 1661. 5o4 



LIVRO IV 



. .1-1 

Alvará a rrei Martinho da Fonseca, religioso da Ordem dos Pregadores, de o 
tomar por pregador da Capela Rial, na vaga de Frei Francisco de Men- 
donça, pregador aposentado, que em sua vida haverá 20^000 réis de or- 
denado cada ano, pagos aos quartéis na recebedoria das rendas da dita 
Capela. — De 20 de Dezembro de i653. 2 

Alvará a Frei Fernando Soeiro, religioso da Ordem dos Pregadores, tomando-o 
por pregador da Capela Rial em substituição de Frei António de Lima, 
pregador aposentado, o qual haverá em sua vida 5o.r-ooo réis de orde- 
nado anual, que lhe serão satisfeitos aos quartéis na recebedoria das 
rendas da dita Capela. — De 20 de Dezembro de i653. 2 

Alvará a Bartolomeu do Quintal e Sousa, teólogo pregador, natural da Ilha de 
S. Miguel, filho de Francisco de Andrada Cabral, tomando-o por pre- 
gador supranumerário da Capela Rial com 20.^000 réis de ordenado 
cada ano, que lhe serão pagos aos quartéis na recebedoria da dita Ca- 
pela; em virtude da boa informação que teve de suas letras. — De 22 de 
Outubro de i65q. % ■ 

Alvará a D. Próspero dos Mártires, religioso da Congregação dos Cónegos Re- 
grantes de Santo Agostinho, tomando-o por pregador supranumerário 
com 24-rooo réis de ordenado cada ano, pagos aos quartéis na recebe- 
doria da Capela Rial; em satisfação de suas letras, virtude e bom pro- 
cedimento. — De 24 de Janeiro de i65g. 3 

Alvará a Frei Cristóvão de Almeida, religioso da Ordem dos Ermitas de Santo 
Agostinho, natural da vila da Golegã, filho de Manuel Tavares de Al- 
meida, de pregador supranumerário, sem ordenado; em satisfação de 
suas letras, virtude e bom procedimento. — De 3o de Dezembro de i65g. 

Alvará a Frei Álvaro Leitão, religioso da Ordem dos Pregadores, natural de 
Lisboa, filho de Manuel de Figueiroa de Castelo Branco, tomando-o por 
pregador supranumerário, sem ordenado; em satisfação de suas letras, 
virtude e bom procedimento. — De 21 de Dezembro de i65ç). 3 v 

Alvará a Frei João da Madre de Deus, religioso da Ordem de S. Francisco de 
Lisboa, filho de Simão Jorge, tomando-o por pregador supranumerário, 
sem ordenado; pela boa informação que tem de suas letras, talento e 
mais partes que nele concorrem. — De i5 de Dezembro de 1660. 4 

Alvará a Frei Sebastião de Penalva, religioso da Ordem dos Ermitas de Santo 
Agostinho, tomando-o por pregador supranumerário, sem ordenado; 
tendo respeito á boa informação de suas letras, talento e mais partes 
que nele concorrem. — De i5 de Dezembro de t66o. * 4 



9 6 



LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Frei Álvaro de Castelo Branco, lente de teologia, religioso da Ordem 
dos Ermitas de Santo Agostinho, tomando-o por pregador supranume- 
rário, sem vencimento; tendo respeito à informação de suas letras, vir- 
tude e mais partes que nele concorrem. — De 3o de Junho de 1661. 4 v 

Alvará a Frei Lourenço de Castro, religioso da Ordem dos Pregadores, filho de 
Pedro de Castro de Melo, tomando-o por pregador, sem ordenado, na 
vaga de Frei Martinho da Fonseca, religioso da mesma Ordem; tendo 
respeito a boa informação de suas letras, procedimento e virtudes que 
nele concorrem. — De 2 de Dezembro de 1662. 4 r 

Alvará a D. Leonardo de S. José, religioso da Congregação dos Cónegos Re- 
gulares de Santo Agostinho, natural de Lisboa, filho de António de 
Pina, tomando-o por pregador supranumerário, sem ordenado; tendo res- 
peito ao que êle representou. — De 11 de Novembro de 1662. 5 

Alvará ao Padre-Mestre, Frei Mauro de Lemos, religioso da Ordem S. Bento, 
tomando-o por pregador supranumerário; tendo respeito a boa informa- 
ção de suas letras e procedimento. — De 29 de Outubro de 1664. 5 v 

Alvará a Francisco de Miranda Henriques, morador na Quinta da Graciosa, 
termo de Coimbra, filho de Sebastião Pereira de Miranda, que foi môço- 
-fidalgo, e neto de Luis Pereira de Miranda, tomando-o por fidalgo-escu- 
deiro e fidalgo-capelão com rc25o réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; foro que lhe pertence de seu pai. — De 28 de Janeiro 
de 1647. 5 v 

Alvará ao licenciado Domingos Peixoto, natural de Montelongo, termo da vila 
de Fafe, arcebispado de Braga, filho de António Fernandes, tomando-o 
por capelão-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; com a condição de servir na índia o cargo de promotor 
do Santo Ofício da Inquisição de Goa. — De 23 de Março de 1647. 6 

Alvará a Garcia Vaz Pinto, morador na cidade de Lamego, filho de Rui Vaz 
Pinto, que foi fidalgo-escudeiro. e neto de António Teixeira Pinto, de fi- 
dalgo-capelão com 1C200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 7 de Fevereiro de 1641. 6 v 

Alvará a João de Morais, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de António 
Fernandes, de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 
de cevada por dia, e sua vestiaria ordinária cada ano. — De 3 de Setem- 
bro de 1G46. 6 v 

Alvará a Francisco Carneiro Pinto, cavaleiro-fidalgo, rilho de Gaspar Carneiro 
Pinto, também cavaleiro-fidalgo, natural da Golegã, de capelão-fidalgo 
com 45o réis de moradia por mês e */ 4 de cevada por dia. — De 6 de 
Fevereiro de 1*47. 7 

Alvará a Francisco do Rêgo Caminha, môço-fidalgo, natural de Viana, filho de 
Gaspar Caminha Rêgo, de capelão-fidalgo com iC25o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de Julho de 1647. 7 

Alvará a Duarte Rodrigues, morador na cidade de Tânger, filho de Manuel Ro- 
drigues, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia 
por mês e V., de cevada por dia. — De 2 de Agosto de 1647. 7 v 

Alvará ao Dr. Cristóvão Moniz de Brito, que foi desembargador da Casa da 
Suplicação, rilho do Dr. Álvaro Lopes Moniz, de fidalgo-capelão com 
2-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou em diferentes cargos. — De i5 de Fevereiro 
de U48. 7 v 



MATRICn.A bOS MOKAlxiKi S DA CASA RIA! 



97 



Alvará a Vasco da Silveira, cavaleiro-fidalgo, morador na cidade de Tânger, ri- 
lho de Belchior Vaz Mateus, também cavaleiro-fidalgo, de capelão-nd 
com 800 réis de moradia por mès e i alqueire de cevada por dia. — De 
3o de Maio de [648. x 

Alvará a Baltasar Correia Neto, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, filho de 
Domingos Ribeiro Calado, também cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo 
com boo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
3o de Maio de 1648. n v 

Alvará a Sebastião Feio Golias, cavaleiro-fidalgo, natural de Tânger, filho de 
Francisco Feio, passando-o a capelão-fidalgo com \bo réis de moradia 
por mès e '/,, de cevada por dia. — De 29 de Maio de 1648. 8 v 

Alvará a Francisco Zuzarte, cavaleiro-fidalgo, filho de Bento Zuzarte, passan- 
do-ó a capelão-fidalgo com 700 réis de moradia por mès e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 20 de Julho de 164N. o. 

Alvará a Luis Veloso de Matos, natural de Lisboa, filho de Domingos Veloso 
Ferreira, tomando o por capelão-fidalgo com 600 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 29 de Maio de 1648. g 

Alvará a Francisco Serrano, clérigo de missa, natural de Elvas, filho de Antó- 
nio Serrano, de capelão-fidalgo, vago pela promoção de Gaspar dos 
Reis, com o ordenado ordinário, pago aos quartéis na recebedoria das 
rendas das Capelas. — De 3o de Julho de 1648. g v 

Alvará a Paulo Castelino de Freitas, natural de Óbidos, filho de Luís Castelino, 
de tidalgo-capelão com 130280 réis de moradia por mès e 1 alqueire de 
cevada por dia; para servir na índia o cargo de Inquisidor Apostólico 
da Inquisição de Goa. — De 26 de Fevereiro de 1649. gr 

Alvará a Manuel Corte Rial de Abranches, mòço-fidalgo, filho de Roque da 
Costa Barreto, também mòço-fidalgo, e neto de Nuno Alvares da Costa, 
passando-o a fidalgo-capelão com i$25o réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 7 de Setembro de 1647. 10 

Alvará a Manuel da Fonseca Pegado, cavaleiro-fidalgo, morador em Lisboa, fi- 
lho de Gil Lourenço Pegado, passando-o a fidalgo-capelão com boo réis 
de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De 21 de Junho 
de 1649. 10 v 

Alvará a Crispim dos Santos, clérigo de missa, do Habito de S. Pedro, natu- 
ral de Lisboa, de capelão-fidalgo, pela promoção de Francisco Nunes a 
uma conezia da Insigne Colegiada de Santarém, com o ordenado decla- 
rado no regimento das capelas, pago aos quartéis na recebedoria das 
rendas delas. — -De 3 de Fevereiro de i65o. 10 v 

Alvará a D. Veríssimo de Alencastre, fidalgo-escudeiro, filho de D. Francisco de 
Alencastre, passando-o a fidalgo-capelão com 5#>5oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Janeiro de i65o. 11 

Alvará a João Guedes Pinto, natural de Lisboa, filho de Francisco Guedes Pin- 
to, de capelão-fidalgo com 400' réis de moradia por mès e -V' t de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de seu pai em Flandres, Africa, neste 
Reino e no Estado do Brasil, nos postos de alferes c de capitão. — De 5 
de Outubro de 1649. 11 r 



9 8 



LIVRO I V 



Folhas 

Alvará a Filipe Leitão da Fonseca, natural de Tomar, filho de Sebastião Lei- 
tão, cavaleiro-fidalgo, tomando-o por capelão-fidalgo com 600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Fevereiro 
de i65o. 1 1 v 

Alvará a Gabriel de Faria, clérigo de missa, do Hábito de S. Pedro, de cape- 
lão-fidalgo, pela promoção de António de Morais a vigário da Igreja de 
Vila Franca, com o ordenado declarado no regimento das capelas. — De 

1 de Setembro de i63o. 12 

Alvará a António Gonçalves de Almeida, clérigo de missa, do Hábito de S. Pe- 
dro, natural da Ilha da Madeira, de capelão-fidalgo, na vaga de Gonçalo 
Barreiro, com o ordenado declarado no regimento das capelas. — De 3o 
de Agosto de i65o. 12 v 

Alvará a Pedro Carvalho da Câmara, natural de Santo António do Tojal, filho 
de Vicente Carvalho, cavaleiro-tidalgo, de capelão-fidalgo com 5oo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Setem- 
bro de i65o. i3 

Alvará a Jorge Fróis Evangelho, moço da câmara, filho de Lourenço de Freitas 
Evangelho, cavaleiro-tidalgo, natural de Atouguia, de capelão-fidalgo com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de 
Setembro de i65o. i3 

Alvará a Feliciano de Abreu de Mendonça, cavaleiro-ridalgo, filho de Jerónimo 
de Abreu de Mendonça, também cavaleiro-tidalgo, de capelão-fidalgo 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 

2 de Julho de i65i. i3 v 

Alvará a António de Miranda Henriques, môço-fidaigo, filho de Gonçalo Rodri- 
gues Tavares, tâmbem mòço-tidalgo, e neto de Sebastião Tavares, acres- 
centando ao dito foro o de capelão-fidalgo com i$25o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de Outubro de [65i. 14 

Alvará a Manuel Rodrigues, morador na cidade de Tânger, filho de Pedro Ro- 
drigues, tomando-o por capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês 
e 3 / 4 de cevada por dia. — De 5 de Outubro de i65i. 14 

Alvará a António de Araújo, cavaleiro- fidalgo, morador em Tânger, rilho de 
Francisco Lopes Tavares, também eavaleiro-fidalgo, passando-<> a cape- 
lão-fidalgo com (3f>i5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 16 de Abril de 1I02. 14 r 

Alvará a Estêvão de Foios, filho do Dr. Estêvão de Foios, fidalgo-escudeiro, e 
neto do Desembargador Mendo de Foios, do fero de capelão-fidalgo com 
1-2N0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 
de Março de [652. ií> 

Alvará a Pedro de Melgar de Bovadilha, natural de Benavente, filho de Fran- 
cisco Baracho Leitão, que foi moço da câmara, de capelão-ridalgo com 
400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De i5 de Junho 
de i652. [5 

Alvará a Padre Francisco de Beja de Andrade, natural de Setúbal, filho de Bar- 
tolomeu Rodrigues de Beja. tomando-o por capelão-fidalgo com 400 réi^ 
de moradia por mês e ? , de cevada por dia. — De i3 de Setembro de 
i6b2. i5í> 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL go 

Fulhds 

Alvará ao Dr. António Carneiro, filho de Manuel Ferreira, fida Jeiro, e 

neto de Luís Gonçalves Ferreira, de capelão-fidalgo com [#280 réis de 
moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 de Outubro 
de i652. 16 

Alvará a .Manuel d.i Costa de Brito, natural de Lisboa, filho de João de Brito, 
tomando-o por capelão-fidalgo com 400 réis de moradia pur mès e 3 / 4 de 
cevada por dia. — De ti de Outubro de i652. 16 

Alvará a João Nunes da Silva, natural de Lisboa, rilho de Miguel Nunes, to- 
mando-o por capelão-ridalgo com 400 réis de moradia por mês e - ., de 
cevada por dia. — De 12 de Novembro de [652. [6 r 

Alvará a Manuel de Saldanha, mòço-fidalgo, filho de Fernão de Saldanha, que 
foi tidalgo-escudeiro, e neto de João de Saldanha, passando-o a capelão- 
fidalgo com lífõoo réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De i3 de Dezembro de [652. [6 v 

Alvará a Luís da Silveira, natural de Lisboa, filho de Álvaro da Silveira, ridal- 
go-cavaleiro, e neto de Luís Fernandes, tomando-o por capelão-fidalgo 
com 1C280 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 4 de Janeiro de iò?3. 17 

Alvará ao Dr. João Soares Pereira, filho de Bernardo Pereira, natural do Porto, 
tomando-o por capelão-ridalgo com i~6oo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai e irmão Inácio Pe- 
reira, feitos no Minho, Alentejo e índia. — De 6 de Maio de [653. 17 v 

Alvará ao Padre Francisco da Rocha, natural de Alverca, rilho de José da Ro- 
cha, tomando-o por capelão-ridalgo com 400 reis de moradia por mès e 
1 de cevada por dia. — De 20 de Agosto de 1633. [8 v 

Alvará a Domingos Gonçalves Pinto, natural de Mazagão, rilho de António Gon- 
çalves Pinto, tomando-o por capelão-ridalgo com 400 réis de moradia por 
mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De iõ de Novembro de i653. [8 v 

Alvará a Agostinho Alvares de Araújo, natural de Mazagão, rilho de Bernardo 
Gonçalves, cavaleiro-ridalgo, passando-o a tídalgo-capelão com 400 rei.s 
de moradia por mès e ;; , de cevada por dia. — De 20 de Novembro de 
[653. 19 

Alvará a António de Mendonça, natural de Mazagão, rilho de Francisco Men- 
des de Mendonça, cavaleiro-ridalgo, tomando-o por ridalgo-capelão com 
<ioo réis de p-oradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de 
Novembro de iô53. 19 

Alvará a Manuel da Nóbrega, morador em Tânger, rilho de Simão da Fonseca, 
cavaleiro-ridalgo, tomando-o por tidalgo-capelão com qSo réis de mora- 
dia por mès e " , de cevada por dia.- -De 3 de Setembro de 1104. 19 r 

Alvará a Bartolomeu Delgado Lião, morador em Tânger, rilho de Heitor de 
Lião, cavaleiro-fidaigo, tomando-o por capelão-fidalgo com 4D0 réis de 
moradia por mès e • de cevada por dia. — De 12 de Outubro de 1662. 20 

Alvará a Manuel Francisco, morador em Tânger, tilho de Miguel Alvares, to- 
mando-o por capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de 
cevada por dia. — De 3 de Setembro de [654. 20 ;• 



IOO LIVRO IV 

Folhas 

Alvará a Bartolomeu do Quintal e Sousa, teólogo pregador, natural da Ilha de 
S. Miguel, filho de Francisco de Andrada Cabral, de capelão-fidalgo; 
pela promoção de António de Magalhães à Igreja de S. Pedro de Mon- 
forte, havendo o ordenado declarado no regimento da Capela Rial. — De 
22 de Outubro de 1Õ54. 21 

Alvará ao Dr. Pedro de Magalhães, deão da Sé de Coimbra, natural de Pedró- 
gão Grande, filho de Manuel de Magalhães, tomando-o por capelão fi- 
dalgo com i-r*25o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 29 de Dezembro de 1654. 21 v 

Alvará a Fernando de Macedo Botelho, natural da Ilha de S. Miguel, filho de 
Fernão de Macedo Botelho, fidalgo-cavaleiro, e neto de Fernão de Ma- 
cedo, de capelão-fidalgu com i-r^oo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 3o de Outubro de 1647. 22 v 

Alvará a João de Sousa Lobo, residente na índia, filho de Diogo Lobo de Sou- 
sa, fidalgo-cavaleiro. e neto de Baltasar Lobo de Sousa, de capelão-fi- 
dalgo com 832 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 8 de Março de [655. 23 

Alvará a Diogo de Penha, morador em Tanger, filho de Bento Fernandes, de 
capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por 
dia. — De 8 de Setembro de 1654. 23 

Alvará a António de Brito Freire, natural da Baía, filho de Vasco de Brito Frei- 
re, fidalgo-escudeiro, e neto de Gaspar de Brito Freire, de capelão-fi- 
dalgo com 155920 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 20 de Junho de i655. 23 r 

Alvará a António de Andrada, natural de Lisboa, filho de Vicente Fernandes de 
Andrada. cavaleiro-fidalgo. de capelão-fidalgo com 600 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de Agosto de i656. 24 

Alvará a António Lopes, morador em Mazagão, filho de Manuel Lopes, de ca- 
pelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e •" , de cevada por dia. — 
De 20 de Julho de i656. 242* 

Alvará a Roque Correia Calado, cavaleiro-ridalgo, filho de Diogo Correia Ca- 
lado, também cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, de capelão-fidalgo 
com 600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
27 de Junho de i656. 2? 

Alvará a António de Almeida, clérigo de missa, natural de Lisboa, de capelao- 
cantor, na vaga de Pedro Estevesa, reitor do Colégio dos Meninos Ór- 
fãos, com o ordenado ordinário pago aos quartéis na recebedoria da Ca- 
pela Rial. — De (i de Outubro de 1G46. 25 

Alvará a João da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, filho de Manuel da Fonseca, tam- 
bém cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 800 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Dezembro de i655. 2? r 

Alvará a Domingos Vieira Matoso, natural de Tânger, filho de Manuel Vieira 
Matoso, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 4 de Junho de 1057. 26 

Alvará a Bernardo Gomes, morador em Tânger, filho de Francisco da Costa, 
de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e ? , de cevada por 
dia. — De 9 de Julho de [657. 26 v 



MATRICULA !><>•> \K>kAl)ORF.S DA CASA RIAL [Ql 



I 
Alvará a Domingos Barreto, filho de Gaspar Nunes Barreto, de capelão-fidalgo 
com i-imim réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia.— 
De 22 de Agosto de 1657. 26 ;• 

Alvará a Manuel Pereira Souto Maior, cavaleiro-fidalgo, filho de João Pereira 
de Souto Maior, também cavaleiro-ridalgo, de capelão-fidalgo com 4.5o 
réis de moradia por mês e ■/ { de cevada por dia.- — De 21 de Agosto de 

1107. 27 

Alvará a Bento Lobo da Gama, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, rilho de 
Manuel Dias Vila Lobos, também cavaleiro-fidalgo, passando a capelão- 
-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 22 de Agosto de \h?-. il v 

Alvará a Bernardo Rebelo de Proença, natural do lugar do Prado, comarca de 
Lamego, filho de Rodrigo Soares de Proença, escudeiro-fidalgo, de ca- 
pelão-fidalgo com (ioo reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De i5 de Dezembro de [657. 28 

Alvará a Manuel de Morim Pinto, natural de Tânger, filho de João Pinto, de 
de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De i? de Dezembro de 1657. 28 

Alvará a António Godinho, natural de Lisboa, cavaleiro-fidalgo, filho de Fran- 
cisco Guedes Godinho, também cavaleiro-fidalgo, passando-o a capelão- 
-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 20 de Janeiro de [658. 28 v 

Alvará a João de Morais da Silva, natural de Tânger, filho de Cristóvão da 
Silva Machado, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com t$20o réis de 
moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De i5 de Dezembro de 1(07. 29 

Alvará a Mateus Gonçalves, natural de Tânger, filho de Pascoal Borges da Cos- 
ta, tomando-o por capelão-fidalgo com 55o réis de moradia por mês e 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 4 de 
Junho de [657. 29 

Alvará a D. Francisco de Sousa e Távora, natural de Lisboa, filho de D. Ma- 
nuel de Távora e neto de D. Martinho de Távora, passado a capelão- 
-tídalgo com i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 25 de Junho de i658. 29^ 

Alvará a António Rodrigues André, natural de Tânger, filho de Afonso André. 
de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 1? de Dezembro de 
H07. 3o 

Alvará a Fernando de Castilho de Almeida, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, 
filho de António Rodrigues de Carvalho, também cavaleiro-fidalgo, de 
capelão-fidalgo com 700" réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 10 de Maio de [658. 3o;' 

Alvará a João da Costa de Almeida, natural da Ilha da Madeira, rilho da Antó- 
nio da Costa de Almeida, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 70.. 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 de Ju- 
lho de 1 658. 3i 

Alvará a Fernando de Orta, morador em Tânger, filho de Diogo Afonso, cava- 
leiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 
de cevada por dia. — De 26 de Setembro de i658. 3i v 



102 LIVRO IV 



folhas 

Alvará a Francisco Correia de Andrada, morador em Tânger, tilho de Fernão 
Martins de Andrada, cavaleiro-fidalgo, de capelão-ridalgo com 800 réis 
de moradia por mês e % de cevada por dia. — De 3o de Setembro de 
i658. 3i v 

Alvará a Gonçalo Dias, cavaleiro-fidalgo, morador em Tanger, filho de Pedro 
Rodrigues, de capelão-ridalgo com 4D0 réis de moradia por mês e 3 / 4 de 
cevada por dia. — De 3 de Setembro de i658. 32 

Alvará a Jerónimo de Sousa, filho de Cristóvão de Sousa e neto de Jerónimo 
de Sousa, passando-o a capelão-fidalgo com 1C200 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 8 de Maio de i65g. 32 v 

Alvará a Domingos Fernandes, morador em Tânger, filho de Gaspar Fernan- 
des, tomando-o por capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e 

de cevada por dia. — De 20 de Fevereiro de 1639. 32 v 

Alvará a João Lobo Freire, natural da vila de Oliveira, filho de João Lobo 
Freire, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de Dezembro de 16G0. 33 

Alvará a Paulo Valente, morador em Tânger, filho de António Valente, toman- 
do-o por capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e ? 4 de ce- 
vada por dia. — De 3o de Setembro de i658. 33 ;• 

Alvará a Simão Rodrigues de Mesquita, moço da câmara, natural de Lisboa, ri- 
lho de Roque de Mesquita, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 400 
reis de moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 6 de Março de 

1660. 34 

Alvará a D. Francisco Lobo, mòço-ridalgo. rilho de D. António Lobo, passan- 
do-o do dito foro a capelão-fidalgo com 3c5oo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Junho de 1660. 34 

Alvará a Francisco Martins Cravo, natural de Lisboa, filho de Jordão Alvares 
Cravo, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 430 réis de moradia por 
mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De i5 de Maio de i65q. 34 v 

Alvará ao Abade António Guedes de Carvalho, natural do concelho de Caria, 
comarca de Lamego, filho de Francisco Guedes de Carvalho, de cape- 
ião-fidalgo com 1-200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia." — De 2? de Maio de 1661. 3q v 

Alvará a Duarte Botelho, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Simão 
Carvalho, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Maio de 16G1. 35 

Alvará a Luis de Gouveia de Carvalho, natural de Vila Meão, filho de Fagundo 
de Almeida Veloso, cavaleiro-fidalgo, de capelão fidalgo com 430 réis de 
moradia por mês e 3 / 4 de cevada por dia. — De 25 de Maio de 1661. 35 v 

Alvará a Gaspar Barata de Mendonça, natural da vila do Sardoal, filho de Pe- 
dro Lopes Barreto, passando-o a capelão-fidalgo com 1.-280 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i3 de Janeiro de 

1661. 35 v 

Alvará a Manuel Franco, clérigo de missa, filho de João Gomes Franco, natu- 
ral do Turcifal, termo de Lisboa, de capelão-fidalgo, pela promoção de 
Crispim dos Santos a vigário da Igreja de S. Mamede, com ordenado 
declarado no regimento da Capela Rial. — De 25 de Fevereiro de 1G62. 3G 



MATkia I A !><>> UORAbORKS DA CASA RIA! | 3 



Alvará a Pedro Peixoto, natural de Lisboa, filho de Francisco Peixoto, môço- 
-lidalgo, c neto de Jorge Peixoto, passando-o a capelão-tidalgo com \c- 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 24 de 
Março de 1662. 36 ;• 

Alvará a Domingos do Vale, moço da câmara, natural de Caminha, filho de 
Bento Rodrigues Seixas, passando-o a capelão-iidalgo com 4Ó6 réis de 
moradia por mês e 3/ , de cevada por dia. — De -zb de Maio de [662. 3"] 

Alvará a António Fiúza Correia, natural de Lisboa, filho de Manuel Fiúza, ca- 
valeiro-fidalgo. tomando-o por capelão-tidalgo com 4.10 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — -De 28 de Dezembro de 1662. 37 

Alvará ao Dr. Domingos da Cunha Barreto, natural de Lisboa, rilho de Pedro 
Terras Barreto e neto de Manuel Terras Barreto, de capelão-iidalgo com 
i-^òoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou no cargo de capitão-general e governador 
das ilhas de Cabo Verde e Guiné, e bem assim na índia e no Brasil.— 
De 1 de Março de 1662. 37 ;• 

Alvará a Manuel Pereira, capelão-organista da Capela Riál, para que os 2 moios 
que tem de trigo, fiquem, por sua morte, a sua mãe. — De 1? de Maio 
de i(562. 38 

Alvará a Manuel Pereira, moço da estante da Capela Rial, natural de Tomar, 
filho de António Pereira, passando o ao lugar de capelão da mesma Ca- 
pela com 5.Fooo réis anuais, com obrigação de tanger órgão; deixando 
de receber o moio de trigo que tem de acrescentamento, vaga que se 
deu pela promoção de Tomás de Sousa numa prebenda na Ilha Ter- 
ceira. — De 20 de Março de 1657. 38 v 

Alvará a Francisco Lopes Pascoal, natural de Tanger, filho de Álvaro Lopes, de 
capelão-iidalgo com 400 réis de moradia por mês e : , de cevada pi ir 
dia. — De 6 de Julho de 1662. 3g )• 

Alvará a António Gonçalves Pires, natural de Tânger, filho de Gonçalo Pires, 
tomando-o por capelão-iidalgo com 400 réis de moradia por mês e :< ■ , de 
cevada por dia. — .De 3i de Julho de 1662. 40 

Alvará a Francisco de Morais Amado, cavaleiro-fidalgo, natural de Alenquer, 
lilho de João Amado, moço da câmara, passando-o a capelão-fidalgo com 
i.^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 23 
de Dezembro de 1662. 40 

Alvará a Lourenço João, cavaleiro, passando-o a capelão-tidalgo com 400 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Dezem- 
bro de 1662. 40 v 

Alvará a Baltasar Vieira Matoso, natural de Tânger, rilho de Manuel Vieira Ma- 
toso, tomando-o por capelão-tidalgo com 400 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 22 de Setembro de [662. 40 v 

Alvará a António Ferraz de Azevedo, bacharel formado em teologia pela Uni- 
versidade de Coimbra, natural de Arganil, de capelão-contessor da Ca- 
pela Rial, na vaga de Bartolomeu do Quintal e Sousa, com ordenado 
pago pelo rendimento da mesma.— De 10 de Janeiro de i663. 41 

Alvará a Sebastião Gonçalves, natural de Tânger, filho de Francisco Gonçal- 
ves, tomando-o por capelão-iidalgo com 400 réis de moradia por mês e 
3 / 4 de cevada por dia.- -De 6 de "Abril de i663. \: 



io4 



LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Manuel Carvalho, natural de Lisboa, filho do Dr. Francisco de Carva- 
lho e neto de Pedro Carvalho, de capelão-fidalgo com irboo réis de mo- 
radia por mês e r alqueire de cevada por dia. — De i3 de Outubro de 
i663. 4^ 

Alvará a Simão Faleiro, fidalgo, passando-o a capeláo-fidalgo com 700 reis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Dezembro 
de i663. 4- '' 

Alvará a Álvaro de Serpa, natural de Lisboa, rilho de Fernão Lopes de Serpa 
e neto de Álvaro de Serpa, cavaleiro-fidalgo, tomando-o por capelão-fi- 
dalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 20 de Dezembro de i663. 42 v 

Alvará a João Fernandes Soveral, cavaleiro-fidalgo, passando-o a capelão-fidalgo 
com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
20 de Dezembro de i663. 4^ v 

Alvará a Simão Jorge, filho de António Jorge, natural de Santarém, de cape- 
lão-fidalgo, na vaga de Francisco Serrano com ordenado pago pelo ren- 
dimento da Capela Rial. — De 20 de Março de 1664. 43 v 

Alvará a Manuel Gomes Nascontes, filho de Estêvão Fernandes Faleiro, natu- 
ral de Setúbal, de capelão tidalgo, na vaga de Damião Veleiro com or- 
denado pago pelo rendimento da Capela Rial. — De 9 de Julho de 1604. 44 

Alvará a António de Figueiredo de Andrada, filho de Belchior de Andrada e 
neto de Manuel Leitão, de capelão-fidalgo com 2.3000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de Novembro de 1664. \\v 

Alvará a Manuel Cerveira da Vinha, natural de Lisboa, filho de Miguel de Fi- 
gueiredo Borges, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 800 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de Março de 
1660. 4^ 

Alvará a Pedro Guedes de Magalhães, filho de Pedro Guedes de Magalhães, 
fidalgo-cavaleiro, natural de Lamego e neto de Pedro Guedes da Fon- 
seca, de capelão-fidalgo com 13200 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 17 de Dezembro de 1664. 45 v 

Alvará a Pedro de Teive Barreto, natural da Baía, filho de Belchior Barreto de 
Teive e neto de Pedro de Teive, de capelão-fidalgo com 1.3280 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 29 de Dezembro 
de 1664. 46 

Alvará ao Padre António Ferreira, natural de Lisboa, filho de Belchior Martins 
de Carvalho, tomando-o por capelão-fidalgo com 400 réis de moradia 
por mês e 3 / A de cevada por dia. — De 21 de Janeiro de iõ65. 46 

Alvará a Francisco Delgado de Matos, natural de Peniche, rilho de Luís Tei- 
xeira Franco, de capelão-fidalgo com 13000 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 28 de Março de i665. 46 v 

Alvará a Manuel Carvalho, natural de Moçambique, filho de António Carvalho, 
de capelão-fidalgo com 400 réis de moradia por mês e -V, de cevada por 
dia. — De 6 de Abril de i665. 46 V 



M \ I RÍC1 I A DOS MOR VDl »RES DA l \-\ RIAL 10 5 



Alvará a Joãu Alvares Megos, filho do Dr. Sebastião Alvares Megos e neto de 
João Fernandes Megos, tomando-o por capelao-fidalgo com [#280 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Abril de 
[665. 



Maio de 1666. 



Folha 



47 



Alvará a António Pinto de Macedo, filho de Lourenço Teixeira de Macedo, to- 
mando-o por capelao-fidalgo com 400 réis de moradia por més e '' 4 de 
cevada por dia. — De 7 de Fevereiro de [664. 4- r 

Alvará a João Coelho, filho de Martim Coelho de Almeida, natural de Abran- 
tes, neto de Brás de Avelar, de capelao-fidalgo com [36280 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3o de Maio de i665. 48 

Alvará a Manuel de Magalhães, filho de Matias da Silva de Meneses, mòço-li- 
dalgo, e neto de Manuel de Magalhães de Meneses, tomando-o por ca- 
pelao-fidalgo com 136200 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 4 de Julho de 166?. 48 v 

Alvará a Jorge de Pina de Castelo Branco, filho de Pedro Vaz de Pina de Cas- 
telo Branco e neto de Pedro Dias de Pina, tomando-o por capelao-fi- 
dalgo com i#2oo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 17 de Dezembro de 1664. 48 z> 

Alvará a José de Faria Manuel, filho de António Gonçalves, de capelão-confes- 
sor da Capela Rial, lugar que vagou pela promoção de António Ferraz 
de Azevedo a vigário da Igreja da Madalena de Lisboa. — De 21 de 



49 



Alvará a Dionísio do Rêgo Caminha, môço-fidalgo, filho, de Manuel Alvares 
Gondim, também mòço-fidalgo, e neto de Gonçalo Alvares Gondim, pas- 
sando-o a capelao-fidalgo com 136280 réis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 29 de Abril de 1666. 4c 1 v 

Alvará ao Desembargador Martim Monteiro Paim, natural de Monforte, filho 
do Dr. Pedro Fernandes Monteiro e neto de Martim Monteiro, de fi- 
dalgo-capelão com i$6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 1? de Outubro de [666. 5o 

Alvará a José de Moura de Brito, natural de Lisboa, filho de Álvaro de Moura, 
cavaleiro-fidalgo, de capelao-fidalgo com 1^7700 réis de moradia por més 
e i alqueire de cevada por dia. — De 26 de Outubro de i65i. 5o 

Alvará a Francisco de Oliveira, filho de Pedro Fernandes, natural de Lisboa, 
de moço da Capela Rial, na vaga de José das Neves, com o ordenado 
declarado no regimento da dita Capela. — De 16 de Abril de 1649. 5o v 



Alvará a Francisco dos Féis, filho de Estêvão Francisco, natural de Lisboa, de 
moço da Capela Rial, na vaga de Gabriel de Faria, com o ordenado de- 
clarado no regimento da dita Capela. — De 10 de Setembro de i65o. 5i 

Alvará a Manuel da Fonseca, filho de Estêvão Francisco, natural de Lisboa, de 
moço da Capela Rial, na vaga de Brás Pereira Furtado, com o orde- 
nado declarado no regimento da dita Capela. — De 26 de Agosto de 
iõ53. 5i 

Alvará a Francisco Vieira, filho de Francisco Antunes, natural de Lisboa, de 
moço da Capela Rial, na vaga de Paulo de Almeida, com o ordenado 
declarado no regimento da dita Capela. — De 1 1 de Junho de ióói. 5i v 



100 LIVRO IV 



Folhas 



Alvará a Miguel Pereira, moço da Capela Rial, passando a porteiro da mesma, 
na vaga de Manuel Soares Gaio, com o ordenado declarado no regi- 
mento, e pago pelo rendimento da dita Capela. — De 3o de Junho de 
i655. 52 

Alvará a Francisco Carneiro de Alcáçova, natural de Goa, filho de Luís Car- 
neiro e neto de António Carneiro, de moço fidalgo com 17000 réis de 
moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na índia e na armada. — De 10 de Março de io53. 52 v 

Alvará a Francisco de Freitas Mascarenhas, filho de Diogo de Freitas Mascare- 
nhas e neto de Vicente de Freitas, de mòço-fidalgo com 17000 réis de 
moradia por mês de e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na índia. — De 16 de Março de t652. 53 

Alvará a D. Garcia Henriques, filho de D. Pedro Henriques, neto de D. Garcia 
Henriques e. bisneto de D. António Henriques, de mòço-fidalgo com 
i-ooo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia, com con- 
dição de servir na índia 4 anos. — De i3 de Março de' 1654. 53 v 

Alvará a João de Albuquerque de Melo, natural de Pernambuco, filho de Diogo 
Martins, neto de Jerónimo de Albuquerque e irmão de Afonso de Albu- 
querque, de môço-fidalgo com i~ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados nas batalhas de Porto 
do Touro, Baía, Rio de S. Francisco e Recife, no Estado do Brasil, em 
companhia do Conde de Nassau, Conde da Torre e do mestre de campo 
Luís Barbalho Bezerra. — De 20 de Agosto de i655. 53 r 

Alvará a Brás de Freitas da Silva, natural da Ilha da Madeira, filho de Brás 
de Freitas da Silva, neto de Nuno Rodrigues de Freitas e bisneto de 
Pedro Gonçalves, de môço-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Ilha da Ma- 
deira e no Brasil, e pelos de seu primo João de Freitas. — De 9 de Se- 
tembro de i658. 54 v 

Alvará a António de Lima de Abreu, natural de Viana, filho de Pedro Gomes 
de Abreu e neto de António de Lima de Abreu, de mòço-fidalgo com 
i-ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser- 
viços prestados em Tui. — De 9 de Junho de i665. 55 v 

Alvará a Aires de Orneias de Vasconcelos, natural da Ilha da Madeira, filho de 
Agostinho de Orneias de Moura, neto de D. Catarina de Moura, bisneto 
de Mendo de Orneias de Mendonça, tresneto de João de Orneias e so- 
brinho de Mendo de Orneias de Vasconcelos, de môço-fidalgo com 1.7000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na armada e nas guerras da província de Entre-Douro e Mi- 
nho. — De i5 de Janeiro de 16G6. b~j 

Alvará a D. Álvaro de Castro, filho de D. Manuel de Castro, neto de D. Ál- 
varo de Castro e bisneto de D. Manuel de Castro, de môço-fidalgo com 
1.7000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. —De 10 
de Março de i65o. b~ 

Alvará a João Gomes de Abreu de Lima, filho de Lopo Pereira de Lima e neto 
de Lionel de Abreu de Lima, de môço-fidalgo com 17000 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 7 de Abril de i65o. 5y r 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL i,,; 

Folhas 

Alvará a D. João de Castro, môço-fidalgo, filho de Garcia de Castro e neto de 
D. João de Castro, acrescentando o dito foro a fidalgo-escudeiro com 
236000 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em França ao embaixador .Marques de Cascais. — De 
17 de Setembro de 1646. b~ v 

Alvará a Álvaro de Sousa de Noronha, natural do Porto, filho de Lourenço Pi- 
res, neto de Gregório Sernache de Noronha, bisneto de Inácio Sernache 
de Noronha e tresneto de Fernão Vaz Sernache, de fidalgo-escudeiro 
com 746 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Mia Nova de Gaia e na província de Angola. — 
De 6 de Março de 1662. 58 

Alvará a João de Ulhoa de Vasconcelos, natural de Tomar, filho de Manuel de 
Ulhoa, neto de Bernardo de Ulhoa e sobrinho de Martinho de Ulhoa, 
que foi bispo da Ilha de S.Tomé, de fidalgo-escudeiro com 1-200 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou, em companhia de Manuel de Miranda Henriques, em Olivença, 
Alentejo e Angola. — De 10 de Novembro de 1666. 5o, v 

Alvará a Jorge de Araújo Estaco, natural de Lisboa, filho de Aleixo Lopes Es- 
taco, de fidalgo-cavaleiro cem 2^000 reis de moradia por mêí, e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados às letras. — De 20 de 
Dezembro de 1Õ46. 60 p 

Alvará a António Rodrigues Chamissa, cavaleirofidalgo, rilho de Domingos Ro- 
drigues, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com ic6oo réis de 
moradia por mês; pelos serviços prestados na armada e nas guerras de 
Malaca, em companhia do Conde de Aveiras, João da Silva Telo de Me- 
neses, General António Teles, Capitão-mor António Vaz Pinto e do Vice- 
Rei da índia Pedro da Silva. — De 19 de Dezembro de 1646. õi 

Alvará a Francisco de França, natural do Funchal, filho de Bernardo Antunes 
Barbosa, de fidalgo-cavaleiro com ícôoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos sei viços prestados em Pernambuco, 
Baia e no Reino. — De i5 de Janeiro de 1647. 62 v 

Alvará a Jerónimo de Brito Caldeira, cavaleiro da Ordem de Cristo, filho do 
Dr. Vicente Caldeira de Brito, lidalgo-escudeiro e desembargador do 
Paço, de fidalgo-cavaleiro com 1 -— 3 3 3 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Évora, Elvas, 
Portalegre e Olivença. — De 20 de Dezembro de 164o. 64 v 

Alvará a Ponciano de Lanços de Abreu, filho de Bartolomeu Lopo de Lanços, 
natural de Monsão, de fidalgo cavaleiro com i-~óoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 23 de Março de 1647. 66 

Alvará a Gonçalo de Sequeira Pimentel, natural de Arronches, filho de Frau- 
cisco da Videira de Sequeira, de fidalgo-cavaleiro com ícôoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na dita vila, onde exerceu o cargo de capitão-mor, e pelos de seu 
filho Francisco de Sequeira Pimentel, emTelena, Codiceira e Montijo. — 
De 2 de Maio de [647. '"' '' 

Alvará a Henrique de Lamorle, de fidalgo-cavaleiro com ijíóoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços prestados na ba- 
talha do Montijo, em companhia do Conde de Alegrete. — De 21 de 
Abril de 164(1. 6 7 " 



io 8 LIVRO IV 



Fulhas 

Alvará a Manuel Pinto Leitão e Almada, natural de Lisboa, filho de Simão 
Pinto Leitão, neto de Manuel Pinto Leitão e sobrinho de António Pinto 
Leitão, de fidalgo-cavaleiro com icóoo réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada, na índia 
e Cascais, e pelos de seu pai, avô e tio. — De 25 de Abril de 1647. 68 

Alvará a António Teixeira de Mendonça, natural de Almoster, termo de Santa- 
rém, filho de Álvaro de Carvalho, fidalgo-cavaleiro com icíôoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na conquista de Angola sob o comando de Salvador Correia de 
Sá, Pedro César de Meneses e de Francisco de Souto Maior. — De 4 de 
Abril de 1647. 69 v 

Alvará a D. Francisco Naper, filho de D. Cristóvão Naper, de fidalgo-cavaleiro 
com ir6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados no Castelo de S. Jorge de Lisboa, na armada e 
no Alentejo. — De 9 de Março de 1647. 70;' 

Alvará a António da Fonseca de Mesa, de fidalgo-cavaleiro com i-j-boo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3 de Fevereiro de 
1646. 71 v 

Alvará a Miguel do Yale de Sousa, morador na Quinta da Cuerreira, termo de 
Cerveira, comarca de Tomar, filho de António do Vale, neto de Diogo 
de Sousa e bisneto de D. Maria de Sousa, de fidalgo-cavaleiro com 
i-iioo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; por ser- 
viços prestados em Olivença, Elvas, Damão, Diu e Ormuz, em compa- 
nhia do mestre de campo João de Saldanha. — De [5 de Julho de 1647. 72 v 

Alvará a Gaspar Pinheiro Lobo, natural de Barcelos, filho de António Pinheiro 
Ferreira, de fidalgo-cavaleiro com ic6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Flandres, Brasil 
e armada. — De 9 de Outubro de 1647. 78 ;• 

Alvará a Simão da Cunha de Sá, filho de Martim da Cunha de Sá, neto de Ma- 
teus Homem da Vinha, bisneto de João Rodrigues Homem e tresneto do 
Dr. Rodrigo Homem, de fidalgo-cavaleiro com ic6oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de Julho de 1647. 7? 

Alvará a António de Lima de Noronha, natural de Cabeceiras de Basto, filho 
de Manuel de Lima e neto de Francisco de Abreu, de fidalgo-cavaleiro 
com 333 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
20 de Setembro de 1647. ■ 7? v 

Alvará a António de Azevedo de Brito, filho de Paulo de Azevedo e de D. Fi- 
lipa Henriques, irmão de Agostinho de Azevedo e de Manuel de Aze- 
vedo, de fidalgo-cavaleiro com i.~6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Elvas, e tam- 
bém pelos de seu pai e irmãos, feitos na índia, armada, Mombaça e 
Goa, em companhia do general Nuno Aires Botelho, D. Francisco Cou- 
tinho, Conde de Linhares e de Filipe Mascarenhas. — De 21 de Fevereiro 
de 1648. 76 V 

Alvará a Pedro de Melo de Castelo Branco, filho de Brás de Figueiredo Cas- 
telo Branco e de D. Isabel de Melo. neto de Antão Gomes de Abreu. 
bisneto de Pedro Gomes de Abreu e sobrinho de João Gomes de Abreu 
de Melo, de fidalgo-cavaleiro com 1.-600 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na índia. Baçaim. 
Ceilão e Damão. — De 11 de Março de 1649. 7 V 



MATRICI I \ l)n> MOKADORKS DA CASA k!AI 



109 



Folhas 

Alvará a Afonso Barbosa da Fonseca, natural da Baía, filho de Domingos Bar- 
bosa de Araújo, de fidalgo-cavaleiro com [#800 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Bra- 
sil. — De 14 de Março de 16411. 70. 

Alvará a António Lobo da Gama, natural de Lisboa, ti lho de João Coelho da 
Costa e de D. Bárbara da Cama, neto de Francisco da Cama Lobo e 
irmão de Sebastião Coelho da Cama, de fidalgo-cavaleiro com 1-600 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na índia e no Brasil. — De 21 de Março de 1649. 70 ;• 

Alvará ao Dr. Pedro Fernandes Monteiro, natural de Monforte, termo de Por- 
talegre, tilho de Martim Monteiro, de fidalgo-cavaleiro com 2$ooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
tem prestado ás letras. — De [3 de Março de 1649. 

Alvará a Marcos Rodrigues Tinoco, cavaleiro-tidalgo, filho de Baltasar Alvares 
Tinoco, natural de Braga, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro 
com icboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: 
pelos bons serviços que tem desempenhado. — De 20 de Março de 
1649. 81 

Alvará a Manuel Caio Carneiro, tilho de João Filgueira Gaio, natural de Vila 
do Conde, de fidalgo-cavaleiro com 2^200 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil e pelos 
de seu irmão Pedro Carneiro, comendador da Ordem de S. João da 
Mata. — De 29 de Março de [649. 8i v 

Alvará a Bartolomeu de Sá Pereira, natural de Coimbra, filho de Heitor de Sá 
Pereira, de fidalgo-cavaleiro com 1-600 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados por ele e seus filhos 
João de Sá Pereira, Heitor de Sá Pereira, António de Sá Pereira e de 
seu tio Rui de Sá Pereira, em Pinhel, Buarcos e Elvas, em companhia 
do Conde de Cantanhede, D. António Luís de Meneses e do general 
António Teles. — De 3i de Março de 1649. 82 

Alvará a Baltasar Rodrigues de Matos, natural de Lisboa, filho de Manuel Ro- 
drigues de Matos, tomando-o por fidalgo-cavaleiro com ijdôoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seus 
filhos Manuel Rodrigues de Matos e Lopo Alvares da Fonseca. — De 20 
de Maio de 1649. 84 

Alvará a Manuel Velho, filho do Dr. Álvaro Velho e irmão de Luis Velho, do 
fôro de fidalgo-cavaleiro com 2-000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços de seu sogro João Mendes.— 
De 10 de Junho de 1649. N '"' v 

Alvará ao Dr. Estêvão Foios, filho do Dr. Mendo Foios e sobrinho de Estêvão 
Pires Botado e de João Botado, de fidalgo-cavaleiro com icõoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 1? de Agosto de 
1649. NN 

Alvará a António de Sequeira Pestana, natural de Arronches, filho de Fran- 
cisco Pestana, do foro de fidalgo-cavaleiro com [#600 de moradia por 
mês; pelos serviços que seu pai e seu irmão Francisco de Sequeira Pes- 
tana prestaram no Reino e na índia. — De 9 de Setembro de [649. 



I IO 



LIVRO IV 



Folhas 



Alvará a Francisco Barroso, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, 
filho do capitão António Barroso, também cavaleiro da Ordem de Cris- 
to, do foro de fidalgo-cavaleiro com ícróoo réis de moradia por mês, 
com condição de servir em 4 armadas do Brasil ou da costa, sob o co- 
mando do Marquês de Montalvão e do Conde de Nassau. — De 20 de 
Setembro de 1649. 90 

Alvará a Cristóvão de Barros Rêgo, natural de Pernambuco,^ filho de Francisco 
de Barros Rêgo, de fidalgo-cavaleiro com icóoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia:, por serviços prestados no Brasil. — 
De 27 de Novembro de 1649. 92 v 

Alvará a Pedro Ortiz de Melo, natural da Ilha Terceira, filho de Fernão Ortiz 
e irmão de António Ortiz de Mendonça, de fidalgo-cavaleiro com ic?6oo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados nas guerras de Milão, Sicília e na fortaleza de S. João da dita 
ilha. — De 7 de Fevereiro de i65o. ó3 v 

Alvará a Luís de Utra Corte Rial, filho de Pedro Coelho da Silva, do foro de 
fidalgo-cavaleiro com icôoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na armada, Cochim e Ceilão. — 
De 27 de Março de 1648. 94 

Alvará a Cristóvão Vieira Ravasco, moço da câmara, filho de Baltasar Vieira, 
natural de Santarém, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 
icõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 9 
de Fevereiro de i65o. 94 v 

Alvará a Constantino Cadena, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho de Gas- 
par Cadena, acrescentando o dito foro a fidalgo cavaleiro com 1^600 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na índia, armada, Brasil e Angola. — De 8 de Fevereiro de 
i65o. 9 5 

Alvará a Luís Mergulhão Borges, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de Diogo Mergulhão de Aguiar, de fidalgo-cavaleiro com 
i.-óoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
bons serviços que prestou na índia sob as ordens do Vice-Rei João da 
Silva Telode Meneses, Conde de Aveiras. — De 16 de Março de i65o. 98 

Alvará a Fernão Martins Tibau, natural de Lisboa, filho de Diogo Teixeira e 
de D. Maria Tibau e neto de Afonso Tibau, de fidalgo-cavaleiro com 
icôoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser- 
viços prestados na índia. — De 16 de Março de iodo. 99 v 

Alvará a Diogo Gomes de Figueiredo, cavaleiro da Ordem de S. Bento de Avis, 
natural de Lisboa, filho de João Gomes Quaresma, de fidalgo-cavaleiro 
com i-~6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados no Brasil e nas batalhas de Montijo, Codiceira, 
Telena ede Vila Nova dei Fresno. — De 9 de Abril de i65o. 100 v 

Alvará a Tristão da França, natural do Funchal, filho de Belchior Antunes Bar- 
bosa e irmão de Francisco da França Barbosa, de fidalgo-cavaleiro com 
i£boo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na armada, Baía e Pernambuco. — De 2 de Junho de 
i65o.' 101 v 

Alvará a Manuel de Sousa de Almeida, natural do concelho de Lafões, filho de 
Francisco de Sousa de Almeida, de fidalgo-cavaleiro com i-rõoo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou em Mazagão e no Porto. — De 20 de Julho de i65o. 104 



MATRICUI \ DOS MORADORES DA CASA RIAL lu 



Folha» 

Alvará a António de Castilho de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, natural de Lis- 
boa, filho de Gaspar de Faria, acrescentando o dito foro a fidalgo-cava- 
leiro com i.rboo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços feitos em Moçambique e em Goa, e também por ha- 
ver casado com D. Arcàngela, filha de Martim Teixeira de Azevedo. — 
De 29 de Novembro de i65o. io5 v 

Alvará a Filipe Bandeira de Melo, natural de Pernambuco, filho de Afitónio 
Bandeira de Melo, de fidalgo-cavaleiro com 13600 réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; com condição de servir no Brasil 4 
anos. — De 2 de Junho de i65o. 



Alvará a António Cabral, natural da Ilha de S. Miguel, filho de Francisco Brio- 
nau, de fidalgo-cavaleiro com H»6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; por serviços prestados na índia sob as or- 
dens de D. Filipe Mascarenhas e do Conde de Aveiras. — De 2 de Maio 
de i65i. 



107 



1 • 19 



Alvará a Manuel Pacheco de Melo, natural da Ilha de S. Miguel, rilho de Duarte 
Pacheco, de fidalgo-cavaleiro com 13Ó00 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Angola e no Bra- 
sil sob o comando dos generais Salvador Correia de Sá e Benevides e 
do Conde de Vila Pouca. — De 26 de Abril de i65i. 110 

Alvará a José de Chaves Souto Maior, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, fi- 
lho de Domingos Chaves, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro 
com 136600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na índia em companhia do Conde de Aveiras. — 
De 26 de Março de i65i. 111 

Alvará a Luís Botelho Fróis, natural de Santarém, filho de Cristóvão de Fi- 
gueiredo, de fidalgo-cavaleiro com 10600 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na índia em com- 
panhia de D. Filipe Mascarenhas, D. Francisco Mascarenhas, D. Sebas- 
tião Lobo e D. Sebastião da Silveira. — De 20 de Agosto de i6bi. 112 

Alvará a Pedro Vaz de Pina de Castelo Branco, natural de Elvas, filho de Pe- 
dro Vaz de Pina, de fidalgo-cavaleiro com 1.3600 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados no Alentejo, 
Olivença e Castela. — De 16 de Janeiro de i652. 114 

Alvará a Baltasar de Sousa de Meneses, alcaide-mor do Castelo de Lindoso, 
natural de Britelo, filho de Pedro de Sousa de Meneses, de fidalgo-cava- 
leiro com 13600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De i5 de Junho de i65i. 116 

Alvará a Manuel de Magalhães Coutinho, natural de Trancoso, filho de Fran- 
cisco de Gouveia, de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados na índia sob 
o comando do general Nuno Alvares Botelho. — De 17 de Março de 
i652. 117 

Alvará a João Rodrigues Megas, natural da Azambuja, filho de António Fer- 
nandes, de fidalgo-cavaleiro com 10600 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia, que D. Filipe Mascarenhas, vice-rei da índia 
lhe concedeu pelos bons serviços que ali prestou. — De 27 de Março de 
[652. 110 



U2 LIVRO IV 



g 



Folhas 



Alvará a Martim Afonso de Melo Pereira, filho de Duarte de Melo Pereira e ir- 
mão de Jorge de Melo Pereira, de fidalgo-cavaleiro com i#6oo réis de 
moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; por serviços prestados 
na Beira e no Alentejo. — De 20 de Abril de ió?2. 120 



Alvará a Jacome de Melo Pereira, filho de Duarte de Melo Pereira e irmão de 
Jorge de Melo Pereira, de fidalgo-cavaleiro com iír6oo réis de moradia 
jor mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
irasil e no Alentejo. — De 20 de Abril de ib52. 121 v 



Alvará ao Dr. Diogo Lobo Pereira, natural de Lisboa, filho de António Lobo 
Pereira, de fidalgo-cavaleiro com ivfõoo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na Relação do 
Porto e Goa. — De 7 de Março de i652. 111 v 

Alvará ao Desembargador Diogo Marchão Temudo, natural da Amieira, filho 
de Diogo Marchão Temudo, de fidalgo-cavaleiro com 2C¥ooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de Agosto de 
1 65 1 . 1 23 

Alvará a António de Sequeira Pestana, natural de Arronches, filho de Fran- 
cisco Pestana, de fidalgo-cavaleiro com i;*6oo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu filho 
Francisco de Sequeira Pestana, feitos no Alentejo e na índia. — De 10 
de Julho de ió52. 123 v 

Alvará a Manuel Ferreira, cavaleiro-fidalgo, filho de Luís Gonçalves Ferreira, 
acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com i.ítõoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Julho de i652. 123 v 

Alvará a Manuel da Gama de Pádua, filho de Fernão Soeiro, natural de Loulé, 
de fidalgo-cavaleiro com i.Jt6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 9 de Novembro de i652. 126 ;' 

Alvará a André Vidal de Negreiros, mestre de campo e cavaleiro da Ordem de 
Cristo, natural de Paraíba, filho de Francisco Vidal, de fidalgo-cavaleiro 
com iif>6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por 
serviços prestados no Brasil. — De 6 de Outubro de 1632. 127 

Alvará a João Fernandes Vieira, natural da Ilha da Madeira, filho de Francisco 
de Orneias Moniz, de fidalgo-cavaleiro com icíboo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou nas guer- 
ras do Brasil sob o comando do governador António Teles da Silva. — 
De 3o de Setembro de )652. 128 

Alvará a Pedro Terras Barreto, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho de 
Manuel Terras Barreto, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro 
com i$6oo réis de moradia por mês e t alqueire de cevada por dia; por 
serviços que prestou na armada, Africa, índia e Brasil. — De i5 de De- 
zembro de 1(02. i3o 

Alvará a João Fialho, cavaleiro fidalgo, natural de Vila Verde dos Francos, filho 
de Francisco Fialho, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 
i-r<»oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na província da Beira e em Fuente Guinaldo, Vila de 
Sarça e Cidade Rodrigo. — De 11 de Março de iõ?2. i3i 



MATRÍC1 I \ DOS MORADORES DA CASA RIAL ,,3 



Alvará a Joãu de Mendonça Furtado, môço-fidalgo, ti lho de Cristóvão de Men- 
donça e neto de João de Mendonça, acrescentando o dito foro a fidalgo- 
cavaleiro com i ~ 7 3 3 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 

por dia; por serviços prestados nas guerras do Brasil sob o comando do 

coronel Henrique Correia da Silva.— De 4 de Janeiro de i6r3. i32 ;• 

Alvará a Francisco Ferreira da Câmara, fidalgo-escudeiro, filhe de Gomes Fer- 
reira da Câmara, neto de Gil Fernandes Ferreira e bisneto de João Fer- 
reira da Câmara, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com iciro 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 4 de Ja- 
neiro de [653. t33 

Alvará a Diogo Lopes de Sequeira, môço-fidalgo, natural de Chaul, índia, filho 
de Pedro Vaz de Sequeira e neto de Lopo Vaz de Sequeira, acrescen- 
tando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com i$666 reis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Ceilão. — 
De 16 de Fevereiro de [653. 134 

Alvará a Simão Gomes da Silva, cavaleiro da Ordem de Cristo, filho de Bal- 
tasar Comes, natural dos Reis, termo de Lisboa, acrescentando o dito 
foro a fidalgo-cavaleiro com icròoo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Ceilão e no Forte de 
Negumbo, sendo então governador da Índia. — De 16 de Fevereiro de 
de [653. [35 

Alvará a António de Sousa, môço-fidalgo, rilho de Rui de Sousa Monteiro e neto 
de Bartolomeu Rodrigues de Sousa Monteiro, acrescentando o dito foro a 
fidalgo-cavaleiro com 2.-400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; por serviços prestados em Ceilão e Cochim. — De 19 de 
Dezembro de i652. [3b v 

Alvará a Manuel Coelho Pereira, natural da Ilha Terceira, filho de Luis Coe- 
lho Pereira, de fidalgo-cavaleiro com 1&600 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na província da 
Beira e no Alentejo. — De 10 de Março de i653. i3j v 

Alvará a Manuel de Brito de Meneses, filho de Lionel de Brito, natural de Tôr- 
. res Vedras, de fidalgo-cavaleiro com [jy>6oo réis de moradia por mes e 1 

alqueire de cevada por dia. — De 5 de Abril de i65H. [38 /• 

Alvará a Ascenso de Sequeira do Quintal de Vasconcelos, môço-fidalgo, filho 
de Gaspar de Sequeira de Vasconcelos e neto de Ascenso de Sequeira 
de Macedo, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 2.rooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na índia e no Brasil. — De 29 de Agosto de iG53. [3g ;• 

Alvará a Martim Casado Jácome, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Viana, filho de Jácome de Vilas Boas e sobrinho do Dr. Marçal Casado 
Jácome, de fidalgo-cavaleiro com i$6ou reis de moradia por mes e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 12 de Janeiro de 1654. 140 

Alvará a Bartolomeu de Vasconcelos da Vinha, filho de Vasco Mousinho de 
Quevedo, de fidalgo-cavaleiro com i$6oo reis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na província de 
Angola e no Brasil, nos governos de Francisco de Souto Maior, Salva- 
dor Correia de Sá e Benevides e de Rodrigo Miranda Henriques. — De 
(| de Novembro de [653. 140 



H4 



LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Francisco Carneiro de Alcáçova, môço-fidalgo, rilho de António Car- 
neiro e neto de Miguel Carneiro, acrescentado o dito foro a fidalgo-ca- 
valeiro com i$6oo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia. — De i3 de Março de i65q. 14 2 v 

Alvará a António da Silva, natural de S. Domingos de Rana, termo de Lisboa, 
rilho de Francisco Alvares da Silva, de fidalgo-cavaleiro com i-tôoo reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na índia e Moçambique sob as ordens e comandos do governador 
Francisco de Melo de Castro e dos generais D. Diogo de Vasconcelos e 
D. Jerónimo de Azevedo. — De i3 de Março de 1(04. 143 

Alvará a João Lopes Bfrbalho, natural de Pernambuco, filho de Gaspar Car- 
valho, de fidalgo-cavaleiro com icõoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia - , pelos serviços que prestou nas guerras do 
Brasil em companhia do Conde de Nassau e do Conde da Torre, D. Fer- 
nando Mascarenhas. — De i3 de Janeiro de 1654. I 44 í ' 

Alvará a Duarte de Vasconcelos Coutinho, morador em Tomar, filho de Pedro 
de Escovar e sobrinho de Bartolomeu de Vasconcelos, de fidalgo-cava- 
leiro com icboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
em atenção aos serviços de seu tio. — De 25 de Setembro de 1654. 141 i 

Alvará a António Ferreira, filho do Dr. Inácio Ferreira, de fidalgo-cavaleiro com 
i--óoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ser- 
viços prestados no Algarve, Porto e Bragança. — De 24 de Outubro de 
1654. 1 4* 

Alvará a Rodrigo Ximenes de Aragão, morador em Lisboa, filho de Duarte Xi- 
menes de Aragão, neto de Tomás Ximenes de Aragão e bisneto do 
Dr. Duarte Ximenes, de fidalgo-cavaleiro com icóoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de Novembro de 
1654. '4'.)*' 

Alvará a Diogo Mergulhão Borges, fidalgo-escudeiro, natural da índia, filho de 
Luís Mergulhão Borges "e neto de Diogo Mergulhão de Aguiar, acres- 
centando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com icrboo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados em Mala- 
bar. — De iq de Fevereiro de i655. t5i 

Alvará a Luís Bandeira, natural do concelho de Besteiros, rilho do Dr. Inácio 
Bandeira e sobrinho de António Aranha e de André Aranha, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com irõoo reis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Coimbra, Algarve, Brasil e 
índia, em companhia do Marquês de Montalvão, e pelos de seu ascen- 
dente Gonçalo Pires Bandeira na batalha de Touro. — De 20 de Feve- 
reiro de i655. 132 

Alvará a João Peixoto da Silva, fidalgo-escudeiro, natural de Baçaim, filho de 
Pedro da Silva Peixoto e neto de Duarte Peixoto, acrescentando o dito 
foro a fidalgo-cavaleiro com i$633 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 20 de Fevereiro de i655. i55 

Alvará a Jorge de Barros, filho de Lopo Sutil de Barros, fidalgo-cavaleiro com 
1 -óoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
seus serviços e pelos de seu irmão Luís de Barros, feitos no Alentejo e 
Brasil, em companhia do Conde de Vila Pouca e de Luís Velho. — De 
1? de Maio de ió55. fí>5 V 



MATRIC1 LA DOS MORADORI S DA CASA RIAL ( i5 

Folhas 
Alvará a Gaspar Dias Ferreira, natural de Lisboa, filho de Pedro Dias Ferrei- 
ra, de fidalgo-cavaleiro com i-(ioo réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil em companhia do 
Conde de Nassau, Marquês de Montalvão e de Francisco de Sousa Cou- 
tinho.- De 19 de Agosto de 1 655. 1.^- r 

Alvará a Miguel de Almeida, natural de Abrantes, filho de João Alvares de Al- 
meida, de lidalgo-cavaleiro com i.rboo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 21 de Agosto de i655. 160 

Alvará a Diogo Sanches dei Poço, natural de Madrid, filho de Pedro Sanches 
Ortiz, de fidalgo-cavaleiro com 13&600 réis de moradia por mes e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 10 de Setembro de i655. iôi p 

Alvará a Lionel de Lima de Abreu, môço-fidalgo, morador na cidade de Braga, 
filho de Baptista de Lima de Abreu e neto de Lionel de Lima de Abreu, 
acrescentando o dito foro a lidalgo-cavaleiro com [$656 reis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 de Setembro de i655. i63 

Alvará a João Guterres, natural de Lisboa, filho de Manuel Antunes Guterres, 
de fidalgo-cavaleiro com iJZ>6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De i5 de Abril de i656. 164 

Alvará a Jerónimo da Silva de Azevedo, do foro de lidalgo-cavaleiro para a 
pessoa que casar com sua filha, quando terminar em Inglaterra a mis- 
são de que foi encarregado. — De 3 de Julho de [652. i65 

Alvará a António da Gama Nunes, natural de Loulé, filho de Fernão Soeiro, 
para que o foro que tem de fidalgo-cavaleiro com i.róoo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, passe a seus filhos e ne- 
tos. — De 16 de Junho de ió5(i. i65 

Alvará a Pedro Fernandes Lemos, natural de Monforte, filho de Manuel Alva- 
res, para que o foro que tem de lidalgo-cavaleiro com [$600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, passe a seus filhos e 
netos. — De 6 de Junho de i656. (65 v 

Alvará a António Jaques de Paiva, natural de Loulé, filho de Manuel .laques de 
Paiva, fidalgo-cavaleiro com i~óoo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; por serviços prestados no Alentejo, Badajoz e Te- 
lena. — De if> de Junho de i65ó. 166 

Alvará a Pedro Sanches Farinha, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de António Sanches Farinha, neto de Pedro Sanches Fa- 
rinha e sobrinho de Rodrigo Sanches Mascarenhas, do foro de fidalgo- 
cavaleiro com i.rõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 19 de Maio de i656. [69 ;■ 

Alvará a João Soares Cavalgante, fidalgo-escudeiro, natural de Lisboa, filho de 
Jerónimo Cavalgante de Albuquerque e neto de António Cavalgante de 
Albuquerque, acrescentando o dito foro a lidalgo-cavaleiro com 1 •— (o< > 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou no Brasil nos postos de alferes e de capitão de mar e guer- 
ra. — De 29 de Maio de i656. [72 

Alvará a Pedro Rangel de Castelo Branco, natural de Lisboa, filho de Manuel 
Rangel de Castelo Branco e neto de Paulo Rangel de Castelo Branco, 
do foro de lidalgo-cavaleiro com ir<>oo réis de moradia por mês e 1 ai 
queire de cevada por dia; com condição de servir 4 anos no Brasil.— 
De 1 3 de Setembro de [656. 172 v 



, lt ; LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a António Galvão, natural de Penamacor, rilho de Gaspar de Alfaia Gal- 
vão, de fidalgo-cavaleiro com i~boo réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados neste Reino e no Brasil. — 
De 2g de Dezembro de i('ób. 17J 

Alvará a Fernão de Sousa Coutinho, natural de Lisboa, filho de Paulo de Sousa 
Coutinho, de fidalgo-cavaleiro com i-ôoo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Cascais, Salva- 
terra, Albuquerque, Yale de Mata-Mouros e Olivença. — De 3o de No- 
vembro de i656. iT-" 1 '' 

Alvará ao Dr. António de Castro, natural de Vila Viçosa, filho de Diogo de 
Castro, de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 22 de Fevereiro de 1(07. 176 ;■ 

Alvará a Francisco Pacheco Mascarenhas, natural do concelho de Besteiros, fi- 
lho de António Mascarenhas, de fidalgo-cavaleiro com i.rboo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
neste Reino e no Brasil. — De 29 de Novembro de i(i56. 177 

Alvará a Manuel Velho Barreto, natural de Viana, filho de António Velho Bar- 
reto, de fidalgo-cavaleiro com i-(>oo réis de moradia por mes e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na índia. — De 20 
de Fevereiro de 16Õ7. 178;' 

Alvará a Gomes Lobo da Silva, môço-fidalgo, natural de Óbidos, filho de An- 
tónio Lobo de Melo e neto de Gomes Lobo da Silva, acrescentando o 
dito foro a fidalgo-cavaleiro com 2^000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; em atenção aos serviços de seus filhos Antó- 
nio Lobo da Silva, Rodrigo Afonso de Melo e António Lobo de Melo. — 
De 24 de Março de íObi. 180 

Alvará a António Freitas da Silva, natural da Ilha da Madeira, filho de João 
Rodrigues de Freitas, do foro de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de seu 
filho João de Freitas da Silva servir 2 anos no Brasil. — De i5 de Maio 
de i655. i- s o ;■ 

Alvará a António de Freitas da Silva, natural da Ilha da Madeira, filho de João 
Rodrigues de Freitas, de cavaleiro-fidalgo com i»6oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de seu filho João 
Rodrigues de Freitas servir mais 2 anos no Brasil. — De 29 de Novem- 
bro de i656. 182 

Alvará ao Dr. Cristóvão Pinto de Paiva, natural de Mogofores, rilho de Julião 
Rodrigues de Paiva, de fidalgo-cavaleiro com i^õoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de Janeiro de 16^7. i83 V 

Alvará a António Gomes de Elvas, natural de Lisboa, rilho de João Rodrigues 
de Elvas, neto de António Gomes de Elvas e sobrinho de Luís Rodri- 
gues de Elvas, de fidalgo-cavaleiro com irboo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; em consideração aos serviços de seu 
tio. — De 19 de Junho de 1657. 184 

Alvará a João Leite de Oliveira, natural da Ribeira de Vizela, freguesia de Santa 
Maria de Vela Fria, comarca de Guimarães, filho de Domingos de Oli- 
veira Peixoto, de fidalgo-cavaleiro com icíóoo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados no Alentejo e Ba- 
dajoz. — De 28 de Junho de 1657. i85 



MATRICl LA DOS MORADOR! S DA CASA RIAL 



I 



Alvará a João de Sá Pereira, natural de Coimbra, filho de Heitoi de Sá Perei- 
ra, Jo foro de fidalgo-cavaleiro com ijsõoo reis de moradia por mès e i 
alqueire de cevada por dia; pele is serviços de seu pai e pelos de seu ri- 
lho Manuel de Sa Pereira. De i de Julho de 1657. 186 

Alvará a Francisco Caldeirão da Veiga, rilho de Rodrigo Caldeirão, neto do 
Dr. Francisco Caldeirão e bisneto de Manuel Caldeira, do foro de ti- 
dalgo-cavaleiro com 2-000 réis de moradia por mès e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. --De 4 de Janeiro de i658. iS- v 

Alvará a Cristóvão Rodrigues Marques, natural de Elvas, filho de Diogo Fer- 
nandes Marques, para que o foro que tem de fidalgo-cavaleiro com 
i.-òoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, passe a 
seus filhos e netos. — De 20 de Setembro de [658. [88 

Alvará ao Dr. António Pereira de Sousa, natural de Lisboa, filho de Diogo Ro- 
drigues Pereira, de fidalgo-cavaleiro com 23&000 réis de moradia por mès 
e 1 alqueire de cevada por dia. —De 2b de Abril de [658. 188 v 

Alvará a João Fróis de Aguiar, cavaleiro-fidalgo, filho de António Fróis de 

Aguiar, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 2-1 réis de 

moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Junho de 

i658. 1881' 

Alvará a Manuel de Sousa de Faria, natural de Lisboa, rilho de Ascenso Ro- 
drigues Morgado, de fidalgo-cavaleiro com ic6oo réis de moradia por 
mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Junho de [658. [89 

Alvará a Gaspar de Lemos de Vargas, natural de Estremoz, filho de João de 
Lemos, de ridalgo-cavaleiro com [36600 reis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Ceuta, Elvas, 
Valverde e em Vila Nova dei Fresno. — De i5 de Junho de i658. 181) »' 

Alvará a Simão de Távora Pereira, morador em Viana, filho de Manuel Bravo 
de Távora, de ridalgo-cavaleiro com irboo réis de moradia por mès e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 20 de Junho de i658. igo v 

Alvará a Francisco Soares de Melo, natural de Goa, filho de António Rodri- 
gues Soares, de fidalgo-cavaleiro com 23&000 réis de moradia por mès e 
1 alqueire de cevada por dia; com a condição de tornar a embarcar 
para a índia. — De 3[ de Março de [658. km p 

Alvará a Sebastião da Veiga, filho de Rodrigo Caldeirão, neto do Dr. Francisco 
Caldeirão e bisneto de Manuel Caldeira, de ridalgo-cavaleiro com 2-000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de De- 
zembro de 1657. ni2 

Alvará a Álvaro Pinto da Fonseca, natural de Lamego, filho de António Pinto 
da Fonseca, de ridalgo-cavaleiro com í.-õoo reis de moradia por mes e 
i alqueire de cevada por dia; por serviços prestados ao Infante D. Duar- 
te. — De 12 de Setembro de [658. ig3 v 

Alvará a Francisco Soeiro da Gama, natural de Lisboa, filho de Manuel Ro- 
drigues da Costa, do foro de fidalgo-cavaleiro com [$600 reis de mo- 
radia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Setembro de 
i658. 194 



nx LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Pedro de Sousa Pereira, natural da Ilha de S. Miguel, rilho de Fran- 
cisco Frazão, de fidalgo cavaleiro com icóoo réis de moradia por mês e 
i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil em com- 
panhia do Marquês de Montalvão e de Salvador Correia de Sá e Bene- 
vides. — De 2? de Setembro de [658. 194 

Alvará a António da Fonseca de Orneias, natural da Ilha da Madeira, filho de 
Francisco da Costa e neto de António de Garcia Gamboa, de fidalgo- 
ca valeiro com icboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou no Alentejo, armada e Brasil. — De 
20 de Fevereiro de i65q. 19D 

Alvará a João de Andrada Barreto, cavaleiro-fidalgo, natural de Barcelos, filho 
de Baltasar de Benevides e Mendanha, acrescentando o dito foro a ri- 
dalgo-cavaleiro com irõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de António Ferrão da Cunha, fei- 
tos na armada, Ceilão e Malabar, os quais lhe pertencem por parte de 
sua mulher D. Antónia da Cunha. — De 5 de Abril de i65g. 196 

Alvará a Francisco Pereira da Costa, natural de Goa, filho de Manuel Pereira, 
de ridalgo-cavaleiro com i-rôoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Ceilão e Negumbo, em com- 
panhia do Conde de Sargedas. D. Rodrigo da Silveira, e dos governa- 
dores D. Filipe Mascarenhas, D. Álvaro de Ataíde e de Manuel Masca- 
renhas Homem. — De 5 de Abril de i65g. 196 v 

Alvará a Lourenço de Amorim Pereira, natural de Ponte do Lima, rilho de 
Gaspar de Amorim Rocha, de ridalgo-cavaleiro com 2~ooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou na defesa da praça de Monsão. — De i5 de Maio de 16S9. 198 

Alvará a Rui Vas Pinto de Sá, filho de António Gomes de Elvas e neto de João 
Rodrigues de Elvas, de fidalgo-ca valeiro com icrôoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de servir no Bra- 
sil 4 anos. — De 2 de Setembro de i65g. 1982' 

Alvará a D. João da Fonseca, natural de Borgonha, reino de Navarra, filho de 
D. Diogo de Vinhais Premorentin e irmão de D. Diogo da Fonseca, de 
fidalgo-cavaleiro com irôoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de seu irmão feitos na índia. — 
De 2 de Fevereiro de 1660. 199 v 

Alvará a Francisco Cordovil, cavaleiro-fidalgo, rilho de António de Freitas, 
acrescantando o dito foro a ridalgo-cavaleiro com ícrboo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
como provedor da Alfândega de Lisboa. — De 20 de Fevereiro de 1660. 200 

Alvará a Inácio Gonçalves Figueira, cavaleiro-fidalgo e da Ordem de Cristo, na- 
tural de Lisboa, filho de António Gonçalves, acrescentando o dito foro 
a fidalgo-cavaleiro com ic?6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados como contador e provedor da 
Fazenda Rial. — De 16 de Fevereiro de 1660. 201 v 

Alvará a António de Pinho da Costa, natural de Cochim, filho de António de 
Pinho da Costa, de fidalgo-cavaleiro com ic6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na ín- 
dia, sob o comando dos generais Francisco de Melo e Castro e António 
de Sousa Coutinho. — De i5 de Marco de iòõo. 202 v 



MATRÍCULA DOS MORAI lORES DA CASA RIAL 



"9 



Folhas 

Alvará a I). Carlos de Aro, natural de Baçaim, filho de I). João de Aro de La- 
cueva e sobrinho de D. Pedro de Lacueva, de fidalgo-cavaleiro com 

i.-õoo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 

serviços prestados na índia e no Brasil. — De i5 de Marco de 161 204;' 

Alvará a António Barbosa Lobo, natural de Caminha, filho de Francisco Bar- 
bosa Pita, de fidalgo-cavaleiro com 2.^000 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na província de 
Fntre-Douro e Minho e na índia. — De 3 de Março de [665. 207 

Alvará a Nuno Vaz Piçarro, natural de Moura, filho de João Privado Piçarro, 
de fidalgo-cavaleiro com [$600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — De ig de Feve- 
reiro de [666. 207 v 

Alvará a Gregório de Castro de Morais, natural de Chaves, filho de Gregório 
de Castro, de fidalgo-cavaleiro com i.yboo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Trás-os-Montes 
e no Minho. — De i5 de Março de 1660. 208 

Alvará a Baltasar César, natural de Lisboa, filho de Francisco César e neto de 
Luís César, de fidalgo-cavaleiro com t$6oo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na Ilha da Ma- 
deira e pelos de Inácio da Cunha feitos no Brasil. — De 18 de Julho de 

[673. 20() V 

Alvará a Manuel Barreto de Sampaio, cavaleiro da ( )rdem de Cristo, natural 
de Lisboa, filho de Francisco Barreto de Sampaio, de fidalgo-cavaleiro 
com i3Z>f>oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados em Flvas e na batalha de Montijo. — De 27 de 
Abril de 1660. 210 v 

Alvará a António de Brito Freire, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho do Dr. Diogo de Brito, que foi cónego da Sé de Évora, de 
fidalgo-cavaleiro com 1. 7-600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 24 de Abril de 
1660. 212 

Alvará a Jorge de Sousa da Costa, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de Manuel da Costa, de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ter casado com 
D. Brites Leonor de Azevedo, filha do Dr. Jerónimo da Silva de Aze- 
vedo. — De 22 de Abril de 1660. 212 p 

Alvará a João Feio Cabral, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, 
filho do Dr. António Cabral, de fidalgo-cavaleiro com [$600 ruis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos bons serviços 
que tem prestado no lugar de tesoureiro-mor da Casa de Ceuta. — De 
23 de Abril de [660. 21 3 ;■ 

Alvará a João Borges de Morais, Cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Freixiel, filho de Gaspar Borges, de fidalgo-cavaleiro com 135600 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços que 
prestou no cargo de sargento-mor em Olivença, Telena e Borba. — De 
3o de Abril de [660. 2i3 v 



Alvará a Luis Rodrigues de Flvas, filho de João Rodrigues de Elvas e neto de 
António Gomes de Elvas, do foro de fidalgo-cavaleiro com [#600 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de 
servir 3 anos nas fronteiras do Reino. — De 23 de Abril dei' 21? 



!20 LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Manuel Gomes de Elvas, rilho de João Rodrigues de Elvas e irmão 
de Luís Rodrigues de Elvas, do foro de fidalgo-cavaleiro com irõoo 
réis de moradia por mes e i alqueire de cevada por dia; com condição 
de servir 3 anos nas fronteiras do Reino. — De 23 de Abril de 1660. 216 

Alvará a Francisco Guedes de Carvalho, natural do concelho de Caria, comarca 
de Lamego, tilho de Adão Rebelo, de fidalgo-cavaleiro com 1C600 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços pres- 
tados como capitão-mor no dito concelho. — De 3 de Julho de 1660. 21o 

Alvará a Duarte da Franca, morador em Tânger, rilho de Álvaro de Figueiroa 
e neto de André Dias da Franca e de D. Catarina da Franca, de fidal- 
go-cavaleiro com i~õoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços feitos em Tânger e no Brasil. — De 9 de Julho 
de 1660. 216 v 

Alvará a Pedro Veloso Vareiro, natural de Lisboa, tilho de Manuel André Va- 
reiro, de fidalgo-cavaleiro com içGoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou como capitão de 
ordenança na dita cidade. — De 3i de Maio de 1660. 217 v 

Alvará a João Centeno Mexia, natural da vila de Campo Maior, filho de Pedro 
Gonçalves Centeno, de fidalgo-cavaleiro com ic?6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Val- 
verde e na referida vila. e também pelos de seu sobrinho e primo Mar- 
tim Afonso Mexia e Manuel Mexia. — De 3 de Julho de 1660. 218 

Alvará a Diogo de Betencourt Perestrelo, natural da Ilha de Porto Santo, filho 
de Vitoriano de Betencourt de Vasconcelos, neto de Diogo de Beten- 
court Favela e de D. Francisca Soares de Albergaria, e sobrinho de Fer- 
não Favela de Vasconcelos, de Baltasar Perestrelo e de Belchior Peres- 
trelo, do foro de fidalgo-cavaleiro com i-rôoo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita ilha e 
pelos de seu avô e tios feitos na índia. — De 12 de Dezembro de 1654. 218 v 

Alvará ao Dr. Simão Ferrão de Andrada, natural de Santo António do Tojal, 
termo de Lisboa, filho de António de Andrada Leitão, de fidalgo-cava- 
leiro com 2.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por serviços prestados às letras. — De 2 de Maio de 1661. 220 

Alvará a Lourenço de Brito de Figueiredo, fidalgo-escudeiro, natural de Beja, 
filho de Lourenço Correia de Brito e neto de Sebastião de Brito Cor- 
reia, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 2^000 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou no Brasil. — De 2 de Maio de 166 1. 220 v 

Alvará a Jorge de Meio Pereira, fidalgo-escudeiro, natural de Lisboa, filho de 
Martim Afonso de Melo Pereira e neto de Duarte de Melo Pereira, 
acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com icboo réis de mora- 
dia por mês c 1 alqueire de cevada por dia; com condição de servir 4 
anos no Brasil. — De 7 de Maio de 1661. 221 ;' 

Alvará a Jerónimo Teixeira de Carvalho, natural de Lamego, filho de Álvaro 
de Carvalho Teixeira, de lidalgo-cavaleiro com icóoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na ci- 
dade da Guarda em companhia do governador D. Álvaro de Abranches 
e de D. Rodrigo de Castro. — De 2? de Marco de [661. 222 ;■ 



\1 VI RIC1 LA DOS MORADi iRl S DA CASA RIAL 121 



Alvará a António de Conty Vintemiglia, moço da câmara, natur.il de Lisboa, 
filho de António Marcos de Conty, acrescentando o dito foro a lidalgo- 
-cavaleiro com líJiÔOO reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 20 de Agosto de 1661. 22 | 

Alvará a Francisco Carlos, natural de Lisboa, filho de Manuel Abares de Cas- 
tro, de lidalgo-cavaleiro com [$600 reis de moradia por mes e i alqueire 
de cevada por dia; pelo empréstimo que fez de nooocooo réis ao Mar- 
quês de Nisa e ao Conde da Feira para pagamento de soldos. — De 3o 
de Agosto de [G61. 224 

Alvará a Luís de Valadares Carneiro, natural do Porto, rilho de João de Vala- 
dares Carneiro, de lidalgo-cavaleiro com [$600 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como capitão 
em companhia de Bailio Brás Brandão na rendição do Castelo de S. João 
da Foz e no de Viana do Castelo, e nos encontros de Valença, Coim- 
bra, Gaia e Porto. -De 23 de Setembro de 16G1. 22o 

Alvará a João do Crato da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, natural de Castelo de 
Vide, filho de Damião do Crato da Silveira, acrescentando o dito foro 
a íidalgo-cavaleiro com i~òoo réis de moradia por mes e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo sob o comando 
dos generais André de Albuquerque e de Dinis de Melo e Castro. — De 
8 de Outubro de 1661. 22G 

Alvará a Francisco de Abreu Soares, natural da Vila dos Arcos, filho de Ál- 
varo Soares de Brito, de fidalgo-cavaleiro com 1 $600 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Guimarães, Valença, Alentejo e Galiza, e também pelos de seus filhos 
André de Abreu de Zuniga e António Gomes de Abreu. — De 27 de 
Outubro de 1662. 228 

Alvará a Luis Pereira de Sá, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lisboa, 
filho de Feliciano Pereira, de fidalgo-cavaleiro com i$6oo reis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
no Alentejo sob o comando dos mestres de campo Luis de Portugal, 
Manuel de Melo e Simão. Correia, e também pelos serviços de seu so- 
brinho Nicolau de Carvalho. — De 17 de Outubro de [661. 201 

Alvará a Bartolomeu de Azevedo Coutinho, cavaleiro da Ordem de Cristo, na- 
tural de Lisboa, filho de Jorge de Azevedo de Mesquita, de fidalgo-ca- 
valeiro com i.rHioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Olivença, Portalegre, Elvas e Bada- 
joz. — De 17 de Outubro de 1661. 232 V 

Alvará a Álvaro de Azevedo Barreto, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Monção, filho de André Velho de Azevedo, de lidalgo-cavaleiro com 
i.~6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos no Reino, Badajoz c Brasil. — De 1 7 de Outubro de 1661 , 23 \ 

Alvará a Diogo Lopes de Ilhoa, natural de Lisboa, rilho de António Lopes de 
Uhoa, de fidalgo-cavaleiro com i#6oo reis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços leitos no Brasil. — De i3 de 
Outubro de i66t. '&~ v 

Alvará a João de Seabra de Sousa, natural do Porto, filho de Bento de Aguiar 
Caldeira e neto de Pantaleão de Seabra de Sousa, de fidalgo-cavaleiro 
com i.tfõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em 
atenção aos serviços de seu avô. — De 23 de Novembro de 1661. --'7 >' 



122 LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Agostinho de Andrada Freire, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
da vila de Almeida, filho de Baltasar de Andrada Freire, de fidalgo-ca- 
valeiro com ieboo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Alentejo.- — De iq de Novembro de 
1661. 238 

Alvará a Sebastião Pita Soares, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Ca- 
minha, filho de Brás Pita de Ortigueira, de fidalgo-cavaleiro com i3"boo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços 
prestados nas guerras do Minho. — De 6 de Novembro de i66j. 240 

Alvará a Carlos Malheiros Pereira, natural de Monção, filho de Marcus Ma- 
lheiros Pereira, de fidalgo-cavaleiro com ijpboo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no socorro de 
Caminha. — De 20 de Novembro de 161'u. 242 v 

Alvará a João do Amaral de Albuquerque, cavaleiro da Ordem de Cristo, na- 
tural do Porto, filho de António do Amaral de Albuquerque e neto de 
António Leitão da Costa Amaral, e sobrinho de Nuno Alvares Velho e 
de Nicolau Monteiro, que foi Bispo da Guarda, do foro de fidalgo-cava- 
leiro com 1. :760o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na cidade do Porto, e também pi ir lhe 
pertencerem por sentença, os de João Álvares Moutinho e os de Diogo 
Velho Moutinho feitos na índia. — De 22 de Novembro de 1661. 24-5 

Alvará ao Dr. António Ferreira, cavaleiro-fidalgo e médico da câmara, acres- 
centando o dito foro a fidalgo cavaleiro com icboo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços e cuidados que pres- 
tou à Rainha da Gran-Bretanha no regresso a Inglaterra. — De i3 de. Fe- 
vereiro de 1662. 247 

Alvará a Diogo de Betencourt Perestrelo, natural da Ilha do Porto Santo, filho 
de Vitoriano de Betencourt de Vasconcelos, neto de Diogo de Beten- 
court Favela e de D. Francisca Soares de Albergaria, e sobrinho de 
Fernão Favela de Vasconcelos, de Baltasar Perestrelo e de Belchior Pe- 
restrelo, do foro de fidalgo-cavaleiro com i>6oo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
Ilha e pelos de seu avô e tios feitos na índia. — De 10 de Março de 1662. 247 

Alvará a Manuel Peixoto Cirne, natural de Lisboa, filho de Lourenço Peixoto 
Cirne, de fidalgo-cavaleiro com urboo réis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Coimbra, Alen- 
tejo, Badajoz, Brasil e índia. — De 7 de Março de 1602. 249 

Alvará a Leonardo de Oliveira de Almeida, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, 
filho de Pedro de Oliveira, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro 
com i-~-boo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na índia nos governos de Francisco de Melo e 
Castro, António de Sousa Coutinho e do Conde de Vila Pouca de 
Aguiar, António Teles de Meneses. — De i5 de Abril de [662. 25o 

Alvará a Lopo da Fonseca Henriques, natural de Lisboa, filho de António Hen- 
riques, de fidalgo-cavaleiro com [$600 reis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos em Angola, no governo 
de Pedro César de Meneses. —De 26 de Abril de 1662. 25l v 

Alvará a Francisco de Barbosa Pita, natural de Caminha, filho de Pascoal Ro- 
drigues Pita. de fidalgo-cavaleiro com i-íKJoo reis de moradia por més e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na Baía e no Reino 
em companhia do Conde de Castelo Melhor. — De 25 de Abril de 1662. 25q 



MATRÍC1 l \ DOS MORADOR] 3 DA CASA RIAJ , 2 3 



Alvará a Gonçalo Rodrigues Angel, natural de Lisboa, filho de Rui Dias An- 
gel, de lidalgo-cavaleiro com l#6oo reis de moradia por mès e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Val- 
verde, Vila Nova dei Fresno, Alconche) e .Madrid. — De 22 de .Maio de 
1062. 



Folhas 



2 DD V 



Alvará a Francisco Sanches de Baena, filho do Dr. João Sanches de Baena e 
neto de Pedro Alvares Sanches, de fidalgo-cavaleiro com 3$ooo râs de 

moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pela forma como tem 

exercido vários lugares. - De 20 de Maio de [662. 256 

Alvará ao Desembargador José Pinheiro, natural de Punhete, filho de João Ga- 
meiro Zuzarte, de fidalgo-cavaleiro com 2$ooo réis de moradia por mès 
e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços prestados em diferentes car- 
gos. — De 3o de .Maio de 1662. 256 v 

Alvará a António Correia Bravo, natural de Lisboa, filho de André Gomes Bra- 
vo, de fidalgo-cavaleiro com [$600 reis de moradia por mès e 1 alqueire 
de cevada por dia; em atenção aos seus serviços. — De 3o de Junho de 
1662. 25y 

Alvará a Francisco Colmieiro de Morais, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral de Vinhais, filho de Francisco Colmieiro de .Morais, de fidalgo-cava- 
leiro com [$600 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Trás-os-.Montes. — De i5 de Julho de 
i652. 257 

Alvará a Luís de Barbuda de Melo, natural de Setúbal, filho de Fstèvão de 
Barbuda de Valadares, de fidalgo-cavaleiro com -í.t^loo reis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados na 
Contadoria Geral de Guerra. — De 25 de Abril de 1664. 257 v 

Alvará a João Ferrão Castelo-Branco Pereira, natural de Arruda, filho de Ál- 
varo Rodrigues Pereira, de fidalgo-cavaleiro com [$600 réis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Mazagão, Azamor, Itália, Elvas e Setúbal, sob o comando dos generais 
D. Gonçalo Coutinho, António Teles e do Conde da Torre. — De 26 de 
Setembro de 1662. 258 

Alvará a Gaspar de Medeiros de Sousa, natural da Ilha de S. Miguel, rilho de 
André Dias de Araújo, de fidalgo-cavaleiro com [$1600 réis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
Ilha. — De i3 de Janeiro de [663. 260 

Alvará a Francisco de Lemos de Nápoles e Campos, natural de Viseu, filho de 
Manuel de Lemos de Campos, de fidalgo-cavaleiro com [$600 reis de 
moradia por mes e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos nas províhcias k do Alentejo e da Beira. -De 12 de Janeiro-de i663. 260 v 

Alvará a Belchior Barreto de Teive, natural da Ilha da Madeira, filho de Pedro 
de Teive, de fidalgo-cavaleiro com t$6oo íeis de moradia por mès e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Brasil. — De 16 de 
Janeiro de [663. 262 

Alvará a António Galvão de Sá, cavaleiro da Ordem de S.Tiago, natural de 
Santarém, do foro de fidalgo-cavaleiro com i.-óoo féis de moradia por 
mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Índia 
nos governos do Conde de Vila Pouca de Aguiar, António Teles de Me- 
neses, Francisco de Melo.e Castro e de António de Sousa Coutinho.— 
De 17 de Janeiro de [663. - 1 '- P 



124 



LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Rodrigo Rodrigues de Lemos, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel 
de Lemos, de fidalgo-cavaleiro com 2-000 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em diferentes car- 
gos. — De 18 de Janeiro de i663. 264 

Alvará a Manuel de Medeiros da Costa, natural da Ilha de S. Miguel, filho de 
Manuel de Medeiros, de fidalgo-cavaleiro com i.-óoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
Ilha, e também pelos de João de Medeiros e de Mateus Colaço feitos na 
índia. — De i(5 de Janeiro de [663. 21141' 

Alvará a Baltasar Rodrigues de Matos, moço da câmara, natural de Olivença, 
filho de Baltasar Rodrigues de Matos, acrescentando o dito foro a fi- 
dalgo-cavaleiro com i-uoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 12 de Janeiro de i663. 26? v 

Alvará a Francisco de Figueiroa, natural da Ilha da Madeira, filho de Manuel 
de Figueiroa, de fidalgo cavaleiro com 1.-600 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita Ilha, 
Angola, Baía e índia, no governo de Pedro César de Meneses. — De 25 
de Maio de 1662. 266 

Alvará a Jorge da Terra da Silveira, natural da Ilha do Faial, filho de António 
de Brum da Silveira, de fidalgo-cavaleiro com icjõoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
ilha. — De 9 de Março de [663. 267 v 

Alvará a João Mendes Mexia, natural de Olivença, filho de Manuel Mendes 
Mexia, de fidalgo-cavaleiro com icíõoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — De 2 
de Junho de i(>63. 267 v 

Alvará a Manuel David Souto Maior, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, rilho 
de Baltasar David, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 
i-rõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Brasil e no Alentejo, sob o comando do Marquês 
de Montalvão, e também pelos de seus irmãos Domingos Valadares 
Souto Maior e Gaspar de Valadares Souto Maior feitos na índia. — De 
17 de Agosto de i663. 268 

Alvará a Jorge da Franca, natural de Livorno, filho de Brás da Franca, de fi- 
dalgo-cavaleiro com 1.-600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços feitos no Alentejo. — De 2 de Junho de 
i663. 270 

Alvará a João Vieira Matoso, cavaleiro-fidalgo, natural de Tânger, filho de Ma- 
nuel Meira Matoso, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 
1—600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos na dita cidade. — De 12 de Setembro de i663. 270 v 

Alvará a António Soares da Costa, natural da Guarda, filho de Custódio Te- 
les da Costa, de fidalgo-cavaleiro com i.rõoo reis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na Beira, Minho c 
Alentejo. — De i3 de Outubro de i663. 270 v 

Alvará a Pedro Guedes de Magalhães, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Lamego, filho de Pedro Guedes da Fonseca, de fidalgo-cavaleiro 
com lítóoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou em várias campanhas, e também pelos de Jorge 
Vaz de Magalhães feitos em Tânger. — De 27 de Outubro de i663. 272 ;• 



MATKlCri.A lios MORAI >OK'i;S 1 1.\ CASA KIAL [2 5 

Alvará a Diogo de Lemos de Nápoles, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Viseu, filho de Manuel de Lemos de Campos e irmão de Francisco 
Lemos de Campos, de fidalgo-cavaleiro com [J&600 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na provín- 
cia da Beira. — De 5 de Agosto de iõ63. 2-3 v 

Alvará a Francisco Ferreira Valdovesso, natural de Cochim, filho de Jacinto 
Ferreira Valdovesso, de fidalgo-cavaleiro com 13&600 réis de moradia 
por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na ar- 
mada em companhia do mestre de campo Sebastião Correia de Ávila. — 
De 3o de Outubro de iG63. 275 

Alvará a Francisco de Sousa Falcão, natural de Lisboa, rilho de António de 
Sousa Falcão, de ridalgo-cavaleiro com irõoo réis de moradia por mês 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Angola e ín- 
dia. — De 27 de Outubro de i663. 276 

Alvará ao Dr. Duarte Vaz de Orta, natural de Atouguia, filho de Francisco de 
Orta, de fidalgo-cavaleiro com 2.~ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados às letras. — De 3o 
de Dezembro de i663. 27- v 

Alvará a João de Castanheira de Moura, natural de Poiares, termo de Coimbra, 
filho de Brás de Castanheira de Moura, de ridalgo-cavaleiro com 2i#>ooo 
réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pela forma 
como tem desempenhado o lugar de contador-mor dos Contos do Rei- 
no. — De 20 de Abril de 1667. 278 

Alvará a Manuel Feio de Melo, natural de Gouveia, filho de Pedro Homem de 
Castro e neto de Pedro Feio e de D. Ana de Melo May, de fidalgo ca- 
valeiro com i$6oo réis de moradia por mês e 1 alqueine de cevada por 
dia; com a condição de servir 4 anos nas fronteiras do Reino. — De 6 
de Agosto de i663. 27X1» 

Alvará a João Malheiro Pereira, natural de Ponte do Lima, filho Bento Malhei- 
ro, de ridalgo-cavaleiro com 1.^600 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na Câmara da dita vila, e 
também pelos de seu tio Baltasar Torres, que foi desembargador no 
Brasil. — De 21 de Fevereiro de iôfiq. 280 j> 

Alvará a Manuel de Tovar de Vasconcelos, natural de Vila Viçosa, rilho de Se- 
bastião de Figueiredo de Vasconcelos, de ridalgo-cavaleiro com 1^600 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados às letras. — De 8 de Julho de 1662. 28 1 v 

Alvará a Mateus da Gama, natural da Ilha da Madeira, filho de João Rodrigues 
Taveira, de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; em atenção aos seus serviços. — De 9 de 
Julho de [664. 282 

Alvará a Manuel Rodrigues da Costa, natural de Mana, filho de Francisco Ro- 
drigues, tomando-o por fidalgo-cavaleiro com i#>6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Com- 
panhia Geral do Comércio do Brasil. — De 9 de Julho de 1664. 282 V 

Alvará a Gaspar Malheiro Reimão, natural de Viana, filho de António Gonçal- 
ves Reimão, de ridalgo-cavaleiro com 1.7-200 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos nos assentos e provi- 
mentos do exército. — De 22 de Junho de 1664. 282 v 



I2 6 LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Manuel Martins de Medina, natural da Ilha da Madeira, filho de Ma- 
nuel Martins de Medina, de ridalgo-cavaleiro com ir^oo réis de mora- 
dia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
Companhia Geral do Comércio do Brasil. — De 9 de Julho de 1(164. 283 v 

Alvará a Luís Teixeira de Carvalho, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho 
de Martitn Teixeira, de tidalgo-cavaleiro com 2-rooo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no cargo 
de oficial-maior na Secretaria de Estado. — De 26 de Junho de 1673. 284 v 

Alvará a André de Vilas Boas Machado, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral de Vila do Conde, filho de Agostinho de Vilas Boas, de tidalgo-cava- 
leiro com icrõuo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; em atenção aos serviços que tem prestado. — De 17 de Setembro 
de 1 663. 284 ;- 

Alvará a Manuel Correia de Mancelos, natural do Lumiar, termo de Lisboa, ri- 
lho de Francisco Correia da Costa, de ridalgo-cavaleiro com i-rr6oo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos seus 
serviços. — De 23 -de Agosto de 1664. 285 

Alvará a António Peixoto de Miranda, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Guimarães, filho de Pedro de Freitas Peixoto, de ridalgo-cavaleiro 
com 1^600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los seus serviços. — De 18 de Agosto de 1664. 285 

Alvará a Diogo Soares de Sousa, natural de Leiria, filho de Diogo Barbosa Pe- 
reira, de fidaigo-cavaleiro com 1-600 reis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — De 20 
de Novembro de 1664. 285 v 

Alvará a João Velho da Costa Soares, natural de Messejana, comarca de Ouri- 
que, filho de Luís da Costa e neto de Gaspar da Costa, de ridalgo-ca- 
valeiro com icrboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados cm campanha no Alentejo e na envestida 
a Badajoz, em companhia de João Bocarro Quaresma, Cristóvão Pan- 
toja e Diogo de Mendonça Arrais. — De 6 de Novembro de 1664. 286 

Alvará a António Ribeiro Correia, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho de 
Pedro Uchales Correia, acrescentando o dito foro a tidalgo-cavaleiro 
com 1.^600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados no lugar de tesoureiro geral do consulado. — De 
6 de Novembro de 1664. ^ s 7 

Alvará a António Ferreira Ferrão de Castelo Branco, natural do lugar de Fol- 
gosas, termo de Ceia, filho de André Ferrão de Castelo Branco, de ri- 
dalgo-cavaleiro com ic~6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na defesa da praça de Castelo 
Rodrigo, quando o Duque de Viana lhe fez cerco. — De 29 de Dezem- 
bro de [664. : s 7 i' 

Alvará a Francisco do Amaral, natural da Abrunhosa, concelho de Tavares, 
comarca de Viseu, filho de Gaspar do Amaral, de tidalgo-cavaleiro com 
icboo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; peli S 
serviços prestados como capitão de infantaria no dito concelho. — De 11 
de Junho de i665. 288 






\1 \ I RIC1 LA Dl IS \1< iRADi IR] S DA CASA RIAL 



127 



1 òlbai 

Alvará a João da Costa Brandão, cavaleiro d 1 < írdem de S. Bento de Avis, na- 
tural da vila Ja Lourinhã, filho de Gaspar Nunes Brandão, de lidalgo- 
-cavaleiro com [$600 réis de moradia por coes e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços feitos como capitão-mor na dita vila. —De 23 de 
Março de [665. 288 

Alvará a Martim Coelho de Almeida, natural de Abrantes, filho de Brás de 
Avelai-, de fidalgo-cavaleiro com i*6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 23 de Abril de 
[665. 289 

Alvará a Diogo de Pinho Teixeira, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Vagos, termo de Coimbra, filho de Diogo de Pinho Teixeira, de fidalgo- 
-cavaleiro com 1.-600 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços leitos na Índia, sendo governadores António Te- 
les de Brito, Conde de Vila Pouca de Aguiar, Francisco de Melo e Cas- 
tro, Francisco de Sousa Coutinho e D. Pedro Henrique.- De 23 de 
Março de [665. 289 

Alvará a João do Prado, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da Lisboa, fi- 
lho de João do Prado, de fidalgo-cavaleiro com i~6oo réis de moradia 
por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na índia. — 
De 23 de Março de 1 6(55 . 291 

Alvará ao Dr. Luis Delgado de Abreu, natural do Porto, filho de Baltasar Del- 
gado de Abreu, de fidalgo-cavaleiro com 1.-600 reis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que tem prestado em di- 
ferentes cargos. — De i3 de Março de [665. 292 v 

Alvará ao Dr. Sebastião Alvares Migos, natural de Elvas, filho de João Fernan- 
des Migos, de fidalgo-cavaleiro com 1*600 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em diferentes car- 
gos na índia. — De 10 de Abril de 166b. 2g3 

Alvará a João de Melo de Azevedo, natural da índia, filho de Luís de Lemos, 
de fidalgo-cavaleiro com t*6oo reis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados nas batalhas de Malaca e Cei- 
lão, sob o comando do general Nuno Alvares Botelho, e pelos de seus 
parentes António de Melo, Miguel Gonçalves Tição e João Borges Fi- 
gueira, também ali leitos. — De 23 de Março de í 665. 2q3 v 

Alvará a Manuel Nogueira Coelho, natural de Goa, filho do Dr. Pedro Nogueira 
Coelho, de fidalgo-cavaleiro com 1*600 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na Índia e pelos 
de seu pai também ali feitos. — De 23 de Março de 1 665. 294 V 

Alvará a Francisco de Sousa de Sequeira, mòço-lidalgo, filho de Luís de Sousa 
de Sequeira e neto de João Rodrigues de Sequeira, acrescentando o dito 
foro a fidalgo-cavaleiro com [$656 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços feitos na índia. — De i3 de Abril de 
[665. 295 v 

Alvará a Francisco Rangel Pinto, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Lis- 
boa, filho de António Francisco Pinto, de fidalgo-cavaleiro com 1*600 
réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos na índia, Brasil e Angola. — De i3 de Abril de (665. 296 

Alvará a Luís Ferreira Valdevesso, filho de Jacinto Ferreira Valdevcsso, de fi- 
dalgo-cavaleiro com 1. -o. 1,1 reis de moradia por més e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços leitos na índia e com a condição de servir 
ali mais 2 anos. — De i3 de Abril de [665. 297 



l2 8 LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Francisco de Pavia e Sousa, natural de Lisboa, filho do Desembarga- 
dor Duarte de Pavia, de fidalgo-cavaleiro com i--6oo réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Alen- 
tejo. — De 20 de Dezembro de 1664. 297 v 

Alvará a João Rebelo Leite, natural de Guimarães, tilho de João Rebelo Leite, 
de fidalgo-cavaleiro com icboo réis de moradia por mès e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços feitos no exército do Alentejo e no do 
Minho. — De 19 de Abril de i665. 298 

Alvará a António de Almeida de Carvalhais, natural de Penaguião, rilho de 
Francisco de Almeida, de ridalgo-cavaleiro com i.rboo réis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos como capi- 
tão-mor de Bragança e de Miranda. — De 18 de Abril de ibó5. 3oo 

Alvará a Manuel Homem da Cunha de Sá, ridalgo-escudeiro, natural de Alco- 
baça, filho de João Homem da Cunha, neto de João Homem da Cunha 
e bisneto de Mateus Homem da Cunha, acrescentando o dito foro a fi- 
dalgo-cavaleiro com qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados em Peniche e no Alentejo. — De 23 de 
Março de i665. 3o 1 

Alvará a Miguel Pais do Amaral, natural do concelho de Azurara da Beira, co- 
marca de Viseu, filho de Miguel Pais do Amaral, de fidalgo-cavaleiro 
com icõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços feitos como capitão-mor e sargento-mor no referido conce- 
lho. -De' 16 de Maio de 1678. 3o2 

Alvará a Pedro Gomes, natural de Arcos de Valdevez, filho de Domingos Al- 
vares, de fidalgo-cavaleiro com i~6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Brasil. — De 23 de 
Março de i665. 3o3 

Alvará a Manuel Guedes da Fonseca, natural de Lamego, filho do Desembar- 
gador Francisco Guedes de Carvalho, de fidalgo-cavaleiro com 1600 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados como capitão-mor na vila de Aguiar da Beira e na praça de Al- 
meida. — De 11 de Junho de i665. 3oq v 

Alvará a Agostinho da Cunha de Castro, natural da vila de Povolide, comarca 
de Viseu, filho de Belchior de Castro, de fidalgo-cavaleiro com ic6oo 
réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados como capitão-mor na dita vila e da de Castro Verde. — De 1 1 
de Junho de i665. 3o5- 

Alvará a João Saraiva de Sampaio, natural de Trancoso, filho de Belchior do 
Amaral de Sampaio, de fidalgo-cavaleiro com 1-600 réis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na praça 
de Almeida e na vila de Montemor-o- Velho. — De 9 de Novembro de 
i(563. 3oõz' 

Alvará a João de Ávila, natural de Angra do Heroísmo, rilho de Jerónimo Dias, 
de fidalgo-cavaleiro com 1.-600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De i5 de Junho de i665. 307 

Alvará a Pedro de Castanheira de Moura, natural de Paredes, comarca de Vi- 
seu filho de Jerónimo Afonso de Moura, tomando-o por fidalgo-cavaleiro 
com i$6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los seus serviços. — De 4 de Julho de 166?. 309 



MATRÍC1 LA DOS MORADOR] S DA CASA RIAL i2g 

Folha» 

Alvará a Tristão de Sousa de Almeida, íidalgo-escudeiro, natural de Vouzela, 
tilho de Manuel de Sousa de Almeida e neto de Francisco de Sousa 
de Almeida, acrescentando o dito foro a iidalgo-cavaleiro com i,?i53 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; com condição 
de servir 6 anos numa das fronteiras do Reino. — De 4 de Julho de i663. 309 

Alvará a Brás Rangel Pereira de Sá, natural de Coimbra, filho de Lucas Ran- 
gel Pereira e neto de Jerónimo Rangel Pereira, de Iidalgo-cavaleiro com 
i.-ôoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados como capitão em Coimbra, Évora e Olivença. — De 
1 de Julho de i665. 3 1 1 

Alvará a Luís de Sá Miranda, natural de Coimbra, filho de Lucas Rangel Pe- 
reira e neto de Jerónimo Rangel Pereira, de fidalgo-cavaleiro com i.-<Joo 
réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus ser- 
viços. — De i de Julho de i665. 3i2 

Alvará a Rodrigo de Albuquerque, natural de Coimbra, filho de Diogo de Al- 
buquerque, de fidalgo-cavaleiro com 1.7600 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 4 de Julho de 
i665. 3 12 

Alvará a Luís Pinto de Sousa, natural de Lamego, filho de Luís Alvares Pinto, 
de fidalgo-cavaleiro com 1.7600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos seus serviços. — De i5 de Setembro de io65. 3i2 

Alvará a Belchior Pimenta da Silva, natural de Viana, filho de João Jácome do 
Lago, de fidalgo-cavaleiro com 17600 réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; com condição de servir 4 anos numa das 
fronteiras do Reino. — De 19 de Setembro de i665. 3 1 2 v 

Alvará a Francisco de Almeida Osório, natural da Guarda, filho de Fernão Osó- 
rio Almeida, de fidalgo-cavaleiro com 17600 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 10 de Novem- 
bro de i665. 3i5 

Alvará a Francisco Coelho Osório, natural de Castelo Mendo, filho de Gaspar 
da Fonseca Pinto, de fidalgo-cavaleiro com 1.3-600 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na Beira 
em companhia de Pedro Jaques de Magalhães, e pelos de seu irmão 
Clemente da Fonseca, também feitos na mesma província. — De 9 de 
Novembro de i665. 3 1 5 v 

Alvará a João Rodrigues Bravo, natural de Tavira, filho de Francisco de Faro, 
de fidalgo-cavaleiro com 17600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos seus serviços. — De 10 de Novembro de i665. 3i6 V 

Alvará a Diogo da Maia, cavaleiro da Ordem de Cristo, filho de Pedro da Maia, 
de fidalgo-cavaleiro com i.-iioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos seus serviços. — De i(5 de Maio de 1664. 317 

Alvará a Diogo da Fonseca e Silva, natural de Lisboa, filho de Bento Lopes de 
Oliveira, de fidalgo-cavaleiro com 17600 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. - De 9 de Novembro de [665. 3 1 7 

Alvará ao Dr. Manuel Delgado de Matos, natural de Castelo de Vide, filho de 
Álvaro Delgado, de fidalgo cavaleiro com 236000 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Relação do 
Porto e na Universidade de Coimbra. — De [9 de Dezembro de [665. 3 17 v 



l3o LIVRO IV 



tolhas 

Alvará a António Pimentel de Mesquita, cavaleiro-fidalgo, natural da vila de 
Mesquitela, rilho de Jerónimo de Mesquita Homem, acrescentando o 
dito fôro a ridalgo-cavaleiro com i.?6oo réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados como sargento-mor 
e capitão-mor de Gouveia, e pelos de seu tio Simão de Paiva, também 
feitos na mesma vila. — De 18 de Janeiro de 1666. 3 18 

Alvará a Francisco de Brito de Sampaio, natural de Braga, filho de António 
de Brito de Castro, de ridalgo-cavaleiro com irôoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita 
cidade, e no Brasil em companhia do Conde da Torre. — De 10 de Ja- 
neiro de 1666. 3 18 v 

Alvará a Belchior Osório Cardoso, natural de Penaguião, filho de Francisco 
Cardoso Osório, de fidalgo-cavaleiro com i$oqo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 18 de Ja- 
neiro de i6ó(>. 320 

Alvará a Francisco Casado Pessanha, cavaleiro-fidalgo, filho de Francisco Ca- 
sado Pessanha, acrescenta ido o dito fôro a ridalgo-cavaleiro com irõoo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou em guerras na índia, sob o comando de António de Sousa 
Coutinho, António de Abreu de Freitas e Luis de Mendonça Furtado. — 
De 18 de Janeiro de 1G66. 32p v 

Alvará a Duarte Cláudio Huet, moço da câmara, filho de Vicente Huet, acres- 
centando o dito fôro a fidalgo-cavaleiro com iróoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De i3 de Fe- 
vereiro de 1666. 32i v 

Alvará a João da Câmara de Vasconcelos, môço-ridalgo, natural da Ilha Ter- 
ceira, filho de Jerónimo Fernandes Coelho e neto de Belchior Fernan- 
des, acrescentando o dito fôro a fidalgo-cavaleiro com 2C000 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na índia e na Baía. — De 20 de Fevereiro de 1666. 32i ;' 

Alvará a António Pais de Sande, natural de Estremoz, filho de Jerónimo da 
Gama de Sande, de fidalgo-cavaleiro com i-róoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no lugar 
de corregedor de Monção. — De 3 de Fevereiro de 1666. 322 

Alvará a João Antunes Portugal, natural de Penamacor, filho do Dr. Domingos 
Antunes Portugal, de fidalgo-cavaleiro com i.róoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de ir servir na ín- 
dia. — De i3 de Fevereiro de 1666. 322 v 

Alvará a Fernão de Mesquita Pimentel, natural de Elvas, filho de António de 
Mesquita Pimentel e irmão de Pedro de Mesquita Pimentel, de fidalgo- 
cavaleiro com 1,3-600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Reino e na índia. — De 20 de Ou- 
tubro de i65o. 323 

Alvará a Luis Freire de Sá, natural de Vila do Conde, filho de Francisco Freire 
de Andrada, de fidalgo-cavaleiro com i.róoo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 20 de Março de 
1666. 324 ;' 

Alvará a Pedro Alvares Caldas, natural de Elvas, filho de Agostinho Mendes 
Caldas, de fidalgo-cavaleiro com idíboo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 17 de Março de 
»666, 324;' 



M \ I RICUI.A DOS \K)R \DOR| 5 I 'A C W\ ftlAL 



OI 



Folhas 

Alvará a Sebastião Correia de Lervela, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
da Ilha Terceira, filho de Tomé Correia da Costa, de lidalgo-cavaleiro 
com irboo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços leitos no Reino, índia, Brasil e na dita ilha. — De i de 
Março de 1662. 325 

Alvará a Rui de Almeida de Vasconcelos, natural de Viseu, filho de Francisco 
de Gouveia, de fidalgo-cavaleiro com ic?tjoo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; com condição de servir 6 anos na índia. — 
De 3i de (s/c) de [666. 326 v 

Alvará a Jerónimo de Carvalho, cavaleiro-fidalgo, natural do lugar de Lavan- 
deira, termo de Braga, filho de António Carvalho, acrescentando o dito 
foro a fidalgo-cavaleiro com 1.^600 réis de moradia por més e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na índia sob o comando do 
Conde de Vila Pouca de Aguiar, António Teles de Meneses, Francisco 
de Melo e Castro, António de Sousa Coutinho, Luis Mendonça Furtado 
e do Conde de Sargedas. — De 3o de Março de 1666. 327 

Alvará a José Carneiro, moço da câmara, filho de Domingos Carneiro, acres- 
centando o dito foro a lidalgo-cavaleiro com 1^600 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 3o de Ja- 
neiro de 1666. 328 p 

Alvará a Francisco de Barros de Almeida, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, 
filho de Sebastião Rodrigues de Barros, acrescentando o dito foro a fi- 
dalgo-cavaleiro com i$200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados nesta cidade e na de Évora, em 
companhia de D. Fernão Martins de Mascarenhas. — De 7 de Maio de 
1666. 329 

Alvará a Manuel Lobato Pinto, natural da Feira, filho de Nicolau Pinto Lobato, 
de tídalgo-cavaleiro com i.^óoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos seus serviços. — -De 10 de Maio de 1666. 329;' 

Alvará a Alexandre Barroso Pereira, moço da câmara, natural de Lisboa, filho 
de Nicolau Barroso Pereira, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro 
com 1.^600 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pe- 
los seus serviços. — De 23 de Dezembro de i665. 32g v 

Alvará a Cristóvão de Sa de Mendonça, natural da Guarda, filho de Duarte de 
Sá de Mendonça, de fidalgo-cavaleiro com 1^600 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Beira e 
como governador da dita cidade. — De 8 de Maio de 1666. 33o 

Alvará a Manuel da Silva Souto Maior, natural de Braga, filho de Pedro da 
Cunha Souto Maior, de lidalgo-cavaleiro com iijfôoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no exército 
em diferentes pontos do Reino. — De 12 de Maio de 1666. 33 1 /' 

Alvará a João da Cunha Souto Maior, natural de Braga, tílho de Pedro da Cu- 
nha Souto Maior, de lidalgo-cavaleiro com ir'>oo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em campa- 
nhas no Reino, em companhia do Conde de Castelo Melhor, de Luís 
de Oliveira Farnel, de João Tavares de Brito e de Baltasar Cardoso. — 
De 12 de Maio de 166G. 333 

Alvará a Manuel da Costa Pessoa, natural de Coimbra, filho de António Ho- 
mem Pessoa, de fidalgo-cavaleiro com iJ>6oo réis de moradia por més e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 12 de Maio de 
1666. 



l32 LIVRO IV 



Folhas 

Alvará a Manuel Nunes Leitão, natural de Pernambuco, hino de Manuel Nu- 
nes, de lidalgo-cavaleiro com ícboo réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia-, pelos serviços prestados no Alentejo e no Minho sob 
as ordens do Conde de Soure.'— De 18 de Maio de 1666. 335 v 

Alvará ao Desembargador Mateus Mousinho, natural de Castelo de Vide, filho 
de Gaspar Mousinho, neto de Pedro Gil e bisneto de D. João Afonso de 
Albuquerque, de tidalgo-cavaleiro com 2C000 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos como procurador da 
Coroa. — De 9 de Julho de 1666. 337 

Alvará a António Pinheiro de Faria, natural de Lisboa, filho de Manuel Gon- 
çalves de Passos, de fidalgo cavaleiro com icôoo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 3o de Ju- 
nho de 1G66. 337 v 

Alvará a Agostinho Borges de Sousa, natural da Ilha Terceira, filho de Agosti- 
nho Borges de Sousa, de tidalgo-cavaleiro com irõoo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos como pro- 
vedor da Fazenda nas Ilhas dos Açores. — De 5 de Agosto de 1666. 338 

Alvará a Jorge Gularte Pimentel, natural da Ilha do Faial, rilho de Tomás de 
Póvoas Pereira, de tidalgo-cavaleiro com 1^600 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na dita ilha como 
capitão de ordenança. — De 7 de Agosto de 1666. 338 v 

Alvará a António Botelho, natural do concelho de Tábua, filho de Manuel Bo- 
telho, de tidalgo-cavaleiro com 13&600 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos como capitão-mor no dito 
concelho e na defesa da praça de Almeida, em que entrou também o 
Duque de Mana. — De 6 de Agosto de 1666. 340 v 

Alvará a Manuel de Lemos Mourão, natural da vila de Portel, rilho de Fran- 
cisco Nunes Vieira, de ridalgo-cavaleiro com i-r6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados como capi- 
tão-mor em Elvas e Monsarras. — De 6 de Agosto de [666. 341 

Alvará a Estêvão Machado de Miranda, natural de Gois. filho de Pedro Ma- 
chado de Miranda, de tidalgo-cavaleiro com i~6oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como capi- 
tão de ordenança na dita vila e no Minho. — De 7 de Agosto de 1666. 342 

Alvará a Inácio da França Barbosa, ridalgo-escudeiro, natural da Ilha da Ma- 
deira, filho de de Francisco da França e neto de Belchior Antunes Bar- 
bosa, acrescentando o dito foro a lidalgo-cavaleiro com i-n53 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
no Minho. — De 8 de Agosto de 1666. 343 

Alvará a Lourenço Lobo da Gama, natural da vila de Olivença, filho de Lopo 
da Gama Lobo, de ridalgo-cavaleiro com 1.^600 reis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cecada por dia; pelos serviços prestados na dita vila sob 
o comando do capitão João Lourenço de Matos. — De 14 de Setembro 
de 1666. 343 v 

Alvará a Jerónimo de Matos Feio, natural do de Gois, filho de Miguel Dias 
Feio, de fidalgo-cavaleiro com i.rróoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Minho. — De 7 de 
Agosto de 1666. • 344 



MATRICULA DOS MOkAUOKI i DA CASA RIAL [33 

Fólhns 

Alvará a João Frade de Almeida, natural de Abrantes, filho de Lucas Frade de 
Almeida, de fidalgo-cavaleiro com i~6oo réis de moradia por mês e i 
alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De i5 de Outubro de 
1666. 344 

Alvará a Francisco de Novais Casado Pimentel, natural de Aldeia Galega, filho 
de Nuno de Novais, de fidalgo-cavaleiro com irõoo réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. De 4 de Ju- 
lho de i665. 3-14 v 

Alvará a Pedro da Cunha Souto Maior, natural de Braga, tilho de Jerónimo da 
Cunha Souto Maior, de íidalgo-ca valeiro com [$600 réis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Minho em 
companhia do Conde de S. João. — De 9 de Novembro de 1666. 344 ;• 

Alvará a Belchior Rebelo, natural de Ferreirim, comarca de Pinhel, filho de Mi- 
guel Gomes, de fidalgo-cavaleiro com i^boo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 24 de Novem- 
bro de 1666. 345 v 

Alvará a Miguel Rebelo, natural de Ferreirim, comarca de Pinhel, filho de Mi- 
guel Gomes, de fidalgo-cavaleiro com ijtõoo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 24 de Novem- 
bro de [666. 343 v 

Alvará a Simão da Fonseca de Sequeira, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, na- 
tural da cidade da Baía, filho de Francisco da Fonseca, de fidalgo-cava- 
leiro cam 13&600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na dita cidade sob as ordens do Conde 
de Nassau. — De 7 de Agosto de 1666. 346 

Alvará a António Curado Vidal, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Pa- 
raíba, filho de Lopo Curado Garro e sobrinho de André Vidal de Ne- 
greiros, de fidalgo-cavaleiro com iC?6oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços leitos no Brasil. — De 4 de 
Janeiro de 1667. 347 v 

Alvará a Manuel Ferreira Rebelo, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de 
Lisboa, filho de Mateus Ferreira, de fidalgo-cavaleiro com ií?6oo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços leitos no 
Alentejo e Beira, sob o comando do mestre de campo Diogo Gomes de 
Figueiredo. — De 4 de Julho de i665. 348 v 

Alvará a Gregório Gomes Henriques, natural de Lisboa, lilho de Francisco Go- 
mes Henriques, de fidalgo-cavaleiro com ir6oo réis de moradia por mês 
c 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 21 de Novem- 
bro de 1Ó66. 35o v 



LIVRO V 



Folhas 



Alvará a João Pereira do Lago, natural da vila de Monsaraz, filho de Salvador 
Pereira do Lago, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês; pelos serviços presta- 
dos no Alentejo. — De 26 de Outubro de 1646. 35 1 (sic) 

Alvará a Manuel Gomes Ribeiro, natural da Asseiceira, filho de Manuel Lopes, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no 
Brasil. — De 2 de Novembro de 1641. 35 1 

Alvará a Manuel Alvares Romeiro, morador em Mazagão, filho de Gaspar Al- 
vares, do foro de cavaleiro fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 17 de Ja- 
neiro de 1047. 35 1 

Alvará a Manuel da Fonseca Zuzarte, morador em Mazagão, filho de Estevão 
Lopes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.yooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De ió de Dezembro de 1654. 35i v 

Alvará a António Fernandes Freire, morador em Mazagão, filho de Luís Fer- 
nandes Freire, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que ali prestou. — De 25 de Junho de 1642. 352 

Alvará a Francisco Mendes, morador em Mazagão, filho de Francisco Mendes, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 20 de Janeiro de 1647. 352 v 

Alvará a António Gomes, morador em Mazagão, filho de Manuel Gonçalves, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali pres- 
tou. — De 20 de Janeiro de 1647. 352 v 

Alvará a Luís Pereira, natural de Cintra, filho de Francisco Gonçalves, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção ao pedido de D. Carlos 
de Noronha, que foi presidente da Mesa da Consciência e Ordens. — 
De 20 de Janeiro de 1647. 353 

Alvará a Roque da Fonseca, natural de Mazagão, filho de Jorge Rodrigues da 
Fonseca, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 21 de Janeiro de 1647. 353 



l3ô I.IVRO V 



Folhas 



Alvará a Francisco Pais Alpalhão, morador em Nelas, concelho de Senhorim, 
comarca de Viseu, filho de António Lopes Alpalhão, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no referido conce- 
lho. — De 10 de Fevereiro de 1647. 353 v 

Alvará a Manuel Carreira Godinho, natural de Leiria, filho de António Carrei- 
ra, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia-, pelos serviços feitos como oficial de Secreta- 
ria de Estado. — De 20 de Março de 1647. 353 v 

Alvará a Simão Rodrigues Casqueiro, natural de Moura, filho de Pedro Cas- 
queiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.^ooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 20 de Junho de 1645. 353 v 

Alvará a António Lopes da Maia, morador em Mazagão, filho de António da 
Maia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali fei- 
tos. — De 20 de Janeiro de 1647. 354 

Alvará a Sebastião da Maia de Teive, natural de Braga, filho de Pantaleao de 
Teive, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na 
Beira e na cidade de Castelo Branco. — De 2 de Outubro de 1646. 354 

Alvará a Francisco de Azevedo de Mendonça, morador em Mazagão, filho de 
Pedro de Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com o,5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali feitos. — De 20 de Janeiro de 1647. 354;' 

Alvará a Jerónimo de Carvalho, natural da freguesia de S. Frutuoso, termo de 
Braga, filho de António de Carvalho, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou na armada que foi à França e 
à índia. — De i5 de Abril de 1644. 355 

Alvará a Rodrigo Homem Rebelo, natural de Mesão Frio, filho de Manuel 
Pinto Rebelo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
126000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Mazagão e Ceuta. — De 25 de Fevereiro de 1657. 355 

Alvará a Bento de Brito Cação, morador na cidade da Baía e natural de Ar- 
cos de Valdevez, filho de Diogo Rodrigues Aranha, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou na dita cidade. — 
De 21 de Março de 1647. 'M? i> 

Alvará a António Barriga, morador em Mazagão, filho de Francisco Barriga, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 17 de Janeiro de 1647. 355 v 

Alvará a Diogo Ribeiro da Cunha, moço da câmara, natural da vila de Basto, 
filho de Baltasar Ribeiro, acrescentando o dito foro a escudeiro-fidalgo 
e a cavaleiro-fidalgo com 1-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 20 de Maio de 1647. 35G 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



.3 7 



Folha» 

Alvará a Manuel de Teive, escudeiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho de Antó- 
nio Vogado, acrescentando o dito lôro a cavaleiro-fidalgo com y5o réis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos seus servi- 
ços. — De 25 de Abril de 1647. 356 

Alvará a Manuel Ferreira, natural de Vila Verde, rilho de Diogo Dias, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com -jbo réis de moradia por 
mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como oli- 
cial do Assentamento da Fazenda. — De i5 de Julho de [646. 356 v 

Alvará a António Simões, morador em Penamacor, filho de António Simões, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 720 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos serviços de 
seu pai. — De 14 de Fevereiro de 1647. 356 v 

Alvará a Mateus Pacheco, cavaleiro-fidalgo, filho de Gregório Pacheco, também 
cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em 900 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Mazagão. — 
De 10 de Abril de 1647. 356 v 

Alvará a Francisco da Silveira Penteado, moço da câmara, natural da fregue- 
sia de Santo António de Terrugem, filho de Baltasar Gomes da Silveira, 
acrescentando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a cavaleiro-fidalgo com 
i.~ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos no Paço, Cascais e Ceuta. — De 26 de Julho de 1646. 357 

Alvará a João Dias de Vila Lobos, moço da câmara, morador em Tânger, filho 
de Manuel Dias de Vila Lobos, acrescentando o dito foro a escudeiro- 
-fidalgo e a cavaleiro-fidalgo com 1.^200 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 21 de Ju- 
lho de 1647. 357 v 

Alvará a Luis Alvares de Carvalho, moço da câmara, morador em Tânger, fi- 
lho de Jorge Tavares Guterres, também moço da câmara, acrescen- 
tando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
da moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
feitos. — De 3 de Agosto de 1671. J07 r 

Alvará a António da Silva I>obo, morador em Tânger, filho de Vicente da Silva, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De i5 de Junho de 1647. 358 

Alvará a António Pereira Ribeiro, morador em Tavira, filho de Gonçalo Pe- 
reira, do foro de cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e t 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos em Mazagão. — -De 2 
Junho de 1644. 358 

Alvará a Jerónimo Bentes da Rocha, moço da câmara, natural de Mourão, fi- 
lho de Manuel Martins Bentes, acrescentando o dito foro a escudeiro- 
-lidalgo c a cavaleiro-fidalgo com i.)?ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; por serviços prestados no Paço. — De 20 de 
de Agosto de 1647. 358 v 

Alvará a Manuel Mendes, moço da câmara, natural de Olivença, rilho de An- 
dré da Corda, acrescentando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a cava- 
leiro-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; por serviços feitos no Paço. — De to de Agosto de 1647. 358 v 



[38 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a António Raposo do Prado, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho 
de João Fernandes Raposo, acrescentando o dito íoro a escudeiro-fidalgo 
e a cavaleiro- fidalgo com icrooo réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia; por serviços feitos no Paço. — De 10 de Agosto de 1647. 35g 

Alvará a António de Moura, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Luís 
de Moura, acrescentando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a cavaleiro- 
-fidalgo com 1.^100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na armada que foi à França e ao Brasil. — 
De q de Agosto de 1647. 359 

Alvará a Bernardo Cardoso Saraiva, natural da vila de Almendra, filho de Es- 
têvão Mendes Cardoso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados como sargento-mor na dita vila. — De 20 de Agosto 
de 1647. 35g 

Alvará a Gonçalo Barreto de Almeida, morador em Tânger, rilho de Gil Bar- 
reto, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i-rooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
feitos. — De 22 de Junho de 1647. 35g v 

Alvará a Francisco de Brito de Barros, natural da vila dos Arcos, comarca de 
Viana, filho de Bento de Figueiredo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados em Elvas, Mazagão e numa armada 
ao Brasil. 359 v 

Alvará a António Freire de Andrade, natural de S. Pedro do Sul, filho de Jorge 
Freire de Andrade, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços feitos em Faro. — De 10 de Agosto de 1647. 36o 

Alvará a Leonardo de Amorim da Costa, natural de Tânger, filho de Baltasar 
Luís de Amorim, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em aten- 
ção aos serviços de seu pai. — De 3 de Outubro de 1647. 36o v 

Alvará a Francisco Cabral Botelho, natural de Vila Rial, filho de Luís Cabral 
que foi moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na cidade de Elvas, quando ali foi o 
Marquês de Torrecluso. —De 17 de Agosto da 1647. 36o /' 

Alvará a Jerónimo Borges da Costa, morador em Tânger, filho de João Lobo 
de Sampaio, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali feitos. — De 3 de Agosto de 1647. 36 1 

Alvará a Pedro Semedo Cardoso, natural e morador na Ilha de S. Tiago de 
Cabo Verde, filho de Diogo Semedo Cardoso, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços feitos na dita ilha. — De 21 de Março 
de 1644. 36 1 

Alvará a António Mendes, natural de Figueiró dos Vinhos, filho de António Lo- 
pes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 75o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
no Brasil. — De 29 de Setembro de 1647. 36 1 



M \ I RÍC1 I A DOS WOF VDQR1 - DA CASA RIAL t 3g 

Folhas 

Alvará a Mateus de Mendonça, morador na cidade de Tânger, filho de Pedro 
Arrais de Mendonça, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com ijoo reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na dita cidade. — De 22 de Junho de 1Õ47. 36i v 

Alvará a Domingos Ferreira, moço da câmara, natural de Fruguel, filho de 
Francisco Ferreira e neto de Simão Ferreira, acrescentando o dito foro 
a escudeiro-fidalgo e a cavaleiro-fidalgo com IJP200 ruis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 22 de Ou- 
tubro de 1047. 36 i v 

Alvará a Manuel de Araújo, natural do Porto, filho de Brás de Araújo, do foro 
de cavaleiro-iidalgo com 75o réis de moradia por mês de e 1 alqueire de 
cevada por dia; em atenção ao pedido de D. Pedro Vieira da Silva, que 
foi do Conselho e Secretário de Estado. — De 29 de Setembro de 1647. 362 

Alvará a João Pereira de Azevedo, natural de Lisboa, filho de António Pereira 
de Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Elvas e em Pernanbuco. — De 3 de Outubro de 1047. 362 

Alvará a Álvaro de Faria de Melo, morador na vila de Mértola, filho de Ma- 
nuel de Faria de Melo, neto de Álvaro de Faria Godinho e bisneto de 
Francisco de Faria Godinho, do foro de cavaleiro-fidalgo com i$ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos na dita vila. — De 2 de Outubro de 1646. 362 

Alvará a João de Paiva de Albuquerque, natural de Lisboa, filho de João de 
Paiva de Albuquerque, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em 
atenção aos serviços de seu pai. — De 29 de Novembro de 1647. 362 v 

Alvará a Bento Mendes de Carvalho, natural da vila de Moura, filho de Antó- 
nio Mendes Lobato, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na dita vila. — De 27 de Novembro de 1647. 362 v 

Alvará a Aires Velho, morador em Mazagão, filho de Luís Fernandes Freire, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 25 de Junho de 1642. 363 

Alvará a João de Araújo, moço da câmara, natural de Vila Viçosa, filho de 
Manuel de Araújo, acrescentando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a ca- 
valeiro-fidalgo com irioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos seus serviços. — De 2 de Janeiro de 1648. 363 

Alvará a Gaspar de Andrade, natural de Tarouca, filho de Baltasar Pinto, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços. — De 7 de 
Agosto de 1647. 363 

Alvará a Miguel de Abreu, natural de Lisboa, filho de Diogo de Abreu, que 
foi moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-iidalgo 
com 1.31000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços feitos no Paço. — De 17 de Outubro de 1646. 363 v 



140 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Rodrigo da Costa de Almeida, moço da câmara, natural de Lisboa, 
filho de Manuel de Almeida, acrescentando o dito foro a escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 126000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou' como secretário 
na Repartição das Mercês. — De 27 de Novembro de 1647. 364 

Alvará a Manuel Gomes Pereira, cavaleiro-fidalgo, natural de Ponte da Barca, 
filho de Diogo Pires Pereira, acrescentando ao dito foro mais 200 réis 
em sua moradia, para ter ic?3oo réis por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na armada e como feitor do Pinhal de Lei- 
ria. — De 16 de Julho de 1647. 3G4 

Alvará a Miguel de Faria, natural de Lisboa, filho de Luís de Faria Correia e 
neto de Belchior de Faria Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 1$ 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo na companhia do 
Conde de Vila Franca. — De 3o de Outubro de 1647. 364 v 

Alvará a Manuel Lopes, natural de Penamacor, filho de Manuel Lopes, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Brasil. — 
De 20 de Novembro de 1647. 365 

Alvará a Luís Pegado da Silva, moço da câmara, morador em Tânger, filho de 
António da Silva, acrescentando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a ca- 
valeiro-fidalgo com i^2bo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 20 de Junho de 1647. 365 

Alvará a António da Silveira, escudeiro-fidalgo, filho de Pedro Mendes de Ma- 
tos, acrescentando o dito foro a cavaleiro-fidalgo com i.?3oo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos seus ser- 
viços. — De 20 de Fevereiro de 164S. 365 v 

Alvará a Manuel de Almada, cavaleiro da Ordem de S. Bento de Avis e moço 
da câmara, natural de Colares, filho de André de Almada, também 
moço da câmara, irmão de João de Almada e neto de Diogo de Abreu, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i&ooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na cidade de Elvas e na índia. — De i3 de Fevereiro de 1648. 365 v 

Alvará a Bartolomeu da Silveira, natural da Ilha da Madeira, filho de João Gra- 
nica, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em diferentes armadas e na Baía. — De i3 de Fevereiro de 1641. 366 

Alvará a João Saraiva de Matos, moço da câmara, natural da cidade de Abran- 
tes, filho de Feliciano Mendes Cotrim, que foi cavaleiro-fidalgo, acres- 
centando o dito foro a escudeiro-fidalgo e a cavaleiro-fidalgo com i©ioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Alentejo e na dita cidade. — De 18 de Fevereiro de 1648. 366 v 

Alvará a Roque de Mesquita, moço da câmara, natural do lugar da Granja de 
Alpriate, termo de Lisboa, filho de Simão Rodrigues, acrescentando o 
dito foro a escudeirn-tidalgo e a cavaleiro-ridalgo com 750 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
no Paço. — De 10 de Fevereiro de 1648. 367 



MUNIU I \ lios MORADONKS DA CASA Nl\l 



'4' 



Folhai 

Alvará a Francisco Mendes de Morais, moço da câmara, natural de Lisboa, fi- 
lho de António Mendes, acrescentando o dito fôro a escudeiro-fidalgo e 
a cavaleiro-tídalgo com cjoo réis de moradia por mes e i alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados como oticial da Secretaria das 
Mercês. — De ló de Fevereiro de 1648. 367 

Alvará a Domingos Luís, natural da vila de Ega, lilho de Domingos Luís, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia 
por mês e, 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na ci- 
dade de Évora e na Secretaria da Guerra. — De 6 de Fevereiro de 
1648. 367 v 

Alvará a João Pinheiro Penal vo, natural de Sousel, rilho de Gaspar Dias, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 720 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus serviços prestados no 
Alentejo, e pelos de seu tio Pedro Garcia Penalvo, feitos em Nisa, Es- 
tremoz, Porto e Miranda, na qualidade de juiz e de provedor. — De i5 
de Fevereiro de 1648. 367 v 

Alvará a Estêvão Fernandes, natural da vila de Mazagão, filho de Gaspar Brás, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 1.5200 réis de moradia por mf-s e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Azamor e na re- 
ferida vila, na companhia dos capitães D. Gonçalo Coutinho, D. Fran- 
cisco de Almeida e de João da Silva Telo de Meneses. — De 3 de Feve- 
reiro de if>48. 368 

Alvará a Francisco Soares de Sequeira, natural de Meda, comarca do Pinhel, 
filho de Pedro Simões, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com i.J&ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados em Elvas e no Brasil. — De 3 de Fevereiro de 
1648. 368 v 

Alvará a Simão de Miranda, natural de Montalegre, filho de Sebastião de Mi- 
randa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.5 100 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos seus servi- 
ços. — De i(5 de Fevereiro de 1648. 368 v 

Alvará a Simão Tavares de Arrais, natural do concelho de Cambra, termo da 
Feira, filho de António João Calvela, do toro de cavaleiro-fidalgo com 
i$too réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a 
condição de servir 1 ano no Brasil. — De 3 de Abril de 1648. 369 

Alvará a Sebastião Rombo, natural de Mazagão e morador em Tânger, rilho 
de Francisco de Mendonça, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços feitos em Tanger. — De 3 de Maio de i655. 36» 1 

Alvará a António Valente da Costa, residente em Mazagão, filho de Pedro Va- 
lente da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 25 de Novembro de K>58. 36g p 

Alvará a José Cardoso Lobo, natural de Lisboa, filho de Aleixo Cardoso Lobo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i?ioo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
com João da Silva Telo de Meneses, governador de Mazagão, D. Fran- 
cisco de Almeida e Conde de Vila Franca, no Brasil, ilhas Terceira e 
de S. Miguel e Elvas. — De i5 de Fevereiro de [648. 370 



142 



I.IVRO V 



Folhas 

Alvará a Luís Gonçalves de Azevedo, natural de Elvas, filho de António Gon- 
çalves de Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i#ioo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos na dita cidade. — De 6 de Fevereiro de 1648. 370 v 

Alvará a António Caldeira de Araújo, natural de Pombal e morador em Porto 
de Mós, filho de Manuel Teixeira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados como procurador e sargento-mor na refe- 
rida vila de Porto de Mós. — De 23 de Maio de 1648. 371 

Alvará a Pantaleáo Figueira, cavaleiro-fidalgo, filho de Paulo Figueira, também 
cavaleiro-fidalgo, acrescentando ao dito foro mais 35o réis em sua mo- 
radia, para ter i.TMoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados como oficial-maior da Secretaria de 
Estado. — De 20 de Março de 1648. 371 

Alvará a Manuel Coelho de Azevedo, natural da vila da Torre de Moncorvo, 
filho de Francisco Coelho, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na dita vila. — De 20 de Maio de 1648. 371 

Alvará a Manuel de Almeida, moço da câmara, filho de António Lopes, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ioo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Paço. — De 9 de Dezembro de 1648. 371 v 

Alvará a Diogo Vaz Loureiro, escudeiro-fidalgo, natural de Grândola, filho de 
Luís Vaz Loureiro, também escudeiro-fidalgo, acrescentando o dito foro 
a cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 29 de Abril de 1648. 371 v 

Alvará a Miguel de Cáceres de Resende, moço da câmara, natural da Ilha Ter- 
ceira, filho de Simão Rodrigues Pestana, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços feitos na armada e no Brasil. — De 20 de 
Março de 1648. 372 

Alvará a José de Mendonça, morador no lugar de Vaqueiros, termo de Santa- 
rém, filho de António Preto Arrais de Mendonça, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como capitão de 
ordenança no dito lugar. — De i3 de Julho de 1648. 372 

Alvará a António Rodrigues de Faria, moço da câmara, natural de Lisboa, fi- 
lho de Miguel Rodrigues de Faria, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de Simão Tibao feitos na índia. — De 
20 de Julho de 1648. 372 v 

Alvará a Simão Cabreira, moço da câmara, morador em Montemor-o-Novo, fi- 
lho de Martim Cabreira, também moço da câmara, e neto de João Ca- 
breira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.75100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia.— 
De 21 de Julho de 1648. 372 v 

Alvará a António Dias da Fonseca, moço da câmara, natural de Arganil, filho 
de Domingos Dias, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou no cargo de correio-mor em Cintra e Almeirim. — De 
20 de Julho de 1648. 373 



M \ l RÍCl LA DOS MOR U30RES DA CASA RIAL 143 

Folhas 

Alvará a João S<>eiro da Silva, morador em Tânger, filho de Brás da Silva, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 8 
róis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos .servi 
leitos naquela cidade. — He (sic) de Junho de [6. ■ .. 'S~'S 

Alvará a Pedro de Oliveira, natural de Peniche, filho de Amador de Oliveira, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 760 réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados com D. Rodrigo Lobo 
e Condes da Torre e de Aveiras, em Inglaterra, Brasil, Biscaia, Mormu- 
gão e nas ilhas de Itamaracã e da Madeira. — De 26 de Agosto de 164?. 373 

Alvará a João das Neves da Fonseca, filho de António Gonçalves das Neves, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
íiZtóoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos em Castela, Andaluzia e Alentejo. — De 3 de Outubro de 
104b. 374 

Alvará a Afonso Mendes das Neves, filho de António Gonçalves das Neves, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$5oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços de seu 
pai. — De 3 de Outubro de 1646. 3; 5 

Alvará a Bartolomeu Sanches, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural da vila 
de Cascais, filho de Bartolomeu Sanches, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços feitos na referida vila, Setúbal e Alen- 
tejo. — De 28 de Agosto de 1648. 3"]d 

Alvará a Miguel Dias de Oliveira, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural de 
Forvedelas (sic), termo de Montalegre, filho de Gonçalo Pires, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.*ioo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; por serviços feitos no Brasil. — De 
28 de (sic) de 1648. 375 v 

Alvará a João da Costa, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de António 
Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 
réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados ao escrivão de fazenda Gaspar de Abreu. — De 6 de Julho de 
1648. 3 7 6 

Alvará a João da Fonseca^ moço da câmara, filho de Manuel da Fonseca, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.Xfrioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de 
Agosto de 1648. 376 v 

Alvará a Domingos Mascarenhas de Ataíde, natural de Campo Maior, filho de 
Rui Mascarenhas de Ataíde, do foro de cavaleiro-fidalgo; em atenção 
aos serviços prestados em Tânger por Martim Calado Ribeiro, que foi 
cavaleiro da Ordem de Cristo. — De 28 de Julho de 164N. 37<"> v 

Alvará a André de Almada, natural da vila de Colares, filho de André de Al- 
mada, moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados como capitão de ordenança na dita vila. — De i3 de 
Fevereiro de 1648. ^77 

Alvará a Sebastião Nabo, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, filho de Diogo 
Ledo Nabo, também cavaleiro-fidalgo, lixando o dito foro cm t íff>2oo reis 
de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelòs'serviços pres- 
tados com o Conde da Torre, no Brasil. — De 27 de Maio de 1648. ^77 



'44 



LIVRO V 



Folhas 



Alvará a Valentim Vieira, natural de Lisboa, rilho de Gaspar Francisco, moço 
da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 760 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; por ter acom- 
panhado Francisco de Andrada Leitão numa embaixada a El-Rei D. Car- 
los de Inglaterra. 877 ;■ 

Alvará a Jerónimo Correia, cavaleiro-tidalgo, filho de Bartolomeu Gonçalves, 
fixando o dito foro em i^3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços feitos no Alentejo. — De 20 de Setembro 
de 1Ó48. 378 

Alvará a Manuel David, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho de Baltasar 
David, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com i£ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; por haver embarcado numa armada que foi ao Brasil. — De id de 
Fevereiro de 1648. 378 v 

Alvará a Gaspar de Abreu de Freitas, cavaleiro-fidalgo, natural da vila de Cas- 
tanheira, filho de António de Freitas, fixando o dito foro em ifòioo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelo bom serviço 
que tem feito no cargo de tesoureiro das Moradias. — De 10 de Setem- 
bro de 1648. 378 v 

Alvará a Agostinho Alvares de Araújo, natural de Mazagão. filho de Belchior 
Gonçalves, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 17 de Janeiro de 1647. 379 

Alvará a Pedro de Medina Franco, moço da câmara, morador em Mazagão, fi- 
lho de Francisco de Medina Franco, cavaleiro-fidalgo, dos foros de es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Ja- 
neiro de 1647. 379 

Alvará a Luís Camelo, moço da câmara, filho de Jácome Camelo, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com ií-i 00 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos ser- 
viços de seu pai. — De 16 de Setembro de 1648. ^79 í> 

Alvará a João Couceiro Tavares, morador na Povoa de Santa Cristina, filho 
de Manuel Fernandes Tavares, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De 12 de Outubro de 1648. 379 v 

Alvará a Manuel Castanho Cardoso, cavaleiro-fidalgo, rilho de Francisco Car- 
doso, fixando o dito foro em i-rooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; atendendo à forma como tem desempenhado 
o lugar de apontador das moradias. — De 20 de Setembro de 1640. 38o 

Alvará a João Gomes, natural do Outeiro, termo da vila da Certa, filho de Pe- 
dro Gomes, dos foros de escudciro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na dita vila e em Elvas. — De 23 de Maio de 1648. 38o 

Alvará a João Madeira da Cunha, natural de Lisboa, filho de António Madeira 
da Cunha, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com i~5oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; que pelo dito seu pai lhe pertencem. — De 5 de Julho de 1643. 3So v 



MATKICl LA l)OS MORADORES l'A CASA RIAL 



' P 



Folhas 

Alvará a Manuel de Abrantes Brandão, natural de Beja, filho de Simão Mar 
quês, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com qoo réis de 
moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; com condição de ir à 
Índia. — De 6 de Abril de 1649. 38 1 

Alvará a Domingos Filipe, natural de Serpins, filho do Pedro Filipe, dos foros 
de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de nioradia por mês 
e t alqueire de cevada por dia; com condição de ir a índia. — De 1 de 
Abril de [649. 38l 

Alvará a Jorge da .Mata, moço da câmara, natural do concelho de Bemviver, 
filho de Francisco Ribeiro, também moço da câmara, dos foros de escu- 
deiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1 36 100 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 12 de Março de ibqu. 38 1 v 

Alvará a Diogo de Abreu de Freitas, natural de Lisboa, filho de (raspar de 
Abreu de Freitas, cavaleiro-fidalgo, do lòro de cavaleiro-fidalgo com 
1ÍÍ200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; aten- 
dendo aos serviços de seu pai. — De 26 de Abril de 1649. 38i v 

Alvará a António de Abreu de Freitas, natural de Lisboa, filho de Gaspar de 
Abreu de Freitas, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
1-200 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; em aten- 
ção aos serviços de seu pai. — De 26 de Abril de 1649. 38] /' 

Alvará a Tomás Potes. ; natural de Londres, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
1C200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados nas guerras do Brasil. — De 3 de Março de 1640. 382 

Alvará a Simão de Miranda, cavaleiro-fidalgo, do foro de 1 alqueire de cevada 
por dia, com sua moradia; pelo lugar que exerce de servidor de toa- 
lha. — De 3 de Março de 1640. 382 

Alvará a Cosme da Costa de Albuquerque, natural de Lisboa, filho de João de 
Paiva de Albuquerque, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 20 de Maio de 
1649. 382 v 

Alvará a António de Azevedo, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de An- 
tónio de Azevedo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia; que pelo dito seu pai lhe pertencem. — De 25 de Abril de 1649. 382 v 

Alvará a João de Azevedo, filho de António de Azevedo, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; que pelo dito seu pai lhe pertencem. — De 
25 de Abril de 1649. 383 

Alvará a Simão de Sousa, moço da câmara, natural de Aveiras de Baixo, filho 
de Luís de Sousa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados em Mazagão. — De g de Junho de 1G37. 383 

Alvará a Jacinto Leme de Araújo, natural de Vaqueiros, filho de António Leme, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- fidalgo com 
[$000 réis de moradia por mês e t alqueire de cevada por dia; pelos 
serviço^ leitos em Mazagão. — De 29 de Outubro de in3tj. 

'9 



146 LIVRO V 



Folha 5 



Alvará a Manuel de Azevedo, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho de Gon- 
çalo Gomes, dos foros de escudeiro- fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados ao escrivão de fazenda Gaspar de Abreu. — De 22 de Junho 
de 1649. 383 v 

Alvará a Rodrigo da Fonseca da Maia, cavaleiro-fidalgo, filho de Nicolau Ro- 
drigues da Maia, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em 1C000 
réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mazagão com o Conde de Castelo Novo e capitão Henri- 
que Correia da Silva. — De 20 de Julho de [649. 383 v 

Alvará a Sebastião de Sousa, morador na Ilha de S. Jorge, filho de Amaro 
Soares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com iíeioo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por 
dia, que pelo dito seu pai lhe pertencem. — De 23 de Junho de 1649. 384 

Alvará a Bernardo Soares, rilho de Amaro Soares, cavaleiro-fidalgo. e irmão de 
Sebastião de Sousa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1C100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que 
pelo dito seu pai lhe pertencem. — De 22 de Junho de 1649. 384 v 

Alvará a Manuel de Sequeira Freire, natural da vila de Pombeiro, filho de Luís 
Sequeira Freire, neto de Diogo de Sequeira, cavaleiro fidalgo, e bisneto 
de Luís Simões, do foro de cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que pelo dito seu avô lhe per- 
tence. — De 22 de Junho de 1649. 384 v 

Alvará a Domingos Rodrigues Teixeira, natural da vila de Santa Cruz e mora- 
dor na de Machico (Ilha da Madeira), filho de Domingos Gonçalves, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na re- 
ferida ilha. — De 16 de Agosto de 1649. 384 v 

Alvará a Agostinho Coutinho, do foro de cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
com D. Gastão Coutinho, André Dias da Franca e Conde de Sargedas, 
em Tânger. — De i5 de Agosto de 1649. 385 

Alvará a Gonçalo Fernandes Leite, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, fi- 
lho de Gonçalo Pires Leite, fixando o dito foro em 760 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados.— 
De 20 de Julho de 1649. 385 v 

Alvará a Francisco Soares de Castro, natural de Alvito, filho de Luís Gomes 
Soares, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
no Alentejo, contra as investidas do Conde de Torrecluso, e nos que 
também prestou na praça de Tânger com o Barão de Alvito, então go- 
vernador desta praça. — De 16 de Agosto de 1649. 386 

Alvará a Matias Carneiro, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Pedro 
Carneiro, também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou no lugar de contador das décimas. — 
De 1 5 de Agosto de 1649. 386 v 

Alvará a António de Brito Pimenta, moço da câmara, natural de Ponte do Lima, 
filho de Francisco de Brito Malheiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com i-^ioo réis de moradia por més c 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De i5 de Agosto de 1649. 386 V 



MATRICULA DOS \K>k.\DORFS DA CASA RIAL 



147 



Folhas 

Alvará a Manuel Coelho, natural da freguesia de S. Pedro de Samodães, termo 
de Lamego, filho de Domingos Duarte, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 750 reis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na Beira e no Alentejo. — De i5 
de Agosto de 16 \g. 387 

Alvará a Manuel Alvares Romeiro, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, fi- 
lho de Gaspar Alvares, lixando o dito foro em HZ&200 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestadas em M 
zagão com os governadores D. Gonçalo Coutinho, D. Francisco de Al- 
meida, Conde de Aveiras, Martim Correia da Silva, Conde de Castelo 
Novo, Rui de Moura Teles e D. João Luís de Vasconcelos. — De 24 de 
Julho de 1664. 387 

Alvará a Simão Ferreira Pais, natural do Porto, filho de Manuel Ferreira Pais, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Rio 
de Janeiro. — De ió Agosto de 1649. 388 

Alvará a Baptista Lopes Frazão, natural de Aveiro, filho de António Frazão, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no 
Alentejo e Minho. — De 22 de Julho de 1641». 388 v 

Alvará a Julião de Oliveira, natural de Lanhoso, comarca de Guimarães, filho 
de Mateus Francisco, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Pernambuco. — De i5 de Agosto de 1649. 389 

Alvará a Lourenço Carneiro de Araújo, cavaleiro-fidalgo, natural do Porto, filho 
de Manuel de Araújo, fixando o dito foro em i#5oo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Brasil. — 
De 22 de Setembro de 1649. 389 

Alvará a Jorge de Campos de Mendonça, morador em Mazagão, filho de Gon- 
çalo Fernandes Leite, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 20 de Setembro 
de 1649. 390 

Alvará a António de Faria, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Estê- 
vão de Faria, cavaleiro fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos ser- 
viços de seu pai. — De 23 de Novembro de 1649. 390 v 

Alvará a Lourenço Marques de Almada, moço da câmara, natural de Almada, 
filho de Marcos Gonçalves, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou a D. Álvaro de Abranches na tomada da 
Torre Velha, fronteira a de Belém. — De 25 de Julho de 164o- 3gi 

Alvará a Francisco Pereira, natural de Évora, filho de Pedro Alvares Pereira, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos em El- 
vas. — De 5 de Outubro de 1649. 3gi 

Alvará a João de Mendonça, natural de Sousel, filho de Francisco de Mendon- 
ça, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos no Paço. — De 5 de Outubro de 1649. 391 v 



148 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Luís de Loureiro, filho de Francisco de Loureiro, cavalciro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-tídalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviço prestados 
em Mazagão. — De i5 de Julho de 1649. 3o,i v 

Alvará a Lourenço de Sampaio, natural da Golegã, filho de Manuel Antunes de 
Sampaio, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 730 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na Chancelaria-mor do Reino. — De 5 de Outubro de 1649. 892 

Alvará a Francisco Rebelo Pereira, natural de Lisboa, filho de Pedro Nunes, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados em Elvas. — De 6 de Outubro de 1649. ^9 2 

Alvará a Manuel Martins Seixas, moço da câmara, natural de Viana, íilho de 
Salvador Martins, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços feitos em Angola e índia. — De 5 de Outubro de 1649. 392 v 

Alvará a João Lobo Freire, moço da câmara, natural de Vila Nova de Porti- 
mão, filho de Lourenço Fernandes Lobo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na vila de Oliveira do Conde e 
na tomada do Castelo de Guardão. — De ió de Agosto de 1649. 892 i> 

Alvará a André Henriques Tourinho, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural 
de Viana, filho de Henrique André, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
i-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados naquela cidade e no Brasil. — De 23 de Novembro de 
1649.' 393 

Alvará a Francisco Buitrago, natural de Setúbal, filho de Belchior de Buitrago, 
dos foros de essudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos neste 
Reino e no Brasil. — De 28 de Junho de 1(144. -^3 

Alvará a João das Neves de Figueiredo, filho de Afonso Mendes das Neves, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
]--ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Reino e em Tânger com o Duque de Maqueda, 
Conde de Castelo Melhor e Gaspar de Brito. — De 12 de Janeiro de 
i65o. 3 93 

Alvará a Pedro de Figueiredo, filho de Afonso Mendes das Neves, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
de seu pai em Tânger e pelos de Gaspar de Brito no Reino. — De 12 de 
Janeiro de i65o. 3q4 

Alvará a António Mendes de Carvalho, natural de Moura, filho de Bento Men- 
des de Carvalho, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; que pelo dito seu pai lhe pertencem. — De 27 de Janeiro de 
i65o. 3941» 

Alvará a Pedro Ferreira da Costa, natural de Sacavém, filho de André Vaz 
Ferreira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados no Brasil. — De 23 de Janeiro de i65o. 394 v 






MATRICILA DOS Mi >UAI )0!;| .;s h.\ (.\S.\ KI.\[, 



149 



Folhas 

Alvará a António da Cunha do Amaral, natural de Figueiró dos Vinhos, filho 
de Diogo Curado do Amaral, dos toros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com 7.S0 réis de moradia por mes c 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou na tomada de Valverde e nas de Alconchel e 
Vila Nova dei Fresno. — De 5 de Outubro de 1649. ^5 

Alvará a Miguel Alvares de Leão, muco da câmara, natural de Beja, lilho de 
João de Leão, dos toros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços leitos no Paço. — -De 4 de Fevereiro de i65o. 3g5 

Alvará a António de Brissos da Silva, moço da câmara, natural de Setúbal, li- 
lho de Estêvão de Brissos, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou ao secretário das Mercês, Gaspar de Fa- 
ria Severim. — De 27 de Janeiro de i65o. 3o,5 v 

Alvará a António Pinheiro, natural de Faro, filho de Domingos de Andrade, do 
foro de escudeiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo e Baía com 
João Borges de Morais e D. Francisco de Noronha. — De 2q de Feve- 
reiro de i(55o. 3o.f> 

Alvará a Luís da Silva Leitão, natural de Lisboa, filho de Luís Fernandes, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de servir 1 ano 
na índia. — De 24 de Março de i65o. 3g6 

Alvará a Simão Leitão de Gouveia, moço da câmara, filho de António Fernan- 
des, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de ser- 
vir na Baía. — De 20, de Janeiro de i65o. 396 v 

Alvará a Jorge Ferreira de Carvalho, filho de João Alexandre de Carvalho, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i.^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em aten- 
ção aos serviços de seu pai. — De 3o de Janeiro de i(S5o. 396 v 

Alvará a Álvaro Henriques Correia, moço da câmara, natural da vila de Cas- 
tanheira, filho de Manuel Antunes e neto de António Gil, também moço 
da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.^000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Paço. — De 10 de Agosto de i653. 3q6 v 

Alvará a Luís Coelho da Silva, lilho de António Coelho da Silva, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
em Mazagão e na armada da costa. — De 25 de Fevereiro de i65o. 397 

Alvará a Estêvão de Araújo Liai, moço da câmara, natural de Aldeia Gavinha, 
filho de António de Araújo, também moço da camará, dos foros de es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados ao escrivão de fa- 
zenda Fernão Gomes da Gama.- De 3i de Janeiro de i65o. ^17 v 

Alvará a Ventura Cortês, natural da Galiza, filho de Bernardo Cortês, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos cm Pernam- 
buco e Baía. — De 21» de Fevereiro de i(55o. -^.>7 '' 



i5o LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Paulo Zuzarte de Abreu, natural de Lisboa, filho de Bento Zuzarte, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com i.~ooo réis de mora- 
dia por mês e i alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços de 
seu pai. — De 20 de Fevereiro de i65o. 398 

Alvará a Lourenço Tavares, natural de Aveiro, filho de Pedro Tavares, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: que pelo dito 
seu pai lhe pertencem. — De 3 de Fevereiro de i65o. 398 

Alvará a Francisco Teixeira Sobrinho, moço da câmara, natural da Torre de 
Moncorvo, filho de Marcos Teixeira Sobrinho, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com po réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados no Desembargo do Paço 
com Pedro de Gouveia de Melo e Luís de Abreu de Freitas. — De 27 
de Fevereiro de i65o. 3g8 v 

Alvará a António Rebelo de Moura, natural de Lisboa, filho de Álvaro de Mou- 
ra, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com utooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços de 
seu pai. — De i5 de Março de i65o. 398 v 

Alvará a Pedro de Oliveira Barreiros, natural do concelho de Basto, filho de 
Domingos Pires, do foro de escudeiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Maio de i65o. 398 v 

Alvará a Gaspar Cerqueira, natural de Torres Novas, filho de Gaspar Luís do 
Poço, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com condição de ir à 
índia. — De 5 de Fevereiro de i65o. 3g8 v 

Alvará a Pedro de Lemos Falcão, moço da câmara, natural de Vila Nova de 
Cerveira, filho de António de Brito, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com i.r3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de seu tio Marcos de S. Mi- 
guel. — De ió de Janeiro de i652. 399 

Alvará a Francisco Largo de Queiroz, natural de Vila Nova, termo de Miranda 
do Corvo, filho de João Lucas, do foro de cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 20 de Outubro de 1649. 3gg 1 

Alvará a Francisco Caldeira Coutinho, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, 
filho de Martim Caldeira, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro 
em 1C200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali feitos. — De 2 de Junho de i65o. 400 

Alvará a Francisco Rodrigues Belo, natural de Mazagão, filho de Brás Gonçal- 
ves de Castilho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelas serviços ali prestados com os capitães Brás 1 eles de Me- 
neses, D. Gastão Coutinho, D. Francisco de Almeida e Francisco da 
Silva Teles. — De 3o de Maio de 1660. 400 v 

Alvará a António de Paiva Brandão, moço da câmara, natural de Coimbra fi- 
lho de Marcos de Paiva Brandão, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. —De 10 de Junho de i6bo. 4 o * 



MATRICULA DOS MORADOR] S DA <:.\SA KIAL 



IDI 



, . . 1 òlbai 

Alvará a Cristóvão Cotrim de Sousa, moço da câmara, tilho de .Matias Cotrim, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
[$200 reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 3o 
de Janeiro de [65o. 401 v 

Alvará a .Manuel Teixeira de Macedo, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, tilho 
de Gaspar Teixeira, também cavaleiro-fídalgo, fixando o dito foro em 
iC-ioo reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Brasil, Espanha e Reino com o mestre de campo 
Fernão da Silveira e Marquês de Montalvão. — De 3 de Junho de t65o. 401 v 

Alvará a Álvaro de Magalhães, moço da câmara, natural de Campo Maior, fi- 
lho de Afonso Vicente, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Paço. — De 2 de Maio de 1648. 402 

Alvará a Francisco Ferreira da Silva, natural de Lisboa, filho de Manuel Vaz 
Ribeiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com y?o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos seus 
serviços e aos de seu tio Francisco Gaspar, feitos no Brasil e no Rei- 
no. — De 3 Outubro de i35o. 402 v 

Alvará a António Ferraz de Vasconcelos, natural de Vila Franca de Xira. filho 
de Manuel Rodrigues da Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-lidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Cascais e Mazagão. — De i5 de Setem- 
bro de ió5o. 4o3 

Alvará a Gaspar Alvares Romeiro, morador em Mazagão, filho de Manuel Al- 
vares Romeiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1^200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De ag de Abril de 1662. qo3 

Alvará a Agostinho da Fonseca, moço da câmara, morador em Mazagão, filho 
de Francisco Ferreira da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com <joo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 28 de 
Setembro de i65o. qo3 

Alvará a João Álvares Romeiro, morador ém Mazagão, filho de Simão Gonçal- 
ves Romeiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavalei- 
ro-fidalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali feitos com o capitão Lourenço de Lousada. — De 
iS de Setembro de i65o. qo3 ;' 

Alvará a Sebastião Fernandes Nunes, moço da câmara, morador em Mazagão, 
filho de Domingos Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo c cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali feitos. — De 22 de Setembro de i65o. 404 

Alvará a Luís de Loureiro de Abreu, filho de António Gomes de Loureiro, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados nas guerras em Mazagão, onde seu irmão Francisco Loureiro 
e Conde de Castelo Novo perderam a vida. — De i5 de Abril de i652. |" | 

Alvará a Jorge Pinto Guedes, natural de Seromenha, concelho de Penaguião, 
filho de Francisco Pinto Guedes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos ser\iços prestados cm Ceuta. — De [5 de Setembro de 
i65o. 404 v 



i5a LIVRO V 



Folhas 

Alvará a António da Costa, cavaleiro-tidalgo, rilho de Sebastião Dias, também 
cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em icdoo réis de moradia por mês 
e i alqueire de cevada por dia; com a condição de ir servir na índia. — • 
De 2 de Dezembro de itoo. 4o5 

Alvará a Domingos Lopes, cavaleiro-fidalgo, natural da Terra da Feira, filho de 
Domingos Francisco, fixando o dito foro em 9D0 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na índia. — De 
18 de Abril de ió5o. 40b 

Alvará a Domingos de Freitas, natural de Lisboa, filho de Manuel de Freitas, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos em Cascais e no Brasil. — De 10 de Março de [655. 40D 

Alvará a Miguel da Silva de Abreu, moço da câmara, natural de Lisboa, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos seus serviços. — 
De 27 de Novembro de i(55o.- 406 

Alvará a Domingos Vaz Pessanha, filho de Domingos Raposo, dos foros de es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com -5o réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Mazagão. — De 
5 de Outubro de iõ5o. 406 

Alvará a Jacinto Nunes de Abreu, morador em Mazagão, filho de Salvador Nu- 
nes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 28 de Setembro de i65o. 406 *> 

Alvará a Inácio de Pina, natural de Mazagão, filho de Gonçalo Pires de Frei- 
tas, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que ali prestou. — De 1 5 de Setembro de i65o. 406 v 

Alvará a Roque da Silva, morador em Mazagão, filho de António Alvares, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — 
De iq de Setembro de i65o. 407 

Alvará a Salvador Rodrigues do Couto, morador em Mazagão, filho de Fran- 
cisco Rodrigues do Couto, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 2 de Junho de 
[660. 407 v 

Alvará a Martim Caldeira Coutinho, filho de Francisco Caldeira Coutinho, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1-200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Mazagão. — De 10 de Outubro de ió5i. 408 

Alvará a Pedro Pinto Malheiro, natural da Certa, filho de André Peparel, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Bra- 
sil. — De i5 de Agosto de 1649. 408 v 

Alvará a Francisco Correia da Guerra, natural de Lisboa, filho de Diogo Lopes 
da Guerra, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 760 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 10 de Setembro de i65o. 408 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIU. 153 



Alvará a Francisco Quaresma, morador em Tânger, filho de Lourenço Gonçal- 
ves Pereira, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ufooo 
réis de moradia por mus e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos em Tânger. — De 3o de Janeiro de [655. 

Alvará a Pedro Vaz Cardoso, natural da vila de Sande, comarca de Lamego, 
filho de Francisco Cardoso de Almeida, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mes e 1 alqueire de ca- 
vada por dia; pelos serviços prestados na referida vila.— De 20 de Ju- 
lho de [65o. 



Folhas 



Alvará a Jacinto de Pina, morador em Mazagão, filho de António Comes de 
Loureiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 reis de moradia por mês e [ alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 16 de Setembro de i65o. 4011 

Alvará a António Lopes de Sousa, moço da câmara, filho de Domingos Luís, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudei-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com -òo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Cascais e na armada. — De 3o de Janeiro de [65i. 409 

Alvará a Luís de Amaral Coutinho, natural de Lisboa, filho de Manuel de Ama- 
ral Borges, do foro de cavaleiro-fidalgo com 1-200 reis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia. —De 2- de Janeiro de i65i. 409 v 

Alvará a Luís Coelho, moço do câmara, natural de Lisboa, filho de Domingos 
Rodrigues, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.-000 
réis de moradia por mes e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Registo das Mercês. — De (5 de Junho de [665. pq v 

Alvará a Francisco da Rocha, moço da câmara, natural da Merceana, filho de 
Francisco Luís, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados no presídio de Cascais. — De 3o de Janeiro de i65i. 410 

Alvará a Manuel Correia de Oliveira, moço da câmara, natural de Lisboa, filho 
de Belchior de Oliveira Ferreira, também moço da câmara, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos no presídio de Cas- 
cais. — De 27 de Janeiro de i65i. 4 IO 

Alvará a João Correia de Oliveira, moço da câmara, natural de Lisboa, filho 
de Belchior de Oliveira Ferreira, também moço da câmara, dos foros 
de^ escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Ilha 
Terceira, Setúbal e Alentejo. — De 3o de Janeiro de i65i. 410 v 

Alvará a Sebastião Bernardes, natural de Loures, filho de Tomé João, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tân- 
ger. — De 3o de Janeiro de i65i. 41! 

Alvará a Gaspar de Oliveira, moço da câmara, natural de Vila Franca de Xira, 
filho de Simão Gomes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 7Õ0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na Baía. — De 3o de Janeiro de 1 65 r 411 

Alvará a António Rebelo de Morais, cavaleiro-fidalgo, rilho de Francisco Rebe- 
lo, lixando o dito toro em i.r3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — De i5 de Fe- 
vereiro de i(33 1 . 



41 1 v 



41 1 v 



412 V 



i5 4 



LIVRO V 



Folhas. 



Alvará a António Saraiva de Carvalho, natural do lugar de Taia, termo da ci- 
dade da Guarda, filho de João Vicente de Carvalho, do foro de cavalei- 
ro-fidalgo com 730 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; que por recomendação de D. Pedro de Lencastre lhe foi conce- 
dido. — De 9 de Março de i65i. 412 v 

Alvará a António Rodrigues da Mota, moço da câmara, natural de Almoster, 
filho de Pedro Leitão, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na Secretaria das Mercês. — De 27 de Janeiro de 
i65i." 4 l3 

Alvará a Tomé Ribeiro de Brito, moço da câmara, natural de Colares, filho de 
Francisco Gonçalves, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
10 de Março de i65i. 4'3 

Alvará a João Cabreira da Guarda, moço da câmara, morador em Montemor- 
-o-Novo, filho de Simão Cabreira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rioo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 27 de Janeiro de i65i. 4i3 v 

Alvará a António Nunes Leitão, moço da câmara, natural da Certa, filho de 
António Nunes de Andrada, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 27 de Janeiro de i65i. 41 3 i' 

Alvará a João Nunes Leitão, moço da câmara, natural da Certa, filho de Antó- 
nio Nunes de Andrada, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 27 de Janeiro de i65i. 4 J 3 v 

Alvará a André Gonçalves, morador em Mazagão, filho de Rui Dias da Costa, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 20 de Setembro de i65o. 414 

Alvará a Rafael Lopes, morador em Beja, filho de António Baião, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 27 de 
Janeiro de i65i. 4 l 4 v 

Alvará a Vicente Nunes Tardas, natural de Sernache do Bomjardim, filho de 
Manuel Nunes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na vila da Certa. — De 20 de Julho de iG5o. 414 v 

Alvará a Francisco Valente de Figueiredo, moço da câmara, rilho de Francisco 
Valente, também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados nos lugares de procurador e contador 
dos Contos do Reino. — De 20 de Abril de i65i. 41 5 

Alvará ao licenciado Diogo Pereira, filho de Álvaro Pereira, do foro de cava- 
leiro-fidalgo com Soo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou na qualidade de médico, no Reino, 
Brasil e armada. — De 3 de Maio de i65i. 4'5 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL i55 

Folhas 

Alvará a Martim de Sá Souto Maior, natural da cidade do Salvador (Brasil), fi- 
lho de Bento de Brito Cação, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
lidalgo e cavaleiro-lidalgo com -?o réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados naquele Estado. — De 26 de 
Abril de io5i. 41 5 v 

Alvará a Baltasar Rodrigues Coelho, cavaleiro-fidalgo, natural de Angra do He- 
roísmo, lilho de Baltasar Rodrigues Coelho, lixando o dito 1'òro em i~ioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Elvas. — De 3 de Junho de i65o. 416 

Alvará a João Botelho de Carvalho, natural de Linhares, filho de António de 
Carvalho Maldonado, dos foros de escudciro-fidalgo e cavaleiro fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na Beira e Catalunha. — De 26 de Abril de i65i. 416 

Alvará a Diogo Banha de Sequeira, cavaleiro-fidalgo, filho de Luís Velez de 
Meneses, também cavaleiro fidalgo, e bisneto de Jerónimo de Freitas de 
Sequeira, lixando o dito foro em i©5oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tanger no go- 
verno de D. Gastão Coutinho. — De 29 de Março de 1662. 416 v 

Alvará a João Neto, cavaleiro-fidalgo, filho de Gonçalo Peres Leite, também 
cavaleiro-fidalgo, e irmão de Gonçalo Fernandes Leite, fixando o dito 
foro em o3o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços feitos em Mazagão. — De 1 de Março de i663. 417 

Alvará a Jacinto Esteves, morador em Mazagão, filho de Mateus Pacheco, ca- 
valeiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali feitos. — De 10 de Outubro de i65o. 417 v 

Alvará a Manuel Vaz, morador em Mazagão, filho de Mateus Pacheco, cavalei- 
ro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 10 de Outubro de i65o. 417 v 

Alvará a Simão Cordeiro Lambujo, morador em Unhos, filho de Pedro Alva- 
res Lambujo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na arma- 
da. — De 3o de Janeiro de i65i. 418 

Alvará a Francisco Rebelo de Morais, filho de António Rebelo de Morais, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos em Tanger. — De i5 de Fevereiro de i65i. 41 8 

Alvará a André Rodrigues de Vinhais, morador em Tânger, filho de João Afon- 
so, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 9 de Junho de ió5i. 418 v 

Alvará a Vicente Borges Pessanha, natural de Lisboa, filho de Luís Borges Pes- 
sanha, do foro de escudeiro-fidalgo com 7S0 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; que por recomendação de D. Fernão Mar- 
tins Mascarenhas lhe foi concedido. — De 26 de Julho de i65i. 410 

Alvará a Manuel de Morais, morador em Mazagão, filho de Francisco de Mo- 
rais, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prés 
tados. — De 5 de Julho de i653. (.ig 



l56 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a José Gonçalves de Aguiar, moço da câmara, morador em Mazagão, 
filho de Brás Rodrigues de Aguiar, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 9 de Janeiro de i653. 4nj 1 

Alvará a Domingos Fernandes de Sequeira, natural do Porto, filho de Domin- 
gos Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados em Elvas e no Brasil. — De 7 de Agosto de i65i. 420 

Alvará a Pedro do Amaral Cardoso, natural de Besteiros, rilho de André do 
Amaral, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Tânger. — De 6 de Maio de i65i. 420 v 

Alvará a Manuel Carvalho de Vargas, morador em Tânger, filho de Gaspar de 
Carvalho, dos foros de escudeiro-fidaigo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 25 de Julho de i65i. 421 

Alvará a João de Matos, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho de António 
de Matos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Casei is. — De 19 de Agosto de i65i. 421 

Alvará a Luís Pessanha, cavaleiro-fidalgo, filho de Afonso Gonçalves Pessanha, 
também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em ir 200 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos em Tân- 
ger com D. João da Costa e Pedro de Mendonça Furtado, e ultima- 
mente em Elvas. — De 20 de Agosto de i65i. 421 v 

Alvará a Luís Soares, natural de Lisboa, rilho de Gaspar Pais, cavaleiro-fidal- 
go, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de ir 
á Ilha da Madeira, onde será armado cavaleiro. — De 25 de Outubro 
de i655. 421 v 

Alvará a Fernão de Lomba Pacheco, natural de Belém, termo de Lisboa, filho 
de João Rodrigues Pacheco, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Reino, Ilha Ter- 
ceira e província de Angola, no governo de Salvador Correia de Sá. — 
De 2 de Agosto de i65i. 4 22 

Alvará a Francisco David e Couto, natural de Cabeço de Vide, rilho de Manuel 
David, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de 
ir servir em Angola, onde será armado cavaleiro. — De 16 de Setembro 
de i65i. 4 22 v 

Alvará a Simão Mexia de Magalhães, moço da câmara, natural de Pedrógão 
Grande, filho de Diogo.Mexia, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 7 de Agosto 
de i65i. 422 v 

Alvará a Domingos Jorge de Almeida, natural de Lisboa, filho de André Vi- 
cente, dos foms de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos • 
em Angola. — De 7 de Agosto de i65i. 423 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL i5y 

Folha» 

Alvará a António Carvalho da Rocha, moço da câmara, natural da freguesia de 
Santiago da Cruz, termo de Barcelos, filho de Baltasar Fagundes da Ro- 
cha, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. —De 3o de Janeiro de 
i65i. 423 v 

Alvará a António Gomes de Elvas, natural de Lisboa, filho de Jorge Soares de 
Araújo, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com tcooo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços 
de seu pai. — De 1? de Março de iGbo. 423 v 

Alvará a Sebastião Moniz de Araújo, natural de Lisboa, filho de Jorge Soares 
de Araújo, cavaleiro-lidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com [$000 réis 
de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia. — De ib de Março 
de i65o. 424 

Alvará a Nicolau Barriga Pereira, morador em Mazagão, dos foros de escudei- 
ro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados.- — De 18 de Se- 
tembro de i65o. 424 

Alvará a Pantaleão da Costa, cavaleiro-fidalgo, natural de Tanger, filho de An- 
tónio Gomes, fixando o dito foro em 730 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na referida cidade, 
no Alentejo e Brasil com o Conde da Torre e mestre de campo Luis 
Barbalho. — De 9 de Outubro de i65i. 424 v 

Alvará a Diogo Peixoto, cavaleiro-fidalgo, filho de Manuel Peixoto, também ca- 
valeiro-fidalgo, fixando o dito foro em i£25o réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — De 
i5 de Fevereiro de i65i. 42o 

Alvará a Baltasar Lopes Tavares, cavaleiro-fidalgo, filho de Francisco Lopes Ta- 
vares, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em HS400 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
em Tânger. — -De 6 de Outubro de i65i. 425 

Alvará a Gaspar Gonçalves Matoso, morador em Tânger, filho de Manuel Viei- 
ra, dos foros de escudeiro-tídalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 8 de Outubro de i65i. 42o v 

Alvará a António Pegado Nogueira, filho de João Pegado Rebelo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com iJdooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na 
índia. — De 10 de Julho de 1648. 425 v 

Alvará a António Banha de Sequeira, moço da câmara, filho de Luís Velez, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai fez em Tânger. — De 7 de Outubro de i65i. 42Õ 

Alvará a Manuel de Guevara, morador em Tânger, filho de Álvaro Rodrigues 
Colares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com i-3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que ali fez. — De 29 de Agosto de 1679. 42o 



i 58 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Francisco Martins da Costa, cavaleiro-fidalgo, filho de Lázaro Pires, 
lixando o dito foro em i~ooo réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia; atendendo aos serviços que seu tio António Fernandes 
Mascote prestou em Mazagão, no governo do Marquês de Montalvão. — 
De 5 de Novembro de i65i. 427 

Alvará a Gregório Gonçalves de Campos, morador na cidade de Tânger, filho 
de Pedro Gonçalves da Gran, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na referida cidade. — De 26 de Abril de 
1660. 427 

Alvará a João Dias Rodrigues, natural de Tânger, filho de Pedro Rodrigues, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — 
De 3 de Setembro de i658. 427 v 

Alvará a António Manso, morador em Tânger, filho de Diogo Manso, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços fei- 
tos naquela cidade. — De 5 de Outubro de i65i. 428 

Alvará a João da Costa, morador em Tânger, filho de Pedro da Costa, cava- 
leiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com iímoo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali feitos. — De 29 de Setembro de 1654. 428 v 

Alvará a João Soares de Almeida, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Francisco de Almeida, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; que por morte de seu pai lhe pertencem. — De 10 de Ou- 
tubro de i65i. 429 

Alvará a Manuel Pais de Sousa, morador em Tânger, filho de Sebastião Pais, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1:400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De g de Outubro de i65i. 429 

Alvará a Francisco Gonçalves Fernandes, natural de Tânger, filho de Luís Gon- 
çalves, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com irõoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que ali prestou. — De 27 de Abril de 1660. 420 

Alvará a João Fernandes Nabo, morador em Tânger, filho de Manuel Ximenes, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali feitos. — De 9 de Outubro de 1 65 1 . 429 

Alvará a Vicente Fernandes de Andrada, moço da câmara, filho de Gonçalo 
Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados como alferes na Companhia dos Familiares is/c), de Lisboa. — 
De 7 de Dezembro de i65i. q3o 

Alvará a Diogo Fernandes Couto, morador em Tânger, filho de Francisco do 
Couto Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com N5o reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Janeiro de 1659. 4I10 



MATRÍCULA DOS moradores da casa rial 159 

Folhas 

Alvará a Brás do Amaral Pimentel, cavaleiro-fidalgo, natural de Vilar Torpim, 
termo de Castelo Rodrigo, filho de Gaspar de Aguilar, também cava- 
leiro-fidalgo, lixando o dito foro em [$400 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na província da Beira 
com D. Fernando Mascarenhas, Conde de Serem. — De ib de Julho de 
i65i. 43o i> 

Alvará a António de Oliveira Cerveira, natural de Juncais, termo de Linhares, 
f i lho de António Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com ícioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Alentejo e em Tânger. — De i3 de Março 
de io53. 43i v 

Alvará a Agostinho de Seabra, natural de Coimbra filho de Pedro Martins, dos 
foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade com o Conde de Cantanhede, e pelos que também fez em Cas- 
cais, Viana, Guarda, Minho e Porto. — De 16 de Janeiro de i652. 4^2 

Alvará a Manuel Jorge Pereira, natural da vila de Aguiar, termo de Alvito, fi- 
lho de António Jorge, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Tanger. — De 7 de Setembro de i655. 432 v 

Alvará a Diogo Mendes de Vasconcelos, morador em Lisboa, filho de Cipriano 
Mendes de Vasconcelos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 9 de Dezembro 
de i65i. 432 v 

Alvará a Domingos Lopes Ramos, morador em Tânger, filho de Fernão Ra- 
mos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali feitos. — De 6 de Outubro de i65i. 433 

Alvará a Luís Zuzarte de Loureiro, natural de Abrantes, filho de António Duarte 
de Loureiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Coimbra, Alentejo e Ponte de Oliven- 
ça. — De 9 de Dezembro de ió5i. 433 

Alvará a Manuel Moreira Pita, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, filho de 
António Gonçalves Pita, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro 
em i#3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali prestados. — De 2 de Dezembro de i65i. 433 

Alvará a Francisco Ferreira Leitão, morador em Tânger, filho de Pedro Leitão, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
900 réis de moradia por mês c 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali feitos. — De 6 de Outubro de i65i . 433 v 

Alvará a António Ribeiro, natural de Antas, termo de Alenquer, filho de Nuno 
Ribeiro, do foro de cavaleiro-fidalgo com 73o réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; que a pedido do Bispo de Elvas, D. Ma- 
nuel da Cunha, lhe foi concedido. — De 23 de Janeiro de 1602. 4^4 

Alvará a Lopo Fernandes Tavares, morador em Tânger, filho de Lopo Fernan- 
des Tavares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 26 de Abril de 1660. l- ; 4 



i6o LIVRO V 



Folhas 



Alvará a Vasco Arrais de Mendonça, natural de Tanger, filho de Pedro Arrais 
de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavalei- 
ro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali feitos. — De i5 de Outubro de i65i. 4-^4^ 

Alvará a Diogo Pinto de Almeida, natural de Aveiro, filho de Manuel Pinto 
Pessoa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rsoo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Mazagão. — De 4 de Fevereiro de i665. 434^ 

Alvará a Diogo Monteiro de Miranda, natural da Corunha, filho de António Ma- 
chado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou ao governador da praça de Almeida, D. Rodrigo de 
Castro, quando foi a Castela destruir aos inimigos Vila Vieja e Baga- 
jo, — atendendo também aos de seu pai feitos na índia e Angola. — De 
9 de Dezembro de i652. q3: 

Alvará a Cristóvão Soares de Albergaria, moço da câmara, morador em Tân- 
ger, filho de Lopo Soares de Albergaria, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.-000 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 5 de Ou- 
tubro de IÓ52. 435 v 

Alvará a Luís Pimentel Trigueiros, natural de Leiria, filho de Luís Pimentel 
Teixeira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
atendendo aos serviços de seu pai. — De 9 de Dezembro de i65i. 43o v 

Alvará a João Fernandes, morador em Tânger, filho de António Fernandes da 
Luz, dos íoros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai ali prestou. — De 5 de Outubro de i65i. 43t> 

Alvará a António de Paiva Giralto, natural de Lisboa, filho de Luís de Paiva, 
cavaleiro-fidalgo. do foro de cavaleiro-fidalgo com i.r3-5 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que por morte de seu pai 
lhe pertence. — De 19 de Janeiro de \ó?2. q36 v 

Alvará a Bartolomeu de Queiroz Guedes, natural de Lisboa, filho de Luis de 
Paiva, do foro de cavaleiro-fidalgo com irSy? réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; que por falecimento de seu pai lhe per- 
tence. — De iq de Janeiro de i6:>2. q36 r 

Alvará a João de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, filho de An- 
tónio de Mendonça, fixando o dito foro em (po réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 12 
de Março de 16? 2. 436 v 

Alvará a Manuel Tavares, rilho de Lopo Fernandes Lopes, cavaleiro-fidalgo, e 
neto de Gaspar Lopes Tavares, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De i3 de 
Março de i652. 43? 

Alvará' a Alexandre Moreira Pita, morador em Tânger, filho de Manuel Moreira 
' Pita, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com ic65o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai ali prestou. — De 8 de Março de i652. 4^7 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL ,*',, 

Fõlhaa 

Alvará a Simão da Fonseca Pita, morador cm Tanger, filho de Manuel .Moreira 
Pita, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1^650 réis de moradia por mes e i alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai ali prestou. — De 8 de Março de ibí>2. 438 

Alvará a Salvador Quinteiro Coelho, natural de Óbidos, lillio de Gabriel Ro- 
drigues Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i.rioo reis de moradia por mês e i alqueire de cevada 
por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 9 de Dezembro de 
i65i. 438 

Alvará a Baltasar Martins de Lordelo, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, 
filho de Antão de Lordelo, também cavaleiro-fidalgo, sobrinho de Luís 
Machado e neto de Baltasar Martins de Lordelo, fixando o dito foro em 
i~2oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que ali prestou. — De 7 de Março de i652. 438 f 

Alvará a João Lobato, morador em Mazagão, filho de João Gonçalves, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com -òo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 29 de Outubro de i65o. 439 

Alvará a João Furtado de Mendonça, filho de João de Mendonça, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 950 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou em Tânger. — De 18 de Maio de i652. 43y 

Alvará a Francisco Lopes Tavares, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, filho 
de Gaspar Lopes Tavares, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro 
em iítooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali feitos. — De 11 de Março de 1 (552. 439 v 

Alvará a Gaspar Lopes Tavares, morador em Tânger, filho de Francisco Lopes 
Tavares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com icrooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai ali prestou. — De 18 de Abril de i652. 440 

Alvará a Lourenço Ferreira Tavares, filho de Francisco Lopes Tavares, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.^000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou em Tânger. — De 18 de Abril de i652. 440 v 

Alvará a Manuel Tavares, filho de Francisco Lopes Tavares, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ií?ooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos serviços 
que seu pai prestou em Tânger. — De 18 de Abril de ió52. 440 v 

Alvará a Sebastião da Costa, cavaleiro-fidalgo, natural de Azeitão, filho de Ma- 
nuel Rodrigues Pinheiro, do lòro de escudeiro-fidalgo com ic65o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados no Paço. — De 9 de Março de i652. 441 

Alvará a Bento da Costa Fragoso, natural de Lisboa, filho de António da Costa 
Fragoso, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com ijtooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou no posto de alferes, em Vila Nova dei 
Fresno e na fronteira de Flvas. — De 26 de Janeiro de 1644. 441 



l62 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Lourenço Nunes Frade, natural de Montalvão, rilho de Lourenço Nu- 
nes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Mazagão, e no Brasil com o Conde de Castelo Melhor. — De 9 
de Novembro de iõ5i. 441 V 

Alvará a Filipe de Azevedo, natural de Tomar, filho de Diogo Fernandes de 
Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com y5o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços fei- 
tos no Alentejo. — De 27 de Abril de i652. 441 v 

Alvará a António Dinis, morador em Tânger, filho de Sebastião Alvares, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 7 de 
Março de i652. 44- 

Alvará a João Dinis Quaresma, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural de Peni- 
che, filho de João Jorge Palhano, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — De 4 de Junho de 
U02. 442 v 

Alvará a António da Veiga Valente, morador em Mazagão, filho de Lázaro Va- 
lente, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai ali prestou. — De 3o de Maio de 1602. 442 v 

Alvará a Fagundo de Almeida Veloso, natural de Vila Meã, termo da vila de 
Tarouca, filho de João Veloso Sete, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou na cidade de Lamego e na praça de 
Almeida. — De 20 de Junho de i652. 443 

Alvará a Diogo da Cunha, morador em Mazagão, filho de Pedro da Cunha, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1.^200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 16 de Setembro de i65o. 44!? 

Alvará a Pedro da Cunha, morador «m Mazagão, filho de Pedro da Cunha de 
Castelo Branco, cavaleiro-fidalgo, dos loros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i5í>20o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 29 de Setembro de ibSo. 443»' 

Alvará a Brás de Figueiredo Queimado, cavaleiro fidalgo, morador em Maza- 
gão, filho de Manuel Gonçalves Queimado, também cavaleiro-fidalgo, fi- 
xando o dito foro em icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia: pelos serviços ali feitos. — De 19 de Julho de i652. 443 v 

Alvará a António Valente Cordeiro, cavaleiro-fidalgo, filho de Luís Valente, tam- 
bém cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em icrooo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 
7 de Junho de i652. 444 

Alvará a Rodrigo Botelho da Cunha, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, 
filho de Francisco Botelho de Almeida, também cavaleiro-fidalgo, acres- 
centando ao dito foro mais 200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 7 de Junho de itiSi. 444 v 






MATRÍCULA DOS MORADORKS DA «ASA RIAL ,f,3 



Alvará a Cosme da Guarda Fragoso, natural de Lisboa, filho de Damião Fra- 
goso da Guarda e neto de Gosme da Guarda, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro fidalgo com i-rooo ruis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; que pelo dito seu avô lhe per- 
tencem. — De i5 de Junho de 1 65 2 . 445 

Alvará a Francisco Vieira Biscainho, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, fi- 
lho de João Biscainho, também cavaleiro-fidalgo, e irmão de Pedro Vieira 
Biscainho, fixando o dito foro em 900 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 3o de Maio de 
1I02. 4 p 

Alvará a Francisco de Sousa Cabrita, escudeiro-fidalgo, natural de Loulé, filho 
de Sebastião de Sousa Cabrita, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou em Tânger e pelos de António Lopes Jorge, também ali fei- 
tos. — De i5 de Junho de 1(02. ' 445 v 

Alvará a Diogo Ferreira Coelho, natural de Lisboa, filho de Miguel Ferreira 
Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 903 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços feitos nas guerras de Nápoles e na armada em que toi 
João Pereira Corte Rial, a Cádiz, Corunha e Brasil. — De i5 de Junho 
de i652. 441", 

Alvará a Manuel da Costa, moço da câmara, natural de Barcelos e morador em 
Vila do Conde, filho de Sebastião de Lemos, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita vila. — De 3 de Ju- 
nho de j652. 44G v 

Alvará a Manuel Gonçalves Bernal, moço da câmara, morador em Mazagão, fi- 
lho de Manuel Gonçalves, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De i5 de Novem- 
bro de i65o. 446 v 

Alvará a Manuel Laborinho de Morais, moço da câmara, natural de Aveiro, fi- 
lho de Lourenço de Morais, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1.3 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 2 de Julho de IÕ52. 447 v 

Alvará a Leonardo Pessoa Homem, natural da vila de Ceia, termo da Guarda, 
filho de João Pessoa Homem, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na praça de Almeida e na dita vila. — De i5 de 
Junho de 1CÓ2. 447 ;• 

Alvará a Fernão Valente, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, filho de Fran- 
cisco Geraldes, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De i5 de Junho de i65i. 44^ 

Alvará a Pedro Boto, moço da câmara, natural de Benavente, filho de Pedro 
Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no cargo de escrivão dos órfãos da cidade de Beja. — De -ib 
de Janeiro de i65o. 448 



164 LIVR0 v 



Folhas 

Alvará ao Capitão João Mariane, vassalo do Gran-Duque de Toscana, lilho de 
Riane (sic), dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.7000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mazagão. — De 6 de Julho de ió52. 448 v 

Alvará a Francisco Correia da Mota, cavaleiro-fidalgo, filho de João Gonçalves, 
também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em iffooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Mazagão. — De 3o de Maio de \bòi. 448 v 

Alvará a Paulo Martins Garro, moço da câmara, natural de Aveiro, filho de Ni- 
colau Martins Garro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo 
com 7Õ0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na província da Beira. — De 3 de Junho de i652. 441 1 

Alvará a Diogo Correia, cavaleiro-fidalgo, filho de António Correia, acrescen- 
tando ao dito foro mais 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que prestou em Tânger e pelos de seu pai 
também ali feitos. — De 27 de Janeiro e i652. 449 

Alvará a Afonso Correia, filho de Diogo Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com iffooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços de seu pai em Tânger. — De 19 de Abril 
de i652. 45o 

Alvará a António Correia, filho de Diogo Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 1 ff 000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia ; atendendo aos serviços de seu pai prestados em Tân- 
ger. — De 19 de Abril de iõ52. 430 

Alvará a Lourenço Correia, filho de Diogo Correia, do foro de escudeiro-fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; aten- 
dendo aos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 19 de Abril de 
i652. 45o 

Alvará a Francisco Correia, filho de Diogo Correia, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai feitos em Tân- 
ger. — De 19 de Abril de i65i. 45o v 

Alvará a Sebastião de Vargas Lobo, morador em Tânger, filho de Francisco de 
Vargas Lobo, moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali feitos. — De 7 de Outubro de ibõi. 400 r 

Alvará a Francisco Lobo, morador em Tânger, filho de Gaspar Rodrigues, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali feitos. — De 9 de Outubro de i65i. 430 /■ 

Alvará a António Botelho Riscado, cavaleiro-fidalgo, filho de Pedro da Cunha, 
fixando o dito foro em icr5oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços feitos em Mazagão, quando ali toram go- 
vernadores Rui de Moura Teles e D. João Luís de Vasconcelos. — De 
20 de Março de i(563. 45 1 

Alvará a Martins Soeiro da Silva, natural da cidade de Tânger, filho de Brás 
da Silva, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fi- 
dalgo com goo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou na dita cidade, e pelos de seu sogro Gonçalo 
Mouro, ali também feitos. — De 3 de Março de 1064. 401 v 



\1 \ I l;|(.l LA DOS UOkADOkl - DA CASA RIAL k',.- 



1 olhai 

Alvará a Jerónimo Borges da Costa, morador em Tânger, filho de Pascoal Bor- 
ges da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leuo-lidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De 27 de Agosto de 1Õ1Í9. 452 

Alvará a Félix de Andrada, moço da camará, filho de Tomé de Andrada, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rõoo 
réis de moradia por mis e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
p. estados no Paço. — De 25 de Abril de if>58. 402 ;■ 

Alvará a Álvaro Soares, natural da cidade do Maranhão, filho de Manuel Soa- 
res Carcez, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços feitos no Brasil. — De 20 de Junho de i<~Õ2. 433 

Alvará a Inácio Soares Serôdio, natural da cidade do Maranhão, filho de Ma- 
nuel Soares Garcez, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
\ada por dia; pelos serviços de seu pai no Brasil. — De i5 de Junho de 
i652. 453 

Alvará a Luís Valente Cordeiro, filho de António Valente Cordeiro, cavaleiro- 
-tídalgo, e neto de António Gonçalves Cota, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seus pai e avô prestaram em Ma- 
/ igão, quando ali foi o Conde de Castelo Novo. — De 27 de Agosto de 
i6b2. 4 53 v 

Alvará a Luís Robalo de Azambuja, morador em Tânger, filho de Bernardo 
Robalo, escudeiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fi- 
dalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 3o de Setembro de i658. 434 

Alvará a Inácio Barreto de Almeida, moço da câmara, morador em Mazagão, 
tilho de Francisco Barreto de Almeida, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i^ooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 20 de Ja- 
neiro de 1O47. 454 

Alvará a Miguel Cabral de Mesquita, moço da câmara, natural de Lisboa, filho 
de Diogo de Pinho Cabral, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com i3"ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De i3 
de Setembro de iG52. 4^4 /• 

Alvará a Luís da Fonseca Zuzarte, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, ti- 
lho de Manuel da Fonseca Zuzarte, lixando o dito foro em 900 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali fei- 
tos. — De t5 de Setembro de i652. 455 

Alvará a António Freire, morador em Tânger, filho de Francisco Freire, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 4 de Setembro de i652. 4?5 

Alvará a Luís da Silva, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Cristóvão 
Rodrigues, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Alentejo e no lugar de oficial do cartório de escrivão de 
fazenda Fernão Gomes da Gama. — De i3 de Setembro de i652. 4?5 /• 



[66 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Francisco Vieira Manso, natural da vila de Proença isíci, filho de Mar- 
cos Manso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i5o 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos no Alentejo e Peniche, e no Brasil com o Marquês de Nisa. — De 
10 de Setembro de ió5-2. -pr ;• 

Alvará a Valentim de Torres, natural de Torres Vedras, dos foros de escudeiro- 
tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; que a pedido de seu irmão João de Torres, lhe fo- 
ram concedidos. — De 10 de Setembro de i652. 4?" 

Alvará a Francisco Mendes de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, morador em Maza- 
gão, filho de Francisco Mendes, fixando o dito foro em 900 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De i5 de Setembro de i652. 4Ô6 v 

Alvará a Antão Monis de Vasconcelos, morador em Góis, termo de Coimbra, 
rilho de Nicolau Monis, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com i.r-ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Castelo Branco e Torres 
Vedras a D. Pedro de Mascarenhas. — De 22 de Agosto de ibb~. 427 

Alvará a António Gil de Pinho, cavaleiro-fidalgo. morador em Mazagão, filho 
de Diogo Gil, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em i-rioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De i5 de Novembro de 1660. 4^7 

Alvará a Francisco de Almada, moço da câmara, natural de Colares, filho de 
André de Almada, também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 19 de Julho de i652. 4? s 

Alvará a António Pereira Borges, natural da Ilha Terceira, filho de Tomé Luis 
Pereira, neto de António Luís Pereira, cavaleiro-fidalgo, e bisneto de 
Luís Fernandes Pereira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com icrooo réis de moradia por mêse 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou na dita ilha. — De 7 de Outubro de i652. 4?8 v 

Alvará a Gonçalo Fernandes Banha, filho de Nuno Alvares Banha, cavaleiro- 
-fidalgo, e irmão de Baltasar Fernandes Banha, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ic*20o réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seus pai e irmão presta- 
ram em Mazagão. — De 27 de Agosto do iG52. 459 

Alvará a Heitor de Leão, cavaleiro-fidalgo. morador em Tânger, filho de Antó- 
nio Rodrigues Adibe, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em 
em i£S2oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali feitos. — De 3o de Setembro de iò58. 4?>> 

Alvará a Lopo Fernandes Tavares, cavaleiro-fidalgo, filho de Francisco Tava- 
res de Araújo, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em i®3oo 
réis de moradia por mês e 1 aqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Tânger, e pelos de seu filho Belchior Mateus Tavares, 
também ali feitos. — De 26 de Agosto de i652. 4Õ0 

Alvará a Francisco Leitão de Magalhães, natural de Mafra, filho de Pascoal 
Fernandes de Magalhães, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados no posto de alferes em Lisboa e Alentejo. — De 
22 de Outubro de i652. 46° 






MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAI. 167 

Folhas 

Alvará a João Ferreira de Andrade, moço da câmara, natural da vila de Perei- 
ra, filho de Manuel Ferreira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Buarcos, Coimbra, Elvas e na dita 
vila.— De i5 de Julho de i65o. 461 

Alvará a Manuel Rebelo Tavares, natural de Yalhelhas, termo da Guarda, filho 
de António Rebelo Tavares, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-ri- 
dalgo e cavaleiro-ridalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De i5 de Junho 
de 1Ò5-2. 4<Íl 

Alvará a Francisco Lopes da Silva, natural da Ilha de S. Miguel, filho de Bar- 
tolomeu Fernandes Marjano, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1^200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Minho, Alentejo, Alconchel, Vila Nova 
dei Fresno, Brasil e na dita ilha. — De 10 de Julho de i652. 46 1 v 

Alvará a Francisco Pereira de Azevedo, natural de Lisboa, filho de João Pe- 
reira de Azevedo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia, pelos serviços prestados na armada, Alentejo e Brasil. — De i3 
de Setembro de i6bi. 462 

Alvará a Francisco de Olhalva, moço da câmara, natural do lugar de Cepões, 
termo de Viseu, rilho de Luís Francisco, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com ijrooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 22 de Outubro 
de 16S2. 462 v 

Alvará a Francisco Ravasco de Oliveira, natural da Covilhã e morador na ci- 
dade da Guarda, filho de Francisco Ravasco, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-ridalgo com 750 íeis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na província da Beira. — De 
i3 de Novembro de ió52. 462 /' 

Alvará a Simão de Escovar, morador em Tânger, rilho de João de Albuquer- 
que, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-ridalgo 
com ií&ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
plos serviços ali feitos. — De 26 de Setembro de ió58. 4Ô3 

Alvará a António Rodrigues de Figueiredo, cavaleiro-ridalgo, morador em Tân- 
ger, fixando o dito foro em itfioo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 23 de Outubro de 
i663. 463 

Alvará a João Velez de Meneses, morador em Tânger, filho de António Velez, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
irooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados naquela cidade. — De 9 de Novembro de i65i. 4<33 v 

Alvará a António Correia Lopes, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, rilho 
de Francisco Correia, também cavaleiro-ridalgo, fixando o dito foro em 
irooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados naquela cidade. — De 29 de Outubro de ió52. 4Ó4 

Alvará a Bartolomeu da Costa, moço da câmara, natural de Alcanede, filho de 
Filipe da Costa Ribeiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-ridalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Beja. — De 12 de Novembro 
de i652. -P-M' 



,,;s LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Domingos Gomes, morador em Tânger, natural do lugar de S. Marti- 
nho, freguesia de Tentúgal, filho de António Lucas, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ~òo réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 7 de De- 
zembro de iô52. 4642' 

Alvará a Francisco Tavares de Araújo, cavaleiro-fidalgo, filho de Lopo Tavares, 
também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em i.~5oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Tânger. — De i3 de Dezembro de 1 652. q65 

Alvará a João Gonçalves Monteiro, cavaleiro-fidalgo, filho de Francisco Gonçal- 
ves do Boiro, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em icooo 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mazagão. — De i3 de Dezembro de i652. 46b v 

Alvará a Pascoal Ferreira da Costa, cavaleiro-fidalgo, natural de Sacavém, filho 
de Adão Vaz Ferreira, fixando o dito foro em icooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados ao se- 
cretário da Repartição das Mercês, Gaspar de Faria Severim. — De 16 
de Dezembro de 16S2. 466 

Alvará a Tomé de Almeida de Carvalho, natural de Vila Viçosa, filho de André 
Gomes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na armada, Lisboa e Cascais. — De 12 de Novembro de i652. 46o v 

Alvará a João Vaz da Silva, moço da câmara, natural da freguesia de Fontoura, 
termo de Valença, filho de João Esteves, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; atendendo aos serviços que prestou na Suécia ao em- 
baixador José Pinto Pereira. — De iõ de Dezembro de i652. 4<5f> v 

Alvará a Lucas Pessanha, moço da câmara, filho de Luís Machado Pessanha, 

cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com - 
800 réis de moradia por mês e,i alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que seu pai prestou em Africa com D. Luís Coutinho. — De 5 de 
Agosto de i65i. 467 

Alvará a Gonçalo de Macedo Cerqueira, natural de Belém, termo de Lisboa, 
filho de Gaspar Ribeiro Cerqueira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com iííjzoo réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na cidade de Tân- 
ger. — De i3 de Dezembro de 16^2. 467 v 

Alvará a Manuel Gonçalves do Couto, moço da câmara, natural de Lisboa, fi- 
lho de Gonçalo Gonçalves do Couto, cavaleiro-fidalgo, dos foros de es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Mazagão. — De 
12 de Novembro de i552. 467 V 

Alvará a Jorge de Sequeira Coutinho, natural de Vila Franca, filho de Manuel 
de Castro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 136000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços feitos em Mazagão. — De 9 de Dezembro de 1(01. 468 

Alvará a Aleixo Rebelo, natural de Alvaiázere, filho de Pedro Cordeiro, do foro 
de cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 19 de Dezembro de ió52. 468 v 






MATRICULA DOS MORADORES HA CASA RIAL 



1 69 



Fôlhaj 

Alvará a Diogo Lopes Monteiro, filho de João Gonçalves Monteiro, cavaleiro- 
-fidalgo, morador em Mazagão, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu pai ali prestou. — De 27 de Janeiro de 
i653. j.68 ;■ 

Alvará a Gaspar Brás Monteiro, rilho de João Gonçalves Monteiro, cavaleiro- 
-lidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 1-200 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai prestou em Mazagão. — De 28 de Setembro de 1684. (.69 

Alvará a Manuel Lopes Monteiro, morador em Mazagão, rilho de João Gonçal- 
ves Monteiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cava- 
leiro-ridalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de seu pai prestados naquela cidade. — 
De 26 de Janeiro de i653. 4.69 

Alvará a António Vieira de Pedrosa, moço da câmara, natural de Braga, rilho 
de Manuel Vieira de Távora, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 22 de Outubro de 
1(552. 4Ô(|/* 

Alvará a Fernão Martins de Aiala, cavaleiro da Ordem de S.Tiago, bisneto de 
Rodrigo Martins, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 
1^400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Alentejo e Espanha. — De 27 de Janeiro de [653. 470 

Alvará a Vicente Freire de Andrade, natural de Faro, filho de António Freire 
de Andrade, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 8 de Dezembro de i652. 471 

Alvará a Bernardo Pereira, natural de Lisboa, filho de João Pereira, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icioo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Cascais e na armada. — De 18 de Março de i653. 471 

Alvará a Manuel Marques, natural da cidade da Guarda, filho de João Marques, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na província da Beira. — De 20 de Junho de i<552. 471 v 

Alvará a Tomé Correia, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Simão 
Correia, também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com ir3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 20 de Abril de 
1659. 472 

Alvará a Diogo Pais, natural de Lisboa, filho de António Pais, do foro de escu- 
deiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; com a condição de ir ao Brasil. — De 6 de Março de 1 653. 472 

Alvará a João de Campos de Andrada, natural de Lisboa, filho de João de 
Campos, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que por morte de seu 
pai lhe pertence. — De i3 de Novembro de 1662. 472 v 



I 7 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Francisco Tavares da Cunha, natural de Évora, filho de António Fer- 
nandes, do foro de cavaleiro-fidalgo com ~]bo réis de moradia por mês e 
i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 12 
de Março de i653. 472 v 

Alvará a Baltasar Vogado Fogaça, moço da câmara, natural de Aldeia Galega 
da Merceana, filho de Pedro de Sequeira, também moço da câmara, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com y5o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como 
alferes, na companhia dos capitães Francisco Brandão e João Nunes da 
Cunha, em Lisboa. — De 23 de Outubro de i652. 473 

Alvará a Afonso Correia, morador em Tânger, filho de,António Correia Lopes, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
ir 000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou naquela cidade. — De 6 de Outubro de 1670. 4.73 v 

Alvará a Manuel Soudo Bravo, natural de Alvito, filho de Pedro Soudo Bravo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
na cidade de Tânger. — De 2 de Abril de K>53. 474 

Alvará a Álvaro de Brito, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, filho de An- 
tónio do Rêgo de Brito, também cavaleiro-fidalgo, e sobrinho de Manuel 
do Rêgo, fixando o dito foro em ir3oo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 
27 de (sic) de 1661. 474 

Alvará a António Soares de Albergaria, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, 
rilho de Cristóvão Soares, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro 
em ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços feitos naquela cidade. — De 17 de Julho de i653. 475 

Alvará a Guilherme Figueira, natural de Lisboa, filho de João Figueira, do foro 
de cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 9 de Agosto de 
[653. 475 

Alvará a Roque Figueira, filho de João Figueira, cavaleiro-fidalgo, com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos 
serviços de seu pai. — De 9 de Agosto de i653. 475 v 

Alvará a António Dias da Costa, morador em Tânger, filho de Domingos Afonso , 
da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 800 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
naquela cidade. — De 29 de Maio de i653. 472 v 

Alvará a António Pereira, moço da câmara, natural do Porto, filho de António 
de Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos seus ser- 
viços. — De 12 de Agosto de ió53. 47 11 

Alvará a João Carvalho Mascarenhas, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho 
de Aparício João, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em i.rõoo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos no Brasil. — De 10 de Agosto de i653. 476 

Alvará a João da Costa, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Matias 
Jorge da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados como oficial de fazenda. — De 10 de Agosto de i653. 476 J' 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



171 



Folhas 

Alvará a Aleixo Ferreira Botelho, natural de Lisboa, filho de Manuel Ferreira 
Botelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; em atenção aos serviços de seu pai. —De 20 de Agosto de ió53. 477 

Alvará a Domingos Barreiros da Costa, natural de S. Pedro de Parada, conce- 
lho de Coura, filho de Gonçalo Rodrigues, dos foros de escudeiro-lidalgo 
e cavaleiro-tídalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Brasil com o Conde da Torre, 
e em Tânger com D. Gastão Coutinho. — De 9 de Agosto de i653. 477 

Alvará a António Pinheiro, moço da câmara, natural de Barbacena, filho de Do- 
mingos Pinheiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
ijíjooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Paço. — De 10 de Agosto de i653. 477 v 

Alvará a Manuel Nunes Leitão, natural de Lisboa, filho de Manuel Nunes Lei- 
tão, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em 
atenção aos serviços de seu pai. — De 29 de Agosto de i653. 477 v 

Alvará a Pedro de Oliveira Pita, filho de João Porcalho Pita, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$200 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em consideração aos ser- 
viços de seu pai, prestados em Tânger. — De 3o de Maio de i653. 478 

Alvará a Francisco Manuel, natural de Alenquer, filho de Francisco Fernandes, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo, Santarém e Brasil. — De 20 de Agosto de 1 653. 478 v 

Alvará a Garcia Ferreira Aranha, morador em Tânger, filho de Francisco Ara- 
nha Ferreira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i.fooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços feitos naquela cidade. — De 9 de Outubro de 
i65i. 479 

Alvará a Luís do Couto, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de António 
do Couto Franco, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados como oficial maior da Repartição 
das Mercês. — De 20 de Setembro de i653. 479 

Alvará a João de Moura, natural de Tomar, filho de Simão Fernandes, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na Beira, Alen- 
tejo e Espanha. — De 10 de Agosto de 1 G53. 4711 

Alvará a Bartolomeu Afonso de Pina, morador em Mazagão, filho de João de 
Pina, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos naquela cidade. — De 20 de Dezembro de i653. 479*' 

Alvará a Barnabé Antunes de Flecha, morador em Mazagão, filho de Domin- 
gos de Flecha, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços feitos naquela cidade. — De 6 de Março de [653. 480 



172 LIVRO V 



folhas 

Alvará a Bartolomeu Rombo, morador em Mazagão, filho de Gonçalo Fernan- 
des Leite, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-íidalgo com ~òo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali feitos. — De 7 de Novembro de ib53. 480 

Alvará a Domingos da Costa de Almada, morador em Mazagão, filho de Ma- 
nuel da Costa cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali feitos. — De 6 de Dezembro de i653. 480 v 

Alvará a Manuel Soares, moço da Capela Rial, natural de Lisboa, tilho de Si- 
mão Francisco, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
700 réis de moradia, por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados em Évora, armada e na referida capela. — De 22 de No- 
vembro de i653. 4*0 2' 

Alvará a Fernão de Abreu Durão, natural da freguesia do Campo de Alvalade, 
termo de Santarém, tilho de Gaspar Durão, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; atendendo aos serviços que Manuel Antunes, natu- 
ral de Lisboa, filho de António Rodrigues, prestou na Repartição de Fa- 
zenda. — De 3o de Novembro de i653. 4N1 

Alvará a Pedro Valente da Costa, moço da câmara, morador em Mazagão, fi- 
lho de Pedro Valente da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 9 de 
Novembro de i653. 482 

Alvará a João Valente da Costa, natural de Lisboa, filho de Fernão da Costa, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ijrooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
no Alentejo e Brasil. — De 20 de Dezembro de 1 653. 482 

Alvará a João de Almeida Rios, natural de Pederneira, filho de Francisco Fer- 
nandes Rios, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 720 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados nas Ilhas dos Açores e Madeira, e no Brasil com os Condes 
de Nassau, da Torre e de Vila Pouca. — De 22 de Novembro de ió53. 482 v 

Alvará a Domingos Fernandes Clemente, morador em Mazagão, filho de Do- 
mingos Fernandes Clemente, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De g de Novembro de i653. 48,3 v 

Alvará a Manuel de Sousa de Magalhães, morador em Tânger, filho de Sebas- 
tião de Magalhães, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
u?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados naquela cidade com o Conde da Torre e com o gover- 
nador André Dias da Fonseca. — De 29 de Março de 1 5qi . 483 v 

Alvará a Luis Gomes, moço da câmara, natural de Pombal, filho de António 
Gomes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ictooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos no Paço. — De 20 de Janeiro de ioSq. 484 r 

Alvará a Manuel da Rua, morador em Mazagão, filho de Francisco da Rua, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ~bo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — 
De 20 de Dezembro de Ko3. 485 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAI. 173 

Folhas 

Alvará a André de Leiro, moço da Capela Rial, natural de Lisboa, tilho de João 
S. inches, do foro de cavaleiro-tidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na referida ca- 
pela. — De 10 de Janeiro de H04. .;v- 

Alvará a André de Amaral Cardoso, morador em Tânger, tilho de Pedro de 
Amaral Cardoso, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços feitos naquela cidade. — De 7 de Novembro 
de i65-t. 485 v 

Alvará a António de Andrade de Arruda, natural de Évora Monte, tilho de João 
de Arruda, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.?2oo 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Alconchel, Montijo e Valverde. — De 10 de Janeiro de 1654. 486 

Alvará a Luís Correia de Andrada, natural do Catejal, termo de Lisboa, filho 
de Manuel Correia Cardoso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-tidalgo com i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Paço. — De i3 de Agosto de 1Õ70. 4861» 

Alvará a André Teixeira da Mota, morador em Mazagão, filho de Domingos 
Gonçalves da Mota, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou naquela cidade. — De 
20 de Novembro de i653. 486;" 

Alvará a Luís Mendes de Vasconcelos, moço da câmara, filho de Manuel de 
Vasconcelos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 15*4.00 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços feitos em Angola, e na Baía e Pernambuco, com Lou- 
renço Correia de Brito e Pedro César de Meneses. — De 10 de Janeiro 
de 1(04. 

Alvará a Francisco Jorge de Oliveira, moço da câmara, natural da freguesia do 
Prado, termo de Braga, rilho de Pedro Jorge de S. Miguel, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos bons serviços que tem prestado no 
lugar de escrivão da Aposentadoria. — De 10 de Janeiro de 1654. 488 

Alvará a João Ferreira, natural de Lisboa, rilho de Belchior Martins de Carva- 
lho, dos foros de escudeiro-fidalgo e ridalgo-cavaleiro com i;?3oo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de ser- 
vir na província de Angola. — De 1 1 de Abril de 1662. 488 

Alvará a Duarte Martins da Costa, morador em Tânger, rilho de Jerónimo Bor- 
ges da Costa, ridalgo-cavaleiro, dos foros de escudeiro-tidalgo e cava- 
leiro-ridalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços feitos naquela cidade. — De 6 de Janeiro de 1654. 488 v 

Alvará a Domingos Pinto, morador em Mazagão, rilho de João Pinto, dos foros 
de escudeiro-ridalgo e ridalgo-cavaleiro com 7S0 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — -De 3o de 
Outubro de 1654. 480 

Alvará a Gonçalo de Paiva, morador em Mazagão, filho de Baptista Fragoso, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — 
De 20 de Setembro de i653. 489 



■74 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a João Nunes Santarém, filho de Inácio Nunes, do foro de cavaleiro-fi- 
dalgo com 75o réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou em Holanda ao embaixador Tristão de Men- 
donça Furtado e ao Conde de Odemira. — De 20 de Maio de 1654. 480, v 

Alvará a António Rebelo da Mota, natural de Santarém, filho de António Re- 
belo da Mota, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Elvas. — De i5 de Maio de 1654. 489 v 

Alvará a João Baptista Maciel, filho de Manuel Vaz Ribeiro e irmão de Fran- 
cisco da Silveira, cavaleiro-fidalgo, e sobrinho de Francisco Gaspar, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos serviços que 
seus irmão e tio prestaram na Beira, Brasil e na batalha de Alcácer. — 
De 10 de Agosto de ió53. 490 

Alvará a António de Faria Baracho, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural da 
cidade do Salvador, filho de Diogo Baracho, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 91)0 réis de moradia por mês 
e i alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 
29 de Junho de 1034. 490 v 

Alvará a António Falcão da Silva, moço da câmara, natural de Coimbra, filho 
de António Gonçalves Cardoso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 18 de Julho de 16Õ4. 490 v 

Alvará a Henrique Correia da Silva, moço da câmara, natural de Lisboa, filho 
de António Correia da Silva, também moço da câmara, dos foros de es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ioo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de Junho de i652. 491 

Alvará a António de Morim, natural da Vila das Pias, filho de Damião de Araújo, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que prestou no lançamento das dízimas na dita vila. — De 12 de 
Setembro de 1ÓD4. 491 

Alvará a Estêvão Soares Monteiro, natural de Santarém, filho de Luís Soares, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
diapor mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
em Pernes, como escrivão das décimas. — De 3 de Abril de 1 655. 491 v 

Alvará a Paulo Gomes de Abreu, morador em Mazagão, filho de Diogo Gomes, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali feitos. — De 20 de Novembro de 1 653. 491 v 

Alvará a Francisco Videira, morador em Mazagão, filho de Francisco Videira, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — 
De 20 de Dezembro de i653. 492 

Alvará a Manuel Gonçalves Martins, morador em Mazagão, filho de Diogo Mar- 
tins da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços 
ali prestados. — De 2 de Novembro de i653. 492 



MATRICULA DOS MORADORRS DA CASA RIAL i 7 5 

Folhas 

Alvará a João Ramos, morador em Tanger, lilho de Afonso Ramos, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaieiro-fidalgo com 75o reis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços fei- 
tos naquela cidade. — De b de Setembro de 1654. 492 r 

Alvará a Manuel de Mendonça, morador em Tânger, rilho de Matias de Men- 
donça, cavaieiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-íidalgo e cavaleiro - fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 9 de Setembro de 1GS4. uj2 1 

Alvará a Manuel da Fonseca Ramerão, morador em Tânger, filho de Francisco 
Ferreira, cavaleiro-fidalgd, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados naquela cidade. — De 9 de Setembro de 1654. 490 

Alvará a Fernão Machado, natural de Tânger, filho de Vicente Calado Ribeiro, 
ca\aleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-lidalgo com 
900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali feitos. — De 7 de Outubro de iG5i. 4g3 

Alvará a Salvador da Silva, natural de Tomar, filho de Domingos Clemente da 
Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaieiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na armada e no Alentejo. — De 7 de Novembro de 1654. 093 v 

Alvará a Pedro Correia, natural de Belas, termo de Lisboa, filho de João Fer- 
nandes Tuga, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaieiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como militar e como escrivão das décimas na referida fre- 
guesia. — De 5 de Setembro de 1054. 493^ 

Alvará a António de Matos, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Fran- 
cisco de Matos Soeiro, cavaieiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaieiro-fidalgo com i.#3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 3 de Dezembro 
de 1660. 494 

Alvará a André Botelho, cavaieiro-fidalgo, morador em Mazagão, filho de Antó- 
nio Botelho Freire, escudeiro-fidalgo, fixando o dito foro em icooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados naquela cidade. — De 9 de Novembro de 1654. 41)4 

Alvará a João Pereira, natural de Braga, filho de Pedro Vaz Pereira, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com i.rooo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Cas- 
cais e na Beira, e como oficial do cartório de Fernão Gomes da Gama, 
que foi cavaieiro-fidalgo. — De i5 de Dezembro de 1G67. 494'' 

Alvará a Luís de Matos, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Fran- 
cisco de Matos Soeiro, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaieiro-fidalgo com ic3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 3 de Dezem- 
bro de 1G60. 495 v 

Alvará a Sebastião da Rocha Godinho, natural da vila de Alvito, filho de Afonso 
Godinho da Rocha, neto de Afonso Vaz Gago, cavaleiro-lidalgo, e bis- 
neto de Martim Afonso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-li- 
dalgo com i.^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Olivença e na dita vila. — De 12 de 
Setembro de 1G54. 495 v 



,-,- LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Diogo Gil de Pinho, rilho de António Gil, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro fidalgo e cavaleiro-tidalgo com icooo réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços que seu pai 
prestou em Mazagáo. — De 5 de Setembro de 1G62. lo' i 

Alvará a Luís de Azambuja, natural de Tânger, rilho de Francisco de Azam- 
buja, cavaleiro-tidalgo dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-tidalgo 
com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos 
serviços ali prestados. — De 11 de Setembro de 1ÓD4. 496 v 

Alvará a Aurélio de Miranda, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho de Ma- 
nuel Fernandes, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-tidalgo çom 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de 
Novembm de 1645. 4 l /> >' 

Alvará a Pedro Colares, natural da freguesia de Arranho, termo de Lisboa, fi- 
lho de Dinis Carvalho, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-tidalgo 
com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na cidade da Baia e na referida freguesia. —De 20 
de Novembro de 1654. 4'. '7 

Alvará a Sebastião Monteiro, moço da câmara, natural da Ilha Graciosa, rilho 
de Manuel Lobar de Calhau, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 22 de Outubro de 1634. 4 l J7 

Alvará a João Ferreira, morador em Tânger, tilho de Estêvão Ferreira, cava- 
leiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-tidalgo com 900 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados naquela cidade. — De 7 de Setembro de 1654. 497 v 

Alvará a António de Sousa de Magalhães, natural de Mazagáo, filho de Domin- 
gos de Magalhães Carneiro, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro- 
-tidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Janeiro de i655. 498 

Alvará a Pedro de Figueiredo, morador em Tânger, filho de António Rodrigues 
de Figueiredo, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cava- 
leiro-tidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; atendendo aos serviços que seu pai ali prestou. — De (sic) de 
Outubro de 1654. 4'.i N 

Alvará a Manuel da Fonseca, natural de Évora, filho de Miguel Simões, dos 
foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.^200 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo, Espanha, Brasil e Mazagáo, com D. António Oquendo, e tam- 
bém pelos de seu filho Sebastião Boto da Fonseca, feitos na índia. — De 
7 de Abril de 1660. 499 

Alvará a Manuel Guedes Aranha, natural do Maranhão, filho de Francisco Gue- 
des Aranha, do foro de cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Pará. — 
De 20 de Janeiro de i655. 499 v 

Alvará a Brás Vilela, morador em Tânger, filho de André Vilela, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com icooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados naquela cidade. — De 20 de Janeiro de i655. 5oo 



MATRÍCU1 \ DOS MORADOR] S DA CASA RIAL 



'77 



Folhas 

Alvará a Francisco de Magalhães, morador em Tânger, lllho de Manuel de 
Sousa de Magalhães, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mès e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 6 de Novembro de 1104. 5oo v 

Alvará a António Craveiro, natural de Manteigas, rilho de Gaspar Craveiro, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com y5o réis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Baia. — 
De 20 de Janeiro de i655. Soo v 

Alvará a Leonardo de Abreu, natural de Torres Vedras, filho de Álvaro Antu- 
nes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou em Mazagão. — De 29 de Dezembro de i653. 5o 1 

Alvará a Matias Gonçalves Machado, morador em Tânger, filho de Manuel Ma- 
chado Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com i)5o réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali feitos. — De 9 de Setembro de 1654. 5oi 

Alvará a João Rodrigues de Matos, morador em Tânger, filho de André Rodri- 
gues, cavaleiro-fidalgo, e neto de Amaro Rodrigues, também cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis 
de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
feitos. — De i5 de Maio de i655. 5oi v 

Alvará a Bartolomeu Martins Canhão, natural da vila da Fronteira, comarca de 
Avis, filho de Brás Martins Canhão, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 7 3o réis de moradia por mês e i alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita vila. — De 3o de Abril de i655. 5o2 

Alvará a Francisco Fortes de Orneias, natural das Caldas da Rainha, filho de 
António de Freitas Machado, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 75o réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na armada, Alentejo e Cascais. — De 3o 
de Abril de [655. 5o2 

Alvará a Francisco Rodrigues Serrão, natural de Mazagão, filho de Gaspar Ro- 
drigues Serrão, neto de António Serrão, moço da câmara, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — 
De 20 de Janeiro de i655. 5o2 v 

Alvará a Francisco Lopes Tavares, morador em Tânger, filho de Sebastião Lo- 
pes Tavares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1 .-200 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por 
dia; atendendo aos serviços que seu pai ali prestou. — De 29 de Junho 
de IÕ55. 5o2 v 

Alvará a João Sanches de Leiro, natural de Lisboa, filho de André de Leiro, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que por morte de seu pai lhe 
pertence. — De 25 de Junho de [655. 5o3 

Alvará a Miguel Gonçalves da Costa, morador em Mazagão, filho de Brás Gon- 
çalves, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; 
atendendo aos serviços que seu pai prestou naquela cidade. — De 25 de 
Junho de i655. í>°3 



178 



LIVRO V 



Alvará a Inácio Faleiro, morador em Mazagão, filho de Gaspar Alvares Falei- 
ro, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali prestados. — De 20 de Dezembro de i653. 



Folhas 



DOJ V 



Alvará a António Vieira, morador em Mazagão, filho de Diogo Alvares Correia, 
dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiru-fidalgo com 7D0 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — 
De 20 de Dezembro de i653. 



5o!3 v 



Alvará a Manuel de Almeida de Sousa, natural do Porto, rilho de Miguel de 
Almeida, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis 



de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. 
[655. 



De iti de Julho de 



204 



Alvará a Aleixo de Guevara, morador em Tânger, filho de Pedro de Guevara, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 4 de Setembro de i65q. 



^04 



Alvará a Simão Nobre, filho de Álvaro Nobre, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo 
a forma como foi recebido no seu palácio do Cercal, termo do Cadaval, 
D. Afonso VI, quando ali passou. — De i5 de Dezembro de 1654. 



bo\v 



Alvará a Manuel Pais, morador em Tânger, filho de Rodrigo Pais, cavaleiro- 
-tídalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 1C200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali feitos. — De 25 de Junho de ió55. 



504 v 



Alvará a António Mouro, morador em Tânger, rilho de Francisco do Couto 
Fernandes, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 28 de Junho de i655. 



5o5 



Alvará a Francisco Cardoso, natural de Lisboa, filho de José Cardoso, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na cidade 
da Baía. — De 16 de Julho de i655. 



5o5 



Alvará a Lourenço Pinhana Velho, natural de Setúbal, filho de João Pinhana 
Velho, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Tânger. — De 7 de Novembro de 1104. 



5o5 



Alvará a António Pereira da Silva, natural de Lisboa, filho de Francisco Fer- 
nandes Maceira, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que a pe- 
dido do Dr. Lourenço da Gama Pereira lhe foram concedidos. — De 7 
de Agosto de [655. 



D03 v 



Alvará a João Pessoa Homem, natural de Ceia, termo da Guarda, morador na 
vila de Santa Marinha, filho de Domingos Ribeiro Pestana, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 750 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na praça de Al- 
meida, no Forte da Vila de Fontes e no Castelo do Guardão. — De iò 
de Junho de i655. 



rio d v 



MATRIC1 LA DOS «ORADORES NA CASA RIAL 



179 



Folhas 

Alvará a Francisco Soares de Melo, natural da Ilha de S. Miguel, li lho de Cris- 
tóvão Soares de Melo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos na mesma ilha. — De 7 de Agosto de i655. 5o6 

Alvará a Francisco Carvalho, natural da freguesia de S. João dos Montes, filho 
de Bartolomeu Rodrigues, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos seus serviços. — De 12 de Agosto de i655. 5o6 

Alvará a Mateus Gonçalves, morador em Tânger, filho de Duarte de Freitas, 
dos furos de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com "5o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 26 de Junho de i655. 5o6 v 

Alvará a Rui Dias da Silveira, morador em Mazagão, filho de Jorge Pinto Ca- 
bral, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com i-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali prestados. — De 20 de Dezembro de i653. 5o6 v 

4 

Alvará a Francisco Leote, morador em Tânger, filho de Gaspar Leote, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 10000 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou naquela cidade. — De 20 de Junho de iõ55. 507 

Alvará a Tomé Gonçalves Tavares, morador em Tanger, filho de António Cor- 
reia de Andrade, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i$5oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a 
condição de servir na índia. — De 12 de Fevereiro de 1670. 507 

Alvará a Francisco Viegas de Lima, moço da câmara, natural dos Arcos de 
Valdevez, filho de Francisco Megas, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no lançamento das décimas nas 
freguesias de Lisboa. — De 4 de Dezembro de i655. 507 v 

Alvará a Cristóvão Pimenta Carrasco, natural de Oeiras, filho de Luís Gonçal- 
ves da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados nas fortalezas de S. Julião da Barra de Lisboa e na de Santo 
António em Cascais. — De 20 de Novembro de iõ55. 5o8 

Alvará a Domingos de'Mesquita Teixeira, moço da câmara, natural de Vila Rial, 
filho de António Martins Barreto, dos foros de escudeiro-lidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 5 de Novembro de i655. 5o8 

Alvará a Manuel Figueira, natural de Sousel, filho de Manuel Garcia Figueira, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
arrecadação das décimas nas freguesias de Lisboa. — De G de Novem- 
bro de i655. 5o8 v 

Alvará a Marfim Afonso, morador em Tânger, filho de Sebastião do Couto, doa 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com itf&ooo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
naquela cidade e na de Évora. — De 20 de Agosto de 1670. 5o8 v 



l8o LIVRO V 



[•'olhas 

Alvará a Diogo Vieira, natural de Pernes, termo de Alcanede, filho de Gabriel 
Lourenço, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 5 de Novembro de i655. 509 

Alvará a Jerónimo de Matos, natural de Pontével, filho de André de Matos, dos 
foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos em Salva- 
terra e Elvas. — De 5 de Dezembro de io55. 5092' 

Alvará a Luís Castanho, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, filho de Fran- 
cisco Castanho, fixando o dito foro em 800 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou naquela cidade e 
pelos de seu sogro, Pedro da Silva, também ali feitos. — De i5 de No- 
vembro de i655. 509 v 

Alvará a João de Oliveira, natural de Cabeço de Vide, filho de Manuel Rodri- 
gues, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que pres- 
tou como oficial das décimas das freguesias de Lisboa. — De 6" de No- 
vembro de 1 65 5. õio 

Alvará a António Correia da Cunha, moço da câmara, natural de Lisboa, filho 
de Jerónimo Correia, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com i.^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviço de seu pai. — De 22 de Novembro 
de i655. 5io 

Alvará a Sebastião Madeira da Fonseca, natural de Lisboa, filho de Francisco 
Dias da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com i.rioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De i5 de Novem- 
bro de i655. 5io v 

Alvará a Duarte Velez Pacheco, morador em Tânger, filho de Belchior Velez, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
icoõo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De ib de Novembro de i658. 5 10 v 

Alvará a Vicente Ribeiro de Morais, natural de Évora, filho de Manuel Ribeiro, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na 
Beira e Alentejo, e na armada que foi a França. — De 10 de Novembro 
de i655. 5i 1 

Alvará a Gaspar Godinho de Macedo, natural de Santarém, filho de António 
de Barros, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com i.^ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De i5 de Novembro de iG55. 5 1 1 v 

Alvará a Bernardo Cardoso, moço da câmara, natural de S. Pedro do Sul, termo 
de Viseu, filho de Domingos Alvares, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 7Õ0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 3i de Dezembro de i655. 5i2 

Alvará a Diogo Moniz da Silva, natural de Lisboa, filho de Diogo Moniz da 
Silva, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na armada, no Alentejo e Brasil. — De 2 de Novem- 
bro de 1646. 5i2 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL [8l 



Folhas 

Alvará a Gaspar Leitão, natural da Certa, filho de Gaspar Leitão, dos foros de 
escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com y5o réis de moradia por mes e 
i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Te- 
lena, Vila Nova dei FresnOj Peniche, e em Tânger com o Conde da Eri- 
ceira, D. Fernando de Meneses. — De 20 de .Março de 16 012 

Alvará a Cristóvão da Silva Machado, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Tânger, filho de António de Morais da Silva, dos foros de escudeiro- 
-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com ir5oo réis de moradia por més e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 
g de Fevereiro de [656. 5 13 

Alvará a Simão Manuel Monteiro, natural e morador em Tibaldinho, freguesia 
de Alcafache, concelho de Azurara da Beira, termo de Viseu, filho de 
Simão Manuel Monteiro, do foro de cavaleiro-fidalgo com 706 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos no referido concelho.- — De 3o de Janeiro de i656. 5 1 3 v 

Alvará a Manuel Gomes de Oliveira, natural do Seixal, termo de Almada, fi- 
lho de Domingos Martins, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados no Alentejo, e como oficial do cartório do es- 
crivão de fazenda Fernão Gomes da Gama. — De 3o de Janeiro de i656. 5i3 u 

Alvará a Manuel Salgado, natural de Lisboa, filho de Gonçalo Rodrigues Sal- 
gado, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com "]bo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na armada, Bragança e Baía. — De 20 de Novembro de i655. 014 

Alvará a Simão Falcão Souto Maior, natural de Lisboa, filho de António Fal- 
cão, do toro de cavaleiro-ridalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na índia. — De G de 
Fevereiro de i656, 014 v 

Alvará a Manuel de Oliveira de Vasconcelos, natural de Lisboa, filho de Fran- 
cisco de Seixas de Vasconcelos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com i-^ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no lugar de escrivão 
dos Contos do Reino. — De 5 de Dezembro de i655. 5i5 

Alvará a Manuel de Brito Leite, natural de Santarém, filho de Jorge de Barros 
Leite, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou em Almeirim. — De i5 de Abril de i656. 5i5 

Alvará a Silvestre Corvinel, moço da câmara, natural dos Arcos de Valdevez, 
filho de Simão Barbosa, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com ltioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De i5 de Abril de i656. 5i5t« 

Alvará a António de Vivaldo, morador em Tânger, rilho de João Calado de Ni- 
valdo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 780 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali feitos. — De 6 de Junho de i' 1 ^. 5i5f 

Alvará a João Gonçalves de Castilho, morador em Mazagão, rilho de Diogo 
Gonçalves de Castilho, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 75o réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos naquela cidade. — De 5 de Maio de [656. 5i6 



182 LIVRO V 



t úlhas 

Alvará a Belchior de Viveiros, natural da Ilha de S. Miguel, filho de Gaspar de 
Viveiros de Vasconcelos, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 7Õ0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados em Tânger. — De i5 de Abril de i656. 5 16 

Alvará a Francisco da Rocha, cavaleiro-fidalgo, filho de Álvaro Simões, fixando 
o dito foro em 1 0*200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou nos socorros ao Brasil. — De 6 de 
Maio de i656. 5 16 v 

Alvará a António de Morais, morador em Mazagão, rilho de Manuel de Morais, 
dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-ridalgo com ~jbo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo ao serviços que 
seu pai ali prestou. — De 5 de Julho de ió53. 5i6 v 

Alvará a Francisco de Morais, filho de Manuel de Morais, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Maza- 
gão. — De 5 de Julho de 1 653. 517 

Alvará a Diogo Pereira Português, morador em Mazagão, filho de João Portu- 
guês, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-ridalgo 
com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 5 de Outubro de iõ5o. D17 v 

Alvará a Barnabé Antunes, morador em Mazagão, rilho de Lourenço Afonso, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-ridalgo com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços feitos naquela cidade. — De 6 de Novembro de i653. 517 v 

Alvará a João Gonçalves Gil, morador em Mazagão, filho de Francisco Gonçal- 
ves, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali feitos. — De 20 de Dezembro de ib53. 5i8 

Alvará a Brás Gonçalves, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, rilho de Ma- 
nuel Gonçalves, também cavaleiro-ridalgo, fixando o dito foro em icioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
feitos naquela cidade. — De 6 de Dezembro de i65i. 5i8 

Alvará a João Gonçalves de Castilho, cavaleiro-ridalgo, morador em Mazagão, 
filho de Manuel Gonçalves, também cavaleiro-ridalgo, fixando o dito foro 
em icíooo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que prestou naquela cidade. — De i3 de Agosto de i655. n N 

Alvará a Francisco Afonso Português, morador em Mazagão, filho de João Por- 
tuguês, fixando o dito foro em 1-000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De i3 de Se- 
tembro de i652. 5 18 v 

Alvará a António Gil Lobato, cavaleiro-ridalgo, morador em Mazagão, rilho de 
Nuno Alvares do Couto, também cavaleiro-ridalgo. fixando o dito firo 
em i.~ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados naquela cidade. — De ió de Agosto de i655. 5io, 

Alvará a Manuel de Azevedo de Magalhães, natural da freguesia de Ancede, 
termo do Porto, filho de Pedro Ferreira, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por més e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços feitos no Alentejo e Brasil. — De 5 de No- 
vembro de iõõq. S20 



MATRÍCULA DOS MORADORF.S DA CASA RIAL l83 

Folhas 

Alvará a Pascoal Rodrigues Jurge, natural de Lisboa, filho de Manuel Rodri- 
gues Jurge, cavaleiro da Ordem de Cristo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidaigo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Brasil. —De 9 de Julho de 
[655. 520 v 

Alvará a Pedro Antunes, natural de Barcelos, filho de Pedro Gonçalves, do foro 
cavaleiro-fidaigo com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados em Coimbra, Cascais e Brasil 
com o Conde de Cantanhede. — De 19 de Maio de 1661. 52 1 

Alvará a Jerónimo Pacheco, moço da câmara, natural de Angeja, lilho de Ma 
nuel Pacheco, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com 
ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Paço. — De 9 de Agosto de 1662. 52 1 

Alvará a Cristóvão de Carvalho, moço da câmara, natural de Faro, filho de Ma- 
nuel Fernandes de Carvalho, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1OJ6100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 20 de Maio de i656. 

Alvará a Jerónimo da Fonseca Botelho, moço da câmara, natural de Lisboa, ti- 52 1 v 

lho de Manuel da Fonseca, cavaleiro-fidaigo, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidaigo com Soo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta cidade. — De 18 de 
Junho de i656. 522 

Alvará a Francisco Pessanha, natural de Lisboa, filho de Luís Pessanha, cava- 
leiro-fidaigo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com [$200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos 
serviços de seu pai. — De u de Junho de i656. 522 

Alvará a João Pessanha, natural de Lisboa, filho de Luís Pessanha, cavaleiro- 
fidaigo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com [$200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
de seu pai. — De 11 de Junho de 166G. 522 

Alvará a Cristóvão Pessanha, filho de Luís Pessanha, cavaleiro-fidaigo, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com i$2oo réis de moradia 
por mês e t alqueire de cevada por dia; pelos serviços de seu pai. — De 
11 de Junho de i656. 522 v 

Alvará a Francisco Maciel, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Antó- 
nio Maciel, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com í^ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados nas jornadas de Salvaterra e Almeirim, nas embaixadas de 
Roma e Inglaterra, e como oficial da Secretaria das mercês. — De i3 de 
Dezembro de 1674. 522 v 

Alvará a Francisco Leitão da Silva, natural de Lisboa, filho de Manuel Leitão 
da Silva, cavaleiro-fidaigo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com i.yooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; atendendo aos serviços de seu pai feitos em Mazagão. — -De 20 de 
Junho de i656. 523 

Alvará a Francisco Pereira da Silva, natural da Ilha da Madeira, lilho de Fer- 
não Gonçalves Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos em Tânger. — De 20 de Junho de i6?tí. 5-23 ;' 



184 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a António Correia, morador em Tânger, filho de Afonso Correia, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia 
por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos em Tân- 
ger. — De 26 de Junho de ió5b. 523 v 

Alvará a Pedro de Figueiredo de Valadares, natural de Tomar, filho de Pedro 
de Valadares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com Soo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 19 de Outubro de 
[656. 324 

Alvará a Manuel Ferreira Banha, natural de Tânger, rilho de Jerónimo Ferreira, 
dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com ySo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo e no Brasil. — De 26 de Junho de i656. Í24 

Alvará a Domingos de Barros Coutinho, natural de Lagos, filho de António 
Cardoso Coutinho, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na armada e no Brasil. — De 26 de Junho de i656. 524^ 

Alvará a João de Sousa, natural da Ilha de S. Miguel, rilho de Roque de Sou- 
sa, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 780 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; peíos serviços feitos 
nas guerras do Brasil. — De 25 de Junho de i655. 525 

Alvará a Luís Taveira, natural de Mazagao, filho de João Taveira, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos naquela cidade. — De 
i5 de Julho de i656. 525 

Alvará a Domingos Pires do Amaral, morador em Mazagão, filho de Salvador 
do Amaral, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De i5 de Maio de 1662. 525 v 

Alvará a Francisco Munhós de Aldana, natural de Belas, filho de João Munhós, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Angola com o governador Pedro César de Meneses, e na armada que 
foi a Cádis. — De 10 de Setembro de i652. 526 

Alvará a Bartolomeu Correia, filho de Rodrigo Correia, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro-fidalgoe cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços que seu pai 
prestou em Tânger. — De 3 de Março de [656. 026 v 

Alvará a António Fernandes Lemide. morador em Tânger, filho de António Si- 
mões, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rooo réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
feitos. — De 27 de Outubro de ió56. "-7 

Alvará a Salvador Rodrigues, natural de Tânger, tilho de Manuel André, d< >s 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.~ooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela 
cidade. — De 26 de Outubro de i656. 527 ;■ 

Alvará a Francisco do Couto, morador em Tânger, filho de Francisco do Cou- 
to, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 26 de Outubro de [656. 527 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL i85 



Folhas 



Alvará a Rui Dias da Costa, morador em Mazagão, filho de António Barriga, 
cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
800 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 5 de Julho de i656. 228 

Alvará a António Barbosa, natural de Mazagão, filho de Manuel Rodrigues, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela 
cidade. — De g de Janeiro de 1607. 528 

Alvará a Belchior Velez de Morais, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger, filho 
de Francisco Quaresma, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro 
em i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em 
atenção aos serviços de seu pai. — De 20 de Novembro de io55. 



D28 v 



Alvará a André Carvalho Preto, moço da câmara, natural de Unhos, filho de 
António Jorge Preto, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com ySo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que a 
pedido de Luís Vaz Póvoas lhe foram concedidos. — De 19 de Fevereiro 
de 1628. 5282; 

Alvará a Sebastião de Andrade, natural de Lisboa, filho de Damião de Andra- 
de, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.55000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que 
pelos serviços de seu pai lhe pertencem. — De 19 de Outubro de i656. 328 v 

Alvará a Álvaro Rebelo de Sá, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
António Lopes Rebelo e neto de Álvaro Rebelo, que também foi moço 
da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7.10 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição 
de ir à índia. — De 1 de Fevereiro de ió5o. 529 

Alvará a Pedro Fernandes de Figueiredo, morador em Tânger, filho de Manuel 
Fernandes de Figueiredo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com i-~o5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 26 de Ju- 
nho de i655. 529 

Alvará a Vicente Carvalho de Roias, natural de Lisboa, filho de Rafael Carva- 
lho de Roias, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mafra e Peniche. — De 9 de Maio de 1657. o-ig i> 

Alvará a António de Oliveira, natural da Batalha, termo de Leiria, filho de 
Diogo Antunes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços feitos na armada, Alentejo e Cascais. — De 9 de Maio de 1ÕD7. 53o 

Alvará a Sebastião Duarte, natural da vila das Comeiras (sic), termo de Santa- 
rém, filho de Domingos Henriques, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — De 5 de Junho de 1(07. 53o 

Alvará a Feliciano da Cunha Moura, natural de Braga, filho de Gaspar Alva- 
res da Cunha, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mazagão. — De 29 de Maio de 1657. 53o v 



2| 



l8Ó LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Luís Fernandes Freire, natural de Mazagão, filho de Gonçalo Fernan- 
des, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com 7^0 réis de 
moradia por mrs e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na dita cidade. — De 3o de Maio de 1657. 33o v 

Alvará a Luís de Loureiro de Figueiredo, natural de Mazagão, filho de Leo- 
nardo Bravu de Brito e neto de Luís de Loureiro de Figueiredo, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ridalgo com icíooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 20 de Maio de 16^7. 53i 

Alvará a Diogo Ferreira Mialha, natural de Tânger, rilho de Jerónimo Ferreira 
Mialha, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e eavaleiro-fi- 
dalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na dita cidade, e na tomada das vilas de Val- 
verde, Figueira de Vargas, Olivença e Vila Nova dei Fresno, indo de- 
pois servir no Brasil. — De 29 de Maio de 10.-7. 53 1 

Alvará a João Rodrigues Mimoso, natural de Tânger, rilho de Salvador Rodri- 
gues, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços que seu pai prestou na dita cidade. — De 9 de Maio de 1657. 532 

Alvará a António Ribeiro Calado, natural de Tânger, filho de Diogo Ribeiro 
Calado, cavaleiro-ridaigo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na dita cidade. — De 28 de Outubro de i656. r32 

Alvará a João de Almeida, natural de Tânger, rilho de José de Almeida, cava- 
leiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-ridalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 29 de Maio de 1657. 532 v 

Alvará a Pedro da Costa, morador em Tânger, rilho de João da Costa, dos fo- 
ros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-ridalgo com i.rioo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou na dita cidade. — De 18 de Outubro de i656. 533 

Alvará a Matias do Couto Barreiros, natural de Mazagão, rilho de Nuno Alva- 
res do Couto, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 3o de Maio de 
1657. ?33 

Alvará a Manuel da Silva, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Tomás 
da Silva Magriço, cavaleiro-ridalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — De 9 de Maio de ióry. 533 v 

Alvará a Martim Borges de Azevedo, natural de Leiria, rilho de António de 
Azevedo, do foro de cavaleiro-ridalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 9 de Maio de 1657. ?33 v 

Alvará ao licenciado Francisco Lopes Henriques, natural de Setúbal, rilho de 
Pedro Lopes Henriques, do foro de cavaleiro-ridalgo com irooo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Madrid aos portugueses que ali se achavam presos, entre eles 
Gonçalo de Sousa, escrivão da câmara da cidade de Coimbra. — De 24 
de Setembro de i653. 534 



VIATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIM. 



187 



Folha 

Alvará a Miguel Tavares Leitão, moço da câmara, natural da Certa, lilho de 
Manuel Leitão Pinheiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ti- 
dalgo com i$ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Paço. — -De [6 de Março de 1657. 53-i r 

Alvará a António Mourão, morador em Ma/agão, lilho de Simão Dias, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita ci- 
dade. — De 3o de Julho de 1657. 53-L p 

Alvará a Domingos Vaz Rosa, natural de Tânger, lilho de António Vaz, cava- 
leiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De i5 de Julho de 1Ò57. 535 

Alvará a Jacinto Romeiro Belo, morador em Mazagão, filho de Francisco Ro- 
drigues Belo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês de e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servi- 
ços prestados na dita cidade. — De 6 de Julho de i656. 535 v 

Alvará a Manuel de Sousa, natural de Punhete, filho de Gaspar Correia, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com y?o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no presídio de Cascais. — De 22 de Agosto de 1(07. 535 v 

Alvará a Domingos de Magalhães, natural de Mazagão, filho de António de 
Sousa, cavaleiro-fidalgo, e neto de Domingos de Magalhães Carneiro, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
ali prestou. — -De 29 de Maio de 1657. 536 

Alvará a Luís de Morais, moço da câmara, natural de Figueiró da Granja, filho 
de Francisco Morais, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Paço. — De 22 de Agosto de 1657. 536 

Alvará a Francisco Rebelo de Contreiras, natural de Torres Novas, filho de An- 
tónio Simões de Contreiras, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-tidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 22 de Agosto de 1657. 536 v 

Alvará a Francisco de Andrada Botelho, moço da câmara, natural de Lisboa, 
lilho de António Francisco Pinto, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados em França ao embaixador Marquês de 
Nisa, e ao Dr. Francisco de Andrada Leitão. — De 16 de Agosto de ióSy. 536 v 

Alvará a Jordão Alvares Cravo, natural de Lisboa, filho de Francisco Martins 
Cravo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados no Alentejo e na Beira. — De 9 de Maio de 1657. 537 

Alvará a António de Figueiredo, natural de Mazagão, filho de Manuel Dias, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 29 de Maio de 1(07. 537 v 

Alvará a Baltasar Teixeira Fontoura, moço da câmara, natural de Sacavém, fi- 
lho de Simão Rodrigues de Castro, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 22 de Agosto de 1657. 538 



LIVRO V 



I olhas 

Alvará a Francisco Pinto Pacheco, natural de Lisboa, filho de António Pinto 
Pacheco, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com qoo réis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Tânger, com António Lopes Jorge. — De 14 de Março de 1G64. ?38 

Alvará a Domingos Henriques, natural de Penacova, filho de António João, do 
foro de cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Cascais e Elvas. — De 
[5 de Setembro de ióry. 338 v 

Alvará a Sebastião Pereira de Miranda, moço da câmara, filho de Bento Pe- 
reira de Miranda, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 5 de Setembro de 
i63 7 . 539 

Alvará a Manuel da Fonseca, morador em Tânger, filho de Simão da Fonseca, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
qoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos ser- 
viços prestados na dita cidade. — De 26 de Junho de 166?. 53g v 

Alvará a João de Faria Pacheco, natural de Setúbal, filho de Manuel Belo Proen- 
ça, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
no Alentejo e no Brasil. — De i5 de Setembro de 16.-7. 53q v 

Alvará a João Tavares de Arois, natural de Lisboa, filho de Simão Tavares de 
Arois, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1S400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
atendendo aos serviços que seu pai prestou no Paço. — De 22 de Outu- 
bro de 1682. 540 

Alvará a Francisco Jorge de Arouche, natural de Lisboa, filho de Gaspar Jorge, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo, Beira, Vila Nova dei Fresno. Vila de Sarça, Castelo de Mendo, 
Ilha Terceira e Brasil, e em Cascais com o Conde de Soure. — De 3o de 
Dezembro de 1637. 340 v 

Alvará a Miguel de Figueiredo Borges, moço da câmara, natural de Águeda, fi- 
lho de Manuel de Cerveira da Cunha, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com ijioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 24 de Dezembro 
de 1657. ?4i 

Alvará a Martim Anes da Fonseca, natural de Tânger, filho de Simão da Fon- 
seca de Sá, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo, com ()00 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 14 de Dezembro de 
IÕ3-. T41 

Alvará a Valentim de Oliveira, natural de Tânger, filho de Luís Serrado, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — 
De 14 de Dezembro de 1657. 54 \ 

Alvará a Antão de Lordelo, morador em Tânger, filho de Baltasar Martins de 
Lordelo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 1^200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De i5 de Dezembro de 
1637. f>4i ;• 



UAI RIC1 LA DOS MOR UDOR1 S DA CASA R] M 



lãg 



Alvará a Afonso Leote, natural de Tânger, filho de Gaspar Leote, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com i$ooo réis de moradia por mês 
e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na 
dita cidade. — De 14 de Dezembro de 1657. 



Folhai 



.141 V 



Alvará a Jorge Viegas, natural de Tânger, filho de António Rodrigues e neto de 
Manuel Rodrigues, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com 

75o réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que seu pai prestou na dita cidade. — De i5 de Dezembro de 1057. 5 J.2 

Alvará a .Manuel Rodrigues, natural de Tanger, filho de António Rodrigues e 
neto de Manuel Rodrigues, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
daigo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De i5 de Dezembro de 1 63 7 . 342 v 

Alvará a João da Mota, natural de Lisboa, filho de António da Mota, do foro 
de cavaleiro-fidaigo com 750 réis de moradia por mes e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 8 de Fevereiro de i658. 342 v 



Alvará a Bartolomeu Rombo, natural de Tânger, filho de Sebastião Rombo, ca- 
valeiro-fidaigo, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-fidaigo com 0.00 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados naquela cidade. — De i5 de Dezembro de 1657. 542 v 

Alvará a Pedro Delgado, natural de Tânger, filho de Sebastião Rombo, cava- 
leiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com 900 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços 
que seu pai prestou na dita cidade. — De 11 de Dezembro de 1(537- b\h 

Alvará a Mateus Pais de Sousa, natural de Tânger, filho de Sebastião Pais, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com i^4ooréis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 14 de Dezembro de 1647. ?43 v 

Alvará a Manuel Carvalho, natural de Tânger, filho de Simão Carvalho Cor- 
reia, cavaleiro-fidaigo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 14 de Dezembro de 1647. 040 v 

Alvará a Manuel Simões, natural do Cadaval, filho de Manuel João, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Angola c 
Rio de Janeiro. — De 5 de Dezembro de 1657. 544 

Alvará a João Salgado, natural de Lisboa, filho de Gonçalo Rodrigues Salga- 
do, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidaigo com 750 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos nas 
províncias de Trás-os-Montes e Beira. — -De 20 Agosto de 1637. 3q t 

Alvará a António Alves Pedroso, natural de Lisboa, filho de Nicolau Alves, dos 

foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com y5o réis de moradia 

por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que prestou em 

Tânger, e pelos de João Rodrigues Machado, cavaleiro da Ordem de 

Cristo, também ali feitos. — De 3 de Dezembro de it'07. 344 ;• 

Alvará a Luís Arrais de Mendonça, morador em Tânger, filho de Pedro Arrais 
de Mendonça, cavaleiro-fidaigo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidaigo com i)ini reis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 4 de Dezembro 
de [671. 545 



1 3° 



LIVRO V 



Folha 



Alvará a José Gomes da Silva, natural de Lisboa, filho de Baltasar Gomes, do 
foro de cavaleiro-fidalgo com 13M00 réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia. — De 4 de Janeiro de i658. ?4? v 

Alvará a Manuel Rodrigues Mimoso, natural de Tânger, filho de Salvador Ro- 
drigues, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi 1 
dalgo com iír 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 14 de Dezembro de 1657. b^b v 

Alvará a Manuel Cabral da Silva, morador em Tânger, filho de Bartolomeu Ca- 
bral da Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na dita cidade. — De 18 de Dezembro de 1657. ?4<i 

Alvará a António Monteiro de Faria, natural de Tânger, filho de Silvestre da 
Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 14 de Dezembro de 1649. 54G 

Alvará a Diogo Dias Valente, natural de Tânger, filho de Francisco de Vila Lo- 
bos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1^200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na dita cidade. — De 14 de Dezembro de iGb~. 546 v 

Alvará a Pedro Leitão Pegado, natural de Tânger, filho de Afonso de Sequeira 
Leitão, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 14 de Dezembro de 1657. 546 v 

Alvará a Álvaro Rodrigues Colares, natural de Tânger, filho de Manuel de Gue- 
vara, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1Í6200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na dita cidade. — De 14 de Dezembro de 1657. 547 

Alvará a António Marreiros Soares, natural de Tânger, filho de Lopo Soares de 
Albergaria, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 14 de Dezembro de 

1657. ^47 ^ 

Alvará a António Rodrigues Tavares, natural de Tânger, filho de Lopo Fernan- 
des Tavares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 22 de Maio de 1670. 547 v 

Alvará a Sebastião Lopes Tavares, natural de Tânger, filho de Manuel Tavares 
de Araújo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 14 de Dezembro de 
1657. 548 

Alvará a Duarte Pessanha, natural de Tânger, filho de Gonçalo Barreto, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com irooo 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na dita cidade. — De i5 de Dezembro de 1637. 548 v 

Alvará a Afonso da Fonseca Barreto, natural de Tânger, filho de Gonçalo Bar- 
reto, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali prestados. — De \b de Dezembro de i6b-j. 548 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA MAL iqi 

Folha» 

Alvará a Bento Marques, natural de 1 ãnger, rilho de Francisco Barreto Mar- 
ques, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na dita cidade. — De 14 de Dezembro de 1637. 540 

Alvará a António do Soveral, cavaleiro-fidalgo, natural de Tânger, tilho de João 
Fernandes do Soveral, também cavaleiro-tidalgo, lixando o dito foro em 
i _ ooo réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na dita cidade com João Carvalho Correia. — De [8 
de Agosto de [657. 5 |g 

Alvará a António Martins de Lordelo, tilho de Pedro Martins de Lordelo, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i-?oo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; aten- 
tendo aos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 3 de Março de 
i663. 549 v 

Alvará a Crispim de Figueiredo, cavaleiro-fidalgo, filho de Pedro de Figueire- 
do, lixando o dito foro em i.tfooo réis de moradia por més c 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que prestou em Tânger, e pelos de 
Gonçalo Correia, filho de Gaspar Fernandes da Ilha, também ali fei- 
tos. — De 2 de Novembro de 1CÔ7. 55o v 

Alvará a Sebastião Freire da Fonseca, natural de Penela, rilho de António Frei- 
re, do foro de cavaleiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Elvas. — De 9 de 
Maio de i658. 55o r 

Alvará a Afonso Leitão, natural de Mazagão, filho de António Leitão, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na dita cidade. — De 29 de Maio de 1657. 55 1 

Alvará a João Lopes Cabreira, natural da Golegã, rilho de Domingos Duarte, 
dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo, Valverde, Alconchel, Vila Nova dei Fresno, Figueira de Var- 
gas e Brasil. — De i3 de Maio de i658. 55i 

Alvará a Pedro Alvares Pereira, filho de António Alvares Pedroso, cavaleiro-ti- 
dalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-tidalgo com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Tânger com João Rodrigues Machado, que foi cavaleiro da Or- 
dem de Cristo. — De i3 de Maio de iG58. 55 1 v 

Alvará a Manuel do Couto, moço da câmara, natural de Évora de Alcobaça, ri- 
lho de João Francisco, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-tidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 
8 de Maio de i658. 552 

Alvará a Sebastião de Abreu Freire, natural de Alcácer do Sal, filho de Ma- 
nuel Alvares de Abreu, cavaleiro-fidalgo, do fôro de cavaleiro-tidalgo 
com 1. tf 200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 17 de Julho de i658. 552 

Alvará a Pedro Rodrigues Torres, natural da Ilha da Madeira, filho de António 
Gonçalves, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro -lidai go com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na praça de Castro Marim e no rio de Porto Calvo. — De i3 
de Maio de ió5!S. 552 v 



io- LIVRO V 



Folhas 

Alvará a .Manuel da Silva, moço da câmara, natural do Sánguinhal, termo de 
Óbidos, filho de Francisco da Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com i.^ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 10 de Março de 
i658. 552 v 

Alvará a Luís Baltasar Coelho, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Baltasar Rodrigues Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com iCioo réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados durante dois anos na Secre- 
taria de Estado, sem ordenado. — De 20 de Maio de i658. 553 

Alvará a Gonçalo Correia, natural de Tânger, filho de Francisco Correia, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com iJS&ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou na dita cidade. — De 20 de Junho de i658. 553 

Alvará a Manuel do Rêgo da Silva, natural de Lagos, filho de Pedro Rêgo Frei- 
re, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Alentejo e no Brasil. — De i3 de Maio de i658. 553 v 

Alvará a Domingos do Amaral de Carvalho, moço da câmara, natural de Fi- 
gueiró da Granja, filho de Manuel de Carvalho, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ioo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 1 de 
Agosto de i658. 554 

Alvará a António Vicente, natural de Freira (sic), termo de Cascais, filho de Vi- 
cente Anes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Ja- 
neiro de i658. 554 

Alvará a António de Matos de Mesquita, natural de Lisboa, filho de Domingos 
de Mesquita, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 26 de Setembro de 
[658. 554 

Alvará a João do Rêgo, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de António 
do Rêgo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 75o réis de. moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 27 de Setembro de i658. 554 v 

Alvará a Constantino da Costa, natural de Coimbra, filho de Jerónimo Lopes, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por mês a 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Brasil. — De 12 de Maio de i658. 5547' 

Alvará a Manuel de Andrada de Ferreira, moço da câmara, natural de Lisboa, 
filho de Cosme Saraiva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com inoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados no Paço. — De 20 de Agosto de i658. 555 

Alvará a Álvaro da Rocha Teles, natural de Lisboa, filho de Francisco da Ro- 
cha, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1 ~2oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; aten- 
dendo aos serviços de seu pai. — De 2 de Janeiro de io5<i. 555 



MATRÍCULA DOS MORADORI IS DA CASA RIAL i y 3 

Folhai 

Alvará a Manuel Gonçalves Luís, morador cm Mazagão, filhu de Estêvão Luís, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade com 
seus tios e avô, Pascoal Fernandes, Manuel Gonçalves e Baltasar Fer- 
nandes. — De [2 de Março de |G58. 555 v 

Alvará a Manuel Rebelo Machado, natural de Tânger, filho de Manuel Rebelo, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaieiro-fidalgo com 
icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 26 de Setembro de i658. 55b 

Alvará a António Cardoso, natural de Cintra, filho de Andié Jorge, cavaleiro- 
-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo ao pedido de D. Francisco de 
Sousa e Távora, íidalgo e capelão da Casa Rial. — De 3o de Janeiro de 
[65o,. 556 v 

Alvará a Félix Gomes, natural da Certa, filho de António Gomes, do foro de 
cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; atendendo ao pedido de D. Francisco de Sousa e Távora, fi- 
dalgo e capelão da Casa Rial. — De 3o de Janeiro de i65o,. 556 v 

Alvará a João da Silva, cavaleiro fidalgo, natural de Coimbra, filho de Manuel 
Dias, fixando o dito foro em i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados no lugar de oficial maior do 
Assentamento de Fazenda. — De 25 de Janeiro de i65g. 556 v 

Alvará a Estêvão da Costa, morador em Tanger, filho de Jorge da Costa, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis e moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita ci- 
dade.- De 12 de Janeiro de 1659. 557 

Alvará a Manuel Cardoso Leitão, natural de Lisboa, filho de Bartolomeu da 
Silva, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 reis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; aten- 
dendo aos serviços de seu pai. — De 10 de Janeiro de i65g. 557 

Alvará a João Rodrigues, morador em Tânger, filho de André Rodrigues, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 3o de Setembro de ib58. 5?7 r 

Alvará a Diogo da Costa Pinto, natural de Castelo Branco, filho de Manuel 
Martins da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês 1 alqueire de cevada por dia; pelos servi- 
ços prestados na Beira e numa nau inglesa em que vinha Tristão de 
França Barbosa, da Ilha da Madeira para Lisboa. — De 3o de Setembro 
de iG58. 55; ;• 

Alvará a João de Sousa, morador em Tânger, tilho de Diogo Marinho, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo c cavaleiro fidalgo com 800 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 8 de Fevereiro de 1659. 558 

Alvará a Gonçalo Marinho de Sousa, morador cm Tânger, tilho de Diogo Mari- 
nho, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na dita cidade. — De 8 de Fevereiro de 1659. 558 



-> 



104 



LIVRO V 



l-òlhas 



Alvará a Nicolau de Sousa, morador em Tânger, filho de Diogo Marinho, cava- 
leiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com Soo 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 8 de Fevereiro de i65o,. 558 v 

Alvará a António Veloso, natural da Baía, rilho de António de Araújo, cava- 
leiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-tidalgo com 900 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos 
serviços de seu pai. 55o, 

Alvará a João de Araújo, natural da Baía, rilho de António de Araújo, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 
réis de moradia por mês e um alqueire de cevada por dia ; em atenção 
aos serviços de seu pai. — De 10 de Janeiro de 1659. 559 

Alvará a Diogo Nunes Tagarro, morador em Tânger, filho de Manuel Nunes, 
dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro- fidalgo com y5o réis de mora- - 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
dita cidade. — De 20 de Março de 1659. 55g 

Alvará a João Pais Tagarro, morador em Tânger, filho de Manuel Nunes, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — 
De 20 de Março de 1659. 559 v 

Alvará a Carlos Correia da Silva, natural de Lisboa, filho de Manuel Correia 
da Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de 
ir servir no Maranhão. — De 9 de Janeiro de i658. 55g v 

Alvará a Jorge Correia da Silva, natural de Lisboa, filho de Manuel Correia da 
Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; com a condição de 
prestar serviços no Maranhão. — De 9 de Janeiro de i658. 5Go 

Alvará a Miguel de Sousa, natural de Tânger, filho de Gaspar de Sousa, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — 
De iN de Fevereiro de 1059. 5<">o 

Alvará a Manuel Vieira, morador em Tânger, filho de Fernão de Madureira, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo com i.rooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na dita cidade. — De 10 de Janeiro de 1659. 56o v 

Alvará a Lopo Fernandes Tavares, morador em Tânger, rilho de Francisco Ta- 
vares de Araújo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pêlos serviços que ali prestou. — De 3o de Setembro de 1X38. 56o v 

Alvará a Jorge Vieira Madueira, morador em Tânger, filho de Fernão de Ma- 
dureira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-ti- 
dalgo com i.roco réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados.. — De 10 de Janeiro de 1659. 5õi 

Alvará a Heitor Deltão Banha, morador em Tânger, filho de Luís Robalo de 
Azambuja, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-lidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 20 Fevereiro de 1659. 5ôi 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIM. ,,,.- 

Fólhj? 

Alvará a Belchior Robalo, morador cm Tânger, tilho de Luís Robalo de Azam- 
buja, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com -5o réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que ali prestou. — De 20 de Fevereiro de i85g. 56i i< 

Alvará a Martinho da Fonseca Delgado, natural de Santarém, filho de Álvaro 
Lindo da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados como oficial do cartório do escrivão de 
fazenda, Fernão Gomes da Gama. — De 25 de Junho de [65g. 56i v 

Alvará a Lopo Fernandes Tavares, mordor em Tânger, filho de Lopo Fernan- 
des Tavares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 830 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 3o de Setembro de 1 <558. 562 

Alvará a Fernão Lopes, morador em Tânger, filho de João Dias Rodrigues, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na dita cidade. — De 22 de Outubro de i65g. 5*>2 

Alvará a Pedro Rodrigues, morador em Tânger, filho de João Dias Rodrigues, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que ali prestou. — De 22 de Outubro de i65g. 563 

Alvará a António da Silva, morador em Tânger, filho de Baltasar Fernandes 
Banha, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1,3200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços ali prestados. — De 25 de Fevereiro de 1659. 563 v 

Alvará a Domingos Fernandes, morador em Tânger, filho de Domingos Pires, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 3o de Setembro de i658. 563 v 

Alvará a Martim Domingues Banha, morador em Tânger, filho de Baltasar Fer- 
nandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 1.^200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 26 de Fevereiro de 
i65c>. 5(>4 

Alvará a António Gomes dos Reis, natural de Lisboa, filho de Tomé Gomes, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali pres- 
tou. — De 3o de Setetembro de i658. 564 v 

Alvará a Constantino Mendes de Gouveia, moço da câmara, natural de Torres 
Novas, filho de Gomes de Gouveia Leite, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 5 de Abril de 
1659. 564 v 

Alvará a José de Vilhena, natural de Lisboa, filho de João da Fonseca de A'i- 
lhena, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com i.?ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em 
atenção aos serviços de seu pai. — De 10 de Janeira de i65g. 



10)6 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Jerónimo de Mesquita, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho de 
Teodósio de Mesquita, fixando o dito lòro em icooo réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo e na armada. — De 5 de Dezembro de 1607. 565 

Alvará a Pedro da Costa, morador em Tânger, filho de Gaspar da Costa, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 25 de Fevereiro de 1(09. 565 

Alvará a Simão Gomes, morador em Tânger, filho de Manuel Gomes, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 21 de Fevereiro de 1659. 5G5 f 

Alvará a Agostinho Carvalho, morador em Tânger, filho de Gaspar da Costa, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viço ali prestados. — De 25 de Fevereiro de i65q. 566 

Alvará a João Calado, morador em Tânger, filho de António de Vivaldo, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que ali prestou. — De 22 de Fevereiro de i65q. 566 

Alvará a Lopo Vaz Machado, morador em Tânger, filho de Manuel Machado 
Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 950 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na dita cidade. — De 27 de Fevereiro de 16D9. 506 v 

Alvará a António Gonçalves das Neves, morador em Tânger, filho de João das 
Neves Leitão, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — -De 26 de Setembro de i658. 566 v 

Alvará a Luís Velez de Freitas, morador em Tânger, filho de Sebastião Banha, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na dita cidade. — De óo de Setembro de i658. 567 

Alvará a Pedro \rrais de Mendonça, morador em Tânger, filho de Vasco Arrais 
de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudetro-fidalgo e cavalei- 
ro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 3o de Setembro de i658. 567 

Alvará a Manuel de Mendonça Arrais, morador em Tânger, filho de Vasco 
Arrais de Mendonça, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com i-rioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 7 de Se- 
tembro de 1670. 567 v 

Alvará a João Bocarro, morador em Tânger, filho de Francisco Quaresma, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i-ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. De 12 de Fevereiro de i65g. 568 

Alvará a Lonrenço Gonçalves Pereira, filho de Francisco Quaresma, cavaleiro- 
-ridalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icooo reis 
de moradia por més e 1 alqueira de cevada pór dia; pelos serviços que 
seu pai prestou em Tânger. — De 10 de Fevereiro de i65o. 568 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RÍAL 



197 



Folhas 

Alvará a Belchior .Manso, morador cm Tanger, filho de António Manso e neto 
de Belchior Franco, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com -5o reis de moradia por mes e 1 alqueire de cc- 
vada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 26 de Setembro de 
i658. 568 v 

Alvará a António Salema de Almeida, moço da câmara, natural de Alcoentre, 
filho de Sebastião Nobre Peixoto, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados como superintendente das décimas. — De 
27 de Junho de i65g. Sõo, 

Alvará a Paulo Duarte Fajardo, natural de Lisboa, filho de Albano Duarte, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
Torre de S. Julião, Cascais e Alentejo, e depois no Brasil com D. Jeró- 
nimo de Ataíde, Conde de Atouguia. — De 20 de Junho de 1(00,. 5bq 

Alvará a Manuel Meira Leitãd, cavaleiro da Orcrem de Cristo, natural da vila 
Taboia {sic), filho de André Godinho, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que prestou a D. João de Almeida, em Leiria, 
Alcobaça e Alentejo. — De 29 de Junho de i65q. 56g v 

Alvará a Belchior Manso Velez, morador em Tânger, filho de António Manso, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 3o de Setembro de iG58. 570 

Alvará a Manuel Manso Velez, morador em Tânger, filho de António Manso, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na dita cidade. — De 26 de Setembro de iG5S. 570;' 

Alvará a Diogo Manso Velez, Morador em Tanger, filho de António Manso, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços que ali prestou. — De 26 de Setembro de ió58. 570 v 

Alvará a Gaspar Manso Velez, filho de António Manso, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços que seu 
pai prestou em Tânger . — De 2(5 de Setembro de 1 (558. 571 

Alvará a Domingos Martins Felpa, natural de Évora, filho de Domingos Fernan- 
des Felpa, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Alentejo. 
— De ó de Maio de i65y. 571 

Alvará a Domingos de Oliveira Velho, natural de Pico de Regalados, filho de Do- 
mingos João, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mazagão. — De 10 de Março de i65g. 571 ;• 

Alvará a Gregório da Costa, morador em Tânger, filho de Zuzarte da Costa 

de Brito, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com irooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. —De 25 de Fere iro de 1(00. S"ji v 



Kl8 LIVRO V 



F«'> lha» 



Alvará a Martim Calado, morador em Tânger, filho de Manuel Dias Valente, 
dos toros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com qoo réis de mora- 
dia por més e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
dita cidade. — De 12 de Fevereiro de i65g. 572 

Alvará a Pedro de Guevara, morador em Tânger, filho de Aleixo de Guevara, 
cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De ib de Fevereiro de \óòg. 572 

Alvará a António Serrado de Guevara, morador em Tânger, filho de Aleixo de 
Guevara, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; 
pelos serviços que ali prestou. — De 25 de Fevereiro de 1659. 572 ;• 

Alvará a Domingos Correia da Silva, mora em Tânger, filho de Francisco da 
Silva, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos naquela cidade. — De 22 de Fevereiro de i65g. D72 v 

Alvará a Pedro Leitão de Sequeira, morador em Tânger, filho de João das Ne- 
ves Leitão, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo ecavaleiro-fi- 
dalgo com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 26 26 de Setembro de ió58. D72 v 

Alvará a João Pereira de Avelar, morador em Tânger, filho de Jorge Guterres 
de Avelar, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 5 de Fevereiro de 1659. bj3 

Alvará a Amaro Ferreira da Costa, morador em Tânger, filho de Francisco 
Ferreira da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 20 de Janeiro de 
1C09. D73 

Alvará v João Martins da Rosa. morador em Tânger, filho de Gregório da 
Rosa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 20 de Março de iõ5g. ò-"5 r 

Alvará a Luís Gonçalves Fernandes, morador em Tanger, filho de Brás Fer- 
nandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 730 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que ali prestou. — De 20 de Janeiro de i65q. 574 

Alvará a Diogo Cornia, morador em Tânger, filho de Manuel Guevara, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ir2oo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 20 de Setembro de [658. 574 

Alvará a Fernando Machado, morador em Tânger, filho de Manuel Machado 
Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 20 de Setembro de 
i658. 574 v 

Alvará a Baltasar Martins de Lordelo, morador em Tânger, filho de Pedro Mar- 
tins Lordelo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-lidalgo com ic5oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados, — De 3 de Janeiro de 663. 574. V 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 






Fôlhss 

Alvará a António Gonçalves Pita, moço da câmara, filho de João Porcalho Pita, 
cavaleiro- fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
136200 reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
servços que prestou em Tânger. — De 3o de Setembro de 1(08. 

Alvará a Tomé Tavares, do foro de cavaleiro-fidalgo com 760 réis de moradia 
por mes e t alqueire de cevada por dia; pelos servços feitos em Tanger. 
— De 25 de Abril de 1659. b~b 

Alvará a Francisco Correia, cavaleiro-fidalgo, filho de António Correia Lopes, 
lixando o dito foro em icrioo réis de moradia por mès e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos servços prestados em Tânger. — De 7 de Junho 
de i(')5tj. 575 v 

Alvará a Manuel Fernandes, filho de Manuel Fernandes de Aguiar, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mès 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servços de seu pai feitos em Tân- 
ger. — De 3o de Setembro de i658. 57o 

Alvará a Simão Camelo da Rosa, morador em Mazagão, filho de João Neto, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i.-ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
servços que seu pai ali prestou. — De 5 de Agozto de r86o. b-h ;• 

Alvará a Brás João, morador em Mazagão, filho de Manuel Alvares Romero, 
cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
iítooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
servços ali prestados. — De 9 de de Maio de iô5i|. 577 

Alvará a José Fogaça de Lami, cavaleiro da Ordem de S. Bento de Aviz, natu- 
ral de Aldeia Galega da Merceana, filho de Pedro da Silva Pereira, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servços prestados nas 
campanhas do Alentejo e Badajoz. — De 3i de Outubro de 1678. b~~ r 

Alvará a Francisco da Cunha, moço da câmara, natural de Setúbal, filho de 
Luís Pinheiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 
réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servços 
prestados ao capitão Garcia Velez de Castelo Branco. — De 1 1 de Agosto 
de 1CÕ9. S7ÍS 

Alvará a Dionísio da Rocha, natural de Lisboa, filho de Gonçalo da Rocha dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i-rooo réis de moradia 
por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servços prestados em 
Leiria, Alentejo e Baia. — De i5 de Outubro de irog. ?7N 

Alvará a João Mendes de Vasconcelos, morador em Lisboa, filho de Damião 
Mendes de Vasconcelos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com icr-ioo réis de moradia por mès e 1 alqueire de 
cevada por dia; que por morte de seu pai lhe pertencem. — De 2 de 

Maio de 1ÓD9. ?7* r 

Alvará a Baltasar da Fonseca, morador em Tânger, lilho de Diogo Vaz Ma- 
chado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com i-^ioo réis de moradia por mès e t alqueire de cevada por dia; 
pelos servços ali prestados. — De 20 de Outubro de 1659. ^79 

Alvará a Francisco Mendes Relego, natural de Tavira, filho de Manuel Pires 
Rosado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 700 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados no Algarve. — De ^4 de Novembro de 1639. 579 



200 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Fernão de Pina da Cunha, natural de Lisboa, filho de Manuel de 
Pina, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Alentejo, Ilha da Madeira, Baía e índia. — De 9 
de Outubro de i65q. 579 v 

Alvará a Manuel de Saldanha, natural de Bragança, filho de Bento da Silva, do 
foro de cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; que a pedido de D. Mariana de Mendonça, condessa 
de Vilar Maior, lhe foi concedido. — De 20 de Novembro de i65g. 58o 

Alvará a Tomás Nogueira de Carvalho, natural de Coruche, filho de Luís No- 
gueira de Carvalho, moço da câmara, dus foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 7S0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na junta e lançamento das déci- 
mas, na dita vila. — De 20 de Outubro de i65q. 58o 

Alvará a João Lobo de Sampaio, filho de Jerónimo Borges da Costa, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com iaftioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou em Tanger. — De 3o de Janeiro de 1059. 58o;' 

Alvará a Manuel Coelho da Silva, natural de Monsarás, filho de Simões Lopes, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 1J&000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que prestou no Alentejo, e tam- 
bém pelos que ali fizeram seus irmãos. Marcos Lopes Coelho e António 
Lopes Coelho. — De 7 de Outubro de i85q. 58 1 

Alvará a Luís Dias, do foro de cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tân- 
ger. — De 4 de Outubro de 1659. 58 1 v 

Alvará a Manuel Certão Abolhão, natural de Beja, filho de Rodrigo Afonso 
Teixeira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 24 de Fevereiro de 1660. 58 1 v 

Alvará a Manuel da Silva Penteado, natural de Lisboa, filho de Francisco da 
da Silva Penteado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Valverde, Alconchel, 
Vila Nova dei Fresno e Badajoz. — De 10 de Janeiro de 1660. 582 

Alvará a José Pestana de Mendonça, natural de Lisboa, filho de Ambrósio Pes- 
tana, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Dunquerque e na província da Beira. — De 24 de Fevereiro de 
1660. 582 v 

Alvará a Gonçalo Rebelo, morodor em Cabeceiras de Basto, filho de Matias 
Alvares, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 26 de Fevereiro de 1660. 5-S2 v 

Alvará a Domingos Nunes, natural da Covilhã, filho de António Lourenço, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na ar- 
mada que foi a Milão, França, Baía e índia, sob o comando de D. João 
de Menezes, e ultimamente no Alentejo e Badajoz. — De 24 de Feve- 
reiro de lòfxi. ^ ,s 3 



MATRIC1 LA DOS MORADORES DA CASA RIAL 201 

Alvará a António Correia Pestana, natural de Lisboa, rilho de António Cor- 
reia, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo <-• o fidalgo 
com 760 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia: pel 
cívicos prestados no ataque a praça de Valença. — De 24 de Fevereiro 
de iodo. 

Alvará a Luís Correia de Almeida, natural de Lisboa, rilho de Fernão Correia 
e neto de Luís Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com ÍS00 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na Baia. — De 27 de Abril de 1660. 384 

Alvará a António Fialho, moço da câmara, natural do Cadaval, rilho de Julião 
Fialho, também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 10 de Maio de i<">6o. ?^;r 

Alvará a António Leitão, filho de Estêvam Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalço e cavaleiro-fidalgo com itft>200 réis de moradia 
por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Mazagão. — De 20 de Maio de 1(559. ->{&+ v 

Alvará a Afonso Leitão, morador em Mazagão, filho de Estêvam Fernandes, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1-200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. —De 28 de Maio de 1609. 585 

Alvará a Simão Correia de Macedo, .filho de Domingos Fernandes, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou em Mazagão. — De i3 de Maio de 1659. 585 

Alvará a Lourenço Carneiro, do foro de cavaleiro-fidalgo com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
em Mazagão. — De 4 de Maio de 1660. 585 r 

Alvará a António Vaz Ferreira, natural de Lisboa, filho de António Vaz Fer- 
reira, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com icioo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia, que por morte de seu 
pai lhe pertence. — De 10 de Julho de 16Ó0. 58l 

Alvará a Estêvam Teixeira Pimentel, natural de Aveiro, filho de Manuel Pe- 
reira, do foro de cavaleiro-fidalgo com ijíooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Junho de íõbo. 586 

Alvará a João Lopes Pais, moço da câmara, natural de Leça, termo do Porto, 
filho de João Alvares, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Elvas, Badajoz e Brasil. — De 22 de Novembro 
de 1661. 

Alvará a Francisco de Matos Soeiro, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, rilho 
de Paulo António de Matos, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito 
foro em i#3oo reis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados como Provedor dos Contos do Reino. = De o de 
Julho de lõóo. 586 ' 

Alvará a Manuel de Araújo, natural de Lisboa, rilho de Francisco Ferreira, dos 
foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 7.^0 réis de moradia 
por mês e 1 alqueiro de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo e Badajoz. — De 20 de Julho de 1660. ~ s 7 



202 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a João de Matos, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho de Francisco 
de Matos Soeiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com ijfjòo réis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 3 de Dezembro 
de 1660. 5*7 V 

Alvará a Fernão Soeiro de Matos, natural de Lisboa, filho de Francisco de 
Matos Soeiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 1C200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 3 de Dezembro de 
1660. ÕN; v 

Alvará a Valero Monteiro, natural de Lisboa, filho de Luís Monteiro, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou ao Conde da 
Feira, no Alentejo, Olivença e Badajoz. — De 6 de Dezembro de 1600. 588 

Alvará a João de Araújo, moço da câmara, natural de Pico de Regalados, filho 
de José de Araújo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na armada e no Alentejo. De 6 de Dezembro de 1660. 588 /' 

Alvará a Francisco Lopes Franco, morador em Tânger, natural da Ericeira, 
filho de Domingos Vicente, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com ijtooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Janeiro de 1661. 588 v 

Alvará a Francisco Nunes, médico da câmara, natural da Pederneira, filho de 
Simão Nunes, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — 
De 7 de Fevereiro de ibbi. 58o, 

Alvará a António de Matos Veloso, natural de Lisboa, filho de João de Matos, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Tânger. — De i5 de Fevereiro de 1661. b$tj i> 

Alvará a Gaspar de Viveiros, morador em Tânger, filho de Belchior de Viveiros 
de Vasconcelos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços pres f ados na dita cidade. — De 3 de Março de 
[661. 58g V 

Alvará a Nicolau de Oliveira, natural de Lisboa, filho de Adão de Oliveira, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Angola. — De 8 de Março de 1661. 5(jo 

Alvará a João de Sousa Moutinho, natural de Lisboa, filho de Luís de Sousa, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com i$ioo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que por morte de seu pai lhe 
pertence. — De 5 de Dezembro de 1660. Sgo v 

Alvará a Domingos Fernandes Masacote. cavaleiro-fidalgo, fixando dito foro 
em i.rioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços feitos em Mazagão. — De 5 de Março de 1661. 5go v 

Alvará a Manuel Fernandes Luís, filho de Francisco Fernandes Guerra, do foro 
de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados como oficial de secretaria de 
Estado. — De 9 de Julho de 1660. 5yi 



MATRICULA DOS MORADOR) S DA CASA RIAL 2 o3 

í- < . 1 1 1 u •. 

Alvará a Diogo Mexia de Magalhães, natural de Pombal, filho de Diogo .Me- 
xia de Magalhães e neto de Diogo Mexia, cavaleiro-fidalgo, do toro de 
cavaleiro-fidalgo com goo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de seus pai e avô. — De 6 de Abril de 
ibói. 5iji 

Alvará a Manuel Fiúza, natural de Vila Nova da Cerveira, tilho de Gonçalo Pi- 
res Fiúza, do foro de cavaleiro-fidalgo com t5o réis de moradia por mès 
e i alqueire de cevada por dia. — De 20 de Junho de 1661 5mi p 

Alvará a Diogo Gil, cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em qoo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Mazagão. — De 16 de Maio de 1661. 5gi ; 

Alvará a Diogo de Brito Coelho, moço da câmara, natural do Turcifal, rilho de 
António Coelho de Brito, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na armada e Cascais. — De -jN de Maio do 1661. dqí 

Alvará a Matias Marques, natural de Castelo de Vide, rilho de Gregório Mar- 
ques, dos foros de escudeiro-tidaigo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos ao capitão Luis da Lomba de Araújo, no Alentejo c Badajoz. — De 
g de Fevereiro de 1661. ^92 v 

Alvará a Belchior Meira, morador em Mazagão, tilho de Francisco Fernandes, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mès e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 4 de 
Março de 1661. 5g3 

Alvará a Francisco de Azambuja, morador em Tânger, filho do capitão Luis de 
Azambuja, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro- 
-tidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
atendendo aos serviços de seu pai. — De 16 de Maio de 1661. 5»j3 p 

Alvará a João Pegado de Sequeira, moço da câmara, natural de Castelo Branco, 
filho de João Boto, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de 
Dezembro de 1666. 5g3 r 

Alvará a João Nunes da Costa, natural de Lisboa, filho de Francisco Nunes da 
Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em 
atenção aos serviços de seu pai. — De 8 de Agosto de 1661. Stiq 

Alvará a Francisco de Oliveira Correia, natural de Mafra, filho de Paulo Maga- 
lhães, moço da câmara, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 7?o réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na armada, Alentejo, Badajoz e Brasil. — De 3o de 
Maio de 1661. ?m4 

Alvará a António de Magalhães, natural de Tânger, filho de Manuel de Sousa 
de Magalhães, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com (po réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De 8 de Junho de 1661. >i\ 1 

Alvará a Simão de Sousa de Magalhães, natural de Tânger, tilho de Manuel de 
Sousa de Magalhães, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e 
cavaleiro-lidalgo com u?o réis de moradia por mès e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 8 de Junho 
de 1666. 395 



-"4 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Lourenço Afonso Correia, morador em Mazagão, filho de Diogo Alva- 
res Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icooo 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que ali prestou. — De i3 de Maio de iõdq. bgb 

Alvará a Estêvão Lopes, natural de Mazagão, filho de Manuel da Fonseca Zu- 
zarte, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seu pai prestou naquela cidade. — De 3o de Maio de 
1ÕD7. 5g5 r 

Alvará a Diogo Mendes Liai, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho de João 
Liai, também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 24 de Fevereiro de 1660. S96 

Alvará a Francisco Martins da Costa, morador em Mazagão, filho de Diogo 
Martins da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De i3 de Maio de iõ?q. 3c|G 

Alvará a Francisco Pais, filho de Francisco Gonçalves Fernandes, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Tânger. — De 10 de Outubro de 1661. 3g6 v 

Alvará a Manuel de Andrada, moço da câmara, morador em Santa Comba 
Dão, termo de Viseu, filho de António de Andrada, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada, Beira e 
Brasil. — De 6 Dezembro de lõóo. 397 

Alvará a Francisco Tavares, moço da câmara, natural de Santa Comba, bispado 
de Coimbra, filho de Diogo Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados em Lisboa e Cascais. — De 5 de Dezem- 
bro de 1660. D97 v 

Alvará a Manuel Campelo de Andrade, natural de Lisboa, filho de Manuel Cam- 
pelo de Andrade, moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; com condição de ir ao Brasil. — De 27 de Abril de 1673. 5(>7 v 

Alvará a António de Barros de Sampaio, natural de Alverca, filho de António 
de Lima Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados em Olivença, Mourão e Brasil. — De 22 de Setembro de 
166 1. 

Alvará a Pedro Ferreira da Rocha, moço da câmara, filho de Francisco da Ro- 
cha, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 24 de Dezembro 
de 166] . 5i i s v 

Alvará a Domingos Romeiro, natural de Mazagão, filho de Domingos Gonçal- 
ves Romeiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 . 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali feitos. — De 3o de Maio de 1107. 398 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 20Í 

Folhas 

Alvará a Pedro da Cunha, morador em Mazagao, filho de Felisberto Segor, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 1-000 réis de mo- 
radia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos.— De 18 de Maio de i6b<». 5g8 v 

Alvará a João Rodrigues Machado, íillio de Duarte Velez Pacheco, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1-000 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — 
De ao de Outubro de loSg. 5gg 

Alvará a Belchior Velez, filho de Duarte Velez Pacheco, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com í^oSo réis de moradia por mes e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger. — De 20 de Ousubro de i65q. 5gg r 

Alvará a Francisco Feio Velez, morador em Tânger, rilho de Duarte Velez Pa- 
checo, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.-0D0 reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na dita cidade. — De 20 de Outubro de iõ5<j. 5gg /■ 

Alvará a Manuel Fernandes Machado, natural de Tanger, filho de Lopo Vaz. 
Machado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com gbo réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia, 
pelos serviços ali prestados. — De 5 de Maio de 1GG2. 600 

Alvará a Pedro Vaz Machado, filho de Lopo Vaz Machado, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com q5o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
prestou em Tânger. — De 5 de Maio de [662. 

Alvará a Diogo Vaz Machado, filho de Baltasar Martins de Lordelo, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.-200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou em Tânger. — De b de Maio de 1662. 600 ;• 

Alvará a Luís Mateus, natural de Tânger, filho de Francisco Mateus, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com goo réis de moradia por més 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de 
Maio de [662. 600 v 

Alvará a Pedro Martins de Lordelo, cavaleiro-fidalgo, filho de Baltasar Martins 
de Lordelo, fixando o dito foro em i.*5oo réis de moradia por més e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados com seu pai em 
Tânger, quando governadores, D. Luís de Almeida e André Dias da 
Franca. — De 20 de Junho de 1662. 601 

Alvará a Manuel de Lima Franca, natural de Faro, filho de Martim Simão, do 
fôro de cavaleiro fidalgo com ~bo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados como medico, no Hospital 
Rial. — De 20 de Maio de [662. G01 v 

Alvará a Domingos de Araújo, moço da câmara e cavaleiro da Ordem de Cristo, 
natural de ^ r ila Nova da Cerveira, filho de João Fernandes, dos foros de 
escudeiro-fidalgo c cavaleiro-fidalgo com 1.-100 réis de moradia por més 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 7 de Julho de [662. 602 

Alvará a Manuel Nicolau de Matos, natural de Lisboa, filho de António de 
Matos, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 7:0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; aten- 
dendo aos serviços de seu pai. — De 5 de Julho de 1662. 



2o6 LIVRO V 



■&' 



&" 



Folhas 



Alvará a Manuel da Fonseca Pais, natural de Tanger, filho de Francisco Gon- 
çalves Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 85o réis de moradia por mês e i alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De i3 de Julho de 
1662. 602 1 

Alvará a João Fernandes Sobral, natural de Tânger, ti lho de Francisco Gon- 
çalves Fernandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De i5 de Julho de 1662. 602 /' 

Alvará a Mateus Pais, natural de Tânger, filho de Francisco Gonçalves Fer- 
nandes, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na dita cidade. — De i5 de Julho de 1662. 6o3 

Alvará a Simão da Fonseca de Sá, natural de Tânger, filho de Martim Anes da 
Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-li- 
dalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali feitos. — De 9 de Julho de 1662. 6o3 

Alvará a Francisco Mateus, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com noo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 8 de Julho de 1002. 6o3r 



Alvará a Domingos Guerreiro, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 8 de Julho de 1662. 6o3 r 

Alvará a Bartolomeu Lopes, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mê3 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 8 de Julho de 1662. 604 

Alvará a António Robalo, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai fez em Tàn- 
ger ._ De 8 de Julho de 1662. '»"4 " 



Alvará a Luís de Azambja, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 8 de Julho de 1662. 604 v 

Alvará a Gaspar Manso, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. —De 8 de Julho de 1662. 6o5 

Alvará a Mateus Gonçalves, filho de Luís Mateus, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mes 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 8 de Julho de 1662. 6o5 

Alvará a Manuel Afonso da Mouta, natural do Campo de Valada, filho de Fran- 
cisco Fernandes da Mouta, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que ali prestou. — De 20 de Julho de 1662. 6o5 V 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL _ ■ 

Alvará a António Correia Lopes natural de Tânger, filho de Francisco Correia, 
cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i-ioo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 3i de Julho de 1662. 5 v 

Alvará a Francisco Velez, filho de Francisco Vekz, cavaleiro fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com i.rooo réis de moradia por 
mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De 2 de Setembro de 1602. 

Alvará a Afonso Correia, filho de Francisco Velez, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com icooo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De 20 de Setembro de 1662. 

Alvará a Francisco de Vargas, natural de Tânger, filho de Garcia Fernandes 
do Couto, cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com !,*ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços ali prestados. — De 22 de Setembro de 1662. 606 v 

Alvará a Diogo Caldeira, natural de Tanger, filho de Garcia Fernandes do 
Couto, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com i.rioo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia: pelos serviços prestados na dita cidade.- — De 22 de Setembro de 
1662. 6061 

Alvará a Garpar de Vargas, natural de Tânger, filho de Manuel Carvalho de 
Vargas, cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — 22 de Setembro de 1662. 607 

Alvará a Sebastião Feio, natural de Tânger, filho de Manuel Carvalho de Var- 
gas, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo 
com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que ali prestou. — De 22 de Setembro de 1662. 

Alvará a Luís Henriques de Sequeira, filho de António de Sequeira Henriques, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo 
aos serviços de seu pai. — De 7 de Setembro de 1662. 607 

Alvará a Afonso Mendes das Neves, natural de Tânger, filho de João das 
Neves de Figueiredo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com i.rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De i3 de Setembro de 
1661. 

Alvará a Francisco Correia da Silva, natural de Lisboa, filho de Pedro da 
Silva, moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e Cavaleiro-fidalgo 
com -/So réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia: pelos 
serviços prestados no Alentejo.-— De 3o de Setembro de t6tía. ,é> 

Alvará a José Correia, moço da câmara, natural de Lamego, filho de António 
Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados ao escrivão da repartição de fazenda. — De 24 de Dezembro de 
166:2. 



2o8 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Manuel da Silva de Barbuda, cavaleirotidalgo, natural de Aldeia Ga- 
lega, filho de Manuel da Silva de Barbuda, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil com o Conde da 
Torre. — De 23 de Dezembro de 1661. 608 v 

Alvará a Simão da Costa de Almeida, natural de Almeida, filho de Pedro da 
Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que pelo dito seu pai 
lhe pertencem. — De 3o de Dezembro de 1662. 609 

Alvará a Domingos de Carvalho de Basto, cavaleiro da Ordem de Cristo, natu- 
ral de Lisboa, filho de Domingos Carvalho de Basto, do foro de cava- 
leiro-fidalgo com -5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De i5 de Janeiro de i663. 609 

Alvará a António Veloso Estaco, moço da câmara, natural da Ilha da Madeira, 
filho de Francisco Estaco, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fi- 
dalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados como oficial maior da repartição de João Pe- 
reira Betencourt. — De 4 de Janeiro de 1 663 . 609 

Alvará a Simão da Fonseca de Sá, natural de Tânger, filho de Manuel da Fon- 
seca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo ecavaleiro-fidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai ali prestou. — De 20 de Dezembro de i663. 600 v 

Alvará a Domingos Cardoso Machado, natural da Ilha da Madeira, filho de Pe- 
dro Cardoso, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita ilha. — De i3 de Dezembro de 
1ÕD2. 610 

Alvará a Domingos de Campos Soares, natural de Viana, filho de João de Cam- 
pos, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na Ilha da Madeira. — De 20 de Dezembro de 1662. 610 

Alvará a Luís Gomes Coelho, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Luís Coelho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
fidalgo com i.?ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De iq de Junho de i65o bio V 

Alvará a Manuel Rolão Couceiro, natural de Lisboa, filho de Inácio Rolão, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i--3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços de seu pai. — De 8 de Janeiro de i663. 611 

Alvará a Valentim de Sá, natural de Lisboa, filho de Pedro Soares, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i^ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos 
serviços de seu pai. — - De 20 de Janeiro de i663. 5n 

Alvará a João de Sousa Seabra, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Gonçalo de Sousa Seabra, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com [$100 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 3 de Feve- 
reiro de i663. 61 1 V 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 209 

Folhas 

Alvará a Paulo da Serra de Morais, natural de ( (bidos, lilho de João da Serra 
de Murais, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1.-100 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelus serviços prestados no Paço. — De 20 de Agosto de 1670. 61 1 v 

Alvará a Manuel de Sousa Girão de Abreu, natural de Santarém, filho de To- 
más de Abreu, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 1.7200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia: com a condição de prestar serviços no Brasil; — De 4 de Março 
de 1 665. 612 

Alvará a André Delgado, natural de Tânger, filho de André Delgado e neto de 
Pedro Delgado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-lidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços ali prestados. — De 25 de Janeiro de i6(i3. 612 v 

Alvará a Jorge Guterres Pinheiro, natural de Tanequeira, termo da Batalha, 
filho de Jorge Guterres, moço da câmara, dos foros de escudeiro fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De i5 de Junho de 1662. 612 v 

Alvará a Gaspar Rodrigos, natural de Tânger, filho de Francisco Lobo, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados naquela cidade. — De 6 de Abril de ibó3. 6i3 

Alvará a Manuel Dias, natural de Tânger, filho de Francisco Lobo, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de 



moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ah pres- 
tados. — De 6 de Abril de i653. 



Gi3 



Alvará a Gaspar da Costa, natural de Pombal, filho de Valério da Costa, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo. — De 5 de Maio de i653. 6i3í> 

Alvará a Estêvão Mendes da Silveira, moço da câmara, natural de Ourém, rilho 
de Agostinho de Vila Lobos da Silveira, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 2 de Junho de 
[663. 6i3 v 

Alvará a João Rebelo de Campos, natural de Lisboa, lilho de Francisco Luís 
Rebelo, cavaleiro-ti Jalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com i3Z>ioo réis de 
moradia por rfiês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços 
de seu pai. — De 9 de Março de [862. 614 

Alvará a João de Oliveira de Brito, natural da Redinha, filho de Tomás Rodri- 
gues de Brito, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Cascais e Alentejo. — De 6 de Maio de i663. Ô14 

Alvará a Manuel Salgado, natural de Lisboa, tilho de Simão Gonçalves Salgado, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ií&ioo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Junho de i663. 6i5 

Alvará a Pedro Tavares Pacheco, natural de Aveiro, lilho de Manuel Tavares, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i.-ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em aten- 
ção aos serviços de seu pai. — De 2? de Maio de 1662. <)i5 

2- 



2io LIVRO V 



Folhas 

Alvará a António da Silva da Veiga, natural de Coimbra, filho de Silvestre Ro- 
drigues da Silva, do foro de cavaleiro-fidalgo com -io réis de moradia 
por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como 
Tesoureiro da Chancelaria-mor do Reino. — De 27 de Outubro de i663. 61 5 

Alvará a João Correia Rebelo, moço da câmara, natural de Ponte de Lima, fi- 
lho de Domingos Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados como escrivão dos Contos do Reino. — De 29 
de Novembro de i663. 61 5 v 

Alvará a João Cavaleiro Cundoso, filho de Domingos Cavaleiro, do foro de ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados em Angola. — De 28 de Janeiro de 
itog. 6i5 v 

Alvará a Tomás Teixeira de Mesquita, natural de Lisboa, filho de Domingos 
de Mesquita Teixeira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 27 de Outubro 
de i663. 616 

Alvará a Inácio de Mesquita Teixeira, natural de Lisboa, filho de Domingos 
de Mesquita Teixeira, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em aten- 
ção aos serviços de seu pai. — -De 27 de Outubro de 1 663 . 616 

Alvará a João de Mesquita Matos, natural de Lisboa, filho de Domingos de 
Mesquita Teixeira, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 
730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em aten- 
ção aos serviços de seu pai. — De 27 de Outubro de i663. 616 v 

Alvará a Ambrósio Pimentel Machado, natural de Tânger, filho de Manuel 
Barbosa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com ir 100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 25 de Setembro de 
1662. 616 v 

Alvará a Martim de Brito, natural de Lisboa, filho de António do Couto de 
Azevedo, moço. da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. 
— De y de Maio de [663. 617 

Alvará a Vicente de Albuquerque, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
João de Paiva de Albuquerque, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De i5 de De- 
zembro de i663. 617 

Alvará a Diogo Correia, filho de Fernando de Contreira, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger. — De 20 de Dezembro de [663. Ó17 

Alvará a João Dias Vila Lobos, filho de Fernando Contreira, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com 800 réis de mont- 
eia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços que 
seu pai prestou em Tânger. — De 4 de Janeiro de [664. 617 v 



MATRICULA DOS MORADOR] S l>\ CASA RIAL 211 

Folhai 
Alvará a António Gonçalves da Costa, tilho de André Gonçalves, cavaleiro-li- 
dalgo, dos Toros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia, pelos serviços que seu 
pai prestou em Mazagão. — De i3 de Dezembro de [663. 618 

Alvará a Luís Dias Serra, natural de Tânger, lilho de Domingos Mendes de 
Antas e neto de Luís Dias, cavaleiro -fidalgo, dos foros de escudeiro-fi- 
dalgo e cavaleiro-fidalgo com qoo reis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 4 de Janeiro de 
1664. 618 

Alvará a Álvaro Colares, natural de Tânger, tilho de Luís Dias, cavaleiro-fidal- 
go, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na dita cidade. — De 6 de Janeiro de 1(164. 618 x> 

Alvará a Diogo Dias, lilho de Luís Dias, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escu- 
deiro-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou cm Tân- 
ger. — De ^ de Fevereiro de 1664. 618 v 

Alvará a António Correia Velez, filho de Francisco Velez, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.^000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger.-- De 26 de Fevereiro de 1664. 619 

Alvará a Pedro Lourenço, moço da câmara, tilho de Tomé da Silva, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.^200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na cidade de Tânger. — De i3 de Dezembro de if>63. 619 v 

l 

Alvará a António Gonçalves Pita, natural de Tânger, filho de Manuel Moreira 
Pita '■avaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los viços ali prestados. — De 1 de Janeiro' de 1664. Gigz' 

Alvará a .! > Lopes "Jorge, natural de Tânger, filho de João Lopes Jorge, ca- 
vai o-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o 
rei de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali -restados. — De 12 de Dezembro de i663. 620 

Alvará a sebastião Barbosa Mexias, natural de Tânger, tilho de Vaz Barbosa, 
d s foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de mora- 
c .t por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que prestou 
r 1 dita cidade, e também pelos que ali fez seu primo Luís de Matos. — 
De 25 de Junho de 1670. 620 v 

Alvará a Manuel Carvalho Vieira, natural de Tânger, lilho de João Lopes Jorge, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-iidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 25 de Abril de 1Ò64. 621 

Alvará a Francisco Lopes Borges, natural de Tânger, filho de António Borges, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 reis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
naquela cidade. — De 20 de Abril de 1664. <òi\v 



212 LIVRO V 



i- olhas 



Alvará a Manuel do Soveral, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de An- 
tónio da Costa Fragoso, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com i.-ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — -De 10 de Dezem- 
bro de i663. 621 v 

Alvará a Simão Alves da Rocha, natural de Valença, filho de Pedro Gonçalves 
Garcia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7Ò0 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu irmão Manuel Lopes Garcia, prestou naquela cidade. — De 20 de 
Dezembro de i663. 622 

Alvará a Duarte Barreto, moço da câmara, natural de Santa Iria, termo de 
Lisboa, filho de António Barreto e neto de Duarte Barreto, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Azambuja e Cascais. — De 16 de Fevereiro de 1G64. 622 

Alvará a Gaspar Correia, filho de António de Vivaldo, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De 3o de Maio de 1664. 622 v 

Alvará a André Correia, natural de Tânger, filho de António Vivaldo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai ali prestou. — 
De 1 5 de Abril de 1664. 623 

Alvará a Manuel Dias Salgueiro, filho de Mateus Salgueiro, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai 
prestou em Tânger. — De 24 de Junho de 1664. 023 V 

Alvará a Diogo Dias Salgueiro, filho de Mateus Salgueiro, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 85o réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger. — De 24 de Junho de 1664. 623 ;• 

Alvará a Miguel R.osado, natural de Lisboa, filho de Adrião Rosado, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, 
na Batalha e no Brasil com o Marquês de Montalvão. — De 26 de Fe- 
vereiro de 1664. °23 V 

Alvará a Rodrigo Pais, natural da Tânger, filho de António Moura, cavaleiro- 
-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na dita cidade. — De 8 de Agosto de 1G64. 624 

Alvará a Frncisco do Couto Pais, natural de Tanger, filho de António Moura, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 8 de Agosto de 1664. 624 v 

Alvará a Manuel de Freitas, moço da câmara, natural do lugar de Pereira, ter- 
mo da vila de Pias, filho de Gaspar da Maia, também moço da câmara, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
como capitão-mór na dita vila. — De 9 de Outubro de 1664. õzb 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 2l3 

Folha» 

Alvará a .Manuel da Costa .Marques, natural do Porto, lilho de Domingos da 
Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7.^0 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos 
nesta cidade. — De g Je Outubro de [664. 620 

Alvará a Luis Pereira Gonçalves, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural de 
Lisboa, lilho de Bartolomeu Gonçalves, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mes e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Elvas e Bada- 
joz. — De 26 de Outubro de 1064, 625 v 

Alvará a Francisco de Vargas, natural de Tânger, filho de Manuel Carvalho de 
Vargas, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 22 de Setembro de 1662. 626 

Alvará a João Ribeiro Coelho, moço da câmara, natural de Amarante, filho de 
Frutuoso Fernandes Ribeiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com ySo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na armada, Alentejo e Badajoz. — De io 
de Agosto de i(563. 626 

Alvará a Domingos Coelho da Fonseca, natural de Vila Meã, comarca de Gui- 
marães, filho de Domingos Rodrigues, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Badajoz e Brasil. — 
De 2 de Novembro de [663. 626 v 

Alvará a José de Pina, moço da câmara, natural de Celorico, filho de António 
Cardoso de Pina, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1.-100 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Paço. — De 25 de Junho de 1670. 627 

Alvará a Manuel Correia, moço da câmara, natural de Évora, filho de Pedro 
Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 1.^100 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Paço. — De 20 de Outubro de 16Õ4. 627 v 

Alvará a Francisco Soares de Carvalho, natural do Lisboa, filho de António 
Soares da Silveira, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Brasil. De 17 de Dezembro de 1664. 627 v 

Alvará a António Silvestre de Basto, cavaleiro-fidalgo, filho de Luís Silvestre, 
fixando o dito foro em i#>20o réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Setúbal, Alentejo, Badajoz 
e índia. — De 29 de Dezembro de 1664. 628 

Alvará a Fracisco Pereira, natural de Viana, filho de Lourenço Fernandes de 
Magalhães, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
pretados como oficial da repartição de fazenda. — De 17 de Dezembro 
de 1664. 628 v 

Alvará a André Lourenço, natural de Bensafnm, termo de Lagos, filho de An- 
tónio Lourenço, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados em Tânger. — De 17 de Dezembro de 1664. Ó28 v 



214 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a António Mouro, filho de Martim Soeiro da Silva, cavaleiro-fidalgo, 
genro de Gonçalo Mouro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 900 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia-, 
pelos serviços que seus pai e sogro prestaram em Tânger. — De 17 de 
Dezembro de 1664. Ô2g 

Alvará a Brás da Silva, filho de Martim Soeiro da Silva, cavaleiro-fidalgo, 
genro de Gonçalo Mouro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que seus pai e sogro prestaram na cidade de Tânger. — 
De 18 de Dezembro de 1664. Ô2g 

Alvará a Manuel de Sousa de Andrade, natural de Pedrógão Grande, filho de 
Simão de Ándrada, do foro de cavaleiro-fidalgo com iv?ooo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3o de Março de 
i665. 629 v 

Alvará a Domingos Machado da Silva, natural de Tânger, filho de Fernão Ma- 
chado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com goo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai ali prestou. — De 28 de Março de i665. 629 v 

Alvará a Manuel Correia de Faria, natural de Belém, filho de Gaspar Correia, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos bons serviços 
que tem prestado. — De i5 de Maio de i665. 629 v 

Alvará a Luís Tavares da Guerra, filho de Lopo Fernandes Tavares, cavaleiro- 
-fidalgo, do foro de escudeiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 20 de Dezembro de 16G4. 63o 

Alvará a Manuel Pinto Cabral, natural de Mazagão, filho de Manuel de Matos, 
moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados naquela cidade. — De 25 de Fevereiro de i665. 63o 

Alvará a Paulo Ribeiro, natural de Ourém, filho de Miguel Rodrigues, do foro 
de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados na Alfândega de Lisboa. — De 
i5 da Maio de i665. 63o v 

Alvará a Bento Dias Cordeiro, natural da Ilha Terceira, filho de Pedro Dias, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3o de Maio de i665. 63o v 

Alvará a João de Freitas, filho de Mateus Gonçalves, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De i3 de Julho de [665. 63i 

Alvará a Inácio de Sequeira Leitão, filho de Pedro Leitão Pegado, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 800 réis de 
moradia por mês e t alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai fez em Tânger. — De i3 de Julho de i665. 63 1 

Alvará a Jerónimo Borges da Costa, filho de Duarte Martins da Costa, cavalei- 
ro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai prestou na cidade de Tânger. — De i5 de Outubro de i6(35. 63 1 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 2i5 

Tolhas 

Alvará a Cristóvão Soares de Albergaria, filho de António Marreiros, cavaleiro- 
-iidalgo,dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ijfiooo reis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai fez em Tanger. — De 9 de Novembro de i665. 1 v 

Alvará a .Manuel Ximenes, filho de Duarte Lobo, cavaleiro-fidalgo dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ~]bo réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados por seu pai em 
Tânger. — De 9 de Novembro de [665. 632 

Alvará a Francisco Fialho, natural de Almada, filho de Pedro de Andrade, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
vila, e no Alentejo e Badajoz. — De 10 de Setembro de i665. 632 v 

Alvará a António Pereira da Cunha, natural de Lisboa, filho de Jorge Rodri- 
gues de Oliveira, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços feitos em Lisboa. — De 7 de Dezembro de iô65. 632 v 

Alvará a João de Lemos da Silveira, natural de Lisboa, filho de António da 
Costa da Silveira, do foro de escudeiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na Ilha 
de S. Tomé e Benguela. —De i5 de Maio de i665. 633 

Alvará a Baltasar da Fonseca Saraiva, natural de Darei, termo de Viseu, filho 
de Baltasar da Fonseca, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com i.rioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Almeida e na sua terra. — 
De 3o de Julho de i665. 033 

Alvará a Gaspar Correia Bravo, natural de Chaves, filho de Gaspar Gonçalves 
Bravo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos no Alentejo, Badajoz e Brasil. — De 9 de Novembro de i665. 633 v 

Alvará a Diogo Ribeiro Calado, filho de Martim Calado Ribeiro, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com qoo réis de 
moradia por mês e \ alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou na cidade de Tânger. — De 22 de Dezembro de i665. 104 

Alvará a Bento Zuzarte de Abreu, natural de Lisboa, filho de Paulo Zuzarte, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
i$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que por 
parte de seu pai lhe pertencem. — De 22 de Dezembro de i665. 634 

Alvará a João Pereira de Sousa, natural de Lisboa, filho de Gonçalo Pereira 
de Sousa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou em Trás-os-Montes, e pelos de seu pai feitos em Angola, 
no governo de Luís Martins de Sousa Chichorro. — De 10 de Janeiro de 
1666.. 63 \ v 

Alvará a Luís Cabral Botelho, natural de Lisboa, filho de Francisco Cabral Bo- 
telho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
cuin i$ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que 
por parte de seu pai lhe pertencem. — De 9 de Janeiro de 1666, 034 ;• 



216 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a José Cabral Botelho, natural de Lisboa, filho de Francisco Cabral Bo- 
telho, cavaleiro-rldalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-rldalgo 
com i cr 100 réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; que 
por parte de seu pai lhe pertencem. — De 9 de Janeiro de 1666. 635 

Alvará a .Manuel Homem da Costa, natural da Ilha da Madeira, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 730 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos na mesma Ilha. — De 
14 de Janeiro de 1666. 635 

Alvará a Manuel Diniz da Costa, natural de Lisboa, filho de Filipe Dinis e neto 
de Miguel Dinis, cavaleiro-rldalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro fidalgo com ií8>i33 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na armada. — De 1 de Junho de iGói. 035 v 

Alvará a João da Silva Cortês, natural da Lisboa, filho de Baltasar de Almeida, 
cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 
900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo 
aos serviços de seu pai. — De 28 de Dezembro de iòbS. 636 

Alvará a Francisco Gomes do Lago, cavaleiro da Ordem de S. Tiago, natural 
da Ponte da Barca, filho de Paulo Garcia do Lago, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 1-000 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Bada- 
joz e Brasil. — De 9 de Março de 1666. 636 

Alvará a Agostinho Pereira Velho, natural de Lisboa, filho de Francisco Este- 
ves Velho, sobrinho de António de Azevedo e primo de Francisco Ro- 
drigues de Azevedo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo 
com 900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seus pai, tio e primo prestaram em Tânger e'Mazagão.— 
De 16 de Julho de 1666. 637 

Alvará a Bento Cardoso de Gouveia, natural de Arrifana de Sousa, termo do 
Porto, filho de Manuel de Gouveia de Faria, cavaleiro-tidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 75o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços .prestados no Minho. 
— De 16 de Junho de 1666. 637 v 

Alvará a Luís Fialho, natural de Lisboa, filho de António Fialho, cavaleiro-ti- 
dalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; atendendo aos serviços 
de seu pai. — De 19 de Junho de 1666. 637 v 

Alvará a Vicente Correia Fialho, natural de Lisboa, rilho de António Fialho, 
cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que por 
parte de seu pai lhe pertencem. — De ig de Junho de 1666. 638 

Alvará a Tomé Couceiro de Tavares, natural da Povoa de Santa Cristina, ti lho 
de João Couceiro de Tavares, cavaleiro-tidalgo, dos foros de escudeiro- 
-tidalgo e cavaleiro-tidalgo com 75o réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De g de Junho 
de 11 63b 

Alvará a Francisco Ramalho, natural de Aguas Belas, filho de Duarte Ramalho, 
moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-tidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 24 de Junho de [666. 638 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 217 



Folhas 



Alvará a Manuel Mexia Barbosa, filho de Ambrósio Pimentel Machado, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-âdalgo e cavaleiro-fidalgo com 1-100 
réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que seu pai prestou em 'Tânger. — De g de Julho de (666. 638 v 

Alvará a Baltasar Correia Neto, filho de António Ribeiro Calado, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-âdalgo e cavaleiro-fidalgo com 000 réis de 

moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 

pai prestou em Tânger. — De 9 de Julho de 1666. 63g 

Alvará a João Vieira Biscainho, natural de Tânger, filho de Francisco Vieira 
Biscainho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 900 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 9 de Julho de 1666. 639 

Alvará a Belchior Ponte Banha, natural de Tânger, filho de Guilherme Ponte 
Banha, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
que por parte de seu pai lhe pertencem. — De 9 de Julho de 1666. 639 v 

Alvará a Manuel Moreira, filho de Duarte Lobo, cavaleiro-fidalgo, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 9 de Julho de 1666. 63g v 

Alvará a João Carvalho Correia, filho de Manuel Carvalho, dos foros de escu- 
deiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger. — De to de Julho de 1666. 640 

Alvará a Francisco Ximenes, filho de Duarte Lobo, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De g de Julho de ífiób. 640 

Alvará a Simão da Costa, filho de Gregório da Costa, cavaleiro-fidalgo, dos fo- 
ros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ijíooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Tânger.— -De 10 de Julho de 1666. 640 v 



■5 V 



Alvará a Francisco Pessanha da Silva, filho de António da Silva de Sousa, ca- 
valeiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
IJZ&200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 10 de Julho de 1666. 641 

Alvará a Simão Carvalho Correia, filho de António de Carvalho, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
seu pai prestou em Tânger. — De 10 de Julho de 1660. 641 

Alvará a Francisco Rodrigues da Costa, natural de Tânger, filho de Mateus 
Salgeiro, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 10 de Julho de 1666. 641 v 

Alvará a Luís Pessanha, filho de António Manso, cavaleiro-fidalgo dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Tânger. — De 9 de Julho de 1666. 642 



2i8 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Alexandre Moreira, filho de Gaspar Leote, cavaleiro-fidalgo, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com ícooo réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Tânger. — De 2 de Julho de ióbb. 642 

Alvará a Sebastião da Silva de Sousa, natural de Tanger, filho de António da 
Silva de Sousa, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i.~2oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu pai ali prestou. — De 10 de Julho de 
[666. 642^ 

Alvará a Sebastião da Silva de Sousa, natural de Tânger, filho de António da 
Silva de Sousa, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro fidalgo com i-~2oo réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que ali prestou. — De io de Julho de 1666. <>_J.3 

Alvará a Francisco Rebelo da Fonseca, filho de Manuel Rebelo, cavaleiro-fidal- 
go, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.^ooo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou em Tânger. — De 18 de Julho de 1666. 643 

Alvará a Manuel de Oliveira da Silva, natural de Lisboa, filho cie Manuel de 
Oliveira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7.^0 réis 
de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Olivença, Mourão, Évora e Badajoz. — De 1 de Setembro de 
1666. 643 v 

Alvará a António da Cunha Pereira, natural de Lisboa, filho de Domingos da 
Cunha Pereira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
Mr-ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados no Paço. — De 24 de Março de 1668. 644 

Alvará a António de Campos Ferrão, natural de Lisboa, filho de Manuel Lobo 
de Campos, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 750 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na Torre de Belém e no forte de S. Julião, e pelos que tam- 
bém fez na Beira e Évora com o capitão António do Canto e Castro. — 
De 5 de Setembro de 1 666. 644» 

Alvará a Rui Mendes Relego, natural de Tavira, filho de Francisco Mendes 
Relego, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de" moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços feitos na dita cidade. — De 12 de Novembro de 1666. tVp 

Alvará a Estêvão Soares, natural de Lisboa, filho de Estêvão Soares, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia. —De 6 de Dezembro de 1666. 64b v 

Alvará a Manuel Pereira do Lago, natural de Monsaraz, filho de Salvador Pe- 
reira do Lago, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com mora- 
dia e cevada; pelos serviços que seu pai prestou no Alentejo. — De 26 
de Outubro de 1Ò4Í. 645 p 

Alvará a Baltasar Pinheiro, natural de Santa Cruz de Riba Tâmega, filho de 
Aires Gomes Pinheiro, do foro de moço da câmara com \o6 reis de mo- 
radia por mês e 3 quartos de cevada por dia; na vaga de António Cu- 
rado Garro, por pedido de D. Vasco da Gama, Marquês de Nisa. — De 
22 de Dezembro de 164o. 64b v 



MATRICI I \ DOS MORADOR] - DA CASA kl.U. 



219 



Folhas 



Alvará a Manuel de Freitas Tisnado, morador em \l, igão, filho de António 
de Freitas Tisnado, c-avaleiro-fidalgo, do foro de n câmara com 

moradia e cevada; pelos serviços prestados na dita cidade. -De 19 de 
Janeiro de 1647. 646 

Alvará a João David Curado, natural da Vila de Álvaro, termo de Tomar, filho 
de Diogo David, do foro de moço da câmara Com moradia e cevada; 
pelos serviços feitos na Ilha da Madeira. — De 20 de Abril de [647. 646 v 



Alvará a João Cardoso Coutinho, natural de Lamego, filho de Domingos Fer- 
nandes, do íòro de moço da câmara com moradia e cevada; a pedido 
de D. Jorge Mascarenhas, Marquês de Montalvão. — De 29 de Maio de 
1048. 64o ;; 

Alvará a Domingos Ferreira, natural de Turquel, termo de Leiria, filho de Fran- 
cisco Ferreira e neto de Simão Ferreira, cavaleiro-lidalgo, do toro de 
moço da câmara com moradia e cevada; pelos serviços prestados em 
Olivença e Cheias. — De 28 de Dezembro de 1644. 646 v 

Alvará a João de Teive, natural de Braga, li lho de Pantaleão de Teive, cavalei- 
ro-fidalgo, do foro de moço da câmara com moradia e cevada; pelos 
serviços prestados na província da Beira e na cidade de Castelo Branco. 
— De 2 de Outubro de 1646. Õ47 

Alvará a Pantaleão de Teive, filho de Pantaleão de Teive, cavaleiro-lidalgo, do 
foro de moço da câmara com moradia e cevada; pelos serviços presta- 
dos na província da Beira e na cidade de Castelo Branco. — De 2 de 
Outubro de 1646. 647 

Alvará a Diogo de Teive, filho de Pantaleão de Teive, cavaleiro-fidalgo, do foro 
de moço da câmara com moradia e cevada; pelos serviços prestados na 
província da Beira e na cidade de Castelo Branco. — De 3 de Outubro 
de 1646. 647 



Alvará a Belchior Ferreira da Costa, morador em Penamaior, filho de António 
Simões, cavaleiro fidalgo, do foro de moço da câmara com 40G réis de 
moradia por mes e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços que seu 
pai prestou na vila de Almeida. — De 14 de Fevereiro de 1647. 647 v 

Alvará a Lopo Soares de Carvalho, filho de Fernão Soares, do foro de moço 
da câmara com 401» reis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na Alfândega de Lisboa, como juiz e almo- 
xarife. — De 26 de Julho de [646. 047 v 

Alvará a João de Matos, natural de Lisboa, filho de António de Matos, cavalei- 
ro-lidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; cm atenção aos serviços de seu pai. — 
De 2 de Marco de 1647. 647 '' 

Alvará a Manuel de Matos, natural de Lisboa, filho de António de Maios, cava- 
leiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com moradia e cevada. — De 
2 de Março de 1Õ47. 

Alvará a António Cotrim, natural de Domes, comarca de Tomar, filho de Con- 
çalo Cardoso Cotrim, do foro de moço da câmara com 406 réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia; com a condição de ir ao 
Brasil.— De 25 de Setembro de 1Ú47. 648 



220 LIVRO V 



Fòlhus 

Alvará a Manuel Saraiva, natural de Coimbra, filho de Manuel Fernandes, do 
foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; na vaga de Manuel Correia, por pedido de Tomé de 
Sousa. —De' 21 de Outubro de de 1647. 648 v 

Alvará a Manuel Soares, natural de Viana do Alentejo, filho de António Soares, 
do foro de moço da câmara com 401 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia. — De 20 de Agosto de 1647. 648 v 

Alvará a Manuel Correia da Costa, natural de Lisboa, filho de Manuel Correia, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Miguel Figueiredo 
Borges. — De 3o de Novembro de 1647. 648 v 

Alvará a Bernardo Arnaut Monteiro, filho de Manuel Correia, cavaleiro-fidalgo, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia.- — De 3o de Novembro de 1647. 64Q 

Alvará a António de Sá de Oliveira, morador em Aldeia Galega do Ribatejo, 
filho de Pedro Afonso, do foro de moço da câmara com 406 réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 10 de Outubro de 1647. ^49 

Alvará a Jerónimo Dias de Araújo, filho de João de Araújo, cavaleiro-fidalgo, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia. — De 7 de Março de 1648. ("14(1 ;* 

Alvará a João de Azevedo Caminha, filho de André de Azevedo, cavaleiro-fi- 
dalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — De 
i5 de Fevereiro de 1648. 649 v 

Alvará a João da Costa da Maia, natural da freguesia de Santa Tecla, termo 
de Celorico de Basto, filho de João da Maia Madureira, do foro de moço 
da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia: por pedido de António Teive. — De 3 de Fevereiro de 1648. 65o 

Alvará a João Correia de Carvalho, natural de Lisboa, filho de João da Fon- 
seca, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 40b réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 11 de Agosto de 
1648. , 65o 

Alvará a Rodrigo Botelho, filho de Francisco Barreto de Almeida, cavaleiro-fi- 
dalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em 
Mazagão. — De 4 de Setembro de i636. 65o v 

Alvará a Manuel Cepa Galvão, natural de Vila Viçosa, filho de Fernão Vaz Cepa, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia. — De 6 de Março de 1649. (">5o v 

Alvará a António Barbosa Bacelar, natural de Fermedo, filho de André Soares 
Mascarenhas, do foro de moço da câmara com 406 reis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Jorge da Mota.- — De 12 
de Março de 1649. 65 1 

Alvará a João de Fontes, natural de Lisboa, filho de Manuel Jorge de Aguiar, 
do foro de moço da câmara com moradia e cevada. — De 6 de Março 
de 10.(9. 65 1 



\1 \ I RÍCI I \ DOS MOR \l" >R1 - DA CASA RIAL 2 2i 



Folhas 

Alvará a Filipe Cerqueira, natural de Guimarães, filho de Fedro Cerqueira, do 
foro de moço da câmara com moradia e cevada. De '.' i de \1 u ■< de 
1649. 65 1 

Alvará a Bernardo Teixeira, natural de Arouca, filho de Paulo Teixeira, do foro 

de moço da câmara com moradia e cevada. — -De 1 de Abril de 1641). 65l 

Alvará a Manuel de Azevedo, natural de Lislx>a, filho de António de Azevedo, 
do foro de moço da câmara com moradia e cevada. — De 3 de Abril de 
[649. 65i v 

Alvará a .Manuel P.otelho da Costa, natural de Viseu, filho de Manuel Botelho 
Ribeiro, do foro de moço da câmara com moradia e cevada. — De 9 de 
Abril de 1049. 65 1 v 

Alvará a Domingos Ribeiro, morador em Mazagão, filho de Vicente Ribeiro, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de de moço da câmara com 406 réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia; em atenção aos serviços de 
seu pai. — De 20 de Janeiro de 1647. 65 1 v 

Alvará a Francisco Finto Cabral, morador em Mazagão, filho de Vicente Ri- 
beiro, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 401"' reis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia; em atenção aos serviços 
de seu pai. — De 20 de Janeiro de 1647. 65i ;' 

Alvará a Miguel de Figueiredo de Vasconcelos, natural de Lisboa, filho de Ci- 
priano de Figueiredo de Vasconcelos, cavaleiro-fidalgo, do foro de moco 
da câmara com 406 réis de moradia por més e 3 quartas de cevada por 
dia; na vaga de Filipe de Almeida. — De 25 de Novembro de 1647. 602 

Alvará a Luís Pestana, natural de Lisboa, filho de António Pestana de Vascon- 
celos, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por més e 
3 quartas de cevada por dia. — De 10 de Julho de 1648. 652 

Alvará a António Rodrigues da Lomba, natural de Lisboa, filho de Francisco 
Rodrigues da Quadra, Jo (Viro de moço da câmara com 406 réis de mo- 
radia por més e 3 quartas de cevada por dia. — De 2<) de Março de 1649. 652 v 

Alvará a Francisco da Rocha, natural da Merceana, filho de Francisco Luís, do 
toro de moço da câmara com 406 reis de moradia por més e 3 quartas 
de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Torre de S. Ju- 
lião, Vila Nova dei Fresno, Valverde, Alconchel e Ilha da Madeira; e em 
Viseu com Manuel de Sousa Mascarenhas. — De 18 de Maio de 1649. 633 

Alvará a Fernão Cabreira de Mesquita, natural de Montemor-o-Novo, rilho de 
Simão Cabreira, cavaleiro-fidalgo, do foro de môçô da câmara com 406 
réis de moradia por més e 3 quartas de cevada por dia. — De 5 de Ou- 
tubro de 1649. ' 653 v 

Alvará a Brás Dias Caldeira, natural de Sandomil. filho de Matias Borges, do 
foro de mÔÇO da câmara com 406 reis de moradia por més e 3 quartas 
de cevada por dia. — De i5 de Maio de [649. 653 v 

Alvará a João Barbosa, natural da vila do Prado, filho de António Barbosa, do 
foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; com condição de ir ao Brasil. — De \? de Agosto de 
1649. 6^4 



322 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a André Teixeira Bulhão, natural de Lisboa, filho de André Teixeira da 
Cunha, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia; com condição de ir ao Brasil. — De 20 de 
Setembro de 1640. 654 

Alvará a António Galete, natural de Lisboa, filho de Gaspar Galete, cavaleiro- 
-ridalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De i5 de Agosto de 1649. 6í>4 

Alvará a António da Costa, natural de Soure, filho de Domingos da Costa, do 
foro de moço da câmara com 40b réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; pelos serviços prestados nos fortes de Peniche e da 
Pederneira. — De 5 de Outubro de 1649. 654 v 

Alvará a Luís Queiroga, natural de Alenquer, filho de Agostinho Lopes, do 
foro de moço da câmara, com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; pelos serviços feitos nas vilas de Borba e Olivença. 
— De 20 de Outubro de 1649. 654 ;• 

Alvará a Simão Zagalo de Brito, natural de Caparica, termo da vila de Almada, 
filho de Domingos Zagalo Correia, do foro de moço da câmara com 406 
réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no dito lugar. — De 29 de Novembro de 1647. *'<?? 

Alvará a Diogo de Almeida Machado, natural de Bragança, rilho de Francisco 
de Almeida, do foro de moço da câmara com 40o réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados na vila de 
Mós. — De t de Fevereiro de i65o. 655 

Alvará a Francisco de Almeida, natural de Bragança, rilho de Francisco de Al- 
meida, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados no lançamento 
das decimas na vila de Freixo de Espada-à-Cinta. — De 5 de Fevereiro 
de iõ5o. 655 v 

Alvará a Manuel de Leão, natural de Lisboa, filho de Miguel Alvares de Leão, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; na vaga de Miguel Aranha. — De 20 de Janeiro 
de ió5o. 655 v 

Alvará a Francisco de Morais de Pina, natural de Monsaraz, rilho de Teotónio 
de Pina, do foro de moço da câmara com 40o réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 25 de Janeiro de i65o. 656 

Alvará a Manuel Vaz, natural da Aldeia Nova do Cabo, termo da Covilhã, filho 
de Belchior Vaz, do foro de moço da câmara com moradia e cevada; 
pelos serviços prestados em Penamacor e na batalha de Valverde, na 
qual seu irmão Ascenso de Sequeira perdeu a vida. — De 27 de Feve- 
reiro de iõ5o. 

Alvará a Francisco Ferreira Travassos, natural de Lisboa, filho de Fernão Lou- 
renço Ferreira e neto de Jácome Ferreira, do foro de moço da câmara 
com 401 "1 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 
26 de Fevereiro de i65o. 656 v 

Alvará a Marcos de Brito, natural de Vila Nova da Cerveira, filho de António 
de Brito, do foro de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 3 de Junho de [65o. 65' 



MATRÍCI I A DOS MORAJJORES DA CASA KIAL 

Folhas 

Alvará a João do Couto, morador em Évora de Alcobaça, lilho de João Fran- 
cisco, do foro de mÔÇO da câmara com |o6 réis de moradia por mus e 
3 quartas de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. De 27 de 
Janeiro de [65o. 

Alvará a Manuel Teixeira de Carvalho, natural de Lisboa, filho de Martim Tei- 
xeira, do lòro de moco da câmara com p6 reis de moradia por mes e 
3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados em Bragança, 
como escrivão de fazenda. — De i5 de Setembro de iõ5o. 0.-7 

Alvará a João Pimenta da Costa, natural da freguesia de S. Pedro de Vade, 
termo da Ponte da Barca, lilho de Francisco Pimenta de Abreu, do foro 
de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês e 3 quartas de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou no Alentejo e na Vila Nova 
dei Fresno, e pelos de seu primo Jácome da Costa Calheiros, leitos no 
Brasil. — De 2 de Março de iG5i. 6b-] v 

Alvará a Paulo Ribeiro de Almeida, morador na vila de Britiande, comarca de 
Lamego, filho de Clemente Ribeiro, do foro de moço da câmara com 406 
reis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na praça de Almeida. — De 3o de Janeiro de [65i. 658 

Alvará a Manuel Zuzarte, natural de Mondim, comarca de Lamego, filho de 
Gaspar Zuzarte, do lòro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 3 de Janeiro de i65i. 658 

Alvará a Paulo Cordeiro Leitão, natural das Caldas, filho de Salvador Cordeiro, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de Cevada por dia; pelos serviços que prestou na Baía, e pelos de 
seu cunhado Gaspar de Sousa, feitos na índia. — De 29 de Janeiro de 
i65i. 658 

Alvará a Pedro Teixeira da Mota, natural de Évora, filho de Francisco Mendes 
da Mota, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados em Almodóvar' 
e Elvas. — De 3o de Janeiro de i65i. 658 v 

Alvará a João Mendes de Sampaio, natural de Guimarães, lilho -de António 
Mendes de Sampaio, do foro de moço da câmara com 406 réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Francisco da 
Costa. — De 2 de Abril de i655. 659 

Alvará a Bernardo Pereira da Silva, natural das Caldas, filho de Eusébio da 
da Silva, do lòro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; com condição de ir à índia. — De 7 de 
Outubro de i65i. 65g 

Alvará a João da Costa, natural de Lisboa, lilho de Matias Jorge da Costa, do 
lòro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês c 3 quartas 
de cevada por dia; pelos serviços prestados como oficial da repartição 
de fazenda. — De 26 de Abril de 1 63 1 . 65g v 

Alvará a João Baptista da Costa, lilho de Lazaro Pires, cavaleiro-lidalgo. do 
lòro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia. — De 10 de Julho de 164N. 660 

Alvará a Cristóvão Osório, natural de Lisboa, filho de Miguel Osório, do lòro 
de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de 
cevada por dia. — De 23 de Janeiro de tó52. ""o 



224 LIVRO V 



Falhas 

Alvará a Manuel Teixeira Delgado, natural da Ilha da Madeira, íilho de Domin- 
gos Rodrigues Teixeira, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara 
com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na 
vaga de Francisco de Almada. — De 6 de Janeiro de [652. 660 

Alvará a António de Caminha de Azevedo, íilho de André de Azevedo, cava- 
leiro-fidalgo, do toro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 1? de Fevereiro de i6_|>. bbo v 

Alvará a João Correia da Silva, natural de Lisboa, rilho de Simão Correia, do 
foro de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia. — De 2 de Janeiro de [653. úúo i> 

Alvará a João de Almeida, natural de Lisboa, filho de Jacinto de Almeida Lobo, 
do foro moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia. — De ir de Junho de i652. 661 

Alvará a Simão .Manso, natural do lugar de Roda, termo da Certa, filho de Si- 
mão Lopes Manso, do foro de moço da câmara com 40o réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia-, pelos serviços prestados 
como tesoureiro das décimas no dito lugar. — De i5 de Junho de i652. 661 

Alvará a João Raposo de Andrade, natural de Lisboa, rilho de António Raposo 
do Prado, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 40o reis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 21 de Janeiro de 
ió53. 66i v 

Alvará a Luís Pegado da Silva, morador em Tânger, rilho de Tomé da Silva, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 40G réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou na dita cidade. — -De 5 de Outubro de i65i. 661 v 

Alvará a Pedro Lourenço Pegado, filho de Tomé da Silva, cavaleiro-ridalgo, do 
foro de moço da câmara com moradia e cevada; pelos serviços que seu 
pai prestou em Tânger. — De 5 de Outubro de i65i. 662 

Alvará a Cosme Lourenço da Silva, lilho de Tomé da Silva, cavaleiro-ridalgo, 
do foro de moço da câmara com moradia e cevada; pelos serviços que 
seu pai -prestou em Tânger. — De 5 de Outubro de i65i. 662 

Alvará a Manuel Ferreira Laborão. natural de Lisboa, iilho de Manuel Ferreira 
Laborão, do foro de moço da câmara com 40o reis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Luís de Araújo. — De 5 de 
Janeiro de i663. 662 

Alvará a Domingos do Vale, natural de Caminha, rilho de Bento Rodrigues Sei- 
xas, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês c 3 
quartas de cevada por dia. — De 6 de Setemro de [652. . 662 v 

Alvará a João Mendes de Vasconcelos, natural de Lisboa, lilho de Manuel de 
Vasconcelos, cavaleiro-ridalgo, do foro de moço da câmara com 400 réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de seu 
irmão, Luís Mendes de Vasconcelos. — De i5 de Junho de (652. 663 

Alvará a António da Cunha, natural da Ribeira da Merceana, termo da Aldeia 
Galega, rilho de Pedro Fernandes, do foro de moço da câmara* com 406 
réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços 
feitos em Mértola, Algarve, Setúbal e Ilha Terceira. — De 24 de Outu- 
bro de [652. 6'J3 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 225 

Folhas 

Alvará a Agostinho de Aguiar Pereira, natural de Lisboa, filho de João de 
Aguiar, do foro de moço da câmara, com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 22 de Outubro de [652. 663 v 

Alvará a Manuel Jorge, morador em Kvora de Alcobaça, filho de Francisco 
Jorge, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia; pelos serviços feitos como alferes em 
Borba e Campo Maior. —De 23 de Outubro de [652. 663 v 

Alvará a Luís Osores de llhalva, natural de Lisboa, filho de Francisco de llhal- 
va, do foro de moço da câmara com 4of> réis de moradia por mês e 3 
quartas de cevada por dia. — De 1 1 de Dezembro de 1 65 2 . 664 

Alvará a Marcos Velho Gondim, natural de Ponte do Lima, filho de Gaspar 
Fernandes Gondim, do foro de moço da câmara com 406 réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados 
como oficial da secretaria do conselho de guerra. — De 7 de Dezembro 
de i()52. 664 

Alvará a Manuel Rodrigues Cardoso, natural de Lisboa, filho de João Rodri- 
gues Cardoso, do foro de moço da camará com 4.06 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 2 de Janeiro de i653. 664 

Alvará a Luís Correia da Silva, natural de Lisboa, filho de Henrique Correia 
da Silva, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia ; na vaga de seu irmão José de Vila Lo- 
bos. — De 9 de Janeiro de i653. 664;' 

Alvará a Manuel de Lemos, morador em Mazagão, filho de Francisco Meira e 
neto de Gaspar Gonçalves, cavaleiro-ridalgo, do foro de moço da câmara 
com 400 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos 
serviços que seu avô prestou na dita cidade. — De (sic) de 1637. 664 v 

Alvará a Pascoal Correia Teles, natural de Lisboa, filho de Luís Correia Cotão, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia. — De 3 de Janeiro de i653. 665 

Alvará a Fernão Pinheiro da Silveira, natural de Loures, termo de Lisboa, filho 
de Miguel Pinheiro da Silveira, do foro de moço da câmara com 406 
réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 12 de Ja- 
neiro de 1 653. 665 v 

Alvará a Manuel de Aguilar, natural de Castelo Branco, filho de Manuel Fer- 
nandes de Aguilar, do foro de moço da câmara com 40o réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia ; pelos serviços prestados no 
Alentejo. — De 7 de Dezembro de [652. 665 v 

Alvará a António Pereira de Almeida, natural de Lisboa, filho de Manuel La- 
borinho de Morais, cavaleiro-ridalgo, do foro de moço da câmara com 
406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de 
Félix de Andrada. — De i3 de Novembro de [652. 66? V 

Alvará a Agostinho Cabral de Sã, natural de Pavia, rilho de João de Sá de 
Moura, do foro de moço da câmara com 406) réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 17 de Novembro de [652. 666 

Alvará a Martim Afonso de Avis, natural de Lisboa, rilho de Martim Afonso 
de Avis, do foro de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 9 de Janeiro de H~>53. 666 



2./ 



226 LIVRO V 



Folha» 

Alvará a Bento da Rocha da Vinha, natural da freguesia de Santar, termo de 
Arcos de Valdevez, filho de Baltasar da Rocha, do 1'òro de moço da câ- 
mara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; 
por pedido de D. Manuel de Almeida, mordomo-mor da rainha. — De 6 
de Fevereiro de i653. 66(> 

Alvará a Rodrigo de Almeida, natural do Porto, rilho de Jacinto de Almeida, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; na vaga de António Moura de Andrada. — De 
i5 de Maio de i655. 666 r 

Alvará a João Pinto Ribeiro, natural de Coimbra, filho de António de Almeida 
de Castelo Bramo, do foro de moco da câmara com 406 réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia, — De 7 de Setembro de 
i65-2. 667 

Alvará a Gonçalo Pereira de Faria, morador em Tavira, filho de António Pe- 
reira Ribeiro, cavaleiro-ridalgo, do foro de moço da câmara com 406 
réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 23 de 
Fevereiro de 1 653. 667 

Alvará a Manuel Paulo de Andrade, natural de Lisboa, rilho de Paulo Gonçal- 
ves de Andrade, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Maranhão. — De 20 de Agosto de ió53. 667 

Alvará a Silvestre Henriques, natural de Belas, termo de Lisboa, filho de Pe- 
dro Fernandes, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados como 
. pagador nas armadas que foram ao Brasil e índia.- — De 11 de Agosto 

de i653. 667 v 

Alvará a José de Vila Lobos, natural de Lisboa, filho de Henrique Correia da 
Silva, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia. — De 2 de Abril de i655. 667 v 

Alvará a Luís de Sequeira, natural de Mirandela, filho de João Borges e sobri- 
nho de Domingos de Sequeira, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da 
câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia ; pelos serviços que seu tio prestou no Brasil e seu pai na batalha de 
Alcácer. — De i3 de Novembro de i652. 668 

Alvará a Bento Pereira Barbosa, natural de Valença, filho de Francisco Nunes, 
do lôro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; com a condição de ir ao Brasil. — De 12 de 
Agosto de i653. "" s 

Alvará a António Furtado de Mendonça, natural de Lisboa, rilho de Dinis de 
Figueiredo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mes e 3 quartas de cevada por dia. — De 2 de Setembro de i653. 668 v 

Alvará a Francisco Pacheco de Almeida, natural de Torres Vedras, rilho de 
Francisco Pacheco de Almeida, do foro de moço da câmara com 40» > 
réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada po dia; pelos serviços 
prestados na armada e no presídio de Cascais. — De 5 de Setembro de 
[653. 668 v 

Alvará a Manuel Homem Afonso, natural do concelho de Tábua, rilho de Ma- 
nuel Homem, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados na praça 
de Penamacor e no dito concelho. — De 20 de Agosto de i653. 66q 



MAIKÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



227 



. „ . . Folhas 

Alvará a Anti mio Rodrigues de Araújo, natural da vila de Vimieiro, filho de 
João Araújo da Lomba, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara 
com 40b réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 
i3 de Janeiro de 1654. 669 

Alvará a Roque Pires Medina, morador no lugar da Apelação, termo de Lis- 
boa, rilho de Roque Pires, do foro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Bemfica, nos postos de alteres e capitão. — De 5 de Setembro 

de K04. 669 

Alvará a Bartolomeu Monteiro da Fonseca, natural de Santarém, filho de Diogo 
da Fonseca, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Sebastião Monteiro. — 
De 3 1 de Outubro de 1(04. 669 v 

Alvará a João de Matos Soeiro, filho de Francisco de Matos Soeiro, cavaleiro- 
-lidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu pai. — 
De ió de Setembro de 1Õ44. 669 v 

Alvará a António Vieira de Pedrosa, natural de Lisboa, filho de António Vieira 
de Pedrosa, cavleiro-fidalgc, do foro de moço da câmara com 406 réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Janeiro 
de iõ55. 670 

Alvará a António Borges de Azevedo, natural de Lisboa, filho de Giraldo Bor- 
ges de Azevedo, do foro de moço da câmara com 40(1 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de João Mendes de 
Vasconcelos. — De 6 de Novembro de íGSq. Õ70 

Alvará a Manuel Borges de Azevedo, filho de Giraldo Borges de Azevedo, do 
foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia. — De 6 de Novembro de 1634. u-o 

Alvará a Manuel de Andrade, morador em Santa Comba Dão. termo de Viseu, 
rilho de António de Andrade, do foro de moço da câmara com 406 reis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 5 de Setem- 
bro de 1 65q. 670 v 

Alvará a Francisco Pereira de Andrade, rilho de Tomé Pereira de Andrade. 
cavaleiro-ridalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Janeiro de [655. 670 v 

Alvará a Manuel Ribeiro Ferreira, natural de Lisboa, rilho de António Ribeiro, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; na vaga de Cristóvão de Carvalho. — De 7 de 
maio de [656. ô-i 

Alvará a Filipe da Silva Henriques, natural de Lisboa, rilho de Manuel Henri- 
ques da Silva, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Silvestre Corvinel. 
— De 25 de Junho de [655. 671 

Alvará a Francisco Serrão, natural de Lisboa, rilho de Damião de Oliveira Ser- 
rão, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mes e 3 
quartas de cevada por dia; na vaga de Rodrigo Sande. — De iô de Ju- 
lho de iG55. 671 v 



22 8 LIVRO V 



Folhas 



Alvará a Luis Mendes de Mesquita natural de Lisboa, filho de Roque de Mes- 
quita, cavaleiro-fidalgo. do foro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. —De 5 de Setembro 
de i655. (571 v 

Alvará a António Cavaleiro da Silva, natural de Figueiró dos Vinhos, filho de 
Domingos Cavaleiro, do foro de moço da câmara com 406 réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia; que por recomendação 
do Dr. Tomé Pinheiro da Veiga lhe foi concedido. — De 5 de Novembro 
de i(555. 672 

Alvará a José Fialho de Freitas, natural de Cascais, filho de António da Cunha, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 3o de Janeiro de iõ56. 672 

Alvará a Álvaro José da Cunha, natural de Cascais, filho de António da Cunha, 
cavaleiro-fidalso, do foro de moço da câmara com 40o réis de moradia 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 3o de Janeiro de i656. 672 

Alvará a António Varela Temudo, natural de Pernes, termo de Alcanede, filho 
de Domingos Pires Temudo, do foro de moço da câmara com 406 réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; que por considera- 
ção ao Dr. Tomé Pinheiro da Veiga lhe foi concedido. — De 3o de Ja- 
neiro de i656. . 672 v 

Alvará a João Vaz Calado, natural de Lisboa, filho de Rodrigo Vaz Calado, ca- 
valeiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Manuel de Leão. — De 
27 de Junho de 1654. 672 v 

Alvará a Manuel Vaz Calado, natural de Lisboa, filho de Rodrigo Vaz Calado, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 40o réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 27 de Junho de ió?4. 673 

Alvará a Pedro Colares de Carvalho, natural de Arranho, filho de Pedro Cola- 
res, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 1 de Fevereiro de 
i656. 673 

Alvará a Domingos de Amaral, morador em Mazagão, filho de Francisco de 
Amaral, cavaleiro-fidalgo, do toro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia ; pelos serviços ali feitos. 
— De 5 de Julho de 1642. 673 

Alvará a Nicolau Ribeiro, morador em Mazagão, filho de Sebastião Ribeiro, 
do foro de moço da câmara com 40o réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 5 de Outubro de 
i65o, 673 v 

Alvará a Martinho de Aguiar, natural de Lisboa, filho de António de Aguiar, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia e 3 quartas de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Setúbal, na Torre de Ou- 
tão. —De 25 de Junho de ió55. 

Alvará a Manuel da Silva Pereira, natural de Óbidos, filho de Francisco da 
Silva, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 íeis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 4 de Junho de 

[652. 674 



MATRIC1 LA DOS MORADORES DA CASA RIAL 229 

Folhas 

Alvará a Vicente Pinheiro Penalvo, natural de Lisboa, filho de João Pinheiro 
Penalvo, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 26 de Outubro 
de [656. 674 

Alvará a Gaspar Penalvo da Silva, natural de Lisboa, filho de João Pinheiro 
Penalvo, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mes e 3 quartas de cevada por dia. — De 26 de Outubro 
de i(536. 674 v 

Alvará a Manuel do Couto Neto, natural de Alcobaça, filho de António Luís, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 9 de Ja- 
neiro de 1657. 674 ;■ 

Alvará a Mateus Gomes de Aguiar, natural de Caria, termo de Lamego, filho 
de Gaspar Alvares, do foro de moço da câmara com 406 réis de mora- 
dia por mes e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
Baía com o Conde de Castelo Melhor. — De 2 de Junho de i653. 674;' 

Alvará a Manuel Caldeira, natural de Lisboa, filho de Domingos Caldeira, ca- 
valeiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas cevada por dia. — De 22 de Março de i658. 675 

Alvará a António de Araújo, natural de Lisboa, filho de João de Araújo, cava- 
leiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 10 de Março de i658. 67S 

Alvará a Manuel de Andrade de Faria, natural de Lisboa, filho de Manuel de 
Andrade de Faria, do foro de moço da câmara com 401» réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia.- — De 6 de Novembro de 
i655. 675 v 

Alvará a Paulo Afonso de Faria, natural de Lisboa, filho de Manuel de An- 
drade de Faria, do foro de moço da câmara com 40b réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Novembro de 16??. 675 v 

Alvará a João Manhós, natural de Lisboa, filho de Pedro Castelão, do foro de 
moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de ce- 
vada por dia; na vaga de Estêvão Mendes, pelos serviços feitos no 
Alentejo. — De 4 de Janeiro de 1666; 675 v 

Alvará a Manuel de Araújo de Albuquerque, natural de S. Martinho de Salreu, 
filho de Faustino de Araújo, do toro de moço da câmara com 406 reis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Manuel 
Correia da Costa. — De i5 de Junho de i658. 676 • 

Alvará a Carlos Manuel, natural de Lisboa, rilho de António Pinto Pessoa, do 
foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; na vaga de Domingos de Amaral. — De 1? de Junho 
de i658. 676 v 

Alvará a Francisco da Costa, natural de Lisboa, rilho de António da Costa, do 
foro de moço da câmara com 406 reis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tangei'. —De 10 de 
Maio de i658. u~6 ;• 



2 3o LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Valentim de Macedo Varela, natural de Sinde, rilho de João de Ma- 
cedo Varela e neto de João Rdrigues de Macedo, do foro de moço da 
câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia; na vaga de Constantino Mendes de Gouveia. — De 3o de Setembro 
de i658. 676 v 

Alvará a João Carvalho, natural do Turcifal, filho de Vicente Carvalho Franco, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia ; na vaga de José de Pina, pelos serviços presta- 
dos no presídio de Cascais. — De 20 de Junho de i65g. 677 

Alvará a Domingos Ferreira Laborão, natural de Lisboa, filho de Manuel Fer- 
reira Laborao, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 12 de Agosto de 1659. 677 v 

Alvará a Baltasar Fernandes, morador em Mazagão, filho de Estêvão Luís, ca- 
valeiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 10 de 
Maio de 1659. 677 

Alvará a Francisco Marques, morador em Mazagão, filho de Fstêvão Luís, cava- 
leiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
10 de Maio de i65g. 678 

Alvará a Manuel Leitão, natural de Lisboa, filho de Mateus Leitão Grimaldo, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia. — De 19 de Novembro de i65g. 678 

Alvará a Simão da Gama Lobo, natural de Alcochete, filho de Rui Lobo da 
Gama, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Novembro de 1659. Ó78 v 

Alvará a Domingos de Aguiar, natural de Lisboa, filho de António de Aguiar, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia ; na vaga de Tomás Correia de Vasconcelos, pelos 
serviços prestados em Badajoz. — De 2(5 de Fevereiro de 1660. 678 v 

Alvará a Estêvão Girot, natural da Normandia (França), filho de João Girot, 
do foro do moço da câmara com 40O réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; na vaga de Francisco Pereira. — De 1 de Abril 
de 1660. 679 

Alvará a Manuel Coelho, natural de Mia Viçosa, filho de Luís Coelho, do foro 
de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de 
cevada por dia. — De 3o de Abril de 1660. 079 

Alvará a Manuel Botelho, natural de Montemor-o-Novo, filho de António Freire 
de Carvalho, do foro de moço da câmara da guarda-roupa com 600 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de 
Maio de 16Õ0. 679 v 

Alvará a Manuel Correia da Silveira, natural de Vila Viçosa, filho de Diogo da 
Silveira do foro de moço da câmara da guarda-roupa com 600 reis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Maio de 
1660. 679 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA R1AL 23l 

Folhas 

Alvará a Pedro Mendes de .Matos, natural de Vila Viçosa, filho de António da 
Silveira, do foro de moço da câmara da guarda-roupa com 600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Maio de 
i56o. 680 

Alvará a Miguel Dias de Paiva, natural de Braga, rilho de António Dias de 
Paiva, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo e nas 
vilas de Valverde, Alconchel e Vila Nova dei Fresno. — De 20 de Julho 
de [660. 680 

Alvará a Benti 1 de Abreu Bernardes, natural do concelho de Pernes, rilho de 
Bento Bernardes, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
praça de Almeida. — De 2 de Março de i65i. 680 v 

Alvará a Mateus Barreto da Silva, natural de Lisboa, filho de António Pinheiro 
da Estrada, do foro de moço da câmara com 40b réis de moradia por 
mês e três quartas de cevada por dia; pelos serviços feitos na armada. 
— De 3o de março de 1660. 680 v 

Alvará a Pedro de Alvarado, natural de Beja, filho de Martim de Escalante. 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia. — De 27 de Julho de 1661. 681 

Alvará a Simão Correia, natural de Lisboa, filho de João Pimenta de Torres, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quar- 
tas de cevada por dia; na vaga de Gaspar da Fonseca. — De 20 de Maio 
de 1661. 681 

Alvará a António da Cunha, natural de Lisboa, filho de Simão da Cunha e neti 1 
de Pedro Fernandes Pinheiro, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da 
câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia; na vaga de Francisco do Couto. — De 18 de Julho de 1661. 68» 

Alvará a Miguel Borges, natural de Frontelheiro, filho de Simão de Andrade 
da Fonseca, do foro do moço da câmara com 40b réis de moradia por 
mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Francisco de Morais.— 
De 20 de Dezembro de 16Ó1. 681 v 

Alvará a Miguel de Andrade, natural da Batalha, filho de Manuel Salgado, do 
foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; na vaga de Pedro Amado. — De 28 de Dezembro 
de 1 66 1 . 68 1 v 

Alvará a Jerónimo Botelho de Carvalho, natural de Lisboa, filho de Pedro Va- 
rela de Carvalho, do foro de moço de câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 5 de Janeiro de 1662. 682 

Alvará a António Borges de Figueiroa, natural de Lisboa, filho de Boaventura 
Borges de Figueiroa, do foro de moço da câmara com 406 réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de João Mendes de 
Sampaio. — De 12 de Janeiro de 1602. ósj 

Alvará a Manuel Antunes Ferreira, natural de Vila Viçosa, filho de António 
Ferreira, do foro de moço da câmara com 40o reis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 4 de Junho de 1662. 682 v 



2 32 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a .Matias Soares, natural de Midões, filho de Simão Machado, cavaleiro- 
-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês 
e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Estêvão Ginon. — De 4 de 
Setembro de 1662. 682 v 

Alvará a João de Loureiro Serpa, natural de Santarém, filho de Afonso de 
Freitas Catão, neto de Manuel de Freitas e bisneto de Afonso de Frei- 
tas, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 
quartas de cevada por dia; na vaga de António Rodrigues da Lomba. — 
De 16 de Julho de 1662. 682 v 

Alvará a Luís de Freitas de Sampaio, natural de Lisboa, filho de Francisco de 
Freitas de Sampaio, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 
406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga 
de Manuel Carvalho. — De 20 de Setembro de 16Õ2. 683 

Alvará a António da Fonseca, natural de Vila Viçosa, filho de João da Fonseca, 
escudeiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 4 de Setembro de 16Õ2. 683 v 

Alvará a António Fernandes de Perada, natural de Bragança, filho de Domingos 
Fernandes Centeno, do foro de moço da câmara com 406 réis de mora- 
dia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Teodósio da 
Costa de Sousa. — De 8 de Janeiro de iõó3. 684 

Alvará a António de Morais de Mesquita, natural de Lisboa, filho de João de 
Mesquita de Morais, do foro de moço da câmara com 406 réis de mora- 
dia pur mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Janeiro de i663. 684 

Alvará a Jorge de Castro Soares, natuaral de Lamego, filho de António de Cas- 
tro, moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 406 réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Janeiro 
de i663. 684 

Alvará a Vicente Correia da Ponte, natural de Lisboa, filho de Mateus Correia, 
moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 2 de Junho de 
i663. 684^ 

Alvará a Manuel Peixoto de Carvalho, natural de Lisboa, filho de Pedro Varela 
de Carvalho, moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 
4> 16 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 26 de 
Setembro de 166 1. 684^ 

Alvará a Francisco Sarmento da Cunha, natural de Tânger, filho de Francisco 
Sarmento da Cunha, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 
406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 3o de 
Maio de 1661. 685 

Alvará a António Pereira da Costa, natural de Camarate, filhu de Dinis da Fon- 
seca, moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 406 
reis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 12 de Se- 
tembro de i' 685 r 

Alvará a João de Araújo Barroso, natural de Vila Nova de Tenoeira, (sic), filho 
de Gonçalo de Araújo Barroso, do foro de moço da câmara com 406 
reis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de 
Manuel Teixeira. --De 2 de Novembro de i663. 685 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RI AI. 2 33 



Fòlhi« 

Alvará a Luis Nunes Serra, natural de Lisboa, filho Je Francisco Soares Lagal, 
do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês c 3 quar- 
tas de cevada por dia; pelos serviços prestados em Olivença e Valver- 
de. — De 27 de Dezembro de 1662. 685 v 

Alvará a José Barbosa ('.alheiros, natural de Tomar, filho de Belchior Barbosa 
de Sampaio, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 40I1 réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 3o de Dezem- 
bro de [663. 686 

Alvará a Gaspar da Fonseca, moço da câmara, natural de Vila Viçosa, filho de 
João da Fonseca, escudeiro-fidalgo, promovendo-o a moço da câmara 
da guarda-roupa com 600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 7 de Março de 1664. 686 

Alvará a D. Manuel de Eça, natural de Lisboa, filho de D. João de Eça, do 
foro de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia. — De 21 de Janeiro de i665. 680 v 

Alvará a Domingos da Rocha de Sá, natural de Vagos, rilho de Manuel da 
da Rocha Frade, do foro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 1 de Julho de i663. 687 

Alvará a Francisco Aranha Coutinho, natural de Lisboa, rilho de Miguel Ara- 
nha, moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 40b réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 20 de Outu- 
bro de 1659. 687 

Alvará a Baltasar Borges, natural de Lisboa, filho de Manuel Borges, do foro 
de moço da câmara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de 
cevada por dia. — De i5 de Agosto de i6<>5. 687 v 

Alvará a António de Azevedo, natural de Lisboa, rilho de Belchior de Azevedo, 
do foro de moço da câmara da guarda-roupa com boo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 25 de Outubro de i665. 687 v 

Alvará a Francisco Cardoso da Fonseca, natural de Mondim, comarca de La- 
mego, filho de Manuel Cardoso da Fonseca, do foro de moço da câmara 
com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. —De 
9 de Novembro de i665. <>NN 

Alvará a Vicente Caldeira, natural de Abrantes, rilho de Martim Coelho de Al- 
meida, do foro de moço da câmara da guarda-roupa com 600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 de Novembro 
de i665. , 688 

Alvará a Francisco de Abrantes, natural do lugar de Casal Comba, comarca de 
Coimbra, rilho de Francisco de Abrantes, do toro de moço da câmara 
com 40b réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; que 
por recomendação de D. Pedro de Almeida, entrou na vaga de Manuel 
Carvalho da Siíva. — De 3o de Julho de i665. 688 ;• 

Alvará a Miguel Diogo da Gama, natural de Lisboa, rilho de Manuel da Gama, 
moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 406 réis de 
moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Domingos 
de Aguiar. — De 25 de Abril de 1640. 688 v 



2J4 LIVRO V 



Folhas 



Alvará a Lourenço Mouro de Andrade, natural de Lisboa, rilho de António 
Mouro de Andrade, moço da câmara, do mesmo foro de moço da câ- 
mara com 406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. 
— De 10 de Maio de ió:>8. <>8< j 

Alvará a Luís Sarmento da Cunha, natural de Tanger, rilho de Francisco Sar- 
mento da Cunha, cavaleiro-fidalgo, do foro de moço da câmara com 
406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 8 de 
Agosto de 1666. " s <i 

Alvará a António da Silva Castelo Branco, natural de Castelo Branco, rilho de 
Amador de Sousa, do foro de moço da câmara com 406 réis de mora- 
radia por mês e 3 quartas de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na Beira. — De 9 de Dezembro de 16ÓO. Ó89 v 

Alvará a João de Cáceres Ribeiro, natural de Lisboa, rilho de Pedro de Cáce- 
res Ribeiro, moço da câmara, do mesmo foro de moço da câmara com 
406 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 9 de 
Dezembro de 1666. «589 v 

Alvará a Manuel Lopes, natural de Ourém, filho de Francisco Lopes, do foro 
de escudeiro com 400 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Alentejo e na casa de Bragança.— 
De 29 de Julho de 1647. 690 

Alvará a Luís Gonçalves, natural de Santarém, filho de Filipe Gonçalves, do 
foro de escudeiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; não tendo efeito esta mercê senão por falecimento de seu 
sogro Francisco Lopes. — De 20 de Dezembro de 1602. 690 

Alvará a Domingos Dias, morador em Mazagão, filho de Gonçalo Dias, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 4 de Julho de 
[646. 690 v 

Alvará a Gaspar Rodrigues, natural de S. Joaninho de Armamar, termo de 
Lamego, filho de António Rodrigues, do foro de cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 21 de Março 
de 1047. 690 v 

Alvará a Domingos Dias, morador em Tânger, filho de Francisco Dias do Bou- 
ro, dós foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 10 de 
Agosto de 1657. (391 

Alvará a Diogo Peixoto, morador em Tânger, filho de Manuel Peixoto, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. -- De 
22 de Junho de 1647. 691 

Alvará a António Tavares, morador em Tânger, filho de Manuel Tavares, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos — De 18 de Junho de 
1647. 691 v 

Alvará a Amador João, morador em Tânger, filho de Manuel João, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços feitos naquela cidade. —De 21 de Ju- 
lho de 1647. 692 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL -z3b 



Folha» 

Alvará a Salvador Veloso, morador em Tânger, filho de Salvador Veloso, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. -De 
t * » de Junho de 1Ó4.7. 092 

Alvará a Manuel Lobo Tisnado, morador em Mazagão, rilho de Simão Gon- 
çalves, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. -De 
20 de Janeiro de 1647. 692 v 

Alvará a António de Lemos, natural de Mazagão e morador em Tânger, filho 
de Manuel de Lemos da Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços feitos nas referidas cidades. —De 2 de Agosto de 1647. 6q3 

Alvará a Pascoal Pi-es, morador em Mazagão, filho de Domingos Pires, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. —De 
17 de Janeiro de 1047. 6o,3 

Alvará a Pedro Gonçalves, morador em Mazagão, filho de Baltasar Fernandes, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 17 de 
Janeiro de 1647. <>q3 v 

Alvará a Estêvão de Abreu, natural de Colares, filho de Luís Prego, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Ceuta e na armada. - 
De 10 de Janeiro de 1648. õ()3 y 

Alvará a João Rodrigues Rabenga, morador em Tânger, filho de Manuel Ro- 
drigues, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — -De i5 de Junho de 1647. % t>g4 

Alvará a Roque Rabenga, morador em Tânger, filho de Manuel Rodrigues, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 20 de Maio de 1047. 694 v 

Alvará a João da Fonseca Cardoso, natural do Cadaval, filho de Nicolau Gon- 
çalves, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados em Évora 
e na armada. — De 25 de Maio de 1648. 094 v 

Alvará a Simão Romeiro Neves, morador em Mazagão, filho de Francisco 
Afonso Neves, dos foros de escudeiro, e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. 
De 20 de Janeiro de 1648. ii. 1? 

Alvará a Diogo Rodrigues Barroso, morador em Mazagão, filho de Pedro Ri- 
beiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 17 de 
Janeiro de 1Ò47. i M i5 v 

Alvará a Vicente da Silva, natural de Carcavelos, termo de Lisboa, filho de 
Bento da Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na Torre de S. Julião e na cidade de Tânger. — De 21 de Julho de 1648. 693 v 



-236 



LIVRO V 



Alvará a Francisco Lopes, natural de Castelo de Vide, filho de António Lopes, 
do iòro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De i5 de Maio de 11)49. 



Fólh.lr. 



6qo 



Alvará a João de Barros, atabaleiro, natural de Lisboa, filho de Gonçalo João, 
do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; com a condição de casar com uma filha do falecido 
Domingos de Oliveira, que foi também atabaleiro. — De i5 de Abril de 
1649. 



696 v 



Alvará a Luis Monteiro, natural de S. Pedro de Ester, termo de Lamego, filho 
de João da Fonseca, do iòro de cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Julho de 164.9. 



696 v 



Alvará a Francisco Gonçalves Carrasco, natural de Lisboa, iilho de Francisco 
Gonçalves Carrasco, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mor més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 24 de Setembro de 164Q. 



696 v 



Alvará a Simão Rodrigues, natural de Lisboa.filho de Gonçalo Rodrigues, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia ; pelos serviços prestados no Paço, como con- 
traste. — De 5 de Outubro de 1649. 



( >97 



Alvará a Manuel de Lima, médico, natural de Suajo, filho de Cosme Dias, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia ; pelos serviços que prestou em Elvas, e na 
armada que foi á França sob o comando de D. João de Meneses. — De 
10 de Novembro de 1649. ('11)7 

Alvará a Lourenço Fernandes, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia 

por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 9 de Novembro de 1649. 697 v 



Alvará a Bartolomeu Gomes, morador em Lisboa, filho de Baltasar Gomes, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia par mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 3o de Janeiro de i65o. 



.Í98 



Alvará a Manuel de Azevedo, natural de Lordelo, freguesia de Santo André, 
comarca do Porto, filho de André Gonçalves, dos foros de escudeiro e 
cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — De 27 de Fevereiro de 
i65o. 



698 



Alvará a Francisco Marques, morador em Mazagão, filho de Lázaro Romeiro, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. 
— De 25 de Setembro de i65o. 



698 v 



Alvará a João Lopes de Pina, morador em Mazagão, filho de Luis Borges, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 27 
de Setembro de i65o. 



698 v 



Alvará a Pedro da Silva, morador em Mazagão, filho de Gabriel da Silva, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 9 de Se- 
tembro de itiSo. 



699 






MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 237 



Folhai 

Alvará a Agostinho Gonçalves Ferro, morador cm Mazagão, filho de António 
Gonçalves Ferro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serrviços ali fei- 
tos. — De 2g de Setembro de if>5o. tiq<, p 

Alvará a João Pereira Tisnado, morador em Mazagão, tilh<> de Manuel Martins 
Brigas, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 29 de Setembro de l65o. 6991* 

Alvará a António Soares, morador em Mazagão, filho de Francisco Dias, dos 
foros de escudeiro e cavaldro com 700 réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 
iõ de Setembro de i65o. 700 

alvará a António Pires da Costa, morador em Mazagão, filho de Domingos Pi- 
res da Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 25 de Setembro de i65o. 700 v 

Alvará a Luís Fernandes, natural de Vila Viçosa, filho de João Luís, do foro 
de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 16 de Janeiro de [65i. 700 v 

Alvará a Pedro Dias, morador em Mazagão, filho de. Domingos Dias, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De i5 de Setembro de 
i65o. 701 

Alvará a Domingos Teixeira, morador em Mazagão, filho de Simão Francisco, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 10 de Outu- 
bro de i65o. 701 

Alvará a Simão Francisco, morador em Mazagão, natural de Lixa, termo de 
Celorico de Basto, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços ali fei- 
tos. — De 10 de Outubro de 1 (">3o. 701 v 

Alvará a Bento Fernandes, natural de Neiva, termo de Barcelos, rilho de Sal- 
vador Domingues, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e t alqueire de cevada por dia; com a condição de ir 
á índia. — De q de Junho de [65i. 702 

Alvará a António Marques, morador em Mazagão, natural de Lisboa, rilho de 
Duarte Gomes, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados 
no Alentejo e na dita cidade. — De i5 de Setembro de i65o. 702 v 

Alvará a António Fernandes, natural de Lisboa, filho de Domingos Rodrigues, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Mazagão. — 
De 3 de Fevereiro de i653. 702 v 

Alvará a Francisco Jorge, natural de Cascais, filho de Manuel Fragoso, do foro 
do cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De o de Agosto de [65i, 70S 



•38 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Domingos Fernandes, natural de Lisboa, filho de Diogo Fernandes, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 9 de Agosto de i65i. 700 v 

Alvará a Francisco de Sousa, reposteiro da câmara, natural de Pernes, termo 
de Alcanede, filho de Garcia Dias, do foro de cavaleiro como 700 réis 
de moiadia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 28 de Agosto 
de i65i. 703 v 

Alvará a João de Sousa morador em Tânger, filho de Belchior Gonçalves, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 6 de Outubro 
de i65i. 704 

Alvará a João Rodrigues Homem, morador em Tânger, filho de Pedro Zuzarte, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos naquela 
cidade.— De 2 de Março de [656. 704 

Alvará a Francisco Ribeiro, morador em Tânger, filho de António Ribeiro, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 5 de Outubro 
de i65i. 704 v 

Alvará a Manuel Pinheiro Valente, morador em Tânger, filho de António Va- 
lente, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 21 
de Julho de 1647. 70? 

Alvará a Manuel Rodrigues Pimenta, natural de Tânger, filho de Gaspar Rodri- 
gues Pimenta, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 7 de Outbro de i65i. ~oi 

Alvará a Francisco Moniz, natural de Oliveira de Frades, filho de Diogo João, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De iõ de Janeiro de 1632. 701» 

Alvará a Afonso Godinho, morador em Tânger, filho de Baltasar Godinho, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 7 de 
Outubro de i65i. . 706 

Alvará a António Rodrigues de Pina, natural da vila da Fronteira, rilho de Luís 
Dias. do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 17 de Abril de K>52. 706 v 

Alvará a António Álvares de Castro, natural do lugar de Taide, termo do con- 
celho de Lanhoso, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 7 de Junho de i6Ô2. 706 ;■ 

Alvará a Francisco Afonso Ferro, morador em Mazagão, rilho de Luís Ferro e 
neto de Martim Dias, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser 
viços prestados na dita cidade. — De 6 de Outubro de i65o. 706 v 

Alvará a Francisco Rodrigues, morador em Tânger, rilho de João Lourenço, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou naquela cidade. — De 7 de Outubro de i65i. 707 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA KIAL >S>, 

Folha w 

Alvará a Manuel Gonçalves da Costa, morador era Mazagão, tilho de João 
Gonçalves, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
feitos.-- De ? de Outubro de i65o. 707 v 

Alvará a Amador Moreira, filho de Simão Francisco, cavaleiro, natural de Lixa, 
termo de Celorico de Basto, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços 
prestados no Brasil. — De 2 de Novembro de iGbz. 707 v 

Alvará a Simão da Costa, natural do lugar de Rio Dades, termo da vila de 
Paredes, filho de Simão Lopes, do foro de cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia.— De 12 de Janeiro de 
i653. 708 

Alvará a Pedro da Costa, morador em Mazagão, tilho de João da Costa, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e t al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 27 de Ja- 
neiro de i653. ~>> s 

Alvará a Pedro de Almeida, morador em Lisboa, tilho de Pedro Bernardes, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 2 de Abril de i653. 708 v 

Alvará a Fernão de Abreu, natural de Tomar, filho de Afonso de Abreu, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 20 de Agosto de 1 653. >^_ 708 /' 

Alvará a António de Castilho, natural de Mazagão, filho de Francisco Afonso, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 29 
de Outubro de 1 653. 700, 

Alvará a António Coelho, morador em Tânger, filho de João Coelho, cavaleiro, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 5 de 
Outubro de 1 65 1 . 709 

Alvará a Luís de Moura, morador em Lisboa, filho de Francisco Rodrigues, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 20 de Outubro de 1654. 700 v 

Alvará a José Luís, natural de Lisboa, filho de Jerónimo Delgado, do foro de 
cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 26 de Janeiro de 1654. 7011 v 

Alvará a Cipriano do Couto, porteiro das damas, natural do lugar de Ajafanil 
(sic), termo de Cascais, filho de Ascenso João, dos foros de escudeiro 
e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no dito ofício. — De 26 de Junho de 1(04. 701» r 

Alvará a Pedro Alves Gadelha, morador em Tânger, filho de Tomé Alves Ga- 
delha, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados. — De 9 
de Setembro de 16D4. 710 

Alvará a António Jorge Mimoso, morador em Tânger, filho de Belchior Fer- 
nandes, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados. — De 3 de 
Setembro de 1654. 7"' 



240 



LIVRO V 



Folha* 



Alvará a Domingos da Costa, morador em Tânger, filho de Manuel da Costa, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De i5 
de Setembro de 1654. 710 

Alvará a Manuel Martins, morador em Tânger, filho de António Martins, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali fez. — De 9 de Setembro 
de 1654. 711 

Alvará a Francisco Rodrigues Mimoso, natural de Tânger, filho de Belchior 
Fernandes, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — 
De q de Setembro de U04. 711 

Alvará a António Fernandes de Lisboa, morador em Tânger, rilho de Manuel 
Teixeira, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — 
De 9 de Outubro de i65i. 711 v 

Alvará a António Moreira, moço da estribeira, natural de Mia Viçosa, filho de 
Baltasar Vaz, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia. — De 26 de Janeiro de i655. 711 v 

Alvará a António Lopes Jorge, morador em Tânger, filho de António Lopes 
Jorge, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
3 de Setembro de 1654. 712 

Alvará a Feliciano Monteiro, natural de Lisboa, filho de António Ribeiro, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De iS de Maio de i655. 712 

Alvará a Luís Álvares Franca, morador em Tânger, filho de João Alvares 
Franca, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700, réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita ci- 
dade. — De 25 de Junho de i655. 712 

Alvará a Francisco Lourenço, morador em Tânger, rilho de João Alvares Franca, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 10 de Junho 
de i655. 712 r 

Alvará a Jorge Ferrão, morador em Tânger, rilho de Sebastião Ferrão, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela 
cidade. — De 26 de Junho de 16??. 7 1 3 

Alvará a Manuel Falcão, morador em Mazagão, filho de Manuel Alvares, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 5 de Outubro 
de i65>o. 7i3 

Alvará a Manuel da Costa, morador em Mazagão, rilho de Rafael Fernandes da 
Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
20, de Acosto de i6rr. 7i3 F 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 
1 — . 



241 



Alvará a António Coelho, natural de Camarate, filho de Carcia Lopes, do foro 
de cavaleira com 700 réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De i5 de Novembro de i655. 



Folha» 



Alvará a Francisco Rodrigues Franco, natural de Vila do Conde, filho de Ma- 
nuel Rodrigues, do foro de cavaleiro com 600 réis de moradia por mes 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 5 de Novembro de [655. 714 



7'4 



Alvará a Gaspar Fernandes, morador em Tânger, filho de Gregório da Costa, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 29 de Junho de i655. 714 

Alvará a Bento da Fonseca, morador em Tânger, filho de João Coelho, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e l alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
na dita cidade. — De 29 de Novembro de i655. 714^ 

Alvará a Manuel de Matos, filho de João Coelho, cavaleiro, dos foros de escu- 
deiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 20 
de Novembro de 1 635- 71 5 

Alvará a Martim Anes da Fonseca, filho de João Coelho, cavaleiro, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que seu pai fez em Tânger. — De 20 
de Novembro de i655. 71o 

Alvará a António da Costa Dobres, natural de Lisboa, filho de Vicente Esteves, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Moura, Val- 
verde, Elvas e Mazagão. — De 25 de Novembro de [655. 71o v 

Alvará a Francisco de Mendonça, morador em Mazagão, filho de Belchior Al- 
ves, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
5 de Outubro de i65o. 715 v 

Alvará a Pedro da Silva da Cunha, morador em Mazagão, filho de Luís Cas- 
tanheiro, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali fei- 
tos. — De 6 de Novembro de i653. 716 

Alvará a Pedro Ferreira Pedroso, morador em Mazagão, filho de António Pires 
da Costa, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 
10 de Outubro de i65o. 716 v 

Alvará a Francisco de Matos, natural de Almargcm do Bispo, filho de Domingos 
Luís, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — 
De 8 de Setembro de 1654. 71IÍ v 

Alvará a André Rodrigues, morador em Tânger, filho de Brás Fernandes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês c 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De (sic) de Ju- 
nho de i656. 717 

31 



242 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a João Fernandes Bentes, morador em Tanger, filho de Sebastião Fer-' 
nandes, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 27 de 
Junho de i656. 717/' 

Alvará a António Jorge Fernandes, morador em Tânger, filho de Francisco 
Jorge, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita ci- 
dade. — De 27 de Junho de i656. 7 l l p 

Alvará a Pedro Gonçalves Caminha, natural de Viana, filho de João Gonçalves 

Caminha, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 

* por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 

Mazagão. — De 6 de Julho de i656. 718 

Alvará a António Rodrigues da Cal, natural da vila de Almada, filho de Vi- 
cente Rodrigues, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na fortaleza de S. Sebastião e na dita vila. — De 20 de Maio de ió56. 718 

Alvará a António Fernandes, morador em Tânger, filho de Domingos Fernan- 
des de Luria, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 27 de Junho de i656. 718;' 

Alvará a João Machado, natural de Lisboa, filho de António Gonçalves, cava- 
leiro, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 19 de Outubro de i656. 719 

Alvará a Jorge Gonçalves, natural do lugar de Gouvães, termo de Vila Pouca 
de Aguiar, filho de António Peres, cavaleiro, do foro de cavaleiro com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 12 
de Outubro de ió56. 719 

Alvará a Manuel Borges de Gouveia, morador em Tanger, filho de António 
Borges de Gouveia, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali 
prestados. — De 26 de Junho de i656. l l 9 v 

Alvará a António de Almada, natural de Louriçal, termo de Coimbra, filho de 
Francisco da Costa, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços feitos em Lisboa e 
na Baia. — De 26 de Outubro de i656. 7''.»'' 

Alvará a Vicente da Costa, morador em Tânger, filho de Afonso Martins, dos 
furos de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela cidade. — De 
9 de Janeiro de 1657. 720 

Alvará a Francisco de Sousa, morador cm Tânger, filho de João de Sousa, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro c cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 26 de 
Outubro de i656. 720 v 

Alvará a António Valente, morador em Tânger, filho de João de Sousa, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
26 de Outubro de i656. 720 í> 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 243 

Folhas 

Alvará a João Valente, morador em Tanger, rilho de João de Sousa, cavaleiro, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro cora 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 26 de Outubro de i656. 721 

Alvará a Francisco Peres, morador em Tânger, lilho de Martim Peres, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 26 de Junho de 
in5õ. 721 

Alvará a Manuel Tavares, morador em Tânger, filho de Tomé Tavares, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 900 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
3o de Junho de iò5ó. 721 ;• 

Alvará a Domingos João, natural de Paiol, termo de Alenquer, filho de Fran- 
cisco João, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Mazagão. — De 29 de Maio de 1657. 722 

Alvará a Francisco Moreno, morador em Tânger, filho de Francisco Moreno, 
dos foros de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 22 de 
Janeiro de 16D7. 722 

Alvará a António Pires de Medina, natural de Mazagão, rilho de Francisco Pi- 
res, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 29 de 
Maio de 1657. 722 v 

Alvará a Luís Pires, natural de Tânger, filho de Francisco Jorge, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 29 de Maio de 
1657. 722 v 

Alvará a Jerónimo Galvão, natural de Tânger, filho de António Sanches da 
Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita ci- 
dade. — De 2q de Maio de 1657. 723 

Alvará a Francisco de Campos, natural de Bemfica, rilho de Sebastião Rodri- 
gues, dos foros de escudeiro c cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Maza- 
gão. — De 29 de Maio de 1657. 723 v 

Alvará a Sebastião da Silva de Carvalho, natural de Sacavém, termo de Lis- 
boa, filho de Domingos Dias da Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro 
com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados em Tânger. — De 11 de Dezembro de 1657. 723 v 

Alvará a Domingos Franco, natural de Mazagão, filho de António Franco, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 7S0 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 3o de Maio 
de 1657. 724 

Alvará a Paulo Ferreira, natural de Braga, filho de Frutuoso Ferreira, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — De \b de 
Dezembro de 1Õ57. 7-4»' 



244 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Gaspar Barreto, natural de Tânger, rilho de Francisco Barreto, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De i5 de De- 
zembro de i652. 724 v 

Alvará a Sebastião Gonçalves, natural de Ponte do Lima, rilho de João Fer- 
nandes Barreiros, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada pordia; pelos serviços prestados 
em Tânger. — De i5 de Dezembro de 1657. 725 

Alvará a Inácio Pereira, natural da Ilha da Madeira, rilho de Damião Francisco, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 760 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — 
De 14 de Dezembro de 1657. 72S v 

Alvará a Brás Pereira Ledo, natural de Tânger, filho de Domingos Ledo, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 
29 de Julho de 1657. 72? v 

Alvará a Baltasar Rodrigues, morador em Tânger, rilho de Gonçalo Alves do 
Bouro, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 800 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 3 de Setembro de 1654. 726 

Alvará a António de Araújo, natural de Tânger, filho de António Gonçalves de 
Araújo, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — 
De 14 de Dezembro de 16Õ7. 726 

Alvará a Manuel Pereira, natural de Tânger, filho de Afonso Godinho, cava- 
leiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados naquela ci- 
dade. — De 14 de Dezembro de 1657. 726 

Alvará a Pedro Dias Pereira, natural de Tânger, filho de Afonso Godinho, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
14 de Dezembro de 1657. 726 ;■ 

Alvará a António de Abreu Leitão, natural de Lisboa, rilho de Estêvão de Abreu, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês 1 alqueire de cevada por dia. — De 8 de Maio de i658. 727 

Alvará a José de Abreu Leitão, natural de Lisboa, filho de Estêvão de Abreu, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 8 de Maio de i658. 727 

Alvará a Manuel Romão, natural de Tânger, filho de Francisco Romão, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 reis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados. — De 26 de Setem- 
bro de i(35S. 727 v 

Alvará a António Martins, morador em Tânger, filho de Jorge Fernandes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês c 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 
3 de Setembro de iG58. 727 v 



M V l RÍC1 LA DOS MORADORES DA CASA RIAL 24S 

Folhas 

Alvará a João de Matos, morador em Tanger, rilho de Gaspar de Matos, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mes e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Feve- 
reiro de i<35g. 728 

Alvará a Baltasar Godinho, morador em Tânger, filho de Afonso Godinho, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis e moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. - 
De 3o de Setembro de i658. 728 

Alvará a Manuel Mexia da Costa, morador em Tânger, rilho de Domingos da 
Costa, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali presta- 
dos. — De 3o de Setembro de r658. 728 v 

Alvará a Domingos Faleiro Ribeiro, natural de Tânger, filho de Simão Faleiro, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 3o de Setembro de 16?*. 729 

Alvará a Fernão Lopes, morador em Tânger, filho de Tomé João, do foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali feitos. — De 20 de Fevereiro de 
i65g. 729 

Alvará a Nicolau de Oliveira, morador em Tânger, filho de Domingos Rodri- 
gues, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
3o de Setembro de iG5n. 729 v 



Alvará a Rodrigo Afonso, morador em Tânger, filho de Francisco Rodrigues 
Perestrelo, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
jor mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — 
")e 10 de Janeiro de 1659. 729 v 



K 



Alvará a Gaspar Gonçalves, morador em Tânger, filho de Domingos Álvares, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pêlos serviços ali prestados. — De 25 de 
Fevereiro de [85g. 73o 

Alvará a António Coelho, morador em Tânger, filho de Francisco Rodrigues 
Mesquita, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços pres- 
tados na dita cidade. — De 29 de Fevereiro de i65g. 700 

Alvará a Manuel Pessanha, morador em Tânger, filho de António Jorge Fer- 
nandes, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços que ali 
prestou. — De 18 de Fevereiro de 1659. 730 v 

Alvará a Manuel Carvalho, morador em Tânger, filho de Domingos Fernandes, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 27 de Fevereiro de 1659. 73 1 

Alvará a Gaspar Gonçalves Pessanha, morador em Tânger, filho de António 
Jorge Fernandes, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados. — De 18 de Fevereiro de 1659. 73 1 



246 LIVRO V 



Folhai 

Alvará a Lázaro Rodrigues Pimenta, morador em Tânger, filho de Francisco 
Mexia, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali fei- 
tos. — De 23 de Fevereiro de ió:xj. 7^i * 

Alvará a António Fernandes Veiga, morador em Tânger, filho de Miguel Pe- 
reira, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — 
De 24 de Fevereiro de i65g. 73 1 v 

Alvará a João Fernandes Mota, morador em Tânger, filho de Manuel Fernan- 
des, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e r alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 22 de Fevereiro de 1659. 732 

Alvará a João de Meneses, natural da Tânger, filho de António Cotrim, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 21 de Fevereiro 
de 1659. 732 v 

Alvará a Jerónimo Soares, morador em Tânger, filho de António Alvares, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 22 de Fe- 
vereiro de i65g. ~ t 'ò%v 

Alvará a Afonso Fernandes, morador em Tânger, filho de Francisco Rodrigues 
de Mesquita, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
ali prestou. — De 26 de Fevereiro de i65g. 733 

Alvará a Paulo Soares, morador em Tânger, filho de Simão Soares, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 27 de Fevereiro 
de 1659. 733 v 

Alvará a António de Freitas, morador em Tânger, filho de António de Frei- 
tas, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 22 de Fevereiro de 1659. 733 v 

Alvará a António de Brito, morador em Tanger, filho de João Francisco, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 
26 de Setembro de i6?N. 734 

Alvará a Diogo Gonçalves Pinheiro, morador em Tânger, rilho de João Gonçal- 
ves, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
26 de Setembro de i6?8. 734 

Alvará a Manuel Rodrigues Pinto, morador em Tânger, filho de Manuel Rodri- 
gues Pimenta, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços ali 
prestados. — De 3o de Setembro de 1 658.* 7-H J' 

Alvará a Gaspar Rodrigues Pimenta, morador em Tânger, filho de Manuel Ro- 
drigues Pimenta, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados naquela cidade. — De 27 de Setembro de i658. 735 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



2+7 



Folhas 

Alvará a Sebastião Soares, morador em Tânger, lilho de João Kodrigues Ho- 
mem, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali pres- 
tou. — De i5 de Fevereiro de 1659. -]3ò v 

Alvará a Domingos Vaz Barbosa, morador em Tanger, filho de António Vaz 
Barbosa, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e t alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 26 de Fevereiro de 1(159. 7^5 v 

Alvará a João de Oliveira, morador em Tânger, rilho de Pedro Simões, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 10 de Ja- 
neiro de 1659. 736 

Alvará a Jorge da Costa, morador em Tânger, rilho de Manuel da Costa, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 20 de 
Fevereiro de i65g. y36 v 

Alvará a Francisco .Martins, morador em Tânger, filho de António de Freitas, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 20 de Fevereiro de 1659. -j36 v 

Alvará a Francisco Baião, morador em Tânger, rilho de Diogo Baião, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Fevereiro 
de i65q. 737 

Alvará a Manuel Rodrigues, morador em Tânger, rilho de João Rodrigues, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta 
cidade. — De 27 de Setembro de i658. 737 

Alvará a Baltasar Fernandes, morador em Tânger, filho de Bernardo Fernan- 
des, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta ci- 
dade. — De 3o de Setembro de i658. 7^7 ^ 

Alvará a Manuel Ribeiro Varela, morador em Tânger, filho de André Ribeiro, 
dos foros de escudeiro c cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 3o de 
Setembro de i658. 737 p 

Alvará a Bartolomeu Gonçalves, morador em Tânger, rilho de Manuel Martins, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita 
cidade. — De 3o de Setembro de i658. 73S 

Alvará a Manuel Dias, morador em Tânger, filho de Diogo de Oliveira, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 3o de Se- 
tembro de [658. 738 

Alvará a Brás Galvão, morador cm Tânger, filho de António de Araújo, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — 
De 9 de de Setembro de ió58. 738 v 



248 LIVRO V 



Fúlha* 



Alvará a .Manuel Galvão, morador em Tânger, filho de António de Araújo, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na- 
quela cidade. — De 5 de Setembro de i838. 739 

Alvará a Afonso Fernandes, morador em Tânger, filho de Baltasar Rodrigues, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta 
cidade. — De 20 de Fevereiro de 1600. 73q 

Alvará a Luís de Matos, morador em Tanger, rilho de Luis Matos, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta cidade. — De 20 de 
Fevereiro de ib5g. 73o v 

Alvará a João Dias, morador em Tanger, filho de Manuel Dias Valente, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 25 de Fe- 
vereiro de i65g. 7^9 ^ 

Alvará a António Gonçalves, morador em Tânger, hlho de Belchior Rodrigues, 
cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos servços ali prestados. — 
De 28 de Setembro de i658. 740 

Alvará a Francisco Rodrigues da Fonseca, morador em Tânger, filho de Antó- 
nio Rodrigues da Fonseca, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali feitos. — De i5 de Setembro de ió58. 740 

Alvará a Fernão Correia, morador em Tânger, filho de Fernão Correia e neto 
de António Carvalho, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 
700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. — De 26 de Setembro de ió58. 741 

Alvará a Manuel Rodrigues, morador em Tânger, filho de Roque Rabenga, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — 
De 27 de Setembro de i6f>8. 741 v 

Alvará a João Pinheiro, morador em Tânger, filho de Manuel Pinheiro, dos fo- 
ros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita vila. — De 20 
de Fevereiro de 1659. 74 1 /• 

Alvará a Martim Lobato, morador em Mazagão, filho de Fernão da Silva, ca- 
valeiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta ci- 
dade. — De (sic) de Maio de 1659. 742 

Alvará a Francisco Ribeiro, morador cm Mazagão, Filho de Simão Gomes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 20 de Maio 
de i65g. 742 v 

Alvará a Dio^o Taveira, morador em Mazagão, filho de João Taveira, dos fo- 
ros de" escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 20 de 
Maio de 1639. 742 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 249 

Folhai 

Alvará a Manuel Fernandes Soares, natural de S. Lourenço de Rodais, termo 
de Barcelos, filho de Salvador Fernandes, do foro de cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados como administrador dos assentos das décimas. — De 20 de 
Novembro de i65çj. 743 

Alvará a Jacinto da Silva, natural de Lousã, filho de Francisco Lourenço, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no presidio de Cas- 
cais.— De 20 de Novembro de ib?o- 743 v 

Alvará a Luís Fernandes, morador em Tânger, filho de António Fernandes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 8 de Outu- 
bro de 1(00. 743 v 

Alvará a Domingos Gonçalves, natural de Santo Adrião de Soutelo, termo de 
Braga, filho de Frutuoso Gonçalves, do foro de cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 1 de Feve- 
reiro de 1660. • 744 

Alvará a Manuel Rodrigues de Castro, natural de Lisboa, filho de Sebastião 
Brás, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De i5 de Março de 1660. 744 

Alvará a Domingos Rodrigues Macedo, morador em Tanger, filho de João Ro- 
drigues Homem, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados nesta cidade. — De 23 de Fevereiro de 1659. 744 

Alvará a Cristóvão Soares, morador em Tânger, filho de João Rodrigues Ho- 
mem, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 800 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
nesta cidade. — De 24 de Dezembro de ib3q. 744 

Alvará a Manuel da Rocha, natural de Lisboa, filho de Gaspar da Rocha, do 
foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês a 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 12 de Julho de 1660. 74D 

Alvará a João de Viveiros, morador em Tanger, filho de Manuel Pereira, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 2 de Março 
de 1661. 745 

Alvará a Jacinto de Sousa, natural da índia, filho de António de Sousa, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 4. de Março 
de 1661. 74^ v 

Alvará a Jerónimo Nunes, natural de Lisboa, filho de Luís Nunes, do foro de 
cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 24 de Março de 1661. 745 v 

Alvará a João da Fonseca, natural de Lisboa, filho de Luís Monteiro, do foro 
de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia . — De 3 de Agosto de 1661. 74" 

Alvará a António de Castro, natural de Muge, lilho de Salvador de Castro, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e i al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo, Badajoz 
e Brasil. — De 2? de Maio de [65 1. 74^ 



2 5o LIVRO V 



Folhas 



Alvará a Cristóvão da Silva, natural de Moura, tilho de Afonso Dias da Silva, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo e no 
Brasil. — De 20 de Outubro de i65g. 746 v 

Alvará a Francisco Rodrigues Figueiró, morador em Mazagão, filho de João 
Rodrigues Figueiró, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 8 de Maio de 1659. 747 

Alvará a Sebastião Fernandes, natural de Pedrógão Pequeno, tilho de Dinis 
Cristóvão, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 21 de Dezembro de 1661. 747 v 

Alvará a Miguel Rodrigues da Silva, natural de Mazagão, filho de Francisco da 
Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
29 de Maio de 16? 7. 747 v 

Alvará a Manuel Moreira, morador em Mazagão, filho de Manuel Moreira, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 12 de Maio 
de 1659. 748 

Alvará a António Ribeiro, morador em Tânger, filho de Gaspar (»c), dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta cidade. — De i5 de 
Maio de 1662. 748 

Alvará a João Luís Moreira, natural da Póvoa, comarca de Pinhel, filho de 
Brás Martins, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Alentejo e no assalto a Badajoz. — 'De 24 de Dezembro de 1661 . 748 v 

Alvará a Baltasar Gonçalves, natural de Tânger, filho de João Gonçalves Maiaso, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 3 de 
Setembro de 1662. 748 v 

Alvará a João Veloso, natural de Tânger, filho de Amador João, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 21 de Maio de 1662. 740 

Alvará a João Baptista, morador em Tânger, tilho de Domingos Fernandes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — De 
4 de Maio de 1662. 740 p 

Alvará a Sebastião Rodrigues, natural de Tânger, filho de Diogo Rodrigues 
Afonso, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta ci- 
dade. — De 4 de Outubro de 1662. 749 v 

Alvará a Agostinho Rodrigues, natural de Lisboa, filho de Simão Rodrigues, 
cavaleiro, do mesmo foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no ofício de 
Contraste da Corte. — De 23 de Dezembro de 1662. 73o 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAI. 2 5l 

Folhas 

Alvará a Manuel de Azevedo Leitão, natural de Pontével, filho de João Leitão, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — 
De 3 de Janeiro de i665. 750^ 

Alvará a Marcos Pereira, natural de Castanheira, termo de Montalegre, filho 
de João Gonçalves, do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De iq de Junho de [663.J 730 v 

Alvará a Francisco Correia da Silva, natural de Tanger, filho de Manuel Car- 
valho da Silva, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali pres- 
tados. — De 3 de Janeiro de i6f>3. -p\ 

Alvará a Agostinho de Faria, natural de Lisboa, filho de Belchior de Faria, ca- 
valeiro, do mesmo foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados no Paço, como 
livreiro. — De 2 de Janeiro de 1 663. 76 1 

Alvará a Francisco Martins, natural de Tânger, filho de Domingos Afonso, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 750 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços que ali prestou. — De 20 Maio 
de i663. ;5 1 v 

Alvará a António Galvão, natural de Tânger, filho de Francisco dos Santos 
Galvão, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nesta ci- 
dade. — De 6 de Abril de iG63. 70 1 v 

Alvará a Pedro Rodrigues de Araújo, natural de Lanhelas, termo de Barcelos, 
filho de António Rodrigues, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no ofício de meirinho das décimas da freguesia da Madalena 
de Lisboa. — De 3o de Agosto de [663. 732 

Alvará a Manuel de Carvalho, natural de Tânger, filho de António Carvalho, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na dita cidade. — 
De 25 de Setembro de 1662. 762 

Alvará a Jerónimo Soares, natural de Tânger, filho de Tomé João, dos foros 
de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — -De 4 de Janeiro de 
[664. 752 p 

Alvará a Domingos Soares, filho de Paulo Soares, cavaleiro, dos foros de es- 
cudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia ; atendendo aos serviços que seu pai prestou em Tânger. — 
De 2 de Abril de 1664. 752 v 

Alvará a Francisco Rodrigues da Fonseca, natural de Tânger, filho de João da 
Fonseca, cavaleiro, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que ali 
prestou. — De 3 de Abril de 1664. 753 

Alvará a António Monteiro de Morim, natural de Tânger, filho de Belchior 
Chaches Morim, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos nesta cidade. — De 29 de Dezembro de i663. y53 



252 LIVRO V 



l-úlhas 

Alvará a Pedro Fernandes, natural de Tânger, filho de António Fernandes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 9 de Julho 
de 1664. 753 v 

Alvará a Manuel Romão, natural de Aldeia Galega, rilho de Sebastião Romão, 
do foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mes e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 9 de Julho de 1664. 753 v 

Alvará a Gaspar de Aguiar, natural de Tânger, filho de João da Fonseca, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na referida cidade. — 
De 2 de Abril de 1664. 7?4 

Alvará a Francisco Mendes, natural de Tânger, filho de Simão Mendes, dos 
foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na referida cidade. — 
De 14 de Março de 1664. 7^4 

Alvará a Francisco de Oliveira, natural do concelho de Rossas, filho de Do- 
mingos João, do foro de cavaleiro, com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 23 de Fevereiro de i665. 7?4 

Alvará a Francisco de Coimbra, natural de Santo António do Tojal, termo de 
Lisboa, filho de Paulo de Coimbra, do foro de cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 19 de Maio 
de i665. 704 

1 

Alvará a Gonçalo Alves, natural de Santa Maria de Frois, arcebispado de Braga, 
filho de Gonçalo Alves, dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados em Mazagão. — De 22 de Setembro de i665. 7^4 v 

Alvará a António Martins, filho de Francisco Martins, cavaleiro, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; em atenção aos serviços que seu pai prestou em Tân- 
ger. — De 12 de Maio de 1666. 755 

Alvará a Francisco Jorge, filho de Francisco Martins, cavaleiro, dos foros de 
escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Tânger. — De 12 
de Maio de 1666. 753 

Alvará a Domingos de Almeida, natural de Almeida, filho de António Sardinha, 
dos foros de escudeiro e cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 10 de 
Julho de 1666. 755 v 

Alvará a Francisco Coelho, natural de Lisboa, filho de António Coelho, cavaleiro, 
do mesmo foro de cavaleiro com 700 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 1 de Janeiro de 1666. 756 

* 

Alvará a Gonçalo Machado, natural de Barcelos, filho de Frutuoso Fernandes, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. — De 1 de Março de 1647. 75o 

Alvará a Jorge Arnaut, natural de Pedrógão Grande, filho de Manuel Luis, do 
lòro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria; na vaga de Francisco de Sousa. — De 2 de Dezem- 
bro de 1647. ?56 v 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 253 

Folhas 

Alvará a Juão Machado, natural de Lisboa, filho de Afonso Machado, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de António Redundo. — De 25 de Novembro 
de [647. 7^7 

Alvará a Francisco Alvares, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Alvares, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. — De 10 de Março de 164N. 737 v 

Alvará a Manuel da Silva, natural de Santarém, filho de João Fernandes, do 
foro de reposteiro da câmara com uoo" réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de Jorge Armão. — De 3o de Maio de 1G48. 737 v 

Alvará a António da Silva, natural de Santarém, filho de Francisco Dias, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria. — De 3o de Março de 1648. 758 v 

Alvará a Manuel Coelho, natural de Vila Viçosa, filho de Luís Coelho, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento 
e vestiaria. — De 10 de Março de 1648. 738 v 

Alvará a Gabriel Ferreira, natural de Cantanhede, filho de Francisco Jorge, do 
foro de reposteiro da câmara com óof> réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria. — De 1 de Março de 1649. 759 

Alvará a Manuel de Carvalho, natural de Marvão, filho de Francisco Gonçalves 
de Carvalho, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia 
por mês, mantimento e vestiaria. — De 3i de Março de 1649. 759** 

Alvará a Rafael Monteiro, natural da Lourinhã, filho de Manuel Ribeiro, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria. — De 9 de Novembro de 1649. 760 

Alvará a António da Silva, natural de Ponte de Lima, filho de Pedro Gonçal- 
ves, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. — De 26 de Julho de i65i. 760 

Alvará a Pedro Gomes, reposteiro da câmara, natural de Vila Viçosa, filho de 
Fernando Rodrigues, elevando o dito foro a reposteiro da câmara de 
cavalo com moradia e 3 quartas de cevada por dia, na vaga de João de 
Matos, na qual foi apresentado pelo reposteiro-mor, Bernardim de Tá- 
vora de Sousa. — De 26 de Março de i6b2. 760 

Alvará a Estêvão Ribeiro, natural de Lisboa, filho de Pedro Ribeiro, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento 
e vestiaria. — De 11 de Janeiro de i653. 761 

Alvará a João Correia, natural de Vila Viçosa, filho de Simão Lopes, do foro de 
reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestia. — De 11 Janeiro de 1 65 3 . 761 v 

Alvará a Jorge Arnaut, reposteiro da câmara, natural de Pedrógão Grande, fi- 
lho de Manuel Luís, elevando o dito foro a reposteiro da câmara de 
cavalo com moradia e 3 quartas de cevada por aia; na vaga de Manuel 
Rebelo. — De 4 de Junho de ió53. 761 v 

Alvará a António Franco, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Fernandes, 
do foro de reposteiro da câmara com 406 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. — De i5 de Junho de i652. 762 

Alvará a Bento Rodrigues, natural de Chaves, filho de Francisco Fernandes, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria. — De 2 de Novembro de if)33. 762 r 



254 LIVRO v 



Folhas 



Alvará a Manuel Delgado, natural de Lisboa, filho de Francisco Delgado, do 
foro de reposteiro da câmara de cavalo com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiam; pelos serviços que seu pai prestou no mesmo 
emprego. — De i3 de Setembro de i65í. 7Ò3 

Alvará a Luís Pinheiro, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Fernandes Pi- 
nheiro, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por 
mês, mantimento e vestiaria. — De 4 de Dezembro de i653. 7<>3 v 

Alvará a Manuel de Campos, natural de Vila Viçosa, filho de José Rodrigues, 
moço da estribeira, do foro de reposteiro da câmara com 006 réis de 
moradia por mês, mantimento e vestiaria. — De 18 de Outubro de 1654. 7114 

Alvará a Diogo Rodrigues, natural de Baldreu, termo de Braga, filho de Balta- 
sar Rodrigues, do foro de reposteiro da câmara com Õ06 réis de mora- 
dia por mês, mantimento e vestiaria. — De 3o de Outubro de 1654. 764 

Alvará a Fernão Pires, natural de Lisboa, filho de Manuel Pires, do foro de 
reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria. — De 1 de Dezembro de i655. 764 v 

Alvará a Manuel da Costa, natural de Coimbra, do foro de reposteiro da câ- 
mara com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria. — De 
1 de Dezembro de i655. 762 

Alvará a Belchior Rodrigues, reposteiro da câmara, natural de Vila Viçosa, filho 
de Pedro Rodrigues, elevando o dito foro a reposteiro da câmara de ca- 
valo com moradia e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Francisco 
Rodrigues Franco. — De 22 de Novembro de i656. 765 v 

Alvará a Jerónimo Coelho, filho de Pedro Coelho, do foro de reposteiro da câ- 
mara com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria. — De 
29 de Dezembro de i656. 765 v 

Alvará a António da Silva, natural de Vila Viçosa, filho de João da Silva, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento 
e vestiaria. — De i3 de Novembro de 1657. 766 

Alvará a António Francisco, natural da Póvoa de Santo Adrião, termo de Lis- 
boa, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria; na vaga de Agostinho Ferreira. — De 24 de Ou- 
tubro de 1660. 7<">6 v 

Alvará a Francisco Gonçalves, reposteiro da câmara, natural do lugar de Aviz, 
termo de Celorico de Basto, filho de Pedro Gonçalves, elevando o dito 
foro a reposteiro da câmara de cavalo com moradia e 3 quartas de ce- 
vada por dia; na vaga de Belchior Rodrigues. — De 27 de Julho de 1661. 767 

Alvará a João Ribeiro, natural de Vila Viçosa, filho de António Ribeiro, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento, 
vestiaria c 3 quartas de cevada por dia; na vaga de Francisco Gonçal- 
ves. — De 4 de Fevereiro de i65o,. 767 v 

Alvará a João Barreto de Aguiar, natural do lugar da Carvoeira, termo de Tor- 
res Vedras, filho de Matias Ferreira, do foro de reposteiro da câmara 
com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria; na vaga de 
João de Oliveira. — De 24 de Dezembro de 166 1. 768 

Alvará a João da Costa Chaves, natural de Chaves, filho de Gaspar Dinis, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, man- 
• timento e vestiaria. — De 14 de Março de 1662. 768 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 2 55 

Folhas 

Alvará a António Ribeiro, natural de Guimarães, filho de Lourenço Ribeiro, do 
foro de reposteiro da câmara com tjotj réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria ; na vaga de António Sutil. — De 22 de Setembro de 
1662. 769 

Alvará a Manuel Rodrigues Carrega, natural de Beja, hino de Paulo Fernandes, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria. — De S Fevereiro de i663. 7692' 

Alvará a João Luís Ferreira, natural da Lourinhã, filho de João Luís, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento 
e vestiaria. — De X de Agosto de 16Õ4. 7692' 

Alvará a António Rodrigues, natural do lugar de Castanhais, termo de Chaves, 
filho de João Vaz, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de mo- 
radia por mês, mantimento e vestiaria. — De 29 de Dezembro de 1664. 770 

Alvará a Francisco Lopes, natural de S. Tomé, termo de Cadaval, filho de João 
Lopes, do foro de reposteiro da câmara com 6oó réis de moradia por 
mês, mantimento e vestiaria. — De 1 de Fevereiro de 1 665. 770 

Alvará a Manuel Pereira, natural de Lisboa, filho de António Pereira, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento 
e vestiaria. — De 5 de Julho de i665. ll ov 

Alvará a João Martins Rebelo, natural de Vila Viçosa, filho de João Martins, do 
foro de reposteiro da câmara com 60b réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria. — De 23 de Setembro de 1648. 771 

Alvará a Manuel Carvalho, natural de Tagarro, termo de Alcoentre, filho de 
Francisco Alvares, do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de 
moradia por mês, mantimento e vestiaria. — De 22 de Setembro de i65o. 771 

Alvará a António Mendes, natural de Lisboa, filho de Manuel de Montes, do foro 
de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mentimento 
e vestiaria; na vaga de Jerónimo Coelho. — De 27 de Julho de 1 665 . 772 

Alvará a Francisco Lopes do Souto, natural de Évora, filho de Simão do Souto, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. — De i3 de Agosto de i665. 772 

Alvará a António Martins, natural de Lisboa, filho de Martim Rodrigues, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de Manuel da Silva. — De (sio . . . 773 

Alvará a Bento da Silva, natural de Vila Viçosa, filho de João Quaresma, do 
foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria. — De 16 de Novembro de 1661. 773 

Alvará a Baltasar Rodrigues, natural de Vila Viçosa, filho de Mateus Rodrigues, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria. — De 16 de Abril de 1662. 773 

Alvará a Manuel João, natural de Lisboa, filho de António João, do foro de 
reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, mantimento c 
vestiaria. — De 20 de Outubro de i65q. 77? v 

Alvará a António de Chaves, natural de Chaves, filho de Domingos Gonçalves, 
do foro de reposteiro da câmara com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. — De 22 de Junho de 1666. 773 v 



2 56 LIVRO V 



Folhas 



Alvará a Manuel Ferreira, natural do lugar de Esmolfe, concelho de Penalva, 
rilho de Miguel Fernandes, do foro de reposteiro do estrado com 606 rei^ 
de moradia por mês, mantimento e vestiaria, na vaga de António da 
Fonseca. — De 2? de Janeiro de 1646. 774 

Alvará a Manuel da Fonseca, reposteiro da câmara, natural da Portela, termo 
de Lisboa, rilho de Gaspar Gonçalves, elevando o dito foro a reposteiro 
do estrado com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria, 
na vaga de Fernão Ferreira. — De 12 de Março de 16S2. 774'' 

Alvará a Pedro Martins do Prado, reposteiro da câmara, natural de Gelorico de 
Basto, filho de Pedro Martins, elevando o dito foro a reposteiro do es- 
trado com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria: na vaga 
de António Cruz. — De 12 de Março de i632. 77? 

Alvará a Belchior Rodrigues, reposteiro da câmara, natural de Valverde, termo 
de Chaves, filho de Gaspar Fernandes, elevando o dito foro a reposteiro 
do estrado com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria; 
na vaga de Pedro Teixeira. — De 10 de Julho de i652. 775 

Alvará a João de Almeida, natural de Lisboa, filho de Domingos de Azevedo, 
do foro de reposteiro do estrado com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria; na vaga de António Teixeira. — De 6 de Dezembro 
de i65g. 775 v 

Alvará a Álvaro Cardoso, natural de Abrantes, filho de Pedro Cardoso, casado 
com Maria da Silva e genro de Manuel da Silva, do foro de reposteiro 
do estrado com 606 reis de moradia por mês, mantimento e vestiaria; 
lugar que seu sogro também exerceu. — De 21 de Janeiro de 1662. 776 

Alvará a Cristóvão Moreira, natural de Lisboa, filho de Pedro Moreira, do foro 
de reposteiro do estrado com 006 réis de moradia por mês, mantimento 
e vestiaria; na vaga de Belchior Rodrigues. — De 10 de Setembro de 
1662. 776 v 

Alvará a Pedro Rodrigues, natural da Ilha de S. Miguel, filho de António Di- 
nis, do foro de reposteiro do estrado com Ó06 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria; na vaga de Manuel da Fonseca. — De 3o de De- 
zembro de i663. 776 v 

Alvará a Jorge Guedes, natural da Lagoa de Morais, filho de Domingos Lou- 
renço, casado com Leonor Tavares, genro de Domingos de Oliveira e 
de Maria Tavares, cunhado de Fernão Rodrigues Tavares e de Bernarda 
de Sousa, do foro de porteiro da câmara com 5oo réis de moradia por 
mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; lugar que seu sogro tam- 
bém exerceu. — De 3o de Dezembro de 1649. 777 

Alvará a Manuel Gomes, natural de Lisboa, filho de Francisco Fernandes, do 
foro de porteiro da câmara com Soo réis de moradia por mês, vestiaria 
e 3 quartas de cevada por dia. — De 2 de Janeiro de i653. 779 

Alvará a Manuel Morato, natural de Arraiolos, filho de Francisco Dias Morato, 
do foro de porteiro da câmara com Soo réis de moradia por mês, vestia- 
ria e 3 quartas de cevada por dia. — De 2 de Janeiro de i653. 779 v 

Alvará a Pedro Fernandes Franco, natural de Lisboa, filho de Pedro Gonçalves 
Franco, do foro de porteiro da câmara com Soo réis de moradia por 
mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia. — De 28 de Janeiro de 
i6S3. 779'' 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 237 

Folhas 

Alvará a João da Cunha de Abreu, rilho de Francisco Preto, do foro de porteiro 
da câmara de cavalo com 5oo réis de moradia por mês, vestiaria e 3 
quartas de cevada por dia; na vaga de seu pai. — De iG de Fevereiro 
de i65g. 780 

Alvará a Lourenço Correia, natural de Lisboa, filho de António Correia, do foro 
de porteiro da câmara com 5oo réis de moradia por mês, vestiaria e 3 
quartas de cevada por dia; na vaga de Manuel Gomes. — De 18 de Ja- 
neiro de 1 663. 781 

Alvará a Bartolomeu da Rosa, casado com Madalena de Paiva e genro de Lou- 
renço Correia, do foro de porteiro da câmara de cavalo com 5oo réis 
de moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; lugar que 
seu sogro também exerceu. — De 20 de Outubro de i65g. 781 v 

Alvará a Manuel Ribeiro, natural de Abrantes, filho de Bernardo Ribeiro, ca- 
sado com Antónia de Oliveira e genro de Álvaro de Araújo, do foro de 
porteiro da câmara com 5oo réis de moradia por mês, vestiaria e 3 quar- 
tas de cevada por dia; lugar que seu sogro também exerceu. — De 3i de 
Maio de 1660. 783 

Alvará a António da Costa Machado, natural de Lisboa, filho de João da Costa, 
sobrinho de Manuel Barreto e de Joana Baptista e neto de Afonso Ma- 
chado, do foro de porteiro da câmara de cavalo com Soo réis de mo- 
radia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; lugar que tam- 
bém exerceu o referido seu tio. — De 12 de Janeiro de 1666. 783 v 

Alvará a José Rodrigues Prado, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Gon- 
çalves, do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria; na vaga de Sebastião Canhão. — De 1 de Março 
de 1649. 784 

Alvará a Manuel Fernandes, natural de Vila Viçosa, do foro de moço da estri- 
beira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria; na vaga 
de Belchior Carvalho. — De 4 de Janeiro de i65o. 784 v 

Alvará a António Gonçalves, natural da Batalha, filho de Domingos Gonçalves, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria; na vaga de Pedro Domingues. — De 21 de Maio de 
i65o. 785 

Alvará a Manuel Rodrigues, natural de Lagiosa, do foro de moço da estri- 
beira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria; na 
vaga de Pedro Gonçalves. — De 21 de Maio de i65o. 78a 

Alvará a Rodrigo Alves Pinto, natural de Borba, filho de Bento Dias Pinto, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de João Machado, ausente no Brasil. — De 
2 de Março de 1649. 786 v 

Alvará a Diogo Afonso, natural de Barcelos, filho de Pedro Anes, do foro de 
moço da estribeira com f>o6 réis de moradia por mês, mantimentos e 
vestiaria; na vaga de Domingos Gonçalves. — De 2 de Março de i65o. 7*» 

Alvará a Manuel Rodrigues, natural de Coimbra, filho de Baltasar Rodrigues, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria; na vaga de Salvador de Oliveira. — De 2 de Junho 
de i65i. 786 v 



258 LIVRO V 



Folha* 

Alvará a Pedro Dias, natural de Vila Viçosa, do foro de moço da estribeira com 
606 réis de moradia por mês, mantimento e vestiaria; na vaga de Manuel 
Fernandes. — De 21 de Maio de ió5o. 787 

Alvará a António Alvares Ferro, natural de Aldeia Galega, filho de André Al- 
vares Ferro, do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia 
por mês, mantimento e vestiaria. — De 3 de Setembro de i652. 787 

Alvará a Manuel Pereira, natural de Vila Viçosa, filho de Francisco Rodrigues, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria. — De 3i de Janeiro de i653. 787 v 

Alvará a Francisco Terras, natural de Portalegre, filho de António Maio, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria. — De 11 de Janeiro de i653. 788 

Alvará a Domingos Gonçalves, natural do Couto do Bouro, filho de André Gon- 
çalves, do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria. —De. 11 de Janeiro de i653. 7^ 

Alvará a Francisco Dias Pinto, natural de Borba, filho de Garpar Dinis, do foro 
de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria. — De 11 de Janeiro de i653. 788 t> 

Alvará a Salvador Dias, natural de Barcarena, filho de António Dias, do foro 
de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria. — De 6 de Fevereiro de i653. 789 

Alvará a Simão Pereira, natural de Lisboa, filho de Simão Pires, do foro de 
moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria. — De 11 de Janeiro de i653. 789 

Alvará a Domingos Lourenço, natural de Beja, filho de André Francisco, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria. — De 3 de Abril de i653. 7891» 

Alvará a João de Miranda, natural de Estremoz, filho de Mateus de Miranda, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria. — De 5 de Fevereiro de i653. 790 

Alvará a João de Matos, natural de Vila Viçosa, filho de José Rodrigues, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de António Carvalho. — De 1 de Março de 
1Õ49. 79° v 

Alvará a Domingos Fernandes, natural de Braga, filho de Diogo Fernandes, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria-, na vaga de António Fernandes. — De 1 de Fevereiro 
de 1657. 791 

Alvará a João Martins, natural de Braga, filho de Manuel Martins, do foro de 
moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, mantimemo e ves- 
tiaria: na vaga de Manuel Rodrigues Coimbra.- — De 20 de Janeiro de 
iG38. 79 1 v 

Alvará a Luís Baptista, natural de Lisboa, filho de António Dias, do foro de 
moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria; na vaga de Baltasar de Sequeira. — De 12 de Julho de 1660. 792 



MATRICULA DOS MORADORKS DA CASA KIAI. 



25g 



Fôlba. 

Alvará a Domingos Botelho, natural de S. Tiagu, termo de Barcelos, do foro de 
moço da estribeira com 606 reis de moradia por mes, mantimento e 
vestiaria; na vaga de Mateus Álvares. — De 6 de Julho de 1660. 792 

Alvará a Pedro Dias, natural de Montalegre, filho de Gonçalo Barreiros, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de Pedro Dias de Oliveira. — De 12 de Julho 
de 1660. 792 v 

Alvará a Francisco Fernandes, natural do lugar de Santa Marta (sic), filho de 
Manuel Fernandes, do foro de moço da estribeira com õoó réis de mo- 
radia por mês, mantimento e vestiaria; na vaga de João de Matos. — 
De 6 de Julho de 1660. 793 

Alvará a Salvador da Costa, natural de Lisboa, filho de Simão Ferreira, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vagi de Manuel Gomes. — De 12 de Julho de 
1660. 793 v 

Alvará a Manuel Álvares, natural de Abrantes, filho de Pedro Jbão, do foro 
de moço da estribeira cora 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria; na vaga de Pedro Sanches. — De 6 de Julho de 1660. 794 

Alvará a Manuel Luís de Sousa, natural da freguesia de S. Miguel, termo do 
Porto, do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, 
mantimento e vestiaria; na vaga de Francisco Lopes Barroso. — De 12 
de Julho de 1660. 794 p 

Alvará a Pedro Lopes, natural de Abrantes, filho de Manuel Fernandes, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de Domingos Lourenço. — De 17 de Setem- 
bro de 1661. 795 

Alvará a António Luís, natural de S. João de Oliveira, comarca do Porto, filho 
de Tomás Luís, do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia 

?or mês, mantimento e vestiaria; na vaga de Manuel Pinto. —De 6 de 
ulho de 1660. 795 

Alvará a João Gonçalves, natural de Lisboa, filho de Diogo Gonçalves, do foro 
de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, mantimento e 
vestiaria; na vaga de António Alvares Ferro. — De 28 de Fevereiro de 
i663. 795 v 

Alvará a Manuel da Câmara, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel da Câmara, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria; na vaga de António Correia. — De 7 de Outubro de 
1662. 796 

Alvará a João Barreiros, natural de Pombalinho, filho de Manuel Gaspar, do 
foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, manti- 
mento e vestiaria; na vaga de Domingos Gonçalves. — De g de Outubro 
de 1664. 796 

Alvará a Simão Rodrigues, natural de Mia Viçosa, filho de Tomé Fernandes, 
do foro de moço da estribeira com 606 réis de moradia por mês, man- 
timento e vestiaria; na vaga de António Moreira. — De 12 de Julho de 
1660. 79b v 

Alvará a João Marques, natural de Óbidos, filho de Pedro Marques, do foro de 
moço da estribeira com 60G réis de moradia por mês e vestiaria ; na vaga 
de Inácio Rodrigues. — De 14 de Setembro de 1666. 797 



2Ô0 LIVRO V 



Fòlh;ií 



Alvará a João Pinheiro, natural de Lisboa, filho de Gaspar Pinheiro de Matos, 
dos foros de escudeiro e monteiro de cavalo com 565 réis de moradia 
por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de seu pai. — 
De 9 de Dezembro de iò5i. 7Q7 v 

Alvará a Luís da Silva Serra, natural de Aldeia Galega, filho de Sebastião da 
Silva Serra, dos foros de escudeiro e monteiro de cavalo com 565 réis de 
moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de 
Francisco Barbosa. — De 25 de Junho de i655. 798 

Alvará a Manuel de Sequeira de Mendanha, natural de Salvaterra, filho de Tomé 
de Sequeira de Araújo, dos foros de escudeiro e monteiro de cavalo com 
565 réis de moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; 
na vaga de Diogo Leite Romão. — De 28 de Agosto de i656. 70,8 v 

Alvará a António de Torres Curado, natural de Santo António do Tojal, filho 
de Domingos Raposo, dos toros de escudeiro e monteiro de cavalo com 
565 réis de moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada por dia; 
na vaga de Diogo Coelho. — De 9 de Janeiro de i658. 79Q 

Alvará a António Teixeira Pinto, natural da Granja de Alpriate, termo de Lis- 
boa, filho de Valentim Teixeira, dos toros de escudeiro e monteiro de 
cavalo com 565 réis de moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de ce- 
vada por dia; na vaga de Vicente Luís. — De 22 de Março de 1660. 709 

Alvará a Pedro Marques Mascarenhas, natural de Oliveirinha, comarca da 
Guarda, filho de José Marques, dos foros de escudeiro e monteiro de 
cavalo com 565 réis de moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada 
por dia; na vaga de Manuel Sequeira Mendanha. — De 3 de Fevereiro 
de 1661. 799 v 

Alvará a Diogo Correia Manchai, natural da vila de Punhete, termo de Tomar, 
filho de João Correia Marichal, dos foros de escudeiro e monteiro de ca- 
valo com 565 réis de moradia por mês, vestiaria e 3 quartas de cevada 
por dia; na vaga de Vicente Malhão. — De 19 de Maio de i665. 800 

Alvará a Simão Rodrigues, natural de Sacavém, filho de Estêvão Rodrigues, do 
foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e mantimento; 
na vaga de António Bernardes. — De 25 de Dezembro de 1646. 800 v 

Alvará a António Freire, natural de Santo António do Tojal, filho de João Ro- 
drigues, do foro de moço do monte cem 406 réis de moradia por mês 
e mantimento; na vaga de Manuel Ferreira. — De i5 de Janeiro de 1647. 801 

Alvará a João da Silva, natural de Turquel, termo de Alcobaça, filho de Luís 
Fernandes, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e 
mantimento; na vaga de António Alves. — De i3 de Fevereiro de 1647. 801 v 

Alvará a Frutuoso Rodrigues, natural de Montalegre, rilho de Frutuoso Rodri- 
gues, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e 
mantimento; na vaga de Tomás Gonçalves. — De 3o de Setembro de 
1647. 801 v 

Alvará a Manuel Gomes, morador em Aldeia Galega, filho de André Gomes, 
do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e manti- 
mento; na vaga de Gonçalo Fernandes. — 26 de Agosto de 1648. 803 

Alvará a Domingos Fernandes, morador em Aldeia Galega do Riba Tejo, filho 
de André Gomes, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia 
por mês e mantimento; na vaga de António de Morim. — De 1 Março de 
1649. 802 



MATRÍCULA DOS MORADORES l>A CASA RlAL 261 






Alyará a João Alvares Ribeiro, natural de Arouca, íilho de Gonçalo Dias, do 
fôro de moço do monte com 40o réis de moradia por mês e mantimento; 
na vaga de Frutuoso Rodrigues. — De 2 de Junho de 1Õ49. 802 /■ 

Alvará a José Martins, morador em Aldeia Galega, filho de Manuel Alvares, do 
fôro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e mantimento; 
na vaga de Domingos Gonçalves. —De 2 de Junho de 1649. ^°3 

Alvará a Bento Soares, natural da freguesia de S. Martinho de Pico de Rega- 
lados, filho de António Afonso, do fôro de moço do monte com 40o réis 
de moradia por mês e mantimento-, na vaga de Frutuoso Gonçalves. 
De 1 1 de Abril de i65o. 8o3 v 



Alvará a João Cardoso, natural de Colares, filho de Custodio Cardoso, do fôro 
de moço do monte com 401"» réis de moradia por mês e mantimento; na 
vaga de João da Cunha. De 3 de Junho de i(>5o. 80 \ 



Alvará a Manuel Rodrigues, natural de Cela, termo de Alcobaça, filho de Afonso 
Rodrigues, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês 
e mantimento; na vaga de Francisco Dias. — De 12 de Novembro de 
i65o. 804 

Alvará a Domingos Duarte Franco, natural de Bera, termo de Coimbra, filho 
de João Duarte, do fôro de moço do monte com 406 réis de moradia 
por mês e mantimento; na vaga de Martim Pinheiro. — De 12 Novembro 
de i65o. 804 v 

Alvará a Pedro Monteiro, natural de Pernes, filho de António Fernandes Fari- 
nha, do fôro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e 
mantimento; na vaga de João Alvares Ribeiro. — De 20 de Novembro 
de i65o. 80? 

Alvará a Manuel Martins, natural de Coimbra, filho de Gonçalo Martins, do 
fôro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e mantimento; 
na vaga de Valentim da Costa. — De 17 de Novembro de i65o. 80? 

Alvará a António Freire, morador em Benavente, filho de Manuel (sic), do fôro 
de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e mantimento ; na 
vaga de Agostinho da Cunha. --De i5 de Maio de 1654. 8o5 v 

Alvará a Manuel Rodrigues Ferreira, natural de Lisboa, filho de Frutuoso Ro- 
drigues, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e 
mantimento; na vaga de António Marques. — De 29 de Janeiro de 1657. 8o5 v 

Alvará a André de Freitas, natural de S. João da Talha, filho de Domingos 
Jorge, do fôro de moço do monte com _|o6 réis de moradia por més e 
mantimento; na vaga de António de Brito. — De 29 de Maio de \6ò-j. 806 

Alvará a Domingos Barbosa, natural do Castelo, freguesia de Santa Maria de 
Valde, termo de Barcelos, filho de Domingos Martins, do fôro de moço 
do monte com 406 réis de moradia por mês e mantimento; na vaga de 
Gonçalo Barbosa. — De 7 de Agosto de if )58. 806 v 

Alvará a Matias Gonçalves, natural dos Olivais, termo de Lisboa, filho de Fran- 
cisco Gonçalves, do fôro de moço do monte com 406 réis de moradia 
por mês e mantimento; na vaga de Simão Rodrigues. — De 9 de Maio 
de 1660. 807 

Alvará a Salvador Luís, natural dos Olivais, filho de Salvador Luis, do foro do 
monte com 40o réis de moradia por mês e mantimento; na vaga de Ma- 
nuel Gonçalves. — De 4 de Fevereiro de 1661. 807 1 



2Õ2 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Gaspar do Couto, natural do Couto de Grijó, termo do Porto, filho 
de Gaspar do Couto, do foro de moço do monte com 406 réis de mo- 
radia por mês e mantimento; na vaga de Francisco Teixeira. — De 12 de 
Agosto de 1861 . 807 v 

Alvará a Manuel dos Santos, natural de Santarém, filho de Pedro Francisco, 
do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e manti- 
mento; na vaga de Gregório Pacheco. — - De 23 de Março de 166 1 . 808 

Alvará a João Rebelo, natural de Vieira, termo de Guimarães, filho de Salvador 
Rebelo, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por mês e 
mantimento; na vaga de Francisco Gonçalves. — De 25 Março de 16Õ2. 808 v 

Alvará a João Francisco, natural de Folia (s/c 1, termo de Cascais, filho de Fran- 
cisco Lopes, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por 
mês e mantimento; na vaga de Domingos Carvalho. — De 3i de Agosto 
de i663. 808 v 

Alvará a António Francisco, natural de S. Domingos de Carmões, termo de 
Torres Vedras, filho de Manuel Fernandes, do foro de moço do monte 
com 40b réis de moradia por mês e mantimento; na vaga de Manuel 
Rodrigues. — De 9 de Maio de i665. 809 

Alvará a Francisco Malhão de Brito, natural de Camarate, filho de Vicente Ma- 
lhão de Brito, do foro de moço do monte com 406 réis de moradia por 
mês e mantimento. — De 9 de Setembro de i665. • 809 

Alvará a Luís Martins, natural de Palmela, filho de Gonçalo Luís, do foro de 
moço do monte com 406 réis de moradia por mês e mantimento; na vaga 
de João Cardoso. — De 1 de Setembro de 1666. 809 v 

Alvará a Luís de Gouveia Zuzarte, natural de Coimbra, filho de Afonso Fer- 
reira, de caçador de falcão com o vencimento anual de 340000 réis; na 
vaga de Manuel Gonçalves. — De 28 de Janeiro de 1647. 810 

Alvará a Pedro Gouveia Preto, filho de Paulo Afonso, de caçador de falcão com 
o ordenado anual de 340000 réis; na vaga de Luís de Oliveira. — De 
27 de Novembro de 164-;. 810 

Alvará a Vicente Barbosa de Carvalho, natural de Lisboa, filho de Francisco de 
Carvalho, de caçador de gavião com o ordenado de 340000 réis ; na vaga 
de António de Alvarenga da Costa. — De i5 de Março de 1648. 810 v 

Alvará a Baltasar Fernandes, natural de Pavia, filho de Aleixo Fernandes, de 
caçador de açor com o ordenado anual de 340000 réis; na vaga de 
Duarte Ribeiro. — De 1 de Outubro de i65o. 811 

Alvará a Bento Teixeira Feio, cavaleiro-fidalgo natural de Pombal, filho de Pe- 
dro Teixeira Feio, de caçador de açor com o ordenado anual de 34O000 
réis; que vagou por falecimento de seu pai. — De 16 de Maio de i65i. 811 v 

Alvará a Diogo Lopes, morador na vila de Redondo, filho de João Lopes, de 
moço da caça com o vencimento anual de 180000 réis; que vagou por 
falecimento de seu pai. — De 27 de Fevereiro de 1049. 812 

Alvará a Simão Pereira, de moço da caça com o ordenado anual de 180000 
réis; que vagou por falecimento de António da Silva. — De 1 de Março 
de 1649. 812 



/ 

MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAI- 263 



Folhas 



Alvará ao Dr. Crispim Rêgo, concedendo-lhe a pensão de iocrooo réis por 
ano; pelos serviços clínicos prestados no Paço. — De 20 de Junho de 
1647. 812 v 

Alvará ao Dr. Belchior Lopes de Castro, natural de Elvas, ti lho de Lucas Fer- 
nandes, de médico do Paço com 2-rooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; atendendo aos serviços que prestou no Alen- 
tejo e no Brasil. — De 23 de Outubro de 1647. 8i3 v 

Alvará ao Dr. Gonçalo Ferreira, natural de Campo Maior, filho de Manuel Fer- 
reira, de medico do Paço com 236000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos na índia, no Governo do 
Conde de Aveiras. — De 6 de Abril de i65o. 814 

Alvará ao Dr. Pedro de Lemos, filho de Gaspar Rodrigues, de médico do Paço 
com 2^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados nas fronteiras do Alentejo e no hospital de El- 
vas. — De ib de Julho de i65o. 814 v 

Alvará ao Dr. Francisco Robalo, natural de Penamacor, filho de Manuel Robalo, 
de médico do Paço com 2.$ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; com a condição de servir na índia seis anos. — De 27 
de Março de 1646. 81 5 

Alvará ao Dr. Vicente de Lemos, de médico do Paço com 2O000 réis de mora- 
dia por mês c 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na índia, no Governo do Conde de Óbidos. — De 27 de Setembro de 
i652. 816 

Alvará ao Dr. Manuel Carvalho, natural de Lisboa, filho de Francisco Carva- 
lho, de médico do Paço com 2C000 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia ; pelos serviços prestados no hospital de Todos-os- 
Santos; na vaga do Dr. Duarte Madeira. — De i3 de Fevereiro de i653. 816 v 

Alvará ao Dr. António Martins Leitão, natural de Coimbra, filho de Ivo Fer- 
nandes, de médico do Paço com 2^000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos no Alentejo; na vaga do 
Dr. Manuel de Carvalho. — De 2 de Janeiro de itiSi). 816 v 

Alvará ao Dr. Luís Peres, natural de Lisboa, filho de Bento Fernandes Pinto, 
de médico do Paço com 2.^000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados nesta cidade; na vaga do 
Dr. Francisco Borges de Azevedo. — De 5 de Fevereiro de 1660. 817 

Alvará ao Dr. Martim dos Reis, natural de Lisboa, filho de Gaspar dos Reis, 
de médico do Paço com 22000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia ; pelos serviços feitos em Mazagão, quando governador 
Rui de Moura Teles; na vaga do Dr. Alberto Serrão. — De 12 de Março 
de 1660. 817 v 

Alvará ao Dr. Francisco Cibrão natural de Guimarães, filho de Bento Gonçal- 
ves Guedelha, de médico da câmara com a pensão anual de ioo®ooo 
réis. — De 9 de Outubro de 16Õ4. 818 

Alvará a Sebastião Martins Moreira, natural de Leiria, filho de Simão Fernan- 
des, de cirurgião do Paço com 2.T000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; com a condição de acompanhar o Conde de 
Aveiras à índia. — De 6 de Abril de i65o. 818 f 



264 LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Diogo Pinheiro, natural de Évora, filho de Fernão Pinheiro, de cirur- 
gião do Paço com 2.3-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 28 de Março de i65o. 819 

Alvará a António Ferreira, de cirurgião do Paço com 2.3-000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada dia; com a condição de acompanhar à 
índia o Conde de Óbidos. — De i3 de Março de i652. 819 v 

Alvará a Pedro Simões Marques, natural de Monsanto, filho de Miguel Mar- 
ques, de cirurgião do Paço com 23-000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços feitos nas fronteiras da Beira e 
nos hospitais militares. — De 19 de Julho de i(553. 820 

Alvará a André Mendes de Oliveira, morador em Lisboa, filho de Cristóvão 
Mendes, de cirurgião do Paço com 2.3000 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; na vaga de António Gonçalves.'— De 10 
de Setembro de 1654. 821 

Alvará a Belchior da Costa, natural de Serpa, filho de Domingos da Costa, de 
cirurgião do Paço com 2.3-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; com a condição de servir na índia. — De 18 de Abril 
de iõ55. 821 

Alvará a Álvaro da Silva, de cirurgião do Paço com 231000 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de acompanhar ao 
Brasil o Marquês de Montalvão. — De iô de Março de ió56. 822 

Alvará a Francisco de Carvalho, natural de Palmela, filho de Manuel Garcia, 
de cirurgião do Paço com 23-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços feitos na armada e na batalha de Mon- 
tijo, sendo mestre de campo Rui Lourenço de Távora. — De 20 de Maio 
de ió58. 822 

Alvará ao Dr. António da Mata Falcão, de cirurgião-mor do Paço com 2$3oo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; na vaga do 
Dr. Francisco Borges de Azevedo. — De 8 de Outubro de 1659. 823 v 

Alvará a António Ferreira, natural de Lisboa, filho de Valentim Ferreira, de 
cirurgião do Paço com 23>ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia, na vaga de Baltasar Taveira ; pelos serviços prestados 
em Tânger. — De 2 de Outubro de i663. 824 

Alvará a António Ferreira, de cirurgião da câmara com 1003^000 réis de orde- 
nado por ano e moradia; atendendo ao cuidado como tratou a Rainha 
de Inglaterra. — De i5 de Marco de 1662. 825 

Alvará a Agostinho da Silva, cirurgião do Paço, elevando o referido cargo a ci- 
rurgião da câmara com ioo<ít>ooo de ordenado por ano e respectiva mo- 
radia; na vaga de Francisco Nunes. — De 25 de Outubro de 1664. 825 p 

Alvará a António do Prado de Araújo, cirurgião do Paço, natural da Zibreira, 
termo de Torres Vedras, filho de Francisco Prado, elevando o referido 
cargo a cirurgião da câmara com 2.3000 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; na vaga de António Ferreira. — De 21 de Junho 
de 1680. 826 

Alvará a Manuel Pereira Gomes, natural de Chaves, filho de Pedrc Nogueira, 
de cirurgião do Paço com 23-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia ; pelos serviços prestados em Olivença, Monção, El- 
vas, Arronches, Juromenha e Badajoz, na companhia do Conde de Vila 
Flor. — De 2 5 de Maio de 1 665. 826 v 



MA I RÍCILA DOS MORADORES DA CASA RIM. 0,35 



Folhai 



Alvará a António Vaz, natural de Lisboa, filho de António de Castro, de sam- 
blador c entalhador, que vagaram por falecimento de seu pai.— De 27 
de Abril de 1647. 827 v 

Alvará a Salvador dos Reis, natural de Alhandra, filho de Gaspar dos Reis, de 
banheiro, na vaga de Cosme Vicente da França. — De 20 de Agosto de 
1647. ' 828 

Alvará a Bartolomeu da Rocha Freire, de boticário com 3o$ooo réis de orde- 
nado por ano, moradia e vestuuia; na vaga de Matias Gomes. — De 21 
de Julho de 1647. 828 v 

Alvará a Francisco Rodrigues, natural da Vila do Conde, filho de Manuel Ro- 
drigues, de confeiteiro com 24-000 réis de ordenado por ano, na vaga 
de Manuel Antunes; tendo exercido também este lugar João Pereira de 
Barros. — De 10 de Outubro de 1ÍÍ48. 83o 

Alvará a Agostinho Carvalho, filho de 'Agostinho Carvalho e irmão de Garcia 
dos Anjos, de oleiro da copa com 400 réis de moradia por més; entrando 
na vaga de seu pai. — De 3o de Maio de 1648. 

Alvará a Manuel de Faria, natural de Lisboa, filho de Bento de Castro, casado 
com Maria da Mata, conhecida por Maria de Jesus e genro de Gaspar 
da Mata, de dourador com 35o réis de moradia por més, o qual vagou 
por falecimento de seu sogro; tendo anteriormente exercido o mesmo 
lugar António Freire. — De 8 de Agosto de 1648. 83o v 

Alvará a Diogo Rodrigues, natural de Sacavém, filho de Salvador Fernandes, de 
esteireiro, que vagou por falecimento de António Machado; não vencendo 
moradia nem ordenado. — De 3 de Junho de iò5o. 83i V 

Alvará a Simão Rodrigues, cavaleiro, natural de Lisboa, filho de Gonçalo Ro- 
drigues, de engastador de pedraria com o ordenado de iocooo réis 
anuais; na vaga de Simão Lopes. — De i5 de Julho de i65o. 832 

Alvará a Manuel da Silva, natural de Lisboa, filho de Jerónimo da Silva, casado 
com Maria dos Reis e genro de Bartolomeu dos Reis, de pasteleiro, que 
vagou por falecimento de seu sogro. — De 20 de Julho de iõ5o. 83a 

Alvará a Vicente Nunes, natural de Lisboa, filho de Francisco Dias, de torneiro, 
que vagou por falecimento de Domingos Rodrigues; não vencendo or- 
denado nem mantimento. — De 12 de Março de 1GD2. 833 

Alvará a Domingos Jorge, natural de Bemfica, filho de Francisco João, de ca- 
beiró, que vagou por falecimento de José de Castro; não vencendo mo- 
radia nem ordenado. — De \b de Março de 1(02. 833 

Alvará a Domingos Jorge, natural de Lisboa, filho de Pedro Fernandes, de al- 
faiate das vestimentas e ornamentos da Capela Rial; que vagou por fale- 
cimento de Gonçalo Carvalho. — De 21 de Abril de [652. 833 V 

Alvará a Duarte Jorge, natural do lugar de Facão, freguesia de Montelavar, de 
guadamecileiro, que vagou pela renuncia que lhe fez Francisco Nunes; 
nas notas de Luís Correia, tabelião publico em Lisboa. — De 1 de Junho 
de 1ÕD2. s -"4. 

Alvará a Francisco Belo, morador em Alhandra, comarca de Torres Vedras, de 
espingardeiro, não vencendo moradia nem ordenado. — De ò de Julho de 
i652. 834 /' 

1 



ai66 livro V 



Folhas 

Alvará a João Nunes, natural da freguesia de Alcabideche, termo de Cascais, 
rilho de Pedro Nunes, de latoeiro, não tendo moradia nem mantimento. — 
De 16 de Junho de ió53. 835 

Alvará a António Dias Alvares, morador em Lisboa, rilho de Mateus Dias, de 
mercador de panos, na'vaga de Henrique Cristiano, não tendo moradia 
nem ordenado. — De i3 de Janeiro de 16D4. 83? v 

Alvará a Francisco Rebelo, natural de Bucelas, termo de Lisboa, filho de Luís 
Francisco, de armeiro, não tendo moradia nem ordenado. — De 20 de 
Janeiro de 1654. 83b 

Alvará a António Barreiros, natural de Oliveira de Frades, termo de Viseu, filho 
de Cristóvão Peres, de barbeiro, não tendo ordenado nem mantimento, 
o qual vagou por falecimento de João do Souto; lugar que também 
exerceu António Vieira. — De 5 de Julho de 1654. s 3õ ;■ 

Alvará a Manuel Francisco, morador em Lisboa, no lugar de Nossa Senhora 
da Luz, filho de António João, de correeiro, que vagou por falecimento 
de Domingos Fernandes, não tendo moradia nem mantimento. — De 24 
de Outubro de 1654. 837 

Alvará a João da Fonseca, natural de Almada, filho de Luís Monteiro, de 
sapateiro com 400 réis de moradia por mês, entrando na vaga de seu 
pai; lugar que também exerceu Pedro Antunes. — De 20 de Fevereiro 
de i655. 837 v 

Alvará a Domingos Marques, natural das Caldas da Rainha, filho de Domingos 
Fernandes, de oleiro, não tendo moradia nem mantimento. — De 20 de 
Janeiro de 1 655. 838 

Alvará a Jorge Gonçalves, morador em Lisboa, natural de Gouvães, concelho 
de Vila Pouca de Aguiar, filho de António Pires, de pasteleiro, na vaga 
de Manuel da Silva, não tendo ordenado nem mantimento. — De 25 de 
Janeiro de 1 655. 838 v 

Alvará a Filipe de Lemos, de mestre de armas dos moços fidalgos, que vagou 
por falecimento de Francisco de Abreu de Lima; lugar que anteriormente 
exerceu Gonçalo Barbosa. — De 25 de Junho de il>55. 83o 

Alvará a João Colares, morador em Lisboa, natural de Aranhol, filho de Dinis 
Carvalho, de espingardeiro, na vaga de Francisco Gentil, sem moradia 
nem ordenado. — De 3o de Junho de i655. 83g v 

Alvará a Julião Ferreira Rebelo, filho de Sebastião Ferreira Rebelo, de merca- 
dor de sedas, na vaga de Simão Vaz, sem moradia nem ordenado. — De 
5 de Dezembro de i655. 840 

Alvará a Luís Rodrigues, natural de Lisboa, filho de Domingos Fernandes, de 
latoeiro, na vaga de José Luís, não vencendo moradia nem ordenado. — 
De 20 de Outubro de i65õ. s 4 ' 

Alvará a António Nunes Ribeiro, morador em Lisboa, natural de S. Tiago dos 
Velhos, filho de Brás Antunes, de oleiro da copa com 400 réis de orde- 
nado por més ; na vaga de Agostinho Carvalho. — De 20 de Novembro 
de i655. 840 v 

Alvará a Manuel Fialho, morador em Lisboa, natural de Pedrógão Grande, filho 
de Manuel Martins, de tintureiro, não tendo moradia nem ordenado.— 
De 3o de Janeiro de ió5b. 841 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RtAL 267 



Alvará a Sebastião Fernandes, natural da vila de Pedrógão, filho de Dinis Cris- 
tóvão e sobrinho de Manuel Fernandes, de espadeiro, entrando na vaga 
de seu tio; não vencendo ordenado nem mantimento. De 2g de Agosto 
de i655. 841 v 

Alvará a Lúcio Gonçalves, natural de Santarém, filho de Filipe Gonçalves e 
genro de Francisco Lopes, de ferrador com 400 réis de moradia Lor 
mês; o qual vagou por falecimento de seu sogro. De 20 de Dezembro 
de iô52. 8 [i 

Alvará a António Correia, de tosador, não vencendo ordenado nem moradia; o 
qual vagou por falecimento de Álvaro Rodrigues. — De 3o de Janeiro de 
i65i. 842 

Alvará a Manuel Rodrigues Franco, natural de Lisboa, de confeiteiro com 24C000 
réis de ordenado por ano, na vaga de Manuel Antunes; tendo anterior- 
mente exercido o mesmo lugar João Fernandes de Barros. De 1 de 
Fevereiro de 16:17. 

Alvará a Manuel Simões, natural de Lisboa, filho de Miguel Simões, de seleiro 
com 38o réis de moradia por mês; vago por falecimento de seu pai.— 
De 4 de Junho de 1ÕÕ7. 843 v 

Alvará a Manuel Francisco, natural de Lisboa, filho de Gonçalo Francisco, de 
cabeiro de espadas, na vaga de Domingos Jorge; sem moradia nem or- 
denado. — De 4 de Junho de H07. 844 ■ 

Alvará a Filipe Valejo, natural de Madrid, filho de Pedro Valejo, de ourives 
com 2036000 réis de ordenado por ano; vago por falecimento de Fran- 
cisco da Costa. — De 20 de Agosto de 1 1 > 5 7 . 844 v 

Alvará a Francisco Rodrigues, de alfaiate com 400 réis de moradia por mes; 

na vaga de Manuel Gonçalves. — De i3 de Dezembro de 1107. 84?;' 

Alvará a Manuel Velez, natural de Lisboa, filho de Domingos Fernandes, de 

barbeiro e sangrador com 5oo réis de moradia por mês e 3 quartas de 

cevada por dia, e para uma vestiaria IÍZ&440 réis por ano; na vaga de 
Manuel Fernandes. — De 3 de Janeiro de ió58. *4? ;• 

Alvará a Lourenço Pinheiro, natural de Lisboa, filho de Lourenço Afonso, de 
calceteiro c jubeteiro, na vaga de José da Cruz; sem ordenado. — De 
3o de Julho de iG5ô. 846 

Alvará a João Rodrigues, morador em Lisboa, natural doTurcifal, filho de João 
Rodrigues, de amieiro de guarnições, vago por falecimento de Francisco 
Rebelo; sem moradia nem ordenado. — De 17 de Julho de 1 858. 846 V 

Alvará a Francisco da Silva, natural de Lisboa, filho de Domingos Jorge, de 
alfaiate dos vestimentos e ornamentos da Capela Rial, vago por faleci- 
mento de seu pai; lugar que também exerceu Gonçalo Carvalho. — De 
9 de Janeiro de i658. 847 

Alvará a Manuel da Rocha, morador cm Lisboa, filho de Gaspar da Rocha, de 
barbeiro, vago por falecimento de António Barreiro; sem ordenado nem 
mantimento. — De 20 de Fevereiro de i65g. 847 v 

Alvará a Alberto da Silveira, natural de Lisboa, filho de Pascoal Fernandes, de 
barbeiro com 5oo réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia; na vaga de Paulo de Sousa. — De 9 de Janeiro de [659. 847 v 



2 G8 livro V 



Fò!ha> 

Alvará a João Baptista, morador em Lisboa, de barbeiro e sangrador com 5oo 
réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de 
Manuel Velez. — De iG de Junho de íGSg. 84S 

Alvará a Francisco da Costa, natural de Coimbra, filho de Domingos Jorge da 
Costa, de bordador, que vagou por falecimento de Miguel Pereira; sem 
moradia nem ordenado. — De i5 de Dezembro de 1(09. 849 

Alvará a António Gonçalves dos Mártires, natural de Lisboa, rilho de Gonçalo 
Gonçalves, de tangedor de arpa com 34^000 réis de ordenado por ano; 
na vaga de Francisco de Escovar. — De 16 de Março de 1GG0. 849 v 

Alvará a Agostinho Rodrigues, natural de Lisboa, rilho de Simões Rodrigues, 
de engastador de pedraria com 2o®ooo réis de ordenado por ano; vago 
por falecimento de seu pai. — De i5 de Maio de 1661. 85o 

Alvará a Manuel Francisco Mendes, natural de Lisboa, filho de António Fran- 
cisco, de marchante com 400 réis de moradia por mês; na vaga de Mi- 
guel Carvalho. — De 22 de Setembro de 1661. 85o v 

Alvará a Manuel Álvares, natural do Lumiar, termo de Lisboa, filho de Manuel 
Álvares, de barbeiro e sangrador com 5oo réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia, e para uma vestiaria 1^440 réis por ano; 
o qual vagou por falecimento de João Baptista. — De i5 de Abril de 
1662. 85 1 

Alvará a Manuel Francisco, natural de Lisboa, filho de Manuel Francisco, de 

lanceiro; sem moradia nem ordenado. — De 27 de Outubro de 1662. 852 

Alvará a Francisco de Coimbra, natural de Santo António do Tojal, termo de 
Lisboa, filho de Paulo de Coimbra, de escultor, sem ordenado nem man- 
timento.— De 20 de Fevereiro de iGG3. 852 

Alvará a Simão do Rêgo, natural da Moita, termo de Óbidos, filho de Simão 
do Rego, de carpinteiro com 5oo réis de moradia por mês. — De 17 de 
Janeiro de i663. 852 v 

Alvará a Francisco da Maia, natural do lugar de Fala, termo de Coimbra, filho 
de António Pires, de peleteiro com 35o réis de moradia por mês e 1C400 
réis anuais para uma vestiaria. — De 2 de Março de i663. 853 

Alvará a Manuel da Cunha, natural de Lisboa, filho de António da Cunha, de 
esparteiro, que vagou por falecimento de António Ferreira; não tendo, 
ordenado nem moradia. — De 7 de Julho de i663. 853 

Alvará a Manuel Rodrigues, natural de Chão de Couce, filho de Manuel Rodri- 
gues, de barbeiro e sangrador com 5oo réis de moradia por mês, 3 quar- 
tas de cevada por dia e 1.^440 réis por ano para uma vestiaria. — De 28 
de Outubro de 16G4. 853 v 

Alvará a Miguel Pinto, natural da Certa, filho de Pascoal Nunes, de barbeiro 
com 5a?ooo réis de moradia por mês, 3 quartas de cevada por dia e 
1^440 réis anuais para uma vestiaria. — De i5 de Setembro de iGG3. s ?4 

Alvará a Luís Marques, natural de Lisboa, filho de Pedro Marques, de paste- 
leiro, que vagou por falecimento de Jorge Gonçalves; sem ordenado nem 
mantimento. — De 18 de Julho de 16G1. 854 v 

Alvará a Pedro Yalejo, natural de Lisboa, filho de Filipe Valejo, de ourives com 
203&000 réis de ordenado por ano; o qual vagou por falecimento de seu 
pai.— De 11 de Março de i6G5. $55 



MATKÍCU.A Dos MORADOKKS DA CASA RIAL 2Óy 



Folha* 

Alvará a Adrião Álvares, natural do lugar de Algueirão, termo de Cintra, filho 
de Adrião Alvares, de cravador de ouro e prata; sem moradia nem man- 
timento. — De 1 de Fevereiro de i655. 855 ;' 

Alvará a Manuel da Silva Rebelo, natural de Montemor- o -Velho, casado com 
Sebastiana de Sousa e genro de Francisco Gomes, de pintor com 2orooo 
réis de ordenado por ano; vago por falecimento do seu sogro. — De 3 de 
Dezembro de ibòo. 856 

Alvará a Inácio da Costa, natural de Lisboa, rilho de Inácio da Costa, de oleiro, 

sem moradia nem ordenado. — De 12 de Maio de 16G6. S5"J 

Alvará a Rafael da Costa, natural de Lisboa, rilho de Francisco Fernandes, de 
esparteiro, que vagou por falecimento de Manuel Cunha; sem moradia 
nem mantimento. — De 29 de Julho de 1666. 857 v 

Alvará a João Baptista Álvares, natural de Lisboa, rilho de António Dias Alva- 
res, de mercador de panos, que vagou por falecimento de seu pai ; sem 
moradia nem ordenado. — De 12 de Agosto de 1666. S " N 

Alvará a António Jaques, natural de Lisboa, rilho de Manuel Pereira, de apren- 
diz de charamela com 40 réis de mantimento por dia; que vagou por 
falecimento de Francisco de Pinho. — De 9 de Julho de 1649. 858 

Alvará a Lourenço de Palácios, natural de Lisboa, rilho de Gregório de Palá- 
cios, de aprendiz de charamela com 40 réis de mantimento por dia ; na 
vaga de António da Costa. — De 9 de Novembro de 1640. v : v v 

Alvará a Brás Rosado, João Palácios e Lourenço da Costa, charamelas, acres- 
centando a cada um tocooo réis em seus ordenados, os quais lhes serão 
pagos na tesouraria das moradias. — De 7 de Julho de i65i. v ~ 1 

Alvará a Ventura Pereira de Lacerda, natural de Lisboa, filho de Manuel Pe- 
reira, de aprendiz de charmela com 40 réis de mantimento por dia ; que 
vagou por falecimento de seu irmão António Jaques. — De 14 de Outu- 
bro de i65i. 860 

Alvará a António de Palácios, natural de Lisboa, filho de Gregório de Palácios, 
de aprendiz de charamela com 40 réis de mantimento por dia; que va- 
gou por falecimento de seu irmão Gregório de Palácios. — De 20 de Ou- 
tubro de 1 656. Ní "'" v 

Alvará a Manuel dos Reis, natural de Lisboa, filho de Brás da Silva, de apren- 
diz de charamela com 40 réis de mantimento por dia; que vagou por 
talecimento de Luís Alvares. — De 20 de Outubro de i656. 861 

Alvará a Manuel dos Reis, natural de Lisboa, rilho de Brás da Silva, de praça 
de charamela com 40CT000 réis de ordenado por ano; na vaga de Dioní- 
sio Doméncio. — De 25 de Janeiro de 1681. 861 v 

Alvará a José Antunes, natural de Lisboa, filho de Nicolau Antunes, de apren- 
diz de charamela com 40 réis de mantimento por dia; na vaga de Ma- 
nuel dos Reis. — De q de Maio de D~õo. 862 v 

Alvará a Sebastião Pinto, de aprendiz de charamela com 40 réis de mantimento 
por dia; na vaga de Manuel Pereira. — De 14 de Junho de 1659. 

Alvará a Francisco Fróis, de charamela com 20.^000 réis de ordenado por ano ; 

na vaga de Pedro Fernandes. — De 8 de Maio de 1G59. 863 v 



270 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a Vicente Jorge, natural de Lisboa, filho de Sebastião Jorge, casado com 
Viária de Lemos, genro de André Dias e de Teodora de Lemos, de praça 
de charamela com 40^000 réis de ordenado por ano; entrando na vaga 
de seu sogro. — De 27 de Março de 1661. S64 

Alvará a Filipe da Costa, natural de Lisboa, rilho de Lourenço da Costa, de 
charamela com 44~ooo réis de ordenado por ano; entrando na vaga de 
seu pai. — De 20 de Janeiro de 1666. 865 

Alvará a Francisco Simões, de trombeta com 1C000 de moradia por mês e 
1 3 alqueire de cevada por dia; na vaga de André Vaz. — De 23 de No- 
vembro de 1647. • 80? 

Alvará a Domingos da Costa, morador no Paço do Lumiar, filho de Feliciano 
da Costa, de trombeta com icooo réis de moradia por mês e 3 quartas 
de cevada por dia; entrando na vaga de seu pai. — De 5 de Fevereiro 
de 16Õ0. R66 

Alvará a Manuel Rodrigues, morador no lugar do Carvalhal, termo de Torres 
Vedras, filho de Pedro João, de trombeta com i~ooo réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia; entrando na vaga de seu pai. — 
De 27 de Janeiro de i65i. 86G v 

Alvará a João Gomes, natural da Ameixoeira, termo de Lisboa, filho de Antó- 
nio Gomes, de trombeta cem icooo réis de moradia por més, i /% al- 
queire de cevada por dia e 6.T400 réis anuais para uma vestiaria; en- 
trando na vaga de seu pai. — De 12 de Março de i652. X6~ v 

Alvará a João Alvares, natural e morador nà Ameixoeira, termo de Lisboa, filho 
de Ascenso Alvares, de trombeta com i©ooo réis de moradia por més 
e 3 quartas de cevada por dia; na vaga de seu pai. — De 2 de Novem- 
bro de i653. 867 v 

Alvará a António Simões, filho de Jorge Simões, de trombeta com i.rooo réis 
de moradia por mês e 3 quartas de cevada por dia ; na vaga de António 
Nunes. — -De 9 de Janeiro de i65q. 868 

Alvará a João de Barros, natural de Lisboa, filho de Gonçalo João, casado com 
Mariana de Oliveira e genro de Domingos de Oliveira, de atabaleiro 
com 1.— 100 réis de moradia e mantimento por mês, 3 quartas de cevada 
por dia e uma vestiaria por ano, entrando na vaga do seu sogro; tendo 
anteriormente exercido o mesmo lugar Marcos Nunes. — De 10 de Abril 
de 1649. 869 

Alvará a Bernardo de Pina, natural de Alcobaça, filho de Belchior Fernandes, 
casado com Maria Monteiro e genro de António João, de ataboleiro com 
15&100 réis de moradia e mantimento por més, 3 quartas de cevada por 
dia e uma vestiaria por ano; entrando na vaga de seu sogro. — De 9 de 
Março de i65ò. 869 v 

Alvará a Domingos Ribeiro, natural de Manique, termo de Cascais, filho de 
António Peres, casado com Joana Barreiros e genro de Jacintos Barrei- 
ros e de Serafina Barreiros, de ataboleiro com icioo réis de moradia e 
mantimento por mês, 3 quartas de cevada por dia e uma vestiaria por 
ano, vago por falecimento de seu sogro; lugar que também exerceu seu 
avô António da Costa. — De 21 de Agosto de H07. 870 

Alvará a António Duarte, natural de Lisboa, filho de Mateus Duarte, casado 
com uma filha de Domingos Ferreira, de ataboleiro com i.^ioo réis de 
moradia c mantimento por mês, 3 quartas de cevada por dia e uma ves- 
tiaria por ano; vago por falecimento de seu sogro. — De 8 de Fevereiro 
de i658. 871 1 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



Fòlhat 

Alvará a Luís Rodrigues, casado com Maria de Gouveia, genro de Simão de 
Gouveia, cunhado de Francisco do Vale, de Manuel do Vale e de Ana de 
Gouveia, de ataboleiro com ícuoo réis de moradia e mantimento por 
mês, 3 quartas de cevada por dia e uma vestiaria por ano; entrando na 
vaga de seu cunhado Francisco. — De 2<) de Junho de i65g. 872 

Alvará a João Pereira, de ataboleiro com i$ioo de moradia e mantimento por 
mês, 3 quartas de cevada por dia c uma vestiaria por ano; vago por 
falecimento de João Carvalho. — De 4 de Janeiro de i663. ^-1 r 

Alvará a Maria de Figueiredo, filha legitima de António Franco e de Maria 
de Figueiredo, dum dos ofícios da nobreza de armas para a pessoa que 
com ela casar; tendo seu pai exercido o cargo de Arauto Ceuta. — De 
5 de Março de i(i \g. 87.3 

Alvará a Manuel de Aguiar, natural de Lisboa, filho de João Lopes de Aguiar, 
passando o de Arauto Goa a Arauto Ceuta com 1.-000 reis de moradia 
por mês, '/s alqueire de cevada por dia e 6ÍS&7.60 réis anuais para duas 
vestiarias; vago por falecimento de António Franco. — De 3 de Março 
de 1649. 873 v 

Alvará a Gonçalo Carvalho, passando-o de Arauto Goa a Arauto Ceuta com 
1-000 réis de moradia por mês, '/a alqueire de cevada por dia e 63760 
réis anuais para duas vestiarias; na vaga de Manuel de Aguiar.— De 22 
Agosto de i65i . X74 /• 

Alvará a Cristóvão Nunes, natural de Unhos, termo de Lisboa, filho de Gregó- 
rio Sanches, passando-o de Arauto Goa a Arauto Ceuta com icoooreis 
de moradia por mês, l /j alqueire de cevada por dia e 636760 réis anuais 
para duas vestiarias; vago por falecimento de Gonçalo Carvalho. — De 
7 de Maio de i65í. 874 v 

Alvará a Domingos Fernandes, natural de Lisboa, filho de Diogo Fernandes, 
passando-o de Rei de Armas Índia a Rei de Armas Algarve com icooo 
réis de moradia por mês, 1 alqueire de cevada por dia e 636760 reis 
anuais para duas vestiarias; vago pelo falecimento de João de Gouveia. — 
De 20 de Novembro de 1104. 876 

Alvará a António de Avelar, cavaleiro, passando-o de Arauto Lisboa a Rei de 
Armas índia com L-400 réis de moradia por mês, 1 alqueire de cevada 
por dia e 7&760 réis anuais para duas vestiarias; na vaga de Domingos 
Fernandes. — De 21 de Novembro de 10:4. 875 r 

Alvará a Cristóvão Nunes, natural de Unhos, termo de Lisboa, filho de Gregó- 
rio Sanches, passando-o de Arauto Lisboa a Rei de Armas índia com 
1^400 réis de moradia por mês, 1 alqueire de cevada por dia e 6*760 
réis anuais para duas vestiarias; na vaga de António de Avelar. — De 3 
de Janeiro de i658. 87G 

Alvará a Manuel Jorge, passando-o de passavante Tavira a passavante Santarém 
com i.rooo réis de moradia por mês, '/i alqueire de cevada por dia e 
635760 réis anuais para duas vestiarias; na vaga de António Coelho. — 
De 10 de Setembro de i658. s 7" 1 

Alvará a António Coelho, natural de Camarate, filho de Gonçalo Pires, pas- 
sando-o de passavante Santarém a -Arauto Goa com i.rooo réis de mo- 
radia por mes, l /j alqueire de cevada por dia e 636760 réis anuais para 
duas vestiarias; na vaga de Nicolau da Rocha. — De 10 de Setembro de 
t658. ^77 



LIVRO V 



Folhas 

Alvará a João da Silva, passando-o de passavante Santarém a Arauto Goa com 
í.rooo réis de moradia por mês; l /j alqueire de cevada por dia e 60760 
réis anuais para duas vestiarias; com a condição de dar do rendimento 
do dito emprego ío-rooo réis por ano a Suzana Cólon, entrando na vaga 
de Manuel Jorge. — De iò de Dezembro de 1664. 877 

Alvará a Francisco Luís, passando-o de Arauto Lisboa a Rei de Armas índia 
com 1.3-400 réis de moradia por mês, 1 alqueire de cevada por dia e 
7C7Ó0 réis anuais para duas vestiarias; na vaga de Francisco Gonçalves 
Carrasco. — De 24 de Dezembro de 1664. *7S 

Alvará a Francisco Gonçalves Carrasco, passando-o de Rei de Armas Algarve 
a Rei de Armas Portugal com 1^400 réis de moradia por més, 1 alqueire 
de cevada por dia e 63760 réis anuais para duas vestiarias ; na vaga de 
António Coelho. — De 3 de Fevereiro de i665. 878 v 

Alvará a Francisco Luís, passando-o de Rei de Armas índia a Rei de Armas 
Algarve com 13400 réis de moradia por mês, 1 alqueire de cevada por 
dia e 7.3760 réis anuais para duas vestiarias; na vaga de Francisco Gon- 
çalves Carrasco. — De i5 de Janeiro de lóhb. 879 

Alvará a Manuel Jorge, passando-o de Arauto Ceuta a Arauto Lisboa com 
1.3000 réis de moradia por mês, ' 3 alqueire de cevada por dia e 6J&760 
réis anuais para duas vestiarias; com a condição de dar do rendimento 
do dito emprego 10.3000 réis por ano a Antónia Josefa, filha de Gaspar 
Rodrigues; entrando na vaga de Nicolau da Rocha. — De i5 de Janeiro 
de i665. 879 v 

Alvará a Francisco Coelho, natural de Lisboa, filho de António Coelho, que foi 
Rei de Armas Portugal, passando-o de passavante Cochim a passavante 
Tavira com ij&ooo réis de moradia por mês, l /* alqueire de cevada por 
dia e 6^760 réis anuais para duas vestiarias ; na vaga de António de 
Figueiredo, que passou a passavante Santarém. — De 24 de Dezembro 
de i665. 880 

Carta a Manuel Leitão de Andrada, fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, 
de escrivão dos filhamentos, vago pela renúncia de Belchior de Andrada; 
lugar que anteriormente exerceu João Candoso. — De 3 de Março de 
1648. 880 v 

Carta a Simão de Miranda, cavaleiro-ridalgo, de servidor de toalha com o or- 
denado de bcrooo réis anuais; vago pela promoção a mantieiro de Gon- 
çalo Toscano. — De q de Março de 1648. 881 v 

Alvará criando doze lugares de praticantes de contadores e provedores dos con- 
tos do Reino, vencendo moradia. — De 1? de Julho de i65o. 882 v 

Carta a Pedro do Couto Fragoso, casado com Maria Zuzarte e genro de Bento 
Zuzarte, cavaleiro-fidalgo, de escrivão dos contos do Reino com 5oj?ooo 
réis de ordenado por ano. — De 10 de Março de i653. 883 v 

Carta a Manuel Leitão de Andrada, filho de Belchior de Andrada, de tesou- 
reiro com 140C000 réis de ordenado por ano e casas de aposentadoria; 
vago por falecimento de seu pai. — De 12 de Janeiro de ib56. 885 v 

Carta a Tomé Correia da Silva, de aposentador das moradias dos fidalgos e 
cavaleiros-tidalgos com o ordenado declarado no regimento; vago pela 
renúncia de Gaspar Pereira de Sampaio filho do desembargador Gas- 
par Pereira de Sampaio e de D. Leonor de Moscoso c neto de Diogo 
de Solis, que também exerceu o referido cargo. — De Q de Setembro 
de i65 7 . * 888 



MA1 RfCl I \ DOS MOl AD< U I - DA CASA RIAL 273 

Folha - 

Carta a Diogo Leite Pacheco, de capitão da companhia dos criados da Casa 
Rial, com todas as prerogativas e privilégios a que tem direito. — De 20 
de Outubro de M07. 

Carta a Diogo Carneiro Fontoura, cavaleiro da ordem de Cristo, de escrivão de 
compras da Casa Rial, na vaga de Sebastião da Costa; lugar que ante- 
riormente exerceu Luís da Lomba de Araújo. — De 7 de Setembro de 
1*09. 890» 

Alvará a Antónia Maria de Sousa, rilha de Francisco da Rocha e de Francisca 
de Sousa, de guarda reposte para a pessoa que com ela casar; atendendo 
aos serviços que seu pai prestou no dito lugar. — De 22 de Agosto de 
11 09. N <,|1 v 

Alvará a Paulo Soares Mariz, fidalgo, aposentándo-o no lugar de tesoureiro das 
moradias da Casa Rial, com a pensão de Bo.rooo réis anuais. -De i5 
de Abril de ióõo. $92 v 

Carta a Manuel da Fonseca de Figueiredo, de apontador das moradias dos es- 
cudeiros e cavaleiros-tidalgos. pela renúncia de Caspar Godinho de Ma- 
cedo, cavaleiro-ridalgo, morador em Santarém, rilho de António de Barros 
e neto de António de Barros. — De 6 de Junho de 16Ó2. 893 v 

Carta a Pedro Amado Varela, cavaleiro-ridalgo, de escrivão das moradias da 
Casa Rial, com 25oooo réis de ordenado por ano; na vaga de Diogo da 
Cunha de Orneias. — De 12 de Agosto de 1662 89I i 

Carta a Pedro Amado Varela, de servidor de toalha com 6,#ooo réis de vestiaria 
por ano; na vaga de Diogo da Cunha de Orneias. — De 12 de Agosto de 
iiito. 897 

Alvará a Pedro Amado Varela, ordenando que o alqueire de cevada que tem 
por dia de servidor de toalha lhe não seja pago em dinheiro. — De 26 
de Dezembro de 1662. s " v 

Alvará a Manuel Carvalho, natural de S. João da Pesqueira, filho de Domingos 
Carvalho de Sequeira, de solicitador da Capela Rial; na vaga de Fran- 
cisco Meira. — De 1 de Fevereiro de 1064. 

Carta a Bartolomeu Rodrigues, natural dos Olivais, termo de Lisboa, rilho de 
Pascoal Rodrigues, de cerieiro com q5o réis de moradia por mês e ' 3 al- 
queire de cevada por dia; na vaga de António de Avelar. — De 24 de De- 
zembro de 1662. 899 

Carta a Domingos de Araújo, cavaleiro-ridalgo, de escrivão de compras da Casa 
Rial, na vaga de Diogo Carneiro Fontoura, lugar que anteriormente exer- 
ceu Sebastião da Costa. — De 10 de Abril de [664. 900 ;' 

Alvará a Domingos de Araújo, cavaleiro-ridalgo, ordenando que o alqueire de 
cevada que tem por dia de escrivão de compras da Casa Rial, lhe não 
seja pago em dinheiro. — De 8 de Novembro de 1664. 901 v 

Carta a D. Lucas de Portugal, de mestre de sala da Casa Rial, vencendo orde- 
nado e outras regalias. — De 12 de Abril de i652. 902 

Carta a D. João da Silva, Conde de Portalegre e Marquês de Gouveia, rilho de 
D. Henrique da Silva, Marquês de Gouveia, que foi mordomo-mor, e 
irmão de D. Diogo da Silva e de D. Álvaro da Silva, que foram Condes 
de Portalegre ; de mordomo-mor da Casa Rial, em atenção aos serviços 
de seus pai e irmãos prestados no Paço. — De 26 de Abril de 1649. 

35 



274 LIVRO V 



Folha 



Alvará a Miguel de Coimbra de Macedo, moço fidalgo, casado com D. Fran- 
cisca de Paiva, genro de Francisco de Paiva, que foi cavaleiro-fidalgo, 
de meirinho do Paço; vago por falecimento de seu sogro. — De 3o de 
Agosto de 1 65 1 . Q04 v 

Alvará a António Pereira da Cunha, ordenando que o alqueire de cevada que 
tem dos foros de fidalgo-cavaleiro e cavaleiro-fidalgo; lhe não seja pago 
em dinheiro. — De 2 de Junho de i65o. 907 

Carta a Francisco da Rocha, casado com Francisca de Sousa, genro de António 
de Sousa, de guarda reposte com 20j&ooo réis de ordenado por ano ; que 
vagou por falecimento de seu sogro. — De 17 de Maio de 1649. 908 

Alvará a Fernão de Sousa, filho de Tomé de Sousa, de vedor da Casa Rial, que 

vagou por falecimento de seu pai. — De 17 de Janeiro de i65o. 910 v 

Alvará a Fernão de Sousa, filho de Tomé de Sousa, mandando abonar nas fo- 
lhas dos oficiais da Casa Rial, o ordenado de 190300o réis anuais, que 
seu pai recebia como vedor da dita Casa. — De 24 de Março de ió5o. 911 

Alvará a António Rebelo de Moura, cavaleiro-fidalgo e porteiro da câmara do 
Príncipe D. Teodósio, ordenando que o alqueire de cevada que tem por 
dia lhe não seja pago em dinheiro. — De 5 de Novembro de i65o. 



ti 1 r 



Carta a Manuel Lopes Cararneleiro, morador em Lisboa, de boticário com 
3c:í>ooo réis de ordenado por ano, moradia e vestiaria; que vagou por fa- 
lecimento de Bartolomeu da Rocha Freire, lugar que anteriormente exer- 
ceu António de Almeida. — De 5 de Setembro de 1654. 912 v 

Apostila a Manuel Lopes Cararneleiro, boticário, de fornecedor de medicamen- 
tos da Casa Rial. — De 21 de Dezembro de 1ÕÕ4. qi3 »■ 

Carta a Manuel Francisco Mendes, marchante, morador em Lisboa, de fornece- 
dor da Casa Rial. — De 27 de Junho de 1666. 914 

Alvará a Cristóvão Moreira, natural de Lisboa, filho de Pedro Moreira, de re- 
posteiro do estrado com òoó réis de moradia e mantimento por mês; 
na vaga de Belchior Rodrigues.- De 10 de Setembro de 1662. 920 

Alvará a Gonçalo Alvares, filho de Bartolomeu Alvares Barbosa, cavaleiro-fi- 
dalgo e neto de Manuel Rodrigues Lima, dos foros de escudeiro-fidalgo . 
e cavaleiro-fidalgo com j5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviços que seu pai prestou em Mazagão. — 
De z5 de Fevereiro de i665. 920 

Alvará a António Valente da Costa, natural de Mazagão, filho de Pedro Va- 
lente, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 85o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou na dita cidade. — De 3o de Agosto de 1667. 920 

Alvará a António Barriga, natural de Mazagão, filho de Nicolau Barriga Pereira, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
900 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados na dita cidade. — De 3 de Agosto de [665. 020 v 

Alvará a Pantaleão de Seabra, fidalgo-cavaleiro, natural do Porto, filho de João 
de Seabra de Sousa, que foi também fidalgo-cavaleiro, e neto de Bento 
de Aguiar Caldeira; passando-o do dito foro a mòço-tidalgo com os pro- 
ventos inerentes ao foro concedido. — De 2 de Janeiro de HÍ07. 920 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 



2 7 b 



Folhas 

Alvará a António de Basto de Torres, fidalgo- cavaleiro, natural de Lisboa, filho 
de Luís Gomes de Basto, que foi fidalgo e cavaleiro da Ordem de Cristo, 
e neto do Dr. Simão de Basto, passando-o do dito foro a mòeo-fidalgo 
com os proventos inerentes ao foro concedido. — De 22 de .Março de 
[697. 921 

Alvará a Gonçalo Vaz Pinto, natural de Sobrado de Paiva, comarca de La- 
mego, tilho de Pantaleão Pinto de Miranda, do foro de ridalgo-escudeiro 
com 900 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; o qual 
herdou de seu pai. — De 3 de Fevereiro de 1607. 921 

Alvará a Cristóvão Pereira de Melo, natural do Porto, filho de Manuel Coelho 
Pereira e neto de Luís Coelho Pereira, do foro de ridalgo-cavaleiro com 
i .-õoo réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De 23 
de Novembro de 1666. 921 

Alvará a Manuel de Melo de Castro, filho de António de Melo de Castro e 
neto de Francisco de Melo, dos foros de môço-fidalgo e ridalgo-escudeiro 
com 2c5oo réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 5 de Abril de 1662. 921 v 

Alvará a João Pinheiro, natural de Lamego, rilho de Francisco de Sauzedo Pi- 
nheiro e neto de Feliciano Pinheiro de Aragão, do foro de ridalgo-es- 
cudeiro com i-ttôoo reis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 24 de Junho de 1667. 921 v 

Alvará a Jorge Furtado de Mendonça, filho de Afonso Furtado de Mendonça 
e neto de Jorge Furtado de Mendonça, do foro de mòço-ridalgo com 
i®ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
23 de Junho de i63<j. 921 v 

Alvará a António Rebelo de Vasconcelos, natural de Turcifal, termo de Torres 
Vedras, filho do capitão João Rebelo de Vasconcelos, do foro de ridal- 
go-cavaleiro com 13D600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu pai prestou em Elvas, Peniche e na dita 
\ila. — De 12 de Março de it'>63. 922 

Alvará a Belchior de Andrade, natural de Lisboa, filho do Desembargador João 
de Andrade Leitão e neto de Belchior de Andrade, do foro de fidalgo- 
-cavaleiro com 2C000 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 6 de Maio de [666. 022 

Alvará a António Rebelo, natural de Lisboa, filho de Miguel Rebelo e neto de 
Miguel Gomes, do foro de -fidalgo-cavaleiro com 10600 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 21 de Março de 1679. 922 

Alvará a D. Luís Baltasar de Sa da Silveira, mòço-ridalgo, rilho de Fernão da 
Silveira, também mòço-ridalgo, e neto de D. Luís Lobo da Silveira, ele- 
vando o dito foro a ridalgo-escudeiro com 3.~5oo réis de moradia por mès 
e 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 de Feveiro de i655. 022 v 

Alvará a João de Saldanha, filho de Fernão de Saldanha, lidalgo-escudeiro, e 
neto de João de Saldanha, elevando o dito foro a tidalgo-eavaleiro com 
3ri25 réis de moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
23 de Março de 1MJ4.. 922 V 

Alvará a João da Silva de Vasconcelos, natural de Elvas, rilho de Luís da Silva 
de Vasconcelos e neto de André de Azevedo de Vasconcelos, do toro 
de mòço-fidalgo com Soo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 27 de Julho de 1670. 922 v 



276 LIVRO V 



Fòlhó* 



Alvará a Francisco da Cunha da Silva, natural de Monsão, rilho de André Ve- 
lho de Azevedo, do foro de ridalgo-cavaleiro com i c6oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Abril de 1662. gz'5 

Alvará a Luís Álvares da Rocha, natural de Lisboa, rilho de Luís Pereira de 
Sa e neto de Feliciano Pereira, do foro de ridalgo-cavaleiro com icboo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 18 de Março 
de 16Ó2. 1.2 3 

Alvará a António de Araújo, natural da Mia Meã, concelho de Tarouca, filho 
de Francisco de Araújo, cavaleiro-ridalgo, dos furos de escudeiro-ridalgo 
e cavaleiro-ridalgo com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na praça de Almeida. — De 10 
de Maio de i658. 923 

Alvará a Inácio de Pina, do foro de cavaleiro-ridalgo com i-rooo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Mazagão. — De 3 de Junho de 1666. o,23 v 

Alvará a Sebastião Pereira de Miranda, natural de Lisboa, filho de Bento Pe- 
reira de Miranda, do fôro de moço da câmara com 406 réis de moradia 
por mês e 3 quartas de cevada por dia. — De 26 de Agosto de 164b. 923 v 

Alvará a Cristóvão Fernandes Gil, natural de Mazagão, filho de Domingos Gil. 
dos toros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com -3o réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na 
dita cidade. — De 5 de Fevereiro de i665. Q23 v 

Alvará a Agostinho Valente da Costa, filho de António Valente da Costa, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com icooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou em Mazagão. — De 22 de Março de 1667. 924 

Alvará a Manuel Alvares Romoiro, filho de Gaspar Alvares Romeiro, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$200 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai prestou 
em Mazagão. — De 9 de Setembro de i665. 024 

Alvará a Bartolomeu de Vasconcelos da Cunha, filho de Bartolomeu de Vascon- 
celos da Cunha, do fôro de môço-fidalgo com i$ooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de Setembro de 16?-. 024 



LIVRO VI 



Folhas 

Alvará a Frei António de Lima. religioso da Ordem de S. Domingos e prior do 
Convento de Almada, rilho do Visconde de Ponte de Lima, de pregador 
da Capela Rial, vago pelo falecimento de Frei Pedro Calvo que foi mes- 
tre da mesma Ordem. — -De 3i de Janeiro de 164 1. 2 

Alvará ao padre António Vieira, religioso da Companhia de Jesus, de pregador 
da Capela Rial, vago por falecimento de Frei Filipe Moreira com o orde- 
nado conteúdo no Regimento da dita Capela. — De i5 de Janeiro de 
1646. 2 

Alvará a Lourenço de Melo de Sampaio, natural de Anciães, comarca da Torre 
de Moncorvo, filho de Manuel de Melo de Sampaio, môço-fidalgo, e neto 
de Gaspar de Melo, de capelão-fidalgo com i.~25o réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 4 de Fevereiro de 1641. 2 v 

Alvará ao licenciado Lourenço Mendes Carrilho, natural da Vila do Sardoal, 
filho de Afonso Lourenço Carrilho, de capelão-fidalgo com i.rooo réis de 
moradia, por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de ser- 
vir na índia o cargo de promotor do Santo Ofício da Inquisição de 
Goa. — De 9 de Março de 1641. 2 v 

Alvará a Francisco Pereira Paladim, natural de Lisboa, filho de Rafael Pala- 
dim, de capelão da Capela Rial, vago pela promoção de Baltasar Cam- 
pelo a uma conesia da Colegiada de Santarém. — De 21 de Fevereiro de 
1641. • 3 

Alvará a D. Pedro de Meneses, sumilher do Paço, filho de D. Diogo de Mene- 
ses e neto de D. João de Meneses, fidalgos, de capelão-fidalgo com 3.^400 
réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia. — De 8 de 
Junho de 164 1. 3 v 

Alvará ao licenciado João de Barros de Castelo Branco, capelão e promotor do 
Santo Oficio da Inquisição de Goa, natural da cidade de Portalegre, fi- 
lho de Diogo Ribeiro, de capelão-fidalgo com [$280 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; vencerá esta moradia emquanto na 
Índia exercer o cargo de inquisidor. — De tg de Março de [641. 3 V 



2 7 8 



LIVRO VI 



Folhas 



Alvará a D. Pedro Poeros, de capelão-fidalgo com 3.^400 réis de moradia por 

mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 4 de Abril de 164 1. 3 v 

Alvará a Luís Loureiro, natural de vila de Grândola, filho de Luís Vaz Loureiro, 
escudeiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 5oo réis de moradia por mês e 
3 quartas de cevada por dia. — De 5 de Maio de 164 1. 3 v 

Alvará a Pedro de Castilho, môço-fidalgo, rilho de Diogo Castilho e neto de 
Jerónimo Castilho, também moços-tidalgos, de capelão-ridalgo com i$6oo 
réis de moradia por mês e i aqueire de cevada por dia. — De 10 de 
Agosto de 1Õ41. 4 

Alvará a Manuel de Seabra de Sousa, filho de Pantaleão de Seabra, fidalgo, e 
neto de Francisco de Seabra, de capelão-fidalgo com i5T>(5oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De ;3 de Setembro de 164 1. 4 

Alvará a Paulo da Cunha Souto Maior, natural da cidade de Braga, filho de 
Lourenço da Cunha Souto Maior, fidalgo, e neto de António da Cunha, 
de capelão-fidalgo com 13&600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 22 de Fevereiro de 164 1. 4 

Alvará a Diogo de Sousa, môço-fidalgo e esmoler-mor, filho de Fernão de Sousa, 
também môço-fidalgo,' e neto de Martim Ascenso de Sousa, de capelão- 
-ridalgo com 2^400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 8 de Maio de 1642. 4 v 

Alvará a Álvaro de Almeida Lobo, cavaleiro-fidalgo, filho de Antão de Almeida, 
que também foi cavaleiro-fidalgo, passando-o do dito foro a capelão-fidalgo 
com 800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
O de Agosto de 1642. 5 

Alvará a António Vieira Neto, cavaleiro-fidalgo, filho de Manuel Caldeira, moço 
da câmara, passando-o do dito foro a capelão-fidalgo com 800 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 11 de Setembro de 
1642. 

Alvará a António Malheiro de Gouveia, natural de Lisboa, filho de Luís Gou- 
veia Malheiro, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 430 réis de mo- 
radia por mês e 3 quartas de" cevada por dia.— De 3o de Julho de 1642. r> v 

Alvará a Luís de Alpoim da Silva, filho de Bernardo de Alpoim da Silva, fi- 
dalgo-cavaleiro, morador na cidade de Viana, e neto de Jerónimo de Al- 
poim, de capelão-fidalgo com 13&600 réis de moradia por mês e 1 aiqueire 
de cevada por dia. — De 3 de Outubro de 1642. 5 

Alvará a Simão de Sousa, natural da cidade de Ceuta, filho de Diogo Mendes 
de Sousa, cavaleiro-fidalgo, de capelão-fidalgo com 700 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Dezembro de 1642. 5 v 

Alvará a António Afonso de Paiva, cavaleiro-fidalgo, natural da Ilha da Ma- 
deira, filho de André Afonso, passando-o deste foro ao de capelão-fidalgo 
com 5oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
27 de Abril de 1Ó43. 5 v 

Alvará a Pascoal Pereira, clérigo de missa, natural da Vila de Cus, termo de 
Alcobaça, filho de Bernardo de Castro, de capelão da Capela Rial, na 
vaga de Luís Cerveira com o ordenado declarado no Regimento da dita 
Capela. — De 14 de Novembro de 1643. 5 v 



MATRlCl LA l><» M< >RA1>< >l'l > l>.\ '.\-\ RIAL 






Alvará a Cristóvão de .Melo de Sampaio, môço-lidalgo. filho de Manuel de Melo 
de Sampaio, também môço-tidalgo, neto de Gaspar de Melo. que foi 
ridalgo-escudeiro, e bisneto de Rui Dias de Sampaio, passando-o do dito 
foro a capelão-fidalgo com 1.-620 réis de moradia por mès e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 24 de Novembro de 1Õ44. 6 

Alvará a Diogo Martins Franco, natural da Vila de Arega, rilho de Brás Pires. 
de capelão com 400 réis de moradia por mês e 3 quartas de cevada por 
dia; pelos serviços que prestou na Repartição do Registo das Mercês que 
estava a cargo de Marçal da Costa. — De 29 de Maio de [645. 6 

Alvará a João de Mendonça, natural de Ceuta, tilho de Pedro Arrais de Mes- 
quita, cavaleiro-fidalgo, de capelão com 720 réis de moradia por mês e 
i alqueire de cevada por dia. — De 17 de Julho de 164?. 6 v 

Alvará a Pedro Borges, natural de Atouguia, tilho de Gregório Duarte, de cape- 
lão com 1-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
emquanto na índia servir de notário do Santo Ofício da Inquisição de 
Goa. — De [5 de Fevereiro de 1646. 6 V 

Alvará a Domingos Rebelo [.Abo, Promotor e Deputado da Inquisição de Évora, 
natural de Vila de Moura, filho de Lançarote Pimenta, de capelão-fidalgo 
com 1&280 réis de, moradia por mès e 1 alqueire de cevada por dia; 
emquanto servir na índia o cargo de Inquisidor de Goa. — De 23 de Fe- 
vereiro de 1646. 7 

Alvará a António de Carvalho, natural de Lisboa, tilho do Dr. Francisco de 
Carvalho, fidalgo, que foi do Conselho da Fazenda e juiz das justifica- 
ções, de capelão-tidalgo com iróoo réis de moradia por mês e i alqueire 
de cevada por dia. — De 3o de Abril de 1646. • 7 

Alvará a João de Passos de Figueiroa, cavaleiro-fidalgo, filho de Francisco de 
Passos, que também foi cavaleiro-ridalgo e contador das contas do reino, 
passando-o deste foro ao de capelão com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Julho de 1641. 7 

Alvará ao licenciado João Galvão de Mendonça, natural de Lisboa, filho de Si- 
mão Galvão, de capelão com 40 réis de moradia por mès e 3 quartas de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou no Santo Ofício da Inquisi- 
ção de Goa, no cargo de secretário do mesmo Tribunal. — De 22 de Ju- 
nho de 1646. 7 v 

Alvará a Afonso de Sousa, cavaleiro-ridalgo, rilho de João Gomes de Sousa, que 
também foi cavaleiro-fidalgo, passando-o deste foro ao de capelão com 
800 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de 
Julho de 1Ó46. 7 v 

Alvará a Pedro Gomes de Abreu, ridalgo-escudeiro, natural da cidade de Viseu, 
filho de António Gomes de Abreu, neto de Pedro Gomes de Abreu e 
bisneto de Antão Gomes de Abreu, de capelão-fidalgo com 1-2711 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou com seu irmão Vasco Gomes de Abreu na província da Beira, 
na entrada da Vila de Valverde, no cerco do Castelo de Elges, na invés- 
vestida da Aldeia do Bispo e na do Castelo de Guardão, e na queimada 
do lugar de Galhegos. — De 9 de Outubro de 1(146. 8 

Alvará a Manuel Barreiros, natural de Lisboa, rilho de Julião Barreiros, do for.. 
de moço da Capela Rial, na vaga de António da Costa, que entrou na 
religião de S. Francisco com o ordenado declarado no Regimento da dita 
Capela. — De 2 de Janeiro de 1641. 8 



•2 8o LIVRO VI 



Folhas 

Alvará a António Serrão, natural de Lisboa, rilho de Domingos Serrão, do foro 
de moço da estante da Capela Rial, na vaga de Francisco de Gouveia; 
pelos serviços de seu tio Gonçalo Barreiros feitos como capelão e mes- 
tre de cerimónias da referida Capela. — De 2 de Janeiro de 1041. 8 v 

Alvará a Francisco Faia da Gansa, natural de Lisboa, filho de Manuel Faia, 
do foro de moço da Capela Rial, vago pela promoção de Manuel de 
Gouveia a capelão da referida Capela. — De 19 de Junho de 1641. 9 

Alvará a José das Neves, natural de Lisboa, filho de Paulo das Neves, do foro 
de moço da estante da Capela Rial, que vagou pela promoção de Inácio 
Prestes a moço da mesma Capela. — De 6 de Junho de 1641 . 9 

Alvará a Bernardim Soares, filho de Fernando Alvares, natural de Lisboa, do 
foro de moço da Capela Rial, que vagou pela promoção de João de 
Torres a capelão da mesma Capela. — De 20 de Janeiro de 1641. \\ v 

Alvará a Manuel de Almeida, filho de Domingos Fernandes, natural de Viseu, 
do foro de moço da estante da Capela Rial, na vaga de André de Olei- 
ro. — De 26 de Agosto de 1642. 9 v 

Alvará a Pedro de Alvarado, filho de Martim Rodrigues de Escalante, natural 
da cidade de Beja, arcebispado de Fvora, do foro de moço da Capela 
Rial, que vagou pela promoção de Manuel de Gouveia a capelão da mes- 
ma Capela. — De 21 de Agosto de 1642. 10 

Alvará a Brás Pereira Furtado, rilho de Simão Antunes, natural de Tomar, do 
foro de moço da Capela Rial, que vagou pela promoção de Mateus 
Coutinho a escrivão do recebedor das rendas da mesma Capela. — De 
8 de Fevereiro de 1 64 5 . 10 

Alvará a Gaspar da Silva de Vasconcelos, de músico da câmara e capelão can- 
tor com 88^000 réis por ano, na vaga de João Martins. — De 12 de Julho 
de i63o. ioj> 

Alvará a António Rosado, natural do Turcifal, termo de Torres Vedras, rilho 
de António Rosado, do foro de mòço-fidalgo com i-rooo réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 26 de Fevereiro de 
1641. 10 v 

Alvará a Agostinho da Cunha Souto Maior, natural da cidade de Braga, filho 
de Pedro da Cunha Souto Maior, do foro de môço-ridalgo com i-ítooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no reino, na armada e no Brasil, em diferentes combates com 
os generais Tomás de la Respura, D. Manuel de Meneses. D. Luís de 
Roxas e D. Rodrigo Lobo; e pelos que seu irmão Paulo da Cunha fez 
em Flandres e na Catalunha. — De 4 de Julho de 1641. 11 

Alvará a Diogo de Aragão Pereira, natural da cidade do Funchal, residente no 
Brasil, rilho de Camelo Pereira, do foro de môço-fidalgo com ij?ooo 
réis de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou como capitão na cidade do Salvador. — De 10 de Julho de 
1641. 






1 1 ;• 



Alvará a Manuel de Abreu de Lima, filho de Manuel da Silva de Abreu, neto 
de Leonel de Abreu de Lima, môço-fidalgo, e bisneto de Francisco de 
Abreu, do foro de mòco-ndalgo com 1.^000 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; com a condição de servir na armada, e 
também pelos serviços que seu pai fez como alfere.s da companhia do 
coronel D. Jorge de Mascarenhas. — De ri de Setembro de 1641. 12 



MATRICULA D<>-> MORADORES DA CASA RIAL 28] 

Folhai 

Alvará a Duarte de .Miranda Henriques, filho de Luís de .Miranda Henriques. 
do fôro de môço-fidalgu com i&ooo réis de moradia por mes e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados como capitão de infantaria 
na fronteira da Beira. — De 3o de Novembro de 1641. 12 

Alvará a Martim Gonçalves da Câmara, natural da cidade do Porto, filho de 
Fernão Gonçalves da Câmara e neto de Luís de Noronha, do foro de 
mòço-ridalgo com 13)000 reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na Baia no governo do Marques de 
Montalvão. — De 3 de Dezembro de 1641. 12 v 

Alvará a Francisco de Andrade, natural da Ilha da Madeira, filho de Manuel 
Dias de Andrade, môço-fidalgo, e neto de Francisco de Andrade, do fôro 
de môço-fidalgo com [$000 reis de moradia por mes e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços que prestou na armada, que foi de so- 
corro ao Brasil, e pelos que seu irmão Fernão Dias de Andrade fez no 
mesmo Fstado. — De 21 de Abril de 1642. 12 v 

Alvará a Martim Ferreira da Câmara, cavaleiro da Ordem de Cristo, morador 
na cidade de Évora, filho de Lopo Álvares de Moura, desembargador 
da Casa da Suplicação, e de D. Brites de Gusmão e neto de Álvaro Fer- 
reira da Câmara, dos foros de môço-fidalgo e fidalgo-escudeiro com icooo 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na armada, Baia, Paço de Arcos e Lisboa. — De 27 de Dezem- 
bro de 1Ó42. i3 

Alvará a Pedro Machado de Brito Supico, rilho de João Machado de Brito e 
sobrinho de Martim de Azevedo Coutinho e de Pedro Machado, do fôro 
de môço-fidalgo com i-rooo réis de moradia por mes e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na armada e também pelos de 
seus pai e tios feitos na Baia e índia. — De 27 de Maio de ió_p. [3 r 

Alvará a Cristóvão Correia da Silva, rilho de Manuel Correia da Silva, neto de 
Cristóvão Correia, fidalgo, e bisneto de Manuel Correia, do fôro de 

môço-fidalgo com 1- íeis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 

por dia; pelos serviços prestados na armada. — De 3i de Março de 1Ò44. i3 v 

Alvará a Manuel da Gama Lobo, rilho de Fernão Gomes da Gama, lidalgo, e 
neto de Fernão Gomes da Gama, do fôro de môço-fidalgo com ícooo 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou no recontro que teve com a cavalaria inimiga junto a Vila 
de Campo Maior, onde foi ferido. — De 3o de Novembro de i<*>qq. 14 

Alvará a Rui Gonçalves de Castelo Branco, residente na Índia, rilho de Nuno 
Vaz de Castelo Branco, neto de Gonçalo Vaz de Castelo Branco, fidalgo, 
e bisneto de João Rodrigues de Castelo Branco, môço-fidalgo, do fôro 
de mòço-ridalgo com 1.-000 reis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados em Malabar. — De 20 de Março 
de 1645. 14 

Alvará a Lopo de Brito da Silva, rilho de Francisco de Brito da Silva, neto de 
Lopo de Azevedo e bisneto de Francisco de Brito, do fôro de moço fi- 
dalgo com 972 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços que prestou às naus da índia, e pelos que seu pai fez na 
batalha de Alcácer Kibir. — De 23 de Janeiro de [645. 14 v 

Alvará a Francisco Coelho de Carvalho, rilho de António Coelho de Carvalho, 
tidalgo e desembargador do Paço, e neto de Feliciano Coelho de Car- 
valho, também fidalgo, do fôro de môço-fidalgo com 1.-000 reis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços pre-tados 
na Baía, Pernambuco, Maranhão e Rio Amazonas. — De 26 de Janeiro 
de 1646. 14 v 

36 



LIVRO VI 



Fòlhns 

Alvará a Diogo Borges Pacheco, filho de Heitor Borges Pereira, neto de Fran- 
cisco Borges Pereira e bisneto de Diogo Borges Pacheco, que foi fidalgo- 
capelão, do fero de fidalgo-escudeiro com i-oõó" reis e 4 ceitis de mo- 
radia por mes e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços prestados 
na armada. índia e Brasil. — De 00 de Dezembro de 1641. 1? 

Alvará a Nuno Vaz de Castelo Branco, natural da cidade de Portalegre, rilho 
de Martim Vaz de Castelo Branco, sobrinho de Gonçalo Vaz Castelo 
Branco, neto de Joáu Rodrigues de Castelo Branco, mòço-fidalgo, e bis- 
neto de Martim Vaz de Castelo Branco, do fòro de fidalgo-escudeiro 
com 1-040 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados na armada e na índia. — De 24 de Setembro de 
1044. i5 v 

Alvará a Luís Mendes de Vasconcelos, môço-fidalgo. natural da cidade de El- 
vas, filho de André de Azevedo de Vasconcelos e neto de João de Bar- 
ros da Silva, que foi fidalgo, acrescentando o dito fòro a fidalgo-escudeiro 
com 1-040 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: 
pelos serviços prestados no Alentejo, principalmente em Vila Viçosa, onde 
serviu de capitão-mor. — De 17 de Setembro de 1646. iô 

Alvará a Francisco Banha de Sequeira, cavaleiro-ridalgo e também cavaleiro 
da Ordem de Cristo, morador na cidade de Tânger, rilho de Simão Lopes 
Banha, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 2-000 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na referida cidade e na província da Beira. — De 1? de Abril de 1044. 16 v 

Alvará a Duarte Correia Vasqueanes, filho de Gonçalo Correia, natural da 
Quinta de Penaboa, termo de Barcelos, irmão de Salvador Correia de 
Sá, do fòro de fidalgo-cavaleiro com 2.-000 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços prestados no Brasil. — De 
16 de Maio de 1044. 16 i> 

Alvará a Manuel Correia, filho de Gonçalo Correia, natural da Quinta de Pena- 
boa, termo de Barcelos, irmão de Salvador Correia de Sá, do fòro de 
fidalgo-cavaleiro com 2-000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil. — De 3o de Abril de 
1644. 17 

Alvará a Nuno da Fonseca Coutinho, natural e morador na cidade de Porta- 
legre, filho de Álvaro da Fonseca Coutinho, do fòro de fidalgo-cavaleiro 
com 2C000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados como vereador na referida cidade e também pelos 
de seu filho Manuel da Fonseca Coutinho, feitos nas Batalhas de Val- 
verde, Vila Nova dei Fresno, Alconchel e Badajoz. — De 3o de Junho de 
1644. 17'' 

Alvará a Manuel de Sousa de Abreu, natural da vila de Alcobaça, filho de Ber- 
nardim de Sousa e irmão de João Rodrigues de Sousa, do fòro de fi- 
dalgo-cavaleiro com i-iioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados no reino e no Brasil. — De 22 de 
Junho de 1644. 18- 

Alvará ao Dr. Francisco de Carvalho, do Conselho da Fazenda, filho de Pedro 
Carvalho, do fòro de fidalgo-cavaleiro com 2-000 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no dito Con- 
selho. — De 20 de Abril de 1644. ".» 



UVI Rí< M V DOS MOR VDORJ 5 DA CASA RIAL 

Alvará a I). João Lobo, môço-fidalgo, filho de I). Luís Lobo, também mò 

-fidalgo e Barão de Alvito, e neto do Barão D. João Lobo, que também 
foi môço-fidalgo, dos toros de fidalgo-escudeiro é fidalgo-cavaleiro com 
;■;-()()() réis de moradia por més e i alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados ao Alentejo e nas batalhas de Valverde, \ ila \ ■ •• i dei 
Fresno e Alconchal. — De 27 de Julho de 1644. m p 

Alvará a Nuno Alvares da Costa Barreto, môço-fidalgo, filho de Roque da Costa 
Barreto e neto de Nuno Alvares da Costa, que também foram môços- 
-fidalgos, dos foros de fidalgo-escudeiro e fidalgo-cavaleiro com --• 
réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na cidade de Tânger e na de Lagos, onde serviu de capitão- 
mór, e também pelos de seu tio D. Francisco Barreto, Bispo do Algar- 
ve. -De 27 de Outubro de 1'nq. 10 t> 

Alvará a Paulo Pereira de Vasconcelos, moço da câmara, natural de Guima- 
rães, filho de Pedro Pereira, acrescentando o dito foro a fidalgo-ca- 
valeiro com i-uoo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Ormuz e Malabar sob as ordens do 
capitao-mor Fernando de .Mendonça Furtado, quando foi vice-rei da ín- 
dia o Conde de Aveiras e arcebispo de Goa António de Faria Macha- 
do. — De i3 de .Março de HÍq5. 20 

Alvará a Francisco Pereira da Cunha, moço da câmara e cavaleiro da Ordem 
de Cristo, residente na Índia, natural da vila de Arruda, rilho de Diogo 
Pereira, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com idj6oo réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos em Ceilão e Moçambique. — De 29 de Marco de KÍqõ. 20 V 

Alvará a Gasfar Pacheco, morador em Lisboa e natural do Porto, tilho de Se- 
bastião Fernandes Pacheco, do foro de fidalgo-cavaleiro com i#6oo réis 
de moradia por mes e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados no reino e no Brasil, e pelos de seu irmão Pantaleão Pacheco, fei- 
tos na índia. — De 3 de Abril de [645. 21 

Alvará a Pedro Ya/. Cirne de Sousa, natural do Porto, cavaleiro da Ordem de 
.Malta, filho de .Manuel Cirne Pereira, neto paterno de Pedro Vaz Soa- 
res Cirne, neto materno de António de Sousa Alcoforado e sobrinho de 
João Cirne, do foro de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de moradia por 
més e 1 alqueire de cevada por ília; pelos serviços prestados no Porto, 
Minho, Vila do Conde, Guimarães e Monsão, como capitão-mor e gover- 
nador, sob as ordens do Conde de Castelo .Melhor. — De i5 de .Março 
de 1645. i\ )• 

Alvará a Gonçalo Cardoso Pereira, morador na cidade de Lamego, filho de Luís 
Cardoso Pereira, do foro de fidalgo-cavaleiro com i.r6oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados na 
província da Beira, Pinhel, Almeida e Castelo Guardão, e nos lugares 
da Aldeia da Ponte e de Escalhão, sob as ordens do general Fernão Te- 
les de Meneses. — De iõ de Maio de iõq5. 22 

Alvará a Bernardo da Fonseca Sequeira, lilho de Francisco Martins de Sequeira, 
fidalgo, e neto do Dr. Diogo da Fonseca, dos foros de fidalgo-escudeiro 
e fidalgo cavaleiro com moradia e mais proventos; pelos serviços pres- 
tados na província da Beira, onde servira mais três anos para efeito da 
mercê. — De i<> Maio de 1645. 22 1 

Alvará a D. Francisco de Chaves, natural de Cidade Rodrigo e morador em 
Arcozelo, comarca de Lamego, filho de D. Fernando de Chaves, do 
foro de fidalgo-cavaleiro com [#600 réis de moradia por mês e 1 aqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados nas fronteiras do Douro e 
Minho, e nas investidas a Castela. — De ^3 de Agosto de 1645. 22 r 



284 LIVRO VI 



Folhas 



Alvará a Luís Bandeira Galvão, rilho de Tomé Bandeira Galvão, natural e 
morador no lugar de Ladoeiro, termo de Viseu, e de Filipa de Castro, 
do foro de fidalgo-cavaleiro com 10600 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados por seu pai na pro- 
víncia da Beira, no Castelo do Sabugal, no de Guardão, nas investidas 
a Castela, nos lugares de Perosim, Estorninhos, Pedras Alvas e Alber- 
garia, sob as ordens do governador D. Álvaro de Abranches, e também 
pelos de Gonçalo Pires Bandeira, feitos na batalha de Touro. — De 12 
de Novembro de 164?. 23 

Alvará a Pedro Vaz de Pina Castelo Branco, natural de Elvas, Hlho de Pedro 
Vaz de Pina, do foro de fidalgo-cavaleiro com irôoo réis de moradia 
por mês e mais proventos: pelos serviços prestados na referida cidade, 
e em Castela e Olivença. — De 7 de Outubro de 164b. 23 r 

Alvará ao capitão Gregório Guedes Souto Maior, natural de Vila Flor, rilho de 
António Guedes Pinto, do foro de fidalgo-cavaleiro com 10600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços presta- 
dos em Paraíba, Pernambuco, índia, Catalunha e Cascais. — De i3 de 
Novembro de 1640. 24 

Alvará a Cristóvão Soares de Mesquita, filho de João Pereira de Mesquita, do 
foro de fidalgo-cavaleiro com icóoo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados em Monção, Viana e Cami- 
nha, e também pelos de seus irmãos Pedro Gomes Pereira, Filipe de 
Mesquita e Lopo Soares Laço, feitos na Baía e na província de An- 
gola. — De 12 de Janeiro de 1641. 2 3 

Alvará a Sebastião Pinto Pimenta, residente na índia, rilho de Diogo Pinto, na- 
tural da cidade de Braga, do foro de ridalgo-cavaleiro com 1.7600 reis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na armada e na conquista de Ceilão. — De 17 de Março de 164 1. 25 v 

Alvará a Miguel Rangel de Castelo Branco, cavaleiro-fidalgo, residente na índia, 
filho de Baltasar Rangel, acrescentando o dito foro a ridalgo-cavaleiro 
com ioóoo réis de moradia por mês e 1 alqueirede cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na armada, reino e índia. — De 16 de Março de 
1 64 1 . 

Alvará a Gaspar Pacheco de Mesquita, moço da câmara, residente na índia, fi- 
lho de Gonçalo Lopes Pacheco, natural de Ponte do Lima. acrescentando 
o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 10600 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Malaca, Ben- 
gala, Ceilão e Porto de Golim, quando ali foi vice-rei o Conde de Li- 
nhares. — De 3 de Março de 1641. 26 

Alvará a Francisco da Costa de Figueiredo, moço da câmara, residente na ín- 
dia, filho de Domingos da Costa, irmão de Luís da Costa, sobrinho de 
Fernão da Costa de Lemos, cavaleiro-fidalgo, e neto de Francisco da 
Costa, também cavaleiro-fidalgo, acrescentando o dito foro a fidalgo-ca- 
valeiro com 20000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na armada e na batalha de Ormuz com o 
general Nuno Alvares Botelho. — De 18 de Março de 1641. 26 v 

Alvará ao Dr. Diogo Fernandes Salema, corregedor do crime da Corte, rilho de 
Diogo Frei Salema, do foro de ridalgo-cavaleiro com 2700o réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços prestados 
às letras. — De 27 de Fevereiro de 1641. 28 









\I.\I RÍCI I A DOS MOR VDORI S DA CASA RIAL 






Alvará ao capitão D.Tomás de Velasques Sarmento, cavaleiro da Ordem de Avis. 
rilho de João Velasques Sarmento, do foro de fidalgo cavaleiro com 135600 

reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na armada e na Ilha da Madeira, onde foi governado) lo Cas- 
telo do Funchal. l)e t8 de Maio de [641. 

Alvará a Inácio Velho Fagundes, filho de Martim Velho da Fonseca, morador 
na cidade de Viana, do foro de fidalgo cavaleiro com i$6oo reis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos .serviços que seu pai 
prestou na dita cidade como capitão de infantaria, e também pelo^ 
seu tio Gonçalo da Cunha feitos na armada do reino, os quais lhe foram 
consignados pela renúncia que lhe fez Catarina da Cunha, sua irmã. — 
De 3o de Abril de 1641. 28 

Alvará a Belchior de Lemos de Brito, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Ponte do Lima, rilho de António de Brito Ledo, do foro de tidalgo- 
-cavaleiro com [$600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no porto de Lisboa, na ausência do 
coronel D. João de Lima, na armada com o general João Peixoto Corte 
Rial, e em Santarém com o Marquês de Porto Seguro. — De 25 de Junho 
de 1641. 28 v 

Alvará a Manuel Correia de Brito, natural de Moura, filho de Lourenço Correia 
de Brito, neto de Henrique Correia de Brito e bisneto de Diogo Mendes 
Correia, do foro de tídalgo-cavaleiro com 2~ooo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; peleis serviços prestados em Goa, Mala- 
bar e Baçaim. — De 24 de Dezembro de 1 64 1 . 29 

Alvará a Luís de Azeredo, natural de Lisboa, filho do Dr. Cristóvão de Aze- 
redo, que foi desembargador da Casa da Suplicação, do foro de fidalgo- 
-cavaleiro com [$600 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços que seu pai prestou nos cargos de letras, e pelos 
de seu tio Fr. Antão de Guimarães, leitos como ministro provincial da 
Companhia de Jesus. — De 20 de Outubro de 1 641 . 29 v 

Alvará a Martim Gonçalves da Câmara, mòço-ridalgo, natural do Porto, rilho de 
Fernão Gonçalves da Câmara, neto de Luís de Noronha, tidalgo-escudeiro, 
dos foros de ridalgo-escudeiro e ridaigo-cavaleiro com i$g36 réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na Baía, quando ali foi governador o Marquês de Montalvão. — De 4 de 
Dezembro de 1641. 3o 

Alvará a Cristóvão de Barros Rêgo, natural de Pernambuco, rilho de Francisco 
de Barros Rêgo, do foro de tídalgo-cavaleiro com i.-(>oo réis de moradia 



^,v. ^u.,v^ . — (,»] «« -—- - — n- — ■- . — 

por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Porto Calvo, Olinda e na referida cidade. — De i5 de Fevereiro de 1670. 



áo 



Alvará ao Dr. António Moniz, de Carvalho, natural de Viana, rilho de Pedro 
de Paredes Ferreira, do foro de ridaigo-cavaleiro com i$6oo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
como secretário nas embaixadas de Dinamarca, Suécia e Franca, ser- 
vindo na última com o embaixador Conde da Vidigueira. — De 2 de Abril 
de 1642. 3o v 

Alvará a Álvaro Rodrigues Borralho, rilho de Miguel Pereira Borralho, fidalgo, 
e neto de Álvaro Rodrigues Borralho, dos foros de fidalgo-escudeiro e 
fidalgo-cavaleiro com i;a>333 reis de moradia por mês, e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços que seu pai prestou na Índia, Meitola. Cas 
tro Marim e no Castelo de Outão, em Setúbal. — De 23 de Abril de 
1642. 3i 



2 86 LIVRO VI 



Folhas 
Alvará a Bento Maciel, natural do Brasil, filho de Bento Maciel Parente, que 
foi môço-fídalgo e governador do Maranhão, e neto de João Fernandes 
Parente, do foro de fidalgo-cavaleiro com 2.^000 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados, nos 
postos de alferes e capitão, e em Elvas como sargénto-mor. — De 23 de 
Maio de 1642. 3i 

Alvará a D. Fernando de Lacueva, natural de Saem, rilho de D. Martim Peres 
de Lacueva, do foro de fidalgo-cavaleiro com 23&400 reis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos seus serviços.— De 
19 de Julho de 1642. 3i v 

Alvará a Jorge de Mesquita de Castelo Branco, natural do lugar de Palhais, 
termo de Alhos Vedros, filho de Jerónimo Rodrigues de Castelo Branco, 
do foro de fidalgo-cavaleiro com 2^000 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil com 
D. Rodrigo Lobo, e na Ilha Terceira como comandante duma armada, 
onde foram governadores da dita Ilha João de Bettencourt de Vasconce- 
los e Francisco de Orneias da Câmara Paim. — De 3o de Dezembro de 
1641. 3i v 

Alvará a Francisco de Sousa de Sequeira, filho de Jerónimo Rodrisgues Cas- 
telo Branco e irmão de Jorge de Mesquita de Castelo Branco, do foro 
de fidalgo-cavaleiro com 2^400 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no porto de Lisboa, no galeão 
de Santa Margarida comandado por Gonçalo Pereira de Sousa com 
rumo a Cadiz, e na Ilha Terceira como comandante duma armada, 
onde foram governadores da dita Ilha João de Bettencourt de Vascon- 
celos e Francisco de Orneias da Câmara Paim. — De 3o de Dezembro 
de 1IÍ42. 32 

Alvará a Jerónimo da Cunha, natural do Bombarral, termo da vila de Óbidos, 
filho de Manuel da Cunha, sobrinho de Jerónimo de Coimbra da Cunha 
e neto de António da Cunha, do foro de fidalgo cavaleiro com ir5oo réis 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos na armada. — De 24 de Maio de 1642. 32 v 

Alvará a Bernardo Alpoim da Silva, natural de Mana, rilho de Jerónimo de Al- 
poim, fidalgo, do foro de fidalgo-cavaleiro com 2-^000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na ar- 
mada e à Infanta D. Maria, e pelos de seus filhos Cristóvão de Alpoim 
da Silva, Jerónimo de Alpoim da Silva, Francisco de Alpoim da Silva e 
Pedro de Alpoim da Silva, feitos no reino, índia e Brasil, e também pelos 
que seu irmão Jerónimo de Alpoim fez em duas armadas. — De 25 de 
Julho de 1Ó42. 33 






Alvará a Martim Ferreira, cavaleiro-fidalgo, morador em Tânger e rilho de Do- 
mingos Ferreira, acrescentando o dito toro a fidalgo-cavaleiro com 1ÍÍ&600 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Brasil, Africa e Flandres com D. Luís de Roxas e Borja, 
Duarte de Albuquerque e Conde de Banholo. — De ih de Agosto de 
1Ó42. 33 v 

Alvará a Francisco Guedes Pereira, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, rilho 
de Vicente Pereira, acrescentando o dito foro a ridalgo-cavaleiro com 
i- .100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que prestou nas guerras do Brasil. — De 5 de Dezembro de 
1642. 3 4. 



\l \ i RlCI I A DOS MORADORES L>A CASA RÍAL 






Alvará a João Babilão de Sousa, cavaleiro da ( )rdem de Cristo, natural da vila 

de Castanheira, rilho de ,1 Bal il í do foro de fidalgo-cavaleiro com 

i-r..", réis de moradia por mês e i alqueire de ce\ i ia por dia; pelos 
serviços prestados na Haia e Pernambuco, e na armada que ali foi sob 
o comando de D. Fernando de .Mascarenhas. — De 24 de Setembro de 
[642. 34» 

Alvará a Luís de Basto Saraiva, natural da cidade da Guarda, filho de Manuel 
da Costa Saraiva, sobrinho de I). Gaspar do Rêgo da Fonseca, que foi 
Bispo do Porto, do foro de fidalgo-cavaleiro com a eis de moradia 

per mes e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos serviços de seu 
tio. -De 22 de Setembro de 1642. 35 

Alvará a Constantino da Cunha Souto Maior, natural da cidade de Braga, filho 
de Pedro da Cunha Souto Maior, do toro de fidalgo-cavaleiro com 2&000 

réis de moradia por mes e t alqueire de cevada por dia: pelos serviços 

prestados na Índia e no reino. — De 27 de Dezembro de 1642. 35 

Alvará a António da Frágoa Botelho, natural da cidade de Braga, tilho de .Nisto 
da Frágoa do Yale, do foro de fidalgo-cavaleiro com 2#ooo reis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados 
na Índia e no reino.— De 27 de Dezembro de [642. 35 r 

Alvará a Duarte de Figueiredo de Melo, residente na índia, filho de Sebastião 
de Figueiredo Castelo Branco e de D. Joana de Melo e neto de Martim 
de Melo Soares, do toro de lidalgo-cavaleiro com 1 36000 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na ín- 
dia. — De 1? de Março de it-p. 36 

Alvará a D. Francisco de Lima, môço-fidalgo, tilho de D. Pedro de Melo e neto 
de D. Álvaro de Lima, que também foram moços-tidalgos. dos toros de 
tidalgo-escudeiro e fidalgo-cavaleiro com 2-400 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de servir na índia, onde 
será armado cavaleiro. — De 17 de Marco de 1643. 36 

Alvará a Brás Caldeira, moço da câmara, natural de Vila Viçosa, filho de Lou- 
renço Caldeira, acrescentando o dito foro a fidalgo-cavaleiro com 1-600 
reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços 
prestados na Índia nos governos de Pedro da Silva e António Teles, e 
no comando do general Nuno Alvares Botelho nas batalhas de Ormuz, 
.Mascate, Mombaça, Bácora e barra de Goa. — De i5 de Marco de 1643. 36 V 

Alvará a Rui Vaz de Lacerda, natural da cidade de Portalegre, filho de Simão 
Correia de Lacerda e de D. Brites de Sousa, e neto de Gaspar Vaz de 
Sousa, do foro de fidalgo-cavaleiro com 1.-600 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Santa- 
rém, na vigilância duma armada vinda de Franca. — De iode Abril de 
[643. 3 7 

Alvará a João de Aguilar Mexia, natural da vila de Campo Maior, tilho de João 
Videira Mexia, do foro de lidalgo-cavaleiro com i$6oo reis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados na re- 
ferida vila e na de Ouguela, onde foi capitão-mor. — De 20 de Junho de 
.1643. 3 : v 

Alvará a João Pacheco de Vasconcelos, natural da Ilha Terceira, tilho de Ma- 
nuel Pacheco de Lima, do foro de lidalgo-cavaleiro com 1-600 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços presta- 
dos nos fortes de S. Filipe e S. Gonçalo na dita Ilha. — De 27 de Maio 
de 1643. 38 



288 LIVRO VI 



Folhas 

Alvará a João Mendes de Vasconcelos, natural da Ilha Terceira, rilho de Mar- 
tim Mendes de Vasconcelos, do foro de fidalgo-ca valeiro com i-r'ioo réis 
de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços que 
prestou na dita Ilha. — De 27 de Maio de 1Õ43. 38 

Alvará a Baltasar Mendes de Vasconcelos, natural da Ilha Terceira, filho de 
João Mendes de Vasconcelos, do foro de fidalgo-cavaleiro com icóoo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou no forte de S. Filipe da dita Ilha. — De 27 de Maio de 1643. 38 P, 

Alvará a Sebastião Cardoso Machado, natural da Ilha Terceira, rilho de Sebas- 
tião Cardoso Machado, do foro de fidalgo-cavaleiro com icGoo réis de 
moradia por mês e r alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados como sargento-mor na capitania da Praia e no forte de S. Filipe 
da dita Ilha. — De 27 de Maio de 1643. 38 V 

Alvará a Francisco do Rêgo de Barros, morador no Brasil, filho de Luís do 
Rêgo Barros, do foro de fidalgo-cavaleiro com i$6oo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire.de cevada por dia; pelos serviços que prestou na 
recuperação da cidade do Salvador e na guerra de Pernambuco. — De 
2 de Outubro de 1Ó4.3. 3o, 

Alvará a João Vaz da Cunha, natural do Couto de Moreira, termo de Monte- 
mor-o-Velho, rilho de Sebastião de Andrade, cavaleiro da Ordem de 
Cristo, do foro de fidalgo-cavaleiro com ícôoo réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada, 
Buarcos, Coimbra, Alentejo. Cascais e índia com Nuno Alvares Botelho 
e Conde de Cantanhede. — De 16 de Janeiro de 1Ó4Õ. 3g v 

Alvará a Manuel de Sousa de Almeida, natural do concelho de Lafões, filho de 
Francisco de Sousa de Almeida, do foro de fidalgo-cavaleiro com i-rõoo 
réis de moradia por mês e mais proventos; pelos serviços prestados no 
Porto, no Castelo de S. João da Foz e em Mazagão. — De 17 de Ja- 
neiro de 1646. 40 

Alvará a Pedro de Sousa de Castro, môço-ridalgo, filho de Aires de Sousa de 
Castro, fidalgo, e neto de Lopo de Sousa de Castro, dos foros de íidalgo- 
-escudeiro e lidalgo-cavaleiro com 3C700 réis de moradia por mês e 1 
alqueire de cevada por dia; com a condição de servir na índia, onde 
será armado cavaleiro por D. Sancho Manuel. — De 22 de Junho de [646. 41 

Alvará a Lourenço Mimoso da Guerra, filho do sargento-mor Lourenço da Costa 
Mimoso e de Clara Osório da Fonseca, irmão de D. Maria Clara Osó- 
rio da Fonseca e cunhado de Luís de Brito Caldeira, do foro de fidalgo- 
-cavaleiro com i$6oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços que seu pai prestou nas campanhas da província da 
Beira, onde perdeu a vida. — De 26 de Julho de 1646. 41 

Alvará a Estêvão Falcão de Melo, natural de Braga, filho de Manuel Falcão 
Cota, neto de Estêvão Falcão, fidalgo-capelao, e bisneto do Dr. Manuel 
Falcão, dos foros de fidalgo-escudeiro e fidalgo-cavaleiro com N44 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados entre Douro e Minho e como juiz de fora na cidade de Mana. — 
De 10 de Agosto de 1646. 41 v 

Alvará a Gil Fernandes de Carvalho, rilho de Álvaro de Carvalho, fidalgo, e 
neto de Gil Fernandes de Carvalho, dos foros de tidalgo-escudeiro e 
fidalgo-cavaleiro com i-r-333 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil, Cabo \ erde, Madrid 
e índia. — De 28 de Outubro de 1646. 42 v 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAI. 289 

I olhas 

Alvará a Manuel da Costa Monteiro, morador na cidade de Tânger, filho de 
João Monteiro Novais, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 7?o reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados, concedendo também permissão de poder servir 
em Ceuta e Mazagão. — De 3 de Janeiro de [641. 40 

Alvará a Manuel de Andrade de Moreira, cavaleiro-fidalgo e morador na cidade 
de Ceuta, li lho de Francisco de Andrade Pacheco, também cavaleiro fi- 
dalgo e neto de Alexandre de Moreira, lixando o dito foro em ir 100 
réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
ali prestados, concedendo também permissão de poder servir em Tân- 
ger ou Mazagão. — De 3 de Janeiro de 1641. 43 

Alvará a António Correia de Andrade, moço da câmara, rilho de Fernão Mar- 
tins de Andrade, cavaleiro-fidalgo, e morador na cidade de Tânger, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i.rooo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços que seu pai pres- 
tou na referida cidade.— De 18 de Janeiro de 1641. 43 v 

Alvará a Manuel Martins Medina, natural da Ilha da Madeira, filho de Manuel 
Martins, do foro de cavaleiro-fidalgo com 1ÍP200 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Pernam- 
buco, Itamaracã e na referida Ilha. — De 2 de Novembro de 1640. 43 v 

Alvará a António Rebelo de Orta, natural da Mia de Rei, filho de Simão Re- 
belo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que em atenção ao pe- 
dido de João da Silva Telo de Meneses, Conde de Aveiras e vice-rei da 
índia lhe foram concedidos. — De 27 de Junho de 1640. 44 

Alvará a Nicolau Pimenta, natural de Serpa, filho de Bartolomeu Mendes, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
posto de alferes na dita vila. — De 11 de Fevereiro de 1641. 44 

Alvará a Pedro Lamego, escudeiro-fidalgo, filho de João Camelo, também es- 
cudeiro-fidalgo, "acrescentando o dito foro a cavaleiro-fidalgo com i.rioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
que prestou aos ingleses em Lisboa. — De u de Fevereiro de 1641. 44 v 

Alvará a Carlos Pereira, morador em Lisboa, filho de Luís Simões da Serra, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
ijfooo réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços que seu pai prestou nas armadas da índia e Brasil. — De 5 de 
Fevereiro de 1641. 44 v 

Alvará a Martim Monteiro do Prado, moço da câmara, filho de Amador do 
Prado de Mesquita, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com irooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; atendendo aos serviços de seu pai. — De 6 de Março de 1672. 45 

Alvará a Luís Freire, natural de Lisboa, filho de Pedro Freire, cavaleiro-fidalgo, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com í-rooo réis de 
moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; com a condição de 
prestar serviços na índia. — De 26 de Janeiro de 1641. 45 

Alvará a Francisco Rodrigues de Figueiredo, natural do lugar de Castainço, fi- 
lho de Pedro Afonso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com iífooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados na armada e no Brasil, principalmente na cidade 
da Baía. — De 11 de Fevereiro de 1641. 4^ v 

n 



290 



LIVRO VÍ 



Folha 

Alvará a Gonçalo Serrão de Azevedo, filho de Manuel Serrão, moço da câmara, 
natural da vila de Moura, dos foros de escudeirotidalgo e cavaleiro-ti- 
dalgo com 760 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; 
em atenção aos serviços de seu pai. — De 25 de Abril de 1641. 43 v 

Alvará a António da Costa Fragoso, moço da câmara, iilho de António da Costa 
Fragoso, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com i$ioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
em atenção aos serviços de seu pai. — De 8 de Março de 1641. 45 v 

Alvará ao cirurgião Baltasar Teixeira, natural de Amarante, lilho de Baltasar 
Teixeira, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na armada, no Brasil e na Ilha Terceira. — De 7 de Junho de 1Õ4.1 . 46 

Alvará a João Alexandre de Carvalho, natural de Mazagão, lilho de Manuel 
de Carvalho e irmão de Belchior de Carvalho, dos foros de escudeiro- 
-ridalgo e cavaleiro-lidalgo com í.rooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Africa, Brasil 
e na armada. — De 11 de Fevereiro de 1641. 46 

Alvará a Manuel Teixeira, cavaleiro-fidalgo, filho de Pedro Teixeira, fixando o 
dito foro em icsooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados no Brasil, principalmente na Baía e no Rio 
Vermelho. — De 16 de Fevereiro de 1041. 46 v 

Alvará a Luís Pereira, moço da câmara, natural de Lisboa, lilho de Rui Tava- 
res de Araújo, dos foros de escudeiro fidalgo e cavaleiro-lidalgo com 
75o réis de moradia por mês-e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na índia, e no reino com o mestre de campo Aires de 
Saldanha. — De 25 de Abril de 1641. 46 v 

Alvará a Nicolau Pereira Barroso, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Alexandre João Marte, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados aos escrivães de fazenda e do Desembargo do Paço, 
Afonso de Barros Caminha e Baltasar Rodrigues de Abreu. — De 25 
de Junho de 164 1. 47 

Alvará a Miguel Rodarte, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de André 
Sarmão, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-lidalgo com 75o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados ao escrivão do registo das mercês, Marçal da Costa. — De 3 de 
Agosto de 1 64 1 . 47 

Alvará a Jorge Ribeiro, moço da câmara, filho de Domingos Dias, natural de 
Torres Vedras, dos foros de escudeiro- fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção 
aos seus serviços. — De 26 de Março de 1641 . 47 v 

Alvará a António Dias, moço da câmara, natural de Vila Pouca de Aguiar, filho 
de António Dias, dos foros de escudeiro-tidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados no Brasil. — De 26 de Julho de 1641. 47 v 

Alvará a Gaspar de Cerqueira, natural de Torres Novas, lilho de Gaspar Luís 
do Paço, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com òoo réis 
de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia: pelos serviços pres- 
tados na armada com o capitão de mar e guerra Antão Temudo de Oli- 
veira, e também com a condição de ir a índia. — De 4 de Dezembro de 
1641. 47?' 



MATRICULA DOS MORADOR] - DA CASA KIAI. 



291 



Folhas 

Alvará a Rodrigo Vaz Calado, natural da vila de Alvim, filho de João Vaz Ca- 
lado, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.7200 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados como guarda da Casa da índia, e como apontador 
das moradias dos moços-tidalgos e moços da câmara, e também pelos que 
seu pai fez em Tânger. — De 20 de Abril de 1641. 48 

Alvará a Sebastião de Morais Pinto Pereira, natural de Vila Pior, filho de An- 
tónio de Morais, cavaleiro lidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca\a- 
leiro-lidalgo com y5o réis de moradia por més c 1 alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços de seu pai. --De 10 de Setembro de 
1641. 48 v 

Alvará a Francisco Zuzarte de Abreu, moço da câmara, filho de Bento Zuzarte, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e fidalgo-cavaleiro com 
1-000 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 29 
de Agosto de 1641. 48 v 

Alvará a Diogo Rebelo, moço da câmara, natural de Vila de Basto, filho de Do- 
mingos Rebelo Cardoso, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.-000 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 9 de Julho de [641. 48 v 

Alvará a António Rodrigues, moço da câmara, filho de Fernão Rodrigues, na- 
tural da Vila da Colega, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1.7000 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; pe- 
los serviços prestados no Paço. — De 16 de Fevereiro de 1641. 49 

Alvará a Manuel Machado da Fonseca, moço da câmara, filho de Luís Ma- 
chado da Fonseca, natural do Couto de Caria, termo de Lamego, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com i73oo réis de moradia 
por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no 
Paço. — De 12 de Agosto de 11141. 49 

Alvará a Francisco de Medina Franco, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, 
filho de Pedro de Medina, lixando o dito foro em 800 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços ali prestados. — De 
to de Dezembro de 1641. 49 

Alvará a António de Almeida, natural de Lisboa, filho de André Dias, moço 
. da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 730 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em quatro armadas, das quais uma foi restaurar a Baía, outra 
perdeu-se na costa de França, indo as restantes em socorro a Pernam- 
buco. — De i3 de Agosto de 1641. 49 

Alvará a António Galvão, estribeiro de El-Rei, natural de Mia Viçosa, filho de 
Francisco Galvão, do fôro de cavaleiro-fidalgo com 1.7000 réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Outubro de 1641. 49 ;■ 

Alvará a Manuel da Silveira de Sande, copeiro de El-Rei, natural de Vila Vi- 
çosa, filho de Rui de Sande de Vasconcelos, do foro de cavaleiro-fidalgo 
com 17000 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia.— 
De 20 de Outubro de [641. õo 

Alvará a Bento Tarrago da Veiga, natural da Vila de Fronteira, filho de Manuel 
Fernandes Tarrago, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 750 réis de moradia por més e 1 alqueireas de cevada por dia; 
pelos serviços prestados no Brasil, nas pelejas que houve no Cabo de 
Santo Agostinho, na Paraíba, em Porto Calvo, nas barreiras de Camará. 
gibe, no estreito da Baía e na costa de Pernambuco. — De ? de Novem- 
bro de 1641. 5o 



2 9 2 



LIVRO VI 



Fòlhaf 

Alvará a Álvaro de Magalhães, moço da câmara, filho de Luís Pereira, cavaleiro- 
fidalgo, natural de Torres Novas, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com ijtooo réis de moradia por mês e i alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados em Tanger. — De 9 de Julho de 
1641. ^o v 

Alvará a António Botelho, natural de Lisboa, filho de Diogo Dias Botelho, cava- 
leiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; com a condi- 
ção de servir na armada. — De 26 de Julho de 1641. 5o v 

Alvará a Francisco Pinheiro da Costa, natural de Santarém, filho de Manuel 
Pinheiro, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7.S0 réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados na armada e na restauração da cidade da Baía. — De 2 de Novem- 
bro de 1641. 5i 

Alvará a João de, Campos, cirurgião, filho de Pedro Martins, natural de S. Mar- 
tinho de Árvore, bispado de Coimbra, genro de Cristóvão Freire e neto 
de Luís Freire, do foro de cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços clínicos prestados na 
capitania de S. Sebastião do Rio de Janeiro, a qual estava a cargo de 
Salvador de Sá, e no reino, no Hospital de Nossa Senhora da Luz, em 
Lisboa, e também pelos de seus sogro e avô feitos em Ceuta, quando 
ali foi governador Lourenço Pires de Távora. — De 12 de Novembro de 
1641. 5 1 

Alvará a João Bocarro Raposo, morador na vila de Serpa, filho de Miguel Lei- 
tão, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; em atenção aos seus 
serviços. — De i3 de Abril de 1641. 5i v 

Alvará a Domingos da Guarda, moço da câmara, filho de Eusébio da Guarda, 
dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de mora- 
por mês e i alqueire de cevada por dia ; pelos serviços prestados na vila 
de Cascais. — De 21 de Fevereiro de 1641. 5i v 

Alvará a António Moniz Barreto, moço da câmara, natural de Cadima, filho 
de Gonçalo Botelho de Barros, dos foros do escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 18 de Janeiro de 1641. 5i v 

Alvará a Lázaro Lopes, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Francisco 
Lopes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos no reino e na armada. — De i3 de Abril de 1641. 52 

Alvará a Cipriano Boto Machado, natural da vila de Gouveia, filho de André 
Boto Machado, neto de Dinis Boto, cavaleiro-fidalgo, e bisneto de Pedro 
Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com ií?ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 16 de Fe- 
vereiro de 1641. 52 

Alvará a Jerónimo Ribeiro, moço da câmara, natural de S. João da Pesqueira, 
filho de Fernão Ribeiro, também moço da câmara, dos foros de escudei- 
ro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i»ooo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia.— De 16 de Fevereiro de 1641. 52 



MATRICU.A DOS MORADORES DA CASA RIAL 



293 



Folhas 

Alvará a Miguel de Turres, natural da cidade de Évora, filho de Miguel Jorge 
Ferreira, do toro de cavaleiro-fidalgo com ijpooo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia: que a pedido de D. Jorge Masca- 
renhas, Marquês de Montalvão, lhe foi concedido. — De 17 de Fevereiro 
de 1642. 52 v 

Alvará a Domingos Ferreira Marinho, natural da cidade do Porto, filho de Se- 
bastião Fernandes, do foro de cavaleiro fidalgo com írioo réis de mo- 
radia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; que a pedido de D. Jorge 
Mascarenhas, Marques de Montalvão, lhe foi concedido. — De 17 de Fe- 
vereiro de 1642. 52 v 

Alvará a Diogo Gomes Folgado, moço da câmara, filho de João Gomes Fol- 
gado, natural de Figueiró dos Vinhos, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com 7^0 réis de moradia por mês e 1 alqueirede cevada 
por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 12 de Julho de 1641. D2 v 

Alvará a André Vieira Tinoco, porteiro da câmara da Rainha, filho de Barto- 
lomeu Vieira Tinoco, natural de Vila Viçosa, do foro de cavaleiro-fidalgo 
com iatioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 2 de Abril de 1642. 53 

Alvará a António de Serpa Souto Maior, filho de Fernão Lopes de Serpa, cava- 
leiro-fidalgo, natural de Frielas, dos foros de escudeiro fidalgo e cava- 
leiro fidalgo com [36ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na ciadade de Tânger. — -De 3 de 
Dezembro de 1641. 53 

Alvará a Domingos de Oliveira, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Manuel da Rosa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada po dia; pelos ser- 
viços prestados na índia, na batalha que houve na barra de Goa e no 
cerco que o Rei Mogar fez à cidade de Damão. — De 6 de Fevereiro de 
1 64 1 . 53 

Alvará a Pedro de Aguilar de Figueiredo, rilho de Gaspar de Aguilar, cava- 
leiro-fidalgo, natural da vila de Lumiares, termo de Lamego, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 
i5 de Março de 164-2. 53 v 

Alvará a Jerónimo Correia, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Bar- 
tolomeu Gonçalves, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De i5 de 
janeiro de 1642. 53 1 

Alvará a João Vaz Temudo, natural de Lisboa, filho de Simão Temudo, moço 
da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia ; pelos serviços 
prestados na armada e na restauração da cidade da Baía. — De 3 de Fe- 
vereiro de 1642. 53 v 

Alvará a Manuel Ribeiro Botelho, moço da câmara, natural de Cadima, bispado 
de Coimbra, filho de Gonçalo Botelho, dos foros de escudeiro cavaleiro 
e cavaleiro-fidalgo com 1*000 réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia ; pelos serviços prestados no Paço como escrivão dos ar- 
mazéns dos mantimentos. — De 2 de Fevereiro de 1641. 54 



294 



LIVRO VI 



Folhas 

Alvará a António de Sousa de Andrade, moço da câmara, natural de Va- 
lença do Minho, filho de Gaspar de Carvalho de Novais, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 
alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na cidade do Sal- 
vador. Estado do Brasil. — De 22 de Maio de 1642. 54 

Alvará a Simão Godinho de Abreu, moço da câmara, natural da vila de Pedró- 
gão Grande, filho de Manuel Godinho, dos foros de escudeiro-tidalgo 
cavaleiro-tidaldo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 18 de Janeiro de 1642. Ò4 

Alvará a João Gomes de Serpa, natural de Lisboa, filho de João Gomes de 
Serpa, do foro de cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia mês e 1 al- 
queire de cevada por dia ; que a pedido de D. Margarida de Távora, 
lhe foi concedido. — De 6 de Fevereiro de [641. 64 v 

Alvará a António Mendes Neto, natural da vila de Loulé, Algarve, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada e no 
Brasil, principalmente em Pernambuco, quando ali fui governador Antó- 
nio Teles da Silva. — De 23 de Maio de 1642. 04 ;■ 

Alvará a Simão Garcia de Brito, escudeiro-fidalgo, natural de Vila Viçosa, filho 
de Jerónimo Garcia, acrescentando o dito foro a cavaleiro-fidalgo com 
i-riSo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De ió 
de Junho de 1642. 5r 

Alvará a Manuel de Miranda, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com icioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados na armada e no Brasil. — De 
12 de Abril de 1641. ib 

Alvará a João do Rêgo Beliago, natural de Prime, termo de Viseu, filho de 
Pedro João, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados em Mazagão. — De i5 de Setembro de 1646. 55 

Alvará a Jerónimo Valejo, natural de Vila Viçosa., filho de Diogo Valejo, do foro 
de cavaleiro-fidalgo com iíooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia. — De 23 de Abril de 1642. 55 v 

Alvará a António Botelho Riscado, cavaleiro-fidalgo, morador em Mazagão, filho 
de Pedro da Cunha, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro em 
ijfooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados.— De 17 de Agosto de 104 2 . 55 v 

Alvará a Jacinto Monteiro, morador em Mazagão. filho de Francisco Gonçalves, 
cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
75o reis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços prestados na dita cidade, tendo ficado presioneiro dos mouros na 
ocasião que mataram o Conde de Castelo Novo. — De i3 de Agosto de 
[642. 55 i> 

Alvará a Manuel de Almeida, natural do Campo de Valada, morador em Maza- 
gão, filho de Domingos Fernandes, dos foros de escudeiro fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita cidade e na armada que se 
perdeu na_costa de França. — De 16 de Agosto de 1642. 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA MAL 2y5 

Folhas 

Alvará a Manuel Leitão da Silva, moço da câmara, natural de Freiria, termo 
de Torres Vedras, filho de Manuel Leitão, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-lidalgo com -]òo réis de moradia por mês e i alqueire de 
cevada por dia; pelos serviços prestados em Lisboa e na cidade de Maza- 
gão com o governador Rui de Moura Teles. — De i3 de Agosto de 1642. 56 

Alvará a Manuel Antunes de Sampaio, natural da Golegã, filho de Francisco de 
Sampaio e genro de Pedro Lopes, do foro de cavaleiro-lidalgo com -:<> 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados como escrivão da Chancelaria-mor do reino. — De 9 de Agosto 
de 1(142. 56 v 

Alvará a António da Flecha, morador em Ma/.agão, filho de Domingos da Fle- 
cha, cavaleiro-lidalgo, dos foros de escudeiro-fidaldo e cavaleiro-fidalgo 
com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços ali prestados. — De 5 de Julho de 1642. 56 /' 

Alvará a Rodrigo da Fonseca da Maia, moço da câmara, morador em Mazagão, 
filho de Nicolau Rodrigues da Maia, cavaleiro-lidalgo, dos foros de" es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia; pelos serviços prestados na referida cidade, 
onde morreu em batalha o Conde de Castelo Novo. — De 1 de Julho de 
1642. 5 7 

Alvará a Francisco Pinto, natural da Golegã, filho de Paulo Antunes Pinto, dos 
Foro de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por 
mês e 1 aqureire de cevada por dia; pelos serviços prestados na cidade 
do Salvador c no Rio Vermelho, Fstado do Brasil. — De 21 de Agosto 
de [642. 57 

Alvará a João Ribeiro, moço da câmara, natural da cidade de Braga, filho de 
Pedro Fernandes da Costa, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 730 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados no Paço, — De 10 de Agosto de 1G42. 57 

Alvará a Francisco Correia, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Bento 
Correia, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ooo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de De- 
zembro de 1642. 57 V 

Alvará a Francisco Carvalho de Sousa, moço da câmara, natural de Valença 
do Minho, filho de Gaspar Carvalho de Novais, dos foros de escudeiro- 
-lidalgo e cavaleiro-fidalgo com i-TTioo réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 1 1 de Setembro de 1642. 57 v 

Alvará a António Gomes Godinho, natural da vila de Alemquer, filho de Ma- 
nuel Gomes Godinho, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com í^-]? reis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; pelos serviços prestados na armada. — De 12 de Agosto 

de 1642. 5y ;; 

Alvará a Manuel Fernandes Magro, natural da cidade de Elvas, filho de Tomé 
Fernandes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 750 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na dita cidade como almoxarife das armas e munições. — De 
3o de Setembro de 1642. 57 v 

Alvará a Loio da Silva, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de Domingos 
da Silva, dos foros de escudeiro-lidalgo e cavaleiro-lidalgo com i#>ioo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 22 de Se- 
tembro de 1642. 58 



2QÔ LIVRO VI 



I-òlhas 



Alvará a António Vaz Gançoso, natural da vila de Alandroal, filho de Manuel 
Vaz Gançoso, cavaleiro-fidalgo, fios foros de escudeiro-tidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i~ooo réis de moradia por més e i alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados na dita vila. — De 2 de Novembro de 
11Í42. 58 

Alvará a Cipriano de Figueiredo de Vasconcelos, moço da câmara, natural de 
Lisboa, filho de Luís Mendes de Vasconcelos, dos foros de escudeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 2 de Outubro de 1642. 58 v 

Alvará a Miguel Pereira Pestana, moço da câmara, filho de Miguel Pestana, dos 
foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 reis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Oeiras, Cascais e na Torre de S. Julião. — De 2 de Novembro de 1642. 58 v 

Alvará a Valentim de Carvalho, moço da câmara, natural de Lisboa, filho de 
Jorge, de Carvalho, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1-1 00 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 
20 de Outubro de 1642. 58 v 

Alvará a João Soares Pereira, moço da câmara, natural da vila de Monção, fi- 
lho de Manuel Soares Pereira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgo com 1.3100 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 20 de Novembro de 1642. 59 

Alvará a António Fernandes, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural do lugar 
de Cambra, comarca de Viseu, filho de Pedro Fernandes, dos foros de 
escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Brasil, princi- 
palmente em Pernambuco e na Baía. — De 2 de Novembro de 1642. 5g 

Alvará a João Cardoso, moço da câmara, filho de Pedro Fernandes, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 75o réis de moradia por mês 
e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em Tânger. — 
De 16 de Julho de i<338. 59 

Alvará a Sebastião de Brito Brandão, moço da câmara, natural de Solda, termo 
da vila dos Arcos de Vale de Vez, filho de Sebastião de Brito, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com i$ioo réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 6 de Novembro de 16.42. 59 v 

Alvará a João de Castilho Pinto, morador na cidade do Rio de Janeiro, filho de 
Manuel Castilho, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 
7 5o réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos ser- 
viços ali prestados. —De 6 de Novembro de 1642. 59 v 

Alvará a Pascoal Pais Vidigal, morador na cidade do Rio de Janeiro, filho de 
Francisco Pais Ferreira, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços ali prestados. — De 6 de Novembro de 1642. 60 

Alvará a Amaro da Costa, moço da câmara, natural de Bemfica, termo^ de Lis- 
boa, filho de António da Costa Borges, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com i$ioo réis de moradia por mês e r alqueire de 
cevada por dia. — De 16 de Outubro de 1641. 60 

Alvará a Manuel de Almeida, moço da câmara, natural da vila de Grândola, 
filho de Rui Dias Santos, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com i£ioo réis de moradia por mês. —De 2 de Novembro de 1641. 60 



MATRÍCULA DOS MORADORES DA CASA RIAL 

Alvará a Cristóvão de Barros, moço da câmara, rilho de António das Neves de 
Góis, dos foros de escudeiro li Jalgo e cavaleiro-fidalgo com -òo réis de 
moradia por més e i alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos no Paço. — De 7 de Novembro de 11142. 60 v 

Alvará a João Camelo, natural de Évora, rilho de Manuel Camelo, dos toros de 
escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por més e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no porto de Pa- 
raíba e nos fortes de Cabedelo e de Santo António, Estado do Brasil. — 
De 2 de Maio de 1Õ42. Go r 

Alvará a António Pimentel de Mesquita, moço da câmara, natural de Mesqui- 
tela, termo da vila de Linhares, rilho de Jerónimo de Mesquita Homem, 
dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com ir 100 réis de mo- 
radia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 2 de Novembro de 
[642. 60 P 

Alvará a João Rebelo, moço da câmara, natural d'- Vila de Basto, rilho de Do- 
mingos Rebelo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com 
1.-100 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia. — De 17 
de Novembro de 1642. 61 

Alvará a António da Mata Falcão, rilho de Antão da Mata Falcão, cavaleiro-fi- 
dalgo, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro fidalgo com 800 réis de 
moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de Novembro 
de 1(342. 61 

Alvará a João Soares de Aguilar, rilho de Miguel de Leão, cavaleiro-fidalgo, dos 
foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo com moo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Bra- 
sil. — De 3o de Julho de 1642. 61 

Alvará a Gaspar de Basto Teixeira, moço da câmara, natural de Amarante, fi- 
lho de Afonso de Basto, dos foros de escudeiro-ridalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 1C100 réis de moradia e 1 alqueire de cevada por dia. — De 20 de 
Novembro de 1G42. 61 v 

Alvará a Manuel João, cavaleiro-fidalgo, filho de Simão João, natural da Ras- 
côa, termo da Vila de Avelar, lixando o dito foro em -po réis de mora- 
dia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados nu 
Brasil, principalmente na capitania de S. Vicente. — De 20 de Novembro 
de 1642. 61 v 

Alvará a Manuel Dias, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, rilho de João da Co- 
vilhã, fixando o dito foro em 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire 
as de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada e na índia, 
principalmente na Ilha de Ceilão e na barra de Goa. — De 17 de Dezem- 
bro de 1642. • ;| 

Alvará a Domingos de Aguiar, natural de Cabanas, termo de Vila Pouca de 
Aguiar, filho de Gonçalo Gonçalves, dos foros de escudeiro-fidalgi e 
cavaleiro-fidalgo com i$3oo réis de moradia por mês e 1 alqueire de 
cevada por dia ; pelo socorro que prestou a Manuel do Canto e Castro 
em Sevilha, e serviços que fez na Ilha Terceira e no Forte do Monte 
Brasil. —De 12 de Dezembro de 1642. "- 

Alvará a Francisco Freire Corte Rial, moço da câmara, natural de Lisboa, rilho 
de Mateus Ferreira, também moço da câmara, dos foros de es, udeiro- 
-fidalgo e cavaleiro-lidalgo com iCMoo réis de moradia por mês e 1 al- 
queire de cevada por dia. — De 10 de Julho de 1Ó42. ' - 



2Q S LIVRO VI 



1 ôllias 

Alvará a Manuel de Sousa de Rofoios, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, fi- 
lho de Diogo Mendes de Sousa, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito 
foro em ic?2oo réis de moradia por mês e i alqueire de cevada por dia-, 
pelos serviços prestados no Brasil, principalmente na Baía, Pernam- 
buco e rio Monomotapa. — De 19 de Dezembro de 1642. 62 v 

Alvará a António Rosado de Mendonça, natural de Mazagão, filho de Gonçalo 
Dias Rosado, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 760 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados na dita cidade e no Brasil. — De 20 de Novembro de 1642. 63 

Alvará a Estêvão de Frias da Frota, morador em Setúbal, filho de Ventura de 
Frias, moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com i-3!ooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — 
De 1 3 de Janeiro de 1643. 63 v 

Alvará a Manuel de Macedo Serrão, moço da câmara, filho de Luís Serrão, 
também moço da câmara, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fi- 
dalgo com i-rioo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por 
dia. — De 18 de Novembro de 1642. 63 v 

Alvará a Paulo Machado de Brito, filho de Simão Machado, do foro de cava- 
leiro-fidalgo com icooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados ao povo de Santiago de Cacém, repre- 
sentando-o em Cortes. — De 27 de Dezembro de 1642. 63 *• 

Alvará a Manuel Gomes, moço da câmara, natural de Catão, comarca de Viseu, 
filho de Paulo Gomes, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo 
com 760 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos 
serviços prestados como oficial da Câmara do Desembargo do Paço, de 
que foi escrivão João Pereira de Castelo Branco. — De 12 de Novembro 
de 1642. "4 

Alvará a António Pereira Vieira, cavaleirc-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo 
e cavaleiro-fidalgo com 093 réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia. — De 20 de Novembro de 1642. "4 

Alvará a Manuel Gastão, moço da câmara, natural de Olivença, filho de Pedro 
Alvares, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 7?o réis 
de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços pres- 
tados a António de Sousa de Macedo, mòço-fidalgo, quando foi nomeado 
secretário da Embaixada de Inglaterra. — De 24 de Setembro de 1642. 64 

Alvará a António Figueira da Silveira, moço da câmara, natural de Lisboa, fi- 
lho de Manuel Figueira da Silveira, moço da câmara, dos foros de es- 
cudeiro-fidalgo e cavaleiro fidalgo com 7D0 réis de moradia por més e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Paço. — De 21 
de Dezembro de 1643. "4 '' 

Alvará a Filipe da Cunha, natural do Beco, filho de Jorge Fernandes da Cunha, 
do foro de cavaleiro-fidalgo com 7?o réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia. — De 26 de Fevereiro de 1643. '>4 V 

Alvará a António de Mendonça Pereira, cavaleiro-fidalgo, filho de Brás de Oli- 
veira, também cavaleiro-fidalgo, fixando o dito foro de em icooo réis de 
moradia por mf:s e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços presta- 
dos no Brasil, Ceuta e Tânger. — De 25 de Fevereiro de 1642. 65 



MATRICULA DOS MORADORES DA CASA RIAI. 






Folhai 

Alvará a Simão Alvares da Costa, moço da câmara, natural da vila da Peder- 
neira, filho de Martim Luís, dos foros de escudeiro-fidalgo e cavaleiro- 
-fidalgO cditi 7bo réis de moradia por mês c i alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados na armada e na dita vila. — De 3 de Agosto 
de 1642. 

Alvará a Gonçalo Mendes Mergulhão, escudeiro -fidalgo, filho de Gonçalo Men- 
des Mergulhão, acrescentando o dito foro a cavaleiro-fidalgo com i~5oo 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 10 de 
Abril de Hqj. 65 v 

Alvará a Sebastião de Fontes, cavaleiro-fidalgo, natural de Vidigueira, ti lho de 

João Rodrigues, fixando o dito foro em 136400 réis de moradia por 
mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada 
e fortalezas da índia, e na Ilha do Ceilão, onde faleceu o general Cons- 
tantino de Sá de Noronha. — De 10 de Abril de 1643. G5 v 

Alvará a Filipe Barbosa de Falhares, natural de Lisboa, filho de Baltasar Bar- 
bosa de Palhares, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e ca- 
valeiro-fidalgo com 750 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada 
por dia; pelos serviços prestados como tenente no Forte de Santo Antó- 
nio da Barra. — De 17 de Abril de 1642. 66 

Alvará a Francisco Serrão Tisnado, morador em Vila Franca de Xira, filho de 
Sebastião Serrão, cavaleiro-fidalgo, do foro de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 750 réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia; em atenção aos serviços que seu pai prestou na índia. — De 17 
de Setembro de i(53g. 6G 

Alvará a André Mendes Lobo, natural de Vila Viçosa, filho de Manuel Mo- 
roso, do foro de cavaleiro-fidalgo com u-000 réis de moradia por mês c 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados no Alentejo. — 
De 24 de Outubro de 1642. 66 

Alvará a Francisco da Silveira Frade, moço da câmara, filho de Manuel da 
Silveira Frade, cavaleiro fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com i-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada 
por dia. — De 27 de Abril de 1643. 66 v 

Alvará a António de Basto da Fonseca, moço da câmara, natural de vila de 
Muge, filho de André Alves Leme, também moço da câmara, dos foros 
de escudeiro-fidalgo e cavaleiro-fidalgo com 700 réis de moradia por més 
e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada. — 
De i3 de Dezembro da 1642. 66 v 

Alvará a Quintino Martins de Aragão, natural da Esgueira, filho de Luís Mar- 
tins de Aragão, cavaleiro-fidalgo, do foro de cavaleiro-fidalgo com 136200 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia. — De 3 de Maio 
de 1643. 66 v 

Alvará a Diogo Pinto de Matos, natural da Amora, termo da vila de Almada, 
filho de Diogo Pinto, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidalgo e 
cavaleiro-fidalgo com í-rooo réis de moradia por mês e 1 alqueire de ce- 
vada por dia; com a condição de ir â índia. — De 3 de Maio de 1643. < : õ r 

Alvará a Francisco Tristão da Fonseca, natural do Cartaxo, termo de Santarém, 
filho de Luís Tristão da Fonseca, dos foros de escudeiro-fidalgo e cava- 
leiro-fidalgo com 75o réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Mazagão e no Brasil, principalmente na 
Baia e Pernambuco. — De 19 de Novembro de 1642. 67 



3oo LIVRO VI 



Folhas 



Alvará a António da Fonseca, filho de Luís Tristão da Fonseca e irmão de 
Francisco Tristão da Fonseca, dos foros de escideiro-tidalgo e cavaleiro- 
-tidalgo com -?o reis de moradia por mês e i alqueire de cevada por 
dia; pelos serviços prestados em Mazagão, nas províncias da Beira e 
do Alentejo, e na armada que foi a Cádiz. — De 20 de Novembro de 
1642. 67 

Alvará a Clemente d; Abreu, moço da câmara, natural da cidade de Lamego, 
rilho de Pascoal Nogueira, dos foros de escudeiro-fidaigo e cavaleiro-fi- 
dalgo com 7D0 réis de moradia por més e 1 alqueire de cevada por dia; 
pelos serviços prestados no Brasil, principalmente na Baía e no Rio Ver- 
melho. — De 27 de Abril de 1647. 67 v 

Alvará a António Fernandes, natural de Lisboa, filho de Sebastião Fernandes, 
cavaleiro-fidalgo, do foro de escudeiro-fidaigo com goo réis de moradia 
por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados em 
Ceuta e na armada. — De 26 de Dezembro de 1642. 67 v 

Alvará a Francisco de Matos Macedo, cavaleiro da Ordem de Cristo, natural 
de Almeirim, filho de Fernão Dias Machado, dos foros de escudeiro-fi- 
daigo e cavaleiro-fidalgo com 7D0 réis de moradia por mês e 1 alqueire 
de cevada por dia; pelos serviços prestados na armada, Baía, Tânger e 
Ilha Terceira. — De 27 de Abril de 1643. 68 

Alvará a Vicente Viana Freire, cavaleiro-fidalgo, natural de Lisboa, filho de 
Diogo Gonçalves da Costa, fixando o dito foro em icí2oo réis de moradia 
por més e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados como 
oficial da matrícula das mercês. — De 4 de Julho de 1643. 68 

Alvará a Francisco do Amaral, moço da câmara, natural de Aveiro, filho de 
Afonso Dias, dos foros de escudeiro-fidaigo e cavaleiro-fidalgo com 760 
réis de moradia por mês e 1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços 
prestados no Brasil e na armada. — De 27 de Abril de 1643. " N v 

Alvará a Manuel de Almeida, moço da câmara, natural de Taveiro, termo de 
Coimbra, filho de Domingos Jorge, cavaleiro-fidalgo, dos foros de es- 
cudeiro-fidaigo e cavaleiro-fidalgo com 760 réis de moradia por mês e 
1 alqueire de cevada por dia; pelos serviços prestados na índia, princi- 
palmente no combate que houve na barra de Goa. — De 12 de Dezem- 
bro de 1642. 68 v 

Alvará a Manuel Coelho Leite, moço da camará, natural de Santarém, filho de 
António Coelho Leitão, cavaleiro-fidalgo, dos foros de escudeiro-fidaigo 
e c